Pages

Thursday, May 22, 2008

Warsaw Division

Chegam aqui, quase simultâneamente, o filme "Control", baseado em biografia escrita pela mulher do cantor Ian Curtis, do Joy Division; e também o documentário "Joy Division", obviamente sobre a banda. Ambos iam estrear juntos, essa semana, mas o doc acabou passando para 6 de junho. Vi "Control" na última mostra de cinema e depois revi baixado. Achei bacana, mas não me empolgou tanto. Como é baseado em fatos vivenciados pela esposa de Curtis, Deborah (interpretada pela ótima Samantha Morton), ele mostra mais o lado dela, claro, da mulher que casou cedo e que viveu à margem do sucesso efêmero da banda, já que não acompanhava as turnês, pois tinha uma filha bebê para cuidar. E ainda teve que dividir Ian com uma amante belga. Também vale pela curiosidade de conferir a estréia na direção do fotógrafo e diretor de clipes holandês Anton Corbjin, um dos primeiros a clicar o Joy (que começou como Warsaw) e o responsável pela identidade visual de bandas como Depeche Mode e até mesmo U2, por exemplo.

Já o documentário "Joy Division", de Grant Gee, é o complemento perfeito do filme, já que mostra justamente o lado que não há na biografia, e ainda situa a cidade de Manchester como personagem importantíssimo para que uma banda como Joy Division tivesse surgido, em plena era punk. Além disso, há cenas nunca antes mostradas da banda e depoimentos da própria Annik Honoré, a tal amante, e, no final, uma fala de Curtis, gravada poucos dias antes dele se suicidar, em 18 de maio de 1980, antes do segundo disco da banda, "Closer", ser lançado. É também a última aparição do criador da Factory, Tony Wilson, falecido recentemente. Juntando com "24 hour party people", forma UM painel sobre a cena musical de Manchester (que explodiu nos anos 80 com Happy Mondays, New Order, o clube Haçienda e a rave culture).

O que fica? Que o JD foi, talvez, uma das últimas bandas legítimas da história, que aconteceu por si só, e acabou antes que se tomasse conhecimento dela de fato (eu mesmo só ouvi o 'unknown pleasures' pouco antes da morte de Ian, o que soou mais sinistro). A beleza disso tudo é que daí saiu o New Order, uma das bandas mais influentes dos últimos 20 anos. Isso éque é volta por cima...

8 comments:

Atlantic said...

Assisti Control e tive a mesma impressão. Um filme legal, mas não é do caramba. Gostei da reprodução das cenas de shows. Já "24 hour party people" é um filme muito legal. Quem não viu, vale assistir. O roteiro brinca com ele mesmo. Achei muito bom quando, em meio a uma cena inverossímil, o personagem vira pra câmera e diz que pode não ter acontecido daquele jeito, mas fica mais legal contar assim. Um filme divertido.

PEDRO BAMBAATAA said...

engraçado, estava lendo o a revista rio show do grobo quando li a critica do filme em questão,
e pensei em postar aqui sobre o
assunto. Agora abro o blog e vejo o tópico e o que vejo? gostei, legal...

engraçado tom leão, só conheci o joy em 1987, quando a finada stilleto, lançou closer,e eu, naquelas época sem mtv e net,
pude ter acesso ao trabalho da banda...

confesso que achei, bem legal, mas achava o clima do disco, muito pesado, que me causava um desconforto, e eu nunca ouvia o lp dê uma tacada só... ouvia musicas pingadas... meses depois saiu unpleasures, e achei mais deprê ainda... curtir mesmo foi a coletanea substance... foi um referencial legal o trabalho desta banda, mas sempre gostei mesmo do NEW ORDER...

sobre este filme "24hour party people", esse sim achei bem legal,
pois pude conhecer a figura de TONY WILSON... eu idolo!! porrra
queria levar a vida que o cara teve
altas bandas, dono de boate e pegando altas gatas... queria muito comprar o dvd, mas não sei se foi lançado no brasil....

tem, como achar na rede? abraços!!

PEDRO BAMBAATAA said...

OFF TOPIC: ACABEI DE VER AGORA O TRAILLER AQUI NO UOL, DO NOVO FILME DE NIGHT SHYAMALAN, "FIM DOS TEMPOS", SEGUNDO O PRÓPRIO, É SEU
FILME MAIS ASSUSTADOR...

ALGUM COVEIRO TEM INFORMAÇÕES?

:: Fräulein :: said...

Joy Division é a minha banda favorita, fiz questão de ver "24 hour party" e "Control" no Festival de cinema, e nossa, que emoção saber desse comentário que estreará logo mais.
Achei bom o Control e pretendo ver de novo.
Eu conheci Joy só em 99, e pra mim foi um divisor de águas o fato de ter lido uma matéria na Show Bizz falando dos 20 anos da morte do Ian, depois disso meu ouvido pro rock tomou outro rumo, na época me causou forte impacto, fui logo procurando ouvir os cds nas lojas e depois comprei o "Substance", e alguns meses depois a box "Heart and Soul".
Ansiosa para o estréia do DOC.

:: Fräulein :: said...

Off Topic:
No feriado resolvi ver o "Escorregando para a glória", muito bom! Jon Heder ta D+ nesse filme!
Valeu pela dica aí no blog!

Danib said...

Pois é, o filme é total a visão da mulher de Curtis. Uma pena, poderia ter mais informações sobre a banda. Até parece que ela fez o filme como "uma terapia". :)

pacheco said...

cd novo do futureheads é bueníssimo, melhor que o primeiro deles... o segundo não ouvi. Engraçado, eu tava de saco cheio desse tipo de rock (com "agular guitars", como dizem), mas gostei bastante.

Joy division não consegue me agradar, assim como the cure e echo and the bunnymen não conseguem.

Felipe Passarelli said...

hola qnt tempo!

eu achei o control apenas bom, pra quem quer saber mais sobre o joy division, a banda, vai se arrepender.

o foco do filme é mais o relacionamento com a esposa e a doença dele. é muito triste o filme.

queria um filme como todos, 24 hs tb, sex, drugs and rock and roll. esses são os filmes que mais gosto de ver. acho que não tem um beck em control rs

esse ano tá bem fraco mesmo o mundo da música, portishead ainda esta na minha pole, junto com REM, Cut Copy, The Ting Tings, The Last Shadow Puppets, Vampire Weekend, Nick Cave and the Bad Seeds, Wolf Parade, Death Cab for Cutie, Hercules & Love Affair, Crystal Castles, Guillemots, Moby, Spiritualized, Cavalera Conspiracy e Ladytron etc

Santogold é legal, mais nada que a MIA tenha feito melhor, ela já tem 35 anos acho, já escrevia músicas pros artistas famosos do R&B no passado e falta sal-appeal nela. essa capa do album dela é horrível, uma das piores do ano hehehe. ela é ótima quando faz aquilo que ela não está acostumada e coloca o foco em novos horizontes (creator, LES Artistes. Your Voice, Say Aha).

"Me vendo mesmo, ainda dou recibo e ninguém tem nada com isso

"É uma das principais maneiras de fazer com que nossa música seja ouvida e, portanto, é estúpido que os artistas tenham vergonha disso."

Santogold, falando sobre a faixa que ela gravou com Julian Casablancas (Strokes) e Pharrell Williams para um comercial dos tênis Converse."

MGMT já conhecia faz tempo, também não é uma banda (duo sei lá) tão inovadora, eles antes abriam pro Of Montreal, que tb faz o som posicodélico e glam melhor que eles. Kids é uma das melhores musicas de todos os tempos. Time to Pretend, Electric Feel tb são ótimas mas o resto do album não bateu tanto. dizem que o show é absurdo vamos ver né?

Até agora o Planeta Terra tá ganhando de lavada do Tim Festival, e vou pra sampa com ctz!

Tim Festival até agora:

Amy Winehouse, Mika, Leonard Cohen, Ryan Adams, Klaxons, Beirut, The Gossip, Gogol Bordello, MGMT, Santogold, Marcelo Camelo, Esperanza Spalding

Planeta Terra

Bloc Party, Queens of the Stone Age, Kaiser Chiefs, Spoon, The Jesus and Mary Chain, Foals, Mallu Magalhães

Só sei que tá rolando uma discussão sobre isso, as empresas estão se bofeteando pra fechar com o artista, as vezes o artista sai 3x mais caro pra tocar em certo festival. O kaiser chiefs foi um desses.

Pra finalizar um texto polêmico do grande thiago ney da folha, depois falem o que vocês acham:

Teoria da dependência

Hoje saiu um texto na edição impressa da Ilustrada sobre o circuito de festivais de música do Brasil. Algumas pessoas me mandaram e-mail perguntando se não poderia colocar esse texto aqui, já que elas não têm acesso ao conteúdo da Folha no UOL. O texto segue abaixo.

O modelo de organização dos grandes shows no Brasil (particularmente o do circuito de festivais) é dependente. Dependente de eventos corporativos e dependente de dinheiro público.
Empresas de cerveja, de refrigerante, de celulares, de telefonia celular, portais de internet, enfim, empresas de todo o tipo (uma fabricante de pneus organizará um evento de jazz e world music em São Paulo, em junho...) não apenas emprestam o nome a um festival, como empurram sem parcimônia sua parafernália de marketing no ambiente do evento, criando uma concorrência com as próprias atrações artísticas.
Festivais corporativos existem no mundo inteiro. Mas, no Brasil, a ação das empresas é muito mais agressiva. Lá fora, na Escócia, há o T in the Park; na Inglaterra, o V Festival. O primeiro é bancado pela Tennents, marca de bebidas; o segundo, pela companhia Virgin. O nome das empresas é associado com discrição; os locais não são invadidos por merchandising abusivos. Bem diferente do que acontece por aqui.
Um outro efeito desse modelo de negócio é que o Brasil virou o paraíso dos cachês. Os produtores de shows buscam os mesmos artistas, e aí entram em uma espécie de leilão.
Os preços vão lá para cima e forma-se um ciclo: as bandas sabem que no Brasil paga-se cachês milionários; os únicos que podem pagar esses cachês são os festivais corporativos; assim, essas bandas só vêm ao Brasil para tocar em festivais corporativos. O Kaiser Chiefs estava em disputa. Fechou com o Planeta Terra.

***

Aí olhamos para o outro lado, o dos festivais "independentes". Não dá para chamar de "independente" um circuito de festivais que depende de dinheiro público para existir. Como acontece no cinema nacional, em que os filmes são bancados por leis de incentivo e não há a menor preocupação com bilheteria, os festivais "independentes" beneficiam-se de um edital da Petrobras que goteja até R$ 250 mil na mão dos produtores de cada evento.
Uma das "contrapartidas" exigidas pela Petrobras é que esses eventos tenham como finalidade "divulgar a música brasileira" e as cenas locais. Não entendo como pode haver divulgação da música brasileira quando esses eventos escalam bandas gringas de terceiro escalão ou grupos europeus de heavy metal cuja relevância artística é quase nula. E aqui ocorre mais uma anomalia.
Bandas indies péssimas, que não tocariam nem em matinês de pubs londrinos, arranjam lugares confortáveis nesses eventos devido à "brodagem" entre produtores de festivais, músicos, blogueiros etc. Triste.

Escrito por Thiago Ney às 14h35

Abraços

NA CIDADE

NATAL NA ÁREA:

CASAS & SHOWS: Circo Voador 08 - B.Negão Bota Som / BaianaSystem 09 - Far From Alaska / Scalene 10 – Scracho / Gabriel Elias 11 - Estreia do Documentário "Nosso Sagrado": Debate + Roda de Samba (Kebajê, Andreia Caffé, Rogério Família) 15 - Snarky Puppy (EUA) 16 e 17 - Caetano, Moreno, Zeca e Tom Veloso 21 - Samba Iaiá: Pretinho da Serrinha - Participação: Mariana Aydar, Mariene de Castro, João Bosco 22 - Festa Mistério do Planeta / Primavera nos Dentes (Charles Gavin, Duda Brack, Paulo Rafael, Pedro Coelho, Felipe Ventura): Homenagem ao Secos & Molhados / Pepeu Gomes - Participação: Baby do Brasil & Pedro Baby 23 - Amigos da Onça: Onçaspectiva 2017 28 – Forróçacana 29 – 1Kilo

Fundição Progresso 08 - Arcade Fire (CAN) / Bomba Estéreo (COL) 09 - Racionais MCs / Choice MC / BK / Ghetto Brothers 16 - Gal Costa & Gilberto Gil & Nando Reis: Trinca de Ases

Teatro Rival 06 – Ricardo Brito Talk Show: Leoni, Ruy Faria, Gilson Peranzzetta 07 – Steve Rothery Band (ING) 08 – Ana Costa & Carrapicho Rangel 09 – Tia Surica: Homenagem a Clara Nunes 14 – Jota Maranhão & Altay Veloso 16 – Ordinarius 20 – Rival Rebolado: Edição de Natal 22 - Edu Falaschi: Rebirth of Shadows Tour - Parte 2 28 – Claudio Lins 30 - Jay Vaquer

Teatro Riachuelo 12 – Elba Ramalho 13 - Luiza Possi: Tributo a Michael Jackson 19 - Baby do Brasil

Vivo Rio 14 – Carminho (POR) Canta Tom Jobim 16 – Milton Nascimento & Tiago Iorc 29 – Pabllo Vittar

Memorial Getúlio Vargas (Glória) 08 – Grupo Vocal Pé na Rua 14 – Quintas Acústicas: Alexandre Marzullo 17 – Grupo Vocal Zanzibar Casa Julieta de Serpa (Flamengo) 03 - Paris Jazz & Blues: Marcio Ciribelli 10 - Paris Jazz & Blues: Tunai & Wagner Tiso

Etnohaus (Botafogo) 07 – Paulo Sartori & Johanna Amaya 08 – Laura Lagub 10 – Janna Linhares 15 – Caio Castelo 16 – Filtra / Comodoro 21 - Ivo Senra & Lúcio Vieira: ECO Botto Bar (Botafogo) 05 e 12 – Toni Platão 07 – Zabumba Atômica 08 – Chris Crochemore

Audio Rebel 09 - Macabea 10 - Herzegovina / Ballet Clandestino (SP) / Gangue Morcego 15 - BacaFest: Mauk & Os Cadillacs Malditos / AlBaca / Two Step Flow 16 - Illy 18 - Melvin & Os Inoxidáveis / Homobono / Mamute Flutuante 20 - Lourenço Vasconcellos Vibrafone Trio Solar de Botafogo 08 - Whipallas / Fleeting Circus 09 - Les DeuxLuxes (CAN) 10 – Sophia Abrão 12 – Júlia 16 – Lado Alado

Sala Baden Powell 06 - Adriana 15 - Wanda Sá & Quarteto do Rio Theatro Net Rio 05 - Zélia Duncan & Jaques Morelenbaum 12 – Joyce Cândido 13 – Ziza Fernandes

Casa de Cultura Laura Alvim 07 - Natália Garcez: Tali! 05 - Lucas Santtana 10 – Lan Lanh 12 - Dois Reis 16 – FestLip Show: Joss Dee (ANG) / DJ Lili Prohmann 19 - Ayrton Montarroyos Teatro Ipanema 05 - Primavera nos Dentes (Charles Gavin, Duda Brack, Paulo Rafael, Pedro Coelho, Felipe Ventura): Homenagem ao Secos & Molhados 09 - Fernanda Gonzaga 12 – Arto Lindsay & Jonas Sá & Thiago Nassif 15 - Do Amor & Rubinho Jacobina 19 - Lancellottis - Ivor & Domenico & Alvaro 21 - Baleia

Blue Note 07 – Orquestra Atlântica Convida Ricardo Silveira 08 - Stefano Bollani Quinteto 09 – A Cor do Som (20h) 09 - Zé da Velha & Silvério Pontes (22h30) 11 - Zé Paulo Becker & Semente Choro Jazz 12 - Bianca Gismonti Trio: Gismonti 70 - Participação: Jane Duboc & Jaques Morelenbaum 13 - Alma Thomas: Homenagem a Nina Simone – Participação: Ellen Oléria 14 – Airto Moreira 15 – Jesuton 15 - Leila Maria: Homenagem a Billie Holiday 16 - Raul Mascarenhas 18 - Zé Paulo Becker & Semente Choro Jazz 19 - Tributo a Luiz Melodia: Ana Bispo, Chico Chico, Claudia Amorim, Doralyce, Duda Brack, João Mantuano, Katia Jorgensen, Maíra Freitas, Mari Blue, Mihay, Taís Feijão, Tyaro Maia, Vandro Augusto 20 - Mauricio Einhorn & Nelson Faria 21 – Orquestra Atlântica Convida Vitor Santos 22 e 23 – Carlinhos Brown 26 e 27 – Toquinho 30 - Bossacucanova & Roberto Menescal

KM de Vantagens Hall 06 – The Wailers / Ponto de Equilíbrio 08 – Maria Bethânia 09 – Zé Ramalho 16 – Raça Negra Rio Arena 15 - Deep Purple / Cheap Trick / Tesla

III Barra Blues Festival Área de Eventos do Rio 2 Shopping – Barra da Tijuca 15 – Sergio Diab / Projeto Soul Jazz / Alamo Leal & Blues Groovers 16 – RJ Café / UniJazz Orquestra / The Blue Fever / Sérgio Rocha 17 – West Side Blues / Corcel Mágico / State of Blues / Victor Biglione Trio

Engenhão 09 - Festival de Tatuagem: Pedras Pilotáveis / Filtro Vermelho / Nove Zero Nove / Filipe Ret 10 - Festival de Tatuagem: Eu Amo Baile Charme / We Are The Revenge / Kanon 23 - Eu Amo Baile Funk: Stevie B / MC Cacau / Willian & Duda / Danda & Tafarel / Coiote & Raposão / DJ Cidinho / DJ Grandmaster Rafael

Imperator 06 – Quartas Brasileiras: Leny Andrade: Homenagem a Emílio Santiago 09 – Terraço: Leão Etíope do Méier + Junta Local: Junu / DJs Rajão e Bruno Negrão 09 – Detonautas / Drenna / Folks 10 – Baile Black Bom: Banda Consciência Tranquila / DJ Flash 12 – Terraço: Jazz Pras Sete: ((TRIO)) 13 – Terraço: Forró Lanalaje: Conterrâneos 13 – Márcio Gomes 14 – Samba do Imperator: Grupo Arruda, Nelson Sargento, André Mata 17 - Beach Combers / Arte no Escuro / Cólera / Gangrena Gasosa

Planet Music 09 - Maieuttica / Involuntarium / Colwire (SP) / No Trauma / Quantum 17 - Festival Irmandade Underground: Go! Victory / A Marcha das Árvores / Eu, Você e um Oceano / Faithless / Inner Flow / Santaria / Arena Centro de Referência da Música (Tijuca) 07 - Jeff Gardner: Homenagem a Johnny Alf 08 - Trem Vocal 09 - Júlia Vargas 10 - Equale: Homenagem a Dorival Caymmi 12 - Sarau dos Sambistas 14 - Eduardo Ponti

Bar dos Descasados (Santa Teresa) 07 – Ed Motta 14 – Toni Garrido 21 – Sandra de Sá

Aparelho (Centro) 07 - Ricardo Dias Gomes / Joana Queiroz 09 - Anjos de Vidro / Mara Rúbia 11 - Michel Temer Trio / Test (SP) 14 - Winter (EUA) / My Magical Glowing Lens (ES) 16 - LoveJoy / Ênio Berlota & A Nóia Coletivo Machina (Centro) 07 - Astro Venga / Lunares 09 - Test (SP) / Entropiah (ESP) / Jessica Worms / Sorry For All (SP) 14 - Blastfemme / Lâmmia 15 - Tailten / Punching Namard 23 - LoveJoy / Cidade Chumbo Motim (Centro) 08 - Talude / Chico de Barro / SLVDR 09 - Rawph / Warmest Winter / Lacerda 10 - Quasar / Eliminadorzinho / gorduratrans 16 - Desgraça / Yukio

CCBB 09 - Orquestra Bom Me Quer Paquetá e Corais da Escola de Música Villa-Lobos 15 - Nilze Carvalho 16 - Farra dos Brinquedos 16 - Madrugada no Centro: Rico Dalasam / Minha Luz é de Led 17 - Folia de Reis Céu na Terra BNDES 06 - Vicente Paschoal 07 - Alaíde Costa Convida Turíbio Santos 13 - Paulo Bellinati & Cristina Azuma 14 – Guinga

Festival Wine Jazz, Bossa & Blues Inverso Restaurante (Jockey Clube) 06 - Maurício Einhorn & Jefferson Gonçalves & Gabriel Grossi 07 - Azymuth 08 - Wagner Tiso & Victor Biglione

Festival Novas Frequências 06 – Audio Rebel: Louis Laurain (FRA) / Luisa Lemgruber & Gabriela Mureb & Sanannda Acácia 07 – Oi Futuro Flamengo (16h): Dewi De Vree & Patrizia Ruthensteiner: Magnetoceptia (performance sonora) 07 – Lagoa Rodrigo de Freitas (17h): Dewi De Vree & Patrizia Ruthensteiner: Magnetoceptia (performance sonora) 07 – Audio Rebel: Jeremy Gara (CAN) / Flores Feias 08 – Igreja do Carmo (Lapa): William Basinski / Dewi De Vree & Patrizia Ruthensteiner 09 – Parque Lage: Chelpa Ferro: Acusma para Crianças 09 – MAM: 09 - Nicolas Field & Pontogor: To The Bone (performance sonora) 09 – Local não divulgado: Festa O/NDA: Acid Arab (FRA) / Aïsha Devi (SUI) / Carrot Green / Stellar OM Source (FR) / grassmass apresenta: Coisas - a synth tribute to Moacir Santos / Deo’Jorge 10 – Sala Mário Tavares (Centro): Chelplexx (Chelpa Ferro + Duplexx) / ensemBle baBel plays Christian Marclay (CH)

Íris Festival (Rio City Lab / Santo Cristo) 27 - Roberta Nistra / Sambanosso / DJ MAM & Sotaque Carregado / Agytoê 28 - Beach Combers / Bloco Cru / Bloco Toca Raul 29 - New Kids on The Bloco / Bloco Fogo & Paixão / DJ Sany Pitbull

Circuito SESC 07 – Tijuca: Zé Bigode - Participação: Thiago El Niño 09 - Duque de Caxias: Sotaque do Nordeste 09 - Nova Iguaçu: Expresso Santiago 10 - Madureira: Carlos Dafé 10 – Engenho de Dentro: Zé Bigode - Participação: Thiago El Niño 10 - São Gonçalo: Dorina 12 - SESC Ginástico: Frejat 16 - Niterói: Sotaque do Nordeste 16 - Nova Iguaçu: Leoni 17 - Nova Iguaçu: Dorina 17 - São Gonçalo: Sotaque do Nordeste

MIXXX: 7 - Laura Lagub - Participação: Marcela Mangabeira – Teatro Café Pequeno 07 - Cidade Negra – Shopping Village Mall 07 - Mari Blue - Participação: Duda Brack, Mihay, Zé Ibarra – Rock Experience / Lapa 07 - Hare Festival Psicodélico: Eletrotupiniquim – Hareburguer Leblon 08 - Camila Costa & Rubinho Jacobina – Casa Igba / Santa Teresa 08 - Banda Nós 3 – Teatro Ziembinski 08 - 1º Cortejo Pré-Carnaval Maracatu Baque Mulher – Casa Nem / Lapa – Indo até a FEBARJ 08 - Ensaio Aberto do Bloco Planta na Mente – Largo dos Arcos da Lapa 08 - IZA / MC Sabrina / Drik Barbosa / Filhas de Bamba / DJ Ingrid Nepomuceno – Unidos da Villa Rica / Copacabana 08 - BudxRio: Manie Gang / TechnoBrass – Bar do Nanam / Praça Tiradentes 09 - Festival Hippie Punk Beatnik: Ventura / Igor Anti-Projeto / Ramyrez 77 / Mau Presságio / Atentado 70 / AMEOPOEMA – Centro Cultural Toca Raul – Duque de Caxias 09 - Festival Trama: Luíza Boê / Kosmo Coletivo Urbano / Jamelão Sound System / DJ Eloy Vergara – Malha / São Cristóvão 09 - Orquestra Petrobras Sinfônica: Thiller Sinfônico - Homenagem a Michael Jackson – Theatro Municipal 09 – Arthus Fochi Trio – Parque das Ruínas / Santa Teresa 09 - Festival Rock no Parque: Espinoza / Lenhadores – Arena Dicró / Penha 09 - Quasar / Chico de Barro / Eliminadorzinho – PEGA / Duque de Caxias 09 - AtitudExtrema / Tereza Bicuda / Universo Inverso – Arena Renato Russo / Ilha do Governador 09 - Luísa Lacerda & Carlos Chaves – Casa de Esquina / Grajaú 09 - Braza – Lona Carlos Zéfiro / Anchieta 09 - Contando Bicicletas – Estúdio Fórum 09 - CharmeBloco - Praça Marechal Âncora / Praça XV 10 - Festival Hippie Punk Beatnik: Fanfarra Locomotiva da Baixada – Centro Cultural Toca Raul / Duque de Caxias 10 - Letrux (pocket show) – Ahlma / Leblon 10 - Headbanger Fest: Nervosa / Siriun / Vorgok – La Esquina / Lapa 10 – Rio Na Rua: Melim - Posto 8 / Leblon 10 - Bloco Cru - A Volta! - Parque dos Patins / Lagoa 12 - Noite Faro: Castello Branco – FM Hall 12 - Festival Realmente Som: Sinara – Ganjah Lapa 13 - Roda de Samba do Fundo de Quintal - Participação: Maria Rita & Sombrinha – Cacique de Ramos 13 - Mario Adnet & Paulo Jobim: Jobim Sinfônico – Sala Cecília Meireles 13 e 14 - Mariene de Castro & Almério (POR) – Teatro XP Investimentos / Lapa 14 - Funarte Plural: Alvaro Lancellotti – Teatro Glauce Rocha / Centro 15 - Varanda Suspensa: Fausto Fawcett & Omulu – Parque Lage 15 - Tavinho Paes - Lançamento do livro "Bob Dylan - A Liberdade que Canta": Arnaldo Brandão, Fred Nascimento, Cash Crash, Marcela Sperandio & Cecilia Spyer, Bayard Tonelli – Estúdio Hanói / Botafogo 15 - Duda Brack & Rodrigo Garcia – Ganjah Lapa 15 - Guilherme Arantes – Teatro Oi Casa Grande 15 - Laboratório do Éter – La Carmelita / Lapa 16 - Raf F. Guimarães / AlBaca / Two Step Flow – Estúdio Hanói / Botafogo 16 - Braza - Lona Jacob do Bandolim / Jacarepaguá 16 - Two Step Flow / Força & Honra / Blind Freedom / Gambrinus 74 – Praça do Pinheiro / Jacarepaguá 16 - Alcione - Participação: Maria Bethânia & Bateria da Mangueira – Ribalta / Barra da Tijuca 17 - Festival Boca do Rock: Diabo Verde / Nove Zero Nove / We Are The Revenge – Lira de Ouro / Duque de Caxias 17 - Taurus / Nervochaos / Coldblood / Velho – La Esquina / Lapa 17 - Matanza / Diplomatas – Lona Jacob do Bandolim / Jacarepaguá 17 - Festival Arena Alternatiba 2: Dwo / Alter / Indivíduo K / Altopo – Arena Chacrinha / Pedra de Guaratiba 22 - O Último Baile do Bené: Flora Matos / MC Marcinho – Viaduto de Madureira 27 - George Israel - Baretto Londra / Fasano 30 - Pré-Reveillon POPline: IZA - Espaço Sacadura / Saúde

Vila Encantada de Natal, que chega ao Rio a partir de 8/12 (6af), nas cidades de: Caxias (8/12, 6af); Itaboraí (9/12, sáb); São Gonçalo (10/12, dom); Casimiro de Abreu (15/12, 6af); Rio das Ostras (16/12, sáb) e São Pedro da Aldeia (17/12, dom). A caravana itinerante chega na cidade com uma carreta-palco imensa, a equipe realiza uma oficina de enfeites natalinos com a população, enfeitam - com o que produziram - a praça onde acontecerá a apresentação de cinema e teatro ao ar live, todos com a temática lúdica e afetuosa do Natal. ______________________________

A SÉTIMA edição da Mostra de Cinema Polonês, acontece de quarta-feira dia 6 a 11 de dezembro no CCBB de São Paulo após passar pelo Rio e Brasília. Com curadoria da historiadora de arte Ewa Zukrowska (polonesa residente em SP), o evento presta homenagem ao diretor e roteirista Juliusz Machukski, aclamado como o "rei da comédia" pelos críticos de seu país e exibe sete de seus filmes. Entre os títulos inéditos no país tem "Sexmissão", que quando estreou em 1983 levou 12 milhões de poloneses ao cinema.

FEIRA RETOKE: uma ótima oportunidade para as compras de Natal, com três edições em dezembro, a partir deste primeiro fim de semana do mês de dezembro, neste sábado, 2/12, na Lapa. As outras edições da feira colaborativa, que reúne moda, decoração, arte, gastronomia, saúde, beleza e novas tendências do Rio, acontecem na Barra, dia 9/12 e, na Tijuca, nos dias 15, 16 e 17/12.

Abertura da exposição de fotografias de Raymond Depardon, “Un moment si doux”, no dia 1º de novembro. Depois de passar por Paris e Buenos Aires, o CCBB Rio recebe as 170 fotografias de diferentes cores e formatos tiradas na Europa, África e América Latina, incluindo o Brasil. Ate 22 de janeiro. qua-seg 9am-21pm. Grátis.

Escola de Cinema Darcy Ribeiro/rj apresenta Mostra de Cinema Leila Diniz Em comemoração aos 15 anos da escola e a inauguração da Sala de Dramaturgia Leila Diniz   Entrada franca ESCOLA DE CINEMA DARCY RIBEIRO Sala de Dramaturgia Leila Diniz Rua da Alfândega, 5 – Centro - Rio de Janeiro

Entre os dias 13 e 18 de dezembro, acontecerá a 12ª edição do Festival Internacional de Cinema Feminino – FEMINA - no Centro Cultural Banco do Brasil do Rio de Janeiro. O evento é realizado pelo Instituto de Cultura e Cidadania Femina que, desde 2004, se dedica a exibir longas, médias e curtas-metragens dirigidos por mulheres e/ou com temática feminina.

Retrospectiva do Cinema Brasileiro reúne a diversidade da produção nacional no CineSesc/SP e abre exposição: “Ozualdo Candeias, Fotografias” - 07/12/2017 O CineSesc realiza a 18ª edição da Retrospectiva do Cinema Brasileiro durante todo o mês de dezembro (de 07/12 a 03/01/2018). Nesta edição, a curadoria foi realizada pela montadora de cinema Cristina Amaral, do crítico de cinema Chico Fireman e a equipe do CineSesc. Foi selecionado o total de 55 filmes, sendo 26 longas-metragens de ficção, 24 documentários e cinco curtas- entre os 141 filmes lançados no período. Na abertura da 18ª edição da Retrospectiva do Cinema Brasileiro será exibida a cópia restaurada do filme A Margem, de Ozualdo Candeias, e exposição:

“IRMÃOS MAYSLES – A DISCIPLINA DO OLHAR“ exibirá 30 filmes, entre curtas, médias e longas, e promoverá debate e masterclass de 30 de novembro a 13 de dezembro na Caixa Belas Artes, em São Paulo. A mostra tem o patrocínio da CAIXA e do Governo Federal.

CIRQUE DU SOLEIL CHEGA AO RIO DE JANEIRO COM ESPETÁCULO INÉDITO, NO PARQUE OLIMPICO Após temporada de sucesso em São Paulo, AMALUNA estreia no Rio de Janeiro dia 28 de dezembro
ARCADE FIRE NA FUNDIÇÃO: A BANDA CANADENSE ARCADE FIRE SE APRESNTA NO DIA 08/12 (SEXTA) NA FUNDIÇÃO PROGRESSO, COM SHOW DA TURNE 'INFINITE CONTENT'. NO SÁBADO, 09, SE APESNTA NA ARENA ANEHMEBI/SP. NO RIO, O SHOW TEM ABERTURA DA BOMBA STEREO.

SNARKY PUPPY A BANDA DE MODERN JAZZ SE APRESENTA 15/12, NO CIRCO VOADOR ABERTURA: Pandeiro Repique Duo com part. Carlos Malta e Gabriel Grossi

A Bela da Tarde, longa de Luis Buñuel Clássico de Luis Buñuel retorna ao cinema com distribuição da Zeta Filmes, em Cópia Restaurada – Estreia dia 07/12/2017 - 50 anos!

SOLID ROCK: a participação da banda Lynyrd Skynyrd no Solid Rock (Curitiba, Pedreira Paulo Leminski, dia 12/12; São Paulo, Allianz Parque, dia 13/13; e Rio de Janeiro, Jeunesse Arena, dia 15/12) acaba de ser CANCELADA por motivos pessoais da banda. No lugar, Cheap Trick será a banda que fará parte do lineup, junto do Deep Purple e Tesla. Mais informações sobre devolução de ingressos serão divulgadas em breve.

(colaborou @DonnieDarko73);

Blog Archive

Buscar

About Me

tom leão
Vanuatu
amigo dos amigos, amante de música, cinema, boa comida, de pedaladas e caminhadas
View my complete profile
Powered by Blogger.

Popular Posts

Translate

Followers