Pages

Thursday, April 28, 2011

MY XING-A-LING


Em tempos em que os smartphones deixam voce rastreavel pelas companhias que os vendem (o que foi revelado na semana passada e admitido por apple, sony e google), nada como ter um generico que nao faz parte dessas empresas e traz mais recursos por preço menor. Porisso que, enqnto nao troco meu cell oficial (estou com um LG com windows mobile ha dois anos) catei um xing ling no camelódromo por 100 contos. Pq? se perder, no prob. Ele tem um look que imita blackberry e vem com sintonizador de tv, de fm dois chips, duas cameras, duas baterias e faz o básico (liga, passa torpedo, entra na internet por wap ou html). Versátil, não?

Ele se chama Q5, apenas (várias marcas china o vendem sob diferentes aspectos) e destaca-se por ter falantes externos muito poderosos. a parada toca realmente alto como nenhum outro. a primeira vez que liguei o som sem os fones até tomei um susto. por isso esse visu na parte de trás, com uma guitarra e estilo de caixa de som. No geral, funciona bem. mas se vc vai ver TV (pega todos os canais abertos + uhf) ou ouvir rádio por mais de meia hora, a bateria vai rápido. dai vir com duas. é sempre bom estar com a reserva no bolso para o caso de ficar sem carga vendo TV. Para carregar/descarregar musicas e imagens/videos, basta conecta-lo na porta usb de seu pc e ele aparece como um drive externo, sem precisar instalar pgm algum. lindo.

E, principal, é facil de usar (consigo manipula-lo só usando a mão esquerda) e intuitivo. só tem aquele look gráfico meio brega, comum aos produtos chino. Os toques são bregas tbm, mas basta carregar ou catar algum tercho de música do toca mp3, é rapido e fácil de fazer isso. no mercado existem varios aparelhos similares, com mais ou menos recursos (este tem bluetooth, mas nao wifi, p ex) e custam, em media, entre $120 e 200, dependendo do site/lugar. lá no camela deu para barganhar e chegar a 100 redondos (era 120). o bizarro é q ele nao vem com manual, tem q descobrir mais detalhes/recursos em foruns na internet. Bem xing-ling =)

*dica: se vc tiver aquele carregador basico de nokia, ele aceita. assim, vc usa o usb apenas para conectar no pc e nao desgasta a entrada. xou!
Wednesday, April 27, 2011

I SHOULD BE SO LÓKI


Está aberta a temporada de filmes de super-heróis do ano com "Thor", que estreia nesta sexta (29/abril) aqui, e só uma semana depois nos EUA. Depois dele, teremos filmes com Lanterna Verde, Capitão América e o esperado dos Vingadores, entre outros. Então, fica a pergunta: conseguirá o deus do trovão segurar a onda dos filmes que o seguirão?

A resposta é: sim. Embora a projeção e som do Cinemark Botafogo, onde rolou a cabine, tenha tudo para derrubar o filme (evitem ver lá), ele sai-se bem. O diretor inglês Kenneth Brannagh se ateve mais ao lado da mitologia nórdica (que carrega muito do que Shakespeare depois escreveria a partir dos nobres ingleses e europeus), e passa mais tempo em Asgard; e, com Anthony Hopkins como Odin (e enfim livre de seus tiques de Lecter), constroi um bom filme em cima das lendas, dando-lhe um leve toque de ciência-ficção, tratando Thor quase como um E.T.

Pega um pouco o fato do cast ser americano e pouco europeu (e até o guardião ficou negro, por causa de cotas). Faltam qualidades nórdicas/europeias aos asgardianos, e o elenco terráqueo, mesmo tendo Natalie Portman, atua com certa preguiça e fica mal inserido nas cenas feitas na cidade cenográfica. Loki tem o toque de loucura e, ahan, afetação que lhe cabe (ele ja era assim nas hqs), mas o elenco, no geral, nao fica a altura do filme; que, aliás, pode ser visto na versão normal, já que o 3D atrapalha um bocado as cenas de ação (e escurece a projeção). Economize uns trocados.

Não é nenhum 'Iron Man' (não deu pra entrar tanto nos personagens ainda, não rolou nem o clima entre lady Sif e Jane, por exemplo), mas não dá vergonha como 'Elektra' e 'Demolidor'. Resta saber se Thor superará o Capitão América nas bilheterias. Pelo menos na peitarra, Steve Rogers tem mais chester do que Don Blake =)

Sunday, April 24, 2011

ONDE OS FRACOS NÃO TEM VEZ



Nunca tive paciência para ler os grandes livros de fantasia medieval. Quando adolescente, pulei "O senhor dos anéis" e esperei anos pela satisfatória trilogia de Peter Jackson, depois de um longa em desenho incompleto do Ralph Bakshi. Mas gosto do tema/clima. Um de meus desejos ainda não realizados é ir até as highlands e ficar no meio daquela névoa nas paisagens inclinadas. Nunca tinha ouvido falar nos livros "A game of thrones", do George R.R. Martin (o unico George Martin que conheço é aquele óbvio) até que bati os olhos no primeiro episódio da adaptação de seu livro para a nova série da HBO, "Game of thrones", que estreou nos EUA na semana passada e chega aqui na próxima semana.

A partir do episódio piloto da série (e sem nunca ter lido uma linha dos livros), já dá para ver que vem coisa muito boa por aí, nessa saga sobre sete reinos que são comandados por um único trono. Tanto que, após a exibição nos EUA, a série já teve a sua próxima temporada garantida, coisa que nem "Roma" teve. A produção é fantástica, e suplanta muito filme atual. Já dá para sacar que vem aí uma trama com muita luta, sangue, mortes, sexo (incluindo incesto) e até infanticidio. Mas sem a vulgaridade quase pornô de "Spartacus" (que é divertido, num modo meio trash/camp), porque há um bom enredo em volta, bom texto, bons atores, bons diálogos. Por ora é só o que dá para dizer. O indefectível Sean Bean e uma Lena Headey loura estão lá. E os White Walkers, também. Vai valer acompanhar, já que não ha nada igual na TV atual. Melhor ainda se for em alta definição, no HBO-HD

*update: o segundo episódio deixou claro que esta já é a melhor nova série do ano, sem duvida. E o terceiro, só consolidou isso.
Thursday, April 21, 2011

VC TEM MEDO DE FANTASMAS?


Cético sou desde criancinha. Porisso, nunca acreditei em fantasmas, vida apos a morte, santos e coisa e talz. Com o tempo, passei a gostar de filmes de terror e sobrenatural, talvez pra ver ate onde isso vai. Ou seja, nunca tive medo de fantasmas, nem de holy ghosts. Mas alguns filmes tocam no tema e quase te fazem recapitular. Um deles foi 'Poltergeist'. Depois, raros foram os filmes de fantasmas legais, que não apelassem só para os efeitos especiais e trilha climática. Porisso, curti o simpatico e barato (estimados US$ 1, 5 mi, ja faturou 35mi só nos EUA em duas semanas) 'Insidious' (aqui, 'Sobrenatural'), da dupla que criou o 'Saw/jogos mortais' original, James Wan e Leigh Whannell, que estreia nesta sexta-feira. A dupla conseguiu fazer um eficiente filme de terror com censura pg-13 nos eua e sem atores conhecidos. Tipo, nao tem nenhuma cena muito escabrosa, mas dá aquele medinho básico.

No começo, parece q vai ser mais um tipico filme de casa mal assombrada: casal com tres filhos muda-se para casa algo sinistra e começam a ter visoes. um dos filhos, misteriosamente, entra num tipo de coma que a ciencia nao consegue explicar. O casal muda-se de casa, as aparições continuam, e eles contratam uma medium e dois ghostbusters hi-tech pra tentar explicar o que se passa. Ai, o cético (no caso, o pai da familia) se manifesta contra e acha aquilo tudo uma palhaçada. Eu tbm achei. Só que, ai, as coisas começam realmente a soar bastante bizarras. E com boas explicações e um crescendo muito bem construido (sao tres as reviravoltas da trama), o filme vai muito bem ate o seu final. Derrapa por uma dispensavel ceninha extra bem na ultima parte, que, mesmo assim, lembra de leve a de 'Arrasta-me para o inferno', de Sam Raimi.

Cansado que estou de filmes com muito barulho e pouco conteudo, este simpatico filme B de fantasmas à moda antiga ate que me fez ficar preso na cadeira prestando bastante atenção. A grana e a fama nao fizeram mal a dupla Wang/Whannell (este, como fez no primeiro Saw, tbm é um dos personagens do filme, Specs) e, se vc, como eu, acha a serie 'Atividade paranormal' um grande engodo, vai sair bastante satisfeito da sessão de 'Insidious'. Afinal, eu nao acredito em fantasmas, mas eles bem que podem existir como algum tipo de energia solta por ai...

Monday, April 18, 2011

MISFITS TOCOU O TERROR NO CIRCO

Finalmente o Rio viu um show do Misfits, que já havia estado em SP duas vzs nos últimos anos. E no lugar certo, o Circo Voador, que estava lotado num domingo a noite, com mais da metade do publico à carater, com camisetas com o logo ou a caveira da banda. Contemporâneos dos Ramones (punk 77), o Misfits faz punk rock hey ho let´s go (músicas rapidas e intensas) com acento de filme terror trash. A começar pelo visual/maquiagem de seus integrantes, que, dos originais, atualmente só conta com Jerry Only (voz/baixo), que ganhou na justiça, do fundador Glen Danzig (ele mesmo) o direito de usar o nome da banda na justiça. E valeu à pena.

O show no Circo pode ser chamado de histórico porque, além de cantarem mais de '500' músicas super aceleradas em cerca de hora e 15 de terror (todos os crássicos estavam lá), por conta do background do guitarrista Dez Cadena, ainda fomos brindados com duas músicas do Black Flag (onde Cadena ja tocou), as detonantes 'jealous again' (uma das punk songs q mais ouvi na vida!) e o hino 'rise above' (do clássico álbum 'damaged'). Tipo, botaram pra fuder. A massa humana não parou de agitar um só minuto, enquanto a banda mantinha o pique, com alta qualidade de som e produção. Afinal, profissionalismo é uma das marcas registradas do Misfits.

Só resta dizer o óbvio: quem gosta desse tipo de som e não foi, perdeu.
Thursday, April 14, 2011

WHATS YOUR FAVORITE SCARY MOVIE?

O meu, eu não sei. São tantos (psycho? the shining? evil dead?). Mas de uma galerinha que tava adolescendo no final dos anos 90 foi "Scream" (aqui, "Pânico"), a maior criação de Wes Craven desde Freddy Krueger. O grande lance do filme foi a sacada de brincar com os clichês dos terror teen até então (Jason e cia e suas regras conservadoras) e, assim, conquistar a plateia que curte esse tipo de filme de cara. Deu tão certo que o filme B fez sucesso mundial e virou cult. Ganhou uma sequência feita com mais grana (e tão boa quanto) e, depois, uma segunda continuação muito ruim. Tanto que quase matou a série e a botou na geladeira por dez anos.

Até que chega 'Scream 4', que é uma espécie de remake/revisita ao original, com as devidas atualizações e meta piadas. Por isso, nem é bem um filme de terror, nem um terrir. É tipo um filme de referência para fãs, com as também devidas citações aos clássicos antigos e recentes (de 'Peeping Tom' a "Shaun of the dead'). E, desta vez, a crítica é em cima dos chamados torture porn (Saw e cia) e os novos meios (webcams, redes sociais) são usados, obviamente.

Mas, no geral, é apenas ok. A virada final é boa, não muito óbvia -- eu só suspeitei bem próximo do momento da revelação --, mas o que pega mesmo no filme é a falta de clima e as péssimas atuações, embora não se espere shakespeare nesse tipo de trama. Mas é dose ver a canastrice de neve campbell, david arquette e das novas estrelinhas (hayden padeira, de heroes, com um cabelinho horrivel) e a bela sobrinha de julia roberts, emma. A abertura (falsa) do filme, no entanto, é bem divertida. É para ir ver com a galera, rir e advinhar a próxima cena/cadáver.

*e qual seria o seu filme de terror favorito?

Wednesday, April 13, 2011
Tuesday, April 12, 2011

RAPIDINHAS

*Último show do U2 no Brasil será transmitido ao vivo pelo portal Terra (u2.sonora.terra.com.br) e pela rádio OIFM, nesta quarta-feira, dia 13.

*Último show do White Stripes (realizado em julho de 2007, no Mississipi), será lançado como um álbum ao vivo, em CD e vinil. Depois virá um DVD.

*O guitarrista Johnny Marr (ex-Smiths), saiu da banda The Cribs para empreender carreira solo.

*Animação 'Rio' faz mais de US$ 55mi internacionalmente em seu fim de semana de estreia, ficando em primeiro lugar em mais de 40 países. Estreia nos EUA será nesta sexta, dia 15.

*Ramilson Maia, Mary Fê e Apavoramento Soundsystem farão shows no Geração Eletrônica 2.0
Saturday, April 09, 2011

THE NATIONAL: EMOTIONAL

Poucas bandas ainda conseguem me arrebatar e emocionar nos dias de hoje. Uma delas é a americana The National, que, pela segunda vez no Brasil (a primeira foi num TIM, abrindo MGMT), fez um show emocional e emocionante no Circo Voador, na noite de sexta-feira, 8 de abril de 2011. Com cinco discos lançados, eles chegaram ao auge com o último, "High violet", que respondeu por 10 músicas do show. Isso num tempo em que bandas vivem, basicamente, de hits de seus primeiros álbuns e raramente tocam mais de duas musicas de discos novos em shows.

No show do TIM, eu só conhecia a banda vagamente, de faixas isoladas dos discos Boxer e alligator. Mas eles me ganharam ao vivo. Comecei assistindo ao show da arquibancada, desci, e em 15 minutos já estava lá no gargarejo descobrindo melhor Matt Berninger (que assina as letras da banda) e sua maravilhosa voz de barítono - é o melhor cantor nesse clima introspectivo desde Nick Cave. E, embora as batidas e viradas da banda lembrem os arranjos e estilo de Stephen Morris, do Joy Division, eles não chegam a ser góticos. Apenas gostam de se vestir de preto e caminhar por um lado mais sombrio da poesia.

Em cerca de hora e meia de show (com uma seção de sopros menor do que os acompanha nos EUA), Berninger - um cantor genuinamente emocionado ao vivo - foi se embriagando lentamente de vodka. A ponto de cambalear e até mesmo cair por cima de uma caixa de retorno em dado momento. No final da noite, uma música levada de forma acústica, Vanderlyle crybaby geeks, foi cantada em côro pela plateia e terminou a apresentação de forma arrepiante. Novamente, The National me arrebatou. E à todos os que lotaram o Circo Voador para vê-los...
Wednesday, April 06, 2011
Monday, April 04, 2011

LOLA MONTÉS, A MULHER DOS MIL AMANTES

Graças a Criterion e a internet, pude, enfim, ver a versão restaurada e definitiva de 'Lola Montés', um daqueles filmes obrigatórios no currículo de cinéfilos. Na verdade, eu vi uma cópia relançada no Paissandu, em algum momento dos 80s, só que não lembrava de absolutamente nada. Apenas que era um filme fascinante e grande, feito para ser visto em telão Cinemascope. Agora, tive de ver em 47 polegadas, mas numa cópia de blu-ray muito boa. Além disso, a versão Criterion traz o filme montado do jeito q o diretor Max Ophüls (que morreu logo após) queria, e não como foi lançado nos cinemas em 1955, em ordem cronológica. E que, na época, foi um fracasso.

O filme conta a história (real) da cortesã Lola Montés (na verdade, uma irlandesa nascida Eliza Rosanna Gibert), que, através da arte da dança e da sedução (tinha corpo e rosto lindos), foi amantes de nomes como o compositor Franz Liszt e do rei da Baviera -- the power of the pussy --, até acabar a farra e se exilar nos EUA, onde virou atração circense (!). As pessoas iam lá para ver a mulher à frente de seu tempo, que botou a Europa a seus pés e provocou revoluções. Além da entrada para o espetáculo, pagavam um dólar (do Séc. 19) só para pegar em sua mão!

Sua vida é contada num picadeiro de circo, com numeros que reproduzem alguns momentos que estão sendo narrados se intercalando com cenas em flashback. Da para notar onde foi que o Baz Luhrman se inspirou para fazer certas cenas de 'Moulin Rouge'. O filme (que rola em francês, alemão e inglês) é uma cascata de cores, sequencias muito bem feitas, cenários e visuais maravilhosos (de fazer babar galera de foto e moda). O diretor, em seu primeiro e unico filme colorido, foi perfeito em sua reconstituição de época e ao dar um toque pessoal à narrativa.

A atriz principal, Martine Carol, foi quase uma reencarnação de Lola, uma femme fatale francesa dos anos 1940 e 50, que teve vários casos famosos (e uma série de filmes em que interpretava mulheres sexy e decididas) e saiu de cena após a chegada de Brigitte Bardot; Morreu cedo, 47 anos, supostamente suicídio (o qual ja havia tentado antes do filme, o seu maior sucesso), já que ela não suportava ficar velha e ver a sua beleza ir embora. Era realmente estonteante...

*detalhes sobre a restauração em: http://www.filmforum.org/films/lolamontes.html

Drive Angry - Trailer HD

NA CIDADE

MAIO-NESE:

CASAS E SHOWS: Circo Voador 18 - Sonata Arctica (FIN) 19 – Ira! Folk 20 – Mano Brown  26 - Amon Amarth (SUE) / Abbath (NOR) 27 – Lô Borges: Disco do Tênis (1972) / Dônica

Fundição Progresso 20 - Mic Master Brasil: Marcelo D2 / Haikaiss / Classe A / Casa Onze DJs

Teatro Rival 17 – Rival Rebolado 18 – Dream Team do Passinho Canta e Dança Jackson 5 20 – Festa Los Britânicos 25 – Jay Vaquer  26 – Mulheres de Chico 27 – Festa Baby Boom 31 – Martha Moreno

Teatro Odisseia 21 - Garage Fuzz (SP) / Diabo Verde / Plastic Fire / Reckoning Hours / Cannon of Hate / NDR

Vivo Rio 19 – Mariza (POR) 20 – Diogo Nogueira 26 – Renaissance: Songs For All Times 27 – Roberta Miranda

Theatro Net Rio 17 – Chiara Civello 24 – Gottsha – Participação: Marya Bravo 31 – Edson Cordeiro

Beco das Garrafas 17 – Bottle´s Bar: Laura Finocchiaro

Audio Rebel (Botafogo) 18 - Quintavant: Ricardo Pereira  19 – Anjos de Vidro / Chico Brown 20 - Boobarellas / Korja / Os Carburadores / Gambrinus 74  25 - Quintavant: Chelpa Ferro 28 - Phone Trio / Coffeemakers / The Last Whale

Espaço Sérgio Porto (Humaitá) 18 – Posada / Mantuano Trio 19 – Ventre / Mahmed 25 – CEP 20.000 26 – Sinara 

Rio Arena 25 - Ed Sheeran (ING) Teatro Bradesco 25 – João Bosco

Metropolitan 20 – Capital Inicial Acústico 24 – Jose Carreras 27 – Maiara & Maraísa

Imperator 17 – Quartas Brasileiras – Homenagem a Dick Farney: Zé Luiz Mazziotti & Itamar Assiere – Participação: Áurea Martins 18 – Scalene / Alarmes 24 – Goldherança: Golden Boys / Trio Esperança / Evinha Planet Music (Cascadura) 27 – Esteban Tavares / Amplifica / Plano B

Lona Jacob do Bandolim (Jacarepaguá) 19 - Danilo Caymmi 20 – Menores Atos / La Ville / Na Panela / Roterdan Lona Carlos Zéfiro (Vista Alegre) 27 – Banheiro Azul Lona Gilberto Gil (Realengo) 19 - Eliana Printes

Casa Levi´s (Botafogo) grátis 19 – 19h: Concurso de Bandas 20 – 20h30: Erasmo Carlos

Pub Panqs (Tijuca) 20 - Márvio Ciribelli - Participação: Mylena Ciribelli (21h - R$ 20) Ruínas (Praça Tiradentes) Quintall Rock (22h20 – grátis até 23:30, 10 após) 18 - Facção Caipira 25 - Os Vulcânicos

Teatro Eva Herz / Livraria Cultura 27 - Carol Naine (19h - R$ 30) Casa do Choro (Centro) 17 e 18 - João Cavalcanti & Marcelo Caldi (19h - R$ 40) 24 - Aurélie & Verioca (19h - R$ 40) Museu de Arte do Rio 18h – R$ 6 26 - MAR de Música: Boogarins (GO) / Festa Manie Dansante

Caixa Cultural 25 a 27 – Tom Zé (19h – R$ 20) Circuito SESI 26 - Duque de Caxias: Clarice Falcão (20h - R$ 34) 26 - Jacarepaguá: Mulheres em Pixinguinha (21h - R$ 12) 27 - Jacarepaguá: Clarice Falcão (20h - R$ 34) 27 - Duque de Caxias: Mulheres em Pixinguinha (20h - R$ 12)

MIXX: 20 - Qinho Canta Marina Lima – Soma Hub / Duque de Caxias (18h – R$ ) 20 - Baile Charme de Madureira: 27 Anos – Viaduto de Madureira (22h – R$ 10 1º lote, 15 2º lote) 20 - Paranoia Musique: Cubüs / Poëtika – Espaço Multifoco / Lapa (23h – R$ 20) 20 - Cacife Clandestino – Boiler Rio / Centro (23h – R$ 40 1º lote, 50 2º lote) 20 - 20 Anos do Heavy Duty: Unnature / Evil Inside / Último Sopro / Ambstract – Praça da Bandeira (23h – R$ 10) 21 - Canto Cego – Centro Cultural Laurinda Santos / Santa Teresa (13h – R$ 20) 21 - Contando Bicicletas / Chico de Barro / Relva – Santê Hostel / Santa Teresa (13h – R$ 15) 21 - Lithos Rock Fest: Pumpkinhead / Mavericks / Purano – Calabouço / Vila Isabel (19h – R$ 10) 21 - Hip Hop Lapa – Rua Joaquim Silva (16h – grátis) 21 - Qinho Canta Marina Lima – Mormaço / Nova Iguaçu (18h – grátis) 21 - Rock Fest: Golpe Certo / Old Kitchen / The Queen And The Jacks – Espaço Bel Maciel / Maria da Graça (18h – R$ 10) 24 - Luciana Mello – FM Hall / Centro (19h – grátis) 24 - Renaissance: Songs For All Times – Teatro Municipal de Niterói (20h – R$ ) 27 - Esteban Tavares / Amplifica / Plano B – Planet Music / Cascadura (17h – R$ 25 1° lote, 35 2° lote, 45 na hora) 27 - Festa Demons Over Gotham – Porto Pirata / Praça da Bandeira (22h – grátis) 

 VEM AI: Festival Varilux de Cinema Francês 2017 De 7 a 21 de junho em mais de 55 cidades brasileiras (informações sujeitas a alteração): Águas Claras (DF), Aracaju (SE), Barretos (SP), Barueri (SP), Belém (PA), Belo Horizonte (MG),Blumenau (SC), Buzios (RJ), Brasilia (DF), Campinas (SP), Caxambu (MG), Campo Grande (MS), Caxias do Sul (RS),Caxambu(MG), Cotia (SP), Cuiabá (MT), Curitiba (PR), Florianópolis (SC), Fortaleza (CE),Foz do Iguaçu (PR), Goiânia (GO), João Pessoa (PB), Juiz de Fora (MG), Jundiaí (SP), Londrina (PR), Macaé (RJ), Maceió (AL), Manaus (AM), Maringá (PR), Mossoró (RN), Natal (RN), Niterói (RJ), Nova Friburgo (RJ), Pelotas (RS), Petrópolis (RJ), Porto Alegre (RS), Recife (PE), Ribeirão Preto (SP), Rio de Janeiro (RJ), Rio Verde (GO),Salvador (BA), Santa Maria (RS), Santos (SP), São Carlos (SP), São José dos Campos (SP), São José do Rio Preto (SP), São Luiz (MA), São Paulo (SP), Theresina (PI), Vitória (ES), Volta Redonda (RJ)

RENAISSANCE VEM AO BRASIL EM 2017   Com quase 50 anos de estrada, o grupo que foi pioneiro do rock progressivo britânico vem ao Brasil em maio de 2017. Curitiba (Teatro Guaíra), dia 24, São Paulo (Espaço das Américas) no dia 25, Rio de Janeiro (Vivo Rio) no dia 26, Porto Alegre (Auditório Araújo Vianna), dia 27, e Belo Horizonte (Palácio das Artes), dia 28

ULTRA BRASIL ANUNCIA A PHASE 1 DE SEU LINEUP PARA A EDIÇÃO 2017 ADAM BEYER, ALESSO, ARMIN VAN BUUREN, DAVID GUETTA, JAMIE JONES, JOSEPH CAPRIATI, SASHA & JOHN DIGWEED e THE MARTINEZ BROTHERS SERÃO HEADLINERS FESTIVAL ACONTECE NOS DIAS 12, 13 E 14 DE OUTUBRO NO SAMBÓDROMO DO RIO

_______________________________________________________ O Cine Joia Copacabana, em parceria com o Instituto Goethe/rj, começa a exibir a partir do dia 18 de maio, indo até o dia 31 de maio, sete filmes alemães inéditos em mais uma edição da Mostra Joias do Cinema Alemão. Nessa 4a edição, novamente com curadoria da equipe de Programação do Cine Joia, o projeto volta a trazer filmes alemães inéditos no circuito carioca e que nunca chegaram ao circuito exibidor brasileiro.



Circuito Estação NET de Cinema e Cinemateca do MAM apresentam: Exposição CINEMA EM CASA: Equipamentos do acervo da Cinemateca do MAM. A partir de 23 de fevereiro, no Estação NET Botafogo de 23 de fevereiro a 23 de agosto 2017 Horário de visitação: 14h às 22h Entrada franca

UMMAGUMA THE BRAZILIAN PINK FLOYD VOLTA AO PALCO DO METROPOLITAN   Considerada pela crítica como o melhor cover do Pink Floyd no Brasil, a banda faz show no dia 19 de maio com a turnê You Gotta Be Crazy.

Mostra 'As marionetes de Jirí Trnka': Caixa Cultural RJ exibe filmes do "Walt Disney do Leste Europeu", inéditos no Brasil, a partir de 16 de maio



Aventura Antonioni   Retrospectiva completa do cineasta italiano Michelangelo Antonioni com  curtas e longas-metragens, documentários e ficções, além de aula magna e debate                     CCBB Rio de Janeiro – 26 de abril a 22 de maio                    CCBB São Paulo – 26 de abril a 22 de maio | CineSesc (SP) – 11 a 17 de maio                   CCBB Brasília – 3 a 29 de maio  
(colaborou @DonnieDarko73);

Blog Archive

Buscar

About Me

tom leão
Vanuatu
amigo dos amigos, amante de música, cinema, boa comida, de pedaladas e caminhadas
View my complete profile
Powered by Blogger.

Popular Posts

Translate

Followers