Pages

Thursday, May 01, 2008

Legalize?

Neste domingo (4/maio) rola no Rio a marcha da maconha, e também a sua contra-marcha, a da família contra a legalização. De qual lado vc fica? No meu caso, nunca fui fã de cigarros e fumaças. Ali pelos 13 anos experimentei nicotina no banheiro da escola e não gostei do sabor. Tentei por um fim de semana os mentolados, mas me faziam tossir, ficar com mau hálito. E pensei: com a grana que gasto nisso dá pra ir ao cinema, comprar um disco, uma revista... Alguns anos depois chegou o cigarrinho verde. Tava fazendo trilha nas paineiras e alguém sacou um. Como não sou político, não vou dizer que fumei mas não traguei q isso é ridículo. Traguei até demais, o que me deixou pra lá de bagdá. No começo, a sensação foi boa, mas depois, tive um piripaque tremendo, passei mal um dia inteiro. Tentei mais uma vez numa festinha, mas, novamente, não rolou. Não gosto de nada que me deixe mole ou com taquicardia (não tomo nem red bull), ou me tire da real. Mas reconheço que a erva não é tão danosa à saúde, tanto que tem uso medicinal em alguns países. Já o cigarro comum, não te dá nada em troca, a não ser câncer. Na duvida, continuo usando meu dinheiro pra comprar coisas que me dão prazer, não problemas de saúde. Mas cada um na sua, contanto quer não encha o saco do vizinho. Pior é a hipocrisia, é mais nociva e não tem cura...

25 comments:

Pobre brasileiro said...

Infelizmente sei que essa passeata não trará realmente resultados práticos para o usuário , mas fico feliz que as pessoas se façam ouvir ! As drogas estão na sociedade há 10 mil anos , e qual usuário não sonha em sair da clandestinidade , fumar um baseado em paz , sem alimentar a sordidez do submundo ??!! E enquanto isso viva o alcool , valium , cigarrinho careta e demais hipocrisias .. Porque que qualquer moleque enche a cara no fds , porra o carro na lagoa , mata mais 4 , mas não pode usar uma planta que cresce igual mato e é na verdade dos males o menor ? Francamente , isso me entristece .. Falo isso triste mesmo , de coração partido , porque quem decide as leis não tem a virtude . Espero que meus netos possam rir um dia disso tudo e dizer " vôvô , no seu tempo .. que viagem hein ??"

tom said...

to com vc, brasileiro. nos paises onde se legalizou, o trafico foi pro espaço, ja que, na europa, p ex, o usuario planta para seu consumo ou compra de fontes seguras, nao de traficantes. so que o problema aqui é maior, é social. os marginais iam deixar de ganhar com a venda e iam passar a roubar, sequestrar e assaltar bancos para manter a renda. mas o alcool é bem pior é tá aí...

bobeda said...

tb não acho má a idéia de legalizar, mas, por favor, não podemos nos comparar com holanda! eles estão alguns anos à frente na escala evolutiva! os nossos problemas serão os mesmos com ou sem liberação, pq nos falta renda pra galera em geral e educação. além de tudo, somos uma sociedade horrendamente hipócrita, (interferencia : vide o caso com travecos recentemente : fim da inteferencia)com abismos sociais imensos (e cada vez piores).

tom said...

poize, bobeda, é o que tento dizer no comment acima. o buraco aqui é beeeem mais embaixo. seja la o que for que estiver na ponta da corda, antes tem que passar por uma base de muito boa educação, alimentação e inclusaõ social. sem isso, tanto faz liberar ou nao seja la o q for, q nao vai funcionar direito. mas, pra começar, bem q poderiam facilitar com quem apenas está com um no bolso e nao trafica, como ja se faz na inglaterra e espanha

Rainha Popota said...

Eu era total contra legalização, mais por me prender a pensamentos moralistas do que qualquer outra coisa. Agora eu sou a favor. Por alguns motivos, mas eu realmente acho que, de todos os males, a maconha é o menor.

Meu problema é só que ela "altera" de leve as pessoas mas, pelo amor de deus, álcool altera MUITO mais. Sem contar que a maconha deixa a pessoa lenta, mas o álcool muitas vezes suscita instintos agressivos, o que é ainda pior. Drogas pesadas dispensam comentários.

Eu acho que o maior problema de todos é dirigir sob o efeito de qualquer substância, mas com maconha ou sem maconha as pessoas fazem isso - e muito, diga-se de passagem. Álcool, analgésicos, calmantes, anti-depressivos, tudo isso é capaz de inutilizar os reflexos de uma pessoa.

Cigarros normais são letais, muito mais fedidos e ainda distribuem câncer para pobres pessoas não-fumantes que nada têm a ver com o vício alheio. E são perfeitamente legais.

Claro que legalizar não acabaria com o tráfico. E, por isso mesmo, eu não vejo como uma questão de "temos que legalizar" - até porque eu não teria benefício algum na minha posição de não-consumidora - mas como uma questão de "Por que não?". Simples assim.

E é bom lembrar que maconha é considerada uma "droga do mal" simplesmente porque isso foi arbitrariamente determinado, enquanto medicamentos hardcore foram considerados "drogas do bem". Isso não é uma classificação natural, divina e imutável, isso foi uma DETERMINAÇÃO e acho que as pessoas esquecem disso. É uma tendência muito escrota da nossa sociedade tentar naturalizar valores impostos para fazer todo mundo acreditar que só pode ser assim.

;*

Rainha Popota said...

P.S: e a polêmica nos blogs continuuuuuuuuuuua! Next topic: aborto. Hahahahahaha

iga_rio said...

Fala Tom,

Em Fevereiro fui a Europa a trabalho e passei por Amsterdã... e no inicio me espantei com a parada, é claro que não é todo mundo fumando nas ruas, mas tem os pubs que tem o pessoal que fuma numa boa... sem contar as lojas que vendem planta e até kits para iniciantes, alem de lojas de cogumelos e alucinogeros, e também um museu com a historia da erva.
Porem não vi qualquer tipo de violencia... assalto, drogados ou algo parecido. ai um amigo meu comentou "po deveriam liberar no Brasi". mas é uma cultura diferente... não sei se daria certo aqui.

Ps: Assim como vc tom, eu também não curto fumar, já beber uma cervejinha eu me amarro.

Ps2: Aconselho todos da cova a pelo menos uma vez na vida visitarem Amsterdã... a cidade é SHOW !!! é literalmente uma cidade Rock and Roll... pena que fiquei só 4 das lá. :(

Abraços,

pacheco said...

Acho que não dá pra comparar o aumento no número de assaltos e sequestros aqui na cidade com a guerra e o desespero com que as pessoas têm que conviver nas favelas... legalizar seria a melhor opção.

Sobre a maconha... sou a favor da lucidez. Quem usa maconha fica muito chato, pelo amor de deus, vai gostar de se divertir de maneiras estranhas lá na puta que pariu, quando eu converso com pessoas quero que elas falem coisa com coisa, e sem aquela cara de maconheiro.. acorda pra vida!

Maconha é prejudicial à saúde sim, tem um conhecido meu que ta perdendo a inteligência, ta ficando lerdo e retardado.

Viva a lucidez!

tom said...

o mais louco nisso tudo é que a sociedade se preocupa tanto com a maconha, mas todos, de uma forma ou de outra, consomem drogas: desde a sua vovozinha e os calmantes e pilulas pra dormir que a tiram do real, a seus pais com o uisquinho pra relaxar e esquecer dos problemas, passando pela maconha pra relaxar apos os estudos, e os viagras e painkillers, e indo até mesmo pelas diversas comidas industrializadas que nos trazem, elementos estranhos ao corpo, ate mesmo o refrigerante, tudo nos injeta algo que nao é natural. sim, um maconheiro é chato, mas um cara que bebe além da conta é mil vzs pior. é esse que espanca outros em boates, que bate de carro na madruga e que vomita em cima de vc. nunca se morreu de overdose por maconha, basta ver o doc "super high me". anyway, nao gosto de nada que me tire da real, só o mundo virtual dos games e dos filmes. me divirto muito mais assim. o lance é saber como usar as paradas, nao exagerar nem se tornar viciado. mas cada um sabe qual é o seu ópio

brunobbl said...

FALA TOM E GALERA

PRA MIM A PIOR DROGA SERÁ O CRIVELA VENCENDO AQUI NO RIO AS ELEIÇÕES MUNICIPAIS.

ABS

tom said...

nao tenha duvida, bambaataa. pior do que qualquer droga é a tal da ignorancia. ja tivemos rosinha e garotinho por conta da maioria religiosa evangelica e, medo, provavelmente, teremos que aturar o crivella pelos mesmos motivos. é por isso que, de modo geral, a cidade, o pais e grande parte do mundo nao vai pra frente, enquanto a religiao se impor entre certas camadas (maioria) da população, nao adianta. essa gente nao votaria no gabeira pq o cara ja fumou um e tem a sexualidade exposta. enquanto isso, sao os padres que comem os garotinhos na encolha, hipocrisia!

Felipe Passarelli said...

eu sou super a favor da legalização, até por que me beneficia. É o meu "ópio" como você disse, já que não bebo.

mas acho que deveria ter lugares pra se fumar como na holanda, não ia ser legal neguinho fumando em tudo que é lugar, tipo onibus lotado, mas todos poderiam fumar em casa.

as pessoas aqui são muito religiosas, retógradas, acham que é coisa do diabo sem ler sobre o assunto, depois de um certo tempo de uso, vc só "brilha" não dá aqueles "apagões", curto minha noite sem dar problema algum e a ninguém, só a mim mesmo.

São essas pessoas religiosas e retrógadas que governam nosso país e dão menos solução ao problema. Sérgio Cabral diz que é a favor mas coloca a polícia de frente com os bandidos direto.

são tantas questões pra isso, que realmente acho que seja utopia no Brasil. Onde seria vendido? Na padaria? Seria um "Marlboro Hemp"? rs

Muito boa a idéia, mas a prática que é o problema.

E a maldita, xts e lsd tom? qual a sua posição sobre elas?

lembro de vc ter contado sua experiencia xtc numa rave la fora

o foda e ter que dar dinheiro pra esses traficas fdp e com muito dinheiro rolando eles fazem a vida deles. dinheiro sujo, sem imposto, sem nota fiscal. Fazer o que, as pessoas querem consumir e eles vender, rola uma simbiose.

aí um vaporzinho que fica lá com o saco vendendo as coisas o dia inteiro, que poderia estar estudando ou incentivado no esporte, é morto em uma semana por não ter as vezes escolha do que fazer pra ter dinheiro.

E o garoto branco é pego, humilhado, leva porrada, fica preso, assina a 16 por uma simples trouxinha de maconha. é um absurdo que eu ainda escute coisa dessas, muitos amigos meus já rodaram.

vivemos entre o bem e o mal, em todos os sentidos.

tem um estudo também que prova que o THC é eficaz no tratamento de depressão, muito legal isso.

tchau. vou apertar um agora, fiquei com vontade rs :)

Alessandro said...

Sou evangélico e não voto no Crivella e cia!
Nem todos são farinha do mesmo saco!
Abs

tom said...

nao, felipe. na verdade, fui numa festa onde se vendia, dentro da propria festa, herbal ecstasy,cok direito a test drive. mas nao gostei do sabor e cheiro, essas coisa me fazem vomitar (rs). nessa festa tbm se vendia outros tipos de "drogas" simuladas ecologicamente, tudo com acompanhamento medico. alias, em raves nos eua ha o teste do E bom ou ruim, feito na porta, com apoio da policia e tudo. se vc nao ta traficando e tem um ou dois no bolso, melhor tomar a parada certa do que morrer por causa de uma falsificação. bacana, nao? ja aqui, demoniza-se o assunto em vez de encara-lo. numa festa com 10 mil pessoas, prendem dois manés com o lance e culpa-se toda a musica eletronica, ê povinho bunda... alessandro, respeito sua opção religiosa, realmente nao dá pra generalizar, em assunto algum

Alessandro said...

Blz Tom!

O desabafo não foi dirigido a ninguém dos coveiros
especificamente.

Simplesmente não me calo quando SEMPRE falam em generalização sobre evangélicos e outras religiões!

Como protestante-evangélico posso falar de carteirinha e não pelo que a midia vende: Os neo-pentecostais sujam-se de lama e ainda jogam em cima de todo mundo!

Repudio com todas as minhas forças várias atitudes hipócritas que veja de pessoas que tem a mesma fé que eu, pois eu fico "respingado" de lama sem ter feito nada!

Afinal é só se identificar como evangélico para ser zoado ou ridicularizado.

Respeito todas as religiões e atitudes de pessoas que convivo. Tenho o direito de discordar, mas não de ser preconceituoso.

Todos tem direito de ser e fazer o que quiser de sua vida. Cada um sabe o preço que pagará por isto.

Eu não estou aqui para dar o valor da dívida!

Abs

Pedro said...

SANDMAN

Rapaz, eu tenho que entrar nesse blog mais vezes.
Ele esta mais agitado q o G1 rsss
Quanto a descriminalização , sou totalmente a favor.
O ideal era o cara plantar para o seu próprio consumo ou então, comprar e consumir em lugares especifico.

Obvio, já que somos hipócritas pra caralho, a ideia de escolher aéreas da cidade para se fumar maconha ia ser um problema.
O pessoal da Barra não ia querer isso pq ia desvalorizar os imóveis do local.Os do leblon, por outro motivo qualquer e assim vai.
Seria mais ou menos a batalha que foi, para escolher o lugar do novo IML.


Tenho amigos que fumam maconha e comprovadamente, me dao menos trabalho que os amigos bebados.E nunca me colocaram em uma situaçao arriscada.
Quanto a criminalidade, voces já acertaram na mosca.Se amanha , ninguém mais usar droga no Rio, os criminosos vao assaltar, roubar e afins
O problema é social.
E mais uma coisa.Na organização mundial de saúde, o vicio em drogas é considerado doenca, com os sintomas definidos e com os procedimentos corretos para a cura.
Qual o favor que o governo faz em colocar o cara na cadeia, se o q ele precisa é de ajuda medica ?
Ta tudo errado.

Rainha Popota said...

Sim, eu acho que o problema, nesse caso, não é A religião (apesar de meu ateísmo fervoroso), mas sim a posição que o Estado toma por medo de represálias religiosas. É curioso como o Estado se tornou oficialmente laico em 1889 e hoje, 119 anos depois, nós ainda estamos totalmente presos à Igreja.

Vocês mencionaram os evangélicos, mas eu acho que é a Igreja Católica que atravanca o país, até por causa de sua inflexibilidade. Na religião protestante, pelo menos, há diversas igrejas distintas (e umas bem ridículas, sem querer soar ofensiva mas já soando), cada uma com ensinamentos diferentes.

O que eu acho um ABSURDO é que nenhum governante assuma uma posição definitiva em questões como o aborto, homossexualismo e a maconha por medo de perder votantes porque moramos num país de maioria ignor... Digo, católica. Temos poucos que ainda têm algum tipo de coragem nesse sentido (como o Gabeira), mas o país ainda é RIDICULAMENTE governado por dogmas religiosos que, se já fizeram sentido algum dia, já não o fazem mais há uns bons séculos. O mesmo nos Estados Unidos, que ainda é comandando pelos rednecks KKKs enrustidos.

Religião é uma coisa, governo é outra. E sempre ficaremos presos às mesmas questões ultrapassadas enquanto não soubermos fazer essa diferenciação definitivamente.

tom said...

coincidentemente, tava vendo hj um episodio da nova temporada (a décima segunda!) de south park, "major boobage", que tem tudo a ver com o que estamos falando nesse topico: a galerinha local descobre, por causa de uma materia na tv, que borrifar urina de gato irritado na cara dá barato. daí, cria-se um novo vício. entao, o que a lei, o estado, o governo faz? PROIBE OS GATOS!!! e começa uma onda de discriminação e caça aos felinos. o legal é q todas as cenas de viagem sao ilustradas por cenas do desenho heavy metal (lembram?) south park continua totalmente nota dez...

tom said...

off: no jornal da record (só podia), uma nota sobre um garoto que morreu numa rave em sao paulo (caiu de um penhasco, pq deveria estar bebado), vira um editorial pra mais uma vez falar mal de musica eletronica e ecstasy, como se uma coisa fosse a causa da outra. ate um cara que foi atropelado EM FRENTE a uma rave é usado como exemplo. ou seja, numraio de mil quilomnetros em volta de uma rave o diabo está á solta! (rsrs)

tom said...

mais: ouvi no radio que essa marcha acontecera em cerca de 600 cidades do mundo no domingo. uau! mas aqui no brasil, as de salvador, curitiba e sao paulo foram proibidas pela lei. acontece que a parada nao prega a apologia da erva (droga?) e sim a discriminalização (ta certo a grafia? :-)). imagine vc, um amigo ou filho seu indo parar na cadeia, ao lado de top marginais, só pq foi pego com um toco de fumo no bolso? ridiculo, nao? por outro lado, quem compra na boca ta financiando o tráfico, sim. é uma sinuca...

Felipe Passarelli said...

O Brasil em sua maioria é um país católico, se não me engano o segundo maior do mundo. A Igreja tem um papel decisivo no estado. Há séculos vivemos nesse carma daí surgiram as protestantes, com algumas mudanças. O brasileiro é um povo devoto, sobe a escadaria de joelho, faz promessas, acende velas, jogam flores, enfim isso tudo é o lado "bom" pra que segue, que é a maioria. Por isso acho dificil legalizar, independente da religião eles cortam.

Fica em aberto: legaliza a maconha e as outras drogas continuaram no tráfico?

Haverá coffee shops ou produção pra esse publico que quer fumar?

Queria ler o projeto deles de como seria o brasil se fosse legalizado, vantagens além de não ser preso.

trash essa da rave heim, mas como sempre tudo é culpa da bala.

e ai vcs acham que foi o casal que matou a menina? acho que não tem mais dúvidas, eh revoltante esse caso mas a midia ta num overload isabella absurdo. desde que ela morreu, já morreram 100 pobres e ninguem falou nada, uma nota. desde que ela morreu o globo coloca chamadas na capa. uma menina branca, de classe média poisé...

OFF:

Até me esqueci de falar da minha semana coachella!

Vi shows maravilhosos de graça, e como não tinha nada pra eu fazer fim de semana passado (sabado agora tem mombojó) fiquei vendo por web cast na at&t os shows na íntegra.

Portishead fez um dos melhores shows que já vi, um telão enorme atrás com partes da bateria e da beth cantando, cada musica bem mais sinistra que no album, fantástico.

a beth tem um vozeirão, não desafina um minuto incrível a capacidade vocal dela as vezes compete com a máquina. Show necessário no Brasil.

Prepare-se para não parar um segundo no show do gogol bordelo. é muito bizarro e bom toda aquela correria de pessoas, dançarinas, violinos, tudo misturado com hardcore. não para um minuto, foi o show mais animado que vi, aqui então vai ser uma loucura de rodas e afins. muito ska tb claro.

Yelle é uma francesinha que ta hypada faz tempo em blogs e por suas musicas new rave. suas músicas são em francês mesmo, e mesmo assim a tenda foi a loucura. nessas horas a gente ve que a lingua é besteira, o importante é o conteúdo e como ela tava passando isso pras pessoas. fico imaginando se o CSS não poderia fazer mais canções em português.

Falando em CSS o album vai ser lançado dia 21 de Julho lá fora e vai mesmo se chamar donkey.

já baixaram a nova música? muito boa, bem pixies, mais rocker rat is dead (rage).

tom said...

ainda há o fato de que cada elemento bate de forma diferente em cada pessoa. eu, p ex, nao consigo beber mais do que duas tulipas de chope que ja fico alegrinho e enjoado. tem gente que bebe dez sem piscar. isso serve para tudo. ha tbm o fator psicologico de cada um. quem ja esta propenso a loucura, só amplifica o problema com aditivos ou os usa como desculpa. acho patetico quem sai pra se divertir e so o consegue a custa de alcool, fumo ou droga mais pesada. nao se garante sozinho? entao pra que sai? é triste ver gente em show tao alucinado que nem presta atenção no palco ou desmaia e é levado pra fora do lugar.

Pobre brasileiro said...

Ninguem ligava pra maconha até o começo do sec XX , era um mato crescendo pelos USA , até que um magnata da mídia americana resolveu usar fibra de hemp para baratear o papel pras suas publicações , o que seria grave ameaça a um poderosíssimo de mídia rival (no qual Orson W. baseou seu cidadao kane), e este passou sistematicamente a satanizar a hemp com materias forjadas em seu jornal (Mexicano fuma bagulho e mata moça loira !!!) e fez um lobby gigante em Washington para proibir uso e plantio em territorio americano . Depois o mundo seguiu cegamente ao grande satã sem nada questionar , tipo, o que é bom pros USA ...
Ah , eu sou o Lord Vader .

tom said...

eu tava achando tao legal, tao democratico nós termos a marcha do legalize e as marcha dos que sao contra, a sociedade se expressando. mas todas as marchas pró no pais foram proibidas, menos a de recife. mas as do contra ficaram. injusto. ainda mais pelo fato que lojas daqui vendem bongs e sedas na boa. isso é que é hipocrisia. vader, boas as suas infos sobre a demonização do lance. vi isso naquele doc, "grass"...

Homero, O Tosco said...

Pior do que a criminalização da maconha, ou todos os preconceitos, foi a proibição da marcha... è o estado proibindo a liberdade de expressão... Isso foi muito grave, é um direito muito mais importante do que o de enfiar no teu corpo a substancia que você quiser... Deveriam estar todos unidos contra isso, quem é a fovor ou contra a discriminalização... Porque se hoje proibem a marcha da maconha, amnhã podem pribir a Marcha pela moralização da política, a marcha pela legalização do aborto, a marcha pelo amor livre, ou qualquer coisa que um juiz ache inadequado... Independente da opinião todo mundo temo direito de protestatar.
O que acontedeu foi absurdo.

NA CIDADE

NATAL NA ÁREA:

CASAS & SHOWS: Circo Voador 08 - B.Negão Bota Som / BaianaSystem 09 - Far From Alaska / Scalene 10 – Scracho / Gabriel Elias 11 - Estreia do Documentário "Nosso Sagrado": Debate + Roda de Samba (Kebajê, Andreia Caffé, Rogério Família) 15 - Snarky Puppy (EUA) 16 e 17 - Caetano, Moreno, Zeca e Tom Veloso 21 - Samba Iaiá: Pretinho da Serrinha - Participação: Mariana Aydar, Mariene de Castro, João Bosco 22 - Festa Mistério do Planeta / Primavera nos Dentes (Charles Gavin, Duda Brack, Paulo Rafael, Pedro Coelho, Felipe Ventura): Homenagem ao Secos & Molhados / Pepeu Gomes - Participação: Baby do Brasil & Pedro Baby 23 - Amigos da Onça: Onçaspectiva 2017 28 – Forróçacana 29 – 1Kilo

Fundição Progresso 08 - Arcade Fire (CAN) / Bomba Estéreo (COL) 09 - Racionais MCs / Choice MC / BK / Ghetto Brothers 16 - Gal Costa & Gilberto Gil & Nando Reis: Trinca de Ases

Teatro Rival 06 – Ricardo Brito Talk Show: Leoni, Ruy Faria, Gilson Peranzzetta 07 – Steve Rothery Band (ING) 08 – Ana Costa & Carrapicho Rangel 09 – Tia Surica: Homenagem a Clara Nunes 14 – Jota Maranhão & Altay Veloso 16 – Ordinarius 20 – Rival Rebolado: Edição de Natal 22 - Edu Falaschi: Rebirth of Shadows Tour - Parte 2 28 – Claudio Lins 30 - Jay Vaquer

Teatro Riachuelo 12 – Elba Ramalho 13 - Luiza Possi: Tributo a Michael Jackson 19 - Baby do Brasil

Vivo Rio 14 – Carminho (POR) Canta Tom Jobim 16 – Milton Nascimento & Tiago Iorc 29 – Pabllo Vittar

Memorial Getúlio Vargas (Glória) 08 – Grupo Vocal Pé na Rua 14 – Quintas Acústicas: Alexandre Marzullo 17 – Grupo Vocal Zanzibar Casa Julieta de Serpa (Flamengo) 03 - Paris Jazz & Blues: Marcio Ciribelli 10 - Paris Jazz & Blues: Tunai & Wagner Tiso

Etnohaus (Botafogo) 07 – Paulo Sartori & Johanna Amaya 08 – Laura Lagub 10 – Janna Linhares 15 – Caio Castelo 16 – Filtra / Comodoro 21 - Ivo Senra & Lúcio Vieira: ECO Botto Bar (Botafogo) 05 e 12 – Toni Platão 07 – Zabumba Atômica 08 – Chris Crochemore

Audio Rebel 09 - Macabea 10 - Herzegovina / Ballet Clandestino (SP) / Gangue Morcego 15 - BacaFest: Mauk & Os Cadillacs Malditos / AlBaca / Two Step Flow 16 - Illy 18 - Melvin & Os Inoxidáveis / Homobono / Mamute Flutuante 20 - Lourenço Vasconcellos Vibrafone Trio Solar de Botafogo 08 - Whipallas / Fleeting Circus 09 - Les DeuxLuxes (CAN) 10 – Sophia Abrão 12 – Júlia 16 – Lado Alado

Sala Baden Powell 06 - Adriana 15 - Wanda Sá & Quarteto do Rio Theatro Net Rio 05 - Zélia Duncan & Jaques Morelenbaum 12 – Joyce Cândido 13 – Ziza Fernandes

Casa de Cultura Laura Alvim 07 - Natália Garcez: Tali! 05 - Lucas Santtana 10 – Lan Lanh 12 - Dois Reis 16 – FestLip Show: Joss Dee (ANG) / DJ Lili Prohmann 19 - Ayrton Montarroyos Teatro Ipanema 05 - Primavera nos Dentes (Charles Gavin, Duda Brack, Paulo Rafael, Pedro Coelho, Felipe Ventura): Homenagem ao Secos & Molhados 09 - Fernanda Gonzaga 12 – Arto Lindsay & Jonas Sá & Thiago Nassif 15 - Do Amor & Rubinho Jacobina 19 - Lancellottis - Ivor & Domenico & Alvaro 21 - Baleia

Blue Note 07 – Orquestra Atlântica Convida Ricardo Silveira 08 - Stefano Bollani Quinteto 09 – A Cor do Som (20h) 09 - Zé da Velha & Silvério Pontes (22h30) 11 - Zé Paulo Becker & Semente Choro Jazz 12 - Bianca Gismonti Trio: Gismonti 70 - Participação: Jane Duboc & Jaques Morelenbaum 13 - Alma Thomas: Homenagem a Nina Simone – Participação: Ellen Oléria 14 – Airto Moreira 15 – Jesuton 15 - Leila Maria: Homenagem a Billie Holiday 16 - Raul Mascarenhas 18 - Zé Paulo Becker & Semente Choro Jazz 19 - Tributo a Luiz Melodia: Ana Bispo, Chico Chico, Claudia Amorim, Doralyce, Duda Brack, João Mantuano, Katia Jorgensen, Maíra Freitas, Mari Blue, Mihay, Taís Feijão, Tyaro Maia, Vandro Augusto 20 - Mauricio Einhorn & Nelson Faria 21 – Orquestra Atlântica Convida Vitor Santos 22 e 23 – Carlinhos Brown 26 e 27 – Toquinho 30 - Bossacucanova & Roberto Menescal

KM de Vantagens Hall 06 – The Wailers / Ponto de Equilíbrio 08 – Maria Bethânia 09 – Zé Ramalho 16 – Raça Negra Rio Arena 15 - Deep Purple / Cheap Trick / Tesla

III Barra Blues Festival Área de Eventos do Rio 2 Shopping – Barra da Tijuca 15 – Sergio Diab / Projeto Soul Jazz / Alamo Leal & Blues Groovers 16 – RJ Café / UniJazz Orquestra / The Blue Fever / Sérgio Rocha 17 – West Side Blues / Corcel Mágico / State of Blues / Victor Biglione Trio

Engenhão 09 - Festival de Tatuagem: Pedras Pilotáveis / Filtro Vermelho / Nove Zero Nove / Filipe Ret 10 - Festival de Tatuagem: Eu Amo Baile Charme / We Are The Revenge / Kanon 23 - Eu Amo Baile Funk: Stevie B / MC Cacau / Willian & Duda / Danda & Tafarel / Coiote & Raposão / DJ Cidinho / DJ Grandmaster Rafael

Imperator 06 – Quartas Brasileiras: Leny Andrade: Homenagem a Emílio Santiago 09 – Terraço: Leão Etíope do Méier + Junta Local: Junu / DJs Rajão e Bruno Negrão 09 – Detonautas / Drenna / Folks 10 – Baile Black Bom: Banda Consciência Tranquila / DJ Flash 12 – Terraço: Jazz Pras Sete: ((TRIO)) 13 – Terraço: Forró Lanalaje: Conterrâneos 13 – Márcio Gomes 14 – Samba do Imperator: Grupo Arruda, Nelson Sargento, André Mata 17 - Beach Combers / Arte no Escuro / Cólera / Gangrena Gasosa

Planet Music 09 - Maieuttica / Involuntarium / Colwire (SP) / No Trauma / Quantum 17 - Festival Irmandade Underground: Go! Victory / A Marcha das Árvores / Eu, Você e um Oceano / Faithless / Inner Flow / Santaria / Arena Centro de Referência da Música (Tijuca) 07 - Jeff Gardner: Homenagem a Johnny Alf 08 - Trem Vocal 09 - Júlia Vargas 10 - Equale: Homenagem a Dorival Caymmi 12 - Sarau dos Sambistas 14 - Eduardo Ponti

Bar dos Descasados (Santa Teresa) 07 – Ed Motta 14 – Toni Garrido 21 – Sandra de Sá

Aparelho (Centro) 07 - Ricardo Dias Gomes / Joana Queiroz 09 - Anjos de Vidro / Mara Rúbia 11 - Michel Temer Trio / Test (SP) 14 - Winter (EUA) / My Magical Glowing Lens (ES) 16 - LoveJoy / Ênio Berlota & A Nóia Coletivo Machina (Centro) 07 - Astro Venga / Lunares 09 - Test (SP) / Entropiah (ESP) / Jessica Worms / Sorry For All (SP) 14 - Blastfemme / Lâmmia 15 - Tailten / Punching Namard 23 - LoveJoy / Cidade Chumbo Motim (Centro) 08 - Talude / Chico de Barro / SLVDR 09 - Rawph / Warmest Winter / Lacerda 10 - Quasar / Eliminadorzinho / gorduratrans 16 - Desgraça / Yukio

CCBB 09 - Orquestra Bom Me Quer Paquetá e Corais da Escola de Música Villa-Lobos 15 - Nilze Carvalho 16 - Farra dos Brinquedos 16 - Madrugada no Centro: Rico Dalasam / Minha Luz é de Led 17 - Folia de Reis Céu na Terra BNDES 06 - Vicente Paschoal 07 - Alaíde Costa Convida Turíbio Santos 13 - Paulo Bellinati & Cristina Azuma 14 – Guinga

Festival Wine Jazz, Bossa & Blues Inverso Restaurante (Jockey Clube) 06 - Maurício Einhorn & Jefferson Gonçalves & Gabriel Grossi 07 - Azymuth 08 - Wagner Tiso & Victor Biglione

Festival Novas Frequências 06 – Audio Rebel: Louis Laurain (FRA) / Luisa Lemgruber & Gabriela Mureb & Sanannda Acácia 07 – Oi Futuro Flamengo (16h): Dewi De Vree & Patrizia Ruthensteiner: Magnetoceptia (performance sonora) 07 – Lagoa Rodrigo de Freitas (17h): Dewi De Vree & Patrizia Ruthensteiner: Magnetoceptia (performance sonora) 07 – Audio Rebel: Jeremy Gara (CAN) / Flores Feias 08 – Igreja do Carmo (Lapa): William Basinski / Dewi De Vree & Patrizia Ruthensteiner 09 – Parque Lage: Chelpa Ferro: Acusma para Crianças 09 – MAM: 09 - Nicolas Field & Pontogor: To The Bone (performance sonora) 09 – Local não divulgado: Festa O/NDA: Acid Arab (FRA) / Aïsha Devi (SUI) / Carrot Green / Stellar OM Source (FR) / grassmass apresenta: Coisas - a synth tribute to Moacir Santos / Deo’Jorge 10 – Sala Mário Tavares (Centro): Chelplexx (Chelpa Ferro + Duplexx) / ensemBle baBel plays Christian Marclay (CH)

Íris Festival (Rio City Lab / Santo Cristo) 27 - Roberta Nistra / Sambanosso / DJ MAM & Sotaque Carregado / Agytoê 28 - Beach Combers / Bloco Cru / Bloco Toca Raul 29 - New Kids on The Bloco / Bloco Fogo & Paixão / DJ Sany Pitbull

Circuito SESC 07 – Tijuca: Zé Bigode - Participação: Thiago El Niño 09 - Duque de Caxias: Sotaque do Nordeste 09 - Nova Iguaçu: Expresso Santiago 10 - Madureira: Carlos Dafé 10 – Engenho de Dentro: Zé Bigode - Participação: Thiago El Niño 10 - São Gonçalo: Dorina 12 - SESC Ginástico: Frejat 16 - Niterói: Sotaque do Nordeste 16 - Nova Iguaçu: Leoni 17 - Nova Iguaçu: Dorina 17 - São Gonçalo: Sotaque do Nordeste

MIXXX: 7 - Laura Lagub - Participação: Marcela Mangabeira – Teatro Café Pequeno 07 - Cidade Negra – Shopping Village Mall 07 - Mari Blue - Participação: Duda Brack, Mihay, Zé Ibarra – Rock Experience / Lapa 07 - Hare Festival Psicodélico: Eletrotupiniquim – Hareburguer Leblon 08 - Camila Costa & Rubinho Jacobina – Casa Igba / Santa Teresa 08 - Banda Nós 3 – Teatro Ziembinski 08 - 1º Cortejo Pré-Carnaval Maracatu Baque Mulher – Casa Nem / Lapa – Indo até a FEBARJ 08 - Ensaio Aberto do Bloco Planta na Mente – Largo dos Arcos da Lapa 08 - IZA / MC Sabrina / Drik Barbosa / Filhas de Bamba / DJ Ingrid Nepomuceno – Unidos da Villa Rica / Copacabana 08 - BudxRio: Manie Gang / TechnoBrass – Bar do Nanam / Praça Tiradentes 09 - Festival Hippie Punk Beatnik: Ventura / Igor Anti-Projeto / Ramyrez 77 / Mau Presságio / Atentado 70 / AMEOPOEMA – Centro Cultural Toca Raul – Duque de Caxias 09 - Festival Trama: Luíza Boê / Kosmo Coletivo Urbano / Jamelão Sound System / DJ Eloy Vergara – Malha / São Cristóvão 09 - Orquestra Petrobras Sinfônica: Thiller Sinfônico - Homenagem a Michael Jackson – Theatro Municipal 09 – Arthus Fochi Trio – Parque das Ruínas / Santa Teresa 09 - Festival Rock no Parque: Espinoza / Lenhadores – Arena Dicró / Penha 09 - Quasar / Chico de Barro / Eliminadorzinho – PEGA / Duque de Caxias 09 - AtitudExtrema / Tereza Bicuda / Universo Inverso – Arena Renato Russo / Ilha do Governador 09 - Luísa Lacerda & Carlos Chaves – Casa de Esquina / Grajaú 09 - Braza – Lona Carlos Zéfiro / Anchieta 09 - Contando Bicicletas – Estúdio Fórum 09 - CharmeBloco - Praça Marechal Âncora / Praça XV 10 - Festival Hippie Punk Beatnik: Fanfarra Locomotiva da Baixada – Centro Cultural Toca Raul / Duque de Caxias 10 - Letrux (pocket show) – Ahlma / Leblon 10 - Headbanger Fest: Nervosa / Siriun / Vorgok – La Esquina / Lapa 10 – Rio Na Rua: Melim - Posto 8 / Leblon 10 - Bloco Cru - A Volta! - Parque dos Patins / Lagoa 12 - Noite Faro: Castello Branco – FM Hall 12 - Festival Realmente Som: Sinara – Ganjah Lapa 13 - Roda de Samba do Fundo de Quintal - Participação: Maria Rita & Sombrinha – Cacique de Ramos 13 - Mario Adnet & Paulo Jobim: Jobim Sinfônico – Sala Cecília Meireles 13 e 14 - Mariene de Castro & Almério (POR) – Teatro XP Investimentos / Lapa 14 - Funarte Plural: Alvaro Lancellotti – Teatro Glauce Rocha / Centro 15 - Varanda Suspensa: Fausto Fawcett & Omulu – Parque Lage 15 - Tavinho Paes - Lançamento do livro "Bob Dylan - A Liberdade que Canta": Arnaldo Brandão, Fred Nascimento, Cash Crash, Marcela Sperandio & Cecilia Spyer, Bayard Tonelli – Estúdio Hanói / Botafogo 15 - Duda Brack & Rodrigo Garcia – Ganjah Lapa 15 - Guilherme Arantes – Teatro Oi Casa Grande 15 - Laboratório do Éter – La Carmelita / Lapa 16 - Raf F. Guimarães / AlBaca / Two Step Flow – Estúdio Hanói / Botafogo 16 - Braza - Lona Jacob do Bandolim / Jacarepaguá 16 - Two Step Flow / Força & Honra / Blind Freedom / Gambrinus 74 – Praça do Pinheiro / Jacarepaguá 16 - Alcione - Participação: Maria Bethânia & Bateria da Mangueira – Ribalta / Barra da Tijuca 17 - Festival Boca do Rock: Diabo Verde / Nove Zero Nove / We Are The Revenge – Lira de Ouro / Duque de Caxias 17 - Taurus / Nervochaos / Coldblood / Velho – La Esquina / Lapa 17 - Matanza / Diplomatas – Lona Jacob do Bandolim / Jacarepaguá 17 - Festival Arena Alternatiba 2: Dwo / Alter / Indivíduo K / Altopo – Arena Chacrinha / Pedra de Guaratiba 22 - O Último Baile do Bené: Flora Matos / MC Marcinho – Viaduto de Madureira 27 - George Israel - Baretto Londra / Fasano 30 - Pré-Reveillon POPline: IZA - Espaço Sacadura / Saúde

Vila Encantada de Natal, que chega ao Rio a partir de 8/12 (6af), nas cidades de: Caxias (8/12, 6af); Itaboraí (9/12, sáb); São Gonçalo (10/12, dom); Casimiro de Abreu (15/12, 6af); Rio das Ostras (16/12, sáb) e São Pedro da Aldeia (17/12, dom). A caravana itinerante chega na cidade com uma carreta-palco imensa, a equipe realiza uma oficina de enfeites natalinos com a população, enfeitam - com o que produziram - a praça onde acontecerá a apresentação de cinema e teatro ao ar live, todos com a temática lúdica e afetuosa do Natal. ______________________________

A SÉTIMA edição da Mostra de Cinema Polonês, acontece de quarta-feira dia 6 a 11 de dezembro no CCBB de São Paulo após passar pelo Rio e Brasília. Com curadoria da historiadora de arte Ewa Zukrowska (polonesa residente em SP), o evento presta homenagem ao diretor e roteirista Juliusz Machukski, aclamado como o "rei da comédia" pelos críticos de seu país e exibe sete de seus filmes. Entre os títulos inéditos no país tem "Sexmissão", que quando estreou em 1983 levou 12 milhões de poloneses ao cinema.

FEIRA RETOKE: uma ótima oportunidade para as compras de Natal, com três edições em dezembro, a partir deste primeiro fim de semana do mês de dezembro, neste sábado, 2/12, na Lapa. As outras edições da feira colaborativa, que reúne moda, decoração, arte, gastronomia, saúde, beleza e novas tendências do Rio, acontecem na Barra, dia 9/12 e, na Tijuca, nos dias 15, 16 e 17/12.

Abertura da exposição de fotografias de Raymond Depardon, “Un moment si doux”, no dia 1º de novembro. Depois de passar por Paris e Buenos Aires, o CCBB Rio recebe as 170 fotografias de diferentes cores e formatos tiradas na Europa, África e América Latina, incluindo o Brasil. Ate 22 de janeiro. qua-seg 9am-21pm. Grátis.

Escola de Cinema Darcy Ribeiro/rj apresenta Mostra de Cinema Leila Diniz Em comemoração aos 15 anos da escola e a inauguração da Sala de Dramaturgia Leila Diniz   Entrada franca ESCOLA DE CINEMA DARCY RIBEIRO Sala de Dramaturgia Leila Diniz Rua da Alfândega, 5 – Centro - Rio de Janeiro

Entre os dias 13 e 18 de dezembro, acontecerá a 12ª edição do Festival Internacional de Cinema Feminino – FEMINA - no Centro Cultural Banco do Brasil do Rio de Janeiro. O evento é realizado pelo Instituto de Cultura e Cidadania Femina que, desde 2004, se dedica a exibir longas, médias e curtas-metragens dirigidos por mulheres e/ou com temática feminina.

Retrospectiva do Cinema Brasileiro reúne a diversidade da produção nacional no CineSesc/SP e abre exposição: “Ozualdo Candeias, Fotografias” - 07/12/2017 O CineSesc realiza a 18ª edição da Retrospectiva do Cinema Brasileiro durante todo o mês de dezembro (de 07/12 a 03/01/2018). Nesta edição, a curadoria foi realizada pela montadora de cinema Cristina Amaral, do crítico de cinema Chico Fireman e a equipe do CineSesc. Foi selecionado o total de 55 filmes, sendo 26 longas-metragens de ficção, 24 documentários e cinco curtas- entre os 141 filmes lançados no período. Na abertura da 18ª edição da Retrospectiva do Cinema Brasileiro será exibida a cópia restaurada do filme A Margem, de Ozualdo Candeias, e exposição:

“IRMÃOS MAYSLES – A DISCIPLINA DO OLHAR“ exibirá 30 filmes, entre curtas, médias e longas, e promoverá debate e masterclass de 30 de novembro a 13 de dezembro na Caixa Belas Artes, em São Paulo. A mostra tem o patrocínio da CAIXA e do Governo Federal.

CIRQUE DU SOLEIL CHEGA AO RIO DE JANEIRO COM ESPETÁCULO INÉDITO, NO PARQUE OLIMPICO Após temporada de sucesso em São Paulo, AMALUNA estreia no Rio de Janeiro dia 28 de dezembro
ARCADE FIRE NA FUNDIÇÃO: A BANDA CANADENSE ARCADE FIRE SE APRESNTA NO DIA 08/12 (SEXTA) NA FUNDIÇÃO PROGRESSO, COM SHOW DA TURNE 'INFINITE CONTENT'. NO SÁBADO, 09, SE APESNTA NA ARENA ANEHMEBI/SP. NO RIO, O SHOW TEM ABERTURA DA BOMBA STEREO.

SNARKY PUPPY A BANDA DE MODERN JAZZ SE APRESENTA 15/12, NO CIRCO VOADOR ABERTURA: Pandeiro Repique Duo com part. Carlos Malta e Gabriel Grossi

A Bela da Tarde, longa de Luis Buñuel Clássico de Luis Buñuel retorna ao cinema com distribuição da Zeta Filmes, em Cópia Restaurada – Estreia dia 07/12/2017 - 50 anos!

SOLID ROCK: a participação da banda Lynyrd Skynyrd no Solid Rock (Curitiba, Pedreira Paulo Leminski, dia 12/12; São Paulo, Allianz Parque, dia 13/13; e Rio de Janeiro, Jeunesse Arena, dia 15/12) acaba de ser CANCELADA por motivos pessoais da banda. No lugar, Cheap Trick será a banda que fará parte do lineup, junto do Deep Purple e Tesla. Mais informações sobre devolução de ingressos serão divulgadas em breve.

(colaborou @DonnieDarko73);

Blog Archive

Buscar

About Me

tom leão
Vanuatu
amigo dos amigos, amante de música, cinema, boa comida, de pedaladas e caminhadas
View my complete profile
Powered by Blogger.

Popular Posts

Translate

Followers