Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Julho, 2013

CARCAJUUUUUU!

CURTI MUITO OS DOIS PRIMEIROS FILMES DOS X-MEN, NAO TANTO O TERCEIRO, E BASTANTE O QUARTO. NO ENTANTO, ACHEI MUITO CHINFRIN O PRIMEIRO SOLO DO WOLVERINE, ORIGINS. PARECIA AQUELES FILMES VAGABAS DE SÁBADO A NOITE, FEITOS PRA TV. ERA MUITO CLICHE PRUM FILME SÓ. LOGAN NAO MERECIA AQUILO.


MAS, O TEMPO PASSOU, E O CARCAJU DAS AMÉRICAS GANHOU UMA SEGUNDA CHANCE. E, SE NAO FOSSE O FATO DE SER UM FILME PG-13 (QUE TEM Q SEGURAR BASTANTE A ONDA PRA NAO VIRAR IMPROPRIO PRA MENORES), 'THE WOLVERINE' SERIA UM FILME AINDA MAIS BACANA DO QUE É. MAS, AINDA ASSIM, WOLVERINE ESTA BEM MAIS PROXIMO DO QUE CONHECEMOS PELOS QUADRINHOS. E O FILME TEM UM NIVEL DE TENSAO (INCLUSIVE SEXUAL) FORTE, UM BOM ROTEIRO, DIALOGOS SÓLIDOS E CARA DE FILME DE SAMURAI, JA QUE SE PASSA 90% NO JAPÃO, E LOGAN É UMA ESPECIE DE RONIN (SAMURAI SEM MESTRE). NAO FOSSE O EMBATE FINAL, FEITO PRA AGRADAR O ESTUDIO, A PLATEIA-TESTE E OS AMERICANOS COM IDADE MENTAL DE 13 ANOS, ELE TERIA SIDO UM FORMIDAVEL FILME DE AÇÃO E AVENTU…

NÃO É O ZORRO!

DURANTE MUITOS ANOS, AQUI NO BRASIL, AS HISTORIAS EM QUADRINHOS DO LONE RANGER SAIAM PELA EBAL COMO 'ZORRO'. A NAO SER PELA MASCARA, O RANGER SOLITARIO DO TEXAS NADA TINHA A VER COM O ESPADACHIM HISPANICO, EL ZORRO (A RAPOSA), QUE FAZIA SUCESSO NUMA SERIE DE TV DA DISNEY NOS ANOS 60. EU NAO ENTENDIA PQ UM USAVA CAPA E ESPADA, E O OUTRO USAVA REVOLVER E TINHA UM INDIO (TONTO) COMO COMPANHEIRO. ERA GURI E ACHAVA AQUILO TUDO ESTRANHO. SÓ FUI SABER DA VERDADE ALGUNS ANOS MAIS TARDE...



AGORA, A SUPER PRODUÇÃO 'O CAVALEIRO SOLITÁRIO' (THE LONE RANGER) CHEGA PARA MOSTRAR QUAL É A REAL. CONTUDO, PARECE QUE POUCA GENTE VAI SABER. PQ, APESAR DE TER JOHNNY DEPP (QUE TAMBÉM É CO-PRODUTOR DO FILME), COMO TONTO, E SER DIRIGIDO E PRODUZIDO PELO MESMO TIME QUE FEZ A VITORIOSA SERIE 'PIRATAS DO CARIBE' (CUJO PRIMEIRO FILME FOI UM ACERTO CASUAL E OS DEMAIS GRANDES BOMBAS, MAS QUE RENDERAM DINHEIRO), O FILME SE PRENUNCIA COMO O MAIOR FRACASSO DO ANO NOS EUA, EM COMPARAÇÃO COM O QU…