Pages

Monday, October 08, 2007

Metaaaalll!!!


É praticamente impossivel para um garoto na casa dos 13, 15 anos, passar incólume pelo heavy metal. Apesar de meu background ser punk/goth, tive minha fase heavy em paralelo, ouvindo muito motorhead, maiden, girlschool e judas. Depois tive uma fase forte com Metallica, Anthrax e Megadeth, sem contar Suicidal, q era mezzo punk, mezzo metal. O sentimento headbanger me voltou após assistir ao excelente doc "Metal: a headbanger´s journey", que tá em cartaz numa sala do Unibanco Arteplex. Ele foi feito pelo headbanger e antropólogo canadense Sam Dunn (na foto, na Noruega), e, por isso, não tem bullshit. O cara cresceu batendo cabeça e, usando de sua profissão, viajou parte do planeta e entrevistou os principais ícones do gênero para tentar explicar o que faz do heavy metal um som tão querido pelos moleques (e tão odiado pelos pais e otoridades), e que, mesmo fora da mídia, nunca sai de moda. Eu diria q isso tem muito a ver com testosterona e rebeldia, inerentes a quem é teen e macho. E só quem já rodou no mosh sabe a sensação de liberdade, de soltar os bichos, de fúria que existe lá. No fim das contas, o hm é saudavel para os kids. melhor do que extravasar essa raiva em casa, na escola, nos outros. É a melhor válvula de escape, melhor do que terapia. Assista ou baixe, pq ja tem no isohunt...
*pra quem n sabe, essa parada dos dedos em chifrinhos foi introduzida pelo dio, baseado no q ele via a avó italiana, e ultra religiosa, fazer com as pessoas estranhas na rua (rs)

33 comments:

nobru28 said...

FALA TOM

EU NÃO SEI SE É VERDADE OU NÃO MAS O BLACK SABBATH NÃO TEM MESMO NADA A VER COM SER A BANDA PRECURSORA DO METAL NÃO NÉ ?

ABS

BRUNO

iga_rio said...

Fala Tom,

Sempre serei fã de Metal !! ta no meu sangue... vi shows historicos aqui no Rio e até hj acompanho o genero... na fase adolescente escutava Metallica, Sepultura, Iron, Motorhead, Black Sabbath, Slayer, Pantera, AC/DC etc etc etc...
é claro junto com bandas punks e alternativas... mas lá na adolescencia a influencia que Sepultura e Faith no More tiveram no meu gosto musical foram enorme (adimito que também o Nirvana em 91 tenha causado mais impacto no meu gosto musical)... a partir dai conheci o punk, o alternativo, Techno e etc... hj sou um fã da boa musica em geral como por exemplo o Metal.

Abraços,

PEDRO BAMBAATAA said...

legal seu tópico...

ouvi muito heavymetal, no fim dos setenta e inicio dos 80, era fã do
AC/DC e RUSH... pintava até camisas com o logo dos caras...
achava que aquilo é que era rock de verdade...
vi o van halen no maracanazinho
e fiquei dois dias com zumbido no ouvido ....
teve até um filme do AC/DC que ví umas 3 vezes aqui na tijuca...

o que mudou minha cabeça sobre rock e musica pop, foram as matérias de ana m bahiana no grobo e o rock 26 do maval na flu fm...

acho que o quê vc falou tom, da relação do heavy com a testosterona é pura verdade...
hoje não escuto mais nada, apesar
de guardar os vinis todos...
Acho que minha fase passou e o som foi junto....

abraços!!

renato biao said...

fala tom..
impossível quem foi adolescente nos 80 ou 90 ter passdo batido pelo metal.pra ter só uma idéia , na época , quando chegava no colégio com um blockbuster tipo 'kill 'em all' ou 'arise' virava alvo de admiração e curiosidade...é uma coisa que não vejo na molecada de hoje em dia,interesse em ouvir coisas novas.
apesar de hoje em dia ser fã de outros estilos musicais , os shows do sepultura no imperator são insuperáveis,os melhores que já vi na minha vida!
abraço.

Felipe Passarelli said...

Pior que é verdade mesmo, a maioria da galera de 13 anos começa com metal mesmo e foi o meu caso depois de um tempo.

Meu primeiro contato com o Metal foi o "live after death" do Iron Maiden recomendado por um amigo. Daí fui só caçando coisas do gênero tipo Halloween, Pantera, Sepultura, Black Sabbath, Metallica, Kiss etc.

O problema é que todos os trabalhos dessas bandas (com algumas excessões), soam datado e não mais relevante e interessante como antes.

Hoje existem bandas de metal mais "modernas" que usam até eleteônico. Faz sentido hoje em dia em escutar essas bandas, já que a gente tem um olho na frente da galera pop.

Recomendo muito Isis, Mastodon, High on Fire, Gojira, Converge, Baroness, Xanxtur, Fucked Up etc.

Metal sem big hair e calça de couro apetada nos culhões hehe

Abraçõs

tom said...

do metal atual recomendo coheed & cambria, ja q o nu metal ficou velho e repetitivo. outras bandas porrada q curti foram pantera e ministry. alias, o inperator foi o templo desse som por aqui nos 90s. la vi shows de sepultura, suicidal, anthrax, rollins band, acho q um do slayer (to na duvida se foi la mesmo) e por ai. bruno, no doc o black sabbath é oficializado como a primeira banda heavy metal de fato no conjunto da obra, embora bandas antes deles ja tenham feito coisa parecida, como a blue cheer...

iga_rio said...

Fala Tom !

Esse show do Slayer foi no imperator sim !! em 94 e com abertura do Suicidal... eu fui... foi insano. o Imperator tava completamente lotado e o show do slayer foi absurdo !!!
O Imperator era realmente o templo do metal.. Em 95 teve Pantera com um show inesquecivel... sem contar que tambem teve lá Megadeth, Body County, Anthrax, Danzig, Sepultura, Bruce Dickinson..

Dessas bandas mais novas curto mas o SOAD, Lacuna Coil, Lamb Of God(muito boa), e alguma coisa de nu metal também.. tipo deftones.

Abraços,

chicodub said...

ouvi metal e hardcore californiano a minha adolescência inteira. hoje só ouço tool, clutch, monster magnet e bandas de stoner rock.

abs,

chicodub

tom said...

caray, iga, vi todos os shows q vc listou do imperator, menos o do bruce dickinson. o mais foda foi suicidal abrindo pro slayer, sold out e doideira geral. mas a metal gig mais louca q ja vi foi a do motorhead no maracanazinho, primeira vinda da banda ao brasil (ou ao rio). foi como um ataque de indios aos pioneiros, playboy da zs contra headbanger da zn caindo no pau do começo ao fim. eu tava com uma tee do megadeth e nessa epoca neguinho olhava errado pra mim, pq nao era uma banda metal "pura" (rs). fiquei num canto vendo o pau comer e sentindo o cheiro de eter no ar (se riscasse um fosforo aquela porra explodia :-)))

fabio fernandes said...

puxa, eu odeio metal, tenho que admitir, mas desde que ouvi falar sobre este doc fiquei curioso para assistir. acompanho o mundo metal desde que me entendo por gente, gosto de ler sobre o assunto, posso até conversar sobre o tema, tenho um conhecimento razoável do que rolou/rola, mas eu odeio metal. mesmo qdo era criança na década de 80 e adolescente na década de 80, e tinha um monte de amigos que curtiam sabbath, maiden, ac/dc e tal, eu nunca me empolguei. ouvia as músicas, gostava dos clips, mas nunca bateu.

tom said...

hj em dia as unicas bandas q ouço q tem alguma conexao com o universo metal sao nin, tool e manson, q estao conectados numa trip mais dark/goth. acho o nin ao vivo arrasador, gosto das ideias do manson e acho o tool bem original e bastante viajante. mas apos ver o doc deu vontade de pegar os velhos vinis do maiden e metallica e ouvir bem alto...

pacheco said...

Achei converge horrível, talvez eu suportasse ouvir versões dos cds deles sem o vocalista... arrrg, me dá nervoso.

tom said...

OFF: A LOCADORA LAGUNA VIDEO DA FONTE DA SAUDADE (ENTRE CARVALHO DE AZEVEDO E SACOPA) ESTA LIQUIDANDO OS DVDS DE ACERVO AREA 1. QUALQUER FILME SAI POR APENAS $ 2,90!!! PASSEI LA HJ A NOITE E CATEI UNS DOZE (UM CARA ANTES JA TINHA PASSADO O RODO EM 30!!!). LA AINDA TEM MUITA COISA BOA. ACHEI HEDWIG, BROWN BUNNY, FEMME FATALE, GALAXY QUEST, AEON FLUX, MUITA COISA MENOS POP QUE GERAL NAO ALUGA NEM COMPRA. + BARATO Q NO CAMELODROMO!

Gustavo said...

O documentário realmente é imperdível.
Fui metaleiro nos anos 80 frequentava o Caverna 2 onde assisti MX, Mutilator, Explicit Hate, Dorsal e muitos outros. Assisti também: Venom e Exciter no Macanazinho, Nasty Savage onde era o Resumo da Ópera, e o show do Motorhead no Maracanazinho.
O show do Slayer no Imperator foi um dos shows da minha vida. Outro show bacana e bizarro foi o Kreator na quadra da escola de samba Estácio.
Heavy Metal realmente é foda é quase uma praga/maldição que você não consegue sair fora.
Hoje em dia escuto muito Arctic Monkeys, Klaxons, Kaiser Chiefs, Interpol e outros, mas vira e mexe eu tou ouvindo: Venom, Slayer, Iron Maiden, AC/DC, Kiss.
Tom não sei se você sabe mas o cara que fez esse documentário vai lançar um outro chamado - acho que é esse o título - Global Metal sobre bandas de Heavy Metal fora do eixo, ele inclusive entrevistou o Carlos que era da Dorsal.

Lorena said...

minha fase de metaleiro começou quando eu tinha 14 anos. hoje tenho 32 e minha mulher, meus pais e meus vizinhos, principalmente, ainda tão torcendo pra que ela acabe - hahaha.

o documentário é ok. o melhor dele é poder ver e ouvir numa telona, com som fudidaço, sepultura, slayer, canibal corpse e outros.

esse ano do imperator foi uma época de ouro. ainda não foram citados dog eat dog e beastie boys.

só não concordo com esse conceito de música datada. hoje escuto arcade fire, editors, killers, etc, mas os discos dos anos 90 (ministry, prong, napalm death, sepultura, helmet) continuam soando pra mim tão bons quanto na época em que foram lançados.

da safra 00s, ainda tem o inacreditável THE DILLINGER ESCAPE PLAN. insano é pouco.

alguém aí citou o CLUTCH (um sobreviente dos anos 90) e eu só queria deixar registrado que pra mim é a melhor banda do mundo.

chicodub said...

lorena,

os discos elephant riders e clutch (capinha da lua) são duas das melhores coisas que eu já ouvi na minha vida.

Lorena said...

valeu chico dub,

toda semana eu tenho um novo segundo melhor disco da minha vida, porque o primeiro é sempre o clutch (o da capinha da lua).

já que o assunto é podrera, recomendo a versão do ministry pra roadhouse blues, do doors. é do recém lançado disco dos caras, o al jourgense promete ser o último - snif, snif.

botei pra escutar no meu banho matinal no último furo e tá zumbindo no meu ouvido até agora.

ah e meu nome não é lorena (minha mulher), é ricardo. mas é que eu ainda não consegui mudar o nome do id dessa conta.

tom said...

ae, ja q estamos no assunto: o napalm death vai tocar no fim do mes no circo voador e o cannibal corpse toca uma semana antes no hangar, em sp. e fiquei intrigado com essa banda clutch q vcs falaram e ja achei um arquivo no mininova com todos os discos e to baixando. depois contoo q achei da parada. os discos estao todos bem cotados na cduniverse.

fabio fernandes said...

um dos meus problemas com o metal é justamente este. uma parte das pessoas que conheço que curtiam o som qdo éramos adolescentes (anos 80) parece que parou no tempo e só ouve as mesmas coisas sempre, não se atualizam nunca.
assim tbém é com aquela galera que curte festivais covers (muito populares na zona norte e baixada): os caras pararam na década de 90, só ouvem pearl jam, alice in chains etc. não querem nem saber de novidades, ficaram estagnados.
não vale dizer que é falta de acesso as novidades em tempos de internet, alguns não aceitam o novo mesmo. mas pensando bem, isso ocorre em diversas situações, não só na parte musical.

uma coisa é fato comprovado, os metaleiros são unidos e o assunto é bem popular, é só ver a qtde de comentários sobre este post ... rsrs

Pedro said...

SANDMAN
Putz, apesar de estar meio por fora, eu sempre amei metal.Faz parte da minha vida.
Realmente das bandas novas a que eu mais gosto é o Mastodon.
Agora essa banda clutch eu nao conheco nao.
Vou escutar o coheed tb, que nao conheco.
E ai, o que acharam do radiohead novo?
Acabei de baixar rs

iga_rio said...

Tom todos aqueles shows do Imperator que eu citei estão na minha memoria até hj !!! um dos poucos shows que eu não fui no Rio foi o do Metallica em 89 no maracanazinho !! Você foi Tom ??? deve ter sido show debola... Metallica eu só vi em 99 na gavea... mas eu queria ter visto um show da turne do ... And Justice !!!
Dessas bandas novas não podemos esquecer o System of a Down, eles são os responsaveis por muita molecada nova ai começar a curtir metal !

Abraços,

tom said...

vero, fabio. tbm achei q o post dos mijoes fosse dar mais caldo. e tbm concordo com vc. odeio gente q para no tempo. uma coisa é respeitar e conhecer a parada, outra é ficar preso nela. corro disso. iga, fui no maracanazinho ver o metallica, sim. e, antes, tive a sorte de ve-los em los angeles na turne ...and justice for all (com o desconhecido faith no more abrindo!). foi um dos shows mais fodas q ja vi, parecia uma opera. super produção. ai eu trouxe o vinil do fnm, toquei na flu fm no pgm de skate e, uns dois anos depois, a banda estourou geral aqui! o curioso é q toquei varias faixas do disco, menos epic, q eu achava a mais "comercialzinha" (rs)

chicodub said...

tom,

acho que vc vai curtir o clutch, principalmente os dois discos comentados.

esqueci de mencionar tb o fudge tunnel, power trio inglês sujo e de metal arrastadão. o alex newport, cabeça da banda, montou um projeto chamado nailbomb (bompracaceta) com o max cavaleira anos atrás.

fora o fu manchu e o metallica, conheci todas as minhas bandas prediletas do metal/hard rock via o finado fúria metal. bons tempos aqueles da mtv, com o gastão e o massari...

abs,

chicodub

iga_rio said...

Pode crer chicodub !! o furia metal foi uma das principais fontes de conhecimento daquela época... hj não existe mais programas deste genero aqui... conheci muita coisa boa através do Gastão !
Lá na Mtv gringa existe o Headbangers Balls na mtv2... mas aqui... nada !!!
Nessa época eu também comprava a Rock brigade.. que existe até hj.

O Nailbomb era muito foda ! e talvez eu seja um dos pouco que curte o Soulfy... o primeiro disco deles é mais ou menos.. mas no restante o Max mandou bem a beça. tenho certeza que se o Max não tivesse saido o Sepultura tinha conquista muito mais !! foi uma pena a saida dele.

Abraços,

Pedro said...

SANDMAN
po, eu era fan do furia metal.ficava acordado ate tarde so pra ver 30 minutos de clipe rss
Po, mesmo nao sendo headbanger de carteirinha, pelo menos ja vi as grandes bandas.Slayer, Sepultura, Motorhead, Iron, Metallica.
Alias, ja vi mto metaleiro famoso falando que tocar na America Latina é o apice, pois o publico é bem insano.
É so reparar nas revistas de musica nas bancas.A Bizz saiu fora, mas a Rock Brigade e Roadie Crew continuam ai, firme e forte.
------------
Me lembrei daquele discaço de 95 do Fear Factory, o Demanufacture.
É o encontro do Ministry com o Sepultura.

Gabriel said...

Tô afinzão de ver esse doc, comecei a ler o Rio Fanzine por causa das matérias de metal e correlatos, a primeira q vi foi sobre o Infectious Groove.
Tom, tá sabendo alguma coisa sobre um show do lcd soundsystem no circo??? Tá no blog do lucio ribeiro, só que na data q ele deu tá previsto show da Pitty no site do circo! Se rolar LCD vai ser foda!!!!!
E já que o Rapture vem pra esse planeta terra em são paulo no dia 10, bem que podia baixar por aqui também, nénão?

tom said...

um broder me disse que o lcd soundsystem vai tocar dia 17/nov no circo. tomara q sim, pq pitty tem la toda semana. confirma ai, chicodub?

Felipe Passarelli said...

também não curto pessoas preguiçosas pra música. mas convenhamos, é a maioria infelizmente. Ninguém tem o leque que a gente tem, até pq nós trabalhamos e amamos música num conceito global de crítica jornalístíca.

A maioria do povão, no momento, curte axé, pagode, funk e os mais "moderninhos", emocore tipo esse lixo de NX Zero e Fresno.

Isso até inviabiliza shows aqui no Rio, a gente vem percendo que o público dos shows não tão sendo como era há uns 10 anos atrás, cheio.

Sobre o LCD Soundsystem o Lúcio disse que vai ser na The Week, se for no circo melhor ainda.

O novo do Radiohead é fantástico, uma mistura de Kid A com o Hail to the Thief, pra mim o melhor album deles desde Ok Computer, como sempre Radiohead se reinventando.

Não dormi na quarta pra receber o arquivo do In Rainbows, ( me inscrevi no site e coloquei 0 Euro hehe) e já devo ter escutado mais de 50 vezes, quase perfeito. 9,5/10,0, é um dos albums do ano.

Vocês vão no Incubus? To bem animado!

Abraços

Lord Vader said...

Off Topic .

Alo Tom e Geral , queria compartilhar a minha Felicidade com todos , porque mal pude me conter de alegria ao escutar o novo solo do Thurston Moore - Trees outside the academy , recomendo demais , o cara tava inspiradissimo !!

pacheco said...

Eu gosto bastante de Soulfly, bastante criativo. O primeiro cd é fraco mesmo...

Quanto ao novo do radiohead, achei apenas muito legal, o que é decepcionante para um fã do radiohead. Segundo lugar na lista de cds menos excelentes do radiohead.

Abraços a todos

Pedro said...

vi o doc.
mto legal
--------
alguem entende esses punks de sp.
mataram mais um nordestino ontem.
:(

PEDRO BAMBAATAA said...

pegando o gancho do meu chara acima, é realmente curioso e lamentável, que
de vez em quando, vemos punks
de são paulo envolvidos neste
tipo de "coisa"...

porra, será que os caras não veêm, que a filosofia de ser
punk não tem nada haver com o
quê eles fazem?

isso me faz lembrar do papo que
ouvi, acho que entre vc e o andré
da plebe no HELLRADIO, sobre o
contato que tiveram com JELLO BIAFRA, por ocasião da sua vinda
ao brasil, no inicio da decada de 90... o cara era um exemplo
de "atitude punk"...

pena, que de repente esses caras
nem sabem quem foi ele... rs...

abraços!!

Carlos said...

Minha fase metal acabou pouco depois do Rock in Rio I. Atualmente um coroa como eu seria mal visto batendo cabeça por aí.

Felipe, paguei 1 libra mas fiz uma promessa de ir a TODOS os shows se a turnê vier para Oz e já mudei de costa Americana e voei 5 hs só para um show do Hail em 2003. Tô com a consciência tranquila ;)

Muito busburinho por causa do Download e pouco se comentou a respeito do album. Queria ler a opinião do TOM. Gosta de RadioHead, TOM?

NA CIDADE

OCTOBERFESTIVAS:

FESTIVAL DO RIO  ÚLTIMA CHANCE   de 16 a 18 de outubro   Estação NET Botafogo 1 + Estação NET Rio 4 e 5    

ESTAÇÃO NET BOTAFOGO 1: 16/10/2017         Estação NET Botafogo 1  15:00     Ocidental Dir. Neïl Beloufa 16/10/2017         Estação NET Botafogo 1  17:00     Matar Jesus Dir. Laura Mora 16/10/2017         Estação NET Botafogo 1  19:00     Memórias do subdesenvolvimento Dir. Tomás Gutiérrez Alea 16/10/2017         Estação NET Botafogo 1  21:00     As misândricas Dir. Bruce LaBruce

  17/10/2017         Estação NET Botafogo 1  15:00     Ensiriados Dir. Philippe Van Leeuw 17/10/2017         Estação NET Botafogo 1  17:00     Antipornô             Sion Dir. Sono 17/10/2017         Estação NET Botafogo 1  19:00     Patti Cake$ Dir. Geremy Jasper 17/10/2017         Estação NET Botafogo 1  21:00     Meu colégio inteiro afundando no mar Dir. Dash Shaw  

18/10/2017         Estação NET Botafogo 1  15:00     Últimos homens em Aleppo Dir. Firas Fayyad 18/10/2017         Estação NET Botafogo 1  17:00     Cadáveres bronzeados Dir. Hélène Cattet, Bruno Forzani 18/10/2017         Estação NET Botafogo 1  17:00     Sal Dir. Diego Freitas 18/10/2017         Estação NET Botafogo 1  19:00     Alanis Dir. Anahí Berneri 18/10/2017         Estação NET Botafogo 1  21:00     How to Talk to Girls at Parties Dir. John Cameron Mitchell  

ESTAÇÃO NET RIO: 16/10/2017         Estação NET Rio 5             14:15     Kim Dotcom: Agarrado na web Dir. Annie Goldson 16/10/2017         Estação NET Rio 5             16:15     God's Own Country Dir. Francis Lee 16/10/2017         Estação NET Rio 4             18:00     A liberdade do diabo Dir. Everardo González 16/10/2017         Estação NET Rio 5             18:45     Golden Exits Dir. Alex Ross Perry 16/10/2017         Estação NET Rio 4             19:45     As entrevistas de Putin Dir. Oliver Stone 16/10/2017         Estação NET Rio 5             21:00     A vendedora de fósforos Dir. Alejo Moguillansky  

17/10/2017         Estação NET Rio 5             14:15     Encriptado Dir. Nick de Pencier 17/10/2017         Estação NET Rio 5             16:15     Eduardo II Dir. Derek Jarman 17/10/2017         Estação NET Rio 4             17:30     Top of the Lake: China Girl Dir. Jane Campion, Ariel Kleiman 17/10/2017         Estação NET Rio 5             18:45     Titicut Follies Dir. Frederick Wiseman 17/10/2017         Estação NET Rio 5             21:00     Invisível Dir. Pablo Giorgelli

  18/10/2017         Estação NET Rio 5             14:15     Senhora Fang Dir. Wang Bing 18/10/2017         Estação NET Rio 5             16:00     Minha adorável lavanderia Dir. Stephen Frears 18/10/2017         Estação NET Rio 4             17:20     Tangerine Dream: a revolução do som Dir. Margarete Kreuzer 18/10/2017         Estação NET Rio 5             17:50     Cicciolina - Madrinha do escândalo  Dir. Alessandro Melazzini 18/10/2017         Estação NET Rio 5             19:00     O diabo e o Padre Amorth Dir. William Friedkin 18/10/2017         Estação NET Rio 4             19:10     Long Strange Trip: A viagem do Grateful Dead Dir. Amir Bar-Lev 18/10/2017         Estação NET Rio 5             20:30     Ex Libris: Biblioteca pública de Nova York Dir. Frederick Wiseman  

INGRESSOS: R$22,00 / meia: R$11,00 Meia entrada para quem comprou Passaporte

UCI INAUGURA A PRIMEIRA SALA DE CINEMA XPLUS LASER DO BRASIL, NO RIO DE JANEIRO: No ano em que comemora duas décadas no Brasil, a rede UCI reforça sua missão de oferecer ao público a melhor experiência em cinema e o que há de mais moderno no mundo, no mercado audiovisual. No Rio, inova mais uma vez com a primeira sala XPLUS Laser do país. A novidade será no maior complexo de cinemas brasileiro, o UCI New York City Center, que este ano também recebeu a primeira 4DX da cidade, com cadeiras que se movimentam e efeitos especiais. A aquisição do novo projetor a laser torna ainda mais imersiva a tecnologia da XPLUS, que tem projeção 3D de última geração, tela gigante com definição 4K e som Dolby Atmos™, com mais de 54 caixas acústicas e 128 streams de áudio que criam a ilusão de um campo infinito ao redor de cada espectador.

PROGRAMAÇÃO DO BLUE NOTE JAZZ CLUB RIO (ONDE ERA A MIRANDA, NO COMPLEXO LAGOON, NA LAGOA, LADO LEBLON):     Outubro   20/10 – Sexta-feira 21:00 Chick Corea & Steve Gadd Band 23:30 Chick Corea & Steve Gadd Band   Novembro 02/11 Quinta-feira 20:00 Spyro Gyra 22:30 Spyro Gyra   03/11 Sexta-feira 21:00 Spyro Gyra 23:30 Spyro Gyra   04/11 Sábado 21:00 Spyro Gyra 23:30 Spyro Gyra   15/11 Quarta-feira 20:00 Laura Perrudin   16/11 Quinta-feira 20:00 Didier Lockwood Trio 22:30 Didier Lockwood Trio

Tropicália ganha exposição tech com livre reinterpretação conceitual Nos 50 anos do movimento, na Galeria BNDES   Os artistas Barbara Castro e Luiz Ludwig, do estúdio Ambos&&, apresentam uma livre reinterpretação dos conceitos do movimento tropicalista à luz da arte e da tecnologia. Com a exposição Vamos Comer, estimulam o público a “devorar” experiências sensoriais e orgânicas, incluindo quatro instalações de arte computacional. Ela está aberta a visitações na Galeria BNDES, no Rio, entre os dias 18 de outubro e 1º de dezembro, de segunda a sexta, das 10h às 19h

Zucchero (o 'roberto carlos da itália') vem fazer shows no Brasil em outubro: Rio de Janeiro, no dia 26 de outubro, no Teatro Bradesco Rio São Paulo, no dia 27 de outubro, no Teatro Bradesco Porto Alegre, no dia 28 de outubro, no Teatro do Bourbon Country  

AGENDA CUTURAL BARATOS DA RIBEIRO: Sábado, 21 de outubro, a partir das 17h: VESPEIRO com as bandas Estranhos Românticos e Imperfeitos Quinta-feira, 26 de outubro, a partir das 19h: LEVADAS DA BECA, com as DJs Ana Paula Moniz (Beca Brechó), Bia Andrade & Ana Galli + uma convidada surpresa! Sábado, 11 de novembro, a partir das 17h: VESPEIRO com a banda Os Alquimistas (MS) e Mauk + Pedro White & banda fazendo tributo duplo: ao Bruce Springsteen e ao Tom Petty! RUA PAULINO FERNANDES 15, BOTAFOGO/RJ

MOSTRA DE CINEMA ARGENTINO CONTEMPORÂNEO VOLTA À CAIXA CULTURAL RIO DE JANEIRO EM SUA SEGUNDA EDIÇÃO   Histórias extraordinárias apresenta uma seleção com os melhores filmes recentes do país vizinho. Debates com cineastas e especialistas completam a programação Local: CAIXA Cultural Rio de Janeiro – Cinema 2 Endereço: Av. Almirante Barroso, 25 – Centro  (Metrô e VLT: Estação Carioca) Telefone: (21) 3980-3815 Data: de 07 a 19 de novembro de 2017 (terça-feira a domingo)

II FESTIVAL IMPERIAL DE CINEMA DE PETRÓPOLIS COMEÇA NESTA QUARTA, DIA 18: Festival é gratuito e conta com filmes inéditos na programação  A abertura será no Theatro D. Pedro com exibição do filme “João, O Maestro”, de Mauro Lima.

Angela Ro Ro leva o show "Amor & Humor" para a Zona Norte A cantora - que pela primeira vez pisa no palco do Centro Cultural João Nogueira -  faz  apresentação única no Méier, dia 29 de outubro, às 19h, no Imperator

estreia: 5º FEIRA/ 19 OUT - ABERTURA DA MOSTRA JÓIAS DO CINEMA DINAMARQUÊS: CINE JOIA DO RIO DE JANEIRO (copacabana) EXIBE SEIS LONGAS INÉDITOS DO PAÍS NÓRDICO; E O PRIMEIRO DOC LONGA-METRAGEM FILMADO NA GROENLÂNDIA.

Depois de regravar sucessos do Pop, Rock e Samba, a Orquestra Petrobras Sinfônica prepara uma homenagem ao reggae. O quarto EP da série “O Clássico é...” trará versões inéditas de “Andei só” (Natiruts), “Minha felicidade” (Roberta Campos), “Um anjo do céu” (Maskavo), “Aonde você mora” (Cidade Negra) e “Segue o baile” (Braza). A primeira apresentação do novo projeto será no Teatro Rival Petrobras, com entrada gratuita, às 20h do dia 18 de outubro (quarta-feira).

(colaborou @DonnieDarko73);

Blog Archive

Buscar

About Me

tom leão
Vanuatu
amigo dos amigos, amante de música, cinema, boa comida, de pedaladas e caminhadas
View my complete profile
Powered by Blogger.

Popular Posts

Translate

Followers