Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Fevereiro, 2012

GUIA DO BICICLETEIRO DAS GALÁXIAS

Cada vez mais ciclovias e ciclofaixas são criadas nas grandes cidades. E, claro, com isso aumenta tambem o numero de ciclistas. Acontece que, estes ainda nao levam, a serio a bicicleta como um veículo, e, na maioria das vezes, ignoram as mais simples regras de transito e convivio humano. Como pedalador frequente, vou dar alguns toques aqui. Para bicicleteiros e pedestres.
A primeira regra, e a mais simples de todas: ANDE SEMPRE PELA DIREITA. é incrivel que a mais simples e basica regra para se conduzir qq tipo de veiculo (pelo menos nos paises que nao usam mao inglesa) seja bastante ignorada pelos bikers -- e os que fazem entregas fazem isso até no meio da rua, pegando pedestres desavisados que estao olhando para o lado que vem os carros; é chato q os pedestres nas ciclovias tbm nao fazem a sua parte, ajudando a causar acidentes bizarros. Já escapei de varias colisoes frontais por causa disso. O biker precisa tbm sinalizar de alguma forma (com as maos é rapido), qndo vai parar ou virar…

GUIA DO BICICLETEIRO DAS GALÁXIAS

Cada vez mais ciclovias e ciclofaixas são criadas nas grandes cidades. E, claro, com isso aumenta tambem o numero de ciclistas. Acontece que, estes ainda nao levam, a serio a bicicleta como um veículo, e, na maioria das vezes, ignoram as mais simples regras de transito e convivio humano. Como pedalador frequente, vou dar alguns toques aqui. Para bicicleteiros e pedestres.
A primeira regra, e a mais simples de todas: ANDE SEMPRE PELA DIREITA. é incrivel que a mais simples e basica regra para se conduzir qq tipo de veiculo (pelo menos nos paises que nao usam mao inglesa) seja bastante ignorada pelos bikers -- e os que fazem entregas fazem isso até no meio da rua, pegando pedestres desavisados que estao olhando para o lado que vem os carros; é chato q os pedestres nas ciclovias tbm nao fazem a sua parte, ajudando a causar acidentes bizarros. Já escapei de varias colisoes frontais por causa disso. O biker precisa tbm sinalizar de alguma forma (com as maos é rapido), qndo vai parar ou virar…

HUGO/MÉLIÈS: A MAGIA DO CINEMA

Lembro muito bem do dia em que vi uma pelicula pela primeira vez. Era festa de aniversario de amigo e estavam exibindo desenhos em super-8. Devia ter uns 7, 8 anos. Fiquei fascinado com aquilo tudo: o filme, o projetor... No desenho, Pateta caia de uma arvore num abismo. Quando acabou, pedi para ver o rolo do filme e, peguei nas maos, a pelicula. E vi a sequencia inanimada que, projetada, dava vida à animação. Foi paixão à primeira vista pelo mundo do cinema, a melhor magica de todas.
Muitos anos depois, estou na sala escura vendo 'Hugo', o mais novo Scorsese, cujo trailer nao havia me animado (veja abaixo e, talvez, sentirás o mesmo). Ele passa a ideia de um filme infantil em 3D, e nada mais que isso. No entanto, o filme é muito mais: é a carta de amor do proprio Scorsese à magia do cinema. Ele usa a história do órfão Hugo (baseada num livro) para contar e resgatar a memória de Georges Méliès, o ilusionista francês que viu no cinema a mágica perfeita, e passou a fazer filmes n…

HUGO/MÉLIÈS: A MAGIA DO CINEMA

Lembro muito bem do dia em que vi uma pelicula pela primeira vez. Era festa de aniversario de amigo e estavam exibindo desenhos em super-8. Devia ter uns 7, 8 anos. Fiquei fascinado com aquilo tudo: o filme, o projetor... No desenho, Pateta caia de uma arvore num abismo. Quando acabou, pedi para ver o rolo do filme e, peguei nas maos, a pelicula. E vi a sequencia inanimada que, projetada, dava vida à animação. Foi paixão à primeira vista pelo mundo do cinema, a melhor magica de todas.
Muitos anos depois, estou na sala escura vendo 'Hugo', o mais novo Scorsese, cujo trailer nao havia me animado (veja abaixo e, talvez, sentirás o mesmo). Ele passa a ideia de um filme infantil em 3D, e nada mais que isso. No entanto, o filme é muito mais: é a carta de amor do proprio Scorsese à magia do cinema. Ele usa a história do órfão Hugo (baseada num livro) para contar e resgatar a memória de Georges Méliès, o ilusionista francês que viu no cinema a mágica perfeita, e passou a fazer filmes n…

SEM ESSA, ARANHA!

Em evento realizado simultaneamente em quatro cidades – Rio de Janeiro, Los Angeles, Nova York e Londres – o elenco e os produtores da aventura cinematográfica “O Espetacular Homem-Aranha" (The Amazing Spider-Man, com estreia mundial prevista para 3 de julho) apresentaram aos fãs oito minutos de cenas inéditas do longa que estreia em julho, na sala 6 do Cinepolis Lagoon. Além disso, eles lançaram o novo trailer em 3D do filme. Se o 3D do filme completo for tao bom qnto o do trailer, vai ser o melhor filme live action a usar a tecnica. O diretor Marc Webb abriu o evento de Los Angeles. Em seguida, entrou o time que estava no Rio: a atriz Emma Stone (Gwen Stacy), muito simpatica num vestido azul; e os produtores Avi Arad e Matt Tolmach. A própria Emma chamou o ator Rhys Ifans, que interpreta o vilão Lagarto. Rhys entrou no ar direto de Londres. O último a entrar no circuito internacional foi o astro do novo longa, Andrew Garfield, q fez as meninas na plateia gritarem, histericas.To…

SEM ESSA, ARANHA!

Em evento realizado simultaneamente em quatro cidades – Rio de Janeiro, Los Angeles, Nova York e Londres – o elenco e os produtores da aventura cinematográfica “O Espetacular Homem-Aranha" (The Amazing Spider-Man, com estreia mundial prevista para 3 de julho) apresentaram aos fãs oito minutos de cenas inéditas do longa que estreia em julho, na sala 6 do Cinepolis Lagoon. Além disso, eles lançaram o novo trailer em 3D do filme. Se o 3D do filme completo for tao bom qnto o do trailer, vai ser o melhor filme live action a usar a tecnica. O diretor Marc Webb abriu o evento de Los Angeles. Em seguida, entrou o time que estava no Rio: a atriz Emma Stone (Gwen Stacy), muito simpatica num vestido azul; e os produtores Avi Arad e Matt Tolmach. A própria Emma chamou o ator Rhys Ifans, que interpreta o vilão Lagarto. Rhys entrou no ar direto de Londres. O último a entrar no circuito internacional foi o astro do novo longa, Andrew Garfield, q fez as meninas na plateia gritarem, histericas.To…

O PAPA DO TRASH EH POP

O PAPA DO TRASH EH POP

HAPPY MONGOS

Ficamos felizes quando o agente do Happy Mondays entrou em contato com a gente oferecendo um show pro dia 17 de março. Ainda mais quando vimos que os shows no Brasil seriam os primeiros da reunião da banda. Mas conhecendo o histórico do Shaun Rider, ficamos com um pé atrás. Sequer tínhamos certeza se o publico ainda se ligava em quem era Happy Mondays.Dai colocamos um post no Facebook dizendo que se tivéssemos um determinado numero de likes até o final do dia, fecharíamos o show. Não demorou nem quinze minutos pra atingir esse numero. Movidos pela empolgação, acertamos um preço, fechamos o show e mandamos a primeira parcela do cachet.Desde então varias notícias saíram na imprensa especializada internacional falando da reunião da banda, mas nenhuma citava os shows no Brasil. Achamos que esses shows seriam warm ups, aquelas gigs que as bandas que voltam fazem antes de partir pra uma grande turnê, como se fosse o soft oppening de um restaurante. Mas mesmo não constando do calendário ofic…

HAPPY MONGOS

Ficamos felizes quando o agente do Happy Mondays entrou em contato com a gente oferecendo um show pro dia 17 de março. Ainda mais quando vimos que os shows no Brasil seriam os primeiros da reunião da banda. Mas conhecendo o histórico do Shaun Rider, ficamos com um pé atrás. Sequer tínhamos certeza se o publico ainda se ligava em quem era Happy Mondays.Dai colocamos um post no Facebook dizendo que se tivéssemos um determinado numero de likes até o final do dia, fecharíamos o show. Não demorou nem quinze minutos pra atingir esse numero. Movidos pela empolgação, acertamos um preço, fechamos o show e mandamos a primeira parcela do cachet.Desde então varias notícias saíram na imprensa especializada internacional falando da reunião da banda, mas nenhuma citava os shows no Brasil. Achamos que esses shows seriam warm ups, aquelas gigs que as bandas que voltam fazem antes de partir pra uma grande turnê, como se fosse o soft oppening de um restaurante. Mas mesmo não constando do calendário ofic…