Pular para o conteúdo principal

BAIXA FIDELIDADE

FIQUEI TRISTE EM SABER QUE A ÚLTIMA VIRGIN RECORDS DA AMÉRICA FECHOU AS PORTAS ONTEM, NA UNION SQUARE, EM NOVA YORK. ESSA ERA A MINHA FAVORITA DE MANHATTAN, PQ, COMO FICAVA NA AREA DA UNIVERSIDADE, TINHA UNS LANCES DIFERENTES DA DE TIMES SQUARE, QUE ERA MAIS POVAO. OS VINIS E CDS INDIES E AS CAMISETAS ERAM DIFERENCIADAS. PODEMOS ATE DIZER QUE AS LOJAS (E, POR TABELA, AS GRAVADORAS) MERECERAM, JÁ QUE VENDIAM CDS POR MAIS DE 20 DÓLARES (NO ULTIMO DIA, ELES TAVAM CUSTANDO SÓ DUAS DOLETAS!), MESMO COM OS CUSTOS EMBUTIDOS. A INDUSTRIA DA MÚSICA PAGOU CARO PELO SEU ERRO E POR NAO TER DADO A DEVIDA ATENÇÃO AO MP3 E À MÚSICA BAIXADA, EM VEZ DE COMBATE-LOS. O TRISTE É QUE, POR MAIS FACIL E BARATO QUE SEJA BAIXAR, NADA SE COMPARA EM VC CHEGAR NUMA LOJA, NAVEGAR POR ELA, FAZER AMIGOS E DE LÁ UM POINT. AGORA, LÁ EM NYC, SÓ RESTAM DE BOAS AS LOJINHAS OTHER MUSIC, QUE FICA NA LAFAYETTE ST, NO VILLAGE, OU A BLEEKER BOB´S, PERTO DE ONDE ERA O CBGB, QUE VENDE MUITAS RARIDADES E EDIÇÕES ESPECIAIS. R.I.P. VIRGIN US. (mas ainda existem lojas na europa e asia)

Comentários

  1. É triste ver as lojas de disco fechando, mas isso já era esperado. Estamos em 2009 e as gravadoras ainda não sabem muito bem o que fazer para "resolver a questão do mp3". Insistem no combate, mas não remontam suas políticas de preço. São uns despreparados que só conseguem pensam em dois pólos: margem de lucro e promoção para queimar estoque.

    Fazendo uma analogia meio boba, é como se você visse um trem chegando e ficasse no meio do caminho. Aí você começa a pensar: tá vindo muito rápido...entro nesse trem e tento pegar o melhor assento ou tento impedir que ele prossiga viagem? Já sei! Vou chamar 200 advogados e colocar os caras aqui na linha do trem!

    Dez anos depois, o resultado não poderia ser diferente: você tem milhares de advogados atropelados pelo trem e fica pensando que deveria ter entrado logo naquela droga.

    ResponderExcluir
  2. POIZE, ATLANTIC. QNDO, HA DEZ ANOS, O NAPSTER APARECEU, A INDUSTRIA CAIU EM CIMA, COMO SE FOSSE UM CRIMINOSO, UM TERRORISTA. NAO VIRAM QUE PODERIA SER UM ALIADO, UM RENOVADOR, DEU NO QUE DEU: SURGIRAM MILHARES DE OUTROS PRA COMBATER A INDUSTRIA (E OS ARTISTAS PERDULARIOS) E AGORA O NAVIO TA AFUNDANDO DE VEZ. SO O ITUNES MEIO QUE VINGOU NOS EUA

    ResponderExcluir
  3. Eu tb gostava muito daquela Virgin. Lá comprei uns disquinhos bacanas a preços bem razoáveis: no máximo 10/11 dólares. Foram: AC/DC, Richard Hell, The Sonics, Weezer e New York Dolls.
    Nem são discos difíceis, mas o preço compensava. E era divertido passear naquela loja.

    ResponderExcluir
  4. É inevitável o négocio da musica , como conhecemos , acabar , porque a situação se tornou irremediável depois do download livre. Durante algum tempo ainda vai existir magazines tipo americanas vendendo coisas bem populares em cd , mas , pode anotar , nos proximos 10 anos (talvez metade disso) não vai se achar cd para vender , nem em Fnac , nem em qualquer lugar , nem havera qualquer lançamento , nem pirataria , nem independente , porque assim como vinyl , as fabricas nao vao mais prensar. O CD vai se tornar um artigo para colecionador "excentrico" , mais ou menos como seria escutar hoje em dia fita de rolo.
    Mas é realmente chocante. Até 10 anos atrás metade da graça em viajar pra fora era ficar fuçando discos , e basicamente , acho que a vida de todo mundo q frequenta esse blog , em parte gira em torno dos seus discos , livros e filmes.
    E eu pergunto pro Tom e pra galera do blog , o q será q o futuro reserva nesse aspecto ? eu realmente nao consigo pensar em nada .. Parece q a industria nao se recupera nunca mais , e vai ter q se contentar com os direitos das musicas para filmes e jogos ate virarem dominio publico. Um lado meu diz bem feito , mas outro lamenta ..

    ResponderExcluir
  5. SINTO O MESMO Q VC, VADER. MAS AGORA NAO TEM MAIS GRAÇA NAS VIAGENS IR PROCURAR UM DISCO. SE BEM QUE NAS LOJAS QUE CITEI, AINDA VALE A PENA. ACHO QUE O FUTURO SERAO TOTENS PRA VC BAIXAR ALGO "PRA VIAGEM" NO MP3, TUIPO TEM UMA MUSICA NOVA ALI, MAS VC TA NA RUA E AINDA NAO BAIXOU, AI PEGA POR, SEI LA, UM REAL? COM CAPINHA? QNDO A INTERNET BANDA LARGA FOR FATO (O Q TEMOS AQUI É UMA PORCARIA), AI SIM, COISAS COMO ITUNES E NETFLIX TERAO SENTUDO E ACABOU A MIDIA (CD, DVDS), SÓ OS JOGOS CONTINUARAO.

    ResponderExcluir
  6. MINHAS ULTIMAS COMPRAS NA VIRGIN DE UNION SQUARE FORAM TRES CAMISAS DE BANDA POR 20 CONTOS (LEVE TRES, PAGUE DOIS), UNS VINIS DE REMIXES (UM DUPLO DO CHEMICAL BROTHERS E SINGLES), UNS DVDS EM PROMO (CINCO DOLETAS) E UNS CDS IMPORTS (TIPO O DO DATAROCK). EU QUE COSTUMAVA RAZER UMM C ASE DE DISCOS A CADA VEZ, AGORA FOI SO UMA MALETINHA COM UNS 20, NO MAXIMO. O COVEIRO BRUNO É QUE TA EM NYC E PARECE QUE PASSOU O RODO POR LÁ

    ResponderExcluir
  7. é to por aqui

    o último dia foi terrível, parecia q passou um furacão por lá, quase nada sobrou a não ser bolsas, camisetas da virgin (até tinha a de orlando), alguns jogos de futebol americano de xbox 360 e um único cd lá na hora q eu estava, o último do all american rejects !!!!! he he he he he !!!!!

    isso queria dizer alguma coisa ?

    eu sei q a banda é uma bela porcaria e ninguém se atreveu a comprar.

    abs

    ResponderExcluir
  8. É frustante para mim, que era um apreciador das artes dos lps e em grau menor na era do cd, baixar algo sem uma "embalagem" que esteja incluido uma capa e uma caixa.

    Não é a toa que compro caixinhas, imprimo as capas, faço etiquetas para materializar o que eu compraria em lojas.
    Apesar de que meu armário já esta ficando abarrotado de cds que faço, em função da velocidade que posso pegar na rede.

    Já me decidi, vou trocar meu cd-player do carro(aonde escuto mais musica) por um com entrada frontal USB, e fazer back-up em casa em midias para dvd, que tem uma capacidade maior.

    Aonde vai parar não sei, antigamente juntava meus trocados para para comprar um LP, e as vezes curtia meses ou por quase 1 ano aquele trabalho.

    Hoje a coisa ficou meio massificada, tem varias coisas que os coveiros ouvem, que as vezes fico tonto com tanta informação...

    Mas fazer o que, isso não tem volta.

    um abraço!!

    ResponderExcluir
  9. o que aconteceu tom?

    liguei para ouvir o prog e não entrou?

    deu algum problema?

    ResponderExcluir
  10. por isso eu acho a internet foda

    http://www.wired.com/dangerroom/2009/06/activists-launch-hack-attacks-on-tehran-regime/

    ResponderExcluir
  11. NORMALMENTE SO OUÇO O PGM NO DIA SEGUINTE, MAS ONTEM BOTEI LA AS 22H10 E TAVA ROLANDO UM SOM BABA QUALQUER. JA MANSDEI EMAIL PARA OS RESPONSAVEIS PARA SABER O QUE ACONTECEU E, ASSIM QUE TIVER A RESPOSTA, POSTO AQUI

    ResponderExcluir
  12. Eu sempre me confundo com o excesso de informação. Quando o Tom faz a votação dos melhores no fim do ano, tem gente que indica 200 bandas!

    O maior problema de ter tudo na mão é que as coisas acabam perdendo o valor. Eu sou da geração da fita, a turma que ficou entre o fim do vinil e o começo dos cds. Sinto falta de descobrir bandas em fitas gravadas por amigos. Sinto falta de ver uma fita ser tão ouvida a ponto de arrebentar.

    ResponderExcluir
  13. é, literalmente, a volta dos mortos-vivos. antes do simple minds (25/09), o vivo rio receberá o information society (07/08) com memê abrindo.

    ResponderExcluir
  14. é, literalmente, a volta dos mortos-vivos. antes do simple minds (25/09), o vivo rio receberá o information society (07/08) com memê abrindo.

    ResponderExcluir
  15. Também sou da geração das fitas. Tinha centenas delas. Sempre gravando e trocando entre amigos. Se ficou mais fácil conhecer bandas novas hj em dia, a banalidade acabou com o gostinho da conquista. Com aquela sentimento de "finalmente consegui o disco tal".
    Nunca fui a NY, mas já tinha ido na Virgin de L.A. em 2002 e fiquei uma tarde inteira que nem criança na loja de doce. Gastei uma boa grana. Essa tb fechou?

    Tava lendo uma entrevista com o Miranda na Bravo sobre esse assunto e ele disse, e eu concordo, que a internet daqui a pouco vai ser simples e confiável como a eletricidade e não será preciso "baixar" mais nada. Tudo vai estar "on line" e vc acessa na hora q quiser.

    Eu hj em dia guardo tudo q baixo em dvd's. Muita coisa daquela centena de fitas baixei e guardei. Hj não se pergunta mais quantos discos vc tem e sim quantos giga de música vc tem.
    Sad but true. Mas não tenho a menor pena das gravadoras.

    Não existe nada mais gostoso que achar numa loja o disco que vc procura há tempos. Lembro quando numa lojinha especializada em Punk (de frente pra praia!) em San Diego achei o CD q faltava pra completar minha coleção do Hüsker Dü. Esse sentimento não tem mp3, streaming, download que iguale.

    ResponderExcluir
  16. EIS A RESPOSTA DA MULTISHIOW:

    "tivemos um problema com a importação da programação e realmente nao foi ao ar. ps: esse vacilo nao se repetirá."

    ENTAO, ESSA SEMANA VAI FICAR NO SITE UM PGM ANTIGO E NA SEGUNDA TUDO VOLTA AO NORMAL. MENOS MAL. ACHEI QUE O PGM JA TINHA ESPANTADO ALGUEM DA DIRECAO DA RADIO, O QUE É MINHA SINA (RS)

    ResponderExcluir
  17. "Eu sou o Tom e ele o André e vc não é". Lembra disso?
    Pedí ao meu irmão pra procurar as fitas do Hell Radio na casa da minha mãe (não sei se lembra)e ele me retornou esse fim de semana falando que achou uma. Acabamos conversando um pouco sobre nossas noites de segunda (17 anos atrás!!)gravando o programa e ele lembrou da frase acima, q vc sempre falava. rsrs

    Ele descreveu a fita e lembro bem desse programa, um dos meus preferidos. Se não me engano foi quando ouví Seaweed pela 1º vez. HJ é uma das minhas bandas preferidas.
    Assim q tiver com ela na mão (ele mora na barra e eu em botafogo. E não tenho carro!) te escrevo pra te entregar.
    Vc consegue ver meu e-mail pelos comentários, né? (ralphbuswell@gmail.com)

    QQ coisa escreva. Abs

    ResponderExcluir
  18. que merda.

    devo grande parte da minha formação musical a tower records - que foi pro saco antes - e virgins da vida.

    nós que gostamos de gastar horas fuçando, ouvindo o barulhinho dos plásticos se batendo nas prateleiras, não somos o suficiente pra sustentar essas lojas. que pena.

    no início do ano fui pra ny e tive o último gostinho, mas já não foi a mesma coisa porque o clima era de enterro mesmo - setores bagunçados, muita baba nas promos e poucas raridades. mesmo assim gastei mais do que pudia.

    ResponderExcluir
  19. btw, olha o que saiu no nme:

    http://www.nme.com/news/nme/45396

    ResponderExcluir
  20. E eu estou morrendo de medo com o que acontecerá com as queridas lojas Modern Sound e Snake Pit (Copacabana) e mesmo as redes FNAC e Saraiva...

    Só tenho pena das boas lojas e de seus funcionários. Não das gravadoras.

    Melhou eu completar logo a minha coleção de rock oitentista. Estou doido para que cheguem nas lojas as edições especiais com faixas-bônus do CD Severino (Paralamas) e do catálogo dos Titãs na Warner.

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Winner winner, chicken dinner!

É o lema de quem ganha na mesa de blackjack (21) em Las Vegas. A frase, que diz a lenda, é de autoria de um oriental, que quebrou a banca num dos cassinos da cidade nos anos 50, é dita várias vezes no filme "21" (aqui, "Quebrando a banca"), que estréia semana q vem e vi hj cedo numa cabine. Ela significa algo como, quem ganha paga o jantar. O filme é interessante. Apesar de envolver galera e ter uma trilha sonora atual (com direito a faixa inédita do LCD, não tem aquela edição frenética MTV. Até porque, a história de um grupo de geniozinhos do MIT (Massachusetts Institute of Technology) que têm a capacidade de contar decks de cartas de baralho (sem precisar ser autistas, como o rain man) e vão faturar algum na maciota em Las Vegas, aconteceu mesmo na vida real. Isso é o ponto de maior interesse no filme, sacar os bastidores desse fato verídico. Os atores, a maioria novatos (tem o carinha de "Across the universe", mas tbm tem Kevin Spacey e a gatinha Kate …

KELVIN?

UNZAMIGOS MEU FORO RANGAR EM COPA DEPOIS DO SHOW DO JUSTICE E ACABARO ALI NA REGIAO DA PRADO JUNIOR TRAÇANDO UM GALETO COM AS PUTAS E TRAVECO. DADO MOMENTO, UM DELES VE UM ANUNCIO COLADO NUM ORELHÃO DO LADO DO BAR QUE DIZIA: "LOURINHA GOSTOSA. FAÇO KELVIN ATÉ O FINAL!", AI, GERAL BOLOU. O QUÊ OU QUEM DIABOS É KELVIN? NEGUIM JÁ DESCOLADO EM PUTARIA NÃO SABIA O QUE ERA AQUILO. KELVIN? WHATTAFUCK? A SOLUÇÃO? LIGAR PRA PUTA, É CLARO. AÍ, ELA EXPLICOU A PARADA: KELVIN É FAZER GARGANTA PROFUNDA ATÉ O FINAL SEM USAR CAMISINHA (20 CONTOS). MATADA METADE DA CHARADA. MAS POR QUE KELVIN? FIZ UMA BUSCA NO GOOGLE E SÓ APARECERAM DOIS LINKS SOBRE A PARADA!!! (O RESTO TODO ERA LIGADO A PESSOAS CHAMADAS KELVIN OU AO GRAU KELVIN). UM ERA UM FÓRUM NO QUAL A MESMA RESPOSTA E PERGUNTA QUE FAÇO AQUI ERA REQUERIDA, OUTRO ERA UM ANUNCIO DE JORNAL DE UMA VAGABA QUE FAZ KELVIN. ENTÃO, O MISTÉRIO CONTINUA: POR QUÊ KELVIN? ALGUÉM AÍ SABE?

O QUE É CABINE?

SEMPRE QUE TUITO OU COMENTO QUE VI OU VOU VER TAL FILME NUMA 'CABINE', UMA GALERA PERGUNTA: 'O QUE É ISSO?' BOM, CABINE É O TERMO DADO PARA SESSÕES FECHADAS DE UM FILME PARA A IMPRENSA. GERALMENTE ACONTECEM UMA SEMANA OU ALGUNS DIAS ANTES DE O FILME ESTREAR, PARA DAR TEMPO DE PEGAR O FECHAMENTO DOS JORNAIS OU DE A PESSOA FAZER UMA MATERIA COM MAIS DETALHES; OU ENTREVISTAR ALGUEM DO ELENCO. LA FORA, ESTAS SESSOES SAO CHAMADAS DE SCREENERS. ENTAO, PQ AQUI SE USA O TERMO 'CABINE'?

O TERMO CABINE VEM DO FATO DE QUE, EM OUTROS TEMPOS, ESTAS SESSOES ACONTECIAM EM CABINES PRIVATIVAS (COMO UM BOM HOME THEATER CASEIRO DOS DIAS ATUAIS), NAO EM SALAS DE CINEMA COMO HJ,  MAS NOS ESCRITORIOS DAS PROPRIAS DISTRIBUIDORAS, A MAIORIA DELAS LOCALIZADA NO CENTRO DA CIDADE DO RIO DE JANEIRO, NA CHAMADA CINELANDIA (A MATRIZ DE TODAS AS MAJORS ANTES FICAVAM AQUI, AGORA MUITAS MIGRARAM PRA SP). CHEGUEI A PEGAR ALGUMAS DAS VELHAS CABINES ORIGINAIS DA CIDADE FUNCIONANDO, MESMO QUANDO AI…