Pages

Monday, May 30, 2011

SUPER 20


Na semana passada, a Paramount convidou alguns jornalistas da area de cinema para assistir a 20 minutos do aguardado filme 'Super 8', o novo projeto de JJ Abrams com produção de Spielberg, que estreia nos EUA 10/jun (aqui, em agosto). Antes da exibição, foi mostrada uma fala do proprio JJ, feita em Los Angeles, quando da exibição do mesmo trecho para a imprensa local. Ele falou de como foi a sua aproximação com Spielberg e também falou sobre o filme, sem entregar muita coisa, é claro.

O trecho a que assistimos é importante porque mostra quem são os seis garotos (entre os quais uma menina) que conduzirão o filme, e um espetacular acidente de trem (um tanto exagerado, como vcs verao no trailer abaixo) que acontece e libera um 'monstro'. Não vemos nada, só percebemos que é uma criatura grande e forte. Essa onda de mostrar 20 minutos de um filme começou com 'Tron' e vem se espalhando também pela música e nos clipes de artistas, que liberam apenas previews do que virá. É um bocado frustrante ficar a fim de continuar vendo a parada e ter que sair fora na melhor parte.

O que deu pra sacar é que, como o `super 8` é passado em meados dos anos 80, na trilha sonora rola muito som new wave, como Blondie e The Cars, port exemplo; e, mais uma vez, JJ fez com que um anuncio de Slusho (aquela bebida trash) apareça numa cena passada numa lojinha de posto...

Wednesday, May 25, 2011

RESSACA DO ORIGINAL

A primeira vez foi uma surpresa total, ja que, ha muito tempo nao se via uma comedia realmente adulta e sem freios, era tudo voltado para adolescentes e talz. Dai o sucesso do primeiro 'The hangover' (a ressaca), que aqui virou 'Se beber, não case'. O resultado foi acima do esperado para todos os envolvidos e o filme acabau sendo o mais lucrativo da safra 2009, ja que rendeu muitas vezes mais o que custou (cerca de 40 milhoes, merreca pros EUA, e faturou mais de 400 milhoes interncionalmente). Entao, uma continuação era mais do que esperada/inevitável $$$

E ela veio. E, claro, nao é tao divertida qnto a original (embora tenha bons momentos, muitos a cargo de um macaco fumante), ja que o que era surpresa no primeiro agora é apenas forçada de barra neste, pois que a gente fica esperando o que de mais absurdo pode acontecer para suplantar o que ja vimos e os roteiristas capricharam, visto que o filme se passa em Bangcok, Tailandia, tida como a capital do sexo e da bizarrice mundial. Dai as cenas e piadas (bem) mais pesadas. No entanto, qndo acaba, vemos que o melhor foi o nao mostrado, o q aconteceu durante o blackout da turma, meio como no primeiro. Mas, desta vez, as fotos dos creditos foram realmente melhores do que o filme, que, no entanto, fará o maior sucesso.

Como diz aquele lema: de ao povo o que ele quer. E eles deram...

Saturday, May 21, 2011

MIDIA TO GO


Já falamos aqui de diversos gadgets, mas existe um que é dos mais baratos e úteis para quem gosta de ver filmes e séries baixadas da internet em seu televisor com imagem melhor e tela maior, mas não tem nenhuma TV ou HT com saida USB multimidia. É um device da Western Digital (que custa lá fora apenas US$99), marca conhecida por HDs externos confiáveis, que criou uma linha inteira de aparelhos assim. O mais simples e barato deles (que é o que tenho e testei) é este da foto. Com duas entradas USB e saídas video composto e HDMI (ou seja, pode ser conectado da TV mais simples até a mais sofisticada) ele funciona como um mini multimidia center. Com ele acoplado em sua TV, e com um pen drive ou HD externo conectado, vc tem acesso a todo o conteudo multimidia (audio, video, fotos) que voce baixa direto na tela de sua TV. Pode até assistir a filmes baixados em hi-def, pq ele lê arquivos MKV (o q certos HTs ou TVs com USB mais antigosn não leem). Modelos mais sofisticados (que custam, no máximo, US$ 200) funcionam tbm como PVR pq vem com HDDs embutidos. No Brasil, só chegam importados e bem mais caros. Mas ponha na sua lista e não deixe de trazer um em sua próxima viagem.
*vi no site da WD q este modelo foi atualizado e agora faz streaming via wi-fi e acessa windows media center. com isso, o precco foi para $129,90
Wednesday, May 18, 2011

GERAÇÃO ELETRÔNICA 2011

fINALMENTE nASCEU! aBERTURA nESTA sEXTA-fEIRA, 20 DE mAIO
*clique no flyer acima para ver detalhes e datas da programaçao...
Friday, May 13, 2011

UMA NOITE DE AMOR E MÚSICA



Mais uma noite mágica no Circo Voador. E romântica, tbm. Afinal, as belas canções do Teenage Fanclub já embalaram muito namoro indie nos ultimos 20 anos. Por isso, muitos casais aos beijos, alguns que, talvez, nos anos 90 nem ouvissem a banda, mas a conheceram nas festas de indie rock depois, se beijavam em todo canto do lugar. Um clima bonito estava no ar.

Ai, pouco depois da meia-noite, chegaram os escoceses. Nao mais cabeludos, mas ainda joviais, com cabelos grisalhos, curtos, algumas calvas, mas com as vozes e tudo mais igualzinho como nos discos que nos acostumamos a ouvir (e amar) então, sobretudo 'bandwagonesque', 'thirteen' e 'grand prix', que formam a trilogia básica do TFC. E teve um pouco de cada.

Foi difícil conter a emoção ao ouvir, ao vivo, jóias como 'starsign', 'what you do to me' (que fez com que alguns tentassem o mosh, um marmanjo chegou a beijar norman blake na bochecha, para desespero do segurança da banda), 'radio', 'sparky´s dream' e a belíssima 'the concept', estiveram no cardápio. Tudo com os vocais harmoniosamente integrados de blake, mcginley e love, limpidos e fieis aos que ouvimos nos cds do passado. Uma maravilha.

Nao ha muito mais o que dizer, apenas lembrar o que aconteceu; Tudo bem que eles toquem mais devagar. Basta comparar nas fotos a transformação que aconteceu com a banda em 20 anos.
Sunday, May 08, 2011

PERMANENT RECORD


Houve um tempo em que o VCR (video cassete recorder) reinava. Foi uma revolução nos 80s. Vc podia, enfim, gravar os filmes da madrugada (não havia tv paga), ou as novelas da sua mãe, e ver depois. Fiz muita coleção de videoclipes assim. Isso durou uns 20 anos. Com o fim do reinado do VCR, perdeu-se o habito de gravar programas da TV. Mas, na década de 00, apareceu o DVR (digital video recorder), um aparelho com dvd (ou não), munido de um hd interno que permite não apenas gravar a programação (e depois grava-la num disco), como tbm pausar ao vivo (os hdds fazem buffer de até seis horas!). No entanto, não foram tão populares qnto os VCRs. Pq?

Em parte, pq nos EUA surgiu o TiVo, um PVR (personal video recorder), que acoplava o decoder da TV paga a um hd, com a vantagem de poder gravar os pgms sem programa-los à moda antiga. Basta ir na grade do canal e apertar o R em cima. Sensacional. O TiVo não chegou aqui, mas as TVs pagas logo trataram de criar os seus próprios PVRs. O primeiro foi o Sky+, que permitia editar os pgms (tirar os intervalos, p ex) e depois copia-los num device externo. Sua versão mais recente, o SkyHD, barra a gravação. Bem como o aparelho da Net com HD digital. Mas nem é mais preciso copiar nada. É tanta coisa pra ver q é melhor guardar no hd (alguns chegam até 500giga) ver depois e apagar. Com isso, aposentei meu DVD-R de mesa, mas ainda uso um Philips q vem com hd embutido e que permite copiar programas sem código de proteção.

A vantagem do PVR para o VCR é q não é preciso acertar o relógio (a hora é automaticamente mantida pelo sinal do cabo), programa-se num segundo, dias, semanas, e os aparelhos mais recentes ainda permitem q se grave até dois eventos simultanemente. Pessoalmente, uso mais o recurso do live pause. Começo um pgm q terá intervalos 10, 15 mins depois e assim posso pular todos os comerciais e assistir a um pgm de 60mins, p ex, em 40/45. Tbm dá pra pausar pra ir na cozinha/banheiro e, no caso de futebol, fazer o seu próprio instant replay. Dessa forma, não assisto mais TV em tempo real faz anos (aliás, nem assisto mais TV, uso o aparelho mais como central pra ligar outras coisas). Deixamos de ser escravos passivos da programação.

Existem variações de PVRs, como os aparelhos da Western Digital, aos quais vc acopla pen drives para ver seus filmes baixados (caso sua TV ou HT não tenha entrada USB) que podem tbm receber hds externos. As vzs saem mais em conta do que comprar os gadgets à parte. Os mais sosfisticados permitem até fazer streaming com seu PC através de conexão wi-fi/DNLA. A maioria já tem saída HDMI (alta definição) e aceitam arquivos MKV (para filmes em HD, 720p+). Ou seja, é só alegria.

*Aí, nunca mais voce vai receber ligações de sua mãe perguntando como se programa o vídeo =)

Sunday, May 01, 2011

REEO VS RIO


Agora que (quase) todo mundo já viu 'Rio' e que "Velozes & furiosos - operação Rio", vai estrear (e já abriu nos EUA com $83mi só no finde da estreia), vale comentar alguns pontos que os dois filmes tem em comum ou divergem sobre a cidade do Rio de Janeiro. O desenho de Carlos Saldanha tem a seu favor o fato de mostrar a cidade em todos os seus ângulos corretamente, como nunca antes (tipo, se vc está na Gávea, não vira a esquina e sai no Centro). O Rio tem um quê de antigo, meio anos 50, mas está com tudo no lugar certo. Mas vale mais a pena ver a versão dublada, que tem girias e modo de falar locais. Os clichês estão lá e a versão em inglês é muito pra gringo ver. Mas deixa, no geral, uma boa imagem/impressão da cidade maravilhosa.

Já "FastFive" traz de volta aquele modo estereotipado de ver uma cultura estrangeira, como milhares de filmes americanos já o fizeram nos últimos 40, 50 anos, com o Brasil e outros países. A versão internacional é ainda mais canhestra, já que todos os 'cariocas' do filme são atores gringos que falam portugues com sotaque bizarro (a policial que mora no morro, p ex, é uma caliente espanhola). A única 'brasileira' do filme é a Jordana Brewster, que não nasceu aqui, mas é filha de brasileiros e fala portugues ok. Mas estes serão dublados em portugues nas cópias nacionais. No mais, é um eficiente filme de ação (melhor do que o anterior) e que teve todas as suas cenas com carros rodadas em Porto Rico e Atlanta, já que no Rio de verdade seria inviável. Mas cuidaram de todos os detalhes do mobiliário urbano. E bem que as ruas do Rio poderiam ser lisinhas e bem feitas como as mostradas no filme (e tem ainda um trem maravilhoso que passa por um deserto!). Fora isso, o fã da série deve ficar até os finais dos créditos principais, onde rola uma cena de ligação com o próximo capítulo, que traz uma boa revelação.


NA CIDADE

NOVEMBERINAS:

Teatro Odisseia 17 – Siriun / Gutted Souls / Obituary (EUA)  21 – Delain (HOL) 26 - Vanguart / Ariella

Teatro Rival 16 – Tempero Carioca 17 - Eddie 22 – Rival Rebolado 23 – Nelson Sargento 25 – Festa Batmakumba: Abayomy 30 - Festival Norueguês: Sondre Lerche / Greni

Teatro Riachuelo 22 – Golden Boys

Casa Julieta de Serpa (Praia do Flamengo) 19 - Paris Jazz & Blues: Marcio Lott & Charles Marot Trio  26 - Paris Jazz & Blues: Carol Fazu

Coordenadas Bar (Botafogo) 05, 12, 19 e 26 – Pedro Baby & Convidados 21 - Sérgio Rocha Blues Band: Homenagem a Celso Blues Boy Estúdio Fórum (Botafogo) 24 - Sexta Infame: PxExNxE (COL) / Blaspherion / Lástima / Baga

Solar de Botafogo 16 – Paulo Malaguti 22 - Andrea Dutra & Cacala Carvalho & Elisa Queirós: Salto Triplo 24 - Kosmus / Aura / Psilocibina 29 – Gabriel Calisman Audio Rebel 17 - Ostra Brains / ‎Whatever Happened to Baby Jane (ES) 18 - Os Chás / Ente 19 - Altair Martins & Widor Santiago & Marcelo Magalhães Pinto & Didac Tiago & Roberto Rutigliano: Homenagem a Miles Davis & John Coltrane

Theatro Net Rio 27 -  Alessandra Verney  29 – Silva Canta Marisa Monte 

Blue Note 16 - Didier Lockwood Trio (FRA)  17 - Antônio Carlos & Jocafi Convidam Ithamara Koorax (20h)  17 e 18 - Amaro Freitas (22h30) 22 - Banda Zil (20h) 22 - Lina Nyberg (SUE) – Participação: Ilessi (22h30) 23 – Quarteto do Rio & Roberto Menescal – Participação: Joyce & Wanda Sá & Pedro Miranda (20h) 23 – Insula (22h30) 24 e 25 - Kenny Garret Quartet  29 e 30 - Ed Motta: Baile do Flashback

Ganjah Lapa 16 - Samba Que Elas Querem 17 - Anjos de Vidro / Mara Rúbia 22 - Conterrâneos 28 – Theozin

Sala Baden Powell 18 – Boca Livre 19 - Fhernanda Fernandes - Participação: Andréa França, Clarisse Grova, Nana Kozak, Ninah Jo, Sandra Duailib 22 – Doralyce & Maracutaia 25 - Augusto Martins & Paulo Malaguti 26 - João Carlos Assis Brasil & Carlos Navas

KM de Vantagens Hall 17 e 18 – Marisa Monte & Paulinho da Viola

Praça da Apoteose 18 e 19 - DNCE / Bruno Mars

Teatro da UFF (Niterói) 24 a 26 – MPB – a Era dos Festivais: Soraya Ravenle & Edu Krieger & Marcelo Caldi & Fabiano Salek & PC Castilho

Planet Music (Cascadura) 18 - Fugindo da Realidade / De Outono / Fall Back / Visceral Fear / We Are The Revenge  25 - For Annie / Ollie / Colorado / Visceral Fear

Imperator 19 - Folakemi / Jesuton / DJ Marcello MBGroove 20 – Mariene de Castro 21 – Terraço do Imperator: Jazz Pras Sete: Pimenta Jazz Trio 22 – Marcio Gomes 23 – Humberto Gessinger: “A Revolta dos Dândis – 30 Anos” 24 – Cidade Negra Canta Gilberto Gil 25 – Terraço do Imperator: Forró Lánalaje: Trio Ventura / DJ Edna Carvalho 25 – Paulinho Moska 26 - Fafá de Belém (com Manoel & Felipe Cordeiro): Guitarradas do Pará 28 – Coral Imperator

Centro de Referência da Música (Tijuca) 16 – Magali 17 – Carlos Uzêda 18 – Ana Costa & Carrapicho Rangel 21 - Dagô 23 – Felipe Adetokunbo 24 – Nina Rosa & Thiago Kobe 25 – Rodrigo Maranhão & Pretinho da Serrinha 29 – Joyce Cândido Canta Elis Regina  30 – Michel Taski O Pecado Mora Ao Lado (Praça da Bandeira) 15 - Acidez (MEX) / Pós-Sismo / Juventude Maldita (SP) / Dissgrama  18 - Sétimo Andar / Circus / Roterdan / Pilfer

Aparelho (Centro) 18 - Second Come 24 - Felipe Zenicola / Marcos Campello / Lucas Pires  Motim (Centro) 24 - Gragoatá / Vitor Milagres / Daniel Villares

Quintas no BNDES 19h - grátis 16 - Karla da Silva 23 - CDR Style 30 - Sergio Santos

Teatro Glauce Rocha (Centro) 16 - Fábrica Orquestra  23 - Alice Passos & Maurício Carrilho  30 - Olivia & Francis Hime CCBB 18 - Madrugada no Centro: Larissa Luz - Participação: MV Bill & Caio Prado / Festas Soul de Santa, Trap'in, QXO  Museu de Arte do Rio 24 - Sarau do Alemão / Rincon Sapiência

Som no Deck T.T. Burger - Leblon 19h - grátis 16 - Os Camelos 23 - Pimenta Jazz Trio 30 - Qinho

BRASIL EM TRANSE: Com curadoria de Ismail Xavier e coordenação da Sociedade Amigos da Cinemateca, em parceria com a Cinemateca Brasileira e o Cinusp, esta Mostra reúne mesas de debate e exibição de filmes que acontece de 16 de novembro a 1º de dezembro, em São Paulo. CINEMATECA BRASILEIRA

Circuito SESC 17 - São Gonçalo: Cassiano & Trio Beija Flor (16h - grátis) 18 - Copacabana: Guilherme Pimenta Trio (16h - grátis) 19 - São Gonçalo: Monarco (16h - R$ 20) 20 - São João de Meriti: Ed Motta SOLO (16h - R$ 20) 24 - Niterói: De Leve (19h - R$ 20) 25 - Madureira: De Leve (17h - R$ 20) 25 - Ramos: Cassiano & Trio Beija Flor (17h - grátis) 25 - São Gonçalo: Bebeto (17h - R$ 20) 26 - Madureira: Dorina (17h - grátis) 26 - São Gonçalo: De Leve (19h - R$ 20) 29 - Tijuca: Marcelo D2 & SambaDrive (19h30 - R$ 20) 30 - Tijuca: De Leve (20h - R$ 20) ______________________________

MIXX: 17 – Santos – Praça XV 17 - Victor Bertrami Quarteto - Participação: Azymuth, Arthur Maia, Robertinho Silva, Kiko Continentino – Casa com a Música / Lapa 17 - Aether / Tempus Fugit – Lona Elza Osborne / Campo Grande 18 - Festival Rock no Parque: Bala N'Agulha / Dona Penha – Arena Dicró / Penha 18 - Wake The Dead Festival: Surra (SP) / Rats / Der Baum (SP) / Nove Zero Nove – Magé Futebol Clube 19 - Surra (SP) / Plastic Fire / Halé / Triunfe – La Esquina / Lapa

25 – Qinho - Ahlma.CC / Leblon 25 - AcaraJazZ: Bondesom / Juliana Linhares / Doralyce – Rio City Lab / Santo Cristo 26 - Alaska (SP) / Hover / Whipallas – La Esquina / Lapa 26 - Cervical / Mari & The GoodFellas / Facing Fear – Calabouço / Vila Isabel 29 - Baculeju da Sandra de Sá – Teatro Glaucio Gill / Copacabana

o MIMO, que chega a Olinda nesse fim de semana (17 a 19 de novembro).   É a última etapa de 2017 do festival – depois de passar por Portugal, Tirandentes, Ouro Preto, Paraty e Rio de Janeiro –, com 44 atrações gratuitas de música, cinema e educação.

Abertura da exposição de fotografias de Raymond Depardon, “Un moment si doux”, no dia 1º de novembro. Depois de passar por Paris e Buenos Aires, o CCBB Rio recebe as 170 fotografias de diferentes cores e formatos tiradas na Europa, África e América Latina, incluindo o Brasil. Ate 22 de janeiro. qua-seg 9am-21pm. Grátis.

SHOW SOBREGAL - MARCELA MANGABEIRA Dia: 16 de novembro (quinta-feira) Horário: 20h Local: Teatro Municipal Café Pequeno Endereço: Av. Ataulfo de Paiva, 269, Leblon - Rio de Janeiro, RJ Tel.: 2294-4480

50 ANOS DE CARREIRA: Antônio Carlos e Jocáfi convidam Ithamara Koorax Dia 17 de novembro (sexta) Blue Note Rio – Av. Borges de Medeiro, 1424 - Lagoa   SESSÃO: Sessão: 20 horas

Tropicália ganha exposição tech com livre reinterpretação conceitual Nos 50 anos do movimento, na Galeria BNDES   Os artistas Barbara Castro e Luiz Ludwig, do estúdio Ambos&&, apresentam uma livre reinterpretação dos conceitos do movimento tropicalista à luz da arte e da tecnologia. Com a exposição Vamos Comer, estimulam o público a “devorar” experiências sensoriais e orgânicas, incluindo quatro instalações de arte computacional. Ela está aberta a visitações na Galeria BNDES, no Rio, entre os dias 18 de outubro e 1º de dezembro, de segunda a sexta, das 10h às 19h

Parque Villa-Lobos/SP recebe SlowKids em 18 de novembro     Evento gratuito busca desacelerar as crianças do universo tecnológico com um dia inteiro de brincadeiras tradicionais, teatro, literatura e música; “Kombi dos sonhos” será uma das novidades desta nona edição

MOSTRA DE CINEMA ARGENTINO CONTEMPORÂNEO VOLTA À CAIXA CULTURAL RIO DE JANEIRO EM SUA SEGUNDA EDIÇÃO   Histórias extraordinárias apresenta uma seleção com os melhores filmes recentes do país vizinho. Debates com cineastas e especialistas completam a programação Local: CAIXA Cultural Rio de Janeiro – Cinema 2 Endereço: Av. Almirante Barroso, 25 – Centro  (Metrô e VLT: Estação Carioca) Telefone: (21) 3980-3815 Data: de 07 a 19 de novembro de 2017 (terça-feira a domingo)

'Cria', novo espetáculo de Alice Ripoll no grupo Suave, traz 'dancinha', dança contemporânea e funk ao Sergio Porto/HUMAITÁ e ao Centro Coreográfico. o trabalho estreia dia 17 com 10 dançarinos em uma mistura inovadora que também traz a dança afro, o afrofunk, o passinho, contato- improvisação e linguagem teatral de 17 a 20 de novembro de 2017 Horários: Sexta-feira - 21h                 Sábado - 21h                 Domingo - 20h                 Segunda-feira - 21h

O espetáculo “Kid Morengueira – Olha o breque!” homenageia Moreira da Silva (1902 – 2000), o cantor que popularizou o samba de breque, tornando-se um ícone da música brasileira. O samba permitiu a ele criticar, sempre com muito bom humor, os poderosos com seus desmandos, os malandros que conheceu na noite, e os compositores que ajudou a tornar conhecidos. A peça estreia para uma curta temporada no Teatro I do Sesc Tijuca - de 03 de novembro a 03 de dezembro, de sexta a domingo, sempre às 20:00.

Após o sucesso da temporada nos meses de abril e maio desse ano, que passou por sete cidades brasileiras e esgotou em todas as praças, o espetáculo “STOMDUP” de Tom Cavalcante volta para novas apresentações no Rio de Janeiro (dia 01 de novembro, no Teatro Bradesco Rio); Natal (dia 30 de novembro, no Teatro Riachuelo); Fortaleza (dia 01 de dezembro, no Teatro RioMar Fortaleza).

SOLID ROCK: a participação da banda Lynyrd Skynyrd no Solid Rock (Curitiba, Pedreira Paulo Leminski, dia 12/12; São Paulo, Allianz Parque, dia 13/13; e Rio de Janeiro, Jeunesse Arena, dia 15/12) acaba de ser CANCELADA por motivos pessoais da banda. No lugar, Cheap Trick será a banda que fará parte do lineup, junto do Deep Purple e Tesla. Mais informações sobre devolução de ingressos serão divulgadas em breve.

(colaborou @DonnieDarko73);

Blog Archive

Buscar

About Me

tom leão
Vanuatu
amigo dos amigos, amante de música, cinema, boa comida, de pedaladas e caminhadas
View my complete profile
Powered by Blogger.

Popular Posts

Translate

Followers