Pages

Tuesday, February 27, 2007

Fechando a tampa

Estive uns dias em Tampa, na Flórida, a trabalho. Fui ver a versão arena do espetáculo do Blue Man, que vem ao Brasil (Rio e SP) em junho. Já os tinha visto em NY num teatrinho off-Broadway, e, na comparação, prefiro o off. Mas o big tbm é bacana. Foi num daqueles ginásios maravilhosos onde rolam jogos de hóquei, basquete e shows (o Justino tocou lá dois dias antes, mês q vem tem a Gwen Stefani), que nao temos sequer parecidos aqui. O show é uma critica bem humorada ao sistema que transforma pessoas e bandas em mitos, rockstars. Eles fazem o show seguindo um manual de como montar uma banda de rock e se dar bem. Só não tem overdose no final (rs). Qnto a Tampa, é uma daquelas bore cities dos USA. Nada pra fazer, a não ser comprar, comer e vegetar. Velhinhos ricos, ninguém nas ruas, aquela perfeição que dá até raiva. Tudo é tão limpinho que a gente (eu e a galera que tava lá, uns jornalistas de SP) ficamos a fim de dar uma mijada na rua e pichar uma parede. Na certa iríamos para Guantânamo (rs). E ainda rolou uma esticada em St. Petersburg, tida como a única cidade do mundo que tem um museu todo dedicado a Salvador Dali (!). Ele existe, mas não deu tempo de conferir. Acabei só vendo pelicanos (muitos). Então, o lance foi relaxar, ver o show, ir no cinema (Ghost rider é apenas ok, mas é melhor do q Elektra e Demolidor, na boa), comprar uns bagulhos (ainda não tinha saido nem o DVD do Borat, nem o CD edição limitada do Arcade Fire). Mas vi o Arcade, ao vivo, no SNL de sábado passado. Tocaram "Intervention" e "Keep the car running". Win tá com o cabelo mais curto. To gostando cada vez mais do disco. Ah, quem abriu o show do BM foi o Mike Relm. Quem? Vá no Google. Ah II: dizem que Tampa é a capital mundial do death metal. Basta ir lá para entender. Não à toa, o Marilyn Manson é de Orlando.
Thursday, February 22, 2007

STEAK TARTAR


TEM UMA NOVA BANDA NA ÁREA CHAMADA LOS BIFE. SOU SUSPEITO PRA FALAR DELES PQ, INCLUSIVE, UM DOS COVEIROS QUE POSTA AQUI COM FREQÜÊNCIA FAZ PARTE DO LINE-UP. ELES ACABARAM DE LANÇAR O PRIMEIRO EP, QUE JÁ ESTÁ DISPONÍVEL NA REDE. MAS, O QUE EU MAIS GOSTEI NELES, ALÉM DESSA CAPA MARAVILHOSA (O NOME DO EP É "AO PONTO"), FOI UMA VERSÃO QUE ELES FIZERAM PARA "OH, MY DARLING CLEMENTINE", AQUELA CANÇÃO QUE O DON PIXOTE CANTAROLAVA E TOCA EM FILMES DE COWBOY. NUNCA TINHA NOTADO COMO ELA ERA TRISTE. MAS A VERSÃO DOS BIFE ESTÁ REALMENTE NO PONTO. E TEM AINDA O HIT-SINGLE "SEREIAS", CANTADO EM PORTUGUÊS, QUE NOS LEMBRA QUE, NA MITOLOGIA ORIGINAL, AS SEREIAS ERAM MONSTROS MALVADOS QUE ATRAIAM E COMIAM OS MARINHEIROS. CONHEÇAM O SOM DO LOS BIFE EM:
http://www.purevolume.com/losbife
http://www.tramavirtual.com/artista.jsp?id=59575
Monday, February 19, 2007

lavando roupa de madrugada


ontem tirei o dia pra ouvir música. alguma coisa para o trabalho da semana como gnarls barkley (numa versão turbinada do cd com dvd de clipes e apresentações na tv), joanna newsom (aquela maluquinha que faz um som tachado como freak folk), pretenders (foram relançados os dois primeiros álbuns em versões remasterizadas e com disco extra de bônus com demos, outtakes e ao vivo, um maná para fãs), revisitei arcade fire novo e lcd soundsystem e coisa e tal. mas, no fim do dia, ao deitar e procurar por morpheus, eis que me vejo viajando na escuridão com o novo disco dos shins, "wincing the night away". veio a primeira, a segunda, a terceira faixa/música, dai não queria parar mais de ouvir e fui sendo conquistado gradativamente. tinha ouvido o disco anterior deles ha uns dois anos, de passagem, e não me disse nada (ou não percebi na hora). dessa vez foi diferente. achei o máximo os pequenos efeitos de som, as variações ritmicas, as letras delirantes. confesso que foi mais ou menos assim que me senti qndo ouvi o arcade fire pela prima volta. com tanta coisa por aí queremdo ser the next big thing, o shins, com alguns anos na estrada e três discos, veio de mansinho e mandou muito bem. vou ouvir mais. e vcs, q acharam?
Wednesday, February 14, 2007

HELL-O, LAPA!


ATENÇÃO COVEIROS FÃS DE ELECTRO E DO DJ HELL. COMO VCS SABEM, O CARA É BRÓDER DE SEU AMIGO ZIGGY, E POR ISSO, ATRAVÉS DE UMA OFERTA GENEROSA DE UM COVEIRO ANÔNIMO, QUE ESTÁ DIVULGANDO O SHOW DE DJ HELL NESSA SEXTA NO CIRCO VOADOR, CONSEGUIMOS A PRIMEIRA PROMO OFICIAL DA COVA:

SEGUINTE: QUEM ESTIVER REALMENTE NA PILHA DE IR VER O CARA NA LAPA (JUNTO COM DEIZE TIGRONA, DIGITARIA, RENATO RATIER E TAL) É SÓ MANDAR UM EMAIL NESTA QUINTA-FEIRA (15/FEV) PARA electrofromhell@gmail.com

AI, NO FINAL DA TARDE DESSA MESMA QUINTA ALGUéM ENTRARÁ EM CONTATO COM OS DOIS COVEIROS QUE VÃO GANHAR UM INGRESSO GRATUITO PARA A GIG. PARA NÃO INFLUENCIAR, EU NÃO TEREI ACESSO A ESTES EMAILS, NEM SABEREI QUEM ESTÁ CONCORRENDO. BELEZA? ENTÃO, A SORTE ESTÁ LANÇADA!!!
Thursday, February 08, 2007

gira dos disquos


e ai? vamos passar em revista alguns dos discos (*) mais quentes do primeiro bimestre?

bloc party - a weekend in the city = no final de 2006 tinha vazado uma versão na rede que não era a definitiva. agora já rola a oficial. mas, ainda assim, é um disco q deixa a desejar. até gostei mais agora, mas acho q as músicas terminam antes de se desnvolver. faltou fôlego.

air - pocket symphony = a sinfonia de bolso do air é bem parecida com o q eles já fizeram antes: músicas etéreas, viajantes, de clima ambient. só q agora tem mais partes vocais e soam um pouco menos eletrônicas. é bacana, mas o air já não apresenta nenhuma novidade.

lcd soundsystem - sound of silver = o disco q mais ouvi até agora. james murphy conseguiu não se repetir e criou um trabalho bem interessante, alternando aqueles grooves caracteristicos e longos com faixas francamente pop e radiofonicas. passou no teste do segundo disco.

arcade fire - neon bible = ainda nao ouvi tanto, mas já deu pra notar que o som dos canadenses está mais trabalhado e os vocais de win lembram bastante os de ian mcculloch do echo & the byunnymen. mas nao repete o clima do segundo, procura novos caminhos.

klaxons - myths of the near future = o álbum de estréia dos ingleses mostra que eles tem bala na agulha e não são apenas modinha. usando samples de acid house com rock, tem o folego que faltou ao novo bloc party. lembra bastante o disco dos infadels, dessa trip new rave.

na fila: os novos dos shins e decemberists, e o primeiro do the good, the bad & the queen. comento em breve. mas andei ouvindo o solo de jarvis cocker (ex-pulp) e achei bacana...

*precisamos criar um novo termo para "disco", já que o objeto fisico conhecido por este nome está agonizando e arquivos de mp3 não tem corpo. qual será o novo nome da parada?
Monday, February 05, 2007

paulo francis foi pro céu

Ontem, completou-se dez anos da morte de Paulo Francis. Na manhã q soube da notícia, foi quase como a da ida de um parente. Fiquei triste paca. Pq foi através dos textos do cara na Folha, e depois no Grobo, q apurei meu senso crítico e aprendi tanto ou mais sobre escrever do que em qq escola. E, nas voltas da vida, tive alguns contatos com o figura. O primeiro, indireto. Uma antiga namorada minha era secretária do cara em NY e me mandava o lixo restante dele (q odiava pop/rock). Então, eu recebia discos, fotos e releases, q me ajudavam bastanta nos primórdios do rio fanzine, sem internet, via malote do jornal. O segundo contato foi direto. Numa ida a NY visitei a redação da Globo pra falar com uns bróders e lá estava Francis pronto para gravar a sua "cabeça" no jornal da noite. Ele deu oi e perguntou quem eu era. Disse: sou amigo da ... ( minha ex). Ele, com desdém: ah, amigo da ... então deve ser do rock! (caprichando em "rrrocckkk"). Depois, deu um sorriso bonachão e puxou papo com minha acompanhante, quase cantando-a (pq ela tava de minissaia). Malandrão. No dia do enterro do cara, fui até o s j batista prestar minha homenagem silenciosa. Nunca fiz isso por figura pública alguma. Até hj não apareceu ninguém sequer parecido com ele no jornalismo local. A leitura de seus textos faz uma falta danada. Ele, aliás, aprovou o nome daquela banda recifense (ainda existe?), paulo francis vai pro céu, apesar de ser roque. Indeed...
Friday, February 02, 2007

Gata nada borralheira


QUE TAL A SCARLETT JOHANSSON DE CINDERELLA?

NA CIDADE

NOVEMBERINAS:

Teatro Odisseia 17 – Siriun / Gutted Souls / Obituary (EUA)  21 – Delain (HOL) 26 - Vanguart / Ariella

Teatro Rival 16 – Tempero Carioca 17 - Eddie 22 – Rival Rebolado 23 – Nelson Sargento 25 – Festa Batmakumba: Abayomy 30 - Festival Norueguês: Sondre Lerche / Greni

Teatro Riachuelo 22 – Golden Boys

Casa Julieta de Serpa (Praia do Flamengo) 19 - Paris Jazz & Blues: Marcio Lott & Charles Marot Trio  26 - Paris Jazz & Blues: Carol Fazu

Coordenadas Bar (Botafogo) 05, 12, 19 e 26 – Pedro Baby & Convidados 21 - Sérgio Rocha Blues Band: Homenagem a Celso Blues Boy Estúdio Fórum (Botafogo) 24 - Sexta Infame: PxExNxE (COL) / Blaspherion / Lástima / Baga

Solar de Botafogo 16 – Paulo Malaguti 22 - Andrea Dutra & Cacala Carvalho & Elisa Queirós: Salto Triplo 24 - Kosmus / Aura / Psilocibina 29 – Gabriel Calisman Audio Rebel 17 - Ostra Brains / ‎Whatever Happened to Baby Jane (ES) 18 - Os Chás / Ente 19 - Altair Martins & Widor Santiago & Marcelo Magalhães Pinto & Didac Tiago & Roberto Rutigliano: Homenagem a Miles Davis & John Coltrane

Theatro Net Rio 27 -  Alessandra Verney  29 – Silva Canta Marisa Monte 

Blue Note 16 - Didier Lockwood Trio (FRA)  17 - Antônio Carlos & Jocafi Convidam Ithamara Koorax (20h)  17 e 18 - Amaro Freitas (22h30) 22 - Banda Zil (20h) 22 - Lina Nyberg (SUE) – Participação: Ilessi (22h30) 23 – Quarteto do Rio & Roberto Menescal – Participação: Joyce & Wanda Sá & Pedro Miranda (20h) 23 – Insula (22h30) 24 e 25 - Kenny Garret Quartet  29 e 30 - Ed Motta: Baile do Flashback

Ganjah Lapa 16 - Samba Que Elas Querem 17 - Anjos de Vidro / Mara Rúbia 22 - Conterrâneos 28 – Theozin

Sala Baden Powell 18 – Boca Livre 19 - Fhernanda Fernandes - Participação: Andréa França, Clarisse Grova, Nana Kozak, Ninah Jo, Sandra Duailib 22 – Doralyce & Maracutaia 25 - Augusto Martins & Paulo Malaguti 26 - João Carlos Assis Brasil & Carlos Navas

KM de Vantagens Hall 17 e 18 – Marisa Monte & Paulinho da Viola

Praça da Apoteose 18 e 19 - DNCE / Bruno Mars

Teatro da UFF (Niterói) 24 a 26 – MPB – a Era dos Festivais: Soraya Ravenle & Edu Krieger & Marcelo Caldi & Fabiano Salek & PC Castilho

Planet Music (Cascadura) 18 - Fugindo da Realidade / De Outono / Fall Back / Visceral Fear / We Are The Revenge  25 - For Annie / Ollie / Colorado / Visceral Fear

Imperator 19 - Folakemi / Jesuton / DJ Marcello MBGroove 20 – Mariene de Castro 21 – Terraço do Imperator: Jazz Pras Sete: Pimenta Jazz Trio 22 – Marcio Gomes 23 – Humberto Gessinger: “A Revolta dos Dândis – 30 Anos” 24 – Cidade Negra Canta Gilberto Gil 25 – Terraço do Imperator: Forró Lánalaje: Trio Ventura / DJ Edna Carvalho 25 – Paulinho Moska 26 - Fafá de Belém (com Manoel & Felipe Cordeiro): Guitarradas do Pará 28 – Coral Imperator

Centro de Referência da Música (Tijuca) 16 – Magali 17 – Carlos Uzêda 18 – Ana Costa & Carrapicho Rangel 21 - Dagô 23 – Felipe Adetokunbo 24 – Nina Rosa & Thiago Kobe 25 – Rodrigo Maranhão & Pretinho da Serrinha 29 – Joyce Cândido Canta Elis Regina  30 – Michel Taski O Pecado Mora Ao Lado (Praça da Bandeira) 15 - Acidez (MEX) / Pós-Sismo / Juventude Maldita (SP) / Dissgrama  18 - Sétimo Andar / Circus / Roterdan / Pilfer

Aparelho (Centro) 18 - Second Come 24 - Felipe Zenicola / Marcos Campello / Lucas Pires  Motim (Centro) 24 - Gragoatá / Vitor Milagres / Daniel Villares

Quintas no BNDES 19h - grátis 16 - Karla da Silva 23 - CDR Style 30 - Sergio Santos

Teatro Glauce Rocha (Centro) 16 - Fábrica Orquestra  23 - Alice Passos & Maurício Carrilho  30 - Olivia & Francis Hime CCBB 18 - Madrugada no Centro: Larissa Luz - Participação: MV Bill & Caio Prado / Festas Soul de Santa, Trap'in, QXO  Museu de Arte do Rio 24 - Sarau do Alemão / Rincon Sapiência

Som no Deck T.T. Burger - Leblon 19h - grátis 16 - Os Camelos 23 - Pimenta Jazz Trio 30 - Qinho

BRASIL EM TRANSE: Com curadoria de Ismail Xavier e coordenação da Sociedade Amigos da Cinemateca, em parceria com a Cinemateca Brasileira e o Cinusp, esta Mostra reúne mesas de debate e exibição de filmes que acontece de 16 de novembro a 1º de dezembro, em São Paulo. CINEMATECA BRASILEIRA

Circuito SESC 17 - São Gonçalo: Cassiano & Trio Beija Flor (16h - grátis) 18 - Copacabana: Guilherme Pimenta Trio (16h - grátis) 19 - São Gonçalo: Monarco (16h - R$ 20) 20 - São João de Meriti: Ed Motta SOLO (16h - R$ 20) 24 - Niterói: De Leve (19h - R$ 20) 25 - Madureira: De Leve (17h - R$ 20) 25 - Ramos: Cassiano & Trio Beija Flor (17h - grátis) 25 - São Gonçalo: Bebeto (17h - R$ 20) 26 - Madureira: Dorina (17h - grátis) 26 - São Gonçalo: De Leve (19h - R$ 20) 29 - Tijuca: Marcelo D2 & SambaDrive (19h30 - R$ 20) 30 - Tijuca: De Leve (20h - R$ 20) ______________________________

MIXX: 17 – Santos – Praça XV 17 - Victor Bertrami Quarteto - Participação: Azymuth, Arthur Maia, Robertinho Silva, Kiko Continentino – Casa com a Música / Lapa 17 - Aether / Tempus Fugit – Lona Elza Osborne / Campo Grande 18 - Festival Rock no Parque: Bala N'Agulha / Dona Penha – Arena Dicró / Penha 18 - Wake The Dead Festival: Surra (SP) / Rats / Der Baum (SP) / Nove Zero Nove – Magé Futebol Clube 19 - Surra (SP) / Plastic Fire / Halé / Triunfe – La Esquina / Lapa

25 – Qinho - Ahlma.CC / Leblon 25 - AcaraJazZ: Bondesom / Juliana Linhares / Doralyce – Rio City Lab / Santo Cristo 26 - Alaska (SP) / Hover / Whipallas – La Esquina / Lapa 26 - Cervical / Mari & The GoodFellas / Facing Fear – Calabouço / Vila Isabel 29 - Baculeju da Sandra de Sá – Teatro Glaucio Gill / Copacabana

o MIMO, que chega a Olinda nesse fim de semana (17 a 19 de novembro).   É a última etapa de 2017 do festival – depois de passar por Portugal, Tirandentes, Ouro Preto, Paraty e Rio de Janeiro –, com 44 atrações gratuitas de música, cinema e educação.

Abertura da exposição de fotografias de Raymond Depardon, “Un moment si doux”, no dia 1º de novembro. Depois de passar por Paris e Buenos Aires, o CCBB Rio recebe as 170 fotografias de diferentes cores e formatos tiradas na Europa, África e América Latina, incluindo o Brasil. Ate 22 de janeiro. qua-seg 9am-21pm. Grátis.

SHOW SOBREGAL - MARCELA MANGABEIRA Dia: 16 de novembro (quinta-feira) Horário: 20h Local: Teatro Municipal Café Pequeno Endereço: Av. Ataulfo de Paiva, 269, Leblon - Rio de Janeiro, RJ Tel.: 2294-4480

50 ANOS DE CARREIRA: Antônio Carlos e Jocáfi convidam Ithamara Koorax Dia 17 de novembro (sexta) Blue Note Rio – Av. Borges de Medeiro, 1424 - Lagoa   SESSÃO: Sessão: 20 horas

Tropicália ganha exposição tech com livre reinterpretação conceitual Nos 50 anos do movimento, na Galeria BNDES   Os artistas Barbara Castro e Luiz Ludwig, do estúdio Ambos&&, apresentam uma livre reinterpretação dos conceitos do movimento tropicalista à luz da arte e da tecnologia. Com a exposição Vamos Comer, estimulam o público a “devorar” experiências sensoriais e orgânicas, incluindo quatro instalações de arte computacional. Ela está aberta a visitações na Galeria BNDES, no Rio, entre os dias 18 de outubro e 1º de dezembro, de segunda a sexta, das 10h às 19h

Parque Villa-Lobos/SP recebe SlowKids em 18 de novembro     Evento gratuito busca desacelerar as crianças do universo tecnológico com um dia inteiro de brincadeiras tradicionais, teatro, literatura e música; “Kombi dos sonhos” será uma das novidades desta nona edição

MOSTRA DE CINEMA ARGENTINO CONTEMPORÂNEO VOLTA À CAIXA CULTURAL RIO DE JANEIRO EM SUA SEGUNDA EDIÇÃO   Histórias extraordinárias apresenta uma seleção com os melhores filmes recentes do país vizinho. Debates com cineastas e especialistas completam a programação Local: CAIXA Cultural Rio de Janeiro – Cinema 2 Endereço: Av. Almirante Barroso, 25 – Centro  (Metrô e VLT: Estação Carioca) Telefone: (21) 3980-3815 Data: de 07 a 19 de novembro de 2017 (terça-feira a domingo)

'Cria', novo espetáculo de Alice Ripoll no grupo Suave, traz 'dancinha', dança contemporânea e funk ao Sergio Porto/HUMAITÁ e ao Centro Coreográfico. o trabalho estreia dia 17 com 10 dançarinos em uma mistura inovadora que também traz a dança afro, o afrofunk, o passinho, contato- improvisação e linguagem teatral de 17 a 20 de novembro de 2017 Horários: Sexta-feira - 21h                 Sábado - 21h                 Domingo - 20h                 Segunda-feira - 21h

O espetáculo “Kid Morengueira – Olha o breque!” homenageia Moreira da Silva (1902 – 2000), o cantor que popularizou o samba de breque, tornando-se um ícone da música brasileira. O samba permitiu a ele criticar, sempre com muito bom humor, os poderosos com seus desmandos, os malandros que conheceu na noite, e os compositores que ajudou a tornar conhecidos. A peça estreia para uma curta temporada no Teatro I do Sesc Tijuca - de 03 de novembro a 03 de dezembro, de sexta a domingo, sempre às 20:00.

Após o sucesso da temporada nos meses de abril e maio desse ano, que passou por sete cidades brasileiras e esgotou em todas as praças, o espetáculo “STOMDUP” de Tom Cavalcante volta para novas apresentações no Rio de Janeiro (dia 01 de novembro, no Teatro Bradesco Rio); Natal (dia 30 de novembro, no Teatro Riachuelo); Fortaleza (dia 01 de dezembro, no Teatro RioMar Fortaleza).

SOLID ROCK: a participação da banda Lynyrd Skynyrd no Solid Rock (Curitiba, Pedreira Paulo Leminski, dia 12/12; São Paulo, Allianz Parque, dia 13/13; e Rio de Janeiro, Jeunesse Arena, dia 15/12) acaba de ser CANCELADA por motivos pessoais da banda. No lugar, Cheap Trick será a banda que fará parte do lineup, junto do Deep Purple e Tesla. Mais informações sobre devolução de ingressos serão divulgadas em breve.

(colaborou @DonnieDarko73);

Blog Archive

Buscar

About Me

tom leão
Vanuatu
amigo dos amigos, amante de música, cinema, boa comida, de pedaladas e caminhadas
View my complete profile
Powered by Blogger.

Popular Posts

Translate

Followers