Pages

Thursday, April 10, 2008

Winner winner, chicken dinner!


É o lema de quem ganha na mesa de blackjack (21) em Las Vegas. A frase, que diz a lenda, é de autoria de um oriental, que quebrou a banca num dos cassinos da cidade nos anos 50, é dita várias vezes no filme "21" (aqui, "Quebrando a banca"), que estréia semana q vem e vi hj cedo numa cabine. Ela significa algo como, quem ganha paga o jantar. O filme é interessante. Apesar de envolver galera e ter uma trilha sonora atual (com direito a faixa inédita do LCD, não tem aquela edição frenética MTV. Até porque, a história de um grupo de geniozinhos do MIT (Massachusetts Institute of Technology) que têm a capacidade de contar decks de cartas de baralho (sem precisar ser autistas, como o rain man) e vão faturar algum na maciota em Las Vegas, aconteceu mesmo na vida real. Isso é o ponto de maior interesse no filme, sacar os bastidores desse fato verídico. Os atores, a maioria novatos (tem o carinha de "Across the universe", mas tbm tem Kevin Spacey e a gatinha Kate Bosworth) são ok, mas a direção e condução é um tanto certinha demais, apenas narra os fatos linearmente, com direito a um final redentor, que não sei se foi realmente assim na real (google it). Seja como for, o filme é passável...

20 comments:

Felipe Passarelli said...

Não vi ainda o filme mas a trilha sonora do filme 21 é sensacional, só tem banda boa, e ainda uma versão pra uma musica do Rolling Stones feita pelo soulwax (pra mim os melhores 'remixers' atuais)

Então, semana abarrotada de provas, projetos experimentais, trabalhos, sempre aquela correria de ultima hora. talvez me forme esse ano, só não estou formado ainda pq fiz antes publicidade, arrumei tempinho pra postar aqui.

Sabado passado fui no show do cordel do fogo encantado, bem bacana o show, primeira vez, circo lotado e os caras são uma das melhores bandas ao vivo brazucas hoje. som 10.

Bad Brains é certo de eu ir e Afrika Baambaata depende mas quero muito.

Vazou o novo da Ladytron - Velocifero http://tinyurl.com/5oddtc

To ouvindo agora, legalzinnn...

abs

tom said...

aqui vai o tracklist:
01 The Rolling Stones - You Can't Always Get 6:07
What You Want (Re-Mixed and Re-Edited by
Soulwax)
02 MGMT - Time To Pretend 4:20
03 LCD Soundsystem - Big Ideas 5:41
04 D. Sardy feat. Liela Moss - Giant 3:42
05 Amon Tobin - Always 3:38
06 Peter Bjorn And John - Young Folks 4:37
07 Junkie XL feat. Electrocute - Mad Pursuit 4:16
08 Get Shakes - Sister Self Doubt 4:22
09 The Aliens - I Am The Unknown 5:27
10 Rihanna - Shut Up And Drive 3:34
11 Knivez Out - Alright 3:31
12 Domino - Tropical Moonlight 3:28
13 Unkle - Hold My Hand 4:58
14 Mark Ronson featuring Kasabian - L.S.F. (Lost 3:32
Souls Forever)
15 Broadcast - Tender Buttons 2:51

Francisco said...

Massachusetts Institute of Technology

brunobbl said...

A KATE NÃO FOI AQUELA Q FEZ A LOUIS LANE NO RECENTE SUPERMAN ?

ABS

tom said...

sim, bruno, ela mesmo, q fez tbm aquele filme das surfistas. valeu, francisco. claro que é massa, fica em boston! chutar é sempre furada (rs)

Lorena said...

RICARDO

ATENÇÃO COVEIROS: NÃO PERCAM O SHOW DO BAD BRAINS.

por compromissos familiares não posso ir sábado no circo, então tive que ir pra sp quarta-feira.

e valeu cada segundo e centavo gastos. foi uma celebração à força que a música pode ter. moleques de 15 anos e marmanjos de 40 pulando, se abraçando, se socando e berrando ao som da música mais intensa, apaixonada e eletrizante da história. o set list foi impecável, quase duas horas de clássicos. o gênio hr é insubstituível, mas o israel joseph foi bem pra cacete: cantou carregado pela galera, fumou baseado oferecido pela fila do gargarejo e cantou muito. joão gordo e pitty foram receber as bênçãos dos mestres que criaram o hardcore mais radical, rápido e tecnicamente apurado da história.

fabio fernandes said...

off topic:
lembram aquele papo que rolou alguns posts atrás sobre não gostar de determinado artista (no caso, radiohead) e ser criticado por isso ?
pois é, o marcelo madureira está sofrendo o diabo só pqe teve a coragem de falar o que todos gostariam mas tem medo: glauber rocha é uma merda ! rsrs

tom said...

na carta aberta ao jabor, que o madureira publicou hj no grobo, ele fala a real: uma coisa é a figura do glauber (ele, como pessoa, nao é uma merda, isso o madu deixa claro, tbm concordo), outra, seus filmes. ai é uma questão de gosto. glauber tem um filme insuportavel, a idade da terra, mas tava dentro de uma loucura proposta pelo cara. foi feito para que fosse exibido com os rolos em qq ordem, sem pe nem cabeça. ja o terra em transe, pra mim, é bom mesmo, ainda atual. ha tbm o fato da epoca em q os filmes do cara foram feitos, refletiam um momento do pais. alguns datam

fabio fernandes said...

sim, sim, a relevância da obra do glauber nem precisa ser questionada.
porém, o único filme todo que vi dele foi justamente "terra em transe" pqe "deus e o diabo ...", "cabezas cortadas", "barravento" ... nossa, vê-los até o final era um verdadeiro martírio !
o marcelo acertou em cheio no que diz respeito a escola que glauber criou, os seguidores que, com aquele papo de "uma câmera na mão, uma idéia na cabeça" cometeram várias bombas cinematográficas rsrs

wander said...

também gosto de terra em transe, mas é uma viagem, mas tem um dialogos bem legais, nos anos 80 eu me forçava a ver filmes "cabeças",rs

o que é esse disco do portishead? nao consigo ouvir os outros, só esse maldito som de serralheria nos meus ouvidos, dramático, lindo, melhor coisa desde in rainbows (vsc vao queimar no inferno por nao gostarem do radiohead, rs)

tom said...

a edição especial da alien nation no dama bombou. por isso, pode ser que role mais algumas, em base mensal. o legal é q a maioria das pessoas jamais tinha ido no clube, o que da um ar de novidade. pena que o som na pista 2 tava meio derrubado. mas vao melhorar pra proxima. e legal foi ver um canarada vindo perguntar "que som novo é esse?", qndo toquei energy flash do joey beltram, que tem quase uns 20 anos (techno classic). kool

tom said...

off: procurem pra baixar um lance muito bacana do mars volta, que descobri hj. sao uma serie de covers conhecidos como "bedlam extras" (n sei se sao faixas extras do cd ou do vinil), que incluem versoes para musicas dos sugarcubes (birthday), siouxsie & the banshees (pull to bits), pink floyd (!), circle jerks e outras. fiquei de cara com o cedric dando uma de bjork em birthday(rs)

denis said...

tom leão, urge a necessiade de uma errata no rio fanzine da proxima sexta sobre as informacoes desencontradas sobre o bad brains na ultima coluna..

mike bordin na bateria (????). como diria aquele aprsentador de sp "oh louco meu"

e "sem peligro" nos vocais (???????). nao seria 'sem HR' ??

ai ai ai..

tom said...

denis, o nome todo do hr é hr peligro. e quem nos passou a info que o mike bordin estaria nas baquetas foi a propria produção do circo. hj em dia o bad brains é mais um nome, com integrantes rotativos. só após o show poderemos dizer se o bordin foi quem tocou ou nao a bateria...

denis said...

resumindo. da formacao original so nao vem HR. e pelo que me passaram do show de sampa, Israel Joseph-I deu conta do recado direitinho..

tom said...

blz, denis. realmente confundi o hr com o dh. falha minha. mas foi o proprio produtor do circo, o rolinha, quem fez questao de me dizer que o batera era o bordin, eu nao tinha a menor ideia disso, e como o cara tava na area mesmo, pq nao? valeu...

tom said...

e aqui esta o copy do email:

Bad brains é sem peligro, mas quem vai tocar bateria com ele é o bordin, do Faith No More, que veio com o ozzy. O klaxons e o editors acho que ainda nao vamos poder dar como certo, porque estamos dependendo de um acordo entre operadoras. a gente ta tentando fechar quinta o sucidal tendencies (talvez numa dobradinha com Raimundos), sexta MxPx, sabado Onyx e domingo Misfits, mas ta dificil. (alexandre "rolinha" rossi)

Felipe Passarelli said...

tb achei estranho o mike bodin no bad brains, o cara está excursionando com o ozzy, e acho que é oficial da banda do ozzy desde que o faith no more acabou.

poisé ninguém ainda chegou perto de fazer um masterpiece como o portishead, ainda arrisco a dizer que é o melhor deles por enquanto.

Tim Festival já temos (90% certo): Amy Winehouse, Leonard Cohen, Beirut, The Gossip e Gogol Bordello, é o que dizem os blogs.

To achando fraco pra dizer a verdade, ta faltando bandas maiores pra serem headlines, tirando a amy winehouse que ouvia ano retrasado na encolha, hoje já é a 4a arista mais escutada do brasil e o album todo ta no top 20 e Leonard Cohen, grande cantor que fui descobrindo com o tempo, discos lindos com um som clean e letras maravilhosas será uma ótima surpresa já que essa deve ser sua ultima turne.

Um Radiohead, Portishead, The Breeders, Spoon, The Verve, Smashing Pumpkins ou QOTSA.., quem sabe....

Fui ontem no Afrika Baambaataa, fui muito legal, me acabei no funk, teve varios mcs, mr catra, bnegão, chaulin entre outros. O set dele foi mais referencia de musicas do que um DJ set, o que me irritou um pouco foi os mcs cantarem durante o set.

Mas legal mesmo foi os street dancers, arrasaram, nunca tinha visto antes muito legal.

Hoje vo no Bad Brains, um amigo de são paulo me disse que foi muito foda tb!

A noite promete...

abs

tom said...

é, mas o bordin, como ja tava na area, podia estar cobrindo uma falta do batera dos brains na brodagem, isso acontece, nada improvavel. amy ja ta na lista do tim fest ha uns quatro anos, gogol uns tres e o radiohead desde sempre. todo ano tentam. esse ano a chance é maior, pq a banda disse q queria fazer uma tur mundial indo a lugares nunca idos. mas especulação faz parte, a lista so fecha mesmo uns 2 meses antes. o leonard cohen, se vier, nao perco por nada...

Menezes, o cretino said...

Sobre o comentário acima da errata do show do Bad Brains: Não, o nome inteiro do HR não é HR Peligro. Aliás, HR nem é mesmo seu verdadeiro nome, mas uma abreviação de Human Rights (seu nome de batismo é Paul D. Hudson). Você deve ter se confundido com o DH Peligro, baterista do Dead Kennedys e que nunca teve nada a ver com o grupo de Washington.

Sobre a confusão de informações de quem viria para tocar bateria. Houve muita especulação no início e chegou a ser ventilada a vinda de Chuck Mosely nas baquetas no lugar do titular Earl Hudson. Chuck Mosely, você deve lembrar, foi o primeiro VOCALISTA do Faith No More e que também cantou no Bad Brains por um ano, entre 90 e 91, mas sem gravar nada. A confusão de informação não parou por aí, logo a produção se apressou a corrigir que quem viria era, na verdade, Chuck Treece, skatista das antigas, baixista da banda skate-punk McRad e que chegou a tocar bateria na banda depois do Rise, também não deixando registro.

É realmente estranho que a produção do Circo Voador tenha passado a imprensa informações assim tão desencontradas quando o próprio Darryl Jennifer concedeu uma entrevista para o Terra no dia primeiro de abril (mas não era mentira!) explicando quem viria para o Brasil: http://musica.uol.com.br/ultnot/2008/04/01/ult89u8821.jhtm

Finalmente, sobre o Bad Brains hoje ser só um nome com membros rotativos, isso também não está correto. A banda tem até uma formação bem sólida para quem está na ativa desde 77, tanto que apenas um disco - Rise, de 93 - não foi gravado com os irmãos HR e Earl.

NA CIDADE

OCTOBERFESTIVAS:

FESTIVAL DO RIO  ÚLTIMA CHANCE   de 16 a 18 de outubro   Estação NET Botafogo 1 + Estação NET Rio 4 e 5    

ESTAÇÃO NET BOTAFOGO 1: 16/10/2017         Estação NET Botafogo 1  15:00     Ocidental Dir. Neïl Beloufa 16/10/2017         Estação NET Botafogo 1  17:00     Matar Jesus Dir. Laura Mora 16/10/2017         Estação NET Botafogo 1  19:00     Memórias do subdesenvolvimento Dir. Tomás Gutiérrez Alea 16/10/2017         Estação NET Botafogo 1  21:00     As misândricas Dir. Bruce LaBruce

  17/10/2017         Estação NET Botafogo 1  15:00     Ensiriados Dir. Philippe Van Leeuw 17/10/2017         Estação NET Botafogo 1  17:00     Antipornô             Sion Dir. Sono 17/10/2017         Estação NET Botafogo 1  19:00     Patti Cake$ Dir. Geremy Jasper 17/10/2017         Estação NET Botafogo 1  21:00     Meu colégio inteiro afundando no mar Dir. Dash Shaw  

18/10/2017         Estação NET Botafogo 1  15:00     Últimos homens em Aleppo Dir. Firas Fayyad 18/10/2017         Estação NET Botafogo 1  17:00     Cadáveres bronzeados Dir. Hélène Cattet, Bruno Forzani 18/10/2017         Estação NET Botafogo 1  17:00     Sal Dir. Diego Freitas 18/10/2017         Estação NET Botafogo 1  19:00     Alanis Dir. Anahí Berneri 18/10/2017         Estação NET Botafogo 1  21:00     How to Talk to Girls at Parties Dir. John Cameron Mitchell  

ESTAÇÃO NET RIO: 16/10/2017         Estação NET Rio 5             14:15     Kim Dotcom: Agarrado na web Dir. Annie Goldson 16/10/2017         Estação NET Rio 5             16:15     God's Own Country Dir. Francis Lee 16/10/2017         Estação NET Rio 4             18:00     A liberdade do diabo Dir. Everardo González 16/10/2017         Estação NET Rio 5             18:45     Golden Exits Dir. Alex Ross Perry 16/10/2017         Estação NET Rio 4             19:45     As entrevistas de Putin Dir. Oliver Stone 16/10/2017         Estação NET Rio 5             21:00     A vendedora de fósforos Dir. Alejo Moguillansky  

17/10/2017         Estação NET Rio 5             14:15     Encriptado Dir. Nick de Pencier 17/10/2017         Estação NET Rio 5             16:15     Eduardo II Dir. Derek Jarman 17/10/2017         Estação NET Rio 4             17:30     Top of the Lake: China Girl Dir. Jane Campion, Ariel Kleiman 17/10/2017         Estação NET Rio 5             18:45     Titicut Follies Dir. Frederick Wiseman 17/10/2017         Estação NET Rio 5             21:00     Invisível Dir. Pablo Giorgelli

  18/10/2017         Estação NET Rio 5             14:15     Senhora Fang Dir. Wang Bing 18/10/2017         Estação NET Rio 5             16:00     Minha adorável lavanderia Dir. Stephen Frears 18/10/2017         Estação NET Rio 4             17:20     Tangerine Dream: a revolução do som Dir. Margarete Kreuzer 18/10/2017         Estação NET Rio 5             17:50     Cicciolina - Madrinha do escândalo  Dir. Alessandro Melazzini 18/10/2017         Estação NET Rio 5             19:00     O diabo e o Padre Amorth Dir. William Friedkin 18/10/2017         Estação NET Rio 4             19:10     Long Strange Trip: A viagem do Grateful Dead Dir. Amir Bar-Lev 18/10/2017         Estação NET Rio 5             20:30     Ex Libris: Biblioteca pública de Nova York Dir. Frederick Wiseman  

INGRESSOS: R$22,00 / meia: R$11,00 Meia entrada para quem comprou Passaporte

UCI INAUGURA A PRIMEIRA SALA DE CINEMA XPLUS LASER DO BRASIL, NO RIO DE JANEIRO: No ano em que comemora duas décadas no Brasil, a rede UCI reforça sua missão de oferecer ao público a melhor experiência em cinema e o que há de mais moderno no mundo, no mercado audiovisual. No Rio, inova mais uma vez com a primeira sala XPLUS Laser do país. A novidade será no maior complexo de cinemas brasileiro, o UCI New York City Center, que este ano também recebeu a primeira 4DX da cidade, com cadeiras que se movimentam e efeitos especiais. A aquisição do novo projetor a laser torna ainda mais imersiva a tecnologia da XPLUS, que tem projeção 3D de última geração, tela gigante com definição 4K e som Dolby Atmos™, com mais de 54 caixas acústicas e 128 streams de áudio que criam a ilusão de um campo infinito ao redor de cada espectador.

PROGRAMAÇÃO DO BLUE NOTE JAZZ CLUB RIO (ONDE ERA A MIRANDA, NO COMPLEXO LAGOON, NA LAGOA, LADO LEBLON):     Outubro   20/10 – Sexta-feira 21:00 Chick Corea & Steve Gadd Band 23:30 Chick Corea & Steve Gadd Band   Novembro 02/11 Quinta-feira 20:00 Spyro Gyra 22:30 Spyro Gyra   03/11 Sexta-feira 21:00 Spyro Gyra 23:30 Spyro Gyra   04/11 Sábado 21:00 Spyro Gyra 23:30 Spyro Gyra   15/11 Quarta-feira 20:00 Laura Perrudin   16/11 Quinta-feira 20:00 Didier Lockwood Trio 22:30 Didier Lockwood Trio

Tropicália ganha exposição tech com livre reinterpretação conceitual Nos 50 anos do movimento, na Galeria BNDES   Os artistas Barbara Castro e Luiz Ludwig, do estúdio Ambos&&, apresentam uma livre reinterpretação dos conceitos do movimento tropicalista à luz da arte e da tecnologia. Com a exposição Vamos Comer, estimulam o público a “devorar” experiências sensoriais e orgânicas, incluindo quatro instalações de arte computacional. Ela está aberta a visitações na Galeria BNDES, no Rio, entre os dias 18 de outubro e 1º de dezembro, de segunda a sexta, das 10h às 19h

Zucchero (o 'roberto carlos da itália') vem fazer shows no Brasil em outubro: Rio de Janeiro, no dia 26 de outubro, no Teatro Bradesco Rio São Paulo, no dia 27 de outubro, no Teatro Bradesco Porto Alegre, no dia 28 de outubro, no Teatro do Bourbon Country  

AGENDA CUTURAL BARATOS DA RIBEIRO: Sábado, 21 de outubro, a partir das 17h: VESPEIRO com as bandas Estranhos Românticos e Imperfeitos Quinta-feira, 26 de outubro, a partir das 19h: LEVADAS DA BECA, com as DJs Ana Paula Moniz (Beca Brechó), Bia Andrade & Ana Galli + uma convidada surpresa! Sábado, 11 de novembro, a partir das 17h: VESPEIRO com a banda Os Alquimistas (MS) e Mauk + Pedro White & banda fazendo tributo duplo: ao Bruce Springsteen e ao Tom Petty! RUA PAULINO FERNANDES 15, BOTAFOGO/RJ

MOSTRA DE CINEMA ARGENTINO CONTEMPORÂNEO VOLTA À CAIXA CULTURAL RIO DE JANEIRO EM SUA SEGUNDA EDIÇÃO   Histórias extraordinárias apresenta uma seleção com os melhores filmes recentes do país vizinho. Debates com cineastas e especialistas completam a programação Local: CAIXA Cultural Rio de Janeiro – Cinema 2 Endereço: Av. Almirante Barroso, 25 – Centro  (Metrô e VLT: Estação Carioca) Telefone: (21) 3980-3815 Data: de 07 a 19 de novembro de 2017 (terça-feira a domingo)

II FESTIVAL IMPERIAL DE CINEMA DE PETRÓPOLIS COMEÇA NESTA QUARTA, DIA 18: Festival é gratuito e conta com filmes inéditos na programação  A abertura será no Theatro D. Pedro com exibição do filme “João, O Maestro”, de Mauro Lima.

Angela Ro Ro leva o show "Amor & Humor" para a Zona Norte A cantora - que pela primeira vez pisa no palco do Centro Cultural João Nogueira -  faz  apresentação única no Méier, dia 29 de outubro, às 19h, no Imperator

estreia: 5º FEIRA/ 19 OUT - ABERTURA DA MOSTRA JÓIAS DO CINEMA DINAMARQUÊS: CINE JOIA DO RIO DE JANEIRO (copacabana) EXIBE SEIS LONGAS INÉDITOS DO PAÍS NÓRDICO; E O PRIMEIRO DOC LONGA-METRAGEM FILMADO NA GROENLÂNDIA.

Depois de regravar sucessos do Pop, Rock e Samba, a Orquestra Petrobras Sinfônica prepara uma homenagem ao reggae. O quarto EP da série “O Clássico é...” trará versões inéditas de “Andei só” (Natiruts), “Minha felicidade” (Roberta Campos), “Um anjo do céu” (Maskavo), “Aonde você mora” (Cidade Negra) e “Segue o baile” (Braza). A primeira apresentação do novo projeto será no Teatro Rival Petrobras, com entrada gratuita, às 20h do dia 18 de outubro (quarta-feira).

(colaborou @DonnieDarko73);

Blog Archive

Buscar

About Me

tom leão
Vanuatu
amigo dos amigos, amante de música, cinema, boa comida, de pedaladas e caminhadas
View my complete profile
Powered by Blogger.

Popular Posts

Translate

Followers