Pages

Friday, April 27, 2007

gomlevsky russo


ontem finalmente fui ver a peça "renato russo". ja tinha ouvido falar muito bem dela, mas ainda assim tinha um pé atrás, pq nao gosto desse tipo de tributo. sempre levam para o lado piegas ou da idolatria cega, o caminho mais fácil. no meu caso, tinha ainda mais medo de ver pq fui amigo do renato em sua fase carioca e até o fim de sua vida. qndo a legiao tocou pela primeira vez no rio, no circo (como trio, renato ainda no baixo), logo ficamos broders (e tbm do andré x, da plebe). ate pq, depois ele veio morar aqui, na ilha, e geralmente nos viamos nos finais de semana na lapa, junto com a galera punk q fazia ponto na mahatma ghandi. renato ia de buzum e descia no menezes cortes. em comum, nossa adoração por cinema e música. mesmo em sua fase mais pop, renato nunca esquecia dos amigos e ligava e convidava para noitadas. as vzs alterado, outras super alegre. inclusive certa vez ele apareceu numa festa do rio fanzine e deu uma canja nao programada, mostrando que, de pop star babaca não tinha nada. voltando a peça, bruce gomlevsky encarna o renato de tal forma que chega a dar aflição. o cara passa duas horas no palco cantando e atuando (acompanhado de uma banda), numa entrega tão grande ao papel, que impressiona. emociona. faz rir. chorar. nunca parece uma caricatura. e nada é omitido ou escondido. ele capta muito bem a dubiedade e os conflitos de personalidade do cara. se vc foi testemunha da trajetória da legião, é fã do renato ou apenas quer ver uma boa peça bio/musical de um astro de rock, essa é das melhores q já se viu por aqui. não soa a tributo barato, envolve até quem está vendo pela peça em si, mesmo nao conhecendo a história. Enfim, recomendo sem restrições.

*o "renato" na foto acima é o bruce, pra vcs terem uma idéia da semelhança. e a voz dele tbm está no tom certo...
Wednesday, April 25, 2007

Emo-Aranha


Hj cedo rolou a cabine para imprensa de "Homem-Aranha 3". fora o lance ridiculo de guardarem os cells da galera e nos fazer passar no detetor de metais (algo que ja vem rolando desde o tempo do "Hulk" em grandes lançamentos), tudo rolou na boa. Quem ia piratear aquilo com telefone? Fomos lá para ver o filme, que, de resto, já tem no pirata chinês e já deve ter chegado na Uruguaiana. O filme? Bom, eu tinha visto o trailer completo na semana passada e ele não me empolgou muito. Agora, vendo o filme, acho q ele tem seus grandes momentos, mas nunca rola redondo pq tem muita coisa pra explicar, mostrar. São muitos vilões (Duende Verde Jr, Homem-Areia, Venom), muitos personagens importantes (fora o trio pete-mj-osbourn, tem ainda a gwen stacy (feita pela dama da água), tia may, os viloes fora dos tipos), o roteiro tem que comportar isso tudo em duas horas e meia. No final, fecha meio na correria. E amarra as pontas que ficaram em aberto nos dois filmes anteriores. É um bom filme, mas se eu fizesse o boneco do grobo daria olhando, pq fica bem abaixo do anterior, pra mim o melhor filme de super herói da marvel já feito. Pq o titulo do post? pq na fase em que pedro prado está tomado pelo lance espacial que o deixa mau e com a roupa do aranha negra, ele usa um visual meio emo: franjinha, calça apertada, delineador e age parecido com o máskara (rs). o topher grace (de that 70´s show) está muito bem no filme e dá pra saber pq ele foi cogitado lá atrás pra ser parker/aranha. ele tem muito mais a cara e o tipo fisico do peter dos gibis do q o tobey. magrinho, cabeçudo, total pp. bom, agora é esperar o lançamento mundial em duas semanas pra ver se ele emplaca ou supera os anteriores. no geral, sam raimi continua fazendo um bom trabalho e não decepciona os fãs.
*atenção para a ponta (não creditada) de paris hilton na cena da escola, logo no começo; para a aparição de sempre de stan lee (desta vez mais destacada) e para bruce campbell, hilário como sempre...
Tuesday, April 24, 2007

dee-liciosa?


Uma amiga paulista viu o dj set de Lady Miss Kier (ex-Deee-Lite) e mandou umas fotos. aqui vai uma para vcs verem como ela tá ficando fofinha e se parecendo com uma integrante do B-52´s.
Monday, April 23, 2007

Tapando sol com peneira

Quando rolou o massacre de Columbine tentaram jogar a culpa em Marilyn Manson e no jogo Doom só porque os malucos se vestiam de preto, meio góticos e jogavam o tal jogo (um dos mais jogados no mundo, em pc, console e online na época). Agora, chegou a vez de tentar botar a culpa dos eventos da Virginia Tech no excelente filme "Oldboy" e no espetacular jogo "God of war". Parece até desculpa de avestruz. Em vez de tentar entender o que levou a pessoa a cometer tais atos (no caso do coreano, é caso claramente psicologico, o cara. maluco ounão, ele tinha problemas. ou entaõ ele surtou), a midia procura o caminho mais fácil e tenta jogar a culpa em elementos da cultura pop. E os idiotas vão atrás e ecoam tais absurdos. Fosse assim, domingo retrasado, após assitir a "Roma" e ver o Verenus decapitar Erastus e sair com a cabeça do cara na mão, eu faria o mesmo no dia seguinte com meu chefe. E meu filho me mataria dormindo, esfaqueado, já que adora "God of war", cuja primeira parte nós zeramos juntos, nos divertindo. É que nem esse lance das marquises que maluquete Maia proibiu, para que párem de cair. É pra rir? Por favor, somos adultos, não idiotas. Olhem para seus umbigos. É que nem chamar quem ouve música eletrônica e rock de drogados. Isso já deu, né? (*publiquei este post tbm no rf online pq acho q vale o bis)
Thursday, April 19, 2007

Dixie chiques


Baixei e vi no fim de semana o doc "Shut up & sing", que conta aquele perrengue pelo qual o trio feminino de country americano Dixie Chicks passou por ter manifestado uma opinião. Foi o seguinte: em 2003, elas estavam tocando no Sheperd´s Bush Empire, em Londres, qndo, em dado momento, a cantora principal, Natalie Maines, resolveu dizer, em meio a um sorriso maroto e jogando pra platéia dos londrinos, que sentia vergonha de ser da mesma terra (Texas) que o presidente Bush. Tudo bem, isso morreria ali. Não fosse a data ser a véspera da invasão americana no Iraque. O q fez o comentário atravessar o oceano e tomar proporções imensas. Logo, a banda que tocava na abertura do Superbowl, lotava arenas, vendia discos à rodo e tocava sem parar nas rádios foi praticamente excomungada por seus patricios e fãs. Num instante, pessoas passaram a jogar os CDs delas no lixo, manifestantes iam para portas de shows devolver ingressos, as rádios country simplesmente a botaram na geladeira (um locutor diz no filme q era mais fácil pra ele tocar Marilyn Manson!) e as meninas sairam de cena. Tiraram férias, foram cuidar dos maridos e filhos (Natalie é casada com o cara que faz Peter Petrelli em "Heroes") e repensar a carreira. Após dois anos começaram um novo disco, "Take the long way", produzido por Rick Rubin (com Chad Smith do RHCP nas baquetas) e resolveram mandar o country, que as abandonou, às favas. Recentemente, as Dixie Chicks voltaram ao mesmo Empire onde a frase foi dita. E Natalie mandou na lata: "estamos de volta à cena do crime (risos). E não tenho nada de novo pra dizer. Só que sinto vergonha de vir da mesma terra que o presidente dos Estados Unidos" (aplausos). É isso aí, uma garota de atitude e que não amarela, que nem fez o Justino naquele caso ridículo dos seios da Janet Jackson. Taí, mesmo não gostando de country, virei fã das Dixie Chicks. Elas tem mais atitude do que muito roqueiro posudo por aí. By t way, o doc é muito bom e vai além do simples fato, questionando tbm a liberdade de expressão, independentemente de raça, credo, sexo ou nacionalidade...
Monday, April 16, 2007

Pirata ou pobre?

Amanhã (17/abril), a partir de 18h30m no auditório do CCBB acontece o debate "Piratas da cultura - comunicação e cidadania". Entre os debatedores estarão my broder Calbuque e a querida Cora Rónai. Esta comentou em sua coluna hj no caderno Infoetc o assunto e mandou bem de novo no ponto que ninguém nunca toca claramente: se os produtos e softwares fossem mais baratos vc compraria o original ou o pirata? A resposta, pra mim, é óbvia. O original, claro. Eu só compro jogo de ps2 pirata no camelódromo pq eles custam 15, 20 contos, contra os mais de 150, 200 contos do original (importado). Se eles custassem ate uns 50 contos (como custam em equivalente numerico em dolar, la custam de 25 e 50 pratas locais), eu até pagaria. Porque seria bem mais legal ter a embalagem original e o encarte de um jogo bacana como God of war, por exemplo. O pirata ficaria mais para comprar jogos ruins para teste. O mesmo vale para CDs, softwares, DVDs etc. Qndo o preço tá bom, sou mais de ter o original, bonitinho. Se tiver garantia e troca, melhor ainda. E ainda poderiamos comprar varios, pagando parcelado. O pirata não dá isso. E só a indústria nunca se tocou (ou finge que não vê), que o fim da pirataria (e, por tabela, do contrabado de importados) só se dará qndo o preço dessas coisas for mais acessível. Pq o Brasil é um país pobre! E, mesmo assim, paga mais caro por um monte de coisas do que se paga por certas coisas num país rico. Quer exemplo melhor do que um Nintendo Wii, que custa 250 doletas no EUA e quase 3 mil reais aqui!? Repito: o Brasil é um país pobre e de pobres!!!
Thursday, April 12, 2007

Poeira de luxo


Uma gripe me pegou de ontem pra hj e acabei chapando em casa. Então, aproveitei para ver a copia baixada de Grindhouse, a nova besteira pop de Rodriguez & Tarantino. A idéia dos dois era reviver o clima dos cinemas poeira, que faziam programa duplo com dois filmes ruins. Cheguei a pegar isso nos meus teen ages, indo ao suburbio pra ver dois filmes improprios a preço de banana. Foi assim, p ex, que vi Warriors, Dr Phibes, montes de filmes de kung fu e tal. Era divertido (e perigoso) estar num cinema fedido, cadeiras de madeira, ventiladores de pé nos cantos, cercado de gente estranha (tinha que ir com a turma, claro). E, muitas vzs, para fazer os filmes caberem na sessão, simplesmente pulavam um ou dois rolos! Vi Warriors assim, pq o outro filme, o Campeao, durava quase 3hrs, entao cada vez sacrificavam um rolo de algum dos dois filmes! Até isso Taranta e Rodriguez fizeram. Tanto Planet Terror qnto Death Proof tem partes faltando. Sem contar que as copias foram digitalmente estragadas, com pulos, arranhoes e outros defeitos especiais. Mas, no fim, nao achei tão legal. Na verdade me diverti mais com os falsos trailers (o do Rob Zombie sobre lobisomens nazistas é o máximo!), pois tanto Planet Terror (o filme de zumbi do Rodriguez) qnrto Death proof (o filme de perseguição do Taranta), são simplesmente ruins e pouco divertidos. O do Rodriguez é um tanto melhor, pois é bem trash mesmo. O melhor filme fake poeira de todos os tempos já foi feito, o Kill Bill de Tarantino. A vantagem de ter visto baixado em cam foi que a imagem do filme ficou ainda pior e dá pra ouvir os risos da platéia, transformando a experiencia poeirenta em algo mais real. Mas dá pra notar pelas cabeças q muita gente saiu no meio dos filmes. Tres horas é meio over. Mais jogo baixar um dvd rip de I drink your blood (como fiz), esse sim, um filme assustadoramente ruim. E um clássico dos grindhouses.
*como o filme foi mal de bilheteria em sua abertura nos eua, vai passar aqui desmembrado em dois, a partir de agosto, separados por tres meses, o que tirará toda a graça da brincadeira.
Monday, April 09, 2007

o q vc faz pelo seu mundo?

nao quero ser pc, nao. longe disso. mas acho que a gente pode fazer pequenas coisas no dia a dia para melhorar nossa vida (e a do planeta) como um todo. pequenos atos fazem diferença. eu, por exemplo, tento algumas coisas. tipo, introduzi (epa) a coleta seletiva no meu predio. passei a ir em reunioes de condominio e, apos muitos anos e tentativas, finalmente consegui. antes era mais dificil pq a gente tinha q pagar pelo transporte dos recicláveis. hj a prefeitura já faz isso normal. qndo escovo os dentes, há seculos uso um copo para reter água e nao deixar a torneira jorrando. qndo vou na locadora uso de novo o mesmo saco plastico que levei (e o que sobra de compras de mercado uso para limprar a caca do meu cão qndo saimos na rua, pq estes sacos levam 300 anos para se decomporem na natureza). ha um bom tempo, e ate por conta dos inumeros gadgets, só uso pilhas recarregaveis. pq estas nao utilizam cadmio e manganes, que sao altamente toxicos. e assim nao fico jogando fora todo mes duzias de pilhas velhas. se possivel, vou para o trabalho ou faço coisas na minha area de atuação a pé, de onibus ou bicicleta. a cidade saturada nao precisa de mais um carro jogando fumaça e atravancando o transito. as vzs é dificil fazer tudo isso pq a propria cidade (e algumas pessoas, tbm) joga contra. mas eu tento...
Friday, April 06, 2007

SAK VID PA KANPE*

falem o q quiser, mas comer bem (e ser bem atendido) é com os paulistas. adoro ir lá conhecer novos lugares. desde os 80s, qndo conheci o américa e a esperanza, o polpetone, até chegar aos dias do ráscal, comida boa é com os vizinhos (mas casa de sucos e churrascaria é com a gente e ninguém tasca). então, fiquei feliz com a invasao paulistana q ora acontece no rio. já temos ráscal, américa e em breve vai abrir a pizaria bráz, entre outras. do ráscal (por enqnto só no shopping leblon, breve vão abrir mais duas filiais) já virei freguês. o antepasto deles é imbatível, as pizzas divinas e o atendimento impecável (e bons preços). mas hj fui conhecer o américa, q abriu no rio plaza de botafogo. nao sei o q aconteceu, mas nao gostei. comi a mesma picanha minuano e tomei o mesmo sorvete farofino, mas o sabor de minha adolescencia em sao paulo nao estava mais lá. talvez pq agora já temos outback e joe & leo´s pra comparar. e estes são bem melhores. pelo mesmo valor da minuano vc traça uma ribs on the barbie no outback, bem mais saborosa. já o ráscal bate essas casas caras e metidas à besta do rio como capricciosa e fiametta. por muito menos vc come pizzas e entradas bem melhores. já em lugares tipo gero não vou. me recuso a pagar 80 contos por um prato de comida. agora vou esperar abrir a bráz, aqui perto de casa. alguém aí tem mais dicas de bons restaurantes que vale à pena conhecer?
*SACO VAZIO NÃO PÁRA DE PÉ...
Wednesday, April 04, 2007

los hermanos

esse post foi inspirado em alguns comments do post abaixo (css), sobre rock/pop latino. por que será q nosotros aqui não ouvimos ou não damos bola para o que se faz na vizinhança (vecindad)? confesso que so dei bola pra eles a partir de 2000 (apesar de antes disso já conhecer e achar bacana soda estereo, charly garcia e plastilina mosh) , qndo botei directv e passei a ver a mtv latino direto (pq é melhor q a daqui). contudo, com a fusão com a sky, o canal saiu do ar e entrou o lixo mtv hits. uma pena. mas, nesse tempo, aprendi a gostar e descobri nomes como erica garcia, los fabulosos cadillacs, miranda, los autenticos decadentes, bersuit vengarabat e outros. raramente estes nomes vem cá. só os maná e sanz da vida, pq são babas e bancados pelas gravadoras. o moby até gravou com o amaral. e juanes faz um pop aceitável (bom, este já é espanhol, não daqui da área). eles lá, principalmente os argentinos, por mais que sejam nossos "rivais", conhecem e curtem mais o pop/rock brazuca do que o inverso. os paralamas sempre foram bem recebidos por lá desde os anos 80. realmente (e me incluo nessa) temos um certo preconceito pelo cantado em espanhol, mesmo aceitando muita porcaria em inglês que, se traduzido para o portugues, daria vergonha ou vontade de rir. por que será que acontece isso? nem tudo é reggaeton...
Monday, April 02, 2007

CSS ROCKS!


Desde os anos 80 que as bandas de rock alternativas/indies brazucas (principalmente paulistas) tentam se dar bem na inglaterra e sair no nme. muitas tentaram. um colega meu de profissão, o naporano (escrevia na ilustrada da folha e tinha a banda maria angelica não mora mais aqui) foi um dos primeiros a tentar. foi com malas e bagagens para londres, ficou por lá um tempão, e nada. a ultima vez que o vi estava vendendo cds piratas de shows na feirinha de camden town. mais recentemente a galera do wry (de piracicaba ou campinas? to na duvida) tbm fez o mesmo. assim como a dupla tetine (que ate apelou para um bonde do tetine, capitalizando na frente o hype do funk carioca, execrado pelos indies brazucas, mas, como agora é moda...). mas, a unica que realmente chegou lá foi a cansei de ser sexy/css. além de sair toda semana no nme, ganhou o publico e a critica e ainda foi empurrada pra dentro da onda new rave. resultado: esteve na turne do nme e pode ser vista no dvd que vem com a recente edição do jornal (comprei um na letras do leblon sexta passada e o css aparece até com destaque na capa!). lá estão as meninas (e o adriano) de igual pra igual com gossip, klaxons, automatic e tudo mais. e até já deram cria: o new young pony club é citada como uma banda na linha css! ou sejam deixamos de ser cópias e passamos a ser referência! a relação é diferente com o sucesso do sepultura nos anos 90. por mais que fosse metal, atingia o mainstream. o css, não. é a realização do sonho de milhares de meninos e meninas indies daqui. se vai durar um verão londrino, whatever. mas eles realmente chegaram lá, seja lá o que LÁ queira dizer. se abriram as portas pro resto, veremos...

NA CIDADE

SETEMBRINAS:

CASAS/SHOWS: Circo Voador 08 – Forró do Kiko / Agytoê / DJ Lencinho 09 – Otto / Duda Brack / Festa Tupiniquim  15 – Eu Amo Baile Funk: DJ Grandmaster Raphael / Ritmo de Favela / Velha Guarda do Funk 16 – Forró de Santa: Conterrâneos / Ó do Forró (SP) / DJ Sérgio Feijó 22 – Haikaiss / DJs Nicole Nandes & Diana Bouth 29 – Mariene de Castro 30 - Francisco, El Hombre / Tom Zé

Teatro Rival 08 – André Frateschi: BRock is Back – Participação: Dado Villa-Lobos 09 - Júlia Vargas - Participação: Simone Mazzer & Não Recomendados 13 –  Duda Brack & Júlia Vargas & Juliana Linhares: Iara Ira 14 – Arlindinho Canta Arlindo Cruz 15 – Banda do Síndico – Participação: Fábio Stella & Marina Íris  16 – Mulheres de Chico 18 – Nelson Sargento 20 – Daira Canta Belchior 21 – Moyseis Marques Canta Chico Buarque 22 – Ellen Oléria 30 – Angela Ro Ro

Vivo Rio 09 – Festa Ploc 13 Anos: Rádio Táxi / João Penca & Seus Miquinhos Amestrados / Sempre Livre / Sylvinho Blau Blau 23 – Padre Fábio de Melo 28 – Il Volo (ITA)

Coordenadas Bar (Botafogo) 12 – Pimenta Jazz Trio 14 – Astro Venga / DJ Tito Figueiredo 19 – Flávio Guimarães 26 – Relógio de Dalí Estúdio Fórum (Botafogo) 08 - Sexta Infame: Flipout A.A. (JAP) / Egocentric Molecules / Kröstah Crust / Pot Zombies / Bongatron 30 – Kosmus / Solifvgae Etnohaus (Botafogo) 10 – Rafael Rocha 14 – Juliano Rabujah &Brunno Monteiro 15 – Doralyce Solar de Botafogo 14 - Zanna 20 – Clarissa Burns 30 – Veludo

Audio Rebel 08 - Quarteto Rutigliano, Ferté, Carvalho e Barrozo 09 - Amsteradio / Mario Maria  09 - Antonio Dantas 12 - Lourenço Vasconcellos  13 - Clayton Fábio Oliveira 14 – Juliana Perdigão  16 - BacaFest: Drápula / Pedras Pilotáveis 19 - Trium (Glaucus Linx, Yann Vathelet, Pedro Leão) 20 – Frederico Demarca 24 – Flavio Tris

Theatro Net Rio 12 – Simone Mazzer 27 – Rael Canta Vinícius de Moraes Sala Baden Powell 10 - Choro Reduto Pixinguinha 16 - Leny Andrade & Quarteto do Rio

Festival Bossa Nova 60 Anos Rio Othon Palace - Salão Bossa Café (Copacabana) 08 – Claudia Telles 15 – Doris Monteiro 22 – Chico Batera 29 – Andrea Montezuma

Teatro Ipanema 08 – Letícia Novaes 12 - A.Nota: Bondesom & B.Negão  19 - A.Nota: Kassin & Wado  26 - A.Nota: Vulgue Tostói & Ventre

Teatro Café Pequeno 14 – Julia Mestre 21 - Lilian Menezes Trio 28 - Marcelo Fedrá 29 - CCMP Fest 2: Montechiari Project / Anjos de Vidro  30 - CCMP Fest 2: Blind Horse / Arcpelago Teatro XP Investimentos (Jockey Club) 13 - Dori Caymmi 20 - Pedro Luís

Imperator 08 – Jorge Aragão 10 – Olivia & Francis Hime 13 – Márcio Gomes 19 – Jazz Pras Sete: Vitor Karyello 4Teto 27 – Alaíde Costa & Áurea Martins: Elizethíssima 30 – Forró Lánalaje: Ustrês / DJ Edna Carvalho

Cidade das Artes 07 - Semana Internacional de Piano: Duo Miroirs (Antonello d’Onofrio & Claudio Soviero) (ITA) 08 - Semana Internacional de Piano: Simon Ghraichy (FRA) 14 - Philip Glass - 80 Anos

Teatro Municipal de Niterói 13 - Nelson Sargento & Paulão 7 Cordas: Sambas & Histórias 14 – Focus (HOL) 29 e 30 – João Bosco

Planet Music (Cascadura) 09 - Nove Zero Nove / Venice / Triunfe  15 - D.P.R. / Fokismo / Força & Honra / Born2Bleed / Norte Cartel Casa Aberta (Rocha) 09 - Zé Bigode y Clara Anastácia Rota 65 (Olaria) 02 - Plebe Rude 16 - Finis Africae

Centro de Referência da Música Carioca (Tijuca) 08 - André Grabois & João Brasileiro - Homenagem a Elomar 09 - Duo Manu Santos & Tuca Alves 13 - Juliana Maia 15 - Marcello Furtado - Homenagem a Benito de Paula 16 - Alice Passos & Breno Ruiz & Miguel Rabello 20 - Eduardo Canto 22 - Paulo Bi 23 - Gabi Buarque 27 - Alice Sales 30 - Roda de Rock: Cássia Novello (16h) 30 - Laura Finocchiaro (19h30)

Festival Harmonia (Parque das Figueiras / Lagoa) grátis 07 – DJ Camilla Brunetta / DJ Thay Girão / Bianca Chami / Luckas Lins / DuoBiarritz (entre 12h e 22h) 08 – DJ Camilla Brunetta / Orquestra de Cordas da Grota / DJ Thay Girão / DJ Dakid / Tom Rezende / Pedro Marzano 09 – DJ Camilla Brunetta / DJ Luckas Lins / Banda Quarto e Cozinha / DJ Thay Girão / DJ RV / Lica Tito / DJ Dakid 10 – DJ Larissa Busch / DJ Camilla Brunetta / DJ Thay Girão / AMescla / DJ Dakid / GilSoul / DJ Tucho

Festival Sonora 08 - Parque das Ruínas: Bel / Aline Gonçalves Convida Susanne Paul  09 - Etnohaus: Luisa Correa / Marcela Velon - Participação: Andreia Mota & André Grabois  10 - Donninha Delivery: Ana Frango Elétrico / Luiza Brina  14 - Centro da Música Carioca: Ivy Morais / Claudia Castelo Branco - Participação: Michele Leal  15 - Parque das Ruínas: Angélica Duarte / Carol Panesi - Participação: Luísa Lacerda 16 - Etnohaus: Claudia Dantas / Carcaju  17 - Donninha Delivery: Cleo MC / Laura Lagub  21 - Centro da Música Carioca: Natalia Carrera / Andrea Dutra  22 - Parque das Ruínas: Lazir Sinval / Selma Mendes  23 - Etnohaus: Amora Pêra / Cacala Carvalho - Participação: Bow Bow Cogumelo  24 - Donninha Delivery: Elisa Queiroz / Gabi Buarque  28 - Centro de Música Carioca: Belliza Luar / Ilessi  29 - Parque das Ruínas: Yasmin Alves / Maytê Corrêa  30 - Etnohaus: Diana Nascimento / Iara Ferreira / Luana Dias / Manu Cavalaro / Ignez Perdigão & Mariana Bernardes

Festival Playing For Change grátis 23 - Casa da Cultura de Belford Roxo: Sangue Rasta Convida Mathias & Panela Zen, Amani Kush, Seea Rasta, Original Raiz, Roger Hitz, Louise Naturize (09h) 23 - PEGA Duque de Caxias: Corcel Mágico / Sudra / Renata Gomes / Passinho BF (14h) 23 - Rede Funk Social São Gonçalo: Dia Dos Loucos / MC Douglas Vieira / MC Renato Patrão / Analu Custódio (14h) 23 - Food Park Carioca Maracanã: Bel Almeida / Indian Brothers / FishEye (17h) Parque das Ruínas (Santa Teresa) 03 - Orquestra de Sopros Pró-Arte - Participação: Kiko Horta & Marcelo Caldi 09 - Feira Vegannezando: Melodica Vibezz / Laura & Luísa / Kerubim (10h) 09 - Victor Mus (17h30) 10 - Matheus Schneider Quartett 17 - MEB - Boca do Mundo 30 - Laura Zannet

Motim (Centro) 15 – Chico de Barro / Papisa (SP) 22 - 5 Anos da Hi Hat Girls! Escritório (Centro) 07 - Matinê Tropical Fuzz: Carbo / McGee & The Lost Hope 09 - Os Vulcânicos / Blastfemme 16 – Dedo / Tantão & Os Fita 30 – Lê Almeida Casa de Baco (Lapa) 01, 15 e 29 - Ana Costa 02, 16 e 30 - Primavera das Mulheres 05, 12, 19 e 26 - Bondesom 06, 13, 20 e 25 - Hermenegildo59 07 - Mussa 08 - Pietá 14 - Gastão Villeroy 21 - Badi Assad 22 - Dudu Oliveira Ganjah (Lapa) 12 - Samba Independente dos Bons Costumes  15 - Tyaro Maia 16 - Dub Ataque 18 - Chico Chico & João Mantuano  21 - De Leve & DJ Erik Skratch

FM Hall/AEROPORTO SANTOS DUMONT 19h – grátis 12 – Faro MPB: Marcelo Jeneci 13 - Banda 15 Dias 26 – Faro MPB: ? Museu de Arte do Rio (Centro) 29 - MAR de Música: Black Alien / Baile da Ademafia CCBB (Sala 26 / 4º andar) 19h30 – grátis 15 - Festival Espaço Sideral - Cidades Criativas: Negro Leo & Felipe Neiva (pocket show)

Espaço BNDES 19h – grátis 13 – Ithamara Koorax 14 - Luísa Lacerda & Quarteto Geral 21 – Coralito 27 – Quaterna Réquiem 28 - Roberto Menescal Casa do Choro (Centro) 13 - Déo Rian - Homenagem a Jacob do Bandolim  14 - Quarteto de Bandolins  20 - Pedro Amorim  27 e 28 - Pedro Miranda

Circuito SESI 13 - Centro: Laura Lagub 15 - Jacarepaguá: Paulinho Moska 20 - Centro: Paulinho Moska Circuito SESC 09 - Duque de Caxias: Da Ghama (15h - grátis) 13 - Ramos: Autoramas (15h - R$ 20) 14 - Tijuca: Autoramas (20h - R$ 20) 15 - Niterói: Autoramas (19h - R$ 20) 16 - Engenho de Dentro: Bagunço (16h - grátis) 17 - São João de Meriti: Da Ghama (19h - R$ 20) 17 - São Gonçalo: Autoramas (19h - R$ 20) 26 - Ginástico: Joyce (19h30 - R$ 25) 26 - Copacabana: Primavera nos Dentes (Charles Gavin, Duda Brack, Paulo Rafael, Pedro Coelho - Homenagem ao Secos & Molhados) (20h30 - R$ 25) 27 - Copacabana: João Donato & Donatinho (20h30 - R$ 25) 28 - Tijuca: João Donato & Donatinho (20h - R$ 20)

MIXX: 08 e 15 – Banda Neuttra – Shopping Grande Rio / São João de Meriti (19h – grátis) 08 - Festival From Hell: Nunslaughter (EUA) / Velho / Farscape / Creptum (SP) – Sport Clube Mackenzie / Méier 08 - Miss Kittin (FRA) – Hostel Canoas / São Conrado 08 - Giovana Adoracion – Bar Itália / Niterói 08 - Rio Na Rua: Matheus VK – Praça Nelson Mandela / Botafogo (20h30 – grátis) 08 - Bike (SP) / Oruã / DJ Gordinho – Aparelho / Praça Tiradentes 08 - O Rappa - Tour de Despedida – Quadra da Grande Rio 08 - Djonga / Sant / Lado A / Kayuá – Bar do Blues / São Gonçalo 08 - Segura O Grave / Bloco do S – City Lab / Santo Cristo 08 - Festa Batekoo: Blackyva – Viaduto de Madureira 09 - Punching Namard / Vulppe / Punk AnimalZ / Filhos do Totem / MC JPunk / Ocupa Sound – Centro Cultural Paschoal Carlos Magno / Niterói (10h – grátis) 09 - Regorge / Hellmen / Hurt / Indigestu – Usina do Metal / Nilópolis (17h – contribuição voluntária) 09 - RockZone Fest: Romeu / Solve / Reverb – Hashtag Bar / Vista Alegre (19h – grátis) 09 - Insanity Rock Fest: Moby Dick Rock Club / Cateto Oposto – Lona Elza Osbourne / Campo Grande 09 - Semana Internacional de Piano: Encerramento – Sala Cecília Meireles / Lapa 09 - Zambrotta Lo-Fi (PE) / Pessoas Como Nós – Rock´N Beer Pub / São Gonçalo (21h – grátis) 09 - Blind Horse / Gods & Punks – Néctar / Vargem Grande 10 - MIG - Movimento Independente Grunge: Séquito / Frogslake / Canella Seca / Dive – Rock´N Beer Pub / São Gonçalo (14h – grátis) 10 - Jamevú Sessions: Saulo Duarte (PA) – Casa Francisco / Santa Teresa  10 - MorMaÇo 07: Biltre - Praça dos Direitos Humanos / Nova Iguaçu (17h – grátis) 10 - Orquestra Petrobras Sinfônica – Carioca Shopping (17h – grátis) 12 - Lúcia Helena Weiss & Pedro Franco - Participação: Flora Purim & Marfa Kourakina – Centro Cultural da Justiça Federal / Centro 13 - Quintavant: Terry Riley & Gyan Riley – Sala Mário Tavares / Centro 14 – Chico Batera - Casa Julieta de Serpa / Flamengo

16 - Roda Cultural: Zona Restrita BXD / Banda Defon – Praça da Ponte Enviesada / Belford Roxo (11h – grátis) 16 - Alternativo Rock Club: Hawaii Carioca / Dois ou Dez / Jerry Matarazzo – Food Park Carioca / Maracanã (17h – grátis) 16 - Hip Hop Conhecimento: DJ Dree – Soma Hub / Duque de Caxias (19h – grátis) 16 - Festival Sounds: Kapitu / Vulppe – Clube Naval / Niterói 16 - Mulheres de Buço - Participação: Biltre / Minha Luz É De Led DJ Set – Estúdio Floresta / Cosme Velho 17 - Ensaio do Tambores de Olokun – Altura do Belmonte / Praia do Flamengo (16h – grátis) 17 - Lumus: Guaporés / Choclo / Filtra / Fábrica Nômade Sonora – Galpão Ladeira das Artes / Cosme Velho 17 - Orquestra Petrobras Sinfônica – Theatro Bangu Shopping (19h – grátis) 17 – Azymuth - Casa Julieta de Serpa / Flamengo 20 - Cintia Graton & Marina Cyrino: Le Chant Oublié – Maison de France 22 - Jazz Out: Tim Maia in Jazz – Hotel Vila Galé / Lapa 23 - El Toro Fuerte / gorduratrans / Fábio de Carvalho – Buda Burger / Duque de Caxias 23 - Victor Biglione & Bárbara Mendes – Bangalô / Barra da Tijuca 23 - Dream Team do Passinho Canta e Dança Jackson Five – Lona Carlos Zéfiro / Anchieta 24 - Lona Rock Sunday: Homobono / Diogo Gameiro / Jomar Schrank / Xha de Folhas Experimentais – Lona Terra / Guadalupe (14h – contribuição voluntária) 24 - Festival Headbanger Force: Dixie Heaven / Decifra-me / Ceiffador / Sentido Oposto / Arena / 7HE A77IC – Lira de Ouro / Duque de Caxias 27 - Baculeju da Sandra de Sá – Teatro Glaucio Gill / Copacabana 28 - Rael Canta Vinícius de Moraes – Theatro Bangu 30 - Hip Hop Conhecimento: Yas Werneck – Instituto Enraizados / Nova Iguaçu (16h – grátis) 30 – Leila Maria - Moviola Bistrô / Laranjeiras 30 - Matheus VK – Galpão Gamboa

Mostra Rússia: Um quarto de século através do cinema: traz o que há de mais relevante no cinema russo contemporâneo para a CAIXA Cultural Rio de Janeiro. A programação inclui, dentre outros destaques, três estreias em território nacional: Fábrica “Esperança” (2014), de Natália Meshaninova; Blues de Grozny (2015), de Nicola Belucci; e o premiado Algo Melhor por Vir (2014), da jovem diretora Hanna Polak. 19 de setembro a 1º de outubro (terça a domingo)

PROGRAMAÇÃO DO BLUE NOTE JAZZ CLUB RIO (ONDE ERA A MIRANDA, NO COMPLEXO LAGOON, NA LAGOA, LADO LEBLON):   16/09 – Sábado 21:00 Baby do Brasil 23:30 Baby do Brasil   17/09 – Domingo 20:00 Baby do Brasil 22:30 Baby do Brasil   20/09 - Quarta-feira   20:00 Jaques Morelenbaum convida   27/09 - Quarta-feira 20:00 Anne Paceo 28/09 Quinta-feira   20:00 Orquestra Atlântica 22:30 Orquestra Atlântica    Outubro   04/10 - Quarta-feira 20:00 Ala.Ni 05/10 – Quinta-feira 20:00 Chris Botti 22:30 Chris Botti  06/10 – Sexta-feira 21:00 Chris Botti 23:30 Chris Botti    07/10 – Sábado 21:00 Chris Botti 23:30 Chris Botti    08/10 – Domingo  20:00 Chris Botti 22:30 Chris Botti  11/10 - Quarta-feira 20:00 Teresa Salgueiro 22:30 Teresa Salgueiro    12/10 – Quinta-feira 20:00 Teresa Salgueiro 22:30 Teresa Salgueiro    20/10 – Sexta-feira 21:00 Chick Corea & Steve Gadd Band 23:30 Chick Corea & Steve Gadd Band   Novembro 02/11 Quinta-feira 20:00 Spyro Gyra 22:30 Spyro Gyra   03/11 Sexta-feira 21:00 Spyro Gyra 23:30 Spyro Gyra   04/11 Sábado 21:00 Spyro Gyra 23:30 Spyro Gyra   15/11 Quarta-feira 20:00 Laura Perrudin   16/11 Quinta-feira 20:00 Didier Lockwood Trio 22:30 Didier Lockwood Trio

ULTRA BRASIL ANUNCIA A PHASE 1 DE SEU LINEUP PARA A EDIÇÃO 2017: ADAM BEYER, ALESSO, ARMIN VAN BUUREN, DAVID GUETTA, JAMIE JONES, JOSEPH CAPRIATI, SASHA & JOHN DIGWEED e THE MARTINEZ BROTHERS SERÃO HEADLINERS FESTIVAL ACONTECE NOS DIAS 12, 13 E 14 DE OUTUBRO NO SAMBÓDROMO DO RIO



MIMO FESTIVAL 2017: os principais destaques do line-up. A edição de Paraty é inteiramente dedicado a mulheres, e traz representatividade trans. Teremos artistas como Oumou Sangaré,, Teresa Salgueiro, Liniker e Os Caramelows, As Bahias e a Cozinha Mineira, entre outros. No Rio e em Olinda teremos Emir Kusturica, Ondatropica, Nouvelle Vague

Centro Cultural Banco do Brasil São Paulo recebe a 8ª edição do Festival Assim Vivemos com 32 filmes com temática sobre deficiência de 19 países COM ENTRADA FRANCA, A SEDE DO CCBB SP RECEBE O EVENTO ENTRE 20 DE SETEMBRO E 1º DE OUTUBRO

SOM: A HISTÓRIA QUE NÃO VEMOS                   CCBB Rio de Janeiro – 13 de setembro a 2 de outubro                    CCBB São Paulo – 4 a 23 de outubro     O som sempre esteve presente nas nossas vidas. Desde o quarto mês de gestação, é o primeiro sentido que desenvolvemos. É por meio do som que se dá nosso primeiro contato com o mundo exterior. Com ele, nossa personalidade ganha seus contornos iniciais. Mas, na sala escura do cinema, muitas vezes, ele não tem o seu valor reconhecido

Após sucesso de público e crítica em São Paulo, o espetáculo teatral “Aqui estamos com milhares de cães vindos do mar”  realiza curta temporada na CAIXA Cultural Rio de Janeiro de 22 de setembro a 1º de outubro (sexta a domingo). sempre as 19h

HAPPY LAPA: nova happy hour estreia no Teatro Odisséia, dia 22 de setembro, sexta-feira   De 19h às 22h, evento apresenta shows da banda Zé de Albuquerque (SP) e da dupla Chico Chico e João Mantuano (RJ), com o comando da experiente DJ TataOgan nas picapes. Produzido por Leonardo Rivera, da Astronauta Discos, e com entrada a R$10,00, os 100 primeiros que chegarem não pagam  

A CAIXA Cultural Rio de Janeiro apresenta, de 9 de setembro a 12 de novembro de 2017, a exposição Natureza Concreta, que discute e aprofunda um tema de interesse permanente na arte, na ciência e na filosofia: as relações dos seres humanos com a natureza e o mundo que os cerca. Entre fotografias, vídeos e instalações em formatos variados, serão apresentadas 94 obras de 17 artistas e grupos brasileiros. O projeto tem curadoria de Mauro Trindade e patrocínio da Caixa Econômica Federal e do Governo Federal.

VIMIC ABRIRÁ SHOWS DO MEGADETH NO BRASIL EM NOVEMBRO   Banda de Joey Jordison, ex-baterista do Slipknot, se apresenta no país pela primeira vez

EXPO TOZ: O ARTISTA GRÁFICO TOZ, é o convidado do projeto “Os Amigos da Gravura”, que está completando 25 anos. A inauguração é no dia 14 de setembro (para convidados) e 15 (para o público), NO MUSEU DA CHÁCARA DO CÉU/SANTA TERESA

(colaborou @DonnieDarko73);

Blog Archive

Buscar

About Me

tom leão
Vanuatu
amigo dos amigos, amante de música, cinema, boa comida, de pedaladas e caminhadas
View my complete profile
Powered by Blogger.

Popular Posts

Translate

Followers