NA COVA DO LEÃO

Wednesday, June 28, 2017

DO UTERO DO NIRVANA (CRITICA)



Em cartaz, n
o Museu Histórico Nacional, no centro do Rio (próximo Praça XV e estação das barcas), a exposição Nirvana: Taking Punk to the Masses, apesar de mostrar muitas peças, entre instrumentos, fotos, vídeos, depoimentos, álbuns, cartazes e itens pessoais dos integrantes da banda (como algumas peças de vestuário que Kurt usou em shows e clipes, p ex), não é tão bacana como aparenta ser. Há um problema sério na mostra: não há musica (a não ser, q vc ouça via fones de ouvido), sequer um videoclipe. Pode ser que isso se dê por algum problema de direitos de uso. Parece que há uma treta entre Courtney Love e o Krist Novoselic (que emprestou grande parte do material desta mostra) Mas, não se fala no assunto em parte alguma. Pelo contrário. Logo na ante-sala da mostra, um texto dá a entender que, naquele espaço, ouviríamos um trecho em loop de 'come as you are', para ter ideia da mistura de barulho e melodia que a banda fazia tão bem. Mas, não rola (não há sequer uma caixinha de som escondida). A frustração já começa aí.

A exposição em si toma apenas uma sala de tamanho médio no imenso museu (no fim, há uma área 'interativa', risível e tosca, na qual vc pode tirar fotos em cenários e gravar uma especie de karaoke). Num dia concorrido, deve ficar bem apertado e disputado (são poucas mesas com vídeo entrevistas, com dois fones em cada). Ela se vale mesmo de mostrar itens, como mixtapes, que Kurt fazia com amigos (mas, não dá para ouvir o conteúdo destas), rascunhos de letras e alguns instrumentos antigos e cartazes de shows. Não são muitos. A mostra original, que está no Museum of Pop Culture (MoPOP) de Seattle (onde está desde 2012, esta é sua primeira itinerancia), tem muito mais coisas. E musica. Aqui, a única parte que tem som (via fones) é um painel que mostra as bandas que compunham a cena de Seattle e arredores. Entre os destaques, estão o manequin anjo, que foi usado em shows e na capa do disco 'In utero' (para mim, a melhor coisa), além de murais com capas de discos que influenciaram os integrantes. Mas, tem muita coisa lá com cara de fac-símile, de cópia, não de material original.




resumo: Se você tem menos de 30 anos, e não viveu o auge do grunge, pode se interessar por ver os artefatos. Nunca tivemos esta oportunidade antes. Mas, pessoalmente, pra mim, ela deixou muito a desejar. Não dá a noção do que foi a importância da banda e do abalo que ela causou na cena musical da época (não faz jus a seu titulo> levando o punk para as massas). E, achei ainda menor do que a de Steve Jobs, que esteve no Rio, e agora, está em SP, mas que explica bem melhor a importância do fundador da Apple nas nossas vidas. Mas, no fim das contas, vale a visita.

Dica: dia de semana, cedo, a mostra fica vazia, e a entrada é mais barata do que nos fins de semana (e, mesmo sem ninguém na fila, o camarada que me atendeu levou cerca de 5 minutos para passar meu cartão e imprimir e me dar o ingresso!). Em setembro, ela irá para o MIS/SP. Aliás, o MIS apresentou uma mostra muito mais completa e imersiva, que esta: a de David Bowie, que tive a oportunidade de ver em Bologna, Itália, e na qual não falta sound & vision, como cantava o Starman. Será que, no MIS, esta mostra terá algo mais, nem que seja sonoramente?

*cusiosamente, a expo é impropria a menores de 16 anos. Não entendi o porque. não há nada lá que possa chocar alguém com mais de 10 anos de idade. Nem memso os rascunhos dos cadernos de Kurt, cheio de imagens perturbadoras. Censura 12 anos já seria mais do que adequado.

Tuesday, June 27, 2017

BANKSY EM 3D?



MUITO SE ESPECULA SOBRE QUEM É BANKSY (EU, ACHO QUE É UM COLETIVO; JA ACHEI QUE ERA O DAMIEN HIRST). MAS, NESTE FIM DE SEMANA, FALANDO PARA UM PODCAST, O DJ/PRODUTOR GOLDIE, AO FAZER UM ELOGIO AO ARTISTA, DEIXOU ESCAPAR O NOME 'ROBERT', QUANDO DIZIA O SEGUINTE:
'BOTE UM BALÃO VERMELHO NUMA CAMISETA E ASSINE 'BANKSY' E PRONTO, PODE VENDE-LA. COM TODO RESPEITO AO ROBERT, ACHO QUE ELE É UM GRANDE ARTISTA, E VIROU O MUNDO DA ARTE DE CABEÇA PRA BAIXO'.


OOPS. O ROBERT, A QUEM ELE SE REFERE, PODE SER ROBERT '3D' DEL NAJA, CABEÇA A FRENTE DO MASSIVE ATTACK, COLETIVO MUSICAL, QUE VEM DA CIDADE NATAL DE BANKSY, BRISTOL/INGLATERRA. ESSA SUSPEITA JA FOI AVENTADA ANTES QUANDO, APOS UMA TURNE DO MASSIVE ATTACK PELA INGLATERRA, APARECERAM GRAFITES DE BANKSY PELAS MESMAS CIDADES NAS QUAIS A BANDA PASSOU (E, TBM, PELO MUNDO). A SUPEITA AUMENTA PQ, QUANDO JOVENS, GOLDIE E DEL NAJA, ERAM COLEGAS DE GRAFITE, PELAS RUAS DE BRISTOL. E, VALE LEMBRAR, QUE O MASSIVE ATTACK SEMPRE É UMA DAS ATRAÇÕES EM SHOWS PROMOVIDOS EM EVENTOS DO BANKSY, COMO OS QUE ACONTECERAM RECENTEMENTE NA DISMALAND, EM BRISTOL.

(*GOLDIE E MASSIVE ATTACK, VIERAM AO BRASIL, JUNTOS, NA MESMA EDIÇÃO DO TIM FESTIVAL, DE 1997. NO ENTANTO, NADA DE GRAFITE DO BANKSY AQUI)


ENQUANTO ISSO, NA MUSEUPLEIN (PRAÇA DOS MUSEUS), EM AMSTERDAM, NUM LINDO PALACETE (VILLA ALSBERG, 1904), FOI MONTADA UMA EXPOSIÇÃO PERMANENTE DE BANKSY. TODAS AS PEÇAS SÃO ORIGINAIS, EMPRESTADAS POR COLECIONADORES. ASSIM, TEMOS ACESSO A GRAFITES (ARRANCADOS DE MUROS OU DE MOBILIARIO PUBLICO), ESCULTURAS ETC, QUE FINALIZA COM UMA VAN DA SWAT, NOS JARDINS DA CASA. ESTIVE LÁ EM ABRIL E ACHEI BACANA.

E, ASSIM, JA QUASE SE VÃO 20 ANOS QUE O ARTISTA DE BRISTOL SURGIU, E CONTINUAMOS SEM SABER QUEM ELE É. GOLDIE FICOU QUIETINHO DEPOIS DO DESCUIDO. SERÁ MESMO O ROBERT?

CLIP MASSIVE ATTACK (UMA DAS MUSICAS QUE DEL NAJA CANTA):

Thursday, June 22, 2017

TRAVESTIS, TRADIÇÃO, PARANÓIA E DECEPÇÃO

 ALGUMAS DAS PRINCIPAIS ESTREIAS NOS CINEMAS BRASILEIROS ESTA SEMANA:

 

AO CAIR DA NOITE = FAMILIA VIVE ISOLADA NA MATA, PROTEGENDO-SE DE ALGO QUE, DEDUZIMOS, SER UMA ESPECIE DE PRAGA/VIRUS, QUE ESTA DIZIMANDO OS HUMANOS (NADA É EXPLICADO, NEM O TEMPO, NEM O LUGAR). UM DIA, BATE A PORTA UM JOVEM CASAL PRECISANDO DE REFUGIO. TODO O CUIDADO É POUCO, COM CONTAMINAÇÃO OU TRAIÇÃO. O MEDO E A PARANOIA DOMINA O FILME, DE PONTA A PONTA, NUM CLIMA TENSO E CLAUSTROFOBICO (COMO DIZ O NOME, ELE SE PASSA QUASE TODO A NOITE, E, SOBRETUDO, DENTRO DA CASA). NAO PRECISA DE SOBRENATURAL OU MUSICA ALTA PARA CONSTRUIR O FORTE CLIMA DE TERROR PSICOLOGICO QUE DOMINA A AÇÃO. MUITO BOM. COTAÇÃO: ****

 
FRANTZ =  FRANTZ É UM JOVEM SOLDADO ALEMÃO, QUE MORREU NO FRONT, DURANTE A PRIMEIRA GRANDE GUERRA. CONTUDO, ELE ESTÁ PRESENTE NO FILME O TEMPO TODO. PQ, SUA NOIVA, TODO DIA VAI A SUA TUMBA, E SEUS PAIS VIVEM FALANDO E LEMBRANDO DELE O TEMPO TODO. UM DIA, A JOVEM PERCEBE QUE UM ESTRANHO TBM PASSA A IR A TUMBA E DEIXAR FLORES. QUEM SERIA? ELA FAZ AMIZADE COM ELE (QUE É UM 'INIMIGO' FRANCES) E DESCOBRE COISAS SOBRE FRANTZ DAS QUAIS ELA NAO FAZIA IDEIA. VERDADE OU MENTIRA? O BELO FILME, ALTERNA CORES COM P-B; E, AS VZS, GANHA TONS HITCHCOCKIANOS (ATE NA TRILHA), TODO FILMADO EM LOCAÇÕES ORIGINAIS. BEM BACANA. ***




A GAROTA OCIDENTAL: ENTRE O CORAÇÃO E A TRADIÇÃO = MOSTRA A JOVEM ZAHIRA, UMA FILHA DE PAQUISTANESES, QUE MORA EM PARIS, E VIVE COMO TODAS AS JOVENS DE SUA IDADE, DESFRUTANDO DAS MODERNIDADES DO OCIDENTE. CONTUDO, HÁ UM (GRANDE) PROBLEMA: COMO ELA É DE FAMILIA TRADICIONAL, SÓ PODE SE CASAR COM ALGUEM DE SUA 'TRIBO'. É ISSO, OU A VERGONHA ETERNA. ASSIM, ZAHIRA, CHEIA DE SONHOS, E COM UM NAMORADO QUE NAO FAZ PARTE DE SEU MUNDO (E COM O QUAL PRETENDE FUGIR), TERÁ DE ESCOLHER ENTRE SER LIVRE OU FAZER A FAMILIA CAIR EM DESGRAÇA, CASO NAO SE CASE COM UM DOS SEUS. QUE PESO. É TRISTE DESCOBRIR QUE ISSO AINDA ACONTEÇA, NAO IMPORTA QUE ESTEJAMOS EM 2017. TRISTE. ***



DIVINAS DIVAS = ALÉM DE SER UM DOC SOBRE VELHOS TRAVESTIS DA CENA ORIGINAL CARIOCA, ESTE FILME TBM TRAZ REMINISCENCIAS DA DIRETORA ESTREANTE, LEANDRA LEAL, QUE CRESCEU NAS COXIAS DO TEATRO DE SUA FAMILIA, O RIVAL, NO CENTRO DO RIO, ONDE ESTES ARTISTAS TRANSFORMISTAS (ENTRE ELES, ROGERIA E JANE DI CASTRO) FIZERAM CARREIRA, EM PLENA ÉPOCA DA DITADURA MILITAR. EM MEIO A LEMBRANÇAS E MEMÓRIAS, ACOMPANHAMOS A ROTINA DESTES HOMENS JÁ SEPTUAGENÁRIOS, QUE AINDA SOBEM AO PALCO 'MONTADOS', PARA SE APRESENTAR, COMO ANTIGAMENTE. ***

Monday, June 19, 2017

SEPULTURA: DUROS NA QUEDA



'SEPULTURA ENDURANCE' (EM CARTAZ) É UM DOCUMENTARIO SOBRE A BANDA DE ROCK BRASILEIRA  MAIS FAMOSA, INTERNACIONALMENTE, DE TODOS OS TEMPOS, A MINEIRA SEPULTURA. CONTUDO, EM VEZ DE CONTAR A CARREIRA DA BANDA (QUE ESTÁ FAZENDO 30 ANOS) DE MODO LINEAR, O DIRETOR OTAVIO JULIANO COMEÇA MOSTRANDO SUA ROTINA NA ESTRADA (O DIRETOR LEVOU SEIS ANOS LEVANTANDO O MATERIAL, VIAJANDO COM A BANDA PELOS QUATRO CANTOS DO PLANETA), PARA, AOS POUCOS, NOS CONTAR A SUA TRAJETÓRIA, QUE OS LEVOU AOS PINCAROS DA FAMA DA CENA METAL, COMO NENHUMA BANDA BRAZUCA OU SULAMERICANA JAMAIS CHEGOU PERTO. MAS, NO MEIO DO CAMINHO, TINHA UMA 'YOKO'. A EMPRESARIA EUROPEIA DA BANDA, GLORIA, QUE SE ENAMOROU DO VOCALISTA MAX CAVALERA, INVENTOU UMA CARREIRA SOLO PRA ELE, E IMPLODIU A BANDA, BEM NO MOMENTO EM QUE ESTA IA SE TORNAR UMA METALLICA LATINA (COMO, ATESTAM EM DEPOIMENTOS, O BATERISTA DO METALLICA, LARS ULRICH, E OUTROS GRANDES NOMES DO METAL). 


INFELIZMENTE, ISSO É APENAS FALADO, EN PASSANT, PELO GUITARRISTA ANDREAS KISSER, JÁ QUE DOIS DOS FUNDADORES ORIGINAIS DA BANDA, OS IRMAOS MAX (QUE SAIU HA 20 ANOS) E IGOR CAVALERA (QUE SAIU HA DEZ), NAO AUTORIZARAM. E NEM FALARAM PARA O FILME -- APENAS APARECEM EM IMAGENS DE ARQUIVO. COUBE A ANDREAS KISSER (FUNDAMENTAL PARA A VIRADA COMERCIAL DO SEPULTURA, PARA A QUAL ENTROU DEPOIS DESTA JA FORMADA) O PAPEL DE CONDUTOR DO DOCUMENTÁRIO. HJ, A SEPULTURA TEM APENAS ANDREAS E O BAIXISTA PAULO JR COMO INTEGRANTES DA FORMAÇÃO CLÁSSICA. OS VOCAIS SÃO DO AMERICANO DERICK GREEN E, DESDE A SAIDA DE IGOR, JA TIVERAM DOIS BATERISTAS. O DOC DEIXA BEM CLARO QUE, NAO TEM PRA MUTANTES, NEM BOSSA NOVA. A EXPORTAÇÃO BRASILEIRA MAIS FAMOSA EM TODOS OS CANTOS DO MUNDO, DEPOIS DE PELÉ, É, O SEPULTURA


Wednesday, June 07, 2017

GIMME GIMME GIMMICK





   QUANDO A TV CHEGOU, E 'AMEAÇOU' O CINEMA, OS ESTUDIOS INVENTARAM OS FILMES EM FORMATOS GRANDIOSOS, TIPO CINERAMA (O PRIMEIRO, TRES PROJETORES SIMULTANEOS, PARA CRIAR UMA SUPER TELA), CINEMASCOPE E FILMES EM 70MM E COM SOM ESTEREOFONICO, QUE NAO CABERIAM NUMA TELINHA E COM SOM CHULÉ. AINDA NOS ANOS 1950, CRIOU-SE O 3D, GERALMENTE USADO EM FILMES DE TERROR E SCI-FI, POIS FAZIAM A PLATEIA PULAR NAS CADEIRAS. POUCOS ANOS ADIANTE, ISSO FOI LEVADO AO EXTREMO, COM OS FILMES-TRUQUE DE WILLIAM CASTLE (ENFOCADO EM 'MATINÊ', DE JOE DANTE), COM POLTRONAS QUE DAVAM CHOQUE, ESQUELETOS CORRIAM PELA SALA, ROLAVA FUMAÇA E OUTRAS BOSSAS. ERA BEM DIVERTIDO. MAS, FORA O 3D, NAO TIVEMOS ISSO AQUI. EXPERIMENTEI O 'PERCEPTO', NUMA MOSTRA B, NO FILMFORUM, EM NOVA YORK, NO FIM DOS ANOS 80. E, NA MESMA ÉPOCA, JOHN WATERS CRIOU UM GIMMICK PRA SATIRIZAR OS GIMMICKS, ODORAMA, CARTELA DE ODORES USADA PARA ASSISTIR A 'POLYESTER' (VEIO ASSIM AQUI NUM FESTRIO). E OS AROMAS, NEM SEMPRE ERAM BONS.


   MAIS DE CINQUENTA ANOS DEPOIS, TODOS ESTES TRUQUES ESTAO DE VOLTA. O 3D DIGITAL (GERALMENTE, TRANSFORMADO, NAO RODADO EM ESTEREOSCOPE, ACHO O ESTILO ANTIGO, COM OCULOS DE PAPELÃO COM ENTES DE CELOFANE AZUL/VERMELHOS, MAIS EFICAZ), OS FILMES EM TELAS IMENSAS (IMAX, FILHO DO CINERAMA) E, AGORA, AS SALAS 4D. DEPOIS DE UMA SALA EM SP, CHEGOU AO RIO A SALA 4DX, DO UCI, NOS QUAIS OS FILMES TEM CHEIRO, PROVOCAM SACOLEJOS NAS POLTRONAS E SENTIMOS OS TRANCOS, AS LUZES PISCAM SIMULANDO EXPLOSOES, SAI FUMAÇA DA TELA, AGUA FINA JORRA, VENTINHO NA ORELHA, UMA VERSAO MAIS ELABORADA DOS TRUQUES DE CASTLE. AGORA, O 'INIMIGO' NAO É A TV. MAS A TECNOLOGIA. É PRECISO TIRAR AS PESSOAS DA FRENTE DA TV COM TELA 4/8K, COM 3D MELHOR QUE OS DO CINEMA, E O CONFORTO DO LAR, SEM OS PERRENGUES MODERNOS (ESTACIONAMENTO CARO, GENTE SEM NOÇÃO QUE FALA E USA O CELULAR NA SALA ETC). DAI A CRIAÇÃO DESTAS SALAS 4D. E, O FILME DE ESTREIA DA SALA 4D NO RIO, FOI 'A MÚMIA', COM TOM CRUISE. UMA DIVERSÃO APENAS OK, MAS REALÇADA PELOS EFEITOS REALISTAS, UM BOM 3D E SOM DOLBY ATMOS.


   NO ENTANTO, ESTAS SALAS COM ALGO MAIS TBM NAO SÃO NOVIDADE. ELAS JA EXISTEM EM PARQUES TEMATICOS AMERICANOS DESDE O FINAL DOS 80. UM DOS MELHORES FILMES DO GENERO FOI 'CAPTAIN EO', DE FRANCIS FORD COPPOLA (!), COM MICHAEL JACKSON (!!) E ANJELICA HUSTON (!!!). PEGUEI O FILME JÁ NAS SUAS EXIBIÇÕES FINAIS. ALEM DE TUDO O QUE ROLA NUMA SALA 4D, TBM CAIAM PEDAÇOS DE COISAS NA PLATEIA. NO GRANDIOSO FINALE, ATE AS PAREDES DA SALA VINHAMA ABAIXO! ERA BEM MAIS REAL. E COM UM 3D IMPRESSIONANTE.  DEPOIS, A MESMA SALA FOI ADAPTADA PARA EXIBIR 'QUERIDA, ENCOLHI A PLATÉIA', E, QUANDO ESTE CANSOU, VIROU UMA ATRAÇÃO BASEADA NO FILME 'VIDA DE INSETO' (DAVA PRA SENTIR OS BICHINHOS CORRREREM SOBRE NOSSOS PÉS!). ATE QUE DEMOROU PRA ISSO CHEGAR NOS CINEMAS 'NORMAIS'.


   ENTÃO, SE A SALA 4D TBM NAO É NENHUMA NOVIDADE (A DO RIO, É A UNICA DO PAIS COM O EFEITO 'TEMPESTADE', COM VENTOS E GOTAS DE ÁGUA, QUE PODE SER EVITADA DESLIGANDO UM BOTAO QUE FICA NO BRAÇO DA POLTRONA), PELO MENOS, DARÁ UM SABOR A MAIS PARA FILMES NEM TAO BONS ASSIM. MAS, DIFERENTEMENTE DOS FILMES ESPECIAIS, QUE DURAVAM CERCA DE 50 MINUTOS (ASSIM COMO AQUELES FILMES TECNICOS/CIENTIFICOS DO COMEÇO DO IMAX), VER BLOCKBUSTERS COM MAIS DE DUAS HRS NESTAS SALAS DEVE CANSAR/ENJOAR. NEM SEMPRE A PROGRAMAÇÃO COMBINA BEM COM A CENA DO FILME. MAS, QUANDO DÁ CERTO, É UMA MARAVILHA. VALE EXPERIMENTAR. E, ASSIM, COMO DIZIA O CHACRINHA, A MAXIMA DO NADA SE CRIA, TUDO SE COPIA, SE REPETE.


NA CIDADE

JANEIRO TEM DUAS FACES:

CASAS & SHOWS: Circo Voador 19 - Samba Rap Festival: Elza Soares / Karol Conka 20 - Samba Rap Festival: Emicida / Jongo da Serrinha / Bateria da Império Serrano 25 - Phoenix (FRA) 26 - Vanessa da Mata / Fióti / DJ Incidental 27 - Barão Vermelho

Fundição Progresso 19 - BaianaSystem 20 - Tim Music no Samba: Xande de Pilares & Mumuzinho - Participação: Bateria do Salgueiro 26 – Johnny Hooker / Letrux 27 - Nando Reis

Teatro Odisseia 21 - Radnor With Lee (EUA) 28 - Demon Hunter (EUA) / Pantokrator (SUE)

Teatro Riachuelo 16 - Leila Pinheiro: Voz & Piano 23 - Ed Motta: Baile do Flashback 30 - Laila Garin & A Roda

Teatro Rival 20 - João Bosco: Voz & Violão 25 - Angela Ro Ro 26 - Bloco Sargento Pimenta 27 - Geraldo Azevedo: Voz & Violão

Audio Rebel 16 - Adaury Mothé Trio 17 - Rafael Rocha Quinteto 28 - N.D.R. / Triunfe / Dissonância 29 - Ana Baird & Camila Costa: Perigosas

Espaço Sérgio Porto 18 - Sinara 25 - Karine Carvalho: Galega Hits

Sala Baden Powell 19 - Sempre Livre / Sylvinho Blau Blau / Dr. Silvana & Cia. 20 – Nelson Sargento 21 – Banda do Síndico 24 - João Donato - Participação: Carlos Lyra & Roberto Menescal & Marcos Valle 25 - Mario Adnet: Jobim Jazz 26 – Marcos Ariel 27 – Cris Delanno 28 - Azymuth

Beco das Garrafas 17 - André Gonçalves 18 - Lu Oliveira 19 - Georgiana de Moraes & Fernanda Cunha & Camilla Dias: Homenagem a Vinicius de Moraes (20h) 19 - Joyce Cândido: Homenagem a Elis Regina (22h30) 20 - Hélio Delmiro (21h) 20 - Maíra Freitas & Taís Feijão (22h30) 21 - Dóris Monteiro 24 - Rosana Sabença 25 - Conexão Rio: Homenagem a Tom Jobim 26 - Amanda Bravo: Homenagem a Durval Ferreira - Participação: Paulinho Trompete, Mauricio Einhorn, Rosana Sabença, Billy Blanco Jr., Thaís Fraga 27 - Hector Costita & Joseval Paes 31 - Maria Luiza

Casa de Cultura Laura Alvim 16 - Dani Black 21 – Pedro Mann 23 - Davi Moraes 28 – Qinho Canta Marina Lima 30 - Matheus VK

Teatro Café Pequeno 18 – Verônica Sabino 25 – Elisa Queirós

Blue Note Rio 16 - Big Gilson 17 - Roberto Menescal 18 - Gabriel Moura 19 - Daniel Jobim & Daniel Boaventura: Homenagem a Tom Jobim & Frank Sinatra 20 - MPB-4 23 - Escalandrum (ARG) 24 - Mayer Hawthorne (EUA) 25 - Wanda Sá & Gilson Peranzzetta & Mauro Senise: Homenagem a Tom Jobim & Vinicius de Moraes

KM de Vantagens Hall 19 – Molejo & É O Tchan – Participação: Ludmilla 20 - Ney Matogrosso: Atento aos Sinais

Imperator 23 - Jazz Pras Sete: Chico Costa & Quarteto Artilheiro 24 - Quartas Brasileiras: Cordão da Bola Preta 27 - Forró Lánalaje: Marcelo Mimoso Trio / DJ Edna Carvalho 28 - Bloco Pipoca & Guaraná 31 - Toquinho: Voz & Violão - Participação: Camilla Faustino

Centro de Referência da Música (Tijuca) 17 - Ellen de Lima & Reginaldo Bessa: Homenagem a Lamartine Babo 18 - Rosa Marya Colin - Participação: Jefferson Gonçalves 19 - André Gabeh 17 - Eduardo Dussek 24 - Quinteto em Tom Maior 25 - Rosane Corrêa: Homenagem a Ella Fitzgerald 26 - Daíra: Homenagem a Belchior 31 - Ana Egito

Baile do Digitaldubs - HUB (Santo Cristo) 21 - Cedric "The Congos" Myton (JAM) 28 - Mad Professor & Aisha

Música no Deck - Barraca do Pepê (Barra da Tijuca) 20 – Filipe Ret 21 – Kell Smith 27 – Um 44k 28 – Luiza Possi Barra Blues Festival 26 - Sergio Diab Stratoman / Projeto Soul Jazz / Ana Egito / Alamo Leal Blues Groover’s / Corcel Mágico 27 - RJ Café / UniJazz Brasil / The Blue Fever / Sergio Rocha / Serra Blues Trio 28 - André Barroso / WestSide Blues / State of Blues / Victor Biglione Festival Downtown Sunset - Shopping Downtown (Barra da Tijuca) 20 – Gabriel O Pensador 27 – Biquini Cavadão

Rio Rock & Blues - Rock Experience (Lapa) 19 - Titanossauros / Conexão Japeri 20 - Love & The Lovers / The Loreleis 26 - The Smiths Cover 27 - Pedro Santana Trio / Elemento Surpresa / A Bolha Revisited

Circuito SESI 24 - Centro: Fhernanda Fernandes - Participação: Nana Kozak, Sandra Duailibe, Clarisse Grova, Ninah Joh, Andréa França

MIXXX: 17 – Matheus VK – Teto Solar / Botafogo 19 - Maratona Black - Baile Charme – Gafieira Elite / Centro 19 - O Rappa: Tour de Despedida – Quadra da Mocidade / Padre Miguel 20 - Festival Rock in Brisa 4: 90 Contos / Cosmobox – Espaço Tequila´s / Guaratiba 20 - Playmobille / Tem Amor – La Esquina / Lapa 20 - Indivíduo K / Cândido / Banheiro Azul – O Pecado Mora ao Lado / Praça da Bandeira 21 - Aniversário de 57 Anos do Cacique de Ramos 21 - Festival Lona Rock Sunday: Memora / The Outs / Corcel Mágico – Lona Terra / Guadalupe 21 - Lu Oliveira – Praia de Conceição de Jacareí / Mangaratiba 26 - Laurent Garnier (FRA) 26 - Bloco do S Convida KL Jay – Fosfobox / Copacabana 27 - Slide / Sollarium / Fresno / Glória / Strike - Clube Tamoio / São Gonçalo 27 – Matanza – Arena Fernando Torres / Parque de Madureira 27 - Visibilidade Transvestigenere - Beco Encantado: Mulher Pepita & MC Xuxu – Beco do Rato / Lapa 28 - Festa Divina Circus: IZA – Clube 4 Linhas / Bento Ribeiro 28 - Bloco Eficiente: Inclusão Se Faz Com Várias Mãos – Praça Paris / Glória 28 - Facing Fear / Stuff / Cidade Nua – Rock´N Beer Pub / São Gonçalo

exposição de fotografias de Raymond Depardon, “Un moment si doux”. Depois de passar por Paris e Buenos Aires, o CCBB Rio recebe as 170 fotografias de diferentes cores e formatos tiradas na Europa, África e América Latina, incluindo o Brasil. Ate 22 de janeiro. qua-seg 9am-21pm. Grátis.

FESTIVAL DE CULTURA DIGITAL: De 18 a 20 de janeiro, quinta a sábado, acontece no CCBB RJ DIGI – Festival de cultura digital, uma mega programação que inclui imersão, reflexão e diversão. Tem até shows geek. quinta, 19 de janeiro, às 21h, apresentação da orquestra Ritornello de Jedi, com repertório de trilhas musicais de videogames, séries e desenhos, com cordas e vozes, e arranjos exclusivos. O objetivo é dar acesso à formação clássica com temas musicais do cotidiano. sexta, 20 janeiro, às 21h, é a vez de The Screeners, banda que faz releituras rock ’n’ roll de trilhas sonoras clássicas do cinema, de videogames, séries de TV, desenhos animados. É tudo grátis, das 9 às 21h.

MOSTRA NA CAIXA CULTURAL RIO DE JANEIRO EXIBE O CINEMA DE HAL HARTLEY Programação reúne todos os 14 longas do diretor americano, além de debate, sessões comentadas e um curso de roteiro cinematográfico de 23 de janeiro a 4 de fevereiro de 2018 (terça a domingo)

O Ministério da Cultura, o Centro Cultural Banco do Brasil e a Associação de Críticos de Cinema do Rio de Janeiro apresentam a 14ª Mostra Melhores Filmes do Ano Além das exibições dos filmes, a mostra traz homenagens e catálogo especial com textos sobre os filmes e as iniciativas cinematográficas que fizeram a diferença em 2017 De 24 de janeiro a 1 de fevereiro
PROG IN BRASIL: Carl Palmer, Premiata Forneria Marconi, estarão no Brasil em 2018, se apresentando nas cidades de Belo Horizonte, Porto Alegre, Rio de Janeiro e São Paulo, como parte da Top Cat Concert Series 2018. Os italianos do Premiata Forneria Marconi CHEGAM EM ABRIL. O grupo de rock progressivo, formado em 1971, vem lançar seu novo álbum 'Emotional tattoos', e também vai tocar seus clássicos. Maio vai trazer o baterista do Emerson, Lake & Palmer e também do Asia, Carl Palmer, com seu tributo ao ELP.Show promete surpresas com algumas participações especiais de peso.

No dia 24/jan, começa no CCBB SP a mostra Sonora: Ennio Morricone, que homanageia o maestro no ano que completa 90 anos. Ao todo, serão exibidos 22 filmes que têm a marca musical do maestro.

Nico Rezende fará show em homenagem a Chet Baker dia 26/01 no Blue Note. Aliás, esse ano completa 30 anos da morte do Chet!!! 2018 marca o trigésimo aniversário da morte de Chet Baker. Nico Rezende presta homenagem ao trompetista no palco do Blue Note Rio, no dia 26 de janeiro (sexta), para apresentar alguns clássicos imortalizados por Baker. Estão no programa canções como ‘Time after time’, My funny valentine’ e ‘There will never be another you’.

RU PAUL´S DRAG RACE TOUR: Em 2018, as drag queens de RuPaul's Drag Race vão levar a turnê oficial do reality-show, WERQ THE WORLD TOUR, para a terra do “Come to Brazil”! Michelle Visage vai comandar a apresentação no Brasil e todos os shows contarão com performances ao vivo de algumas das drag queens mais inesquecíveis de RuPaul's Drag Race, entre elas, as recém-divulgadas participantes da terceira temporada de All Stars, Shangela e Kennedy Davenport. Outras fan favorites devem marcar presença, como Detox, Kim Chi, Violet Chachki, Valentina e Peppermint. Ainda haverá um pré-show com DJ set e performance de Lady Bunny, a drag queen que é uma lenda da cena noturna de Nova York. 23/FEV TEATRO BRADESCO/RJ

(colaborou @DonnieDarko73);

Blog Archive

Buscar

About Me

tom leão
Vanuatu
amigo dos amigos, amante de música, cinema, boa comida, de pedaladas e caminhadas
View my complete profile
Powered by Blogger.

Popular Posts

Translate

Followers