Pular para o conteúdo principal

up & down

poizé. como o guarany comentou no post abaixo, a gente aqui falou muito dos downloads, mas nao tanto do conteudo, de dois dos mais baixados itens do momento, o filme "tropa de elite" e o novo disco do radiohead, "in rainbows". eu já começo respondendo ao nosso amigo em oz: nunca fui tao fa assim do radiohead, nao. mas adoraria ver um show da banda. na epoca em que eles lançaram os melhores discos, anos 90, eu tava mais na eletronica e gostava mais do primal scream. mas ouvi "ok computer" e achei um discaço. e, antes disso, adorava "freak". e, sim, gostei do novo disco, embora ele nao seja a obra-prima que todos esperavam.

já sobre "tropa...", vi antes baixado, como metade do pais, mas revi no cinema. achei a mesma coisa, nao mudou nada, so o fato de ter a porrada na cara de forma maior. nao acho o filme fascista, ate pq ele nao toma partido nenhum, so narra os fatos. tbm nada tenho contra mary jane (pra mim, pior é ver criança nas ruas), mas é inegavel q a q rola na zs vem dos morros da regiao. e ai, sim, quem usa ta bancando trafica, assim como a grana do videogame pirata q a gente compra no camelo acaba na mao de algum mafioso chines. a n ser q se plante ou se copie em casa. o fato é q o caos criminal/social q rola na cidade ta fora de controle e pra botar isso no lugar vai levar tempo. o bope é só uma gota no oceano. a responsa é nossa...

Comentários

  1. Poizé Tom, eu digo a todos, mesmo os que só curtem a fase até OK Computer, que o show do RH é uma experiência extra-sensorial e transcendental.
    É um show do Pink Floyd + The Orb ao mesmo tempo. Os arranjos ao vivo são diferentes. Músicas pouco percebidas nos CDs surpreendendem.
    Ex. You and whose army e Backdrifts. Eles sabem montar o set list como ninguém, inserindo os hits e as pauleras no momento certo fazendo a gente voltar ao chão. Além do mais, jamais o repetem, tornando os shows da turnê mais interessantes e imprevisíveis.
    Fui atrás deles em 2003 e fui parar naquele horroroso anfiteatro de Montain View já que LA e SF estavam sold out. Supergrass abriu. O frio desértico e o vinho tinto de Napa Valley ajudaram bastante. Até hoje não esqueço esta noite.
    Vocês entederão o que estou falando. Infelizmente os weirdos ainda não lançaram um DVD ao vivo.

    ResponderExcluir
  2. Tom, o pessoal jovem-classe-média tem que se conscientizar e é pra ontem: fumar um baseadinho pode ser legal e tal, mas porra, o sujeito não pode dar dinheiro prum cara que vai usar aquele dinheiro pra se armar! não dá! tem que ser ou viciado sem volta ou muito burro pra financiar o tráfico como fazem aqui no rio de janeiro, e já falo isso desde bem antes de Tropa de Elite.


    Quanto ao In Rainbows, gosto muito da metade inicial, depois vai tendo altos e baixos. É um disco bem legal, no final das contas, mas o importante o Radiohead já conseguiu, as pessoas gostando ou não estão falando do disco, discutindo sobre o disco. Disco que eles ainda nem lançaram em formato físico. E isso é legal.

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Winner winner, chicken dinner!

É o lema de quem ganha na mesa de blackjack (21) em Las Vegas. A frase, que diz a lenda, é de autoria de um oriental, que quebrou a banca num dos cassinos da cidade nos anos 50, é dita várias vezes no filme "21" (aqui, "Quebrando a banca"), que estréia semana q vem e vi hj cedo numa cabine. Ela significa algo como, quem ganha paga o jantar. O filme é interessante. Apesar de envolver galera e ter uma trilha sonora atual (com direito a faixa inédita do LCD, não tem aquela edição frenética MTV. Até porque, a história de um grupo de geniozinhos do MIT (Massachusetts Institute of Technology) que têm a capacidade de contar decks de cartas de baralho (sem precisar ser autistas, como o rain man) e vão faturar algum na maciota em Las Vegas, aconteceu mesmo na vida real. Isso é o ponto de maior interesse no filme, sacar os bastidores desse fato verídico. Os atores, a maioria novatos (tem o carinha de "Across the universe", mas tbm tem Kevin Spacey e a gatinha Kate …

KELVIN?

UNZAMIGOS MEU FORO RANGAR EM COPA DEPOIS DO SHOW DO JUSTICE E ACABARO ALI NA REGIAO DA PRADO JUNIOR TRAÇANDO UM GALETO COM AS PUTAS E TRAVECO. DADO MOMENTO, UM DELES VE UM ANUNCIO COLADO NUM ORELHÃO DO LADO DO BAR QUE DIZIA: "LOURINHA GOSTOSA. FAÇO KELVIN ATÉ O FINAL!", AI, GERAL BOLOU. O QUÊ OU QUEM DIABOS É KELVIN? NEGUIM JÁ DESCOLADO EM PUTARIA NÃO SABIA O QUE ERA AQUILO. KELVIN? WHATTAFUCK? A SOLUÇÃO? LIGAR PRA PUTA, É CLARO. AÍ, ELA EXPLICOU A PARADA: KELVIN É FAZER GARGANTA PROFUNDA ATÉ O FINAL SEM USAR CAMISINHA (20 CONTOS). MATADA METADE DA CHARADA. MAS POR QUE KELVIN? FIZ UMA BUSCA NO GOOGLE E SÓ APARECERAM DOIS LINKS SOBRE A PARADA!!! (O RESTO TODO ERA LIGADO A PESSOAS CHAMADAS KELVIN OU AO GRAU KELVIN). UM ERA UM FÓRUM NO QUAL A MESMA RESPOSTA E PERGUNTA QUE FAÇO AQUI ERA REQUERIDA, OUTRO ERA UM ANUNCIO DE JORNAL DE UMA VAGABA QUE FAZ KELVIN. ENTÃO, O MISTÉRIO CONTINUA: POR QUÊ KELVIN? ALGUÉM AÍ SABE?

OS SHOWS QUE VEM POR AI!

A agenda de shows internacionais no Brasil, neste primeiro semestre, está bem movimentada. Teremos desde grandes atrações inéditas (Phil Collins), até velhos conhecidos (Foo Fighters) e despedidas (Ozzy). Infelizmente, algumas das atrações, como Gorillaz e Depeche Mode, apenas em SP





DEPECHE MODE - SÃO FRANCISCO


PHIL COLLINS

PRIMEIRA VEZ NO BRASIL, SOLO - JÁ VEIO COM O GENESIS, NOS ANOS 70,
COM ABERTURA DO PRETENDERS

 22 FEVEREIRO: MARACANÃ/RJ
 24 FEVEREIRO: ALLIANZ PARQUE/SP
 27 FEVEREIRO: BEIRA RIO/POA




FOO FIGHTERS

COM ABERTURA DO QUEENS OF THE STONE AGE 

25 FEVEREIRO: MARACANÃ /RJ
27 FEVEREIRO : ALLIANZ PARQUE /SP
2 MARÇO: PEDREIRA PAULO LEMINSKI/CURITIBA
4 MARÇO: BEIRA RIO/POA


KATY PERRY