Pages

Saturday, August 16, 2008

10:15 friday night

na música do cure, a hora é igual, mas o dia é sábado. comecei um dia (noite) antes. primeiro, na loja la cucaracha, nos arredores da general osorio, em ipanema, onde rolou uma exibição do coletivo de artistas thunderdog. distribuiram cachaça, pintaram um munny gigante, deram autógrafos, mas não bombou feito no gary baseman, até pq, o eaton (head da parada) era um pouco mais marrento. então, parti com ma babe para uma festa de aniversário no hotel paris, na tiradentes, onde chegamos around midnite. não sabia de quem era, mas uma amiga dela deu a dica. e fomos. tava bombado, fila pra entrar, salão lotado e as putas nas escadas, no movimento. lá, descobri que a dona da festa era irmã de uma amiga q eu nem sabia q tinha irmã! o rio é um ovo. mas o clima era muito lapa, aquela gente da zs vestida de indie (todos iguais) e som de ipod com música jukebox. legal pra sociólogo. então demos um pulo no marun, pós-1am, onde tito e zé roberto faziam a última rock-it no local antes de se transferirem pra vertigo, que abre em duas semanas no posto seis/copa. um tanto vazia, mas a música tava boa (deu pra pular). mas, só enchia qndo tocava placebo. virou pra maximo park, caia. pena. no rock tbm a galera só quer ouvir carta-marcada ou trash, embora se vistam de preto e se furem, para soarem radicais. decidimos fechar a noite com o old-nu disco do sasha do in flagranti (ny) no lounge 69, que começou a tocar as 3am, de volta ao quarteirão onde tudo começou. o som tava ok, o clima legal e assim a noite fechou pra cima, já around 4am. a boa do sábado será a moo, de volta a casas franklin, ali do lado do hotel paris, onde a galera da pose vai pra não dançar (pra nao suar), mas o som e os djs são ótimos (vai ter um cara do duo inglês mock and toof, da dfa, que já remixaram scissor sisters e hot chip). parece que vai ser a melhor coisa do finde. depois conto aqui. cya...

*e ai, como tem sido as noites de vcs? o q indicam ou tem a reclamar?

27 comments:

tom said...

complementando: sabado fui a moo, que tnha ido no comecinho, qndo era numa casa em botafogo, e so uma vez na casas franklin. o lugr esta ainda melhor, a reforma foi completa, bom ar, banheiros e som de primeira. o q deixa a desejar h o atendimento, pq a fila pra comprar tickets e bebida eh imensa e pra pega, idem. pode-se levar quase uma hora nesse processo. a boa eh, se chegar cedo, comprar logo montes de tickets. no mais, eha festa onde nao se sua, ja q o som eh minimal (aquela coisa que nunca acontece, fica so no quase), o ar eh forte e as pessoas mais posam do q danccam. mas o dj dfa mandou bem e sacudiu a pista. se virasse um clube fixo seria um dos melhores da cidade e ate do pais

Rainha Popota said...

Eu sou velha psicológica tensa e de fato não sou da "night". Odeio boate, lugar cheio, barulhento e com cheiro de cigarro. Não dá pra conversar, sendo que conversar é tipo a minha coisa favorita do mundo.

Eu acho que já devo ter ido em alguma Rock it alguma vez na vida, mas nem lembro. Onde em Botafogo é essa moo?

Alessandro said...

Eu nunca gostei de boate e afins. Principalmente as ditas indies.

O motivo é sempre o mesmo: muita pose, milhares de gêmeos fashion univitelinos e som ruim (tanto aparelhagem, quanto o que se toca).

Existem exceções, mas gasta-se muita sola de sapato ou gasolina para achar algo realmente bom!

Já saimos daqui de Nikity com grupo de 10, 12 amigos - um verdadeiro comboio - rodamos vários locais ai no Rio e voltamos 4 da matina pra casa de para bater papo e ouvir um som! E a conclusão era muito chata: valia mais a pena ficar em casa, ouvir música e colocar o papo em dia!

Ou será que estamos ficando velho?

tom said...

o que nao gosto mesmo em clube, boate, seja o q for, é da fumaça de cigarro. com essa lei que rolou aí fiquei um ou dois meses livre, mas ja estao relaxando. em lugares micro, como a matriz, pelo menos so se fuma agora no segundo andar (é o motivo pelo qual nao vou no pista 3, la nao tem exustao, me sufoca). na fosfo, no bar é proibido. mas, em geral, sempre tem alguem que desrespeita. mesmo assim, a fumaça diminuiu bastante nesses lugares que relatei no post. outra é o som ruim. n sei pq se abre casa aqui no rio com som alugado de merda. mas o publico nao reclama. por isso, a destacar a qualidade e preocupação da moo com o som: equipamento excelente, caixas bem colocadas, som bem distribuido, area pra conversar sem precisar gritar, o que é raro por aqui. so nas salinhas de cima da matriz dá pra fazer isso, pq no resto é bem dificil conversar e ainda tem gente q consegue falar do celular no meio da pista, acho isso um feito (rs) por isso, as vzs é melhor ficar em casa mesmo e curtir com os amigos

PEDRO BAMBAATAA said...

opa, tô lendo o post agora...
Antes, queria comentar tom o que vc falou "legal pra sociólogo",
porra cara, é isso mesmo concordo em genero e numero...

Porra sempre adorei a noite, agora como minha turma tá toda casada meus programas são mais barezinhos, e muito chopps...
Ninguém atura mais fumaça de cigarro, pitboys querendo sair na porrada só por um "esbarrão" e pisões no pé... rs..

é, mas sou do tempo das grandes boates, e não grandes festas como é hoje...
Gostava muito, da Maxim's do Rio Sul e West Side da Barra e Castejá, apesar de o som ser bem "mainstream"... apesar de gostar de gostar do chamado "som alternativo" de boates como Dr Smiht, Cubatão e outras sempre achei o circuito alternativo bem fraco em "infra"...
O ultimo que ia muito era a festa "loud" apesar do Cine Iris ser tb bem poeira...
Estou querendo ir na DDK, pois pelo que ouvi falar o som é bem legal...mas não sei se o esquema lá é muito "alternativo"

acho que vou arriscar...

Abraços!!

Felipe Passarelli said...

por isso, as vzs é melhor ficar em casa mesmo e curtir com os amigos [2].

são fases da vida, não me apetece mais em sair pra noitada. acabou a magia, a fase, a descoberta, só se vir alguém muito interessante, tipo richie hawtin, villalobos etc.

to indo muito mais a shows, e ouvindo mais rock.

parece um velho falando, mas já zuei muito, e foi bom por um lado pq eu tenho uma queda por excessos, se é que vc me entende...

ainda não fui na the week nem na moo fora do dama, tinha dias q queria ir mas fiquei sabendo depois como anthony rother.

off: MUDHONEY no CIRCO dia 9 de OUTUBRO TOM? Confirma ae!

um super consolo pelos hives, fiquei muito puto com essa situção, como assim não tem um contrato com uma banda pra firmar seu lugar? tipo ahhh não quero tocar no glastonbury não quero no reading!

como uma banda pode fazer isso? não tem contrato? que coisa amadora gente, quem perde é a gente, pq dava pra eles tocarem la e aqui, brasileiro sempre tomando...

abs

tom said...

bambaataa, a ddk é legal pq é bem autentica e a galera q vai la se produz bacana. mas se vc for na edição erotica, que é a proxima, se prepare para enfrentar multidoes, pq é a q mais enche, mas tbm é uma das mais legais que eles fazem (cada uma tem um tema especifico). felipe, tbm sou da sua politica, mas como fazia tempo que nao dava uma geral nas noites, resolvi conferir como anda tudo, pq eu ja virei muitas noites, ja sei tudo de cor, por isso tbm so saio na certa. vou confirmar o mudhoney, mas acho q ta valendo. muita gente so toca aqui pq é o rio, ainda rola uma magia com a cidade, mas as paradas no circo sao todas meio de boca e junta o fato de ser o circo e ser no rio, mas money talks louder

RENATO BIAO said...

ultimamente, a única festa q frequento com certa assiduidade é a roncaronca do mauval, é uma das poucas q escapa do cliché "gente bonita e descolada fazendo pose de indie" que habita grande parte da noite carioca. prefiro ir a shows. a ddk nunca fui, como vc e outros amigos meus andam falando bem de repente pinta até uma curiosidade de conhecer...vamos ver.

e também , como muito bem o bambaataa falou, a idade chega, vc casa, o ciclo de amigos muda, as responsabilidades são outras e os gostos idem. particularmente não tenho mais idade, o mesmo saco e paciência pra aturar o desrespeito da maioria das casas noturnas com relação à trinca sagrada 'preço justo - qualidade sonora(inacreditável como os donos de boates, ou seja lá o que for, não dão a mínima pro som que se coloca nos lugares, geralmente é aquela massaroca embolada e sem peso, e olha que isso é uma conversa velha pra burro, lembro q , na época do programa de rádio, vc e o calbuque falaram bastante a respeito disso) - ambiente decente'.
sem contar o risco...por isso nem busão pego pra voltar pra casa qdo saio à noite, prefiro táxi.

melhor fazer um churras aqui em casa e convidar os amigos.quem sabe um dia não rola um da cova? pelo menos o som vai estar decente (rs).

iga_rio said...

Fala Tom,

Segue alguns shows confirmados pelos sites aqui no Rio:

Circo Voador:
- Mudhoney 11/10
- Bloc Party 10/11

Citbank Hall:
- Paramore 24/10
- Judas Priest 14/11

Vivo Rio:
- Dave Matthews Band 30/09

Arena HSBC:
- Scorpions 30/08

Abraços,

tom said...

ROLINHA DO CIRCO CONFIRMA TOTAL O SHOW DO MUDHONEY LÁ. ELES NAO VAO SER TAO MERCENARIOS QUANTO OS HIVES...

BIAO, QUEM SABE A GENTE FAZ UM CHUIRRASXCO COM OS COVEIROS. MAS A GALERA AQUI É MEIIO "MORTA" (RS), JA TENTEI UMA PARADA NO MARUN, NA FOSFO, NA COBAL, NUNCA TEM QUORUM

VAI TER UFFIE EM SP EM NOVEMBRO! (E MAIS UMA BANDA QUE ESQUEÇO AGORA)

Felipe Passarelli said...

Paramore é uma das bandas emo que eu iria ao show, mas infelizmente será na semana do Tim Festival, bem inteligente heim...

Minha Agenda de Shows (PELO MENOS OS QUE DER PRA ASSISTIR):

Saturday 23 August 2008 (RJ)
Rock Arena 2008 at Estádio do Engenhão

Pitty, Charlie Brown Jr., Capital Inicial, CPM 22

Saturday 6 September 2008 (SP)
Orloff Five at Via Funchal

Melvins, The Hives, Vanguart, Plastiscines

Tuesday 23 September 2008 (SP)
Invasão Sueca at Studio SP

Shout Out Louds, Peter Bjorn & John, Club 8, Marcelo Camelo

Friday 26 September 2008 (RJ)
Justice

The Twelves, Mixhell

Saturday 27 September 2008 (SP)
Skol Beats 2008 at Arena Skol Anhembi (SP)

Justice, Pendulum, Digitalism, Armin van Buuren, Gui Boratto, Agoria, Steve Angello, Dubfire

Tuesday 30 September 2008 (RJ)
Dave Matthews Band

Tuesday 7 October 2008 (SP)
Nine Inch Nails

Thursday 9 October 2008 (RJ)
Mudhoney

Saturday 11 October 2008 (RJ)
Vive La Fête

Thursday 16 October 2008 (RJ)
KT Tunstall

Wednesday 22 October 2008 (RJ)
Tim Festival 2008 at Marina da Glória

Franz Ferdinand, Kanye West, Amy Winehouse, Mika, Leonard Cohen, Ryan Adams, Klaxons, MGMT

Saturday 1 November 2008 (SP)
Häagen-Dazs Mix Music at Vila dos Ipês

Uffie, VHS or Beta, Feadz, Database, A-Track, Laico, Diogo Accioly

Saturday 8 November 2008 (SP)
Festival Planeta Terra at Villa dos Galpões

Bloc Party, Kaiser Chiefs, Spoon, The Raconteurs, Animal Collective, The Jesus and Mary Chain, Felix da Housecat, The Breeders

Monday 10 November 2008 (RJ)
Bloc Party

Saturday 15 November 2008 (RJ)
Cyndi Lauper

Tuesday 18 November 2008 (RJ)
Donna Summer

Sunday 30 November 2008 (RJ)
Queen

Queen + Paul Rodgers

Sunday 14 December 2008 (RJ)
Madonna

Vou tentar comprar VIP pra Madonna, parece que tá 600 reais pista VIP com carteira fica 300 contos, dia 1o de setembro to lá, gasto dinheiro pra ver bem ela, the police foi péssimo pq fikei lá atrás.

até que tem muita coisa boa vindo aí, se não vier até mim eu vou atrás, até meu dinheiro estourar... rs

PEDRO BAMBAATAA said...

off topic:

tom, acho que há um tempo atrás vc comentou sobre este dvd, o fato é que, estava paquerando ele há uns 02 anos atrás, vendo se entrava em promoção, mas nada acontecia, ai neste sábado minha muié, me supreendeu com a preciosidade...

trata-se de "XXV - GATHERING" do saudoso KILLING JOKE... um show em londres no ano de 2005... caráio! o show é duca!!
o batera não é mais o PAUL FERGUSON, mas o cara toca muito... o teatro é pequeno tipo um carlos gomes da vida mas a galera está bem louca... ainda tem uma entrevista extra com JAZ COLLEMAN... o cara como já tinham me falado é uma figuraça...
para mim, que nunca vi o KJ vê-los na minha telinha foi como eu estivesse ao vivo...
vibrei muito... eu recomendoooo

abraços!!

:: Fräulein :: said...

Fala Tom,
Ir pra festa e não ver as pessoas dançarem me irrita profundamente. O meu objetivo principal de ir a uma festa é dançar!
Ultimamente a única festa que me faz sair de casa é a Ronca Ronca do Mauval, e na ultima eu e Biao estávamos por lá, aproveitei e conferi a MOO.
Já fui muito na DDK, enjoei, rsrsrs. Aquelas escadas do Cine Íris cansam muito, e não gosto de ambiente lotado.
Outra é que como parei de fumar, hoje em dia cigarro me incomoda bastante.

A idéia do "Surrasco" é interessante. Sou tímida mais "morta" acho que não, rsrsrs.

atlantic said...

Turma, mais alguma informação sobre Stone Temple Pilots em Sumpaulo?

Simpatizei com a idéia do churrasco. Levo uma garrafa de vodka. Quem leva o limão?

tom said...

felipe, essa sua lista do tim é antiga e muita coisa ai pode nao rolar. minha fonte disse que o leonard cohen nao tava fim de vir por causa da distancia. mas ainda pode mudar de ideia. amy tava na lista desde o ano passado. seria o grande nome do festival. já o franz é um boato que começou a rolar, mas o tim nao gosta de trazer banda que ja veio antes. mas... bambaataa, esse show do killing joke é fuderoso. eu nem dava mais nada pela banda, fiquei de cara, vi o dvd duas vezes em seguida com o som no talo...

tom said...

off: antes do surrasco, se os coveiros quiserem confraternizar, neste sábado, dia da on the rocks, farei um set de french electro e techno, no bar da fosfobox, tipo de meia-noite as 3am, por aí. só vou tocar justice, uffie, garnier, vitalic, kavinsky, daft punk, sebastiAn, muito som da ed banger. me digam quem topa ir que eu vejo como rola lista amiga e tal...

wander said...

minha noite atualmente tem sido dormir bem pra acordar bem no dia seguinte,

depois de muito tempo saí com uns amigos recentemente e vi que não estou perdendo muita coisa, e se não rola uma música legal (ou a cerveja não bateu bem) não resta muita coisa na noite, e vc dorme com uma caixa de abelha nos ouvidos, então, só show mesmo, embora aq em sp está rolando um lance legal de revitalizar o centro/augusta e está tomado de indies de pernas finas com calça skinny, rs

vi q vc comentou sobre os bit torrents e realmente alguma coisa está acontecendo, meus links foram-se todos, espero q nao seja o fim

Felipe Passarelli said...

churrasco será ótimo, tom colocando as carnes pra assar com Killing Joke de fundo!

hehehe

ainda ia ter show dos los bifes de grátis, aí a gente chamava o moptop tb, o novo album ta excelente!

a boa é a gente ir no porcão e se acabar, tem comida pra todos os estilos :)

PEDRO BAMBAATAA said...

caraio, surrasco, para mim é fogo... não como carne... rs..

só peixes... mas de qualquer forma faço um frigideiraço de camarão ao alho e óleo...

FOSFO não é mal idéia para meu
retorno à noitada... vou ver se
minha muié topa... vou estar na
barra mas pego um taxi...
bem se ela topar vou conferir a
velha copa...

abraços!!

tom said...

churrasco misto, então, com carne e peixe. mas, uma coisa: terá que ser num lugar onde nao bata sol, pq acho que a maioria dos coveiros nao tem cor o bastente pra usar um visual v erão, nao? after dark bbq (rs)

iga_rio said...

Conconcordo com vc Tom !!!
não pode rolar sol... ainda mais eu que sou branco pra cacete..rsrsrs

Abraços,

fabio fernandes said...

hj de tarde fui lá no circo, garantir o monobloco do fim de semana e, "conversando com aquele cara que não sei o nome mas que sempre converso" (rs) dos ingressos, ele me informou que o justice deve começar a vender lá pelo dia 14 de setembro, o que achei muito em cima. então, fiquem de olho !
e ainda comentei sobre o "caso the hives", que foi uma pena.

nelson said...

Tom e coveiros!

Ofereço com prazer o espaço pro churras...In my place, com opções "com sol" e "sem sol" no mesmo lugar...rs

O único problema é que moro em Santa Rosa, Niterói...Mortos pegam pontes?

obs.: O melhor mercado de peixes do estado fica aqui...

MaryClaude said...

confesso q já fui mais frenética, agora, nem meu trabalho permite tanto assim.
o problema da noite no rj é a mesmice. vc escolhe: boate play ou boate dita alternativa, mas só tocando mais do mesmo. muito dificil achar uma programação diferente disso. então, ficar em casa , as vezes, é melhor solução.
apesar de adorar a mesmice, vou sempre pros mesmos lugares, q não sao muitos, pela cidade. só acho q, como vc mesmo já escreveu num post ou no rf, falta essas casas ditas alternativas, dar mais conforto aos frequentadores, com um bom sistema de ar condicionado , banheiros limpos e tlas.
sobre a lei do fumo, eu adorei, não sou fumante, nunca fui, e detesto fumaça. apesar de tolerar.
adorei o 'legal pra sociólogo', tom. a noite tb pode ser um ótimo estudo pra antropólogos.
e sim, o rj é um ovo de codorna!!
poo, um churrasquito cairia bem, depois do por do sol, please!
bjsss

tom said...

bueno, parece que o surrasco pode rolar. temos que esperar agora por uma data em que estejam todos livres e escolher o pico. uma coisa todos concordam: nada de sol e samba (rs). quanto ao justice, sei que o mixhell (igor cavallera) e a dupla twelves vao abrir. ou seja, os caras so devem tocar la pelas 2am. contanto que venham, estaremos no lucro, pq so eles me fariam ir ao skol beats (bom, o digitalism seria um belo bonus)

fabio fernandes said...

pô, o justice e o digitalism realmente seria o ideal. prá ficar melhor, só mesmo os dois tocando no surrasco da cova ... rsrs

até fiquei preocupado com este lance do justice, devido o que aconteceu com o hives. inclusive, eu comentei isso lá com o cara do circo mas parece que vai rolar sim. aí até brinquei, de repente vai ser que nem o franz, esgotará no mesmo dia e tal e ele disse: "igual ao franz nunca mais vai acontecer" ... :)

Selma said...

Nossa! Tô adorando: churrasco no sunset e, ainda por cima, em Nikity, my place?! Ahaaa, mto bom!
Com carne e peixe do Mercado São Pedro....Tem style esse blog! Bonne chance à toi, Monsieur le Lion ce soir au Fosfo. Je serais là la prochaine fois:)

NA CIDADE

JULIANAS:

casas & shows: Circo Voador 18 – Metá Metá / Rakta 19 – Roberta Sá  20 – Testament (EUA) 25 – Johnny Hooker 26 – O Baú do Raul – 25 Anos: Marcelo Nova / Mauricio Baia / B.Negão / Chico Chico / Karina Buhr / Rick Ferreira / Vivi Seixas

Fundição Progresso 18 e 19 – Novos Baianos 25 - Mitchell Brunnings (HOL) / Orquestra Brasileira de Música Jamaicana 26 – Festival RapRJ 7: Cone Crew Diretoria / Luccas Carlos / Froid / 1Kilo / ADL – Participação: Ducon / Modestiaparte – Participação: Liink & Buddy Poke

Teatro Rival 18 – Festa La Cumbia 19 - Afrojazz - Participação: Larissa Luz & Jesuton 23 - Michael Sweet (Stryper) & John Schlitt (Petra) 24 - Júlia Bosco & Emerson Leal & Gustavo Macacko – Participação: Mart´nália & Simone Mazzer 25 – Alma Thomas 26 – Jay Vaquer 50 meia Setor A, 40 meia Setor B, 30 meia Lounge 30 – Cabaré Diferentão

Teatro Riachuelo 29 – Paulo Ricardo Teatro Odisseia 18 – Ordinária - Baile do Lindote: Molejo 24 - The World is a Beautiful Place & I am No Longer Afraid to Die / gorduratrans / E A Terra Nunca Me Pareceu Tão Distante  26 - Esteban Tavares / Sheffield 

Vivo Rio 18 - Postmodern Jukebox (EUA)  19 – Barão Vermelho 20 – Roy Hargrove & Roberta Gambarini 25 - Jacob Collier (ING) 

Baratos da Ribeiro (Botafogo) 19 – Vespeiro: Marcelo Perdido / Real Sociedade / O Branco e o Índio 26 - Vespeiro: Tacy de Campos / Jonnata Doll & Os Garotos Solventes

Estúdio Hanói (Botafogo) 18 - Nativity in Black Fest: Justabeli (SP) / Dark Tower / Profane Art  19 - Festival Nativity in Black: Justabeli (SP) / Dark Tower / Profane Art  27 - Back To Hanoi Metal Fest: Forkill / Unmasked Brains / Evil Inside / Savant  30 - Rectal Smegma (HOL) / Uzômi / Baga  Audio Rebel 16 – Quintavant: Thiago França: Sambanzo 17 – Quintavant: Thiago França: Space Charanga Quarteto 18 - Jair Naves & Britt Harris / Kasparhauser 19 – Quintavant: Ava Rocha 20 - Homenagem a John Coltrane (Widor Santiago, Sergio Barrozo, Adaury Mothé, Didac Thiago, Roberto Rutigliano) 23 – Quintavant: Hans Koch (SUI) - Participação: Bella, Thomas Rohrer, Cadu Tenório, Antonio Panda Gianfratti 24 – Quintavant: Hans Koch (SUI) - Participação: Thomas Rohrer, Antonio Panda Gianfratti 30 – Quintavant: AJJA (Pedro Calmon & Alex Frias)

Espaço Sérgio Porto 18 - Marcio Lugó / Capela  24 - Mulheres de Buço 25 - Whipallas 31 - CEP 20.000

Sala Baden Powell 16 - Donatinho: Homenagem a João Donato - Participação: Ithamara Koorax, Wanda Sá, Cris Delanno, Amanda Bravo, Ricardo Silveira 19 - Quarteto do Rio 23 - Lúcia Menezes 26 - Marcel Powell - Homenagem a Baden Powell - Participação: Thais Motta, Ithamara Koorax, Gabriel Aquino, Amanda Bravo, Dilma Oliveira 27 - Dorina Canta Aldir Blanc 30 - Eliana Pittman

Theatro Net Rio 16 – Laila Garin & A Roda 22 – Paulo Miklos 12/09 Simone Mazzer

Beco das Garrafas Casa de Cultura Laura Alvim 09 e 10 – Festival Levada: Luísa Maita 15 – Katerina Polemi 16 e 17 – Festival Levada: Apanhador Só 23 e 24 – Festival Levada: Bruna Mendez 30 e 31 – Festival Levada: Tamy

Teatro Ipanema 15 - A.Nota: Sambas do Absurdo (Juçara Marçal & Rodrigo Campos & Gui Amabis) 16 - Aíla (PA) – Participação: Posada 17 - Ana Frango Elétrico / Thiago Nassif 18 - Amora Pêra 22 - A.Nota: Marcelo Vig & Marcos Suzano

Teatro Café Pequeno 17 - Lu Dantas & Natália Boere 24 - Marcos Oliveira 31 - Filtra

Metropolitan 24 – Hanson (EUA) 26 - Lindsey Stirling (EUA) Teatro Bradesco 18 – Leo Jaime 24 – Almir Sater

Teatro Municipal de Niterói 18 e 19 – Roberta Campos 22 – Clube do Choro Homenageia Noel Rosa 24 – Quarteto do Rio

Planet Music (Cascadura) 18 - Torture Squad / Hatefulmurder / Reckoning Hour / Warcursed  19 - Black Days (SP) / Sheffield / Amsterdan / LaVille  26 - Festival Invasão Underground 2: Inversa (SP) / Maieuttica / Adrift / Tormentta / The Last Whale 

Imperator 16 - Quartas Brasileiras: Tia Surica - Tributo a Clara Nunes - Participação: Nilze Carvalho, Ana Quintas, Mariene de Castro 22 – Jazz Pras Sete: Folakemi Duo 23 – Maurício Mattar – Participação: Alexandre Pires 24 - Homenagem a Dalva de Oliveira: Amelinha, Zezé Motta, Dóris Monteiro, Leny Andrade, Rita Beneditto, Áurea Martins, Agnaldo Timóteo, Simone Mazzer, Zé Renato, Eliana Pittman, Rosa Maria Colyn, Luciene Franco, Ellen de Lima, Ataulfo Alves Jr, Gottsha 30 – Agnaldo Timóteo 31 – Samba do Imperator: Grupo Arruda, Marquinhos de Oswaldo Cruz, Arlindinho

Centro de Referência da Música Carioca Artur da Távola (Tijuca) 16 – Coletivo Samba na Rua 17 – Quinta Instrumental: Jimmy Santa Cruz 18 – Victor Mus 19 – Danilo Caymmi 23 – Fábrica Nômade Sonora 24 – Quinta Instrumental: Carlos Café 25 – Laura Zennet 26 – Quarteto do Rio 30 – Projeto Vitrola

FM Hall 23 – Manu Gavassi (grátis) 29 – Illy (grátis)

La Esquina (Lapa) 17 - Red Mess / Blind Horse / Stoned Jesus 24 – Mobile Drink

Smokey Rio (Lapa) 19 – Festa Rio Vinil Clube 26 – Bel Almeida Ganjah (Lapa) 18 – Duda Brack & Thiago Ramil 23 – Festa HempFyah: Rafyah Dread & Hempfield DubLab / Lion Dornellas / André Pfefer / Tagu Selectah Vibration 25 - Azul Casu & 3 du Mar

Casa de Baco (Lapa) 17 – Gafieira Pé de Louro 19 – Relógio de Dalí 24 – Joyce Cândido

CCBB 18 - Festival CCBB - Quanto Mais Tropicália, Melhor: Pato Fu / Céu – Praça do Centro Cultural dos Correios (22h – R$ 20) 19 - Festival CCBB - Quanto Mais Tropicália, Melhor: Pedro Luís & A Parede / Tom Zé – Praça do Centro Cultural dos Correios (22h – R$ 10)

Quintas no BNDES 17 - Byafra: 35 Anos de Sucesso 24 - Luiza Borges 31 - Tarita de Souza

Circuito SESC 16 – Copacabana: Philippe Baden Powell & Quarteto Ludere: Baden Powell 80 Anos 18 – Niterói: Clara Gurjão 26 – Engenho de Dentro: Clara Gurjão Circuito SESI 26 – Duque de Caxias: Tiê 25 – Jacarepaguá: Tiê _____________________________________________________________

mixx: 18 - Carmen Blues – Bar Kunin / Vila Isabel 18 – Sara & Nina – Olho da Rua / Vila Isabel 18 - Ronaldo Diamante – TribOz / Glória 18 - Wake the Dead Festival: Surra (SP) / Rats / Der Baum (SP) / Nove Zero Nove – Clube Mageense / Magé 18 – RaggaBrass – Boulevard Olímpico / Praça Mauá 18 - O Rappa - Tour de Despedida – Quadra da Grande Rio / Duque de Caxias 19 - Insurgente Rock Festival: Maieuttica / Ágona / Born2Bleed / Melyra / Forkill / Negah – Caixa de Surpresa / Bangu 19 - Breaking Bad - A Festa: Cervical / Controle / Mau Presságio – Buffallos Bar / Méier 19 - Festa RapSoul 5 Anos: Rael – Armazém / Praça Mauá 19 - Akira Presidente – Espaço BF / Mesquita

20 - Caxias Hell Festival: Velho / Justabeli (SP) / Dark Tower / Gutted Souls / Unnature / Vicious – Lira de Ouro / Duque de Caxias 25 - Bloco Fanfarra D´Águas – Praça das Nações / Bonsucesso 25 - Rogério Caetano - Participação: Hamilton de Holanda – Eco Som / Botafogo 25 - Arraiá do Bloco Vem Cá, Minha Flor – Feira de São Cristóvão

LEO JAIME LEO "GUANABARA" JAIME Com mais de 30 anos de carreira, Leo Jaime experimenta momentos de grande intensidade em sua vida profissional. Além da obra consagrada, como cantor e compositor, o artista está sempre atuando em novos projetos. Humor, interpretações arrebatadoras, inteligência e versatilidade são as marcas deste artista que apresenta ao publico carioca, no dia 18 de agosto, no Teatro Bradesco Rio, o espetáculo “Leo “Guanabara” Jaime”. No show ele relembra seus grandes sucessos musicais e as histórias por trás das canções e dos bastidores do Rock Brasil

PROGRAMAÇÃO BLUE NOTE JAZZ CLUB RIO (ONDE ERA A MIRANDA, NO COMPLEXO LAGOON, NA LAGOA, LADO LEBLON):   07/09 - Quinta-feira 20:00 Maceo Parker 22:30 Maceo Parker   08/09 – Sexta-feira 21:00 Maceo Parker 23:30 Maceo Parker   09/09 – Sábado 21:00 Sergio Mendes 23:30 Sergio Mendes   10/09 – Domingo 20:00 Sergio Mendes 22:30 Sergio Mendes   13/09 - Quarta-feira 20:00 Jaques Morelenbaum convida   16/09 – Sábado 21:00 Baby do Brasil 23:30 Baby do Brasil   17/09 – Domingo 20:00 Baby do Brasil 22:30 Baby do Brasil   20/09 - Quarta-feira   20:00 Jaques Morelenbaum convida   27/09 - Quarta-feira 20:00 Anne Paceo 28/09 Quinta-feira   20:00 Orquestra Atlântica 22:30 Orquestra Atlântica    Outubro   04/10 - Quarta-feira 20:00 Ala.Ni 05/10 – Quinta-feira 20:00 Chris Botti 22:30 Chris Botti  06/10 – Sexta-feira 21:00 Chris Botti 23:30 Chris Botti    07/10 – Sábado 21:00 Chris Botti 23:30 Chris Botti    08/10 – Domingo  20:00 Chris Botti 22:30 Chris Botti  11/10 - Quarta-feira 20:00 Teresa Salgueiro 22:30 Teresa Salgueiro    12/10 – Quinta-feira 20:00 Teresa Salgueiro 22:30 Teresa Salgueiro    20/10 – Sexta-feira 21:00 Chick Corea & Steve Gadd Band 23:30 Chick Corea & Steve Gadd Band   Novembro 02/11 Quinta-feira 20:00 Spyro Gyra 22:30 Spyro Gyra   03/11 Sexta-feira 21:00 Spyro Gyra 23:30 Spyro Gyra   04/11 Sábado 21:00 Spyro Gyra 23:30 Spyro Gyra   15/11 Quarta-feira 20:00 Laura Perrudin   16/11 Quinta-feira 20:00 Didier Lockwood Trio 22:30 Didier Lockwood Trio

ULTRA BRASIL ANUNCIA A PHASE 1 DE SEU LINEUP PARA A EDIÇÃO 2017: ADAM BEYER, ALESSO, ARMIN VAN BUUREN, DAVID GUETTA, JAMIE JONES, JOSEPH CAPRIATI, SASHA & JOHN DIGWEED e THE MARTINEZ BROTHERS SERÃO HEADLINERS FESTIVAL ACONTECE NOS DIAS 12, 13 E 14 DE OUTUBRO NO SAMBÓDROMO DO RIO

_______________________________________________________ CURSOS DE AGOSTO no Estação NET Botafogo    - História do Cinema Independente Brasileiro, com Cavi Borges    - Ancine e o fomento ao audiovisual brasileiro, com Julio Augusto Zucca    - Cinema Afrodisíaco? O sexo na tela, com Dodô Azevedo

Circuito Estação NET de Cinema e Cinemateca do MAM apresentam: Exposição CINEMA EM CASA: Equipamentos do acervo da Cinemateca do MAM. A partir de 23 de fevereiro, no Estação NET Botafogo de 23 de fevereiro a 23 de agosto 2017 Horário de visitação: 14h às 22h Entrada franca

DISTOPIAS BRASILEIRAS NO CINEMA A CAIXA Cultural Rio de Janeiro apresenta, de 15 a 27 de agosto de 2017, a mostra cinematográfica Brasil Distópico, que traça um panorama da produção nacional sobre as distopias. Para a programação, os curadores Luís Fernando Moura e Rodrigo Almeida selecionaram 37 curtas e longas-metragens que imaginam diferentes futuros sombrios para o país, entre clássicos da ficção-científica brasileira e obras menos conhecidas.  Na programação, filmes como O quinto poder (1962), de Alberto Pieralisi, e Brasil ano 2000 (1969), de Walter Lima Júnior. Outras incorporam as convenções da ficção científica, encenando a ameaça nuclear e o colapso do planeta, como Parada 88: o limite de alerta (1978), de José de Anchieta; e Oceano Atlantis (1993), de Francisco de Paula. Há, ainda, aqueles que instalam o cinema de gênero em imaginários locais do Brasil, como é o caso de Abrigo nuclear (1981), de Roberto Pires; e Areias Escaldantes (1985). ESTE ULTIMO, TRAZ NO ELENCO, VARIOS NOMES E BANDAS DO ROCK BRASIL DOS ANOS 80, COMO LOBÃO, TITÃS, E TEMA-TITULO DE LULU SANTOS.

DEIXA NA RÉGUA: O filme estreia no dia 10 de Agosto no INSTITUTO MOREIRA SALLES com sessões às 16h e 20h e no CINE SANTA com sessão às 17h10. Deixa Na Régua. Direção: Emílio Domingos. Produção: Osmose Filmes. Documentário. Brasil. 73 minutos.

COM SESSÕES LOTADAS EM ALGUMAS CIDADES, UCI ABRE MAIS SALAS PARA “DAVID GILMOUR: LIVE IN POMPEII” E AGORA APRESENTA A EXIBIÇÃO EM XPLUS  Ingressos já estão à venda e o público poderá conferir o show também com o poderoso som Dolby Atmos em 360º



BLITZ AO VIVO: No embalo do lançamento do álbum 'Aventuras 2', Evandro Mesquita e sua Blitz finalizam seu quarto DVD, gravado no Circo Voador em abril, para lançamento em outubro. A banda está a todo vapor, com presença confirmada no próximo Rock In Rio e tem turnê pelos Estados Unidos confirmada em fevereiro de 2018

FESTIVAL DE CINEMA DA NOVA ZELANDIA

(colaborou @DonnieDarko73);

Blog Archive

Buscar

About Me

tom leão
Vanuatu
amigo dos amigos, amante de música, cinema, boa comida, de pedaladas e caminhadas
View my complete profile
Powered by Blogger.

Popular Posts

Translate

Followers