NA COVA DO LEÃO

Saturday, September 24, 2011

20 ANOS ESTA NOITE


Atualmente, rock virou um conceito abstrato. Tanto que dá nome a um mega festival, que pouco tem de rock no cardápio. No entanto, ele ainda existe. E esteve presente, sob a forma mutante de psicodelia e eletronica, no show comemorativo dos 20 anos do album 'screamadelica', da banda escocesa primal scream, na noite de sexta-feira, 24 de setembro de 2011, no circo voador (rj). justamente a data exata do lançamento do álbum, 20 anos atrás, no reino unido. foi um show magnifico de uma banda que ainda tem o que dizer, liderada por uma especie de filho bastardo de mick jagger, o franzino e diabolico bobby gillespie, que nunca perdeu a sua aura rocker.

Conceitualmente, 'screamadelica' é a obra sintese da geração raver pos-madchester, quando o rock alternativo encontrou a eletronica e a psicodelia (e o ecstasy), paralelo aos happy mondays e cinco minutos antes dos chemical brothers. Portanto. ele foi concebido como uma viagem lisergica, que termina justamente com 'come together', naquela hora em que o E ja bateu e todos se abraçam fraternalmente no fim da gig (o auge da viagem é durante 'higher than the sun', cujo meio caótico foi concebido pela galera do The Orb). Mesmo ja meio fora de contexto, o conceito continua lá: o de alterar, provocar e 'ecstasiar' a plateia. Mesmo que numa versao levemente reduzida (so veio a cantora de apoio principal, um musico extra e nenhum laser ou telão de led), o principal estava lá: a música. e a banda. E o rock. E o resto é conversa fiada.

O que importa foi que o PS continua mandando bem, com quase 30 anos de estrada nas costas (e, vale lembrar, da primeira vez que aqui estiveram, num Tim Fest, arrasaram geral com um show demolidor do album 'Xtrmntr'), mostrando as bandinhas cool e efemeras de hj em dia com quantos riffs e atitude se faz uma banda de rock. Curiosamente, mais da metade da plateia do Circo era criança na época em que 'Screamadelica' foi lançado e, provavelmente, so ouviu ou conheceu as musicas agora ou no dia do show, o que mostra que, uma obra de qualidade, é perene. E, para a molecada q hj em dia acha q ficar doidão é se entupir de vodka e tomar bala sem proposito, 'Screamadelica' é o show perfeito pra se fazer isso direito...
Monday, September 19, 2011

O DESTINO FINAL?


Um dos filmes de terror mais originais e assustadores da última década foi "Final destination" (aqui, 'Premonição', como tantos outros). O titulo original fazia um trocadilho com aquele aviso que vemos nos aeroportos, sobre o destino final dos voos, ja que a premonição do filme de James Wang era sobre um acidente aéreo, inspirado naquele fatidico da TWA, que aconteceu em Nova York. Nele, um jovem ve tudo acontecer, pouco antes de o voo decolar, e acaba sendo expulso da aeronave pelo tumulto que causa, levando junto com ele alguns amigos e uma professora. Ele fazia parte de um grupo de 40 alunos que iam a Paris para uma excursão educativa do colégio.

Acontece que, minutos depois, o acidente previsto acontece e o cara fica marcado como freak. No entanto, ele descobre no decorrer dos fatos, que não se pode enganar a morte, de que existe um esquema em que todos estamos encaixados e nao podemos escapar dele. Assim, os que não se foram no avião, vão tendo mortes bizarras fora dele. A ideia deu tão certo que o filme, que seria unico, acabou rendendo uma serie. E esse esquema (não se pode adiar o dia de sua morte) vai se repetindo nos filmes posteriores, que, aos poucos, vão ganhando tintas de humor. No segundo, há um espetacular acidente numa freeway (um dos melhores que já vi no cinema), na parte 3, é a vez de um acidente numa montanha-russa, e no quarto -- e pior de todos -- a premonição acontece numa pista de corrida stock-car, sendo este filme o primeiro da série em 3D.

'Premonição' é um dos raros filmes de terror juvenil em que não há um assassino de fato, o que o faz nao se encaixar no genero slasher movie, posto que não há um matador com uma faca na mão, nem nenhuma ameaça do tipo. O assassino é a própria morte, sem rosto. O curioso é que o arauto do ceifador é Tony Todd (de 'Candyman'), um sinistro funcionário de necrotério que dá as dicas sobre o que está se passando, e só nao aparece no filme 4. Nesta (provável) ultima parte, que estreia aqui dia 23 de setembro -- e tem a melhor cena de acidente desde a do segundo filme, desta vez numa ponte pensil -- temos a impressão de que ele é mais do que isso.

Para os fãs (como eu) deste divertido e assustador prazer culpado, o quinto capítulo apresenta um desfecho sensacional, que faz todo o sentido e está diretamete ligado com o primeiro filme, além de apresentar em cada morte, elementos que remetem a cenas de todos os filmes da série. Se não é nenhuma obra de arte -- e os atores estão longe de ser minimamente bons, com umas exceções aqui e ali --, 'Final destination' cumpre o que promete. Esperamos que, desta vez, novamente em 3D, seja realmente o fim. Do jeito que terminou, só apelando absurdamente.

*recentemente foi lançado o primeiro em blu-ray, e em suas cenas deletadas, notamos que aquele seria um filme fechado, sem continuação, o que as cenas excluidas deixam bem claro. No entanto, após sessões-teste que levaram a mudança de seu desfecho, e com o resultado nas bilheterias (é barato e dá retorno), não teve como evitar. Isso, nem a morte evitaria =)

Monday, September 12, 2011

PJ20



No auge do grunge, ou vc era fã do Nirvana ou do Pearl Jam, as principais bandas do 'movimento'. Eu preferia a turma do Cobain do que a do Eddie Vedder, apesar do PJ ter derivado das bandas seminais que deram no grunge de Seattle, Green River e Mother Love Bone. Mas tirei um pouco de meu partidarismo depois de ver 'Pearl jam 20", que terá lançamento mundial no próximo dia 20 de setembro (terça-feira), marcando os 20 anos de carreira da banda. Nessa data, a MOBZ promove nos cinemas de todo o país a exuibição do documentário, que conta a bem sucedida trajetória da banda. O filme foi dirigido pelo nativo de Seattle e ex-jornalista de música Cameron Crowe (de rock movies essenciais como 'Singles' e 'Almost famous'). A première foi dia 11 de setembro, no Festival Internacional de Cinema de Toronto.

Embora meio chapa-branca, o doc é bem mais interessante do que o recente dos Foo Fighters, que nao tem propriamente uma história para contar e gira em toro de seu gerente, o Dave Grohl. O PJ tem, bem como seus integrantes. Contudo, o doc fala do caso ticketmaster, ams nao mostra o que aconteceu depois (eles ainda recusam o ticketmaster?), apenas cita que a banda lançou varios cds ao vivo para evitar a pirataria (nao diz quantos nem o que a gravadora deles, a Sony acha disso) e nao entrra nos detalhes dos projetos solo de Vedder, incluindo sua parceria naquele filme do Sean Penn, 'into the wild' (na natureza selvagem). No memso dia do lançamento do filme, 20 de setembro, chega às lojas de todo o mundo pela Sony Music um álbum duplo, que traz os grandes hits da banda, faixas inéditas, demos, dentre outras surpresas. Quem perder o doc no cinema, seu lançamento em DVD sera no dia 20 de outubro.

As vendas para a exibição já começaram no site WWW.PEARLJAM.MOBZ.ME e também nos sites e bilheterias dos cinemas do país. O circuito confirmado até o momento inclui as seguintes cidades: Rio de Janeiro (RJ), São Paulo (SP), Barueri (SP), Campinas (SP), Ribeirão Preto (SP), São José dos Campos (SP), São José do Rio Preto (SP), Uberlândia (MG), Brasília (DF), Goiânia (GO), Porto Alegre (RS), Florianópolis (SC), Blumenau (SC), Maringá (PR), Salvador (BA), Belém (PA), Maceió (AL), São Luis (MA), Manaus (AM) e Cuiabá (MT). No Brasil, quem promove a exibição do show é a MOBZ. Além disso, a banda formada por Eddie Vedder (vocal e guitarra), Mike McCready (guitarra), Stone Gossard (guitarra), Jeff Ament (baixo) e Matt Cameron (bateria e percussão), se apresenta no Brasil em novembro, em São Paulo (dias 3 e 4, no Estádio do Morumbi), Rio de Janeiro (dia 6, na Praça da Apoteose), Curitiba (dia 9, no Estádio do Paraná Clube) e em Porto Alegre (dia 11, no Estádio do Zequinha). Esta é a segunda passagem da banda pelo Brasil, que em 2005 fez cinco apresentações no país, nas mesmas capitais.

trailer:

http://youtu.be/GzI8OhR0IVY

Sunday, September 04, 2011

O RIO TÁ TRANSBORDANDO?

A questão não é mais porque amamos (e odiamos) São Paulo, como diz materia de capa da Veja Rio da semana (a enésima materia do genero), mas pq estamos passando a odiar o Rio, mesmo morando aqui. No passado, ja tive a opção de morar em SP, tenho familia la e passava algumas ferias com as tias, mais tarde passei a frequentar a paulicéia pra ver os shows que aqui nao vinham (e ainda nao vem) e, pra mim, SP é o outro lado da cidade (chega-se lá de aviao mais rapido do que a Barra de carro em dia de semana), nao vejo como rival, nunca vi. O Rio me cativa pq tem paisagem, horizonte, e tinha tbm um povo cordial e simpático. Não tem mais.

O que vejo, cada dia mais, na cidade, é gente mal educada, grossa, sem paciencia, que não sabe atender, e uma galerinha que se acha demais, mas não é nada, vive só num bairro, numa esquina. Além disso, o povo é sujo, nao obedece regras basicas de convivencia em grupo, o transito aqui fica cada dia mais caótico, aumentou o numero de veiculos, a infra nao acompanhou, transporte publico ta cada vez pior (o metro nao leva a pontos basicos e obrigatorios como aeroporto, barcas ou rodoviaria!), a inflação ta galopante e a tal qualidade de vida que a gente tinha, que era o maior trunfo em relação a SP (e suas inversoes termicas), ta indo pelo ralo, mesmo tendo uma praia linda a 15mins de bike pra quem mora do lado de cá do tunel (essa cidade é dividida). O Rio é lindo por natureza, pq, arquitetonicamente é um lixo, tirando a parte antiga da cidade (mal conservada), construiram tudo de qq jeito nos demais bairros. Nem a Barra, que podia ser um bairro modelo, tem rede de esgotos (apesar de abrigar em sua maioria condominios de luxo), o que está matando suas belas lagoas.

O Rio teve UFC, jogos Pan, vai ter Copa e Olimpiadas e mais um tanto de coisas, mas, vendo a cidade com os olhos de turista, tudo aqui é mal sinalizado, nao muito seguro, nao se fala ingles nos locais onde isso seria obrigatorio, o que acontece ao turista para uma simples visita ao Corcovado é uma vergonha e agora ainda teve a tragedia do bondinho de Santa Teresa, ate o serviço de barcas que era bacana, ta cada vez pior, e a reestruturação das linhas de onibus nao retirou veiculos das ruas, aumentou a frota, pq a mafia dessas empresas é pior do que a de Al Capone. Prevejo um colapso, o caos para essa cidade pequena e espremida entre o mar e a montanha para ate o final desta decada. Ainda bem que, quando tudo isso passar/acabar, ainda restarao as suas belezas naturais, que ja estavam aqui bem antes de nós...

NA CIDADE

JANEIRO TEM DUAS FACES:

CASAS & SHOWS: Circo Voador 19 - Samba Rap Festival: Elza Soares / Karol Conka 20 - Samba Rap Festival: Emicida / Jongo da Serrinha / Bateria da Império Serrano 25 - Phoenix (FRA) 26 - Vanessa da Mata / Fióti / DJ Incidental 27 - Barão Vermelho

Fundição Progresso 19 - BaianaSystem 20 - Tim Music no Samba: Xande de Pilares & Mumuzinho - Participação: Bateria do Salgueiro 26 – Johnny Hooker / Letrux 27 - Nando Reis

Teatro Odisseia 21 - Radnor With Lee (EUA) 28 - Demon Hunter (EUA) / Pantokrator (SUE)

Teatro Riachuelo 16 - Leila Pinheiro: Voz & Piano 23 - Ed Motta: Baile do Flashback 30 - Laila Garin & A Roda

Teatro Rival 20 - João Bosco: Voz & Violão 25 - Angela Ro Ro 26 - Bloco Sargento Pimenta 27 - Geraldo Azevedo: Voz & Violão

Audio Rebel 16 - Adaury Mothé Trio 17 - Rafael Rocha Quinteto 28 - N.D.R. / Triunfe / Dissonância 29 - Ana Baird & Camila Costa: Perigosas

Espaço Sérgio Porto 18 - Sinara 25 - Karine Carvalho: Galega Hits

Sala Baden Powell 19 - Sempre Livre / Sylvinho Blau Blau / Dr. Silvana & Cia. 20 – Nelson Sargento 21 – Banda do Síndico 24 - João Donato - Participação: Carlos Lyra & Roberto Menescal & Marcos Valle 25 - Mario Adnet: Jobim Jazz 26 – Marcos Ariel 27 – Cris Delanno 28 - Azymuth

Beco das Garrafas 17 - André Gonçalves 18 - Lu Oliveira 19 - Georgiana de Moraes & Fernanda Cunha & Camilla Dias: Homenagem a Vinicius de Moraes (20h) 19 - Joyce Cândido: Homenagem a Elis Regina (22h30) 20 - Hélio Delmiro (21h) 20 - Maíra Freitas & Taís Feijão (22h30) 21 - Dóris Monteiro 24 - Rosana Sabença 25 - Conexão Rio: Homenagem a Tom Jobim 26 - Amanda Bravo: Homenagem a Durval Ferreira - Participação: Paulinho Trompete, Mauricio Einhorn, Rosana Sabença, Billy Blanco Jr., Thaís Fraga 27 - Hector Costita & Joseval Paes 31 - Maria Luiza

Casa de Cultura Laura Alvim 16 - Dani Black 21 – Pedro Mann 23 - Davi Moraes 28 – Qinho Canta Marina Lima 30 - Matheus VK

Teatro Café Pequeno 18 – Verônica Sabino 25 – Elisa Queirós

Blue Note Rio 16 - Big Gilson 17 - Roberto Menescal 18 - Gabriel Moura 19 - Daniel Jobim & Daniel Boaventura: Homenagem a Tom Jobim & Frank Sinatra 20 - MPB-4 23 - Escalandrum (ARG) 24 - Mayer Hawthorne (EUA) 25 - Wanda Sá & Gilson Peranzzetta & Mauro Senise: Homenagem a Tom Jobim & Vinicius de Moraes

KM de Vantagens Hall 19 – Molejo & É O Tchan – Participação: Ludmilla 20 - Ney Matogrosso: Atento aos Sinais

Imperator 23 - Jazz Pras Sete: Chico Costa & Quarteto Artilheiro 24 - Quartas Brasileiras: Cordão da Bola Preta 27 - Forró Lánalaje: Marcelo Mimoso Trio / DJ Edna Carvalho 28 - Bloco Pipoca & Guaraná 31 - Toquinho: Voz & Violão - Participação: Camilla Faustino

Centro de Referência da Música (Tijuca) 17 - Ellen de Lima & Reginaldo Bessa: Homenagem a Lamartine Babo 18 - Rosa Marya Colin - Participação: Jefferson Gonçalves 19 - André Gabeh 17 - Eduardo Dussek 24 - Quinteto em Tom Maior 25 - Rosane Corrêa: Homenagem a Ella Fitzgerald 26 - Daíra: Homenagem a Belchior 31 - Ana Egito

Baile do Digitaldubs - HUB (Santo Cristo) 21 - Cedric "The Congos" Myton (JAM) 28 - Mad Professor & Aisha

Música no Deck - Barraca do Pepê (Barra da Tijuca) 20 – Filipe Ret 21 – Kell Smith 27 – Um 44k 28 – Luiza Possi Barra Blues Festival 26 - Sergio Diab Stratoman / Projeto Soul Jazz / Ana Egito / Alamo Leal Blues Groover’s / Corcel Mágico 27 - RJ Café / UniJazz Brasil / The Blue Fever / Sergio Rocha / Serra Blues Trio 28 - André Barroso / WestSide Blues / State of Blues / Victor Biglione Festival Downtown Sunset - Shopping Downtown (Barra da Tijuca) 20 – Gabriel O Pensador 27 – Biquini Cavadão

Rio Rock & Blues - Rock Experience (Lapa) 19 - Titanossauros / Conexão Japeri 20 - Love & The Lovers / The Loreleis 26 - The Smiths Cover 27 - Pedro Santana Trio / Elemento Surpresa / A Bolha Revisited

Circuito SESI 24 - Centro: Fhernanda Fernandes - Participação: Nana Kozak, Sandra Duailibe, Clarisse Grova, Ninah Joh, Andréa França

MIXXX: 17 – Matheus VK – Teto Solar / Botafogo 19 - Maratona Black - Baile Charme – Gafieira Elite / Centro 19 - O Rappa: Tour de Despedida – Quadra da Mocidade / Padre Miguel 20 - Festival Rock in Brisa 4: 90 Contos / Cosmobox – Espaço Tequila´s / Guaratiba 20 - Playmobille / Tem Amor – La Esquina / Lapa 20 - Indivíduo K / Cândido / Banheiro Azul – O Pecado Mora ao Lado / Praça da Bandeira 21 - Aniversário de 57 Anos do Cacique de Ramos 21 - Festival Lona Rock Sunday: Memora / The Outs / Corcel Mágico – Lona Terra / Guadalupe 21 - Lu Oliveira – Praia de Conceição de Jacareí / Mangaratiba 26 - Laurent Garnier (FRA) 26 - Bloco do S Convida KL Jay – Fosfobox / Copacabana 27 - Slide / Sollarium / Fresno / Glória / Strike - Clube Tamoio / São Gonçalo 27 – Matanza – Arena Fernando Torres / Parque de Madureira 27 - Visibilidade Transvestigenere - Beco Encantado: Mulher Pepita & MC Xuxu – Beco do Rato / Lapa 28 - Festa Divina Circus: IZA – Clube 4 Linhas / Bento Ribeiro 28 - Bloco Eficiente: Inclusão Se Faz Com Várias Mãos – Praça Paris / Glória 28 - Facing Fear / Stuff / Cidade Nua – Rock´N Beer Pub / São Gonçalo

exposição de fotografias de Raymond Depardon, “Un moment si doux”. Depois de passar por Paris e Buenos Aires, o CCBB Rio recebe as 170 fotografias de diferentes cores e formatos tiradas na Europa, África e América Latina, incluindo o Brasil. Ate 22 de janeiro. qua-seg 9am-21pm. Grátis.

FESTIVAL DE CULTURA DIGITAL: De 18 a 20 de janeiro, quinta a sábado, acontece no CCBB RJ DIGI – Festival de cultura digital, uma mega programação que inclui imersão, reflexão e diversão. Tem até shows geek. quinta, 19 de janeiro, às 21h, apresentação da orquestra Ritornello de Jedi, com repertório de trilhas musicais de videogames, séries e desenhos, com cordas e vozes, e arranjos exclusivos. O objetivo é dar acesso à formação clássica com temas musicais do cotidiano. sexta, 20 janeiro, às 21h, é a vez de The Screeners, banda que faz releituras rock ’n’ roll de trilhas sonoras clássicas do cinema, de videogames, séries de TV, desenhos animados. É tudo grátis, das 9 às 21h.

MOSTRA NA CAIXA CULTURAL RIO DE JANEIRO EXIBE O CINEMA DE HAL HARTLEY Programação reúne todos os 14 longas do diretor americano, além de debate, sessões comentadas e um curso de roteiro cinematográfico de 23 de janeiro a 4 de fevereiro de 2018 (terça a domingo)

O Ministério da Cultura, o Centro Cultural Banco do Brasil e a Associação de Críticos de Cinema do Rio de Janeiro apresentam a 14ª Mostra Melhores Filmes do Ano Além das exibições dos filmes, a mostra traz homenagens e catálogo especial com textos sobre os filmes e as iniciativas cinematográficas que fizeram a diferença em 2017 De 24 de janeiro a 1 de fevereiro
PROG IN BRASIL: Carl Palmer, Premiata Forneria Marconi, estarão no Brasil em 2018, se apresentando nas cidades de Belo Horizonte, Porto Alegre, Rio de Janeiro e São Paulo, como parte da Top Cat Concert Series 2018. Os italianos do Premiata Forneria Marconi CHEGAM EM ABRIL. O grupo de rock progressivo, formado em 1971, vem lançar seu novo álbum 'Emotional tattoos', e também vai tocar seus clássicos. Maio vai trazer o baterista do Emerson, Lake & Palmer e também do Asia, Carl Palmer, com seu tributo ao ELP.Show promete surpresas com algumas participações especiais de peso.

No dia 24/jan, começa no CCBB SP a mostra Sonora: Ennio Morricone, que homanageia o maestro no ano que completa 90 anos. Ao todo, serão exibidos 22 filmes que têm a marca musical do maestro.

Nico Rezende fará show em homenagem a Chet Baker dia 26/01 no Blue Note. Aliás, esse ano completa 30 anos da morte do Chet!!! 2018 marca o trigésimo aniversário da morte de Chet Baker. Nico Rezende presta homenagem ao trompetista no palco do Blue Note Rio, no dia 26 de janeiro (sexta), para apresentar alguns clássicos imortalizados por Baker. Estão no programa canções como ‘Time after time’, My funny valentine’ e ‘There will never be another you’.

RU PAUL´S DRAG RACE TOUR: Em 2018, as drag queens de RuPaul's Drag Race vão levar a turnê oficial do reality-show, WERQ THE WORLD TOUR, para a terra do “Come to Brazil”! Michelle Visage vai comandar a apresentação no Brasil e todos os shows contarão com performances ao vivo de algumas das drag queens mais inesquecíveis de RuPaul's Drag Race, entre elas, as recém-divulgadas participantes da terceira temporada de All Stars, Shangela e Kennedy Davenport. Outras fan favorites devem marcar presença, como Detox, Kim Chi, Violet Chachki, Valentina e Peppermint. Ainda haverá um pré-show com DJ set e performance de Lady Bunny, a drag queen que é uma lenda da cena noturna de Nova York. 23/FEV TEATRO BRADESCO/RJ

(colaborou @DonnieDarko73);

Blog Archive

Buscar

About Me

tom leão
Vanuatu
amigo dos amigos, amante de música, cinema, boa comida, de pedaladas e caminhadas
View my complete profile
Powered by Blogger.

Popular Posts

Translate

Followers