Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Dezembro, 2016

AS INEVITÁVEIS LISTAS:

VOU COMEÇAR A DROPAR AQUI, ALGUMAS COISAS QUE ACHEI BACANA EM 2016 (SERÁ UM WORK IN PROGRESS, MUDA A MEDIDA EM QUE FOR ME LEMBRANDO):



FILMES: TRAIN TO BUSAN/INVASÃO ZUMBI (MELHOR FILME COM ZUMBIS QUE VI EM SÉCULOS), A BRUXA (BOO!), THE GREEN ROOM (TENSO BRAGARAY), ELLE (MAIS UM THRILLER AMORAL DO PROVOCADOR VERHOEVEN, COM ATUAÇÃO MAGISTRAL DE ISABELLE HIPPERT), O ABRAÇO DA SERPENTE (UMA VERDADEIRA TRIP, É DE 2015, MAS SÓ PASSOU AQUI ESTE ANO), KUBO, AQUARIUS, CAFE SOCIETY, O HOMEM NAS TREVAS, A CHEGADA, THE HANDMAIDEN, HELL OR HIGH WATER, SING STREET...

SHOWS: BLACK SABBATH (ESPEREI A VIDA TODA PRA VER OZZY COM SEUS VELHOS CAMARADAS, SÓ TINHA VISTO COM DIO); GARBAGE (ESPEREI 20 ANOS PRA VER A SHIRLEY MANSON DE PERTINHO. E FOI UM SHOWZAÇO!). NA GRINFGA, NAO VI SHOW, MAS PEGUEI AQUELE EXPO DO BOWIE, QUE JA TINHA PASSADO EM SP.


TV: VEEP. SILICON VALLEY, GOT (A TRINCA HBO DE SEMPRE), TODA A GANGUE DA DC TV (ARROW, FLASH, LEGENDS OF TOMORROW), GOTHAM (UM DC FORA DA GANG), LOVESICK, THE OA, ST…

RED É A COR MAIS QUENTE

CERTA TARDE, MEADOS DOS 90S, FUI A SPIDER. O RODRIGO, ASSIM QUE ME VIU, SACOU UM CD NOVO E ME DISSE: 'TU VAI GOSTAR DISSO'. ERA O PRIMEIRO ALBUM DO GARBAGE. FUI PRA CASA. BOTEI PRA TOCAR. E NAO PAREI PELO DIA, SEMANA E MES INTEIRO. UM ALBUM PERFEITO, DO COMEÇO AO FIM, NOS ARRANJOS, NAS LETRAS, NA PRODUÇAO. BUTCH VIG ERA O MENTOR. MAS O PULO DO GATO ERA A VOCALISTA SHIRLEY MANSON. UMA ESCOCESA RUIVA, DONA DE UMA BOCA LINDA, DE VOZ IDEM. PAIXÃO TOTAL E INSTANTANEA, POR ELA E PELA BANDA.



ENTAO, A META ERA VER UM SHOW DO GARBAGE. NUMA IDA A LONDRES, PERDI NO ASTORIA, CHEGUEI UM DIA DEPOIS! MAIS ALGUNS ANOS, PERDI DE NOVO, PQ SERIA DIAS DEPOIS DE MEU RETORNO (DESTA VEZ, NA BRIXTON ACADEMY, A BANDA JA TINHA CRESCIDO DE PUBLICO). GARBAGE QUASE CONFIRMADA, POR ALGUMAS VZS NO TIM FEST. NUNCA FECHOU. ACABARAM VINDO AO BR, PARA UM PLANETA TERRA, EM SP. EU TAVA DOENTE (OU DE PLANTÃO, ERA A MESMA COISA). ALEM DO MAIS, NAO QUERIA FESTIVAL, A LUZ DO SOL. TINHA QUE SER PERTINHO. E ESCURO.



CERCA…