Pular para o conteúdo principal

Damned!


Tem uma banda aqui do Rio que faz mais sucesso fora daqui ou na Baixada Fluminense chamada Maldita. O som é algo entre o gótico-industrial e o satânico, cortesia do vocalista/letrista Erich Mariani, que nos áureos tempos da Bunker frequentava as noites Alien Nation com um visual assustador, misto de Prodigy com Marilyn Manson (!). O rapaz formou uma banda e se mostrou um showman e tanto. Já vi uns dois ou três shows da Maldita, em condições diversas. E o que sempre chama mais a atenção é a performance do Erich. Ele é concentrado no que faz e realmente encarna o personagem. Gosto disso. Em geral, galera de banda de rock por aqui parece que tá só dando um tempo até a faculdade acabar e arrumar uma bocada no emprego do pai. Erich (que faz faculdade, na PUC), não. Podia ser mais um playboy, mas tá disposto a ser um rockstar, mesmo que não saia do alternativo. Ainda que a MTV já o tenha exposto bastante em seus programas. Chegou uma prova do novo CD deles, "Paradise lost". Vou ouvir e comento depois. Sábado que vem eles tocam na DDK Erotisch no cine Íris e estarei lá como DJ e como espectador. E vcs aí, conhecem Maldita? O que acham do som e da performance?

Comentários

  1. AE, MACACADA, HJ (SABADO, 10 DE MARÇO) TEM CHEMICAL MUSIC FESTIVAL COM BANDAS E DJS COMO GUI BORATTO, MOPTOP, ELLEN ALLIEN, DIGITARIA, ESKIMO, SUPERQUADRA, KING ROC E MUITO MAIS. QUEM TIVER DE BOBEIRA QUE RUME PARA O RIOCENTRO, PQ VAI TER ROCK, TRANCE, HOUSE, ELECTRO E DERIVADOS (SO FALTOU BREAKS E DRUM & BASS). NOS VEMOS LÁ. COMEÇA AS 22H E VAI ATE 08 DA MANHÃ...

    ResponderExcluir
  2. Jà ouvi maldita e não gostei não... agora, show ao vivo deve ser outra coisa. Nunca fui. Soube também que o cara é muito gente fina.
    Mas achei a música bem ruim mesmo.

    ResponderExcluir
  3. musicalmente, não acho nada demais. agora, visualmente é bem mais interessante.
    o vocalista é irmão da luiza, correto ?

    e o chemical, como foi ? e a ellen ?

    ResponderExcluir
  4. Que estranho Tom, toda vez que vou logar aqui entra um Daniel já logado,
    estou até com medo, vou ver se troco minha senha.

    Maldita vi aquela vez na Bunker, conheço o Erich a tempos, gente boa, e ele faz um bom papel, mas não é um som que me agrada, mesmo sendo o melhor no estilo, não curto mais esse som, me parece muito pra teen revoltado que quer se matar. Tenho medo dele. hehehee

    Caraio o que foi a Ellen Allien ontem???

    Meu deus, um dos melhores sets da minha vida sérinho, a mulher arregaça em tudo o que é requisito: Mixagem, Repertório, Carisma, Leveza, som novo, foi inexplicavel o momento que tive ontem, incrível, e a galera estava ótima, o trance ficou láaaa no quintal bem longe, e o som estava bombadíssimo de bom.

    Realmente ela fez a diferença, perto dela só Ritchie Hawtin mesmo, e olha que tava de cara, tomei somente um Red Bull e parece que puxou tudo e mim na hora. 5 as 7 sem parar de dançar gritar e pular, faz tempo que não vejo um set assim.

    Gui Boratto foi muito bom também, tocou o album dele todo ao vivo, nossa nova exportação.

    Foi mágico, nota dez pro festival, Moptop mandou bem, pelo menos teve espaço pro rock, tomara que esse espaço se expanda e comecem a chamar bandas indies gringas, que se bobear nem é tão caro assim.

    Pra mim, o Moptop ainda continua sendo a melhor banda carioca, não vejo outra nova, o som deles é bem bom. Ahhh se parecem com Strokes, bla bla bla... Que bom né?? Uma ótima referência!

    To quebrado, foi um sonho :)

    ResponderExcluir
  5. Olha que legal, o blogger é do google, o orkut é do google, tudo é do google, aí meu login no orkut serve pra comentar aqui e o calvinflower vira Renato!!! heheheheh

    Eu vi esse maldita na mtv uma vez... achei muito ruim!

    O Moptop é muito bom, principalmente pq o cara escreve boas canções independente se parece com strokes ou não... Agora, acho o Rockz bem melhor! É mais rápido, vai totalmente pro lado disco-punk mas com guitarras mais pesadas e acho as letras do Diogo Brandão sensacionais. Além deles, gosto muito do Cabaret e do Brasov, que tiveram matérias no Rio Fanzine recentemente.... Enfim, acho que tá tendo boas bandas aqui no Rio atualmente.

    ResponderExcluir
  6. o chemical foi legal. mas grande parte das atrações mais fortes foi para depos das 4am, pq galera aqui em festa grande so chega depois disso, pq a maioria do publico vai mesmo pra tenda psy trance. entao, ate umas 2am, o lugar tava bom, mas tranquilo. os tranceiros chegam mais pro final. entao, na hora de anderson noise, moptop e boratto, as tendas ainda estavam meio vazias. outra coisa que notei: o termo electro vai tomar o lugar do trance. os playboys agora dizem q ouvem electro, mas é como rolava com o techno antigamente, que denominava dance farofa da jovem pan. se vc tocar um som gigolo radical ele nao conhecem

    ResponderExcluir
  7. Off topic Maldita:

    Poisé Tom, percebi isso também, mesmo com a grandiosidade dada ao trance nos fundos, em nenhum momento as tendas de Techno, House e Rock ficaram vazias, isso me chamou a atenção pois faz tempo que não ia a um festival, e sempre eram pequenas, som inferior e vazias.

    Nesse festival deram um outro tratamento pra esses generos.

    Isso é muito bom por um lado, porque se começarem a gostar mais de techno/electro/minimal, mais chances de virem mais DJs fodas, acho que depois de Sabado eles já tiveram certeza, mesmo não ouvindo comentários.

    Um sorriso vale mais que mil palavras como dizem.

    Tava um clima ótimo de tolerancia, encontrei o povo das antigas, as pessoas se beijando tranquilamente, e me senti muito bem dentro da tenda, podendo abraçar amigos de felicidade, pular junto, foi surreal, bem época de bunker mesmo.

    O palco do trance tava bem mais cheio e cheio de firulas a mais, mas você diferenciava o tipo da galera dos lugares, a galera era quase 100% certa na tenda techno.

    Acho que o Psy fisga os novatos primeiro, as pessoas que gostavam de trance antes, em sua maioria, tava lá na tenda techno, ninguem gosta mais da mesmissima coisa sempre, eu não tenho mais saco, não vou mentir que já fui tranceiro, mas era novidade, e é facil de tocar, nas festas de churrasco sempre me chamam, ainda tenho meus CDJ 100 e um Mixer VMX 300 da Beringer, mas não saio de casa pra ver nenhum desses DJs Hippie-Dumb.

    Anderson Noise também foi íncrivel, o cara ta demais, foi melhor que o boratto e o king roc na minha opnião.

    Vamos ver se rola Skol Beats esse ano, mas duvido que seja a mesma vibe de antes, pelo menos eles já estão enchergando a "New Rave", trazendo o MSKRFT e outros mais.

    Vou no Pet Sho Boys quarta vcs vão? Também vou no Aerosmith em Sampa, achei absurdo não trazerem eles pra ca, mas vou de excursão ta na moral, velvet revolver fica como bonus.

    E Peaches claro, que com certeza vai fazer outro show histórico no circo voador, já to até vendo as causações que ela vai fazer, adoro!

    flw :)

    ResponderExcluir
  8. esqueci de falar do unico gadget que trouxe na minha trip trampo: o ipod shiuffle novo. pouco maior que uma moeda de um real, traz um giga, super leve. uso clipado na borda de minha camiseta, so pra malhar ou andar de bike, pq nao pesa e se perder, for roubado ou cair e quebrar, nao perco um hd lotado. ate pq custa so 80 contos na gringa (ja ja deve ir pruns 50 qndo nao for mais novo). esse vale ter como extra, so pros discos da semana, boto uns 4 ou 6. e a bateria dura + q a do mini...

    ResponderExcluir
  9. acho o som da maldita bem sem graça - e olha que curto pra cacete rock pesado. desconfio de bandas/artistas que se destacam mais pelo visual ou performance do que pelo som.

    tom, valeu pela dica do be your own pet. altíssima rotação. meninas histéricas - no bom sentido - me deixam arrepiado. saudades de distillers e sleater kinney.

    ResponderExcluir
  10. das bandas comentadas neste post, sou simpatico ao moptop, embora ache que eles tem muitas musicas lentas, e acho o rockz mais dinamico. quanto ao maldita, sempre achei melhor ao vivo do que nos cds. nao sou fa deses tipo de musica, mas a performance do eric me impressionou positivamente. o novo disco, que so ouvi uma vez, esta bem mais gritado q antes.

    ResponderExcluir
  11. Tom, comprei o novo Shuffle tb. Custo-benefício beleza. E pra perder o medo de roubarem? Fui assaltado semana passada e perdi o celular, ainda bem que não ando na rua com o gadget. O outro nerdtreco que trouxe foi o Nintendo Wii, f-o-d-a.

    Sobre Maldita, gosto de bandas que conseguem soar realmente pesadas ao vivo, e eles conseguem, ao contrário de zilhões por aqui que só faltam comprar os amps do Spinal Tap pra "dar pressão" sem conseguir. Bela análise a das bandas de playboys, que bom que é você e não nós que somos vidraça afirmando essas coisas.

    ResponderExcluir
  12. Melhor banda carioca é Los Bife.

    ResponderExcluir
  13. NA MINHA OPNIÃO A MELHOR BADNA DE ROCK DO RIO DE JANEIRO NO MOMENTO; É A ABDNA TERRITÓRIO DUCK, APESAR DE FAZER SUCESSO MASI FORA DAQUI DO RIO E MAIS EM MINAS E NO NORTE. ACHO QUE AS LETRAS SÃO BOAS E OS SHOWS N SÃO COMO DE OUTRAS BANDAS QUE VEJO... POR EX ESTIVE EM GOVERNADOR VALADARES E ESCUTEI NA TRANSAMERICA DE LA. AI QUE FUI SABER QUE ERA DAQUI... FUI GALERA

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Winner winner, chicken dinner!

É o lema de quem ganha na mesa de blackjack (21) em Las Vegas. A frase, que diz a lenda, é de autoria de um oriental, que quebrou a banca num dos cassinos da cidade nos anos 50, é dita várias vezes no filme "21" (aqui, "Quebrando a banca"), que estréia semana q vem e vi hj cedo numa cabine. Ela significa algo como, quem ganha paga o jantar. O filme é interessante. Apesar de envolver galera e ter uma trilha sonora atual (com direito a faixa inédita do LCD, não tem aquela edição frenética MTV. Até porque, a história de um grupo de geniozinhos do MIT (Massachusetts Institute of Technology) que têm a capacidade de contar decks de cartas de baralho (sem precisar ser autistas, como o rain man) e vão faturar algum na maciota em Las Vegas, aconteceu mesmo na vida real. Isso é o ponto de maior interesse no filme, sacar os bastidores desse fato verídico. Os atores, a maioria novatos (tem o carinha de "Across the universe", mas tbm tem Kevin Spacey e a gatinha Kate …

KELVIN?

UNZAMIGOS MEU FORO RANGAR EM COPA DEPOIS DO SHOW DO JUSTICE E ACABARO ALI NA REGIAO DA PRADO JUNIOR TRAÇANDO UM GALETO COM AS PUTAS E TRAVECO. DADO MOMENTO, UM DELES VE UM ANUNCIO COLADO NUM ORELHÃO DO LADO DO BAR QUE DIZIA: "LOURINHA GOSTOSA. FAÇO KELVIN ATÉ O FINAL!", AI, GERAL BOLOU. O QUÊ OU QUEM DIABOS É KELVIN? NEGUIM JÁ DESCOLADO EM PUTARIA NÃO SABIA O QUE ERA AQUILO. KELVIN? WHATTAFUCK? A SOLUÇÃO? LIGAR PRA PUTA, É CLARO. AÍ, ELA EXPLICOU A PARADA: KELVIN É FAZER GARGANTA PROFUNDA ATÉ O FINAL SEM USAR CAMISINHA (20 CONTOS). MATADA METADE DA CHARADA. MAS POR QUE KELVIN? FIZ UMA BUSCA NO GOOGLE E SÓ APARECERAM DOIS LINKS SOBRE A PARADA!!! (O RESTO TODO ERA LIGADO A PESSOAS CHAMADAS KELVIN OU AO GRAU KELVIN). UM ERA UM FÓRUM NO QUAL A MESMA RESPOSTA E PERGUNTA QUE FAÇO AQUI ERA REQUERIDA, OUTRO ERA UM ANUNCIO DE JORNAL DE UMA VAGABA QUE FAZ KELVIN. ENTÃO, O MISTÉRIO CONTINUA: POR QUÊ KELVIN? ALGUÉM AÍ SABE?

OS SHOWS QUE VEM POR AI!

A agenda de shows internacionais no Brasil, neste primeiro semestre, está bem movimentada. Teremos desde grandes atrações inéditas (Phil Collins), até velhos conhecidos (Foo Fighters) e despedidas (Ozzy). Infelizmente, algumas das atrações, como Gorillaz e Depeche Mode, apenas em SP





DEPECHE MODE - SÃO FRANCISCO


PHIL COLLINS

PRIMEIRA VEZ NO BRASIL, SOLO - JÁ VEIO COM O GENESIS, NOS ANOS 70,
COM ABERTURA DO PRETENDERS

 22 FEVEREIRO: MARACANÃ/RJ
 24 FEVEREIRO: ALLIANZ PARQUE/SP
 27 FEVEREIRO: BEIRA RIO/POA




FOO FIGHTERS

COM ABERTURA DO QUEENS OF THE STONE AGE 

25 FEVEREIRO: MARACANÃ /RJ
27 FEVEREIRO : ALLIANZ PARQUE /SP
2 MARÇO: PEDREIRA PAULO LEMINSKI/CURITIBA
4 MARÇO: BEIRA RIO/POA


KATY PERRY