Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Agosto, 2007

O TRÊS É DEMAIS!!!

DEPOIS DE UMA TEMPORADA DE FERIAS COM VARIOS BLOCKBUSTERS AMERICANOS DECEPCIONANTES, COMO O VAZIO "PIRATAS DO CARIBE" (PRA QUÊ?), O OCO "TRANSFORMERS" (ESTRAGARAM OS ROBÔS), O ÓBVIO "SHREK TERCEIRO" (PIADAS REPETITIVAS), O POBRE "QUARTETO FANTASTICO & O SURFISTA PRATEADO" (SÓ PARA CRIANCINHAS), O APENAS OK DOS SIMPSONS (BOM, MAS ABAIXO DOS MELHORES EPISODIOS DA TV) E O FRACO "HOMEM-ARANHA 3" (NÃO CONSEGUI VER "RATATOUILLE", INFELIZMENTE), EIS QUE SURGE UM FILME FIM DE TRILOGIA QUE QUEBRA AQUELE DITADO QUE DIZ QUE TRÊS É DEMAIS. NO CASO, "O ULTIMATO BOURNE" É UM FILME DEMAIS, DE BOM.

O DESFECHO DA SERIE BASEADA EM LIVROS DE ESPIONAGEM DOS ANOS 60 (ESCRITOS POR ROBERT LUDLUM, NUNCA LI NENHUM) E MUITO BEM ADAPTADOS PARA OS DIA DE HOJE É ELETRIZANTE COMO UM BOM EPISODIO DE "ALIAS". ALIÁS, JJ ABRAMS DEVE TER FICADO MORDIDO COM ESSE FILME (BEM MELHOR QUE MI:3). É DAQUELES QUE SE APLAUDE NO FINAL, COMO ROLOU N…

This ain´t no party, this ain´t no disco...

...this ain´t no foolin around, diz um verso de "Life during wartime", dos Talking Heads, que cita o CBGB como um dos pontos de resistência da cena undergroud novaiorquina. Pois bem, não há mais o clube, como todos sabemos. E agora, nem mais o seu dono. Menos de um ano depois do fechamento da lendária casa de rock novaiorquina CBGB (Country BlueGrass & Blues, pois antes lá era um bar do tipo), faleceu o seu dono, Hilly Kristal. Ele morreu ontem, aos 75 anos, de câncer no pulmão, contra o qual já lutava ha tempos. Apesar do fim do clube, permanece aberta em Manhattan uma loja de produtos com a grife da casa, a CBGB Fashions, onde se vende cortinas, suportes de guitarra e todo o tipo de memorabilia, como camisetas com o famoso logo da casa. Com a morte de Kristal, não se sabe se irão adiante os planos de abrir uma filial do clube em Las Vegas, como havia sido anunciado. Kristal tinha planos de abrir uma cópia quase perfeita do CBGB, inclusive com o mesmo balcão do bar, o p…

it´s the money...

...como diz a vinhetinha numa faixa do primeiro disco do dj shadow. it is. tava vendo um filme ao acaso e, por alguns instantes, numa daquelas cenas em que um cara diz que vai matar geral se nao pagarem a ele o que ele quer, pensei: tudo é dinheiro. a prostituta vende seu corpo por tutu, o matador de aluguel apaga qualquer um pela grana, as pessoas sao simpaticas com vc qndo ha money envolvido, toda a industria de drogas, armas, farmaceutica, do petroleo, só se move a verdinhas, nada acontece sem que role algum cascalho, inclusive casamentos sem amor e empregos forçados. nao descobri a roda. so parei pra pensar nela.

mas, sem a grana, a gente nao seria melhor (embora, no futuro de star trek, como o dinheiro ja nao existe, o homem move-se pela ciencia em prol do bem comum). na época das trocas e escambos já rolava picaretagem, matava-se e enganava-se tbm. é da essencia do ser humano cobiçar, almejar, fazer qq coisa por uns trocados, seja lá do que for feita a moeda de troca. mas, quem f…

PF

O que seria de nós sem o dogão podrão da madruga? Ou do pastel com caldo de cana do centrão? E daquele restaurante furreca da esquina, que, quando vc tá sem rango em casa, corre lá pra bater um pf por menos de derreáu? Poizé, não seríamos ninguém (rs). Digo isso pq fico preocupado com a proliferação de botecos de grife pela cidade, onde não se vai de chinelão ou camisa largada, nem se come dois pastel por menos de dez mangos. Tava no Lebrão e resolvi almoçar na área. Escolhi o galeto, claro, onde por cerca de 20 contos (cerca de cinco folhas de alface do Celeiro, do outro lado da rua) se faz uma lauta refeição (com sobras), com direito a linguiçinha. O q será dos aposentados e durangos do bairro qndo o galeto fechar (pelo visto, isso não demora, pq na área só tem japa e lugar de comida cara)? Os fast-foods já não são mais baratos. Um sanduba basico, com acompanhamentos, nao sai por menos de dez pratas num MacRonald. Estaremos todos condenados ao miojo caseiro? Visitei um broder last w…

LINEUP DO TIM/RIO

Grade RIO DE JANEIRO – Marina da Glória26 de outubro (sexta-feira)‘Jazz US’ (20h)Joe Lovano NonetJoey DeFrancesco Trio e convidado especial Bobby HutchersonCecil TaylorConrad Herwig’s Latin Side Band‘TIM Volta’ (20h)Antony and The JohnsonsBjörk‘Novas Divas’ (22h30)Katia BCibelleFeistCat Power and Dirty Delta Blues‘Novo Rock UK’ (23h30)Hot ChipArctic Monkeys‘Novo Rock BR (1h00 de 27/10)VanguartMontageDel Rey27 de outubro (sábado)‘Euro Jazz’ (20h00)Eldar

CURLY!

TAVA REPARANDO NO CABELO DAS MULHERES DIA DESSES E CHEGUEI A UMA BIZARRA CONSTATAÇÃO: NÃO EXISTEM MAIS MULHERES DE CABELOS ENROLADOS, CRESPOS. SEJA NO TRABALHO, NA PRAIA, NA ACADEMIA, NAS RUAS, NAS FESTAS, TODAS AGORA ESTÃO ESTICADINHAS, PASSADAS A FERRO, ESCOVADAS QUÍMICA E PROGRESSIVAMENTE, COMO SE NÃO EXISTISSE OUTRO TIPO DE PELO.

ALGUMAS FICAM, DEFINITIVAMENTE, ESQUISITAS. OUTRAS ATÉ DÁ PRA LEVAR, MAS VC SABE QUE HÁ ALGO ERRADO ALI. QNDO ELA ACORDAR EM SUA CAMA NO DIA SEGUINTE, UM PEQUENO FURACÃO TERÁ SE FORMADO E VC PENSARÁ ESTAR COM A MULHER ERRADA. QNDO ERA MOLEQUE UMA BABÁ Q TIVE COSTUMAVA PASSAR O CABELO A FERRO COM HENNE. ERA UMA COISA PRIMITIVA. E FEDORENTA. MAS SÓ AS DE CABELO PIXAIM O FAZIAM. ERA UM LANCE DE GENTE POBRE.

AGORA, A LIBERDADE VEIO PARA TODAS, EMPREGADAS E MADAMES. PARA A TRISTEZA DE QUEM TEM ALGUM TIPO DE FETICHE OU PAIXÃO PELOS CABELOS ENCARACOLADOS. E O QUE O CURLY (DOS TRÊS PATETAS) TEM A VER COM AS CALÇAS? NADA. BOM, MARROMENOS. ELE É UM DE MEUS ÍDOLOS E,…

ELVIS ID DEAD

Está por toda parte: hj completam-se 30 anos da morte de Elvis Presley, o proclamado rei do rock. Foi por casa dele que nosso Roberto Carlos tbm passou a ser chamado de "rei", qndo ainda fazia roquinhos. Cor da pele à parte, Elvis foi um fenomeno. Pegou o som feito pelos negros (que não podiam tocar em radios ou aparecer na TV) e levou para o mundo, dando um molho caipira. Nascia o rock´n´roll como nós conhecemos. Inclusive, Elvis, q era alourado, pintou o cabelo de preto e ficou com um ar mais rebelde. Sua dança sensual e agressiva completou o pacote, junto com uma jaqueta de couro. Elvis, Brando e James Dean, mais ou menos na mesma época, criaram o visual rock rebelde q ate hj usamos (jaqueta, jeans, t-shirt branca, tenis, q era a roupa de gente pobre). Minha mãe tinha vários discos do cara, que eu costumava ver em filmes bobos da sessão da tarde, e ficou arrasada com sua morte. Na minha formação rock, ele não teve papel relevante, pelo menos não diretamente. Pra mim era o…

a festa terminou

Subiu pro andar de cima (como dizem alguns) nesta sexta o formidável empresário, produtor e homem de visão Tony Wilson. Quem viu aquele filme bacana "24 houir party people/A festa nunca termina" sabe de queme stou falando. Ele era aquele jornalista que ficou atento às novas tendências do som inglês no final dos anos 70 e descobriu e ajudou a lançar o Joy Division e sua continuação, o New Order, fundou a Factory Records, foi sócio do clube Haçienda (onde a rave generation se fundamentou), lançou os Happy Mondays e so on...
Wilson descobriu que estava com um tipo raro de câncer nos rins no final do ano passado e logo começou a se tratar. Contudo, como os remédios eram muito caros (mais de 3 mil libars por mês em custos), o hospital em Manchester não quis bancar e ele teve que prdir ajuda aos amigos, fãs e músicos. Infelizmente, a grana que ele supostamente ganhou com a Factory e tudo o mais foi pro espaço (vide o filme), por conta de má administração, pelos gastos com o Haçiena…

Escorregando no riso

Essa semana andei vendo uns filmes divertidos, para variar (depois de uma série de filmes de terror de quinta, incluíndo aí "Hostel II", "Captivity" e "Vacancy"). O mais engraçado e bizarro deles foi "Blades of glory", que estréia aqui nesta sexta como "Escorregando para a fama".
Ele mostra a inacreditável saga da primeira dupla de patinação masculina da história do esporte (é mentira, claro) e junta os impagáveis Will Ferrel (que saiu do "Saturday night live" e fez uma carreira de filmes muito engraçados) e Jon Heder (o Napoleon Dynamite em pessoa). Embora o filme não segure o fôlego até o fim, é hilariante ver a dupla trajada em ropitas pra lá de gays ensaiando para tentar ganhar a medalha de ouro num campoenato em Montreal, disputando com uma dupla do mal liderada pela excelente Amy Pohler (do SNL).
Will Ferrel tem a moral de dar credibilidade a qualquer papel por mais idiota e inacreditável que ele seja, vide "O elfo&q…

mondo cane

...era o nome de um documentário apelativo italiano dos anos 60 ou 70 (que jamais vi, só algumas cenas), que mostrava coisas bizarras do mundo, um acredite se quiser da baixaria. desde então virou sinonimo de coisas do tipo. MAS NO DOMINGO VIVI UMA SITUAÇÃO REALMENTE DE MUNDO CÃO. fui passear com meu caozinho no parque do cantagalo, na lagoa, onde não ia ha tempos, e lá no parcão tava rolando uma PET-PAN!!! isso mesmo, uma olimpiada canina, com corrida, campeonato de agility e tudo mais! tá rindo? eu tbm ainda tô!

bizarrice 1: de bobe, participei de uma preliminar de corrida cão-a-cão, que meu shi-tzu mtrfckr ganhou e foi pra semi-final, que perdeu por distração. mas levou um belo cobertor fleece pra deitar nesse frio. de quebra, o dog foi entrevistado pela band!

bizzarice 2: empolgado, pus o bicho num desfile de moda canina (!!!) pq ele usaria uma capa a la sherlock holmes, de feltro, bacaninha, que acabou ganhando de brinde no fim.

bizarrice 3, e a maior de todas: após as provas os cae…

Simpsons, hein?

Aproveitando a dica dada pelo Iga no post abaixo, vamos falar de Simpsons, já que o filme para cinema vai estrear aqui este mês (20 anos e 18 temporadas depois da estréia deles, que foi, com historinhas curtas, no final do programa da Tracy Ulman na Fox americana)? Fiz um post no blog do RF comentando sobre as aparições musicais nos episódios ao longo dos anos (já rolou U2, The Who, Stones, White Stripes, Smashing Pumpkins, Sonic Youth, Tom Petty, Cypress Hill, Britney Spears e muito mais). Então, que tal a gente falar aqui dos motivos de gostar ou não dos amarelinhos de Springfiled? Ou das aparições de personalides?

Pessoalmente, já fui mais fã. Acho que, de uns anos pra cá, o nível dos episódios e mesmo os comportamentos de alguns personagens mudaram, foram amaciados (Bart é a maior prova disso). Meus favoritos são Mr. Burns e Moe, pq não mudaram de personalidade. Ainda assim eles mandam bem, mesmo achando que o desenho foi bastante inspirado em "Married...with children", q…