Pages

Monday, October 22, 2007

Tim ou Terra?

Nesse finde chega o Tim Fest 2007 ao Rio. Só que, se vc quiser ver Bjork (com Antony & The Johnsons), Killers (com Juliette & The Licks) ou Arctic Monkeys (com Hot Chip) terá que pagar um bilhete unitário de R$ 180 para CADA, ou a metade, se tiver carteira de estudante. Já em SP, onde dizem, que a galera tem mais grana e vai a tudo qnto é show, paga-se apenas um preço único pra ver essa gente toda (menos Antony), acho que cerca de 150 contos. Ou seja, dá pra ir a SP de buzum e voltar e ainda assim vai se gastar menos do que vendo tudo aqui no Rio a pé.

Aí, uma semana depois tem o festival Planeta Terra, em São Paulo (ah, paulistas, compensados com tantos shows legais em troca da poluição constante e do triste e sujo Tietê) com Lily Allen, Kasabian, Devo, CSS, datarock, Devo, Vitalic e outros, tudo isso por um preço só, menos que uma entrada de Tim aqui. To pensando em ir pra Sampa no meio da semana que vem pra já pegar os Chemical Brothers e esticar até o Terra, aproveitando pra visitar uns amigos nos dois dias entre um e outro. É um lineup que me agrada mais, em termos gerais. Quem ai vai fazer igual?

41 comments:

Otaner said...

Eu tô meio sem paciência pra ficar me deslocando pra outros estados pra ver show. Aliás, nunca tive paciência pra isso, só fiz isso na vez que o Weezer veio (pq era o Weezer, não dava pra perder) e até hoje me arrependo amargamente por não ter ido ver Breeders e Pixies. Mas o line-up do Terra não me agradou tanto assim, talvez se tivesse um Gogol Bordello eu me deslocasse. Quanto ao Tim, depois de ver o preço absurdo, desanimei total. Pra vc ter uma idéia, Tom, o Tim em curitiba é 30 reais a meia!!! Com todo respeito, mas quero que a Monique Gardenberg e o Hermano Vianna vão pra puta que pariu! O que eles fizeram com o Rio foi um absurdo. Ao mesmo tempo, o tim anunciou que os ingressos por aqui esgotaram, né? Só não vi ainda dizendo quantos foram vendidos...

PEDRO BAMBAATAA said...

eu não... não iria a sampa

acho que desde a excursão do DEPECHE MODE para divulgar
a excursão do "songs for faith and
devotion", na qual a banda
deu 3 shows lá e nenhum
no Rio,que fiquei meio puto.

Ná época em era assinante
da bizz, e os críticos, na maioria
paulista, detonavam os discos
das bandas de rock carioca.
Desde então fiquei meio pé atrás com o povo de lá...

Mas sem dúvida é um line up do
Terra é bem melhor que do Tim do Rio... Acho que se tivesse alguem conhecido até iria tb ver...

mas como vc falou, não entendo
o critério de preços usados no
Tim de São do Paulo e no do Rio...

De qualquer maneira, o que me deixa tranquilo, é que pelos shows de bandas que tocaram aqui e que eu assisti e vi, posteriormente as críticas no Grobo e no JB foram bem mas elogiosas em relação
aos shows no Rio que em São Paulo...

mas é isso aí, o fato é que os carinhas têm bem mais acesso
a grandes grupos e artistas do
que nós cariocas....

abraços!!

vmvieira said...

e eu acho q vou pro rio, tom, não consegui ingresso pra cat power/antony, que azar, esgotou em poucos dias

agora o terra tá bem legalzinho de preço,

horror ter q pagar inteira

PEDRO BAMBAATAA said...

caramba depois de ler o post, do coveiro otaner, estou me sentindo
um otário em te pagado 360 pilas
para ver killers e artic...

fabio fernandes said...

eu vou ao tim e queria muito ir ao terra, que tem um line-up maravilhoso. mas grana e tempo me impedem de ir até sp.

qto a questão dos ingressos do tim, eu acho que não esgotou nada, é puro marketing. deve ter acabado uma quantidade "x" e o restante será distribuído para a diretoria da tim (no ano passado, encontrei um cara na entrada que ganhara 5 ingressos da tia !!! - detalhe, ele nem sabia quem era daft punk ...) e para "celebridades" (ex-bbb´s, pessoal de malhação, preta gil e similares).
e pelo andar da carruagem, em 2008 o ingresso deve custar uns r$ 500 ...

tom said...

fala, vander, nosso coveiro paulistano que tava meio sumido. off post, mas a ver com sampa: vai abrir em sp, em breve, uma filial do frances budha bar, onde era a creche da daslu. ou seja, vai ser um nojo. agora, pra onde vao as crianças filhas dos funcionarios da referida loja? pro deposito de bebidas do bar? alias, aqui no rio tem o bar do fasano, onde o dapieve toca rock nas quintas. mas, so pra entrar, custa 30 paus. me disseram que uma simples drink ta na casa dos 40 contos. ou seja, inviavel pra quem nao é turista rico hospede do tal hotel...

Otaner said...

Pedro, desculpa, não era minha intenção! :P

Fábio, também tenho quase certeza que foi isso o que aconteceu com os ingressos. Como acontece todo ano. Inelizmente não tenho a sorte de ter uma tia assim. =/

Mas na real eu nem queria uma tia assim. Queria só pagar um preço justo, que foi o que o pessoal de Curitiba pagou.

renato biao said...

um absurdo o preço do timfest aqui no rio...já tinha comentado algo pessoalmente com o otaner lá no mauval:pra exemplificar-os monkeys são ótimos,estão por cima da carne seca e tal,mas não pagaria 180 pilas pra a preta gil e a cleo pires vê-los de graça na área vip. o que importa na verdade nem é isso,e sim se pagar o preço justo pelo que se vai ouvir-assistir ,o line-up deste ano não ajuda muito nesse sentido.

Carlos said...

Absurdo! Por isso meu último TIM (Arcade, Strokes) foi em SP.
Aqui paga-se cerca de 100AUD para um festival que começa meio dia e acaba de madrugada. Mas 60.000 ingressos esgotam-se no mesmo dia. Depois, só no ebay. Shows únicos em espaços menores, mais intimistas vai de 40 a 50 Aussie dólares. Pior é não poder nem reclamar senão periga neguinho tirar o RJ do roteiro no próximo ano.

Gabriel said...

Eu estava pilhadaço de ir a São Paulo pro Terra, mas a grana e o tempo também me impedirão. Terei que ficar com o AM e o LCD por aqui também.
Alguém aí já viu Superbad? Achei muito bacana, é um Depois de Horas com adolescentes. Excelentes diálogos e trilha sonora bem sacada.

Felipe Passarelli said...

é, realmente o Tim Festival foi caro, mas com certeza em lugar nenhum vamos ver tão de perto o artista, a qualidade de som, a facil mobilidade e a reunião de gente bonita e na boa como rola em todos os anos, já virou um evento anual. não concordo com o preço mas o line up é um dos melhores do tim: bjork, arctic, killers, cat power, hot chip, feist, antony, enfim, um orgásmo musical pra quem curte boa música.

e os ingressos esgotaram sim, fui sabado tentar comprar com meus amigos só tinha jazz e rock nacional.

tava no bolo dos assuntos do post sobre as bandas nacionais e me lembrei que li uma parada maneira na G1, uma resenha do novo cd da Pitty, falando que é a melhor banda nacional na chamada "década perdida": CPM22, Hateen, NX Zero, Fresno, Forfun, Detonautas, Charlie Brow Jr e O Rappa. Bandas que nada vieram a acrecentar na música brasileira: letras podres, melodias iguais, sem nenhuma inovação. Nos 80 tivemos uma safra foda de bandas que ainda rolam, legião, capital, paralamas, titãs e nos 90 chico science, pato fu, skank, planet hemp, raimundos. Ele conta que se a Pitty aparecesse nessas épocas não ia se sobresair tanto quanto as outras bandas. Pensando bem é vendade, as coisas são tão descartáveis e prontas pra mastigar, pra que sair do seu lado confortavel e ficar absorvendo por osmose essas coisas horriveis. é péssimo mesmo, e quem é bom nao se dá bem, só se tiver grana e querer se lançar, pop mesmo só as bandas emo, infelizmente.

Então, vou Sábado pra Sampa pra ver CSS, o que mais quero ver, mesmo sendo brasileiro é uma das melhores bandas atuais, e eles sao internacionais, só vão tocar por causa do mesmo cachê de lá de fora, adriano é meio marrento e adora uma confusão, mas convenhamos ele esta ficando craque no que faz, já tem mais de 10 remixes nas costas e evoluiu bastante. E claro quero ver a lovefoxxx :)

Kasabian acho uns chatos, vou tentar ver DEVO, Rapture, Tokyo Police Club, Lily (se der tempo) e Vitalic.

Só ia no Chemical Brothers se fosse aqui, acho dificil qualquer show ser melhor do que aquele do metropolitan, mas se morasse em SP ia.

Saio sabado e volto sabado, talvez by plane dessa vez

Se quiserem marcar algo lá é só nos organizar

Abraços

iga_rio said...

Tom,

só vou no tim festival por causa do Artic Monkeys mesmo !! vai ter outros shows bons, mas só to na pilha do artic monkeys mesmo.
Já fui a são paulo várias vezes na adolescência para ver shows... monster of rock etc..


Abraços,

tom said...

o que podemos fazer tbm é boicotar os produtos das grandes marcas que so fazem eventos em sp e so aparecem aqui na primeira vez. certa vez ouvi de alguem do marketing da skol que nao rolava skol beats aqui pq "nao nos interessa o mercado, a skol vende bem ai". entao, paremos de tomar skol? ou de usar o provedor terra? de comprar celulares nokia? o tim so rola no rio pq as produtoras sao cariocas, senao aqui seria menor

Savio said...

E sera que sou só eu que estou achando este o Line Up mais fraco do Fee Jazz/Tim Festival de todos os anos ?

Savio said...

Sou só eu que acho este o Free Jazz/ Tim Festival com o Line Up mais fraco de todos ?

Savio said...

E sera que sou só eu que estou achando este o Line Up mais fraco do Fee Jazz/Tim Festival de todos os anos ?

Alessandro said...

Quando saiu o line up do Tim fiquei animado, MAS depois de ver os preços comentei que nem a porrada eu iria pagar mais de 500 pratas para ver um show!!!
Estou ficando velho e duro mesmo!!!
Artic Monkeys é bem legal.
É a única banda que nos animou, eu e minha esposa, a sairmos de casa para ir no TIM Festival!
Só que por este preço ( ingresso + lanche + gasosa ) não compensa!
E temos que engulir os preços de SP e de Curitiba!!!!
Como disse a uns 3 ou 4 meses, economizo muito comprando um DVD do "povo" do line up do TIM!!!

Alguém mais assistiu SuperBad???

Danib said...

Oi Tom!
Com certeza os paulistanos serão presenteados com shows e festivais a partir do próximo fim de semana.
Todo ano, o mais bacana era se jogar pro Rio para assistir ao Tim, mas, com certeza, a melhor noite vai ser em sampa.
Já The Chemical Brothers, em sampa, vou perder. Na quarta estarei indo pro Creamfields em Buenos Aires. Vale lembrar que The Chemical Brothers, LCD Soundsystem, 2 Many DJs e muito mais estarão reunidos no festival. As passagens e Hotéis estão muito baratos. E o ingresso fica por 65 reais!

tom said...

e nem tinha pensado nisso: ainda da pra ir em buenos aliens, como fara a danib (tudo bacana, guria?) e gastar menos do que vir ao rio pro tim (90 dolares por um ingresso!). sem contar que o creamfields de lá ta melhor do que o daqui, que será em novembro no riocentro e por enquanto so tem o tiga como ancora. superbad? vou ver nezwik, pq to enroladão

fabio fernandes said...

" ... e a reunião de gente bonita e na boa como rola todos os anos..." felipe, só para constar, tem gente feia tbém, eu afinal eu vou rsrs

fabio fernandes said...

e mal a gente se recuperou do tim, lá vem o police com estes preços absurdos, mas até que dava prá prever ...

e quem ainda não sabe, a björk já está no rio e ontem foi conferir a pré-estréia do filme do babenco no odeon.

Felipe Passarelli said...

quando falo gente bonita, falo mais no sentido de ta bem vestido e antenado, sabendo quem vai tocar. Não rola aquela "favelada" quando o evento é público por exemplo, ou numa micareta aqueles plays babacas. Eu também sou feio! duh!

realmente esses eventos como motomix e planeta terra largaram o rio de mão, skol beats teve aqui um ano mas foi uma bosta.

em sp que tá o dinheiro, eles sabem que vão faturar, mesmo o rio sendo uma cidade bem musical, a galera não tem enchido os shows, sempre meia boca, robbie willian vazio, os shows do metropolitan metade cheio, talvez não tenham pessoas suficientes pra fazer um show de determinardo porte. Seria a grana do show? falta de conhecimento das bandas pelos cariocas?

Antigamente esgotava tudo, na época do Prodigy. Onde está o publico, esse é o problema, e os organizadores?? se alguem tem uma teoria pra falta de publico fala aí.

Sério agora.... snif snif :(

HOJE MORREU O OINK

Um dos maiores sites privados de troca de arquivos foi fechado hoje pela polícia da holanda e inglaterra.

Todos os "leaked albums" vinham de lá e depois pro mundo. Você só era aceito se fosse convidado.

Parece que o dono foi preso e a página está fora do ar.

To desesperado aqui, vira outro vicio, de checar toda hora se chegou coisa nova, parece q está faltango algo, sinistro!

O Oink tinha mais de 180 mil membros.

Se essa moda pega, acaba minimova, demonoid, rapidshare, piratebay, isohunt e até o soulseek. Tenho medo de ficar sem musica, mas sempre se acha um jeitinho.

o link da notícia:
http://news.bbc.co.uk/1/hi/england/tees/7057812.stm

SEXTA FEIRA COMEÇA A VENDER OS INGRESSOS DO THE POLICE

Variam de 160-500 reais a inteira, vendas no Maracanã e na Internet.

Pelo menos, nesse show, todos terão que vir ao Rio e o maraca fica a 4 quadras daqui! e o Beck vai abrir!

abraços

PEDRO BAMBAATAA said...

é isso aí rapaziada, depois de amanha começa a vender os ingressos para Police no maraca...

aí tom? vc vai? e os coveiros?
Alguem se habilita?

Eu certamente irei, ver pois o
show do maracanazinho em 81 minha
mesada não dava para pagar... rs...

e até hoje fiquei na saudade, por isso certamente não vou perder...

abraços!!

audim daniel said...

Oi Tom.
Os ingressos por aqui vão custar 200 reais(artic monkeys e cia). No dia do anthony..os ingressos acabaram em 1 dia. muita gente tá indo pro rio só pra ver ele.

Hoje eu li que a Globo deve transmitir o show do police..não tendo nenhum comentarista tá blz. :)

Otaner said...

Fala Biao!! O line-up do tim eu até gostei. Imagina ver Arctic Monkeys, Killers, Bjork... Por 30 reais? Seria sonho... Mas pra quem tá em Curitiba é real. Pra quem tá no rio, pra ver essas mesmas bandas terá que pagar, com meia-entrada, 360 reais.

Felipe, pode até ter "gente bonita", agora antenada? Não necessariamente, vide o próprio exemplo que o Fabio contou do maluco que nem sabia quem era daft punk e ganhou cinco ingressos da tia que trabalhava na Tim.

E sobre as bandas pop nacionais, o Rappa faz parte da safra dos anos 90, além de ser uma banda legal.


Tom, tô nessa de boicote a Skol! Só tenho tomado Itaipava e Bavaria mesmo, heheheheheheeh!

Carlos said...

Buenos Aliens na ArgenTinha (boa Tom :) Mas mesmo o Brsil sendo agora o centro econômico da região eles continuam com a melhor fatia do bolo, né não?

Carterinha Tabajara para todos!!!!

Otaner said...

Tom, você comentou no post anterior, mas acho que quis comentar aqui, por isso vou copiar e colar seu comment, ok?


tom disse...

mas, calma ai, amigos. os paulistas nao tem nada com isso. é puro fator comercial. se o publico de maior poder aquisitivo (e as agencias de publicidade) estivessem em recife ou curitiba, p ex, os shows rolariam la e nao aqui, nem em sp. tbm contribui o fato de q shows gringos por aqui, em geral, nao tem lotado e isso da preju pros promotores (po, nem o claro q e rock, q tinha um lineup legal, era barato, lotou). ja os curadores do tim fest (hermano etc) nao tem nada a ver com o preço dos ingressos, eles so ajudam a escolher o cast do festival. ta caro, sim, mas isso é com a producao e patrocinadores
10:53 AM


Bom, aproveitando seu comentário e o pedido do Felipe para uma teoria para a falta de público (e acho até que a gente já comentou isso por aqui antes), reproduzo parte de um post do Urbe, do Bruno Natal, sobre um show do LCD que ele viu em Londres:

"James Murphy e sua turma entraram em cena com um atraso absurdo para os padrões locais de 17 minutos passados das 21h. Horário em Londres é coisa séria, já que o metrô (e boa parte das linhas de ônibus) param de circular a meia-noite, o que pode tornar a volta para casa do público bem mais difícil."

Então, some o desrespeito aos horários + falta de transporte justamente pelos shows começarem tarde + ingressos caros, que você pode ter uma idéia porque o público não tem lotado alguns shows.

E se o Hermano não faz parte da produção, retiro o puta que pariu mandado pra ele, hehehe. Mas então mando pra quem quer que tenha sido o "gênio" por fazer o carioca pagar dez vezes mais que os curitibanos pra ver os mesmo shows.

tom said...

poize, renato. por isso qe deixei de ir a certos shows no circo, p ex, anunciados para nove, dez horas, mas que so começam uma, duas da manha. é um conjunto de obra. claro hall é longe e nao tem como voltar, dai certos shows la floparem. manson foi num dia de semana, por isos a fundicao, que é central, nao lotou, imagino. clubes e boates aqui sofrem no final do mes, pq a galera ja nao tem grana pra sair. a resposta pra isos tudo é só uma: a gente é pobre (rs). um ingles ou americano ganha salrio por semana, entao toda sexta tem uma merreca no bolso pra gastar. aqui, chega o final do mes, ja ta tudo comprometido em contas. e o publco jovem do rio que, nos 80s e 90s ia a shows, hj ta metade no funk e o resto é play micareta, nem sabe o que é lcd soundsystem, e nem se interessa em saber, so restam os memsos 300, 500 "alternativos" pra frequentar shows e clubes...

wander said...

eu to chateado por ter perdido o ingresso da cat power e do antony, que deve ser um showzaço pelo espaço ser menor,

killers e monkeys não me fazem cortar os pulsos, mas a bjork é uma boa pedida (apesar de já ter visto o show desse volta e é ótimo), mas a qualidade do som por aqui sempre deixa a desejar, essa deveria ser a principal atração,

quanto ao terra acho q vou pq o preço ta camarada, e gosto do css e kasabian, rapture, o restante não é mau
vou também no LCD e no chemical estou pensando, gostei desse ultimo disco deles,

o problema nao é só o ingresso, como alguem falou, tem mais os aditivos, o taxi, o sanduba,,,

mas qdo um show rola legal mesmo, tudo vale a pena, mas nem sempre corresponde

to fissurado com in the rainbows, realmente os cabeções mandaram bem mais uma vez, quase da estatura do ok computer

PEDRO BAMBAATAA said...

que chuva em coveiros!!

acho que vai estragar o tim se continuar chovendo assim...

aí tom, achei perfeito sua definição sobre o publico jovem de hoje... vejo pela academia
em que faço ginastica... a galera
nova só fala de micareta e hip hop... muito engraçado... aí, paro
e me lembro dos anos 80, quando
eu e meus amigos combinavamos qual
banda nacional iriamos ver, nas
chamadas danceterias...
acho que realmente é isso mesmo,
houve um empobrecimento da população.... naquelas havia mais
lugares para shows e preço mais em conta... por exemplo o morro da urca... naquela época eu com minha mesada conseguia ver shows... hoje não pago nem o ingresso para subir...

abraços!!

fabio fernandes said...

mais um nome para o nokia trends sp: underground resistence.
e os ingressos custar�o r$ 100 (inteira).

eu quero muito ir ao police e citando o pedro bambaataa, se minha mesada na �poca (82) n�o permitia ir ao show deles, este ano quase meu sal�rio tb�m n�o permitir� ir ao show rsrsr

vou falar algo que at� alguns coveiros podem rir, mas � s�rio. lembro que antigamente rolavam muitas promo�es para shows (nacionais e internacionais) nas r�dios e acho que isso diminuiu um pouco tb�m. eventualmente eu participava e at� tive a sorte de ganhar algumas. mas como hj em dia, o dial carioca est� nesta situa�o lastim�vel, acho que nem rola tantas promos assim. quer dizer, se for para o asa de �guia ou para o j. quest deve ter promo a rodo ...

Felipe Passarelli said...

legal que você falou tom,

mas acho que os problemas naturais sempre aconteceram, nos anos 70, 80, 90, 00.
falta mesmo algo forte na mídia que deja mais valor a música e aos artistas e sua obra.
Assim como nos anos 80 os jovens tiveram a Rádio Fluminense, a galera dos anos 90 tiveram a MTV, eu entro aí.
até antes de sua decadencia em 2000, a MTV passava vídeos o dia inteiro, e eram sempre bons e marcantes, e dali surgiam muitas bandas novas e público pra elas.
Gostar de boa música não sei se é um dom, mas as vezes fico besta como as pessoas da casa dos 20-30 não conhece bandas que pra gente é pop demais, tipo the killers.
tb tem a internet, que virou fonte de musica farta e gratuita, e mudou todo sistema musical de hoje, a maioria de nossas bandas prediletas de hoje em dia conhecemos pela internet. mas na maioria das vezes pela nme e pitchfork que já é necessário um inglês báaasico pra ler as noticias e resenhas, coisa que é dificil.
me lembro que ouvia muito a rádio cidade quando eu tinha uns 15 anos e gostava muito da programação, assim como a MTV, a Rádio Cidade era aberta captando muito mais gente, muito mais audiência
os jovens mesmo não tão nem mais aí mesmo, querem ir pra festa encher a cara e ouvir o que tiver, ou compra esses cds do chiclete com banana e proibidão pra fazer sala com os amigos.

Realmente "A geração Perdida"

The Police

Vou sim, sexta já devo comprar o ingresso, será que vai ser aquela loucura do U2? To com medo, mas é aqui perto de casa pelo menos. Vou no Gramado pagando meia.

(se eu viajei aqui é pq eu tava viajando mesmo, depois eu vou ler com calma heheheeh)

abraços

pacheco said...

"e me lembro dos anos 80, quando
eu e meus amigos combinavamos qual
banda nacional iriamos ver"

Cara, eu combino qual banda nacional vou ver ainda... é que o pessoal da sua academia não são quem seriam seus amigos! Nós jovens estudantes apreciadores de boa música e curioso por novidades ainda existimos! Sempre tem grupo pra tudo, né.

Agora, já deixei de ir a muito show por começar 4 horas atrasado sempre e pelo preço.
Abraços

Otaner said...

Fabio, não é que hoje tenham menos promoções em rádios. O problema é que hoje não tem mais rádio pra fazer promoção! Eu tb sempre que podia concorria a ingresso pra show. e tb ganhei alguns. Por coincidência, hoje eu ganhei um ingresso pela mpb fm pra assistir o... Lô Borges! E eu gosto bastante dele, foi um show maravilhoso, o disco novo, chamado Bhanda, vale muito o download. :)
Quinta-feira devo ver o Kassin+2 digrátis no circo voador pelo evento mola e no sábado acho que vou assistir a "volta" do João Penca e seus Miquinhos Amestrados lá no Cinemateque! Vê lá se The Killers vai tocar Lágrimas de Crocodilo! Isso só os miquinhos cantam! :D

Agora, não sei onde os coveiros moram, mas acho que vocês não estão considerando que na zona oeste, subúrbio e baixada tem uma garotada que curte rock, que adoraria estar pulando no circo voador, mas que justamente por esses horários e pela distância acaba não indo. Além de às vezes nem saber dos shows pq hoje em dia não tem rádio pra divulga-los. Agora, tem essas bandas de hardcore-pop tipo forfun que lotam uns clubes por aí, no suburbio. Sabe que horas comstumam começar esses shows? 3 da tarde! E tocam tipo umas 10 bandas num dia só, por um ingresso baratinho. Ou seja, pode não ser tão difícil reconquistar o publico como parece...

Walter Sobchak said...

Quando fui ver os Strokes no Tim fiquei pasmo com a organização carioca. Tudo correu muito bem. Ar-condicionado no ambiente, som ótimo, segurança sempre atenta aos encrenqueiros (sempre tem um). O Tim é mesmo um evento organizado. Pena que o preço desse ingresso vai me deixar em casa esse ano. A divisão dos shows não animou também.

tom said...

FEIST NAO VEM MAIS PARA O TIM FEST! ELA ALEGOU ESTRA COM LABIRINTITE. SERA SUBSTITUIDA POR CAT POWER E ANTONY EM ALGUNS DOS SHOWS...

fabio fernandes said...

esta da feist foi phoda, muita gente tá puta.


otaner, eu queria ter ido ao mola no dia do marcelinho da lua, mas acabou não rolando. hj será bom tbém, inclusive quem vai abrir é o harmonia enlouquece.
eu vou conferir o killers (e, mais ainda, a juliette lewis rs), mas sem dúvida, um dos melhores shows de sábado é a volta do joão penca, eu esperava há tempos o retorno dos caras. nunca tive oportunidade de vê-los ao vivo na década de 80, só eventualmente o avellar (que figura!) fazendo participações com o perdidos na selva. se não me engano, um dos participantes morreu, não ?

wander said...

putz, e eu vou pagar o mico de tentar comprar ingresso de cambista hoje com chuva pra ver se pego a cat power e o antony,

sei lá, vou chorar, implorar pra algum mané que nem conhece eles vá embora e libere o lugar

cat power não era pra lotar, ou to errado?

ufah, consegui fazer voltar o wander, rs, me senti quase um nerd

Felipe Passarelli said...

puts, fiquei bem bolado pela feist, ela era uma das atrações.
agora, colocar o antony na "novAs divAs" é pra rir não é?
de um lado talvez o espaço fique mais folgado, pq eu já vou ter assistido antony com a bjork, dai talvez possa ver a cat power full.

e essa chuva heim? :/

Será que ela teve isso mesmo Tom? vc q ta sempre por dentro dessas paradas, deve rolar um contrato falando sobre isso. o artista paga indenizaçâo ou não acontece nada? Deve rolar uma perca de grana alta nissa de cancelar shows.

renato biao said...

fala aí otaner!!!realmente as rádios fm deixam muito a desejar no q diz respeito a promoções,sempre pensei que o parâmetro de uma bbc deveria ser meio o caminho que as FM's locais deveriam seguir no que diz respeito à repertório (abrindo o leque para todos os gêneros,com gente q realmente entende e ame a coisa toda).o que acontece hoje em dia é um sintoma :as pessoas ouvem cada vez menos rádio,e estão cada vez mais conectadas à tecnologia - os hoje meio capengas p2p são um bom exmplo disso.fico pensando ,daqui a um tempo esses mesmos caras que recebem jabá pra tocar emo hoje vão focar seu 'negócio'onde?torço muito pela democratização da tecnologia,um dia em que um cara no vidigal tenha o acesso e a mesma possibilidade de curtir um radiohead ou móveis como nós...

a violência tbm é um dos fatores q afastaram o público da rota de shows aqui no rj-aposto uma cerva que vai rolar um megaesquema tipo pan no police,pelo tamanho do evento.
se puder me corrija tom,posso estar falando uma grande bobagem, mas penso da seguinte forma: os ingressos ficaram caros tbm porque os promotores não esperam que os cariocas compareçam pelo perfil do público daqui -imerso em micaretas,fake raves e eventos do tipo...deve ser uma forma de recuperar o dinheiro investido.

Felipe Passarelli said...

Eu tenho MUITAS saudades do Hollywood Rock. Espírito de festival, pelo menos 3 bandas gringas por dia em 3 dias de festival.

Acabei de ver o Glastonbury AGORA Tom, tava passando o controle e do nada tava começando a parada no HBO 2, muita doideira né?

Sinto falta daquela loucura da galera dos anos 90, com moshs, sky diving, era muito bom.

BIZARRO MAS FAZER O QUE

O novo album da Britney Spears tá EXCELENTE! Blackout teve a produção de um brother do Timbaland, e é um album eletropop delicioso. Melhor que muitos discos da Madonna, é sinth, hip hop com batidas eleronicas, letras de deixar o pau duro. A senhora britney só precisa emagrecer um pouco pra se tornar a próxima rainha do pop, pq esse album já nasceu clássico, é um future/lovesexx do justin timbarleke ou o ray of light da madonna. não sou o unico, é quase unanime gostarem e se vicarem nesse album. Pra eu escrever algo de britney spears tom, é pq a parada é boa e sei que voce vai gostar tb, lembra muito também o confessions da madonna, produção absurda. Bem hot.

NA CIDADE

OCTOBERFESTIVAS:

FESTIVAL DO RIO  ÚLTIMA CHANCE   de 16 a 18 de outubro   Estação NET Botafogo 1 + Estação NET Rio 4 e 5    

ESTAÇÃO NET BOTAFOGO 1: 16/10/2017         Estação NET Botafogo 1  15:00     Ocidental Dir. Neïl Beloufa 16/10/2017         Estação NET Botafogo 1  17:00     Matar Jesus Dir. Laura Mora 16/10/2017         Estação NET Botafogo 1  19:00     Memórias do subdesenvolvimento Dir. Tomás Gutiérrez Alea 16/10/2017         Estação NET Botafogo 1  21:00     As misândricas Dir. Bruce LaBruce

  17/10/2017         Estação NET Botafogo 1  15:00     Ensiriados Dir. Philippe Van Leeuw 17/10/2017         Estação NET Botafogo 1  17:00     Antipornô             Sion Dir. Sono 17/10/2017         Estação NET Botafogo 1  19:00     Patti Cake$ Dir. Geremy Jasper 17/10/2017         Estação NET Botafogo 1  21:00     Meu colégio inteiro afundando no mar Dir. Dash Shaw  

18/10/2017         Estação NET Botafogo 1  15:00     Últimos homens em Aleppo Dir. Firas Fayyad 18/10/2017         Estação NET Botafogo 1  17:00     Cadáveres bronzeados Dir. Hélène Cattet, Bruno Forzani 18/10/2017         Estação NET Botafogo 1  17:00     Sal Dir. Diego Freitas 18/10/2017         Estação NET Botafogo 1  19:00     Alanis Dir. Anahí Berneri 18/10/2017         Estação NET Botafogo 1  21:00     How to Talk to Girls at Parties Dir. John Cameron Mitchell  

ESTAÇÃO NET RIO: 16/10/2017         Estação NET Rio 5             14:15     Kim Dotcom: Agarrado na web Dir. Annie Goldson 16/10/2017         Estação NET Rio 5             16:15     God's Own Country Dir. Francis Lee 16/10/2017         Estação NET Rio 4             18:00     A liberdade do diabo Dir. Everardo González 16/10/2017         Estação NET Rio 5             18:45     Golden Exits Dir. Alex Ross Perry 16/10/2017         Estação NET Rio 4             19:45     As entrevistas de Putin Dir. Oliver Stone 16/10/2017         Estação NET Rio 5             21:00     A vendedora de fósforos Dir. Alejo Moguillansky  

17/10/2017         Estação NET Rio 5             14:15     Encriptado Dir. Nick de Pencier 17/10/2017         Estação NET Rio 5             16:15     Eduardo II Dir. Derek Jarman 17/10/2017         Estação NET Rio 4             17:30     Top of the Lake: China Girl Dir. Jane Campion, Ariel Kleiman 17/10/2017         Estação NET Rio 5             18:45     Titicut Follies Dir. Frederick Wiseman 17/10/2017         Estação NET Rio 5             21:00     Invisível Dir. Pablo Giorgelli

  18/10/2017         Estação NET Rio 5             14:15     Senhora Fang Dir. Wang Bing 18/10/2017         Estação NET Rio 5             16:00     Minha adorável lavanderia Dir. Stephen Frears 18/10/2017         Estação NET Rio 4             17:20     Tangerine Dream: a revolução do som Dir. Margarete Kreuzer 18/10/2017         Estação NET Rio 5             17:50     Cicciolina - Madrinha do escândalo  Dir. Alessandro Melazzini 18/10/2017         Estação NET Rio 5             19:00     O diabo e o Padre Amorth Dir. William Friedkin 18/10/2017         Estação NET Rio 4             19:10     Long Strange Trip: A viagem do Grateful Dead Dir. Amir Bar-Lev 18/10/2017         Estação NET Rio 5             20:30     Ex Libris: Biblioteca pública de Nova York Dir. Frederick Wiseman  

INGRESSOS: R$22,00 / meia: R$11,00 Meia entrada para quem comprou Passaporte

UCI INAUGURA A PRIMEIRA SALA DE CINEMA XPLUS LASER DO BRASIL, NO RIO DE JANEIRO: No ano em que comemora duas décadas no Brasil, a rede UCI reforça sua missão de oferecer ao público a melhor experiência em cinema e o que há de mais moderno no mundo, no mercado audiovisual. No Rio, inova mais uma vez com a primeira sala XPLUS Laser do país. A novidade será no maior complexo de cinemas brasileiro, o UCI New York City Center, que este ano também recebeu a primeira 4DX da cidade, com cadeiras que se movimentam e efeitos especiais. A aquisição do novo projetor a laser torna ainda mais imersiva a tecnologia da XPLUS, que tem projeção 3D de última geração, tela gigante com definição 4K e som Dolby Atmos™, com mais de 54 caixas acústicas e 128 streams de áudio que criam a ilusão de um campo infinito ao redor de cada espectador.

PROGRAMAÇÃO DO BLUE NOTE JAZZ CLUB RIO (ONDE ERA A MIRANDA, NO COMPLEXO LAGOON, NA LAGOA, LADO LEBLON):     Outubro   20/10 – Sexta-feira 21:00 Chick Corea & Steve Gadd Band 23:30 Chick Corea & Steve Gadd Band   Novembro 02/11 Quinta-feira 20:00 Spyro Gyra 22:30 Spyro Gyra   03/11 Sexta-feira 21:00 Spyro Gyra 23:30 Spyro Gyra   04/11 Sábado 21:00 Spyro Gyra 23:30 Spyro Gyra   15/11 Quarta-feira 20:00 Laura Perrudin   16/11 Quinta-feira 20:00 Didier Lockwood Trio 22:30 Didier Lockwood Trio

Tropicália ganha exposição tech com livre reinterpretação conceitual Nos 50 anos do movimento, na Galeria BNDES   Os artistas Barbara Castro e Luiz Ludwig, do estúdio Ambos&&, apresentam uma livre reinterpretação dos conceitos do movimento tropicalista à luz da arte e da tecnologia. Com a exposição Vamos Comer, estimulam o público a “devorar” experiências sensoriais e orgânicas, incluindo quatro instalações de arte computacional. Ela está aberta a visitações na Galeria BNDES, no Rio, entre os dias 18 de outubro e 1º de dezembro, de segunda a sexta, das 10h às 19h

Zucchero (o 'roberto carlos da itália') vem fazer shows no Brasil em outubro: Rio de Janeiro, no dia 26 de outubro, no Teatro Bradesco Rio São Paulo, no dia 27 de outubro, no Teatro Bradesco Porto Alegre, no dia 28 de outubro, no Teatro do Bourbon Country  

AGENDA CUTURAL BARATOS DA RIBEIRO: Sábado, 21 de outubro, a partir das 17h: VESPEIRO com as bandas Estranhos Românticos e Imperfeitos Quinta-feira, 26 de outubro, a partir das 19h: LEVADAS DA BECA, com as DJs Ana Paula Moniz (Beca Brechó), Bia Andrade & Ana Galli + uma convidada surpresa! Sábado, 11 de novembro, a partir das 17h: VESPEIRO com a banda Os Alquimistas (MS) e Mauk + Pedro White & banda fazendo tributo duplo: ao Bruce Springsteen e ao Tom Petty! RUA PAULINO FERNANDES 15, BOTAFOGO/RJ

MOSTRA DE CINEMA ARGENTINO CONTEMPORÂNEO VOLTA À CAIXA CULTURAL RIO DE JANEIRO EM SUA SEGUNDA EDIÇÃO   Histórias extraordinárias apresenta uma seleção com os melhores filmes recentes do país vizinho. Debates com cineastas e especialistas completam a programação Local: CAIXA Cultural Rio de Janeiro – Cinema 2 Endereço: Av. Almirante Barroso, 25 – Centro  (Metrô e VLT: Estação Carioca) Telefone: (21) 3980-3815 Data: de 07 a 19 de novembro de 2017 (terça-feira a domingo)

PROJETO QUARTAS BRASILEIRAS RECEBE, PELA SEGUNDA VEZ,  MOACYR FRANCO, DIA 18, ÀS 16H, NO CENTRO CULTURAL JOÃO NOGUEIRA, O IMPERATOR

Angela Ro Ro leva o show "Amor & Humor" para a Zona Norte A cantora - que pela primeira vez pisa no palco do Centro Cultural João Nogueira -  faz  apresentação única no Méier, dia 29 de outubro, às 19h, no Imperator

estreia: 5º FEIRA/ 19 OUT - ABERTURA DA MOSTRA JÓIAS DO CINEMA DINAMARQUÊS: CINE JOIA DO RIO DE JANEIRO (copacabana) EXIBE SEIS LONGAS INÉDITOS DO PAÍS NÓRDICO; E O PRIMEIRO DOC LONGA-METRAGEM FILMADO NA GROENLÂNDIA.

Depois de regravar sucessos do Pop, Rock e Samba, a Orquestra Petrobras Sinfônica prepara uma homenagem ao reggae. O quarto EP da série “O Clássico é...” trará versões inéditas de “Andei só” (Natiruts), “Minha felicidade” (Roberta Campos), “Um anjo do céu” (Maskavo), “Aonde você mora” (Cidade Negra) e “Segue o baile” (Braza). A primeira apresentação do novo projeto será no Teatro Rival Petrobras, com entrada gratuita, às 20h do dia 18 de outubro (quarta-feira).

(colaborou @DonnieDarko73);

Blog Archive

Buscar

About Me

tom leão
Vanuatu
amigo dos amigos, amante de música, cinema, boa comida, de pedaladas e caminhadas
View my complete profile
Powered by Blogger.

Popular Posts

Translate

Followers