NA COVA DO LEÃO

Sunday, July 16, 2006

review do semestre (férias!)

caros coveiros, chegou a temporada de pesca, entao pegarei meu caniço e meu samburá e irei atrás de trutas por aí. enquanto isso, divirtam-se postando sobre os seus discos (basicamente), musicas ou artistas ou filmes favoritos do primeiro semestre de 2006, segundo sugestao de vcs mesmos para q eu fizesse isso aqui. mesmo sem postar por uns 15 ou 20 dias, acessarei a rede de qndo em vez para liberar os comments, claro (vcs sabem, hj existem blackberry, cell e lojinhas online em qq esquina). começo (sem ordem de preferência):

- amputechture, mars volta = mais uma loucura dos compadres tex-mex pirados. o disco ainda nao saiu, nem da minha cabeça, mas...

- loose, nelly furtado = a unica q me fez aturar r&b balançante sem vomitar, mesmo com todos os cliches do genero. méritos de timbaland.

- st. elsewhere, gnarls barkley = caminha célere para o posto de disco do ano, pq ´crazy´ já é a música do ano, for sure.

- impeach my bush, peaches = mais sacanagem electro da melhor com um título/trocadilho fantástico(valeu, felipe!)

- broken boy soldiers, raconteurs = ou, como ir aos anos 70 sem sair daqui. faz isso melhor do que o wolfmother.

- orchestra of bubbles, ellen allien & apparat = eletronica coisa fina.

- o disco de estréia dos arctic monkeys = roquinhos toscos e verdadeiros.

+ se lembrar de mais alguma coisa (certamente lembrarei) enfiarei aqui. cya!
Wednesday, July 12, 2006

ÔÔÔÔÔ, BUNDY!!!


há tempos nao via tv pela manha, mas hj antes de sair de casa peguei um episodio de "married...with children" passando na sony as dez e meia. nao consegui parar de ver até terminar. e ri um bocado, claro. apesar dos anos, essa ainda é minha sitcom favorita. a melhor dos anos 90, "um amor de família" (o nome que ganhou aqui), ainda é um demolidor antidoto contra a américa pc e careta. jamais poderia ser feita hj em dia, pq ela é totalmente errada: nao poupa minorias, ridiculariza famosos, celebra a cerveja, a liberdade do macho, al bundy (um miseravel vendedor de sapatos que no passado foi heroi do fuebol americano no colégio) afirma categoricamete que nao paga impostos, tem uma esposa vadia (a ruiva ninfomaniaca e comedora de bombons Peg), uma filha piranha (a gostosinha Kelly, mais tonta do que uma horda de lorraburras) e um filho picareta (Bud, que nao conaegue se livrar da virgindade), numa especie de versao torta do sonho americano. eles são os losers que deram certo (!?). a serie começou passando só em uhf nos eua, quando o canal fox estreou la, no final dos 80s. ninguem via, so os malucos (aqui eu descobri tbm em uhf pelo extinto canal showtime da tva em 90, 91). ai a audiencia foi crescendo, foi incomodando os caretas, foi ganhando processos, aumentando a audiencia por causa disso, e inspirando ate na criaçao dos simpsons na fox, que veio dois anos depois. hj é um classico, embora tenha acabado abruptamente antes da decima-segunda temporada (um recorde ate entao), sem que nem os atores fossem avisados. as caixas de dvds ja tao saindo la nos eua, mas aqui nada. nao ha antes, nem depois, nada sequer parecido com os bundy na tv mundial. e houve uma tentatva de uma versao brasileira que nao deu certo!!!
Friday, July 07, 2006

PARA O ALTO E AVANTE!


assisti hj a cabine de "superman returns", de bryan singer (dos dois primeiros x-men). a principio, ele nao me bateu tao forte qnto os dois primeiros do homem-aranha e o novo do batman, embora tenha gostado. ja explico o pq. antes, vale lembrar um detalhe: o filme nao reconta a historia do homem de aço vindo de krypton (kal-el), ja muito bem contado no filme de 1978, e sim, começa cinco anos depois que termina o segundo filme do superman de richard donner (depois rolaram mais duas continuaçoes hediondas, que nao contam). assim, superman/clark kent está de volta a metropolis após um longo sumiço sem explicação (na verdade, ele foi tentar achar os restos de krypton no universo para comprovar o fim de seu planeta). nesse meio tempo, o mundo mudou e lois lane vive com alguem e tem até um filho (algo inédito nos quadrinhos). clark se sente meio deslocado, mas superman nota que a terra precisa mais dele do que antes. ai entra o lance que me incomodou um pouco: essa nova aventura de superman é, na verdade, uma analogia com um salvador que a gente espera até hj, tipo a volta de cristo (tanto os criadores do heroi qnto o diretor sao judeus e se basearam no mito do messias judeu, ou seja, jesus cristo). entao, com o planeta no momento conturbado em que está (o nosso e o do filme), nada melhor que um heroi mitico/mistico para resolver os problemas, ainda que o filme ressalte que nós mesmos podemos tentar resolver nossos problemas sem heróis e inclusive ajudar os paladinos da justiça/santos. assim, o filme é todo construido nessa base, do mito trágico do herói (prometeu é citado) e do salvador. é sofrido e angustiante, nem tem tantas cenas de salvamentos espetaculares. mas tem a marca de bryan singer: é bem construido, tem bom roteiro e foi feito com carinho e amor pelo personagem.
Monday, July 03, 2006

a sete palmos


...assim q a gente nasce, começa a contagem regressiva para a morte. cabe atravessar a vida da melhor forma possivel pq, da mesma forma como vc n sabe de onde veio (é apenas cria de uma combinaçao genetica aleatoria) tbm n sabe para onde ira, já q tudo a nossa volta é caos, fisica quantica, misturas quimicas, nao temos nem ideia sobre dentro do que estamos, vivemos num planetinha entre milhares de outros dentro de uma galaxia entre bilhares de outras, que tbm um dia vai morrer, assim como o sol. profundo? depressivo? nao, positivo e alegre. depois de assistir ao ultimo episodio de "six feet under" é mais ou menos isso q fica. todos, independentemente de raça, credo, fortuna, vao pro saco igual. cabe a cada um fazer a diferença enqto passa por aqui. ame, chore, viva, faça amigos, conheça o mundo, siga o seu coraçao (como ja nos ensinou napoleon dynamite), mesmo q vc nao tenha um filho, plante uma arvore ou escreva um livro. nao seja mesquinho, egoista, superior. a vida ja é suficientemente complicada e dificil. é bem mais fácil morrer do q viver, entao nao precisa dar mole, facilitar. desviar da bala perdida e das injustiças sociais nao é facil. mas qndo chegar a hora de seu ultimo suspiro, q ele seja de alivio e prazer, nao de rancor e frustraçao.
Sunday, July 02, 2006

DJ TIPS

Desde a versão antiga deste brog que recebo de pessoas aqui e ali perguntas sobre o oficio de dj, como é, o q precisa ter, qnto custa o equipamento etc e tal. então, hj vou passar algumas informações para quem possa interessar, uma espécie de faq:

1-o q é preciso para começar?
= o equipamento básico consiste de dois toca-discos e/ou dois cd-js, um mixer, fone de ouvido, bolsa/case para carregar o equipamento, um par de cápsulas e agulhas.

-1.1. qnto custa tudo isso?
= se for tudo zero bala, uma nota. cada pick-up technics custa 500 dólares (aqui se vende por até R$ 2 mil), cada cd-j pioneer custa por volta de 300 dólares, um bom fone (technics) sai por 150 doletas; uma boa bolsa/case fica entre 50 e 100 mangos; e um par de capsulas com agulhas gira na casa das 250 pilas (das marcas ortofon e stanton). um mixer bacana (pioneer) custa no minimo 300 contos americanos. então, o investimento inicial gira em torno de 2,5 mil dólares (5 mil reais), podendo cair pela metade se vc n usar equipamentos pro, se for só para uso caseiro.

2-qnto custam os discos?
= se vc n for um dj cao ou de apartamento vai ter q comprar discos em vinil, cuja unidade por aqui custa de 40 a 50 reais. como um set de dj precisa ter pelo mens 50 discos, faça as contas. hj em dia cd-js ja leem mp3 e se vc só usar musica baixada ate da pra fazer um set jukebox, mas certas musicas nao existem em cd nem estao na rede, principalmente as melhores. se vc for um rock dj, ok. mas um dj pro que toca em clubes, mixa musica eletronica, nao pode se valer disso, isso o desvaloriza. e como o cache do dj ajuda a bancar os custos com discos, tudo vira um circulo continuo. mesmo q vc use final scratch, o custo do programa e mais o laptop power mac é bem alto.

3-o q é preciso para ser dj?
=nem sempre mixar primorosamente é o principal, se vc nao tem ouvido para a musica ou gosta do lance. uma boa seleçao as vzs faz a diferença, saber criar e manter uma pista nao se ensina na escola, vai da sensibilidade do dj, de conhecer onde está e para quem está tocando. o maior erro é ensaiar um dj set em casa e ir repeti-lo no clube. nao funciona. o clima pode ser totalmente outro. vc ate pode ensaiar umas viradas, mas nao pode ser escravo do bpm ou do set pronto, senao vai tocar pra vc mesmo e matar a pista. esse é o maior erro do dj principiante. por isso, fazer um curso de dj é bom so para ganhar conhecimentos tecnicos, mas nao fara de vc um dj. senao, os alunos de berkeley seriam os maiores guitarristas do mundo.

4-o q levar para uma noite?
=o dj nunca pode sair de casa sem: os fones, feltros, agulhas (nem sempre a casa tem ou tem umas baleadas), celular, lanterna (existe cada buraco escuro por ai) e os discos, claro. no minimo, 30 para um set de 2hrs, mas é sempre bom levar a mais, de 40 a 50, caso o dj q vai tocar depois nao apareça ou role alguma emergencia, do tipo ter q mudar o estilo musical de um bpm para outro (se o techno nao ta empolgando, mude pro electro, p ex). o bom é levar dois sets basicos e algumas musicas pra levantar a pista na hora certa. se puder, leve uma copia de um cd mixado, seu ou copiado, para o caso de a pista estar vazia e vc ir se preparando, passando o som etc. geralmente os equipamentos de algumas casas sao ruins e nunca estao no ponto. é pessimo começar a tocar e ver q esta tudo mal equalizado ou dando problema.

= o resto é com vc. pode ate ser glamuroso e ajudar a se dar bem, mas ser dj nao é facil, nem da tanta grana assim (para cada dez tops existem cinco mil anonimos), as vzs nao paga nem metade do q vc gastou em discos numa semana. basicamente vc vai tentar recuperar o investimento no primeiro ano e so vai começar a ganhar caches razoaveis depois de fazer o nome, o que pode levar mais algum tempo.

*se faltou mais alguma coisa, perguntem, por favor...

NA CIDADE

JANEIRO TEM DUAS FACES:

CASAS & SHOWS: Circo Voador 13 - Posada & O Clã / Cícero & Albatroz 19 - Samba Rap Festival: Elza Soares / Karol Conka 20 - Samba Rap Festival: Emicida / Jongo da Serrinha / Bateria da Império Serrano 25 - Phoenix (FRA) 26 - Vanessa da Mata / Fióti / DJ Incidental 27 - Barão Vermelho

Fundição Progresso 13 - Natiruts 19 - BaianaSystem 20 - Tim Music no Samba: Xande de Pilares & Mumuzinho - Participação: Bateria do Salgueiro 26 – Johnny Hooker / Letrux 27 - Nando Reis

Teatro Odisseia 14 - Strike / Circus / Filtro Vermelho / Sheffield / Rotterdan 21 - Radnor With Lee (EUA) 28 - Demon Hunter (EUA) / Pantokrator (SUE)

Teatro Riachuelo 16 - Leila Pinheiro: Voz & Piano 23 - Ed Motta: Baile do Flashback 30 - Laila Garin & A Roda

Teatro Rival 20 - João Bosco: Voz & Violão 25 - Angela Ro Ro 26 - Bloco Sargento Pimenta 27 - Geraldo Azevedo: Voz & Violão

Audio Rebel 10 a 12 - Metá Metá 14 - Lá do Be 15 - Nana - Participação: Laura Lavieri 16 - Adaury Mothé Trio 17 - Rafael Rocha Quinteto 28 - N.D.R. / Triunfe / Dissonância 29 - Ana Baird & Camila Costa: Perigosas

Espaço Sérgio Porto 11 - Biltre 18 - Sinara 25 - Karine Carvalho: Galega Hits

Sala Baden Powell 8 - Giras Gerais - Participação: Frederico Demarca, Mario Broder, Lula Mattos 19 - Sempre Livre / Sylvinho Blau Blau / Dr. Silvana & Cia. 20 – Nelson Sargento 21 – Banda do Síndico 24 - João Donato - Participação: Carlos Lyra & Roberto Menescal & Marcos Valle 25 - Mario Adnet: Jobim Jazz 26 – Marcos Ariel 27 – Cris Delanno 28 - Azymuth

Beco das Garrafas 10 - Haroldo Mauro Jr.: Homenagem a J. T. Meirelles 11 - Thaís Fraga 12 - João Senise - Participação: Áurea Martins, Indiana Nomma, Mauro Senise, Nelson Faria, Pascoal Meirelles, Ricardo Costa, Rildo Hora, Sueli Costa 13 - Élid Bittencourt (20h) 13 - Ana Costa (22h30) 17 - André Gonçalves 18 - Lu Oliveira 19 - Georgiana de Moraes & Fernanda Cunha & Camilla Dias: Homenagem a Vinicius de Moraes (20h) 19 - Joyce Cândido: Homenagem a Elis Regina (22h30) 20 - Hélio Delmiro (21h) 20 - Maíra Freitas & Taís Feijão (22h30) 21 - Dóris Monteiro 24 - Rosana Sabença 25 - Conexão Rio: Homenagem a Tom Jobim 26 - Amanda Bravo: Homenagem a Durval Ferreira - Participação: Paulinho Trompete, Mauricio Einhorn, Rosana Sabença, Billy Blanco Jr., Thaís Fraga 27 - Hector Costita & Joseval Paes 31 - Maria Luiza

Casa de Cultura Laura Alvim 11 e 18 - Daniel Chaudon 14 - Lila 16 - Dani Black 21 – Pedro Mann 23 - Davi Moraes 28 – Qinho Canta Marina Lima 30 - Matheus VK

Teatro Café Pequeno 11 – Arranco de Varsóvia 18 – Verônica Sabino 25 – Elisa Queirós

Blue Note Rio 12 - Eliane Elias 16 - Big Gilson 17 - Roberto Menescal 18 - Gabriel Moura 19 - Daniel Jobim & Daniel Boaventura: Homenagem a Tom Jobim & Frank Sinatra 20 - MPB-4 23 - Escalandrum (ARG) 24 - Mayer Hawthorne (EUA) 25 - Wanda Sá & Gilson Peranzzetta & Mauro Senise: Homenagem a Tom Jobim & Vinicius de Moraes

KM de Vantagens Hall 19 – Molejo & É O Tchan – Participação: Ludmilla 20 - Ney Matogrosso: Atento aos Sinais

Imperator 10 - Márcio Gomes 12 - Menores Atos / Dead Fish 13 - Paulo Ricardo 14 - Feijoada e Roda de Choro: Bonde do Choro 14 - MPB-4 23 - Jazz Pras Sete: Chico Costa & Quarteto Artilheiro 24 - Quartas Brasileiras: Cordão da Bola Preta 27 - Forró Lánalaje: Marcelo Mimoso Trio / DJ Edna Carvalho 28 - Bloco Pipoca & Guaraná 31 - Toquinho: Voz & Violão - Participação: Camilla Faustino

Centro de Referência da Música (Tijuca) 10 - Tudo de Nós Dois: Homenagem a Noite Ilustrada 11 - Lilian Valeska 12 - Augusto Martins & Paulo Malaguti: Homenagem a Tom Jobim 13 - Sérgio Ricardo 17 - Ellen de Lima & Reginaldo Bessa: Homenagem a Lamartine Babo 18 - Rosa Marya Colin - Participação: Jefferson Gonçalves 19 - André Gabeh 17 - Eduardo Dussek 24 - Quinteto em Tom Maior 25 - Rosane Corrêa: Homenagem a Ella Fitzgerald 26 - Daíra: Homenagem a Belchior 31 - Ana Egito

Baile do Digitaldubs - HUB (Santo Cristo) 14 - Black Alien 21 - Cedric "The Congos" Myton (JAM) 28 - Mad Professor & Aisha

Música no Deck - Barraca do Pepê (Barra da Tijuca) 13 - Melim 14 - Roberta Campos 20 – Filipe Ret 21 – Kell Smith 27 – Um 44k 28 – Luiza Possi Barra Blues Festival 26 - Sergio Diab Stratoman / Projeto Soul Jazz / Ana Egito / Alamo Leal Blues Groover’s / Corcel Mágico 27 - RJ Café / UniJazz Brasil / The Blue Fever / Sergio Rocha / Serra Blues Trio 28 - André Barroso / WestSide Blues / State of Blues / Victor Biglione Festival Downtown Sunset - Shopping Downtown (Barra da Tijuca) 13 – IZA 20 – Gabriel O Pensador 27 – Biquini Cavadão

Rio Rock & Blues - Rock Experience (Lapa) 12 - Os Filhos de Rosemary / Ângelo Nani & Electric Rio Blues / Floyd Explica 13 - RJ Café: Tributo a Celso Blues Boy / Dr. Silvana & Cia. 19 - Titanossauros / Conexão Japeri 20 - Love & The Lovers / The Loreleis 26 - The Smiths Cover 27 - Pedro Santana Trio / Elemento Surpresa / A Bolha Revisited

Circuito SESI 24 - Centro: Fhernanda Fernandes - Participação: Nana Kozak, Sandra Duailibe, Clarisse Grova, Ninah Joh, Andréa França

MIXXX: 10 - Abertura da Exposição "Elfos e Outras Paradas Iradas", de Layla & Nina: DJs Saddam, Rapha Lima, Zédoroque e Tamenpi – La Cucaracha / Ipanema 11 - Blastfemme / LoveJoy – Coletivo Machina / Lapa 12 - O Inimigo (SP) / Desabar / Neon Dharmas / ContraCultura – Germinal / Campo Grande 12 - Baco Exu do Blues / Djonga – HUB RJ / Santo Cristo 12 - Bloco Me Beija, Crush – Cordão da Bola Preta / Lapa 13 - Medulla / No Longer Music (EUA) / Marcão Baixada / Canto Cego / Thiago El Nino / Stereophant / Emana Helena D'Troia / Poëtka – Teatro Raul Cortez / Duque de Caxias 13 - Best Trick Rock Festival: Cliva / Pilfer / MethoD / Exilados / Caos Banal / Revert / BK-81 – Praça Guilherme da Silveira / Bangu 13 - Festival Bombardeio Sonoro: Mundo no Kaos / Drunkers (SP) / Sistema em Decomposição / Pesadelo Cotidiano / Sub Atitude – Travessa Laurinda / Complexo do Alemão 13 - Festival Rock no Parque: Folks / Neuttra / Sheffield / Altopo – Arena Dicró / Penha 13 – O Inimigo (SP) – Motim / Centro 13 - Mato Jam: Arcpelago / Blind Horse / Gods & Punks – Nectar / Vargem Pequena 13 – Beach Combers – Fábrica Nômade / Jacarepaguá 13 - Reverb / Qu4rto Teto / Casavera – Espaço Multifoco / Lapa 13 - Baile dos Botos: Cobra Venenosa (PA) – Caboclã / Lapa 13 - Álister / Smoking Rats / Domestic Junkies – Sinuca Tico-Taco / Lapa 13 - Blastfemme / Cheyenne Love – Escritório / Centro 13 – Minha Luz é de Led – HUB RJ / Santo Cristo 13 - Nove Zero Nove / Diabo Verde / Amsterdan / Triunfe – Studio Line / Botafogo 14 - Festival Chaosphere: Gutted Souls / Siriun / Vociferatus / Ágona / Evil Inside / Poison Thorns – Lira de Ouro / Duque de Caxias 14 - Cândido / Nós e Os Pássaros / Dona Penha – Pub 16 Bits / Jacarepaguá 14 - Samba Social Clube (gravação do dvd): Zeca Pagodinho, Fundo de Quintal, Moacyr Luz, Arlindo Netto, Inácio Rios, Marcelle Motta, Mingo Silva, Mosquito, Nego Álvaro, Renato Milagres – Teatro Popular / Niterói 14 - Forkill / Metalmorphose – Calabouço Bar / Vila Isabel 17 – Matheus VK – Teto Solar / Botafogo 19 - Maratona Black - Baile Charme – Gafieira Elite / Centro 19 - O Rappa: Tour de Despedida – Quadra da Mocidade / Padre Miguel 20 - Festival Rock in Brisa 4: 90 Contos / Cosmobox – Espaço Tequila´s / Guaratiba 20 - Playmobille / Tem Amor – La Esquina / Lapa 20 - Indivíduo K / Cândido / Banheiro Azul – O Pecado Mora ao Lado / Praça da Bandeira 21 - Aniversário de 57 Anos do Cacique de Ramos 21 - Festival Lona Rock Sunday: Memora / The Outs / Corcel Mágico – Lona Terra / Guadalupe 21 - Lu Oliveira – Praia de Conceição de Jacareí / Mangaratiba 26 - Laurent Garnier (FRA) 26 - Bloco do S Convida KL Jay – Fosfobox / Copacabana 27 - Slide / Sollarium / Fresno / Glória / Strike - Clube Tamoio / São Gonçalo 27 – Matanza – Arena Fernando Torres / Parque de Madureira 27 - Visibilidade Transvestigenere - Beco Encantado: Mulher Pepita & MC Xuxu – Beco do Rato / Lapa 28 - Festa Divina Circus: IZA – Clube 4 Linhas / Bento Ribeiro 28 - Bloco Eficiente: Inclusão Se Faz Com Várias Mãos – Praça Paris / Glória 28 - Facing Fear / Stuff / Cidade Nua – Rock´N Beer Pub / São Gonçalo

exposição de fotografias de Raymond Depardon, “Un moment si doux”. Depois de passar por Paris e Buenos Aires, o CCBB Rio recebe as 170 fotografias de diferentes cores e formatos tiradas na Europa, África e América Latina, incluindo o Brasil. Ate 22 de janeiro. qua-seg 9am-21pm. Grátis.

CIRQUE DU SOLEIL CHEGA AO RIO DE JANEIRO COM ESPETÁCULO INÉDITO, NO PARQUE OLIMPICO Após temporada de sucesso em São Paulo, AMALUNA estreia no Rio de Janeiro dia 28 de dezembro

MOSTRA NA CAIXA CULTURAL RIO DE JANEIRO EXIBE O CINEMA DE HAL HARTLEY Programação reúne todos os 14 longas do diretor americano, além de debate, sessões comentadas e um curso de roteiro cinematográfico de 23 de janeiro a 4 de fevereiro de 2018 (terça a domingo)

O Ministério da Cultura, o Centro Cultural Banco do Brasil e a Associação de Críticos de Cinema do Rio de Janeiro apresentam a 14ª Mostra Melhores Filmes do Ano Além das exibições dos filmes, a mostra traz homenagens e catálogo especial com textos sobre os filmes e as iniciativas cinematográficas que fizeram a diferença em 2017 De 24 de janeiro a 1 de fevereiro
PROG IN BRASIL: Carl Palmer, Premiata Forneria Marconi, estarão no Brasil em 2018, se apresentando nas cidades de Belo Horizonte, Porto Alegre, Rio de Janeiro e São Paulo, como parte da Top Cat Concert Series 2018. Os italianos do Premiata Forneria Marconi CHEGAM EM ABRIL. O grupo de rock progressivo, formado em 1971, vem lançar seu novo álbum 'Emotional tattoos', e também vai tocar seus clássicos. Maio vai trazer o baterista do Emerson, Lake & Palmer e também do Asia, Carl Palmer, com seu tributo ao ELP.Show promete surpresas com algumas participações especiais de peso.

FERNANDA ABREU TRAZ ‘AMOR GERAL’ PRO CIRCO VOADOR Noite conta com convidados como Dream Team do Passinho, Fausto Fawcet, Não Recomendados e muito mais DIA 03 DE FEVEREIRO

A PRIMEIRA NOITE DE UM HOMEM': 50 ANOS O FILME QUE LANÇOU DUSTIN HOFFMAN, COMO UM FORMANDO, QUE É SEDUZIDO PELA MÃE DE SUA NAMORADA, A FAMOSA SENHORA ROBINSON, DAQUELA MUSICA DE SUCESSO DA DUPLA SIMON & GARFUNKEL (FEITA PELA FALECIDA ANN BANCROFT), ESTÁ DE VOLTA. O RELANÇAMENTO, EM COPIA DIGITAL REMASTERIZADA, COMEMORA OS 50 ANOS DO FILME. QUE CONTINUA MUITO BOM. E AINDA TEM 'THE SOUND OF SILENCE', COMO MUSICA DE ABERTURA.

RU PAUL´S DRAG RACE TOUR: Em 2018, as drag queens de RuPaul's Drag Race vão levar a turnê oficial do reality-show, WERQ THE WORLD TOUR, para a terra do “Come to Brazil”! Michelle Visage vai comandar a apresentação no Brasil e todos os shows contarão com performances ao vivo de algumas das drag queens mais inesquecíveis de RuPaul's Drag Race, entre elas, as recém-divulgadas participantes da terceira temporada de All Stars, Shangela e Kennedy Davenport. Outras fan favorites devem marcar presença, como Detox, Kim Chi, Violet Chachki, Valentina e Peppermint. Ainda haverá um pré-show com DJ set e performance de Lady Bunny, a drag queen que é uma lenda da cena noturna de Nova York. 23/FEV TEATRO BRADESCO/RJ

(colaborou @DonnieDarko73);

Blog Archive

Buscar

About Me

tom leão
Vanuatu
amigo dos amigos, amante de música, cinema, boa comida, de pedaladas e caminhadas
View my complete profile
Powered by Blogger.

Popular Posts

Translate

Followers