Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Maio, 2018

50 ANOS EM CINCO

A tecnologia, anda um bocado rápido, nestes dias. Se nossos pais só tiveram o rádio e a TV por longos anos (sendo que, a tv, começou em p-b e levou um tempinho pra ganhar cores), e, quem é da geração 70/80 para cá, ainda pegou pequenas revoluções, como a fita cassete (que nos deixou livres para carregar a musica por aí, via walkman) e o VCR (gravador de video caseiro, alimentado por fitas VHS). contudo, dos anos 90 em diante, foram revoluções por minuto. o dominante disco de vinil foi atropelado pelo CD (compact disc), e quase sumiu do mapa; as fitas cassete foram banidas, por pouco tempo, com a chegada do MD (mini-disc); e o VHS (video home system) foi aposentado com a chegada do DVD (digital versatile disc). Este ultimo, um disco versátil, como indica o nome, por carregar dados de audio e video, comprimidos, trazendo uma melhor imagem e som, e nos livrando do incomodo das fitas que prendiam no cabeçote, partiam ou amassavam.



  Chegou-se ao topo? Nada disso. mal o século virou, e…

SOLO. E BEM ACOMPANHADO

Não curto prequels, de modo geral. Pq, muitas vzs, elas explicam o que não era pra ser explicado ou precisava de explicação. Não me importa saber se aquele personagem icônico apanhava quando guri ou tinha desejos pela mãe ou foi currado pelo pai, e coisas do tipo. certos mitos, não precisam ser desconstruídos. Por isso, desde que 'Solo', o filme, ahem, solo de Han Solo, meu personagem favorito da saga star wars classica, foi anunciado, fiquei com muito medo. Afinal, o tipo que nos gostamos, não é exatamente um herói, avant la lettre. Ele é meio cafajeste, mercenário assumido, faz umas coisas que não são politicamente corretas, é malandro e talz. Aí, um filme Disney, explicando a origem do personagem, tinha tudo para cagar o mito, certo? Felizmente, não.


  Portanto, se 'solo: a star wars story', não é uma maravilha (ainda mais, nas mãos de um diretor vaselina, como o ron howard), felizmente, tambem não é uma tragedia. Ele passa raspando no crivo, ate do fã mais radical…

PIADA REPETIDA E DIVERTIDA

Ryan Reynolds tentou, por vários anos, convencer os executivos da Fox, de que era uma boa ideia fazer um filme com um herói menos badalado da Marvel (do qual a Fox tinha direito de uso, por causa da conexão X-men), com ele estrelando. A luz verde demorou a ser acessa porque: RR vinha do mega fracasso Lanterna Verde (da DC) e ninguém achou que um filme de super herói, proibido para menores (e com muitos palavrões e sangue) fosse uma boa ideia. Resultado: quando enfim foi lançado, Deadpool custou cerca de $60 milhões de dólares (merreca, hj em dia, menos do que se gasta na divulgação de certos filmes) e faturou, no total, mais de $700 milhões mundialmente!



  Por isso, dois anos depois, chega 'Deadpool 2', agora com Reynolds por cima da carne seca. No geral, é mais do mesmo: milhares de piadinhas por minuto (desta vez, um pouco mais focadas no mundo do cinema do que no dos supers; muitas delas nem serão decodificadas por quem tem menos de 20 anos) e duplos sentidos o tempo todo…

O VINGADOR SOLITÁRIO

Chega nesta segunda semana de maio, aos cinemas brasileiros, o remake de 'Desejo de matar', clássico filme de crime dos anos 70, que marcou a carreira de Charles Bronson, como a de um matador de olhos frios. No caso, o filme original, seria apenas mais um retrato daquela época, quando o crime explodia em grandes cidades americanas, como Nova York, onde ele se passa.


Mas, fez tanto sucesso, que deu origem a mais quatro sequencias, e a todo o tipo de imitações. Na trama, um pacato arquiteto, acaba assumindo o papel de um vingador (e sai matando criminosos a esmo), quando sua filha é estuprada e sua mulher morre, num assalto ao apartamento da família, cometido por uma gangue. Curiosamente, um deles, é o então desconhecido, Jeff Goldblum. Outra curiosidade é que, as continuações, não vieram imediatamente. A maioria, foi lançada nos anos 80; e, o ultimo da série, já na década de 90. A trilha sonora foi assinada por Herbie Hancock.


Na refilmagem, tudo teve de ser atualizado, par…