Pages

Tuesday, July 19, 2016

A ESSÊNCIA DE JAMES DEAN



ESTREIA AQUI, 21/JULHO, 'LIFE - UM RETRATO DE JAMES DEAN', QUE SE PASSA NOS ÚLTIMOS MESES DE VIDA DO ATOR DE VIDA BREVE (FEITO POR DANE DE HAAN, VILÃO DO ULTIMO FILME DO HOMEM-ARANHA; E QUE ESTARÁ EM 'VALERIAN', DE LUC BESSON), QNDO ESTE CONHECEU O FOTOGRAFO DENNIS STOCK (ROBERT PATTINSON, CADA VEZ MAIS LONGE DO VAMPIRO DA SERIE 'TWILIGHT'), QUE FEZ AS IMAGENS MAIS ICÔNICAS DELE, EM NOVA YORK; E QUANDO DEAN PASSOU ALGUNS DIAS COM A FAMÍLIA, NUMA FAZENDA EM FAIRMOUNT, INDIANA. NESTAS FOTOS, SEM POSE OU GLAMOUR, CAPTOU-SE A ESSÊNCIA DE JD.




PORTANTO, O FILME NÃO É UMA BIOGRAFIA, MAS UM RECORTE ESPECIFICO. É CENTRADO NO MOMENTO EM QUE O PRIMEIRO FILME DE DEAN, 'VIDAS AMARGAS', ESTAVA POR ESTREAR (ELE AINDA NÃO ERA FAMOSO, SÓ ERA CITADO COMO 'O NAMORADO DA ATRIZ PIER ANGELI'), E ESTAVA ESPERANDO O CONVITE PARA FILMAR 'JUVENTUDE TRANSVIADA'. DEPOIS, VIRIA 'GIANT', OS ÚNICOS TRES QUE FEZ.  AO VER 'EAST OF EDEN' NUMA CABINE DE IMPRENSA, E DEPOIS ENCONTRAR COM DEAN NUMA JUNKET, STOCK NOTOU QUE, AQUELE RAPAZ TÍMIDO E ARREDIO, NÃO ERA UM CARA QUALQUER, E QUERIA REGISTRA-LO ANTES DA FAMA. CAPTAR SUA ESSÊNCIA, ANTES QUE ELE FOSSE CORROMPIDO POR HOLLYWOOD. E, DEPOIS DE CONVENCER SEU CHEFE NA AGENCIA MAGNUM A VENDER A IDEIA PARA A REVISTA 'LIFE', CONSEGUIU. E IMORTALIZOU O MITO.




 O DIRETOR DO FILME, O HOLANDÊS ANTON CORBIJN, COMEÇOU A CARREIRA COMO FOTÓGRAFO (É O RESPONSÁVEL PELA IMAGEM DA BANDA INGLESA DEPECHE MODE ATÉ HOJE, E PELA ASSINATURA VISUAL DO U2, DA FASE 'ACHTUNG BABY' EM DIANTE, ENTRE OUTRAS BANDAS), E, POR ISSO, NOS DÁ ESSA VISÃO, ATRAVÉS DO OLHO DO FOTOGRAFO, QUE VÊ AS COISAS DE OUTRA FORMA. ELE FAZ UMA ESPÉCIE DE POESIA COM IMAGENS. E JOGA COM A PALAVRA 'LIFE', TANTO PARA SIMBOLIZAR A CURTA VIDA DE JD (NÃO DEIXE PRA AMANHÃ O QUE PODE FAZER HOJE), A VIDA EM SI, E TBM O NOME DA REVISTA QUE ETERNIZOU O ASTRO COM SUAS MAIS EMBLEMÁTICAS FOTOS. UM FILME PATA QUEM GOSTA DE CINEMA.


Wednesday, June 08, 2016

JAMES WAN: CLAP! CLAP!




ATÉ UMA CERTA ALTURA, FILMES DE TERROR ENVOLVIAM POSSESSÃO OU CASA ASSOMBRADA. ERA ASSIM EM CLASSICOS COMO 'THE HAUNTED HOUSE', 'TERROR EM AMITYVILLE' OU 'O EXORCISTA'. DEPOIS, COM O ADVENTO DOS ESPECTROS MASCARADOS (JASON, FREDDY, MIKE MYERS ETC), ESSE TIPO DE FILME MEIO QUE CAIU EM DESUSO. ATE PQ, NAO APARECIA NINGUEM QUE FIZESSE ISSO DIREITO.



ENTRA EM CENA JAMES WAN. O MALAIO-AUSTRALIANO, QUE, JUNTO COM AMIGO DE FACULDADE (LEIGH WHANNELL) CRIOU A SERIE 'SAW' (JOGOS MORTAIS), A PARTIR DE UM CURTA FEITO COM TOSTÕES (O FILME LONGO FATUROU MILHOES). ENTÃO, NO COMEÇO DESTA DÉCADA, FEZ 'INSIDIOUS' (SOBRENATURAL), SOBRE FAMILIA QUE LUTA PARA EVITAR QUE SEU FILHO SEJA DOMINADO POR UM DEMONIO. FOI OK. MAS TROUXE OS ELEMENTOS QUE MARCARIAM SEUS FILMES SEGUINTES: O USO DE CAÇA-FANTASMAS E PARAPSICOLOGOS (DE UM MO DIFEENTE DO FEITO EM 'POlTERGEIST'). A BRINCADEIRA FICOU AINDA MELHOR EM SEU FILME SEGUINTE, 'THE CONJURING' (INVOCAÇÃO DO MAL), NO QUAL ELE INTRODUZIU O CASAL WARREN (ED E LORRAINE), QUE REALMENTE EXISTIRAM (ESTAO POR TRAS DAS INVESTIGAÇÕES DO CASO REAL DE AMITYVILLE, POR EXEMPLO). E TIROU A SORTE GRANDE. NAO SÓ 'THE CONJURING' (QUE MOSTRA O CASAL AJUDANDO UMA FAMILIA A EXPULSAR UM FANTASMA DE SUA CASA) É UM DOS MELHORES FILMES DE TERROR DOS ULTIMOS TEMPOS (NINGUEM VAI AO BANHEIRO A NOITE IMPUNE DEPOIS DE VE-LO), COMO INTRODUZIU O CASAL WARREN (FEITO COM DEDICAÇÃO E SIMPATIA POR PATRICK WILSON -- QUE ESTEVE EM INSIDIOUS -- E VERA FARMIGA). O SUCESSO DE 'THE CONJURING' FOI TANTO (CUSTOU $20 MILHOES DE DOLARES, RENDEU DEZ VEZES MAIS), QUE DEU ORIGEM ATÉ A UM SPIN-OFF, 'ANNABELLE', COM A BONECA DO FILME, ANTES DE SER POSSUIDA, NO FINAL DOS ANOS 60.



NO PRIMEIRO 'CONJURING', ALEM DE TRAZER O CASAL WARREN, WAN INTRODUZIU O GHOSTBUSTER RETRO: CAÇA-FANTASMAS DOS ANOS 70, COM SEUS GADGETS ELETRONICOS VINTAGE (QUE AUXILIAM O CASAL, QUE SE VALE APENAS DE EUS METODOS, DIGAMOS, RELIGIOSOS). E ELES ESTAO DE VOLTA EM 'INVOCAÇÃO DO MAL 2', QUE É TAO BOM OU MELHOR QUE O PRIMEIRO, NUMA RARA CONTINUAÇÃO A ALTURA DO ORIGINAL. DESTA VEZ, O CASAL WARREN VAI A LONDRES, EM 1977 (EPOCA DE PUNK ROCK E CHEGADA DE TATCHER AO PODER), AJUDAR FAMILIA A COMBATER FANTASMA QUE ESTÁ BAGUNÇANDO A CASA E AJUDANDO ESPIRITO A MANIPULAR A FILHA MAIS NOVA. O ROTEIRO É UM PRIMOR. AS ATUAÇÕES, IDEM. E O APURO VISUAL, TBM. SEM UMA GOTA DE SANGUE, JAMES WAN CONSEGUE NOS DEIXAR ASSUSTADOS BRAGARAY. O FILME ESTREIA ESTA SEMANA AQUI E NOS EUA. É CLARO QUE TEREMOS UM 'CONJURING 3', MAS QUE, TALVEZ, NAO SEJA DIRIGIDO POR WAN, QUE FOI ESCALADO PARA FAZER O FILME SOLO DE AQUAMAN.



WAN (QUE DIRIGIU VELOZES E FURIOSOS 7) TBM ESTÁ POR TRAS DAS PRODUÇÕES DOS FILMES 'MCGYVER', DA VOLTA DA SERIE 'MORTAL KOMBAT' E DAS INEVITAVEIS CONTINUAÇÕES DE 'SOBRENATURAL' (JA TEVE DOIS CAPITULOS) E 'ANNABELLE'. SEU PROXIMO TERROR COMO PRODUTOR, 'WHEN THE LIGHTS GO OUT', ESTREIA ESTE ANO, E MOSTRARÁ UMA MULHER (TERESA PALMER) QUE É ASSOMBRADA POR CRIATURAS ESTRANHAS.. QUANDO AS LUZES SE APAGAM. BRRRR!


*O VERDADEIRO CASAL WARREN. ED, JÁ MORREU. MAS LORRAINE MORA NA FLORIDA, ONDE FEZ UM MUSEU DO OCULTO, ONDE ESTAO OS OBJETOS QUE ELES CAPTARAM EM SEUS CASOS. INCLUSIVE, A VERDADEIRA BONECA ANNABELLE (MAIS ASSUSTADORA QUE A DO FILME!)
Thursday, May 05, 2016

UMA NOITE INESQUECIVEL!




OS MEXICANOS RODRIGO Y GABRIEL, ENTRAM EM CENA, REPENTINAMENTE, SEM DAR OLA OU BOA NOITE, E COMEÇAM A TOCAR UMA MUSICA PRÓPRIA. ENCERRADA, RODRIGO VEM ATE A BEIRA DO PALCO DO TEATRO BRADESCO/RJ, OLHA A PLATEIA E DIZ: 'É A NOSSA PRIMEIRA VEZ NO BRASIL, E NO RIO, ESPERÁVAMOS VER 10 PESSOAS NA PLATEIA. TEM 50'. RISOS. DEPOIS DE DISCORRER SOBRE A CARREIRA DA DUPLA, QUE ESTA FAZENDO 15 ANOS (NÃO SOMOS UMA BANDA MEXICANA, PQ COMEÇAMOS NA IRLANDA; NAO TOCAMOS FLAMENCO, MAS ROCK; O CONCEITO DE BANDA DE ROCK MUDOU MUITO NOS ULTIMOS TEMPOS;. NUNCA FIZEMOS UMA TURNE MUNDIAL, PQ NAO TINHAMOS MANAGER; SÓ TOCAMOS QUATRO VZS, ATE HJ, NO MEXICO (NAO SOMOS MUITO FAMOSOS POR LÁ); TOCAMOS MAIS NA EUROPA E JAPAO DO QUE NA AMERICA DO SUL), ELE A A PARCEIRA EMENDAM MAIS UMA (DESTA VEZ, UMA DO MEGADETH).



ENTAO, É A VEZ A SOBRENATURALE GABRIELA VIR FALAR COM A PLATEIA (O QUE ELA FAZ COM AS MAOS NA GUITARRA NAO É DESTE MUNDO). ELA PARECE UMA MENININHA. REPETE ALGUMAS DAS COISAS DITAS POR RODRIGO, DIZ Q ELES NAO SEGUEM SETLIST, COSTUMAM IMPROVISAR NOS SHOWS (A CUMPLICIDADE DE QUEM JA FOI UM CASAL DE NAMORADOS AJUDA), E ENTAO ELES MANDAM MAIS UMA, QUE PARECE SER 'BATTERY', DO METALLICA. DAI, ELES CHEGAM A UMA CONCLUSÃO: FAZER O SHOW ALI, NAQUELE PALCO, COM PLATEIA SENTADA, MEIA CASA, IA SER UM TANTO FRIO. PROPOEM QUE, QUEM ESTA NOS LUGARES MAIS AFASTADOS, QUE VENHAM PARA A FRENTE, PREENCHER OS VAZIOS. ALEGRIA GERAL. TOCAM 'DIABLO ROJO', EMENDANDO UM TRECHO DE 'STAIRWAY TO HEAVEN', DO LED ZEPPELIN. DAI, CHAMAM PARTE DA PLATEIA PARA SENTAR NA PARTE DA FRENTE DO PALCO (FIZERAM ALGO PARECIDO NA COLOMBIA, MAS SÓ POR DUAS OU TRES MUSICAS). TOCAM MAIS DUAS ASSIM, PARA DESESPERO DO STAFF DA CASA, QUE PRECISA IMPEDIR, A TODO MINUTO, QUE FILMEM OU FOTOGRAFEM, O QUE É PROIBIDO.



 ENTAO, CHAMAM MAIS ALGUNS PARA OCUPAREM TBM A  PARTE DE TRÁS DO PALCO! (FUI NESSA LEVA). DAI EM DIANTE, ACONTECEU ALGO INEDITO NA CARREIRA DELES: CERCADOS POR GRANDE PARTE DA PLATEIA, FAZEM O SHOW INTEIRO ASSIM A PARTIR DAQUELE PONTO! E MAIS: A CADA UMA OU DUAS MUSICAS, AVISAM QUE ACEITAM PEDIDOS (DO REPERTORIO PROPRIO OU DE OUTROS) E ESTAO ABERTOS A PERGUNTAS. ENTRE AS PEDIDAS, ROLA UMA DOS CHILI PEPPERS (nesSa hora, rodrigo virou-se pra mim no refraO e viu que, nem eu, nem ele, sabiamos a letra, hahaha). PERGUNTO A GABRIELA COMO ELA FAZ PARA NAO DESAFINAR SUAS VIOLAS, DEPOIS DE TANTO ESPANCA-LAS (ELA RI, RODRIGO DIZ ALGO COMO 'ISSO É IMPOSSIVEL'), TOCAM 'CREEP', DO RADIOHEAD, MAIS PERGUNTAS SE DESENROLAM, O CLIMA DE RODINHA EM VOLTA DA FOGUEIRA FICA MAIOR. ENTAO, RODRIGO DIZ QUE VAI TOCAR, PELA PRIMEIRA VEZ, AINDA MEIO DEMO, UMA CANÇÃO DO FUTURO ALBUM DELES, QUE TERA, PELA PRIMEIRA VEZ EM TODA A CAREIRA DELES, VOCAIS. SERAO VOCALISTAS CONVIDADOS (IMAGINO QUE DAVE MUSTAINE SERA UM DELES, PELA ESTRUTURA DA CANÇAO EXECUTADA). RODRIGO MANDOU BEM.



ALI, DE PERTINHO (JAMAIS VI E JAMAIS VEREI DE NOVO UM SHOW DESTA FORMA, ESTAVA SENTADO NUM CASE ONDE REPOUSAVAM A AGUA E A TOALHA DE ROSTO DE RODRIGO, SEU RETORNO ERA A ESQUERDA DO PALCO, O DE GAB, A DIREITA), RODRIGO SOLOU UMA MUSICA NA MINHA CARA, BATI CABEÇA JUNTO COM GABRIELA EM OUTRA (TIPO, A CABELEIRA DELA NA MINHA), MUITA GENTE DANÇOU COM OS DOIS, REPAREI NAS DUAS PEDALEIRAS SINISTRAS QUE AMBOS USAM (TEM TODO TIPO DE EFEITOS), NUM TRECO COLADO NAS VIOLAS DE AMBOS (UM, PARA FILMAR O QUE SE PASSA ATRAS, NO TELÃO; OUTRO, PARA ENVIAR O SINAL SEM FIO PARA OS PEDAIS), A GALERA ACOMPANHAVA ALGUMAS MUSICAS COM PALMAS, E, PERTO DO FINAL (APOS APRESENTAR O STAFF DELES, QUE TEM GENTE DE TODA A PARTE DO PLANETA), RODRIGO DISSE QUE TAVA LIBERADO PRA GALERA DE TRAS DO PALCO DANÇAR A VONTADE DE PÉ, MAS NÃO A DA FRENTE, PARA NAO ATRAPALHAR QUEM PAGOU INGRESSO E ESTAVA NAS PRIMEIRAS FILAS, MAIS CARAS. NUNCA, JAMAIS, VI UM SHOW ASSIM! E, PROVAVELMENTE, JAMAIS VEREI ALGO PARECIDO DE NOVO...





  EM 15 ANOS, RODYGAB LANÇARAM 5 ALBUNS:


re-Foc (2002), Rodrigo y Gabriela (2006), 11:11 (2009), area 52 (2012) e '9 dead alive' (2014)


links para videos:




*ELES VÃO ABRIR PARA OS STONE ROSES, EM DUAS DATAS DA TURNE, NOS EUA!

Acesse: www.rodgab.com
Monday, May 02, 2016

NEW YORK CITY DISCO ROCKS!


  CAMARADA MEU (MARIO ABBADE) VAI LANÇAR LIVRO SOBRE A NEW YORK CITY DISCOTHEQUE (DIA 16 DE MAIO, NA LIVRARIA TRAVESSA DE IPANEMA), A PRIMEIRA DO BRASIL, QUE FUNCIONOU EM IPANEMA, NO FIM DOS ANOS 70. O LIVRO, NA VDD, É TBM UMA BIO DO CRIADOR DA CASA, CARLOS WATTIMO, QUE TEM UMA HISTORIA DE VIDA QUE DARIA UM FILME ELETRIZANTE. FOI NA NYCD QUE VIMOS, PELA PRIMEIRA VEZ NO BRASIL, DJS MIXANDO (ANTES, ESTES ERAM CHAMADOS DE OPERADOR DE SOM, EM CASAS COMO HIPOPPOTAMUS), MAQUINAS DE LASER, E ATE MESMO, CLIPES MUSICAIS, EXIBIDOS EM VIDEOTAPE, NUM TELÃO!

DAI QUE, LENDO O PDF DO LIVRO, VOLTEI NO TEMPO E ME LEMBREI QUE A NYCD FOI A PRIMEIRA CASA NOTURNA QUE FREQUENTEI (EMBORA SEMPRE NAS MATINES, É CLARO, POIS ERA 'DIMENOR') E ONDE OUVI, PELA PRIMEIRA VEZ, NUM POTENTE SISTEMA DE SOM... LED ZEPPELIN! POIZÉ. POR MAIS BIZARRO QUE POSSA SOAR, EU CHEGAVA CEDO NA NYCD, COM OUTRO AMIGO ROCKER, PRA OUVIR ROCK. O DJ DA MATINE (ACHO Q SE CHAMAVA GUILLARDO) CURTIA ROCK E, NA PRIMEIRA HORA DA CASA (ACHO Q ENTRE 4 E 5 PM) SÓ TOCAVA ROCK. MUITAS VZS, ELE ABRIA OS TRABALHOS COM 'WHOLE LOTTA LOVE', E JA TINHA A MANHA DE IR SUBINDO O BPM AOS POUCOS E, DE REPENTE, FAZER A TRANSIÇÃO DO ROCK PARA UMA DISCO MAIS CALMA (GERALMENTE, COVER DE ROCK CLASSICO, COMO 'THE LETTER', DO BOX TOPS). ACHO QUE, FOI ALI Q ME DEU O ESTALO DE TENTAR FAZER O MESMO EM CASA, PASSANDO DE VINIL PRA CASSETE NO TRES-EM-UM DA MAMA. LOGO, EU ERA O DJOTA OFICIAL DAS FESTINHAS DE MEUS AMIGOS, TENTANDO FAZER PASSAGENS DE TRACKS, SEM DEIXAR A MUSICA PARAR.



ACHO QUE MINHAS IDAS A NYCD, NAS DOMINGUEIRAS, DURARAM UNS DOIS ANOS. ERA MUITO LEGAL. A ENTRADA DAVA DIREITO A UM REFRI E A UM CACHORRO QUENTE. E, LÁ, BEIJEI A PRIMEIRA GAROTA NUM AMBIENTE ASSIM. ELA SE CHAMAVA IRIS. E MORAVA NAS REDONDEZAS (NAQUELA FRONTEIRA DE IPANEMA E COPACABANA). LEMBRO Q FOI DIFICIL. JA Q ELA ANDAVA COM UMA ENTOURAGE DE GAROTOS DE SUA AREA, EU ERA 'ESTRANGEIRO' (MORAVA NO FLAMENGO) E BRANCO (ELA ERA MORENA). TIVE DE, PRIMEIRO, SER ACEITO NA TURMA (ELES DOMINAVAM O PALCO QUE HAVIA NO MEIO DA PISTA, SÓ SUBIA LÁ QUEM ERA DA 'GANG'), E, DEPOIS, IR CONQUISTANDO A IRIS AOS POUCOS. REENCONTREI UM DOS CARAS DA TURMA, DJALMA, TRABALHANDO COMO TECNICO DE SOM NO SISTEMA GLOBO DE RADIO. ALIAS, MUITA GENTE QUE LÁ CONHECI, ENVEREDOU DEPOIS PARA O CAMINHO DA MUSICA (FORMARAM BANDAS, VIRARAM DJS, PRODUTORES, TECNICOS DE SOM ETC), TAL A INFLUENCIA QUE O AMBIENTE DA NYCD CAUSAVA NA GENTE.

MAIS DE 20 ANOS DEPOIS, JA NOS 90S, VOLTEI AO LUGAR, QUE, POR UM BREVE TEMPO, FOI O CLUB W, E TOQUEI, COMO DJ, NUMA NOITE DE... DOMINGO. EU E A DJ ANA KAZZ FIZEMOS UMA DAS PRIMEIRAS NOITES DESSA NOVA FASE, QUE NAO DUROU MUITO (DIZEM QUE, LÁ, TEM UMA CAVEIRA DE BURRO ENORME). SÓ QUE, NESTE FASE W, A PISTA DE DANÇA ERA NUMA PARTE QUE NAO FUNCIONAVA NOS TEMPOS DA NYCD, UM SALAO ATRAS DA PISTA PRINCIPAL, ONDE ANTES DEVERIA SER O RESTAURANTE DA CASA OU DEPÓSITO. MAS, FOI EMOCIONANTE ADENTRAR O SALAO PRINCIPAL, AINDA COM A MESMA ESCADARIA E OS BALCOES, E LEMBRAR UM POUCO DA VIBE DAQUELES TEMPOS, EM QUE EU ERA UM GAROTO DE 13, 14 ANOS, COMEÇANDO A SER ENFEITIÇADO PELA MUSICA; E, VOLTANDO AO COMEÇO, DALI, COMPREI OS DOIS PRIMEIROS DISCOS DO LED E OUVI A SEMANA TODA! =)



* ACIMA, RARA FOTO DA ENTRADA DA MATINE DA NYCD (ACERVO O GLOBO). CLIQUE PARA AMPLIAR
=  DÁ PARA VER, MAIS OU MENOS, COMO ERA A PISTA DA NYCD NO FILME 'SÁBADO ALUCINANTE', QUE, AS VZS, PASSA NO CANAL BRASIL...
Monday, February 15, 2016

MINHA(S) LOJA(S) DE DISCOS


ASSISTINDO AO DOC 'ALL THINGS MUST PASS: THE RISE AND FALL OF TOWER RECORDS', QUE COLIN HANKS, O FILHO DE TOM, FEZ SOBRE A LENDÁRIA CADEIA DE LOJAS AMERICANAS DE DISCOS, TOWER (QUE FALIU HA DEZ ANOS), ME VEIO A MEMORIA NÃO APENAS A PRIMEIRA VEZ EM QUE ENTREI NA INCRÍVEL LOJA DA TOWER, NA SUNSET, EM LOS ANGELES; COMO TBM DE TODAS AS OUTRAS LOJAS DE DISCOS QUE ME IMPACTARAM QUANDO NELAS ADENTREI. ERAM TEMPOS NOS QUAIS, ALEM DE CONHECER AS CIDADES NA GRINGA, ERA MUITO IMPORTANTE DEDICAR UM DIA A VISITAR AS LOJAS DE DISCOS, QUE, POR AQUI, SEMPRE FORAM MEIO FURRECAS, EM COMPARAÇÃO.



A PRIMEIRA GRANDE LOJA DOS SONHOS QUE CONHECI, FOI A HMV, DA OXFORD STREET, EM LONDRES. FOI COMO SE ENTRASSE NUMA LOJA DE DOCES, PRA USAR UM CLICHÊ SURRADO. NEM SABIA PRA QUAL LADO IR. ALI, ESTAVAM TODOS OS DISCOS COM OS QUAIS SEMPRE SONHEI. E MUITO MAIS. ACABEI COMPRANDO UMA MALETINHA PARA CARREGAR OS VINIS. SIM, ERAM FINAIS DOS 80S, O VINIL AINDA REINAVA. NA ULTIMA VEZ EM QUE ESTIVE EM LONDRES, PEGUEI OS ÚLTIMOS DIAS DESTA HMV. FECHOU NO FIM DE 2014. MAS AINDA TEM OUTRA, NA MESMA RUA, MAIS ACANHADA. QUASE AO LADO DESTA (PERTO DE TOTTENHAM COURT RD), HAVIA TBM A PRIMEIRA VIRGIN MEGASTORE DE LONDRES, QUE ABRIU DEPOIS. FOI NA VIRGIN, QUE TIVE UM MOMENTO/VISÃO LINDO: NUM DIA DE SEMANA, SAIU UM SINGLE NOVO DOS SMITHS. E 99% DAS PESSOAS NA FILA ESTAVAM COM O SEU COMPACTO DEBAIXO DO BRAÇO. ERA A CULTURA DA MUSICA/SINGLE DA SEMANA. HJ, NO LUGAR DESTA VIRGIN, AGORA É UMA PRIMARK, LOJA DE ROUPA BARATA.



DEPOIS DA PRIMEIRA, VOLTEI VARIAS VZS A LONDRES, ONDE ESTAVAM AS MELHORES LOJAS DE DISCOS QUE JÁ CONHECI. FORA DO CIRCUITO OXFORD, ESTAVA (E AINDA ESTÁ) A ROUGH TRADE, EM NOTTING HILL GATE (ESTA, MAIS MODESTA); E, ALI, NUMA ESQUINA DA OXFORD, FICA A BERWICK STREET (ONDE OASIS FEZ A FOTO DE CAPA DE SEU SEGUNDO ÁLBUM), ONDE CADA PORTA AO LADO, É UMA LOJA DE DISCOS DIFERENTE (INCLUSIVE, NOS POROES), PARA TODOS OS GOSTOS (REGGAE, SOUL, BLUES, DANCE, TECHNO, DISCO, ROCK ETC). HJ EM DIA, QUASE TODAS FECHARAM. MAS AINDA RESISTEM ALGUMAS, EM VERSÕES MENORES. DETALHE: APESAR DA CHEGADA DO CD, AS LOJAS INGLESAS JAMAIS DEIXARAM DE VENDER VINIS. HJ EM DIA, ATÉ NA REDE DE SUPERMERCADOS TESCO, P EX, VC ENCONTRA AS BOLACHAS MAIS POP.



TAMBÉM NO FIM DOS 80S, CONHECI LOS ANGELES. E LOGO NO PRIMEIRO DIA, FUI A TOWER DA SUNSET, CLARO. QUE MANÉ HOLLYWOOD WALK! OS CDS JÁ ESTAVAM CHEGANDO. E VINHAM NAQUELAS CAIXAS IMENSAS, PARA CHAMAR A ATENÇÃO, JÁ QUE OS VINIS, POR SI SÓ, JÁ ERAM BELOS CHAMARIZES. COM O TEMPO, AS CAIXAS SUMIRAM, PQ GASTAVAM MUITO PAPEL PARA FAZE-LAS. E OS VINIS, TBM. NOS EUA, ELES QUASE ACABARAM DE FATO. RESISTIRAM POR UM TEMPO NA TOWER DA LAFAYETTE, EM NOVA YORK, E SEMPRE TIVERAM SEU CANTINHO NAS VIRGIN (QUE, HJ, NAO EXISTEM MAIS EM NYC). ATÉ A ASCENÇÃO DA CALIFORNIANA AMOEBA (QUE ERA UMA LOJINHA VOLTADA PRA GALERA UNIVERSITÁRIA DE BERKELEY, E HOJE TEM DUAS MEGASTORES, UMA EM SAN FRANCISCO, OUTRA EM LOS ANGELES), OS EUA TINHAM POUCOS LUGARES QUE VENDIAM VINIS. HJ EM DIA, É MAIS FÁCIL VC ACHAR UM DISCO NA LOJA DE ROUPAS URBAN OUTFITTERS DO QUE ENCONTRAR UMA LOJA ESPECIALIZADA (OUTRAS CADEIAS, COMO A TOWER, TBM COLAPSARAM, COMO A SAM GOODY E FYI). EM MANHATTAN, PARA ACHAR DISCOS MAIS ESPECÍFICOS, VC TEM QUE IR A OTHER MUSIC -- IRONICAMENTE, DO OUTRO LADO DA RUA, ONDE FICAVA A MAIOR TOWER DE NYC. MAS, PEGANDO O METRÔ E ATRAVESSANDO O HUDSON, HÁ A PRIMEIRA ROUGH TRADE AMERICANA, NO BROOKLYN. GRANDE, COMO É TUDO NA AMÉRICA, EM COMPARAÇÃO COM SUAS IRMÃS INGLESAS.



E AI, VOLTAMOS A TOWER. O DOC MOSTRA COMO A LOJINHA, QUE COMEÇOU EM SACRAMENTO (CAPITAL DA CALIFÓRNIA; NÃO, NÃO É LOS ANGELES), CRESCEU EM SAN FRANCISCO, NOS 70S, E APARECEU EM LOS ANGELES (A DA SUNSET, ERA FREQUENTADA PELOS ROCK STARS, ELTON JOHN BATIA PONTO LÁ, TODA SEMANA), EXISTIU 30 ANOS NUMA BOA, ATÉ QUE NOS 90S, TEVE PLANOS DE EXPANSÃO, ABRIU EM LONDRES (EM PICADILLY CIRCUS), EM TODA A PARTE (TINHA UMA MEGA LOJA, LINDA, EM BUENOS AIRES) E SE ESTABELECEU COMO UMA MARCA MUNDIAL. COM A CHEGADA DOS CDS REGRAVÁVEIS E DO MP3, A TOWER QUEBROU (AS FILIAIS CONSUMIRAM TODO O SEU CAPITAL, NAO DEVERIAM TER SAIDO DOS EUA). HJ, RESTARAM UMA DUZIA DE LOJAS NO JAPÃO, ONDE UM GRUPO LOCAL COMPROU O USO DO NOME, E UTILIZA AS MESMAS SACOLAS AMARELAS, COM LETRAS VERMELHAS. PARA O LANÇAMENTO DO DOC, A LOJA DA SUNSET (ATE HJ FECHADA, EXATAMENTE COMO ESTAVA), FOI REABERTA E O LOGOTIPO MAIS UMA VEZ BRILHOU EM SEU LETREIRO. PARECE, QUE VÃO TOMBAR O PRÉDIO.



*AQUI, TIVEMOS LOJAS BACANAS, COMO A MODERN SOUND/RJ, P EX, MAS NEM SE COMPARAM COM AS VIRGIN, HMV E TOWER. ERA COMO SE SARAIVA MEGASTORE OU FNAC, P EX, SÓ VENDESSE DISCOS (BEM, TBM LIVROS E CAMISETAS). AGORA, SÃO APENAS LEMBRANÇAS NA MEMÓRIA DE QUEM SEMPRE AMOU A MUSICA. GIVE THE GIFT OF MUSIC.
Sunday, January 24, 2016

PARA SEMPRE, MEU KENNY...





 QUANTOS DE VCS PODEM DIZER QUE TIVERAM UM GREMLIN EM CASA? OU UM EWOK? POIS EU, TIVE. E MUITO MAIS. POR FORA, ELE PARECIA UM CACHORRINHO. MAS ERA MAIS DO QUE ISSO. ERA UM SERZINHO MÁGICO QUE HABITAVA NOSSA CASA. E NOS TROUXE MUITA ALEGRIA. PRA MA BABE, O ETERNO BEBE PELUDO; PRA MIM, UMA ESPECIE DE FELINO (A TRADUÇÃO DO NOME DE SUA RAÇA, DO CHINES PARA O PORTUGUES, SHIH-TZU, É CÃO-LEÃO, VEJAM SÓ!) QUE FICAVA COMIGO NO ESCRITÓRIO, QUAL UM GATO, ESPARRAMADO. MEU COMPANHEIRO. PARA TODAA CASA, ALEGRIA E MOVIMENTO. UMA PAUSA RELAXANTE NA CORRERIA DIÁRIA.



  MAS FOI ELE QUEM NOS ESCOLHEU. ENFEITIÇOU MA BABE, QUANDO ESTA PASSOU EM FRENTE A UMA PETSHOP. E FOI AMOR A PRIMEIRA VISTA. NÃO ESTAVA NOS PLANOS TER UM ANIMALZINHO EM CASA. E KENNY VEIO, PQ QUIS. GANHOU ESTE NOME PQ APARECEU JUSTO NA ÉPOCA EM QUE O KENNY DE 'SOUTH PARK' MORREU (DE VERDADE; BEM, VOLTOU UM ANO DEPOIS) NA SÉRIE DE TV. E, COMO É UM CÃO DO TIBET -- ONDE SE ACREDITA EM REENCARNAÇÃO --, QUEM SABE?)  E, LOGO, VIMOS QUE KEKENNY (COMO O CHAMÁVAMOS), NÃO ERA UM CÃO DE FATO: NÃO CURTIA CARINHO NA CABEÇA, DORMIA NO BRAÇO DO SOFÁ QUAL UM GATO, NÃO ERA DE FAZER FESTINHA A TOA PROS OUTROS, NÃO DAVA BOLA PRA OS DEMAIS CANINOS NA RUA (ACHO QUE ELE NUNCA SE IMAGINOU COMO UM), ERA RANZINZA, NÃO CURTIA CRIANCINHA (ACHO QUE POR CAUSA DA VOZ FINA), TINHA UM TEMPERAMENTO FORTE E DECIDIDO. ERA O LÍDER DO CLÃ, DA MATILHA. E, LOGO, NOS CONQUISTOU (DOMINOU) A TODOS, SEM FAZER FORÇA.



  COM O TEMPO, GANHOU VÁRIOS APELIDOS, DE ACORDO COM SUAS VARIAÇÕES DE MOODS. EU GOSTAVA DE CHAMA-LO DE 'MY LITTLE MTRFCKR', PQ ELE ERA DADO A DAR BOTES EM PÉS ALHEIOS (PRINCIPALMENTE, DE MULHERES), SEM AVISO, QUAL UM TUBARÃO. MORRIA DE MEDO DE ESTOUROS DE BOLAS DE FESTAS, FOGOS E TROVÃO (AI, O CHAMAVA DE COVARDINI, PQ CORRIA PRO COLO MAIS PRÓXIMO), FAZIA DOCE PRA COMER (POOCHINI/PUTINI), QUANDO MOLHADO, PARECIA UMA LONTRA (OU UM RATÃO DO BANHADO); DEPOIS DO BANHO, FICAVA LOUCO ATRÁS DA TOALHA. AI, VIRAVA O TORO, CORRIA FEITO UM LOUCO PELA CASA. QUANDO PEQUENO, ELE ERA O BUDDY-BUDDY DE MA BABE, PRA MIM, O QUEQUERINO, QUEERY, NENNY. OU, SIMPLESMENTE, MEU RINHO, COMO GOSTAVA MAIS DE CHAMA-LO. HAVIA UM KENNY PARA CADA OCASIÃO. E CADA UM DE NÓS.



  ENFIM, ELE ESTAVA EM TUDO, EM TODA PARTE, TINHA POINTS PELA CASA TODA (ADORAVA SE ENFURNAR NUNS BURACOS, CHEGAVA A SUMIR POR DETRÁS DOS SOFÁS, NOS DANDO BAITAS SUSTOS), E SE COMPORTAVA DE UM MODO DIFERENTE -- ESPERTAMENTE -- COM CADA UM DE NÓS: DENGOSO COM MA BABE, BRINCALHÃO COMIGO, PROTETOR COM NOSSO FILHO. ADORAVA MUITO FICAR EM CASA. ERA EXTREMAMENTE CASEIRO. NO COMEÇO, NEM IA NA RUA, MAL SAIA UMA VEZ OU DUAS POR SEMANA (FAZIA TUDO EM CASA MESMO, APRENDEU LOGO). MAS, PASSOU A CURTIR O PASSEIO MATINAL COMIGO, PARA IR ATE A BANCA (E, POR TABELA, ME FEZ UM SER MAIS DIURNO, SOCIÁVEL, FAZ-SE AMIGOS RÁPIDO COM CÃEZINHOS, CONHECE-SE A VIZINHANÇA). NOSSOS PASSEIOS FUNCIONAVAM COMO UM MOMENTO DE LIMPAR A MENTE. MEU JARDIM JAPONÊS AMBULANTE.



 NO GERAL, KENNY ERA SUPER NA DELE. SEUS MOMENTOS MAIS ELÉTRICOS, ERA QUANDO NOS DESAFIAVA PARA JOGAR UM BRINQUEDO E DEPOIS NOS FAZER TENTAR TIRAR DA BOCA DELE, TIPO CABO DE GUERRA (TINHA MANDIBULAS FORTISSIMAS). SÓ QUE FOI FICANDO CADA VEZ MAIS DORMINHOCO COM O TEMPO. CHEGAVA A RONCAR QUE NE  UM ADULTO. ATE QUE PASSOU A DORMIR DEMAIS E FICAR PROSTRADO. VELHICE? EM PARTE. MAS NÃO SÓ. FOI A TAL DOENÇA DO CARRAPATO, QUE JÁ HAVIA SE INSTALADO (E TODOS OS EXAMES REGULARES DE SANGUE QUE FAZIA; IDAS AO VETERINÁRIO CONSTANTES E REMÉDIOS PARA PREVENIR, QUE TOMAVA, NÃO DETECTARAM A TEMPO). E, ACABOU LEVANDO-O, EM APENAS TRÊS SEMANAS, JÁ QUE INFECÇÕES OPORTUNISTAS, ATACARAM OS ORGÃOS, JÁ VELHINHOS, E PROVOCARAM UMA CONVULSÃO. TADINHO...



CONTUDO, KENNY FOI  EMBORA SÓ NO CORPINHO (SEMPRE ESBELTO, PELO LINDO, PARECIA DE FILHOTE), NO FÍSICO. PORQUE, ELE, FICARÁ PARA SEMPRE EM NOSSOS CORAÇÕES. ESTARÁ NAS LEMBRANÇAS (SÓ NOS DEU ALEGRIAS, NUNCA TINHA FICADO DOENTE ANTES, NUNCA DESTRUIU UM LIVRO, DISCO OU SAPATO MEU), NOS CANTINHOS DA CASA, NOS ZILHÕES DE FOTOS QUE MA BABE FEZ DELE. NAS MEIAS QUE ROUBAVA DA GENTE. E, QUEM SABE, COMO TIBETANO-DESCENDENTE, PODE NOS REENCONTRAR EM ALGUM OUTRO MOMENTO? SEI LÁ. SÓ SEI QUE ELE FOI MEU PRIMEIRO E ÚNICO CACHORRINHO (NOSSA LIGAÇÃO FICAVA MAIS FORTE A CADA ANO, QUASE MENTAL, MA BABE NOS CHAMAVA DE LOUCOS). POR ISSO, NÃO QUERO TER MAIS. A DOR DA PERDA É ENORME. O APEGO É IMENSO. NÃO SABIA QUE PODIA ME AFEIÇOAR TANTO ASSIM A UM BICHINHO. É AMOR PURO. E DÓI MUITO QUANDO SE VAI. FICA UM BURACO IMENSO. A CASA FICOU VAZIA, SEM GRAÇA, SEM KENNY...




 OS ANDROIDES DE 'BLADE RUNNER' TINHAM DATA DE VALIDADE, SABIAM QUANDO IAM EXPIRAR. NÓS, NÃO. JÁ OS CACHORRINHOS, SABEMOS QUE IRÃO CEDO (ESTAVRAÇA, VIVE EM MEDIA 12 A 15 ANOS, MEU MOGWAI TINHA 13, QUASE 14), MAS NUNCA ESTAREMOS PREPARADOS PARA O BAQUE. POR ISSO, NÃO DÁ PARA REPETIR A EXPERIENCIA. ATE PQ, KENNY ERA UNICO. JUSTAMENTE POR NÃO SER APENAS UM CÃOZINHO. ELE FOI MUITO MAIS DO QUE PODEMOS DEFINIR.
 ELE SE FOI ;(


*ADENDUM: NA MESMA MANHÃ EM QUE KENNY SE FOI, SEU MAIOR RIVAL DE PREDIO, O CÃO DA NOSSA VIZINHA (A QUEM CHAMÁVAMOS DE 'NEMESIS') TBM SE FOI! E, CURIOSAMENTE, KENNY PARTIU A 100 METROS DE ONDE FICA A PETSHOP ONDE MA BABE O ENCONTROU!
Thursday, January 14, 2016

UMA RÁDIO QUE JÁ FOI 'ANTENADA'


A VOLTA DA ANTENA 1 AO DIAL CARIOCA, ME TROUXE LEMBRANÇAS QUE, NEM EU MESMO, SABIA MAIS QUE AS TINHA. E, QUE SÃO ANTERIORES A 'LIGHT FM', QUE A RÁDIO SE TRANSFORMOU DEPOIS. PORQUE, QUANDO ENTROU NO AR, NA PRIMEIRA METADE DOS 80S, A ANTENA 1 ERA UMA ESPECIE DE EMISSORA EUROPÉIA, CALCADA NA ANTENNE 2 FRANCESA. SEU PLAYLIST E SUAS VINHETAS ERAM DIFERENTES DO PADRÃO AMERICANO DE 90% DAS FMS BRASILEIRAS.



E, O QUE TENHO A VER COM ISSO? BEM, NAQUELES TEMPOS PRIMITIVOS PARA A MUSICA NO BRASIL, VC TINHA DE CORRER ATRAS, SE QUISESSE OUVIR ALGO NAS RÁDIOS (A ELDOPOP JA TINHA ACABADO, A CIDADE ERA DANCE, A FLUMINENSE ESTAVA CHEGANDO). ENTÃO, EU E OLMAR JR (NA EPOCA, BAIXISTA DO COQUETEL MOLOTOV), SELECIONAMOS ALGUNS VINIS, BOTAMOS DEBAIXO DO BRAÇO E FOMOS ATÉ UM SOBRADO NA RUA DA ALFANDEGA (EM PLENA SAARA!), PARA CONHECER AQUELA EMISSORA QUE TOCAVA MUSICA FRANCESA, INGLESA, MAS QUE PRECISAVA DE UM TOQUE, DIGAMOS, NEW WAVE. FOMOS LÁ, NA MORAL, SABENDO APENAS QUE, O DIRETOR, ERA O ROMILSON LUIS, EX-CIDADE.



 ELE NOS RECEBEU, CORDIALMENTE, E DEU ATENÇÃO AOS DOIS MOLEQUES, QUE MOSTRAVAM TER UM POUCO DE CONHECIMENTO MUSICAL. CONVERSAMOS NAO SEI O QUE, E O ROMILSON FICOU COM ALGUNS DE NOSSOS LPS EMPRESTADOS (UM DO ALEMÃO FRED BANANA COMBO, OUTRO DO INGLES BRAM TCHAIKOSVSKY, UM DEVO, UM B52S E, ACHO, O PRIMEIRO DA KIM WILDE). DISSE PRA GENTE VOLTAR NA SEMANA SEGUINTE, PRA PEGAR OS DISCOS, E NOS DEIXOU, COMO PAGA, MEXER NUMA PILHA DE VINIS PROMOCIONAIS QUE A RADIO RECEBIA, PODENDO PEGAR ALGUNS DELES. FOI DAI QUE VEIO O MEU 'CLARA CROCODILO', DO ARRIGO, QUE JAMAIS TOCARIA LÁ.



DIAS DEPOIS, OUVINDO A RADIO (EU OUVIA DIRETO, SÓ NELA TOCAVA AMANDA LEAR, BIM, LIO, SHAKIN STEVENS, NOMES EUROPEUS, QUE NÃO ENTRAVAM NO PARADÃO AMERICANO DE SEMPRE), VIMOS QUE ROMILSON ESCOLHEU ALGUMAS FAIXAS DE NOSSOS DISCOS: 'SHALL WE DANCE', DO BRAM TCHAIKOVSKY; 'SHE LOVES YOU' (ESPERTA COVER DO FRED BANANA COMBO, QUE LOGO VIROU TOP 10 NA RADIO), 'KIDS IN AMERICA', DA KIM WILDE; E, QUEBRANDO O PADRAO EUROPEU, 'DIRTY BACK ROAD', DO B52S (AQUELE DEVO AMARELO, O PRIMEIRO, ERA DEMAIS PRA ELES). AS MUSICAS DAVAM BOM RETORNO DE AUDIÊNCIA. E, POR ISSO, FIZEMOS MAS ALGUMAS VISITAS AO ROMI COM OUTROS DISCOS. PENA QUE ELE NÃO ACEITAVA PUNK/HARDCORE HAHA.



DEPOIS, QUANDO A RADIO SE MUDOU PARA UMA CASA NA URCA, ONDE ESTÁ ATÉ HJ, O PADRÃO MUSICAL MUDOU JUNTO. ELA VIROU UMA ESPECIE DE SUB-JB FM, MAIS ADULT CONTEMPORARY, COMEÇOU A TOCAR MAIS MUSICAS ROMÂNTICAS, TIROU O ROCK DE SUA PLAYLIST, E PERDEU O ACENTO EUROPEU. UMA PENA. MAS, FICO PENSANDO: SERÁ QUE ROMILSON (QUE AINDA É O DIRETOR) GUARDOU OS CARTUCHOS COM AS TRACKS QUE PASSAMOS PRA ELE? QUEM SABE, ELAS VOLTASSEM NUM PROGRAMA DE FLASHBACKS? DO YOU COPY ME, ROMI?

*EXISTE UMA VERSÃO PAULISTANA, E OUTRA, ONLINE, DA ANTENA 1. TODAS, COM DIFERENÇAS NA PROGRAMAÇÃO

NA CIDADE

JULIANAS:

CASAS E SHOWS: Circo Voador 21 – Baile do Almeidinha – Hamilton de Holanda: Manoel Cordeiro / Felipe Cordeiro / Sexteto Sucupira / DJ Lencinho 22 – Mariene de Castro 23 - Matanza Fest: Matanza / Monstros do Ula Ula / Hatefulmurder / Cólera 24 – Pequeno Cidadão 29 - Mundo Livre S/A / Aeromoças & Tenistas Russas / Zé Vito 30 - Arraial do Bloco Quizomba & Festa Gambiarra

Fundição Progresso 22 - Festival Encontro das Tribos: Black Alien / Chimarruts / Costa Gold / Raízes Que Tocam / Dub Atack

Teatro Rival 20 – Moinho (grátis) 21 – Maíra Freitas (grátis) 23 – Baia 27 – Sinara (grátis) 28 – Mahmundi (grátis) 30 – Ricky Vallen

Vivo Rio 21 - Toquinho - Participação: Tiê, Roberto Menescal, Carlos Lyra 22 – Jay Vaquer 23 – Tributo ao The Doors 26 – Jorge Aragão 29 e 30 - Olha pro Céu / Look at the Sky: Vanessa da Mata / Marcia / Favela Brass / Emicida / Tokyo Ska Paradise Orchestra (JAP)

Sala Cecília Meireles 29 e 30 - Gal Costa & Zeca Baleiro & Lenine & Maria Gadú Cantam Gonzaguinha

Solar de Botafogo 21 - Aline Muniz 23 - Michel Nirenberg 29 – Maria Luiza & Roberto Menescal

Audio Rebel 22 - BacaFest: Homobono & Jomar Schrank & Xê Casanova (19h – R$ 20) 23 - BacaFest: Te King(ARG) & Café República (19h – R$ 20) 24 - Jan Felipe / Fábrica (20h – R$ 20) 26 - Julho de Mautner - Noite 4: Jorge Mautner Canta Para Crianças (20h – R$ 20 antecipado, 25 na hora)

Espaço Sérgio Porto 21 - Arthur Fochi / Ménage (20h – R$ 30) 28 – CEP 20.000 (20h – R$ 10)

Teatro Tom Jobim Festival Bossa no Tom 28 - Bianca Gismonti Trio (Julio Falavigna e Bruno Aguillar) 29 - UberBossa (Indiana Nomma, José Staneck, Yaniel Matos, Bruno Aguillar, Julio Falavigna) 30 - Trio Jobim (Daniel Jobim, Paulo Jobim, Paulo Braga)

Theatro Net Rio 26 - Teresa Cristina Canta Cartola 27 - Wanderléa - Gravação do dvd

Sala Baden Powell 20 - Encontro com as Estrelas: Ataulpho Alves Jr. 21 - Noites Culturais: João Senise Celebra Frank Sinatra 27 - Encontro com as Estrelas: Márcio Gomes 28 - Noites Culturais: Biafra & Pop Camerata da UFRJ

Oi Futuro Ipanema 21h – R$ 30 26 - Festival A.Nota: Haiku (Júlia Shimura & Pedrinho Junqueira) 29 e 30 – Festival Levada: Dingo Bells (RS)

Teatro Ipanema 22 - Marcos Sacramento (20h – R$ 40) 29 - Karla da Silva (20h30 - R$ 30) 30, 31 e 01 - Dussek Veste Machete - Silvia Machete Canta Eduardo Dussek - Teatro Ipanema (20h30 - R$ 40)

Centro Cultural Laurinda Santos Lobo (Santa Teresa) 23 - Roque Malasartes - Centro Cultural Laurinda Santos Lobo / Santa Teresa (19h - R$ 20) 24 - Roque Malasartes - Centro Cultural Laurinda Santos Lobo / Santa Teresa (16h - R$ 20) Parque das Ruínas (Santa Teresa) 24 - Trio Elétrico (Davi Moraes, Domenico Lancellotti, Alberto Continentino) - Participação: Leo Gandelman - Parque das Ruínas / Santa Teresa (17h - grátis) 31 - Trio Elétrico (Davi Moraes, Domenico Lancellotti, Alberto Continentino) - Participação: Nicolas Krassik - Parque das Ruínas / Santa Teresa (17h - grátis)

Teatro Bradesco (Barra da Tijuca) 27 – Tributo à Amy Winehouse

Golden Boys fazem SHOWS no Imperator – Centro Cultural João Nogueira/MÉIER, no próximo dia 20 DE JULHO, às 16h e com sessão extra às 19h

Imperator 20 - Quartas Brasileiras: Golden Boys (16h e 19h – R$ 40) 26 – Terraço: Jazz Pras Sete: Santiago Jazz (18h50 - grátis) 27 - Encontro com as Estrelas: Fafá de Belém (16h e 19h – R$ 60) 28 – Roda de Samba do Imperator: Mosquito, Renato Milagres, Fernando Procópio, Tempero Carioca (20h – R$ 30)

Teatro Odisseia 31 - Suicide Silence (EUA)

No dia 23 de julho (sábado), às 19h30, a CAIXA Cultural Rio de Janeiro realiza o debate O Cinema Tailandês na Contemporaneidade, com Ruy Gardnier e Victor Dias, mediado por Fabiano de Freitas. A entrada é franca e as senhas são distribuídas uma hora antes.

Planet Music (Cascadura) 23 - Festival Versus Christus (Part I): Mortiferik / Frade Negro (SC) / Heia (GO) / The Black Cold / Sodoma (PB) 30 - Victory or Victory / Samsara / Frozen Pizza

____________________________________________________________________________________ Noites de terça ganham nova opção no Rio de Janeiro O Galeria Café (Ipanema) abre as portas em julho para um novo evento quinzenal nas noites de terça: Pocket! A Pocket! será uma happy hour (a partir das 20h) com cardápio de comidinhas e drinks especiais, ao som da lounge music pilotada pelo DJ Andrei Yurievitch, seguida pela apresentação de um pocket show com artista convidado. A primeira edição do evento acontece no dia 26 de julho e traz Gottsha, diva da dance music e presença constante em musicais como ‘Beatles num céu de diamantes’, ‘Cole Porter – Ele nunca disse que me amava’ e ‘Xanadu’.

________________________________

A HBO Latin America anuncia a estreia da série HQ – Edição Especial para o dia 14 de julho às 23h com exibição exclusiva no canal HBO. Ao longo de 10 episódios de uma hora de duração, será apresentada a história dos quadrinhos no país por meio dos diferentes perfis e estilos de seus principais artistas.

MIXX: 23 - Shut Up! Twist Again! (FRA) / Memorial / Def – Camelo Azul / Santa Teresa (18h – R$ 10) 23 - Golden Boys – Lona Carlos Zéfiro / Anchieta (20h – R$ 50) 23 - Festival Rock na Biblioteca - Biblioteca Leonel Brizola - Praça do Pacificador - Centro - Duque de Caxias (17h - grátis) 23 - For Annie / Circus / FrogSlake – República Pub / São Gonçalo (20h – grátis) 24 – Esquina do Rock: Sujeitos Compostos / Skorno / Terrorstorm – Bar da Célia / Duque de Caxias (15h – grátis) 26 - Noite Faro MPB: Marcelo Jeneci – Botafogo Praia Shopping (19h30 – grátis)

FESTIVAL DE CINEMA TAILANDES: A CAIXA Cultural Rio de Janeiro apresenta, de 12 e 24 de julho (terça-feira a domingo), a mostra Cinema Tailandês, com 12 filmes, entre longas e curtas-metragens, com curadoria de Victor Dias e Fabiano de Freitas. A grande maioria dos filmes que serão exibidos é inédita no Brasil. Nem mesmo em DVD, Blu-ray ou streaming, é possível ter acesso a esses filmes, o que torna a mostra uma chance única de apreciar uma pequena parcela do universo cinematográfico que a Tailândia tem a oferecer. O projeto é patrocinado pela Caixa Econômica Federal e Governo Federal. Os maiores destaques da mostra são clássicos, como Para Sempre Seu (1955) e Seda Negra (1961), e obras de jovens cineastas que fogem do lugar comum, como História Mundana (2010) e Ponto de Fuga (2015).

Futebol, Cerveja & Rock'n'Roll Domingo, das 15h às 18h. Shows de Traqitana e Brvto Amor Pub Panqs. Rua Desembargador Isidro, 45 - Tijuca Ingressos: R$ 10

Rock S/A apresenta Garage Sessions Dia 23 de julho: SeteK + Envolto Deserto Sábados de julho: 2, 9, 16, 23 e 30 de julho, a partir das 14h (shows às 15h e às 16h) Centro de Referência da Música Carioca. Rua Conde de Bonfim, 824 – Tijuca (21) 3238-3831 Entrada gratuita Livre

MAR DE MÚSICA Atrações: Anelis Assumpção + Festa Quermesse Data: Sexta, 29 de julho de 2016 Local: Pilotis do Museu de Arte do Rio (Praça Mauá, 5 - Centro/RJ - 3031-2741) Horário: 18h Entrada gratuita​

UMMAGUMMA - The Brazilian PINK FLOYD: A banda UMMAGUMMA The Brazilian Pink Floyd completa 14 anos de estrada em 2016, e comemora com a turnê “Where We Start”, contando um pouco da sua história a partir de dois fatos marcantes para todos os floydianos: a primeira vinda de Roger Waters ao Brasil em 2002, com a turnê “In The Flesh” e a passagem de David Gilmour, no ano passado, com “Rattle That Lock”. O show contempla as diversas fases do Pink Floyd, apresentando clássicos e relíquias da banda inglesa, num grande espetáculo audiovisual. Dia 07 de setembro/Quarta-feira, às 20h Teatro Bradesco Rio (Avenida das Américas, 3900 – loja 160 do Shopping VillageMall – Barra da Tijuca)

Bossa no Tom traz apresentações do Trio Jobim, Bianca Gismonti e UberBossa Evento acontecerá no Espaço Tom Jobim , de 28 a 30 de julho, durante período olímpico
(colaborou @DonnieDarko73);

Blog Archive

Buscar

Loading...

About Me

tom leão
Vanuatu
amigo dos amigos, amante de música, cinema, boa comida, de pedaladas e caminhadas
View my complete profile
Powered by Blogger.

Popular Posts

Translate

tags

Followers