Pages

Thursday, July 30, 2009

NEVER TRUST A HIPPIE?


POUCAS SEMANAS DEPOIS QUE O HOMEM PISOU NA LUA, ROLOU NUMA FAZENDA EM BETHEL, NO ESTADO DE NOVA YORK, O CONCERTO QUE FICOU MUNDIALMENTE FAMOSO COMO WOODSTOCK (QUE REALMENTE NAO ACONTECEU LÁ, MAS NUM LUGAR CHAMADO WHITE LAKE). FOI O AUGE DO CHAMADO MOVIMENTO HIPPIE, AO MESMO TEMPO, O MARCO E O SEU FIM. PQ DEPOIS DAQUELES TRES DIAS, NUNCA MAIS HOUVE NADA PARECIDO. OS FESTIVAIS SE TORNARAM CADA VEZ MAIORES E ORGANIZADOS E TUDO O QUE VEIO DEPOIS TENTANDO IMITAR O CLIMA FALHOU, PQ NAO SE RECRIA ALGO QUE ACONTECEU NATURALMENTE. PRA MAIORIA DE NÓS POR AQUI, WOODSTOCK É MAIS UM FILME QUE VEMOS AS VZS NA TV, ALGUNS VIRAM EM REPRISES NOS CINEMAS E QUE AGORA ESTA SENDO RELANÇADO EM DVDS DUPLOS E QUADRUPLOS COM A VERSAO DEFINITIVA DO FILME, COM MAIS DE 4HRS (NOS CINEMAS, DUROU 3HRS). E VCS, TEM ALGO A DECLARAR SOBRE O ASSUNTO? VOU VER A VERSÃO COMPLETA DO FILME E DEPOIS VOLTO PRA COMENTAR.

32 comments:

Felipe Proença said...

vale sempre à pena rever o woodstock. ainda mais com essas cenas extras. nunca houve nem haverá festival de musica igual. Nem mesmo o festival da ilha de write, que tmb foi maravilhoso, foi capaz de igualar o woodstock. unico, realmente.

Felipe Proença said...

...shows memoraveis de jimi hendrix, janis joplin, who, etc....

Felipe Proença said...

peace and love....

brunobbl said...

ESTOU QUERENDO COMPRAR A VERSÃO EM BLU-RAY.

CONHECI O JOE COCKER POR CAUSA DO WOODSTOCK

O WHO Q ACHO Q TBM TOCOU POR LÁ VI EM PGMS MAIS ANTIGOS DA BBC ASSIM TBM COMO O HENDRIX APESAR DA ANTOLÓGICA VERSÃO Q ELE FEZ DO HINO AMERICANO.

ABS TOM

brunobbl said...

QUAL FOI O MEHOR FILME DE ROCK Q VC VIU ?

ABS

iga_rio said...

Fala Tom,

Já vi algumas centenas de vezes o filme na tv a cabo..rsrs
Jumi Hendrix solando o hino americano é historico !!!

Aconteceu também outras duas versãoes.. uma em 94 e outra em 99... a de 99 foi transmitida ao vivo para o mundo toda pela directv.. fiquei 3 dias vendo..rsrs
Rolou Metallica, rage against, red hot, chemmical brothers, etc...
só que no ultimo dia deu tanta merda que desisitram de fazer novas edições... rou vandalismo, incendio, confronto do publico com os seguranças.
na época chegaram a se questionar a realização de novos festiveis de rock nos EUA.

Abraços,

ANDALUZ AURORA DEMOS said...

Fala Tom!

Sério mesmo!

Em homenagem à apoteose hippie (q só valia mesmo para quem viveu aquilo lá de verdade), eu ando pensando em fazer um exercício de liberdade criativa em forma de texto chamado "O Festival de Woodstock na Era Miguxa".

Seria algo como o Woodstock sorvido pelo consumismo da geração miguxa...

Pois é, eu fico imaginando como seria se colocasse a molecada de hoje lá no meio da muvuva de Woodstock, com suas engenhocas eletrônicas e comunicação em tempo real na internet...

Alucicrazy, diria o clone do Big Boy!
abs

tom said...

o melhor filme de rock que ja vi, tipo concerto filmado? urgh! a music war, q é o meu woodstock, com as bandas do começo do punk e da new wave, ta tudo la, de dead kennedys aos cramps. e acabei de ver o woodstock edição do diretor, quase 4hrs. na real nao sou muito fa daquelas bandas e tipo de som, o que impressiona mesmo é o vigor do santana (algo realmente novo ali) e a guitarra sobrenatural de hendrix. e, nos extras, tem dois numeros do mountain, q n aparece em versao nenhuma do filme. sao muito bons, quase um pre-black sabbath,,,

Felipe Proença said...

o primeiro disco do sabbath é de 69...
a apresentaçao do who no woodstock foi uma avalanche. um dos melhores shows do festival. alias, o who, que eh uma das minhas bandas prediletas, já fazia algo ''realmente novo'' desde 64/65 muito antes do woodstock, santana,stooges,mc5, e todas as ótimas bandas de garagem pré-punk rock.

Felipe Proença said...

...alias, dia desses, eu li um ótimo texto do Alvin L sobre a banda Mott the Hoople, e ele diz algo que eu achei muito interessante sobre as bandas de punk rock só assumirem suas influencias musicais muito tempo depois...justamente por causa daquela ''ruptura'' do punk rock, que foi uma revoluçao no rock n' roll e ao mesmo tempo uma volta às raizes dele. Steve Jones declarou ter sido influenciado por bandas como Queen e outras ótimas bandas de hard rock dos 70's... Mick Jones era fã de carteirinha do Mott the Hoople... o Ramones [os pais do punk rock] gravou um excelente disco, nos anos 90, o "Acid Eaters ", só de covers de bandas e artistas dos anos 60/70 que eles admiravam muito, com direito a participações ilustríssimas como a de pete Townshend na ótima versão deles para "Substitute".

tom said...

o who é sensacional, mas no woodstock so rolam duas musicas deles (mais uma nos extras), entao fica meio capenga, ja que sao musicas de tommy, que funciona mais por completo (no extra rola my generation). e tem muito mais bandas que nao foram mostradas no filme, mas q tocaram na parada. afinal, foram tres dias direto sem intervalo. mas, no geral, a galera ainda bebia no blues e no country, faltou alguem de uma linha mais pesada de som, tipo blue cheer

Felipe Proença said...

PORRA!!!!!!!!!!!
TU GOSTA DO BLUE CHEER!!!!!!!!
MARAVILHA. FICO FELIZ EM SABER DISSO. O B.C. TMB ERA MARAVILHOSO!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!! A VERSÃO DELES DE SUMMERTIME BLUES EH FUDEROOOOOSA!!!! COMPARAVEL A DO WHO. ELES ERAM SENSACIONAIS!!!

Felipe Proença said...

...a versão dos Pistols de "c'mon everybody" tmb é maravilhosa, fiel ao arranjo do Eddie Cochran, com Sid Vicious [ sensacional! ] nos vocais. A voz dele lembrava muito a do Joey Ramone, principalmente em "c'mon Everybody".

tom said...

O CURIOSO NO FILME É NOTAR QUE, DESDE O COMEÇO, O FESTIVAL NADA TINHA VER COM A PARADA HIPPIE EM SI, ERA UMA PARADA PRA FAZER DINHEIRO, GRANDES GRUPOS, BILL GRAHAM, WARNER, UM ORÇAMENTO DE 2 MILHOES DE DOLETAS (Q HJ SERIAM DEZ, FACIL), GRUPOS DE NOME COM CACHE (NINGUEM TOCOU DE GRAÇA), MAS A GALERA FOI MAIOR DO QUE O ESPERADO, PASSOU DE 500 MIL, APOS UM TEMPO NAO COBRAVAM MAIS INGRESSO, ROLOU INVASAO, FOI A PROPRIA GALERA QUE FEZ A MITICA DO FESTIVAL ACONTECER. E O DIRETOR DO FILME SOUBE CAPTAR ISSO DIREITO. GLATSONBURY, P EX, ERA MAIS HIPPIE NO COMEÇO. NAO COBRAVA ENTRADA E NAO TINHA POLICIA, VC PODIA FAZER O Q QUISESSE LÁ, SÓ DOS ANOS 90 PRA CÁ FOI QUE SE PROFISSIONALIZOU E COBROU ENTRADA (ANTES, NAO TINHA NEM CERCA!)

tom said...

OFF: ACABEI DE VER, POR ACASO, MUDAN DO DE CANAL, O CLIPE DE BOOM BOOM BOOM, DO BLACK EYED PEAS. ELE É TODO INSPIRADO NO DE BOING BOOM TSCHACK DO KRAFTWERK (MUSIC NON STOP), USAM OS MESMOS ROSTOS EM WIREFRAME DA MESMA FORMA, TIPO UMA CITAÇÃO LIVRE,,,

fabio fernandes said...

off II:
eu tbém percebi isso no clip do bep e gostei. não bastasse a música ser ótima, muito superior a esses hip hop mauriçolas que rolam por aí.

pacheco said...

Po, nem gostei dessa música do black eyed peas! Parece idéia que não deu certo...

Quero ver essa versão extendida do woodstock, talvez tenha mais hendrix e menos lama! hehehe

brincadeira, eu gostei muito do filme original, com lama e tudo.

Mountain é muito bom, eu ouvia bastante!

O show do santana realmente é foda.

Lord Vader said...

Tom ,

Nunca me contaminou mto essa mitica de Woodstock , embora realmente o show do divino tenha sido antológico , mas Jimi foi mesmo unico. Ainda acho q a coisa toda vive mais da lenda q se criou em torno do festival. Tb fui criado a new wave , pos punk etc , e de fato o music war é mto mais relevante mesmo (gravei há uns 3 anos do cinemax) , mas qualquer dia vou parar pra ver o woodstock ampliado com calma , valeu o toque ..

Lord Vader said...

off . Tom , tá sabendo alguma coisa de " Kurt Cobain - Retrato de uma Ausência " , o documentário ? Li uma nota na folha e fiquei de orelha em pé .. [ ]s

tom said...

ESSE DOC DO COBAIN NAO É NOVO NAO, VADER, É DO ANO PASSADO E JÁ TA PRA ENTRAR EM CARTAZ AQUI HA DUAS SEMANAS, ACHO QUE ENTRA NA PROXIMA, É AQUELE QUE USA OS DEPOIMENTOS DELE PRUM JORNALISTA DA ROLLING STONE, ENTAO NAO TEM NENHUMA MUSICA DO NIRVANA OU IMAGEM DO COBAIN QUASE, SO A VOZ DELE NARRANDO OS FATOS E IMAGENS DOS LÇUGARES ONDE ELE PASSOU COMO ILUSTRAÇÃO, SO NA ULTIMA CEA TEM UM SOM E IMAGEM DO NIRVANA,,,

iga_rio said...

Fala Tom,

Off-topic: Fiz um post no meu blog sobre os 15 anos do primeiro cd dos Raimundos... isso mesmo faz 15 anos que os caras lançaram o cd... uma das primeiras bandas a colocar peso e putaria na rádios daqui... curti bastante a banda na época.

Com esse monte de banda emo que tem hj em dia, faz falta ter um raimundos na cena.

Quem quiser ler é só acessar meu blog: http://rock-etc.blogspot.com/

Ps: desculpe a propaganda..rs

Abraços,

tom said...

O ANDRE X CONHECIA ALGUNS DOS RAIMUNDOS DE BRASILIA E A GENTE TOCOU A PRIMEIRA FITA DEMO DA BANDA NO HELLRADIO. UNS DOIS ANOS DEPOIS A BANDA TOCOU NUMA FESTA DO RIO FANZINE NUM CLUBE QUE EXISTIA NO SHOPPING RIO SUL, JUNTO COM PLANET HEMP E, SE NAO EM ENGANO, A BIG TREP. A GENTE NAO TEM REGISTRO DISSO, A N SER EM ARQUIVO DO JORNAL, JA Q NAO SE FILMAVA E FOTOGRAFAVA TUDO COMO HJ EM DIA, TUDO ROLAVA LIVRE...

fabio fernandes said...

sobre woodstock, acho tbém que houve algo mágico ali, em relação a tudo.
mas sem dúvida, aquela forma como os hippies queriam o mundo não poderia dar certo nunca, era muito utópico. e acho que várias situações serviram como banho de água fria nessa geração: o fim dos beatles, a morte (graças aos hell´s angels) daquele cara em um show do stones e, "easy rider", o filme, cujo final, em minha opinião, é tbém o fim daquilo tudo.

fabio fernandes said...

sobre o doc do kurt, eu o vi no festival do rio last year, e é emocionante, eu recomendo.

fabio fernandes said...

tom, sobre essa festa que vc comentou acho que vc se equivocou. eu fui nessa festa, os convites eram grátis, bastava retirar nas agências de classificados do globo.

foi uma festa em comemoração aos 8 anos do rio fanzine, dia 09/01/95, no "fun club" (uma boite que existia onde é a sandpiper hj lá no rio sul). os mestres de cerimônia foram a tetê tillet (minha amiga no orkut ainda) e o ator/cantor maurício branco. claro, os djs foram tom leão e calbuque.
mas não rolou show do raimundos não ! as bandas que se apresentaram: big trep, coma, o rappa e planet hemp.

como eu sei/lembro disso tudo ? foi só recorrer a minha lista de shows ... rs
e eu tenho o flyer guardado em algum canto aqui em casa.

tom said...

BOA, FABIO. ACHO QUE O RAIMUNDOS GANHOU NA VOTAÇÃO DOS LEITORES COMO MELHOR BANDA NOVA OU ALGO ASSIM.POR UNS 2 OU 3 ANOS O GLOBO NOS AJUDOU NESSA PARADA, A PESSOA QUE TRABALHAVA NO MARKETING GOSTAVA DA PAGINA E FEZ ESSE LANCE DOS VOTOS EM FACULDADES E TAL, QUE SE RESUMIA NA FESTA. A PRIMEIRA ANTES DESSA FOI A EM QUE A GENTE FORMOU A BANDA RIO FANZINE, COM DADO VILLA-LOBOS, RENASTO RUSSO, TONI PLATAO E LULU SANTOS, ENTRE OUTROS, E ROLOU NUMA FINADA BOATE NA LAGOA, O MOSTARDA, QUE TINHA ESQUEMA COM O JORNAL OU ALGO DO TIPO. VC FOI OU TEM RECORTE DISSO? (ME LEMBRE! :-))

fabio fernandes said...

tom, nessa festa lá no mostarda eu não fui mas lembro dela.
da festa no fun club, tenho o convite e se não me engano, algum recorte da matéria que saiu depois no rf, vou procurar.

sobre a festa de 8 anos ... lembro que os shows foram excelentes. big trep sempre divertido, coma não curtia (pretensioso demais, apesar do gente boa bruno) e planet e rappa em suas melhores fases.
aliás, o planet e o rappa faziam dobradinha direto nos palcos cariocas, assim como outras bandas em outras épocas (hojerizah & picassos falsos / pelvs & second come).

Carlos said...

Falando em Raimundos, tem alguma coisa boa acontecendo na cena musical Brasileira? Quando saí do Brasil ouvia o D2 (batida perfeita) e o primeiro Mombojó. Tudo bem, fui até a um show do CSS em Sydney, mas nem considero esta banda muito "Brasileira".

PEDRO BAMBAATAA said...

BOA NOITE TOM!

SÓ AGORA, PARA VARIAR ESTOU LENDO O POST.

WOODSTOCK, FOI TALVES O FESTIVAL DA ÉPOCA MAS BEM PRODUZIDO E EMBALADO, E POR ISSO FOI O QUE MAIS FEZ SUCESSO. A MELHOR APRESENTAÇÃO FOI A DE JIMI SEM DUVIDAS, MAS A DO SLY AND FAMILY STONE FOI SENSACIONAL. CERTAMENTE VOU COMPRAR ESSA VERSÃO EM DVD.

O WHO FOI COMENTADO AQUI COMO UMA DAS MELHORES APRESENTAÇÃ, MAS A MELHOR MESMO FOI A A ILHA DE WIGHT, LANÇADO EM DVD E COM UMA APRESENTAÇÃO HISTÓRICA.

SOBRE FESTIVAIS, ACHO QUE O DE GLANSTONBURY, É O ÚNICO QUE AINDA TENTA MANTER AQUELA ATMOSFERA, APESAR DE AGORA SER COBRADO.
COMO FALEI ALGUNS POST ANTERIORES, COMPREI UM DVD DA PROMOÇÃO DA CASA E VIDEO QUE VEM ALGUNS GRUPOS TOCANDO NESTE FESTIVAL, PORÉM O MAIS INTERESSANTE É A PARTE DOS EXTRAS, QUE VEM UM DOC DE QUASE 3 HORAS SEM LEGENDA, SOBRE O HISTÓRIA DE GLASTONBURY COM MUITOS DETALHES E ENTREVISTAS, ENTREMEADOS COM ALGUMAS APRESENTAÇÕES COMO DO PRODIGY E OUTROS MAIS...

UM ABRAÇO!!

Helen said...

Vou fazer uma monografia sobre o movimento hippie[contracultura, woodstock, filosofias transcedentais]
alguém tem dicas de livros sobre esses assuntos??filmes e documentários tbm !!
Onde compro esses dvds do woodstock ??
Me envie pro e-mail por favor !!helenprib@gmail.com

Helen said...

VOU FAZER UMA MONOGRAFIA SOBRE O MOVIMENTO HIPPIE [CONTRACULTURA, WOODSTOCK, FILOSOFIAS TRANSCEDENTAIS]
ALGUÉM TEM DICAS DE LIVROS QUE FALEM SOBRE ESSE ASSUNTO? E FILMES??
ONDE COMPRO ESSES DVDS DO WOODSTOCK !
ME ENVIEM POR EMAIL POR FAVOR : HELENPRIB@GMAIL.COM

Helen said...

VOU FAZER UMA MONOGRAFIA SOBRE O MOVIMENTO HIPPIE [CONTRACULTURA, WOODSTOCK, FILOSOFIAS TRANSCEDENTAIS]
ALGUÉM TEM DICAS DE LIVROS QUE FALEM SOBRE ESSE ASSUNTO? E FILMES??
ONDE COMPRO ESSES DVDS DO WOODSTOCK !
ME ENVIEM POR EMAIL POR FAVOR : HELENPRIB@GMAIL.COM

NA CIDADE

JULIANAS:

casas & shows: Circo Voador 18 – Metá Metá / Rakta 19 – Roberta Sá  20 – Testament (EUA) 25 – Johnny Hooker 26 – O Baú do Raul – 25 Anos: Marcelo Nova / Mauricio Baia / B.Negão / Chico Chico / Karina Buhr / Rick Ferreira / Vivi Seixas

Fundição Progresso 18 e 19 – Novos Baianos 25 - Mitchell Brunnings (HOL) / Orquestra Brasileira de Música Jamaicana 26 – Festival RapRJ 7: Cone Crew Diretoria / Luccas Carlos / Froid / 1Kilo / ADL – Participação: Ducon / Modestiaparte – Participação: Liink & Buddy Poke

Teatro Rival 18 – Festa La Cumbia 19 - Afrojazz - Participação: Larissa Luz & Jesuton 23 - Michael Sweet (Stryper) & John Schlitt (Petra) 24 - Júlia Bosco & Emerson Leal & Gustavo Macacko – Participação: Mart´nália & Simone Mazzer 25 – Alma Thomas 26 – Jay Vaquer 50 meia Setor A, 40 meia Setor B, 30 meia Lounge 30 – Cabaré Diferentão

Teatro Riachuelo 29 – Paulo Ricardo Teatro Odisseia 18 – Ordinária - Baile do Lindote: Molejo 24 - The World is a Beautiful Place & I am No Longer Afraid to Die / gorduratrans / E A Terra Nunca Me Pareceu Tão Distante  26 - Esteban Tavares / Sheffield 

Vivo Rio 18 - Postmodern Jukebox (EUA)  19 – Barão Vermelho 20 – Roy Hargrove & Roberta Gambarini 25 - Jacob Collier (ING) 

Baratos da Ribeiro (Botafogo) 19 – Vespeiro: Marcelo Perdido / Real Sociedade / O Branco e o Índio 26 - Vespeiro: Tacy de Campos / Jonnata Doll & Os Garotos Solventes

Estúdio Hanói (Botafogo) 18 - Nativity in Black Fest: Justabeli (SP) / Dark Tower / Profane Art  19 - Festival Nativity in Black: Justabeli (SP) / Dark Tower / Profane Art  27 - Back To Hanoi Metal Fest: Forkill / Unmasked Brains / Evil Inside / Savant  30 - Rectal Smegma (HOL) / Uzômi / Baga  Audio Rebel 16 – Quintavant: Thiago França: Sambanzo 17 – Quintavant: Thiago França: Space Charanga Quarteto 18 - Jair Naves & Britt Harris / Kasparhauser 19 – Quintavant: Ava Rocha 20 - Homenagem a John Coltrane (Widor Santiago, Sergio Barrozo, Adaury Mothé, Didac Thiago, Roberto Rutigliano) 23 – Quintavant: Hans Koch (SUI) - Participação: Bella, Thomas Rohrer, Cadu Tenório, Antonio Panda Gianfratti 24 – Quintavant: Hans Koch (SUI) - Participação: Thomas Rohrer, Antonio Panda Gianfratti 30 – Quintavant: AJJA (Pedro Calmon & Alex Frias)

Espaço Sérgio Porto 18 - Marcio Lugó / Capela  24 - Mulheres de Buço 25 - Whipallas 31 - CEP 20.000

Sala Baden Powell 16 - Donatinho: Homenagem a João Donato - Participação: Ithamara Koorax, Wanda Sá, Cris Delanno, Amanda Bravo, Ricardo Silveira 19 - Quarteto do Rio 23 - Lúcia Menezes 26 - Marcel Powell - Homenagem a Baden Powell - Participação: Thais Motta, Ithamara Koorax, Gabriel Aquino, Amanda Bravo, Dilma Oliveira 27 - Dorina Canta Aldir Blanc 30 - Eliana Pittman

Theatro Net Rio 16 – Laila Garin & A Roda 22 – Paulo Miklos 12/09 Simone Mazzer

Beco das Garrafas Casa de Cultura Laura Alvim 09 e 10 – Festival Levada: Luísa Maita 15 – Katerina Polemi 16 e 17 – Festival Levada: Apanhador Só 23 e 24 – Festival Levada: Bruna Mendez 30 e 31 – Festival Levada: Tamy

Teatro Ipanema 15 - A.Nota: Sambas do Absurdo (Juçara Marçal & Rodrigo Campos & Gui Amabis) 16 - Aíla (PA) – Participação: Posada 17 - Ana Frango Elétrico / Thiago Nassif 18 - Amora Pêra 22 - A.Nota: Marcelo Vig & Marcos Suzano

Teatro Café Pequeno 17 - Lu Dantas & Natália Boere 24 - Marcos Oliveira 31 - Filtra

Metropolitan 24 – Hanson (EUA) 26 - Lindsey Stirling (EUA) Teatro Bradesco 18 – Leo Jaime 24 – Almir Sater

Teatro Municipal de Niterói 18 e 19 – Roberta Campos 22 – Clube do Choro Homenageia Noel Rosa 24 – Quarteto do Rio

Planet Music (Cascadura) 18 - Torture Squad / Hatefulmurder / Reckoning Hour / Warcursed  19 - Black Days (SP) / Sheffield / Amsterdan / LaVille  26 - Festival Invasão Underground 2: Inversa (SP) / Maieuttica / Adrift / Tormentta / The Last Whale 

Imperator 16 - Quartas Brasileiras: Tia Surica - Tributo a Clara Nunes - Participação: Nilze Carvalho, Ana Quintas, Mariene de Castro 22 – Jazz Pras Sete: Folakemi Duo 23 – Maurício Mattar – Participação: Alexandre Pires 24 - Homenagem a Dalva de Oliveira: Amelinha, Zezé Motta, Dóris Monteiro, Leny Andrade, Rita Beneditto, Áurea Martins, Agnaldo Timóteo, Simone Mazzer, Zé Renato, Eliana Pittman, Rosa Maria Colyn, Luciene Franco, Ellen de Lima, Ataulfo Alves Jr, Gottsha 30 – Agnaldo Timóteo 31 – Samba do Imperator: Grupo Arruda, Marquinhos de Oswaldo Cruz, Arlindinho

Centro de Referência da Música Carioca Artur da Távola (Tijuca) 16 – Coletivo Samba na Rua 17 – Quinta Instrumental: Jimmy Santa Cruz 18 – Victor Mus 19 – Danilo Caymmi 23 – Fábrica Nômade Sonora 24 – Quinta Instrumental: Carlos Café 25 – Laura Zennet 26 – Quarteto do Rio 30 – Projeto Vitrola

FM Hall 23 – Manu Gavassi (grátis) 29 – Illy (grátis)

La Esquina (Lapa) 17 - Red Mess / Blind Horse / Stoned Jesus 24 – Mobile Drink

Smokey Rio (Lapa) 19 – Festa Rio Vinil Clube 26 – Bel Almeida Ganjah (Lapa) 18 – Duda Brack & Thiago Ramil 23 – Festa HempFyah: Rafyah Dread & Hempfield DubLab / Lion Dornellas / André Pfefer / Tagu Selectah Vibration 25 - Azul Casu & 3 du Mar

Casa de Baco (Lapa) 17 – Gafieira Pé de Louro 19 – Relógio de Dalí 24 – Joyce Cândido

CCBB 18 - Festival CCBB - Quanto Mais Tropicália, Melhor: Pato Fu / Céu – Praça do Centro Cultural dos Correios (22h – R$ 20) 19 - Festival CCBB - Quanto Mais Tropicália, Melhor: Pedro Luís & A Parede / Tom Zé – Praça do Centro Cultural dos Correios (22h – R$ 10)

Quintas no BNDES 17 - Byafra: 35 Anos de Sucesso 24 - Luiza Borges 31 - Tarita de Souza

Circuito SESC 16 – Copacabana: Philippe Baden Powell & Quarteto Ludere: Baden Powell 80 Anos 18 – Niterói: Clara Gurjão 26 – Engenho de Dentro: Clara Gurjão Circuito SESI 26 – Duque de Caxias: Tiê 25 – Jacarepaguá: Tiê _____________________________________________________________

mixx: 18 - Carmen Blues – Bar Kunin / Vila Isabel 18 – Sara & Nina – Olho da Rua / Vila Isabel 18 - Ronaldo Diamante – TribOz / Glória 18 - Wake the Dead Festival: Surra (SP) / Rats / Der Baum (SP) / Nove Zero Nove – Clube Mageense / Magé 18 – RaggaBrass – Boulevard Olímpico / Praça Mauá 18 - O Rappa - Tour de Despedida – Quadra da Grande Rio / Duque de Caxias 19 - Insurgente Rock Festival: Maieuttica / Ágona / Born2Bleed / Melyra / Forkill / Negah – Caixa de Surpresa / Bangu 19 - Breaking Bad - A Festa: Cervical / Controle / Mau Presságio – Buffallos Bar / Méier 19 - Festa RapSoul 5 Anos: Rael – Armazém / Praça Mauá 19 - Akira Presidente – Espaço BF / Mesquita

20 - Caxias Hell Festival: Velho / Justabeli (SP) / Dark Tower / Gutted Souls / Unnature / Vicious – Lira de Ouro / Duque de Caxias 25 - Bloco Fanfarra D´Águas – Praça das Nações / Bonsucesso 25 - Rogério Caetano - Participação: Hamilton de Holanda – Eco Som / Botafogo 25 - Arraiá do Bloco Vem Cá, Minha Flor – Feira de São Cristóvão

LEO JAIME LEO "GUANABARA" JAIME Com mais de 30 anos de carreira, Leo Jaime experimenta momentos de grande intensidade em sua vida profissional. Além da obra consagrada, como cantor e compositor, o artista está sempre atuando em novos projetos. Humor, interpretações arrebatadoras, inteligência e versatilidade são as marcas deste artista que apresenta ao publico carioca, no dia 18 de agosto, no Teatro Bradesco Rio, o espetáculo “Leo “Guanabara” Jaime”. No show ele relembra seus grandes sucessos musicais e as histórias por trás das canções e dos bastidores do Rock Brasil

PROGRAMAÇÃO BLUE NOTE JAZZ CLUB RIO (ONDE ERA A MIRANDA, NO COMPLEXO LAGOON, NA LAGOA, LADO LEBLON):   07/09 - Quinta-feira 20:00 Maceo Parker 22:30 Maceo Parker   08/09 – Sexta-feira 21:00 Maceo Parker 23:30 Maceo Parker   09/09 – Sábado 21:00 Sergio Mendes 23:30 Sergio Mendes   10/09 – Domingo 20:00 Sergio Mendes 22:30 Sergio Mendes   13/09 - Quarta-feira 20:00 Jaques Morelenbaum convida   16/09 – Sábado 21:00 Baby do Brasil 23:30 Baby do Brasil   17/09 – Domingo 20:00 Baby do Brasil 22:30 Baby do Brasil   20/09 - Quarta-feira   20:00 Jaques Morelenbaum convida   27/09 - Quarta-feira 20:00 Anne Paceo 28/09 Quinta-feira   20:00 Orquestra Atlântica 22:30 Orquestra Atlântica    Outubro   04/10 - Quarta-feira 20:00 Ala.Ni 05/10 – Quinta-feira 20:00 Chris Botti 22:30 Chris Botti  06/10 – Sexta-feira 21:00 Chris Botti 23:30 Chris Botti    07/10 – Sábado 21:00 Chris Botti 23:30 Chris Botti    08/10 – Domingo  20:00 Chris Botti 22:30 Chris Botti  11/10 - Quarta-feira 20:00 Teresa Salgueiro 22:30 Teresa Salgueiro    12/10 – Quinta-feira 20:00 Teresa Salgueiro 22:30 Teresa Salgueiro    20/10 – Sexta-feira 21:00 Chick Corea & Steve Gadd Band 23:30 Chick Corea & Steve Gadd Band   Novembro 02/11 Quinta-feira 20:00 Spyro Gyra 22:30 Spyro Gyra   03/11 Sexta-feira 21:00 Spyro Gyra 23:30 Spyro Gyra   04/11 Sábado 21:00 Spyro Gyra 23:30 Spyro Gyra   15/11 Quarta-feira 20:00 Laura Perrudin   16/11 Quinta-feira 20:00 Didier Lockwood Trio 22:30 Didier Lockwood Trio

ULTRA BRASIL ANUNCIA A PHASE 1 DE SEU LINEUP PARA A EDIÇÃO 2017: ADAM BEYER, ALESSO, ARMIN VAN BUUREN, DAVID GUETTA, JAMIE JONES, JOSEPH CAPRIATI, SASHA & JOHN DIGWEED e THE MARTINEZ BROTHERS SERÃO HEADLINERS FESTIVAL ACONTECE NOS DIAS 12, 13 E 14 DE OUTUBRO NO SAMBÓDROMO DO RIO

_______________________________________________________ CURSOS DE AGOSTO no Estação NET Botafogo    - História do Cinema Independente Brasileiro, com Cavi Borges    - Ancine e o fomento ao audiovisual brasileiro, com Julio Augusto Zucca    - Cinema Afrodisíaco? O sexo na tela, com Dodô Azevedo

Circuito Estação NET de Cinema e Cinemateca do MAM apresentam: Exposição CINEMA EM CASA: Equipamentos do acervo da Cinemateca do MAM. A partir de 23 de fevereiro, no Estação NET Botafogo de 23 de fevereiro a 23 de agosto 2017 Horário de visitação: 14h às 22h Entrada franca

DISTOPIAS BRASILEIRAS NO CINEMA A CAIXA Cultural Rio de Janeiro apresenta, de 15 a 27 de agosto de 2017, a mostra cinematográfica Brasil Distópico, que traça um panorama da produção nacional sobre as distopias. Para a programação, os curadores Luís Fernando Moura e Rodrigo Almeida selecionaram 37 curtas e longas-metragens que imaginam diferentes futuros sombrios para o país, entre clássicos da ficção-científica brasileira e obras menos conhecidas.  Na programação, filmes como O quinto poder (1962), de Alberto Pieralisi, e Brasil ano 2000 (1969), de Walter Lima Júnior. Outras incorporam as convenções da ficção científica, encenando a ameaça nuclear e o colapso do planeta, como Parada 88: o limite de alerta (1978), de José de Anchieta; e Oceano Atlantis (1993), de Francisco de Paula. Há, ainda, aqueles que instalam o cinema de gênero em imaginários locais do Brasil, como é o caso de Abrigo nuclear (1981), de Roberto Pires; e Areias Escaldantes (1985). ESTE ULTIMO, TRAZ NO ELENCO, VARIOS NOMES E BANDAS DO ROCK BRASIL DOS ANOS 80, COMO LOBÃO, TITÃS, E TEMA-TITULO DE LULU SANTOS.

DEIXA NA RÉGUA: O filme estreia no dia 10 de Agosto no INSTITUTO MOREIRA SALLES com sessões às 16h e 20h e no CINE SANTA com sessão às 17h10. Deixa Na Régua. Direção: Emílio Domingos. Produção: Osmose Filmes. Documentário. Brasil. 73 minutos.

COM SESSÕES LOTADAS EM ALGUMAS CIDADES, UCI ABRE MAIS SALAS PARA “DAVID GILMOUR: LIVE IN POMPEII” E AGORA APRESENTA A EXIBIÇÃO EM XPLUS  Ingressos já estão à venda e o público poderá conferir o show também com o poderoso som Dolby Atmos em 360º



BLITZ AO VIVO: No embalo do lançamento do álbum 'Aventuras 2', Evandro Mesquita e sua Blitz finalizam seu quarto DVD, gravado no Circo Voador em abril, para lançamento em outubro. A banda está a todo vapor, com presença confirmada no próximo Rock In Rio e tem turnê pelos Estados Unidos confirmada em fevereiro de 2018

FESTIVAL DE CINEMA DA NOVA ZELANDIA

(colaborou @DonnieDarko73);

Blog Archive

Buscar

About Me

tom leão
Vanuatu
amigo dos amigos, amante de música, cinema, boa comida, de pedaladas e caminhadas
View my complete profile
Powered by Blogger.

Popular Posts

Translate

Followers