Pages

Wednesday, April 04, 2007

los hermanos

esse post foi inspirado em alguns comments do post abaixo (css), sobre rock/pop latino. por que será q nosotros aqui não ouvimos ou não damos bola para o que se faz na vizinhança (vecindad)? confesso que so dei bola pra eles a partir de 2000 (apesar de antes disso já conhecer e achar bacana soda estereo, charly garcia e plastilina mosh) , qndo botei directv e passei a ver a mtv latino direto (pq é melhor q a daqui). contudo, com a fusão com a sky, o canal saiu do ar e entrou o lixo mtv hits. uma pena. mas, nesse tempo, aprendi a gostar e descobri nomes como erica garcia, los fabulosos cadillacs, miranda, los autenticos decadentes, bersuit vengarabat e outros. raramente estes nomes vem cá. só os maná e sanz da vida, pq são babas e bancados pelas gravadoras. o moby até gravou com o amaral. e juanes faz um pop aceitável (bom, este já é espanhol, não daqui da área). eles lá, principalmente os argentinos, por mais que sejam nossos "rivais", conhecem e curtem mais o pop/rock brazuca do que o inverso. os paralamas sempre foram bem recebidos por lá desde os anos 80. realmente (e me incluo nessa) temos um certo preconceito pelo cantado em espanhol, mesmo aceitando muita porcaria em inglês que, se traduzido para o portugues, daria vergonha ou vontade de rir. por que será que acontece isso? nem tudo é reggaeton...

21 comments:

iga_rio said...

Fala Tom,

Como comentei no topico anterior, isso é um preconceito besta nosso... mas principalmente depois que estive lá comecei a mudar de opinião... escuto Ataque 77 pra caramba e me amarro... los fabulosos cadilacs é muito bom.. e ainda tem os mexicanos do Café Tacuba !!! No inicio dos anos 90 tinha uma muito boa também do méxico chamada La Maldita Vencidad... chegou até a tocar na mtv daqui.

Abraços,

bobeda said...

Legal isso, Tom! Nada a ver ter preconceito com isso hoje em dia... Quando voltei de uma tour por Chile e Argentina este ano, trouxe muota coisa legal, como Gustavo Cerati, um guitar-man argentno que é rei por BsAs (ótimo!); La Oreja de Van Gogh, que são excelentes, com uma chica nos vocais e que fazem uma linha mais moderninha, com efeitos e eletrônica, embora rock; e La Mancha de Rolando, tb porteña, uma banda de rock com temas mais sociais muito boa cuja música "cabrón" foi hit no verão de lá... e só pra lembrar, Tom, Juanes é colombiano!

tom said...

valeu pelo toque, bobeda. o juanes tbm ja foi no jools holland. vi o show do oreja de van gogh no canal a&e no mes passado. acho que o ataque77 tocou no garage ha uns cinco, seis anos. tem tbm o molotov, que faz o maior sucesso por lá. mas tem uma banda argentina, com um nome só, que acho legal, mas nao lembro o nome agora. comprei qndo tive lá...

fabio fernandes said...

e bandas portugas ? alguém lembra do xutos & pontapés ?
esses, realmente, não desciam de jeito maneira. já o madredeus eu gosto bastante.
é engraçado mas os brasileiros fazem muito sucesso em portugal (gabriel o pensador, ivete, los hermanos ...) mas o inverso não acontece, pqe será ?

Otaner said...

Seria o babasonicos, tom? Ainda não ouvi mas já li falando bem a respeito deles. Assim, como já ouvi falar bem a respeito do oreja de van gogh, vou procurar.

Além dos que eu já falei no topico anterior, lembrei do El Otro Yo, não lembro de qual país, que tinha coisas bem legais, acho que acabaram.

E o Manu Chao? o Cara é frances/espanhol, mas é mto ligado a america latina, tem musica em varias linguas e acho que faz um razoavel sucesso entre o publico alternativo brasileiro, talvez por conta de ter morado por aqui, mas fato é que o Clandestino é um puta disco.

nelson said...

Adoro Cafe Tacuba, Sergent Garcia, Ska Cubano, Cartel de Santa...

E ouço muito Sindicato Argentino del Hip Hop. Os caras misturavam as batidas latinas com hip hop bem antes dos Orishas...

Acho que esse preconceito com o idioma existe e fica numa via de mão-dupla. Muita coisa boa daqui não pega com os hermanos por causa disso...

tom said...

isso, renato, os babasonicos! eles sao bem legais e os clipes que passavam na mtv latino tbm eram. cafe tacuba e plastilina sao do mexico. no caso de portugal tbm é um misterio. estive la certa vez para conhecer as bandas locais a trabalho, estavam na new wave deles, alguns vieram aqui, como o xutos e o gnr, mas nao colaram. gostava de uma chamada spleen

bruno lima said...

EU GOSTO MUITO DE MÚSICA FORA DAS LÍNGUAS PORTUGUESA E INGLESA COMO O GUSTAVO CERATI, LOS FABULOSOS CADILLACS, JUANES, JULIETA VENEGAS, CATUPECU MACHU, POR AE VAI E AINDA DIVIDIDOS.

VC CURTE TOM O MANO NEGRA E O KINKY ?

O ROCK FRANCÊS TBM TEM ALGUMAS BANDAS BOAS COMO KAOLIN, ELISTA E O MICKEY 3D.

ABS TOM

BOA PÁSCOA COM MUCHO CHOCOLATE. HE HE HE HE HE !!!!!

Sandman said...

pow, me amarrava na mtv latina.
los babasonicos era meio baba, mas tinha uma musica q eu gostava.
Acho que o molotov era o grupo q eu mais gostava, assim como cafe tacuba.

puts, alguem falou do aterciopelados....eh da colombia neh?
e esse El Otro Yo é uma banda q parece o sonic youth?

po, quem tiver dicas de onde baixar esse tipo de som, coloquem aqui.

adoro rock cantado em espanhol e com uma pegada latinha.O mars volta, mesmo sendo americano, tem coisas bem legais nesse estilo.Minha irma foi pra Buenos em 2004, mas como ela nao saca nada de musica, nem pedi pra ela comprar nada :(

---
eu tenho um certo preconceito com a musica de Portugal, isso sim rsss
o madredeus é legal, mas o resto soa mto estranho pra mim.
Nao gosto do sotaque.

Felipe Passarelli said...

Fala Galera,

Legal o assunto, deixa realmente duvidas no ar.

Falando em espanhol, minha primeira queda (sem ser o menudos hehehe) foi a Shakira.

Podem falar o que quiser, mas ela é cantora que mais merece status la fora e aqui, tanto pela voz, carisma e garra.

Comprei aquele "Piés Descalsos" e ouvia direto, tinha uma versão do meme incrivel hehehehe

Mas bandas e cantores de lingua não são problemas pra mim hoje, e sim o que eles fazem pra se diferenciar.

Gosto muito da Islandia e Suécia, tem artistas maravilhosos, como na Noruega.

Tem o Dungen, Jens Lekman, The Sounds, Sigur Rós, Amiina, The Concretes, Peter Bjorn and John, Kent, The Knife, José González, Gus Gus, Múm, Benni Hemm Hemm etc

Algums deles cantam em sua lingua natal, mas o som abafa a dificuldade da lingua. Sons experimentais, psicodélicos, transcendentes, Drone, post-rock, coisa que se não encontra em outro lugar.

Acho que não gosto de quase nada em espanhol porque ninguém fez nada de diferente ainda, alias lembrei um Bacana recente que vai até tocar no Coachella: Rodrigo y Gabriela, dueto que faz solos, muito bom....

Falar do The Evens que não falei ainda.

Foi bem legal o show, todo mundo sentado, ouvindo furias contra o governo em slow motion. Muito bom o show e a banda.

Mas o local é mini mini mini, e ainda em contrução, caiu um pedaço do teto do meu lado do nada, mó lascão que poderia ter machucado alguém de verdade.

Só isso eles precisam rever, de resto até que é um lugar agradavel de ver shows pequenissimos.

Abraços :)

Lord Vader said...

Nos anos 90 em Lisboa estava rolando umas bandas shoegaze, tinha uma igualzinho My bloody valentine , com uma mina e tal , em ingles mesmo (britanico e irretocável) . Mas era uma cena bem pequena , tipo como foi Pelvs aqui e tal.
Ano passado passei uns 4 dias lá e fiquei de cara como a cidade ainda é mto conservadora e antiquada em relação a Europa . Os shows da semana seriam : Sandy e Junior , Adriana calcanhoto , Ivete sangalo e Gean e giovanni ... e até tirei foto dos posteres porque achei bizarro. Engraçado é que pelas ruas tem vários cartazes com mensagens anarquistas , verdadeiras pregações , mas não vi nada diferente dos clichês (em termos culturais)...
=
Tb me empolguei com uns clipes dos babasonicos , e cheguei a baixar dois discos dos caras (Groncho e infame) , mas confesso que estão na lista de espera há uns dois anos ... (esse post me animou a dar uma chance)

tom said...

no geral, o q acho dos hermanos é que a maioria faz um rock basico, muito proximo do feito americano ou ingles. eventualmente aparece algum grupo que subverte a parada. essa dupla que o felipe citou, rodrigo Y gabriela é muito boa (os vi no david letterman), bem como o miranda e amaral, pq fogem do som anglo-saxão. catupechu machu é punk. sim, ainda gosto do mano negra. e shakira é ok, tbm...

bobeda said...

Pô, Babasónicos é legal pra caramba! Os caras são muito famosos na Argentina... E o Fito Paez é outro porteño pra quem tiro o chapéu!

O novo disco do Maná tb é legal...

tom said...

vi um show o genitorturers na florida, ha uns dez anos. pra começar, na fila, 8 entre 10 usavam camisetas do marilyn manson! (qndo este ainda era under). no palco havia um policial para evitar abusos (tipo, na florida gen nao pode mostrar os seios, mas pôde pregar a pele do pau de um escravo num banquinho na boa!). o show era uma rotina s&m com musica metal. gen tbm é de orlando, como mr. manson...

fabio fernandes said...

poxa, agora que a conversa tava ficando boa eu tenho que me ausentar devido ao feriadão, mas boa páscoa para todos !

e, totalmente off topic (para rir um pouco), para quem curte, as novas da sinaf:

- 100% seguro. não para vc.

- vc quer a boa ou a má notícia ?

- de repente, vc não acorda de manhã e está rico.

resist said...

felipe, lugar em construção onde foi o show do evens ? acho que deu uma viajada nessa hein ?

Felipe Passarelli said...

Po que viajando o que, eu tava caretérrimo nesse show, nem alcool, nem agua, pq se você saísse do local onde estava não voltava mais.

Foi assim, tava mais pra frente do lado esquerdo da parada, sentado, depois que ele pediu pra todo mundo sentar.

Dai depois de um tempo, acho que o som ficou bem grave com a batera, e parte da parede, que estava colada com papel e durex, caiu do lado de um carinha do meu lado. O tamanho da parada e peso era de um ou dois tijolos, pra você ver.

Ele até brincou "acho que devemos parar o show".

Depois fui perceber que o estudio que fica nos fundos da casa da Audio Rebel onde rola o show, estava cheia desses papéis brancos com durex colado no teto, parecia ser infiltração.

Quem estava atrás não deve ter visto mesmo, eles tem que dar um jeito naquilo, pode até matar algum uma parada daquela na cabeça.

Gostou do Novo do NIN Tom? Não gostei muito, prefiro o With Teeth. Achei super bem produzido eletronicamente, mas o album fica cansativo depois de um tempo, a melhor musica é Vessel, tem 16 musicas. Trent murmura mais que grita e as musicas são muito estáticas, é daqueles albuns que no meio você já não quer mais ouvir, nota 6,0.

É isso, mas foi legal a beça o show, galerinha bacana....

Marcia said...

Sempre fui fã de Rock Latino.
O descobri o Rock Latino na década de 90.
Meus primeiros discos foram os da banda Soda Stereo, a maior banda do rock argentino e um ícone no cenário latino até hoje.
Depois me encantei com o mexicano Café Tacuba o grande boom do cenário, que revelou o tal movimento ro "rock latino" merecendo até a capa da Newsweek.
Os albuns "Re" do Cafe Tacuba e "Dynamo" do Soda Stereo são a discoteca básica do estilo.
Também admiro os colombianos do Aterciopelados, os mexicanos Plastilina Mosh e Telefunka (que falei no meu blog http://orbezine.blogspot.com/2006_02_01_orbezine_archive.html)
, e os os chilenos do Lucybell e do Los Tres , muito cultuados por seus fãs.
O grande ídolo latino da atualidade é sem dúvida Gustavo Cerati, ex-líder, guitarrista, vocalista e principal compositor da já citada e extinta banda Soda Stereo.
Gustavo empreendeu sua carreira solo com o aclamado album "Bocanada", onde uniu bases eletrônicas à sua guitarra mágica.
No ano passado ele lançou o album "Ahí Vamos", um retorno as suas raizes roqueiras, abandonando um pouco sua trip eletronica.
A tour de "Ahi Vamos " permanece ativa pela America Latina, e já o levou aos EUA, à Espanha e Inglaterra.
Infelizmente nem Gustavo e nem o Soda tocaram no Brasil, onde tem um número de admiradores bastante fiéis. Há inclusive uma comunidade só de fãs brasileiros do Soda Stereo no Orkut.
Certa vez o Soda Stereo chegou a cogitar uma apresentação no Brasil, impulsionada pela gravação da canção "De Musica Ligera" na versão do Paralamas do Sucesso, que posteriormente foi novamente "coverizada"
pelo Capital Inicial. Essa música fez um sucesso tremendo no mundo latino, embora não esteja entre as melhores da banda.
Há grandes artistas argentinos como os legendários Charly Garcia e Alberto Spinetta e o mais pop Fito Paez.
Aqueles que estiverem interessados em conhecer o trabalho de Gustavo Cerati, podem acessar www.cerati.com ou se quiserem conhecer também sobre o Soda Stereo, há o portal argentino Imagenanimal.com, do qual , incrivelmente (digo isso, porque sou brasileira) sou moderadora.
Um abraço à todos

:: Fräulein :: said...

Café Tacuba é bem legal, gosto também do La Lei e do Bacilos, essas 2 últimas são mais pra pop mesmo.
De rock latino mesmo conheço pouca coisa e o que já ouvi foi através de trilhas sonoras, mas acho interessante, não tenho preconceito.

tom said...

no geral, o que pega em a gente nao conhecer muito o som dos hermanos é que a lingua é meio chata (demora a se acostumar com o espanhol) e geralmente o que chega pragente é só a parte mais brega. e os latinos em geral são os reis da breguice, ne? mas, passando essa barreira, dá para encarar. e ainda tem o lance da rivalidade com os argentinos, que é fato

marcioramos851 said...

Grande Tom,
Apesar dos pesares, o Jorge Drexler foi trilha de algumas surf trips pelo sul do Peru.
Quanto ao Mtv hits, tive a grata surpresa de conhecer a deliciosa Amy Winehouse, a gatinha tem voz de negona do jazz....

NA CIDADE

OCTOBERFESTIVAS:

FESTIVAL DO RIO  ÚLTIMA CHANCE   de 16 a 18 de outubro   Estação NET Botafogo 1 + Estação NET Rio 4 e 5    

ESTAÇÃO NET BOTAFOGO 1: 16/10/2017         Estação NET Botafogo 1  15:00     Ocidental Dir. Neïl Beloufa 16/10/2017         Estação NET Botafogo 1  17:00     Matar Jesus Dir. Laura Mora 16/10/2017         Estação NET Botafogo 1  19:00     Memórias do subdesenvolvimento Dir. Tomás Gutiérrez Alea 16/10/2017         Estação NET Botafogo 1  21:00     As misândricas Dir. Bruce LaBruce

  17/10/2017         Estação NET Botafogo 1  15:00     Ensiriados Dir. Philippe Van Leeuw 17/10/2017         Estação NET Botafogo 1  17:00     Antipornô             Sion Dir. Sono 17/10/2017         Estação NET Botafogo 1  19:00     Patti Cake$ Dir. Geremy Jasper 17/10/2017         Estação NET Botafogo 1  21:00     Meu colégio inteiro afundando no mar Dir. Dash Shaw  

18/10/2017         Estação NET Botafogo 1  15:00     Últimos homens em Aleppo Dir. Firas Fayyad 18/10/2017         Estação NET Botafogo 1  17:00     Cadáveres bronzeados Dir. Hélène Cattet, Bruno Forzani 18/10/2017         Estação NET Botafogo 1  17:00     Sal Dir. Diego Freitas 18/10/2017         Estação NET Botafogo 1  19:00     Alanis Dir. Anahí Berneri 18/10/2017         Estação NET Botafogo 1  21:00     How to Talk to Girls at Parties Dir. John Cameron Mitchell  

ESTAÇÃO NET RIO: 16/10/2017         Estação NET Rio 5             14:15     Kim Dotcom: Agarrado na web Dir. Annie Goldson 16/10/2017         Estação NET Rio 5             16:15     God's Own Country Dir. Francis Lee 16/10/2017         Estação NET Rio 4             18:00     A liberdade do diabo Dir. Everardo González 16/10/2017         Estação NET Rio 5             18:45     Golden Exits Dir. Alex Ross Perry 16/10/2017         Estação NET Rio 4             19:45     As entrevistas de Putin Dir. Oliver Stone 16/10/2017         Estação NET Rio 5             21:00     A vendedora de fósforos Dir. Alejo Moguillansky  

17/10/2017         Estação NET Rio 5             14:15     Encriptado Dir. Nick de Pencier 17/10/2017         Estação NET Rio 5             16:15     Eduardo II Dir. Derek Jarman 17/10/2017         Estação NET Rio 4             17:30     Top of the Lake: China Girl Dir. Jane Campion, Ariel Kleiman 17/10/2017         Estação NET Rio 5             18:45     Titicut Follies Dir. Frederick Wiseman 17/10/2017         Estação NET Rio 5             21:00     Invisível Dir. Pablo Giorgelli

  18/10/2017         Estação NET Rio 5             14:15     Senhora Fang Dir. Wang Bing 18/10/2017         Estação NET Rio 5             16:00     Minha adorável lavanderia Dir. Stephen Frears 18/10/2017         Estação NET Rio 4             17:20     Tangerine Dream: a revolução do som Dir. Margarete Kreuzer 18/10/2017         Estação NET Rio 5             17:50     Cicciolina - Madrinha do escândalo  Dir. Alessandro Melazzini 18/10/2017         Estação NET Rio 5             19:00     O diabo e o Padre Amorth Dir. William Friedkin 18/10/2017         Estação NET Rio 4             19:10     Long Strange Trip: A viagem do Grateful Dead Dir. Amir Bar-Lev 18/10/2017         Estação NET Rio 5             20:30     Ex Libris: Biblioteca pública de Nova York Dir. Frederick Wiseman  

INGRESSOS: R$22,00 / meia: R$11,00 Meia entrada para quem comprou Passaporte

UCI INAUGURA A PRIMEIRA SALA DE CINEMA XPLUS LASER DO BRASIL, NO RIO DE JANEIRO: No ano em que comemora duas décadas no Brasil, a rede UCI reforça sua missão de oferecer ao público a melhor experiência em cinema e o que há de mais moderno no mundo, no mercado audiovisual. No Rio, inova mais uma vez com a primeira sala XPLUS Laser do país. A novidade será no maior complexo de cinemas brasileiro, o UCI New York City Center, que este ano também recebeu a primeira 4DX da cidade, com cadeiras que se movimentam e efeitos especiais. A aquisição do novo projetor a laser torna ainda mais imersiva a tecnologia da XPLUS, que tem projeção 3D de última geração, tela gigante com definição 4K e som Dolby Atmos™, com mais de 54 caixas acústicas e 128 streams de áudio que criam a ilusão de um campo infinito ao redor de cada espectador.

PROGRAMAÇÃO DO BLUE NOTE JAZZ CLUB RIO (ONDE ERA A MIRANDA, NO COMPLEXO LAGOON, NA LAGOA, LADO LEBLON):     Outubro   20/10 – Sexta-feira 21:00 Chick Corea & Steve Gadd Band 23:30 Chick Corea & Steve Gadd Band   Novembro 02/11 Quinta-feira 20:00 Spyro Gyra 22:30 Spyro Gyra   03/11 Sexta-feira 21:00 Spyro Gyra 23:30 Spyro Gyra   04/11 Sábado 21:00 Spyro Gyra 23:30 Spyro Gyra   15/11 Quarta-feira 20:00 Laura Perrudin   16/11 Quinta-feira 20:00 Didier Lockwood Trio 22:30 Didier Lockwood Trio

Tropicália ganha exposição tech com livre reinterpretação conceitual Nos 50 anos do movimento, na Galeria BNDES   Os artistas Barbara Castro e Luiz Ludwig, do estúdio Ambos&&, apresentam uma livre reinterpretação dos conceitos do movimento tropicalista à luz da arte e da tecnologia. Com a exposição Vamos Comer, estimulam o público a “devorar” experiências sensoriais e orgânicas, incluindo quatro instalações de arte computacional. Ela está aberta a visitações na Galeria BNDES, no Rio, entre os dias 18 de outubro e 1º de dezembro, de segunda a sexta, das 10h às 19h

Zucchero (o 'roberto carlos da itália') vem fazer shows no Brasil em outubro: Rio de Janeiro, no dia 26 de outubro, no Teatro Bradesco Rio São Paulo, no dia 27 de outubro, no Teatro Bradesco Porto Alegre, no dia 28 de outubro, no Teatro do Bourbon Country  

AGENDA CUTURAL BARATOS DA RIBEIRO: Sábado, 21 de outubro, a partir das 17h: VESPEIRO com as bandas Estranhos Românticos e Imperfeitos Quinta-feira, 26 de outubro, a partir das 19h: LEVADAS DA BECA, com as DJs Ana Paula Moniz (Beca Brechó), Bia Andrade & Ana Galli + uma convidada surpresa! Sábado, 11 de novembro, a partir das 17h: VESPEIRO com a banda Os Alquimistas (MS) e Mauk + Pedro White & banda fazendo tributo duplo: ao Bruce Springsteen e ao Tom Petty! RUA PAULINO FERNANDES 15, BOTAFOGO/RJ

MOSTRA DE CINEMA ARGENTINO CONTEMPORÂNEO VOLTA À CAIXA CULTURAL RIO DE JANEIRO EM SUA SEGUNDA EDIÇÃO   Histórias extraordinárias apresenta uma seleção com os melhores filmes recentes do país vizinho. Debates com cineastas e especialistas completam a programação Local: CAIXA Cultural Rio de Janeiro – Cinema 2 Endereço: Av. Almirante Barroso, 25 – Centro  (Metrô e VLT: Estação Carioca) Telefone: (21) 3980-3815 Data: de 07 a 19 de novembro de 2017 (terça-feira a domingo)

II FESTIVAL IMPERIAL DE CINEMA DE PETRÓPOLIS COMEÇA NESTA QUARTA, DIA 18: Festival é gratuito e conta com filmes inéditos na programação  A abertura será no Theatro D. Pedro com exibição do filme “João, O Maestro”, de Mauro Lima.

Angela Ro Ro leva o show "Amor & Humor" para a Zona Norte A cantora - que pela primeira vez pisa no palco do Centro Cultural João Nogueira -  faz  apresentação única no Méier, dia 29 de outubro, às 19h, no Imperator

estreia: 5º FEIRA/ 19 OUT - ABERTURA DA MOSTRA JÓIAS DO CINEMA DINAMARQUÊS: CINE JOIA DO RIO DE JANEIRO (copacabana) EXIBE SEIS LONGAS INÉDITOS DO PAÍS NÓRDICO; E O PRIMEIRO DOC LONGA-METRAGEM FILMADO NA GROENLÂNDIA.

Depois de regravar sucessos do Pop, Rock e Samba, a Orquestra Petrobras Sinfônica prepara uma homenagem ao reggae. O quarto EP da série “O Clássico é...” trará versões inéditas de “Andei só” (Natiruts), “Minha felicidade” (Roberta Campos), “Um anjo do céu” (Maskavo), “Aonde você mora” (Cidade Negra) e “Segue o baile” (Braza). A primeira apresentação do novo projeto será no Teatro Rival Petrobras, com entrada gratuita, às 20h do dia 18 de outubro (quarta-feira).

(colaborou @DonnieDarko73);

Blog Archive

Buscar

About Me

tom leão
Vanuatu
amigo dos amigos, amante de música, cinema, boa comida, de pedaladas e caminhadas
View my complete profile
Powered by Blogger.

Popular Posts

Translate

Followers