Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Fevereiro, 2008

Risos pré-históricos

Sei que a gente tem falado aqui mais de cinema e TV do que de música. Mas é que a maré tá fraca na área musical. E tenho de alertar vcs sobre o filme mais engraçado do ano: 10 mil anos antes de Cristo, de Roland Emmerich (o cara que estragou Godzilla). Fui hj na cabine desse troço e ri tanto que quase fui às lágrimas. É mais uma daquelas aventuras com profeciais, chosen ones, gente falando inglês com sotaque de primitivo e cenas absolutamente impagáveis. Não vou nem falar aqui pra não estragar a surpresa. Mas uma que envolve um cego albino e outra que inclui um cara chamado Moha, que morre mesmo, são de fazer chorar de tanto rir. Sem contar os Nuku e Daku (!!!) A galera que tava comigo na sessão não se conteve, teve um que quase passou mal. Quando eu era moleque, vi na TV um filme do tipo que me impressionou bem mais, não só por causa da idade: one milion yrs B.C. (quase o mesmo nome). Pq tinha Raquel Welch num insano biquini de peles (foto), dinossauros em stop-motion e o time femini…

Miss Kitchen

Foi com esse nome que a francesa Miss Kittin (nascida Caroline Hervé) foi anunciada num email que recebi (da própria divulgação!!!) quando tocou aqui no Rio, pela primeira vez, numa noite bacana no Sky Lounge, na Lagoa (que era um lugar de tamanho legal, com som bom, só que mal aproveitado), há alguns anos. O lugar era tão playba que um amigo meu, acostumado a só andar de bermudão estilizado, que não é exatamente um short, foi barrado na porta. Como ele não era o único (os fãs de Kittin se vestem mais numa onda rock), depois de muito perrengue com a mulé da porta e os seguranças, acabaram liberando a entrada dos malucos que destoavam do público frequente da finada casa (tinha até um clone de Marilyn Manson). Fiz essa volta toda só pra avisar que tem disco novo de Kittin na área, o da capa acima. Menos electro, mais dark techno, ele é bem legal e mais pesado que o anterior. De cara, duas faixas se destacam (e já estão no meu set em dois sábados lá na Matrix): "Pollution of the mi…

KLING KLANG

Tavassistindo ao DVd do show da turnê "Minimum/Maximum", do Kraftwerk (que passou por aqui em 2004, num armazém, Nokia Trends) e me lembrei do primeiro contacto que tive com os homens-máquina. Foi uma visão, algo que a galerinha que hj só conhece música baixando, não mais terá. Ia, preguiçosamente, até o sebo onde eu comprava meus discos (Duarte, no Centro, que vendia os vinis carimbados, ou seja, metade do preço ou menos), quando vi na vitrine a capa acima. Parei, olhei de novo e pensei: quem são? Não conhecia o Kraftwerk até então, mesmo eles já tendo lançado discos antes. Era uma coisa de gente mais velha ou progressivo, imaginava. E foi assim que a música eletrônica entrou na minha vida, junto com o punk rock (este disco é da mesma época de Clash e Pistols, mas só conheci alguns anos depois, depois até do Devo!). Era o som mais estranho e diferente que já tinha ouvido em meus menos de 20 anos de vida. Como eles faziam aquilo? Criando os próprios instrumentos e gravando t…

THE BRITS

HJ A TARDE VI OS BRIT AWARDS BAIXADO, NA INTEGRA. COMO SEMPRE, É MELHOR DO QUE O GRAMMY, PQ É MAIS CURTO, TEM MAIS NUMEROS MUSICAIS (PQ TEM MENOS CATEGORIAS), O HUMOR INGLES É MAIS ESCRACHADO E MENOS ENSAIADO, E PQ OS PREMIADOS COSTUMAM CHEGAR BEBADOS NO PALCO, CASO DOS ARCTIC MONKEYS, Q ESTAVAM VESTIDOS PRA CAÇAR E, NA SEGUNDA VEZ, CHEGARAM A SER TIRADOS DO AR PQ O ALEX TURNER N FALAVA COISA COM COISA. OS OSBOURNES FORAM OS HOSTS, COM SHARON MEGA BOTOCADA TROCANDO DE ROUPA TODA HORA E OZZY MAIS GAGÁ Q NUNCA. MIKA, QUE SOLTA A FRANGA CANTANDO, FALANDO É CONTIDO. SE ELE É OU NÃO, SIR IAN MCKELLEN NEM QUIS SABER. FOI AO PALCO E DISSE Q TAVA LA SO PRA VER O MIKA, DE MODO MAROTO. O POP SOBREPUJOU O ROCK, MAS TUDO BEM. DEU PRA VER UM MASHUP DOS KLAXONS COM A RIHANNA, UMBRELLA VS GOLDEN SKANS, E A VOLTA DA KYLIE. BETH DITTO APARECEU DUAS VZS, KATE NASH UMA, MARK RONSON FEZ UMA APRESENTAÇÃO SUPER BACANA, COM GUESTS DE SEU DISCO BACANA DE VERSOES, E JUNTO COM AMY WINEHOUSE (QUE DEPOIS CANTO…

Careca dourado

Outra lista pra manter os coveiros ocupados por alguns dias, a do prêmio Oscar. Não que a gente aqui dê a menor bola pra essa parada. Mas confesso que este ano a lista de filmes tá bem boa e merecida. Não desgosto de nenhum dos indicados a melhor filme e torço por todos, embora não tenha visto "Michael Clayton" (mas meu favorito é o dos irmãos Coen). Confiram a lista dos melhores filmes e comentem também os atores, diretores etc:

Atonement (desejo e reparação)
No country for old men (onde os fracos não tem vez)
Juno (incrível, não terá subtítulo imbecil em português, tipo "Uma grávida muito louca")
Michael Clayton (esqueci o nome que ganhou aqui)
There will be blood (sangue negro)

*domingo tem bolão do Oscar, organizado pela Cavídeo, no Espírito das Artes, no mezanino da Cobal do Humaitá...

Teletubo

Falando em TV, recebi email do Ricardo Alexandre, ex-editor da re-re-finada "Bizz" pedindo pra mandar uma lista das minhas dez séries de TV favoritas de todos os tempos. É que ele agora tá editando a "Monet" (aquela revista de programação mais refinada da Net) e vai publicar uma lista das 100 mais séries (segundo 100 malandros que ele consultou), na edição de abril. Depois a gente confere quem ganhou.

Eis o que mandei:
1-familia soprano
2-six feet under
3-star trek
4-twilight zone
5-twin peaks
6-batman (60s)
7-...married with children
8-seinfeld
9-buffy
10-lost *lost ficou em último pq ainda não acabou...

Comédia em pé

Desde a segunda-feira passada o canal Sony passou a re-reprisar a série de comédia "Seinfeld" desde o primeiro capítulo/temporada. É uma boa chance para quem só conheceu essa comédia genial já com o bonde andando. Eu mesmo, nos anos 90, só comecei a ver bem depois, pq, a principio, não fui com a cara do Jerry Seinfeld, um tanto babaquara pro meu gosto (e, na época, eu era totalmente freak fan de "...married, with children", nobody beat the Bundys!). Mas, uma vez que você conhece os personagens e as situações de Seinfeld (e quando percebe que eles agem exatamente como os novaiorquinos de verdade, não como a galerinha imbecil de "Friends"), não tem mais volta. Fazendo o link com a impagável "Curb your enthusiasm" (cuja sexta temporada tá demorando a chegar na HBO daqui), do Larry David (co-criador de "Seinfeld"), fica ainda mais claro que o personagem Costanza (Jason Alexander) foi totalmente baseado no próprio Larry. De lá pra cá, o c…

Shamrock

Aí eu tava na festa de um amigo que ia pra India, na Lagoa, quando a cabeça do Cristo pousou bem no meio da pista de veiculos e varias explosoes pros lados de Copacabana foram ouvidas. Ai a gente saiu fora do predio pq destroços vinham do morro atras da gente e corremos desesperados. Ainda bem que um amigo tava com uma camera filmado a festinha e acabou pegando uma panoramica assustadora da situação quando chegamos ao topo da Sacopã e vimos Copacabana semi destruída e em chamas, pensamos: fudeu! Que porra era aquela? Ao longe, na divisa do Arpoador, entre Copa e Ipanema, vimos a cauda do que seria uma especie de monstro marinho gigante, provavelmente veio de alguma fenda aberta no oceano atlantico a nossa frente, ele se encaminhou pra roda gigante ali no posto seis e fez um estrago geral. A essa altura a gente ja tinha rapado fora de bike, pq estava intransitavel pelas ruas, de carro, e chegamos a Ipanema a tempo de ver a criatura atravessando o dois irmãos (por cima, claro) e se mand…

KINO

APROVEITEI BASTANTE MINHAS MINI FERIAS CARNAVALESCAS E ACABEI VENDO UNS FILMES QUE TINHA BAIXADO, MAS FALTAVA TEMPO PARA VE-LOS. AQUI VÃO ALGUNS DELES:

JUNO = TALVEZ O UNICO FILME EM QUE UMA ADOLESCENTE GRAVIDA (A OTIMA ELLEN PAGE DE "HARD CANDY") NAO É O FIM DO MUNDO. O TEXTO É DELICIOSO (ROTEIRO DE DIABLO CODY, QUE, APESAR DO NOME, É MULHER, E BEM GATA). NAO PERCA.

SWEENEY TODD: É ESTRANHO VER UM MUSICAL ONDE, ENQUANTO PESSOAS CANTAM, GARGANTAS SÃO CORTADAS À BASE DE NAVALHADAS. MAS, HEY, É TIM BURTON! E TEM JOHNNY DEPP. O QUE MAIS UM FÃ DO DIRETOR DARK PODE PEDIR?

PERSÉPOLIS = O DESENHO ANIMADO PARA ADULTOS MAIS TOCANTE E POLITIZADO QUE JÁ VI. É SOBRE AS MEMÓRIAS DE UMA GAROTA IRANIANA QUE ATRAVESSOU TODAS AS CRISES POLITICAS DE SEU PAIS, DESDE OS ANOS 70. BASEADO NA PRÓPRIA EXPERIENCIA DA AUTORA DO LIVRO QUE DEU ORIGEM AO FILME, MARJANE.
NO COUNTRY FOR OLD MEN = OS IRMAOS COEN NAO FAZEM FILMES RUINS. PONTO. MAS ESSE É SEN-SA-CIO-NAL! O PERSONAGEM DE JAVIER BARDEN JA ENTROU P…