NA COVA DO LEÃO

Monday, May 30, 2011

SUPER 20


Na semana passada, a Paramount convidou alguns jornalistas da area de cinema para assistir a 20 minutos do aguardado filme 'Super 8', o novo projeto de JJ Abrams com produção de Spielberg, que estreia nos EUA 10/jun (aqui, em agosto). Antes da exibição, foi mostrada uma fala do proprio JJ, feita em Los Angeles, quando da exibição do mesmo trecho para a imprensa local. Ele falou de como foi a sua aproximação com Spielberg e também falou sobre o filme, sem entregar muita coisa, é claro.

O trecho a que assistimos é importante porque mostra quem são os seis garotos (entre os quais uma menina) que conduzirão o filme, e um espetacular acidente de trem (um tanto exagerado, como vcs verao no trailer abaixo) que acontece e libera um 'monstro'. Não vemos nada, só percebemos que é uma criatura grande e forte. Essa onda de mostrar 20 minutos de um filme começou com 'Tron' e vem se espalhando também pela música e nos clipes de artistas, que liberam apenas previews do que virá. É um bocado frustrante ficar a fim de continuar vendo a parada e ter que sair fora na melhor parte.

O que deu pra sacar é que, como o `super 8` é passado em meados dos anos 80, na trilha sonora rola muito som new wave, como Blondie e The Cars, port exemplo; e, mais uma vez, JJ fez com que um anuncio de Slusho (aquela bebida trash) apareça numa cena passada numa lojinha de posto...

Wednesday, May 25, 2011

RESSACA DO ORIGINAL

A primeira vez foi uma surpresa total, ja que, ha muito tempo nao se via uma comedia realmente adulta e sem freios, era tudo voltado para adolescentes e talz. Dai o sucesso do primeiro 'The hangover' (a ressaca), que aqui virou 'Se beber, não case'. O resultado foi acima do esperado para todos os envolvidos e o filme acabau sendo o mais lucrativo da safra 2009, ja que rendeu muitas vezes mais o que custou (cerca de 40 milhoes, merreca pros EUA, e faturou mais de 400 milhoes interncionalmente). Entao, uma continuação era mais do que esperada/inevitável $$$

E ela veio. E, claro, nao é tao divertida qnto a original (embora tenha bons momentos, muitos a cargo de um macaco fumante), ja que o que era surpresa no primeiro agora é apenas forçada de barra neste, pois que a gente fica esperando o que de mais absurdo pode acontecer para suplantar o que ja vimos e os roteiristas capricharam, visto que o filme se passa em Bangcok, Tailandia, tida como a capital do sexo e da bizarrice mundial. Dai as cenas e piadas (bem) mais pesadas. No entanto, qndo acaba, vemos que o melhor foi o nao mostrado, o q aconteceu durante o blackout da turma, meio como no primeiro. Mas, desta vez, as fotos dos creditos foram realmente melhores do que o filme, que, no entanto, fará o maior sucesso.

Como diz aquele lema: de ao povo o que ele quer. E eles deram...

Saturday, May 21, 2011

MIDIA TO GO


Já falamos aqui de diversos gadgets, mas existe um que é dos mais baratos e úteis para quem gosta de ver filmes e séries baixadas da internet em seu televisor com imagem melhor e tela maior, mas não tem nenhuma TV ou HT com saida USB multimidia. É um device da Western Digital (que custa lá fora apenas US$99), marca conhecida por HDs externos confiáveis, que criou uma linha inteira de aparelhos assim. O mais simples e barato deles (que é o que tenho e testei) é este da foto. Com duas entradas USB e saídas video composto e HDMI (ou seja, pode ser conectado da TV mais simples até a mais sofisticada) ele funciona como um mini multimidia center. Com ele acoplado em sua TV, e com um pen drive ou HD externo conectado, vc tem acesso a todo o conteudo multimidia (audio, video, fotos) que voce baixa direto na tela de sua TV. Pode até assistir a filmes baixados em hi-def, pq ele lê arquivos MKV (o q certos HTs ou TVs com USB mais antigosn não leem). Modelos mais sofisticados (que custam, no máximo, US$ 200) funcionam tbm como PVR pq vem com HDDs embutidos. No Brasil, só chegam importados e bem mais caros. Mas ponha na sua lista e não deixe de trazer um em sua próxima viagem.
*vi no site da WD q este modelo foi atualizado e agora faz streaming via wi-fi e acessa windows media center. com isso, o precco foi para $129,90
Wednesday, May 18, 2011

GERAÇÃO ELETRÔNICA 2011

fINALMENTE nASCEU! aBERTURA nESTA sEXTA-fEIRA, 20 DE mAIO
*clique no flyer acima para ver detalhes e datas da programaçao...
Friday, May 13, 2011

UMA NOITE DE AMOR E MÚSICA



Mais uma noite mágica no Circo Voador. E romântica, tbm. Afinal, as belas canções do Teenage Fanclub já embalaram muito namoro indie nos ultimos 20 anos. Por isso, muitos casais aos beijos, alguns que, talvez, nos anos 90 nem ouvissem a banda, mas a conheceram nas festas de indie rock depois, se beijavam em todo canto do lugar. Um clima bonito estava no ar.

Ai, pouco depois da meia-noite, chegaram os escoceses. Nao mais cabeludos, mas ainda joviais, com cabelos grisalhos, curtos, algumas calvas, mas com as vozes e tudo mais igualzinho como nos discos que nos acostumamos a ouvir (e amar) então, sobretudo 'bandwagonesque', 'thirteen' e 'grand prix', que formam a trilogia básica do TFC. E teve um pouco de cada.

Foi difícil conter a emoção ao ouvir, ao vivo, jóias como 'starsign', 'what you do to me' (que fez com que alguns tentassem o mosh, um marmanjo chegou a beijar norman blake na bochecha, para desespero do segurança da banda), 'radio', 'sparky´s dream' e a belíssima 'the concept', estiveram no cardápio. Tudo com os vocais harmoniosamente integrados de blake, mcginley e love, limpidos e fieis aos que ouvimos nos cds do passado. Uma maravilha.

Nao ha muito mais o que dizer, apenas lembrar o que aconteceu; Tudo bem que eles toquem mais devagar. Basta comparar nas fotos a transformação que aconteceu com a banda em 20 anos.
Sunday, May 08, 2011

PERMANENT RECORD


Houve um tempo em que o VCR (video cassete recorder) reinava. Foi uma revolução nos 80s. Vc podia, enfim, gravar os filmes da madrugada (não havia tv paga), ou as novelas da sua mãe, e ver depois. Fiz muita coleção de videoclipes assim. Isso durou uns 20 anos. Com o fim do reinado do VCR, perdeu-se o habito de gravar programas da TV. Mas, na década de 00, apareceu o DVR (digital video recorder), um aparelho com dvd (ou não), munido de um hd interno que permite não apenas gravar a programação (e depois grava-la num disco), como tbm pausar ao vivo (os hdds fazem buffer de até seis horas!). No entanto, não foram tão populares qnto os VCRs. Pq?

Em parte, pq nos EUA surgiu o TiVo, um PVR (personal video recorder), que acoplava o decoder da TV paga a um hd, com a vantagem de poder gravar os pgms sem programa-los à moda antiga. Basta ir na grade do canal e apertar o R em cima. Sensacional. O TiVo não chegou aqui, mas as TVs pagas logo trataram de criar os seus próprios PVRs. O primeiro foi o Sky+, que permitia editar os pgms (tirar os intervalos, p ex) e depois copia-los num device externo. Sua versão mais recente, o SkyHD, barra a gravação. Bem como o aparelho da Net com HD digital. Mas nem é mais preciso copiar nada. É tanta coisa pra ver q é melhor guardar no hd (alguns chegam até 500giga) ver depois e apagar. Com isso, aposentei meu DVD-R de mesa, mas ainda uso um Philips q vem com hd embutido e que permite copiar programas sem código de proteção.

A vantagem do PVR para o VCR é q não é preciso acertar o relógio (a hora é automaticamente mantida pelo sinal do cabo), programa-se num segundo, dias, semanas, e os aparelhos mais recentes ainda permitem q se grave até dois eventos simultanemente. Pessoalmente, uso mais o recurso do live pause. Começo um pgm q terá intervalos 10, 15 mins depois e assim posso pular todos os comerciais e assistir a um pgm de 60mins, p ex, em 40/45. Tbm dá pra pausar pra ir na cozinha/banheiro e, no caso de futebol, fazer o seu próprio instant replay. Dessa forma, não assisto mais TV em tempo real faz anos (aliás, nem assisto mais TV, uso o aparelho mais como central pra ligar outras coisas). Deixamos de ser escravos passivos da programação.

Existem variações de PVRs, como os aparelhos da Western Digital, aos quais vc acopla pen drives para ver seus filmes baixados (caso sua TV ou HT não tenha entrada USB) que podem tbm receber hds externos. As vzs saem mais em conta do que comprar os gadgets à parte. Os mais sosfisticados permitem até fazer streaming com seu PC através de conexão wi-fi/DNLA. A maioria já tem saída HDMI (alta definição) e aceitam arquivos MKV (para filmes em HD, 720p+). Ou seja, é só alegria.

*Aí, nunca mais voce vai receber ligações de sua mãe perguntando como se programa o vídeo =)

Sunday, May 01, 2011

REEO VS RIO


Agora que (quase) todo mundo já viu 'Rio' e que "Velozes & furiosos - operação Rio", vai estrear (e já abriu nos EUA com $83mi só no finde da estreia), vale comentar alguns pontos que os dois filmes tem em comum ou divergem sobre a cidade do Rio de Janeiro. O desenho de Carlos Saldanha tem a seu favor o fato de mostrar a cidade em todos os seus ângulos corretamente, como nunca antes (tipo, se vc está na Gávea, não vira a esquina e sai no Centro). O Rio tem um quê de antigo, meio anos 50, mas está com tudo no lugar certo. Mas vale mais a pena ver a versão dublada, que tem girias e modo de falar locais. Os clichês estão lá e a versão em inglês é muito pra gringo ver. Mas deixa, no geral, uma boa imagem/impressão da cidade maravilhosa.

Já "FastFive" traz de volta aquele modo estereotipado de ver uma cultura estrangeira, como milhares de filmes americanos já o fizeram nos últimos 40, 50 anos, com o Brasil e outros países. A versão internacional é ainda mais canhestra, já que todos os 'cariocas' do filme são atores gringos que falam portugues com sotaque bizarro (a policial que mora no morro, p ex, é uma caliente espanhola). A única 'brasileira' do filme é a Jordana Brewster, que não nasceu aqui, mas é filha de brasileiros e fala portugues ok. Mas estes serão dublados em portugues nas cópias nacionais. No mais, é um eficiente filme de ação (melhor do que o anterior) e que teve todas as suas cenas com carros rodadas em Porto Rico e Atlanta, já que no Rio de verdade seria inviável. Mas cuidaram de todos os detalhes do mobiliário urbano. E bem que as ruas do Rio poderiam ser lisinhas e bem feitas como as mostradas no filme (e tem ainda um trem maravilhoso que passa por um deserto!). Fora isso, o fã da série deve ficar até os finais dos créditos principais, onde rola uma cena de ligação com o próximo capítulo, que traz uma boa revelação.


NA CIDADE

JANEIRO TEM DUAS FACES:

CASAS & SHOWS: Circo Voador 19 - Samba Rap Festival: Elza Soares / Karol Conka 20 - Samba Rap Festival: Emicida / Jongo da Serrinha / Bateria da Império Serrano 25 - Phoenix (FRA) 26 - Vanessa da Mata / Fióti / DJ Incidental 27 - Barão Vermelho

Fundição Progresso 19 - BaianaSystem 20 - Tim Music no Samba: Xande de Pilares & Mumuzinho - Participação: Bateria do Salgueiro 26 – Johnny Hooker / Letrux 27 - Nando Reis

Teatro Odisseia 21 - Radnor With Lee (EUA) 28 - Demon Hunter (EUA) / Pantokrator (SUE)

Teatro Riachuelo 16 - Leila Pinheiro: Voz & Piano 23 - Ed Motta: Baile do Flashback 30 - Laila Garin & A Roda

Teatro Rival 20 - João Bosco: Voz & Violão 25 - Angela Ro Ro 26 - Bloco Sargento Pimenta 27 - Geraldo Azevedo: Voz & Violão

Audio Rebel 16 - Adaury Mothé Trio 17 - Rafael Rocha Quinteto 28 - N.D.R. / Triunfe / Dissonância 29 - Ana Baird & Camila Costa: Perigosas

Espaço Sérgio Porto 18 - Sinara 25 - Karine Carvalho: Galega Hits

Sala Baden Powell 19 - Sempre Livre / Sylvinho Blau Blau / Dr. Silvana & Cia. 20 – Nelson Sargento 21 – Banda do Síndico 24 - João Donato - Participação: Carlos Lyra & Roberto Menescal & Marcos Valle 25 - Mario Adnet: Jobim Jazz 26 – Marcos Ariel 27 – Cris Delanno 28 - Azymuth

Beco das Garrafas 17 - André Gonçalves 18 - Lu Oliveira 19 - Georgiana de Moraes & Fernanda Cunha & Camilla Dias: Homenagem a Vinicius de Moraes (20h) 19 - Joyce Cândido: Homenagem a Elis Regina (22h30) 20 - Hélio Delmiro (21h) 20 - Maíra Freitas & Taís Feijão (22h30) 21 - Dóris Monteiro 24 - Rosana Sabença 25 - Conexão Rio: Homenagem a Tom Jobim 26 - Amanda Bravo: Homenagem a Durval Ferreira - Participação: Paulinho Trompete, Mauricio Einhorn, Rosana Sabença, Billy Blanco Jr., Thaís Fraga 27 - Hector Costita & Joseval Paes 31 - Maria Luiza

Casa de Cultura Laura Alvim 16 - Dani Black 21 – Pedro Mann 23 - Davi Moraes 28 – Qinho Canta Marina Lima 30 - Matheus VK

Teatro Café Pequeno 18 – Verônica Sabino 25 – Elisa Queirós

Blue Note Rio 16 - Big Gilson 17 - Roberto Menescal 18 - Gabriel Moura 19 - Daniel Jobim & Daniel Boaventura: Homenagem a Tom Jobim & Frank Sinatra 20 - MPB-4 23 - Escalandrum (ARG) 24 - Mayer Hawthorne (EUA) 25 - Wanda Sá & Gilson Peranzzetta & Mauro Senise: Homenagem a Tom Jobim & Vinicius de Moraes

KM de Vantagens Hall 19 – Molejo & É O Tchan – Participação: Ludmilla 20 - Ney Matogrosso: Atento aos Sinais

Imperator 23 - Jazz Pras Sete: Chico Costa & Quarteto Artilheiro 24 - Quartas Brasileiras: Cordão da Bola Preta 27 - Forró Lánalaje: Marcelo Mimoso Trio / DJ Edna Carvalho 28 - Bloco Pipoca & Guaraná 31 - Toquinho: Voz & Violão - Participação: Camilla Faustino

Centro de Referência da Música (Tijuca) 17 - Ellen de Lima & Reginaldo Bessa: Homenagem a Lamartine Babo 18 - Rosa Marya Colin - Participação: Jefferson Gonçalves 19 - André Gabeh 17 - Eduardo Dussek 24 - Quinteto em Tom Maior 25 - Rosane Corrêa: Homenagem a Ella Fitzgerald 26 - Daíra: Homenagem a Belchior 31 - Ana Egito

Baile do Digitaldubs - HUB (Santo Cristo) 21 - Cedric "The Congos" Myton (JAM) 28 - Mad Professor & Aisha

Música no Deck - Barraca do Pepê (Barra da Tijuca) 20 – Filipe Ret 21 – Kell Smith 27 – Um 44k 28 – Luiza Possi Barra Blues Festival 26 - Sergio Diab Stratoman / Projeto Soul Jazz / Ana Egito / Alamo Leal Blues Groover’s / Corcel Mágico 27 - RJ Café / UniJazz Brasil / The Blue Fever / Sergio Rocha / Serra Blues Trio 28 - André Barroso / WestSide Blues / State of Blues / Victor Biglione Festival Downtown Sunset - Shopping Downtown (Barra da Tijuca) 20 – Gabriel O Pensador 27 – Biquini Cavadão

Rio Rock & Blues - Rock Experience (Lapa) 19 - Titanossauros / Conexão Japeri 20 - Love & The Lovers / The Loreleis 26 - The Smiths Cover 27 - Pedro Santana Trio / Elemento Surpresa / A Bolha Revisited

Circuito SESI 24 - Centro: Fhernanda Fernandes - Participação: Nana Kozak, Sandra Duailibe, Clarisse Grova, Ninah Joh, Andréa França

MIXXX: 17 – Matheus VK – Teto Solar / Botafogo 19 - Maratona Black - Baile Charme – Gafieira Elite / Centro 19 - O Rappa: Tour de Despedida – Quadra da Mocidade / Padre Miguel 20 - Festival Rock in Brisa 4: 90 Contos / Cosmobox – Espaço Tequila´s / Guaratiba 20 - Playmobille / Tem Amor – La Esquina / Lapa 20 - Indivíduo K / Cândido / Banheiro Azul – O Pecado Mora ao Lado / Praça da Bandeira 21 - Aniversário de 57 Anos do Cacique de Ramos 21 - Festival Lona Rock Sunday: Memora / The Outs / Corcel Mágico – Lona Terra / Guadalupe 21 - Lu Oliveira – Praia de Conceição de Jacareí / Mangaratiba 26 - Laurent Garnier (FRA) 26 - Bloco do S Convida KL Jay – Fosfobox / Copacabana 27 - Slide / Sollarium / Fresno / Glória / Strike - Clube Tamoio / São Gonçalo 27 – Matanza – Arena Fernando Torres / Parque de Madureira 27 - Visibilidade Transvestigenere - Beco Encantado: Mulher Pepita & MC Xuxu – Beco do Rato / Lapa 28 - Festa Divina Circus: IZA – Clube 4 Linhas / Bento Ribeiro 28 - Bloco Eficiente: Inclusão Se Faz Com Várias Mãos – Praça Paris / Glória 28 - Facing Fear / Stuff / Cidade Nua – Rock´N Beer Pub / São Gonçalo

exposição de fotografias de Raymond Depardon, “Un moment si doux”. Depois de passar por Paris e Buenos Aires, o CCBB Rio recebe as 170 fotografias de diferentes cores e formatos tiradas na Europa, África e América Latina, incluindo o Brasil. Ate 22 de janeiro. qua-seg 9am-21pm. Grátis.

FESTIVAL DE CULTURA DIGITAL: De 18 a 20 de janeiro, quinta a sábado, acontece no CCBB RJ DIGI – Festival de cultura digital, uma mega programação que inclui imersão, reflexão e diversão. Tem até shows geek. quinta, 19 de janeiro, às 21h, apresentação da orquestra Ritornello de Jedi, com repertório de trilhas musicais de videogames, séries e desenhos, com cordas e vozes, e arranjos exclusivos. O objetivo é dar acesso à formação clássica com temas musicais do cotidiano. sexta, 20 janeiro, às 21h, é a vez de The Screeners, banda que faz releituras rock ’n’ roll de trilhas sonoras clássicas do cinema, de videogames, séries de TV, desenhos animados. É tudo grátis, das 9 às 21h.

MOSTRA NA CAIXA CULTURAL RIO DE JANEIRO EXIBE O CINEMA DE HAL HARTLEY Programação reúne todos os 14 longas do diretor americano, além de debate, sessões comentadas e um curso de roteiro cinematográfico de 23 de janeiro a 4 de fevereiro de 2018 (terça a domingo)

O Ministério da Cultura, o Centro Cultural Banco do Brasil e a Associação de Críticos de Cinema do Rio de Janeiro apresentam a 14ª Mostra Melhores Filmes do Ano Além das exibições dos filmes, a mostra traz homenagens e catálogo especial com textos sobre os filmes e as iniciativas cinematográficas que fizeram a diferença em 2017 De 24 de janeiro a 1 de fevereiro
PROG IN BRASIL: Carl Palmer, Premiata Forneria Marconi, estarão no Brasil em 2018, se apresentando nas cidades de Belo Horizonte, Porto Alegre, Rio de Janeiro e São Paulo, como parte da Top Cat Concert Series 2018. Os italianos do Premiata Forneria Marconi CHEGAM EM ABRIL. O grupo de rock progressivo, formado em 1971, vem lançar seu novo álbum 'Emotional tattoos', e também vai tocar seus clássicos. Maio vai trazer o baterista do Emerson, Lake & Palmer e também do Asia, Carl Palmer, com seu tributo ao ELP.Show promete surpresas com algumas participações especiais de peso.

No dia 24/jan, começa no CCBB SP a mostra Sonora: Ennio Morricone, que homanageia o maestro no ano que completa 90 anos. Ao todo, serão exibidos 22 filmes que têm a marca musical do maestro.

Nico Rezende fará show em homenagem a Chet Baker dia 26/01 no Blue Note. Aliás, esse ano completa 30 anos da morte do Chet!!! 2018 marca o trigésimo aniversário da morte de Chet Baker. Nico Rezende presta homenagem ao trompetista no palco do Blue Note Rio, no dia 26 de janeiro (sexta), para apresentar alguns clássicos imortalizados por Baker. Estão no programa canções como ‘Time after time’, My funny valentine’ e ‘There will never be another you’.

RU PAUL´S DRAG RACE TOUR: Em 2018, as drag queens de RuPaul's Drag Race vão levar a turnê oficial do reality-show, WERQ THE WORLD TOUR, para a terra do “Come to Brazil”! Michelle Visage vai comandar a apresentação no Brasil e todos os shows contarão com performances ao vivo de algumas das drag queens mais inesquecíveis de RuPaul's Drag Race, entre elas, as recém-divulgadas participantes da terceira temporada de All Stars, Shangela e Kennedy Davenport. Outras fan favorites devem marcar presença, como Detox, Kim Chi, Violet Chachki, Valentina e Peppermint. Ainda haverá um pré-show com DJ set e performance de Lady Bunny, a drag queen que é uma lenda da cena noturna de Nova York. 23/FEV TEATRO BRADESCO/RJ

(colaborou @DonnieDarko73);

Blog Archive

Buscar

About Me

tom leão
Vanuatu
amigo dos amigos, amante de música, cinema, boa comida, de pedaladas e caminhadas
View my complete profile
Powered by Blogger.

Popular Posts

Translate

Followers