Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Maio, 2011

SUPER 20

Na semana passada, a Paramount convidou alguns jornalistas da area de cinema para assistir a 20 minutos do aguardado filme 'Super 8', o novo projeto de JJ Abrams com produção de Spielberg, que estreia nos EUA 10/jun (aqui, em agosto). Antes da exibição, foi mostrada uma fala do proprio JJ, feita em Los Angeles, quando da exibição do mesmo trecho para a imprensa local. Ele falou de como foi a sua aproximação com Spielberg e também falou sobre o filme, sem entregar muita coisa, é claro.

O trecho a que assistimos é importante porque mostra quem são os seis garotos (entre os quais uma menina) que conduzirão o filme, e um espetacular acidente de trem (um tanto exagerado, como vcs verao no trailer abaixo) que acontece e libera um 'monstro'. Não vemos nada, só percebemos que é uma criatura grande e forte. Essa onda de mostrar 20 minutos de um filme começou com 'Tron' e vem se espalhando também pela música e nos clipes de artistas, que liberam apenas previews do que vir…

SUPER 20

Na semana passada, a Paramount convidou alguns jornalistas da area de cinema para assistir a 20 minutos do aguardado filme 'Super 8', o novo projeto de JJ Abrams com produção de Spielberg, que estreia nos EUA 10/jun (aqui, em agosto). Antes da exibição, foi mostrada uma fala do proprio JJ, feita em Los Angeles, quando da exibição do mesmo trecho para a imprensa local. Ele falou de como foi a sua aproximação com Spielberg e também falou sobre o filme, sem entregar muita coisa, é claro.

O trecho a que assistimos é importante porque mostra quem são os seis garotos (entre os quais uma menina) que conduzirão o filme, e um espetacular acidente de trem (um tanto exagerado, como vcs verao no trailer abaixo) que acontece e libera um 'monstro'. Não vemos nada, só percebemos que é uma criatura grande e forte. Essa onda de mostrar 20 minutos de um filme começou com 'Tron' e vem se espalhando também pela música e nos clipes de artistas, que liberam apenas previews do que vir…

RESSACA DO ORIGINAL

A primeira vez foi uma surpresa total, ja que, ha muito tempo nao se via uma comedia realmente adulta e sem freios, era tudo voltado para adolescentes e talz. Dai o sucesso do primeiro 'The hangover' (a ressaca), que aqui virou 'Se beber, não case'. O resultado foi acima do esperado para todos os envolvidos e o filme acabau sendo o mais lucrativo da safra 2009, ja que rendeu muitas vezes mais o que custou (cerca de 40 milhoes, merreca pros EUA, e faturou mais de 400 milhoes interncionalmente). Entao, uma continuação era mais do que esperada/inevitável $$$

E ela veio. E, claro, nao é tao divertida qnto a original (embora tenha bons momentos, muitos a cargo de um macaco fumante), ja que o que era surpresa no primeiro agora é apenas forçada de barra neste, pois que a gente fica esperando o que de mais absurdo pode acontecer para suplantar o que ja vimos e os roteiristas capricharam, visto que o filme se passa em Bangcok, Tailandia, tida como a capital do sexo e da bizarric…

RESSACA DO ORIGINAL

A primeira vez foi uma surpresa total, ja que, ha muito tempo nao se via uma comedia realmente adulta e sem freios, era tudo voltado para adolescentes e talz. Dai o sucesso do primeiro 'The hangover' (a ressaca), que aqui virou 'Se beber, não case'. O resultado foi acima do esperado para todos os envolvidos e o filme acabau sendo o mais lucrativo da safra 2009, ja que rendeu muitas vezes mais o que custou (cerca de 40 milhoes, merreca pros EUA, e faturou mais de 400 milhoes interncionalmente). Entao, uma continuação era mais do que esperada/inevitável $$$

E ela veio. E, claro, nao é tao divertida qnto a original (embora tenha bons momentos, muitos a cargo de um macaco fumante), ja que o que era surpresa no primeiro agora é apenas forçada de barra neste, pois que a gente fica esperando o que de mais absurdo pode acontecer para suplantar o que ja vimos e os roteiristas capricharam, visto que o filme se passa em Bangcok, Tailandia, tida como a capital do sexo e da bizarric…

MIDIA TO GO

Já falamos aqui de diversos gadgets, mas existe um que é dos mais baratos e úteis para quem gosta de ver filmes e séries baixadas da internet em seu televisor com imagem melhor e tela maior, mas não tem nenhuma TV ou HT com saida USB multimidia. É um device da Western Digital (que custa lá fora apenas US$99), marca conhecida por HDs externos confiáveis, que criou uma linha inteira de aparelhos assim. O mais simples e barato deles (que é o que tenho e testei) é este da foto. Com duas entradas USB e saídas video composto e HDMI (ou seja, pode ser conectado da TV mais simples até a mais sofisticada) ele funciona como um mini multimidia center. Com ele acoplado em sua TV, e com um pen drive ou HD externo conectado, vc tem acesso a todo o conteudo multimidia (audio, video, fotos) que voce baixa direto na tela de sua TV. Pode até assistir a filmes baixados em hi-def, pq ele lê arquivos MKV (o q certos HTs ou TVs com USB mais antigosn não leem). Modelos mais sofisticados (que custam, no máxi…

MIDIA TO GO

Já falamos aqui de diversos gadgets, mas existe um que é dos mais baratos e úteis para quem gosta de ver filmes e séries baixadas da internet em seu televisor com imagem melhor e tela maior, mas não tem nenhuma TV ou HT com saida USB multimidia. É um device da Western Digital (que custa lá fora apenas US$99), marca conhecida por HDs externos confiáveis, que criou uma linha inteira de aparelhos assim. O mais simples e barato deles (que é o que tenho e testei) é este da foto. Com duas entradas USB e saídas video composto e HDMI (ou seja, pode ser conectado da TV mais simples até a mais sofisticada) ele funciona como um mini multimidia center. Com ele acoplado em sua TV, e com um pen drive ou HD externo conectado, vc tem acesso a todo o conteudo multimidia (audio, video, fotos) que voce baixa direto na tela de sua TV. Pode até assistir a filmes baixados em hi-def, pq ele lê arquivos MKV (o q certos HTs ou TVs com USB mais antigosn não leem). Modelos mais sofisticados (que custam, no máxi…

GERAÇÃO ELETRÔNICA 2011

fINALMENTE nASCEU! aBERTURA nESTA sEXTA-fEIRA, 20 DE mAIO
*clique no flyer acima para ver detalhes e datas da programaçao...

GERAÇÃO ELETRÔNICA 2011

fINALMENTE nASCEU! aBERTURA nESTA sEXTA-fEIRA, 20 DE mAIO
*clique no flyer acima para ver detalhes e datas da programaçao...

UMA NOITE DE AMOR E MÚSICA

Mais uma noite mágica no Circo Voador. E romântica, tbm. Afinal, as belas canções do Teenage Fanclub já embalaram muito namoro indie nos ultimos 20 anos. Por isso, muitos casais aos beijos, alguns que, talvez, nos anos 90 nem ouvissem a banda, mas a conheceram nas festas de indie rock depois, se beijavam em todo canto do lugar. Um clima bonito estava no ar.

Ai, pouco depois da meia-noite, chegaram os escoceses. Nao mais cabeludos, mas ainda joviais, com cabelos grisalhos, curtos, algumas calvas, mas com as vozes e tudo mais igualzinho como nos discos que nos acostumamos a ouvir (e amar) então, sobretudo 'bandwagonesque', 'thirteen' e 'grand prix', que formam a trilogia básica do TFC. E teve um pouco de cada.

Foi difícil conter a emoção ao ouvir, ao vivo, jóias como 'starsign', 'what you do to me' (que fez com que alguns tentassem o mosh, um marmanjo chegou a beijar norman blake na bochecha, para desespero do segurança da banda), 'radio', &…

UMA NOITE DE AMOR E MÚSICA

Mais uma noite mágica no Circo Voador. E romântica, tbm. Afinal, as belas canções do Teenage Fanclub já embalaram muito namoro indie nos ultimos 20 anos. Por isso, muitos casais aos beijos, alguns que, talvez, nos anos 90 nem ouvissem a banda, mas a conheceram nas festas de indie rock depois, se beijavam em todo canto do lugar. Um clima bonito estava no ar.

Ai, pouco depois da meia-noite, chegaram os escoceses. Nao mais cabeludos, mas ainda joviais, com cabelos grisalhos, curtos, algumas calvas, mas com as vozes e tudo mais igualzinho como nos discos que nos acostumamos a ouvir (e amar) então, sobretudo 'bandwagonesque', 'thirteen' e 'grand prix', que formam a trilogia básica do TFC. E teve um pouco de cada.

Foi difícil conter a emoção ao ouvir, ao vivo, jóias como 'starsign', 'what you do to me' (que fez com que alguns tentassem o mosh, um marmanjo chegou a beijar norman blake na bochecha, para desespero do segurança da banda), 'radio', &…

PERMANENT RECORD

Houve um tempo em que o VCR (video cassete recorder) reinava. Foi uma revolução nos 80s. Vc podia, enfim, gravar os filmes da madrugada (não havia tv paga), ou as novelas da sua mãe, e ver depois. Fiz muita coleção de videoclipes assim. Isso durou uns 20 anos. Com o fim do reinado do VCR, perdeu-se o habito de gravar programas da TV. Mas, na década de 00, apareceu o DVR (digital video recorder), um aparelho com dvd (ou não), munido de um hd interno que permite não apenas gravar a programação (e depois grava-la num disco), como tbm pausar ao vivo (os hdds fazem buffer de até seis horas!). No entanto, não foram tão populares qnto os VCRs. Pq?
Em parte, pq nos EUA surgiu o TiVo, um PVR (personal video recorder), que acoplava o decoder da TV paga a um hd, com a vantagem de poder gravar os pgms sem programa-los à moda antiga. Basta ir na grade do canal e apertar o R em cima. Sensacional. O TiVo não chegou aqui, mas as TVs pagas logo trataram de criar os seus próprios PVRs. O primeiro foi o …

PERMANENT RECORD

Houve um tempo em que o VCR (video cassete recorder) reinava. Foi uma revolução nos 80s. Vc podia, enfim, gravar os filmes da madrugada (não havia tv paga), ou as novelas da sua mãe, e ver depois. Fiz muita coleção de videoclipes assim. Isso durou uns 20 anos. Com o fim do reinado do VCR, perdeu-se o habito de gravar programas da TV. Mas, na década de 00, apareceu o DVR (digital video recorder), um aparelho com dvd (ou não), munido de um hd interno que permite não apenas gravar a programação (e depois grava-la num disco), como tbm pausar ao vivo (os hdds fazem buffer de até seis horas!). No entanto, não foram tão populares qnto os VCRs. Pq?
Em parte, pq nos EUA surgiu o TiVo, um PVR (personal video recorder), que acoplava o decoder da TV paga a um hd, com a vantagem de poder gravar os pgms sem programa-los à moda antiga. Basta ir na grade do canal e apertar o R em cima. Sensacional. O TiVo não chegou aqui, mas as TVs pagas logo trataram de criar os seus próprios PVRs. O primeiro foi o …

REEO VS RIO

Agora que (quase) todo mundo já viu 'Rio' e que "Velozes & furiosos - operação Rio", vai estrear (e já abriu nos EUA com $83mi só no finde da estreia), vale comentar alguns pontos que os dois filmes tem em comum ou divergem sobre a cidade do Rio de Janeiro. O desenho de Carlos Saldanha tem a seu favor o fato de mostrar a cidade em todos os seus ângulos corretamente, como nunca antes (tipo, se vc está na Gávea, não vira a esquina e sai no Centro). O Rio tem um quê de antigo, meio anos 50, mas está com tudo no lugar certo. Mas vale mais a pena ver a versão dublada, que tem girias e modo de falar locais. Os clichês estão lá e a versão em inglês é muito pra gringo ver. Mas deixa, no geral, uma boa imagem/impressão da cidade maravilhosa.
Já "FastFive" traz de volta aquele modo estereotipado de ver uma cultura estrangeira, como milhares de filmes americanos já o fizeram nos últimos 40, 50 anos, com o Brasil e outros países. A versão internacional é ainda mais …

REEO VS RIO

Agora que (quase) todo mundo já viu 'Rio' e que "Velozes & furiosos - operação Rio", vai estrear (e já abriu nos EUA com $83mi só no finde da estreia), vale comentar alguns pontos que os dois filmes tem em comum ou divergem sobre a cidade do Rio de Janeiro. O desenho de Carlos Saldanha tem a seu favor o fato de mostrar a cidade em todos os seus ângulos corretamente, como nunca antes (tipo, se vc está na Gávea, não vira a esquina e sai no Centro). O Rio tem um quê de antigo, meio anos 50, mas está com tudo no lugar certo. Mas vale mais a pena ver a versão dublada, que tem girias e modo de falar locais. Os clichês estão lá e a versão em inglês é muito pra gringo ver. Mas deixa, no geral, uma boa imagem/impressão da cidade maravilhosa.
Já "FastFive" traz de volta aquele modo estereotipado de ver uma cultura estrangeira, como milhares de filmes americanos já o fizeram nos últimos 40, 50 anos, com o Brasil e outros países. A versão internacional é ainda mais …