NA COVA DO LEÃO

Thursday, July 31, 2008

MUUUSEEEE!


NÃO TINHA UM TERÇO DA PRODUÇÃO DO SHOW DO CD/DVD HAARP E O SOM DO VIVO RIO NUNCA É UMA MARAVILHA (ATÉ PELA ACÚSTICA DO LOCAL), MAS TINHA O PRINCIPAL: A BANDA E OS HITS. E FIQUEI SURPRESO POR VER Q A GALERA CONHECIA MAIS AS MÚSICAS DO MUSE DO QUE EU IMAGINAVA, JÁ QUE ELES NÃO TOCAM EM RÁDIO E MAL PASSA CLIPE NA MTV, QUE SÓ AGORA ESTREOU "STARLIGHT", QUE TEM DOIS ANOS! TBM, HJ COM A INTERNET É MAIS FÁCIL E RÁPIDO, FICAMOS MENOS DEPENDENTES DA MÍDIA OFICIAL. E TAVA MAIS CHEIO DO QUE O SHOW DO MY CHEMICAL. QUE BOM! E FOI O QUE SE ESPERAVA DELES: UMA GIG ENERGÉTICA E COM QUASE TUDO O Q SE QUERIA OUVIR (MENOS "CITIZEN ERASED", "MUSCLE MUSEUM" E "BLISS"), PQ A BANDA NÃO SEGUE UM SETLIST FIXO, COMO SE VIU NESSA TURNÊ SULAMERICANA (ELAS ROLARAM EM SP, MENOS MUSCLE), ENTÃO AS CITADAS MÚSICAS ESTIVERAM EM OUTROS SHOWS. ELES NUNCA TOCARAM AS MESMAS NA MESMA ORDEM. ÓTIMO. O FATOR SURPRESA ESTAVA NO AR. SE UMA TUNE DELES ESTOURASSE NUM ANÚNCIO OU TRILHA DE NOVELA AQUI, O MUSE VOLTARIA PRA UMA ARENA HSBC LOTADA, FOR SURE, E COM TODA A INFRA. SERÁ Q ISSO UM DIA ROLA? ANYWAY, VALEU VÊ-LOS AO VIVO. SE ALGUÉM AÍ ASSISTIR EM SP OU BSB (MELHOR SHOW DO ANO?), DROPA UM COMMENT AQUI, PLS. AND TAKE A BOW...


*fotos do hermano Alvaro Riveros

16 comments:

tom said...

o set list do rio:

01 - Knights Of Cydonia
02 - Hysteria + The Groove
03 - Dead Star (lado B raro)
04 - Map Of The Problematique + Heartbreaker (Ou Quase Isso) Riff
05 - Supermassive Black Hole
06 - Butterflies And Hurricanes
07 - Sunburn
08 - Jazz Intro + Feeling Good (com "confetes" jogados pela galera)
09 - Bass Jam
10 - Invincible
11 - New Born + Riff 1 + Rifff 2
12 - Starlight
13 - Time Is Running Out
14 - Plug In Baby (Com Balões)

pausa dramática ;]

15 - Stockholm Syndrome + Riff 1 + Riff 2 + Riff 3
16 - Take A Bow

iga_rio said...

Fala Tom !!!

SHOW FODA !!!!!!"New Born" e "Time Is Running Out" estão até agora zumbindo no meu ouvido !! fiquei também impressionado com o público, nem esperava estar cheio quanto mais a galera toda cantando as músicas daquela forma. mas afirmo com certeza que a internet foi a principal responsável por isso.

Ps.: eu preferia que tivesse sido em outro local... não consigo gostar do Vivo Rio, e aquela fila gigante para entrar... e no final sempre tem problema para quem vai de carro.
Talvez num Citbank Hall fosse melhor.
Outro ponto negativo foi a abertura, Jay Vaquer fala sério...

Abraços,

André Imbuzeiro said...

Cara, eu fui sozinho, a fila assustou mas andou rápido. Não achei o som baixo, só meio confuso.
Numa das músicas o pessoal começou a pular e eu fui me esgueirando e pulando até aquele bolo que fica se debatendo no meio e consegui uma visão melhor. Fiquei ali pulando e me defendendo dos empurrões que nem louco até o fim do show. Muito bom.

tom said...

e mais um detalhe: alem de nao ser uma banda pre-programada, o muse ainda tem um vocalista que foge do estereotipo do popstar. alem de nao ficar na ferente do palco (canta e toca de lado), matthew bellamy nao diz nem faz presepadas, deixando isso pro baterista dominique, que usou uma bandeira do brasil. no mais, é só boa noite e até logo, sem delongas. e o show, hj cedo, bateu ainda melhor. acho que vou me jogar pra sp! (rs)

tom said...

o muse tem uma peculiaridade: é banda pra ser ver ao vivo. ate quem nao gosta notará isso e, se for o caso, vai se divertir. eu que nao vivi os anos 70, me senti num show do queen (rs) com um que de zeppelin e floyd! so vi isso em filme, nunca ao vivo.
chega de tosqueira. tem muita banda ruim se escondendo atras disso. ai, chega no palco, aquela merda. chega de mp3 com som ruim, vamos voltar a ouvir discos numa boa aparelhagem!

Bem said...

Para você que é fã:

Kate Bush completa 50 anos

Felipe Passarelli said...

Foi muito bom o show ontem, set list impecável!

Ficamos na VIP que estava até bem vazia até o começo do show, mas encheu depois. Tipo isso é bom por um lado e ruim pelo outro, a casa ta roubando mais a gente e quem não tem dinheiro se fode. acho que deveria voltar ao normal sei lá, seria mais ético, mas tem o lado bom que é o conforto e a proximidade.

O Vivo Rio, como uma casa de shows e ser perto de casa é excelente, agora a acustica e o som são péssimos. Estava melhor que o MCR, mas ainda longe de ter um som a altura da casa, não sei como ninguém ainda não reclamou sério disso com a casa, além de ter probleminhas tecnicos que sempre acontecem lá antes dos shows, um lugar muito despreparado pra esse tipo de show, um circo voador seria mil vezes melhor.

ai que invejinha sua de vc ai com os caras heim tom, se soubesse marcava do seu lado no show pra entrar tb (se rolasse, e como conseguiu aliás?) hehehe eles parecem ser super acessíveis e humildes, realmente não fazem carão.

Ótimo Show, o som que foi péssimo de novo, e isso atrapalha muito a performance, seja quem for.

Agora tem Suicidal Sábado, The Hives, Nine Inch Nails em Sampa, Justice, Skol Beats em Sampa, Bloc Party, Planeta Terra em Sampa, Tim Festival, Donna Summer (vou com a minha mãe hehe), Dave Mathews Band, KT Tunstail, Cindy Lauper, Madonna e o que vier.

NIN faço questão de ir de novo, outra banda totalmente underrated aqui e que lota estádio e fecha festivais no mundo inteiro.

Album to meio por fora, fiquei um mês fora e nem ouvi coisa nova, nem ia tanto a internet, mas gostei bastante de donkey do CSS, estão mais maduros, as letras muito mais inteligentes e menos putaria e Pop art culture, letras mais pessoais e de viagens pelo mundo, o primeiro era melhor claro. tem músicas exelentes tb como move, air painter, believe achieve, beautiful song e jager yoga.

eles pelo menos entraram no top 200 da billboard, em 189 acho, mas o engraçado é a mídia inglesa esculachando o donkey, e a brasileira, americana e canadense elogiando.

com esse album o publico deles vai aumentar bastante, letras simples e diretas, sem muito a schizonofrenia do primeiro.

até a próxima, bom te ver lá no show tom :)

Felipe Passarelli said...

ahh filmei quase tudo no muse, depois ve lá:

http://www.youtube.com/user/cybertechno

tom said...

fala, felipe. bem vindo de volta. uma amiga minha viu teu orkut e os milhares de filmes do show q vc postou no youtube! nao sou de ir em backstage, mas abri exceção pro muse pq um camarada da produção me chamou e a galera que tava comigo era tudo fa dos franguinhos (po, os caras sao pequeninos, mas gigantes no palco). se eu tivesse com grana tinha ido ver em sp, mas a ponte aerea ta muito cara (lugar pra ficar eu tinha). to a fim der bisar o nin, os shows da banda sao foda, vale a pena ir a sp pra ver. e, sim, o som do vivo é fraco, visto que a intro de take a bow soou abafada e distante. eles nao deram bola pra acustica quando fizeram a casa. só o som poderoso do muse pra dar uma disfarçada. mas, pelo menos a pista vip era uma pista de fas que pagaram, nao de gente nadave que vai só pela boca livre...

tom said...

pra mim, a tampa de shows do ano meio que fechou com o muse, ja que nada da lista do tim realmente me fala ao pau, tipo verei o mgmt, mas sei que eles nao sao bons ao vivo, e se rolar santogold, ok. nao faço questao de ver kanye west. pra mim, agora, só o justice no circo. vou no suicidal, mas ja vi a banda no auge. e se der pra ir, vou bisar o nin, claro...
*ah, ja ia esquecendo, bloc party no circo deve ser bem legal...

PEDRO BAMBAATAA said...

não fui ao MUSE...

desisti por causa da grana que estou guardando para os shows
do TIM FESTIVAL, já que não pago
meia e sou contra falsificar carteirinha...

Não sei se será o melhor show, mas para mim, com certeza é o mais aguardado, será o SHOW do grande PAUL WELLER, um dos ultimos artistas vivos da geração punk ainda na ativa...
Suas canções,na época do STYLE COUNCIL, marcaram muito meus 20 anos, e com certeza vou tentar estar na fila do gargarejo...

abraços!!

tom said...

o setlist de sampa. caraio, eles tocaram bliss, que n rolou em nenhum dos shows na america latina!

01 - Knights Of Cydonia
02 - Hysteria + The Groove
03 - Bliss
04 - Map Of The Problematique + Outro
05 - Supermassive Black Hole
06 - Butterflies And Hurricanes
07 - Citizen erased
08 - Jazz Intro + Feeling Good (Com "Confetes" da Platéia)
09 - Osaka Jam
10 - Invincible
11 - New Born + Riff 1 + Riff 2
12 - Starlight
13 - Time Is Running Out
14 - Plug In Baby (Com Balões)

-bis-

15 - Stockholm Syndrome + Riff 1 + Riff 2 + Riff 3
16 - Take A Bow

*geral aqui pediu citizen erased, que so tinha sido tocada no chile

nelson said...

Que show!! Meu irmão não conhecia uma música sequer e ficou amarradão. Se a gente parar um pouco pra pensar, não é fácil HOJE achar por aí um cara que cante, toque piano e guitarra com competência...vejam bem, quero dizer as três coisas juntas...

Espero não ler novamente que o MUSE é um Radiohead genérico...PQP

Achei bem civilizado o lance do valet, tanto na entrada quanto na saída. Coisa rara por aqui.

A fila realmente estava longa, mas surpreendentemente rápida...Experimenta ir no Maracanã ou no Engenhão num domingo... ;-)

No conjunto, apesar do som e do ar, valeu a pena pra cacete.

tom said...

poize, nelson. tbm nao concordo com essa comparação do muse com radiohead como se diz por ai (e se disse por aqui tbm). pra mim, generico de radiohead é o coldplay, que nao suporto. desde a primeira vez que ouvi me deu asco. o muse é uma boa mistura de prog rock, heavy metal e space rock com personalidade. o matthew é um prodigio e a banda, um trio, faz um som do caralho. mal posso esperar pra ver de novo...

tom said...

no final do show em bsb um amigo que tava la me disse que os caras falaram que pensam em voltar ao brasil para mais shows no ano que vem. tomara. e que tragam uma melhor produção de palco. e que toquem no claro hall.

nelson said...

Passei em frente ao HSBC Arena hoje e comentei com a patroa como seria do cacete o show lá...

Só tenho dúvidas em relação ao quorum...

NA CIDADE

JANEIRO TEM DUAS FACES:

CASAS & SHOWS: Circo Voador 13 - Posada & O Clã / Cícero & Albatroz 19 - Samba Rap Festival: Elza Soares / Karol Conka 20 - Samba Rap Festival: Emicida / Jongo da Serrinha / Bateria da Império Serrano 25 - Phoenix (FRA) 26 - Vanessa da Mata / Fióti / DJ Incidental 27 - Barão Vermelho

Fundição Progresso 13 - Natiruts 19 - BaianaSystem 20 - Tim Music no Samba: Xande de Pilares & Mumuzinho - Participação: Bateria do Salgueiro 26 – Johnny Hooker / Letrux 27 - Nando Reis

Teatro Odisseia 14 - Strike / Circus / Filtro Vermelho / Sheffield / Rotterdan 21 - Radnor With Lee (EUA) 28 - Demon Hunter (EUA) / Pantokrator (SUE)

Teatro Riachuelo 16 - Leila Pinheiro: Voz & Piano 23 - Ed Motta: Baile do Flashback 30 - Laila Garin & A Roda

Teatro Rival 20 - João Bosco: Voz & Violão 25 - Angela Ro Ro 26 - Bloco Sargento Pimenta 27 - Geraldo Azevedo: Voz & Violão

Audio Rebel 10 a 12 - Metá Metá 14 - Lá do Be 15 - Nana - Participação: Laura Lavieri 16 - Adaury Mothé Trio 17 - Rafael Rocha Quinteto 28 - N.D.R. / Triunfe / Dissonância 29 - Ana Baird & Camila Costa: Perigosas

Espaço Sérgio Porto 11 - Biltre 18 - Sinara 25 - Karine Carvalho: Galega Hits

Sala Baden Powell 8 - Giras Gerais - Participação: Frederico Demarca, Mario Broder, Lula Mattos 19 - Sempre Livre / Sylvinho Blau Blau / Dr. Silvana & Cia. 20 – Nelson Sargento 21 – Banda do Síndico 24 - João Donato - Participação: Carlos Lyra & Roberto Menescal & Marcos Valle 25 - Mario Adnet: Jobim Jazz 26 – Marcos Ariel 27 – Cris Delanno 28 - Azymuth

Beco das Garrafas 10 - Haroldo Mauro Jr.: Homenagem a J. T. Meirelles 11 - Thaís Fraga 12 - João Senise - Participação: Áurea Martins, Indiana Nomma, Mauro Senise, Nelson Faria, Pascoal Meirelles, Ricardo Costa, Rildo Hora, Sueli Costa 13 - Élid Bittencourt (20h) 13 - Ana Costa (22h30) 17 - André Gonçalves 18 - Lu Oliveira 19 - Georgiana de Moraes & Fernanda Cunha & Camilla Dias: Homenagem a Vinicius de Moraes (20h) 19 - Joyce Cândido: Homenagem a Elis Regina (22h30) 20 - Hélio Delmiro (21h) 20 - Maíra Freitas & Taís Feijão (22h30) 21 - Dóris Monteiro 24 - Rosana Sabença 25 - Conexão Rio: Homenagem a Tom Jobim 26 - Amanda Bravo: Homenagem a Durval Ferreira - Participação: Paulinho Trompete, Mauricio Einhorn, Rosana Sabença, Billy Blanco Jr., Thaís Fraga 27 - Hector Costita & Joseval Paes 31 - Maria Luiza

Casa de Cultura Laura Alvim 11 e 18 - Daniel Chaudon 14 - Lila 16 - Dani Black 21 – Pedro Mann 23 - Davi Moraes 28 – Qinho Canta Marina Lima 30 - Matheus VK

Teatro Café Pequeno 11 – Arranco de Varsóvia 18 – Verônica Sabino 25 – Elisa Queirós

Blue Note Rio 12 - Eliane Elias 16 - Big Gilson 17 - Roberto Menescal 18 - Gabriel Moura 19 - Daniel Jobim & Daniel Boaventura: Homenagem a Tom Jobim & Frank Sinatra 20 - MPB-4 23 - Escalandrum (ARG) 24 - Mayer Hawthorne (EUA) 25 - Wanda Sá & Gilson Peranzzetta & Mauro Senise: Homenagem a Tom Jobim & Vinicius de Moraes

KM de Vantagens Hall 19 – Molejo & É O Tchan – Participação: Ludmilla 20 - Ney Matogrosso: Atento aos Sinais

Imperator 10 - Márcio Gomes 12 - Menores Atos / Dead Fish 13 - Paulo Ricardo 14 - Feijoada e Roda de Choro: Bonde do Choro 14 - MPB-4 23 - Jazz Pras Sete: Chico Costa & Quarteto Artilheiro 24 - Quartas Brasileiras: Cordão da Bola Preta 27 - Forró Lánalaje: Marcelo Mimoso Trio / DJ Edna Carvalho 28 - Bloco Pipoca & Guaraná 31 - Toquinho: Voz & Violão - Participação: Camilla Faustino

Centro de Referência da Música (Tijuca) 10 - Tudo de Nós Dois: Homenagem a Noite Ilustrada 11 - Lilian Valeska 12 - Augusto Martins & Paulo Malaguti: Homenagem a Tom Jobim 13 - Sérgio Ricardo 17 - Ellen de Lima & Reginaldo Bessa: Homenagem a Lamartine Babo 18 - Rosa Marya Colin - Participação: Jefferson Gonçalves 19 - André Gabeh 17 - Eduardo Dussek 24 - Quinteto em Tom Maior 25 - Rosane Corrêa: Homenagem a Ella Fitzgerald 26 - Daíra: Homenagem a Belchior 31 - Ana Egito

Baile do Digitaldubs - HUB (Santo Cristo) 14 - Black Alien 21 - Cedric "The Congos" Myton (JAM) 28 - Mad Professor & Aisha

Música no Deck - Barraca do Pepê (Barra da Tijuca) 13 - Melim 14 - Roberta Campos 20 – Filipe Ret 21 – Kell Smith 27 – Um 44k 28 – Luiza Possi Barra Blues Festival 26 - Sergio Diab Stratoman / Projeto Soul Jazz / Ana Egito / Alamo Leal Blues Groover’s / Corcel Mágico 27 - RJ Café / UniJazz Brasil / The Blue Fever / Sergio Rocha / Serra Blues Trio 28 - André Barroso / WestSide Blues / State of Blues / Victor Biglione Festival Downtown Sunset - Shopping Downtown (Barra da Tijuca) 13 – IZA 20 – Gabriel O Pensador 27 – Biquini Cavadão

Rio Rock & Blues - Rock Experience (Lapa) 12 - Os Filhos de Rosemary / Ângelo Nani & Electric Rio Blues / Floyd Explica 13 - RJ Café: Tributo a Celso Blues Boy / Dr. Silvana & Cia. 19 - Titanossauros / Conexão Japeri 20 - Love & The Lovers / The Loreleis 26 - The Smiths Cover 27 - Pedro Santana Trio / Elemento Surpresa / A Bolha Revisited

Circuito SESI 24 - Centro: Fhernanda Fernandes - Participação: Nana Kozak, Sandra Duailibe, Clarisse Grova, Ninah Joh, Andréa França

MIXXX: 10 - Abertura da Exposição "Elfos e Outras Paradas Iradas", de Layla & Nina: DJs Saddam, Rapha Lima, Zédoroque e Tamenpi – La Cucaracha / Ipanema 11 - Blastfemme / LoveJoy – Coletivo Machina / Lapa 12 - O Inimigo (SP) / Desabar / Neon Dharmas / ContraCultura – Germinal / Campo Grande 12 - Baco Exu do Blues / Djonga – HUB RJ / Santo Cristo 12 - Bloco Me Beija, Crush – Cordão da Bola Preta / Lapa 13 - Medulla / No Longer Music (EUA) / Marcão Baixada / Canto Cego / Thiago El Nino / Stereophant / Emana Helena D'Troia / Poëtka – Teatro Raul Cortez / Duque de Caxias 13 - Best Trick Rock Festival: Cliva / Pilfer / MethoD / Exilados / Caos Banal / Revert / BK-81 – Praça Guilherme da Silveira / Bangu 13 - Festival Bombardeio Sonoro: Mundo no Kaos / Drunkers (SP) / Sistema em Decomposição / Pesadelo Cotidiano / Sub Atitude – Travessa Laurinda / Complexo do Alemão 13 - Festival Rock no Parque: Folks / Neuttra / Sheffield / Altopo – Arena Dicró / Penha 13 – O Inimigo (SP) – Motim / Centro 13 - Mato Jam: Arcpelago / Blind Horse / Gods & Punks – Nectar / Vargem Pequena 13 – Beach Combers – Fábrica Nômade / Jacarepaguá 13 - Reverb / Qu4rto Teto / Casavera – Espaço Multifoco / Lapa 13 - Baile dos Botos: Cobra Venenosa (PA) – Caboclã / Lapa 13 - Álister / Smoking Rats / Domestic Junkies – Sinuca Tico-Taco / Lapa 13 - Blastfemme / Cheyenne Love – Escritório / Centro 13 – Minha Luz é de Led – HUB RJ / Santo Cristo 13 - Nove Zero Nove / Diabo Verde / Amsterdan / Triunfe – Studio Line / Botafogo 14 - Festival Chaosphere: Gutted Souls / Siriun / Vociferatus / Ágona / Evil Inside / Poison Thorns – Lira de Ouro / Duque de Caxias 14 - Cândido / Nós e Os Pássaros / Dona Penha – Pub 16 Bits / Jacarepaguá 14 - Samba Social Clube (gravação do dvd): Zeca Pagodinho, Fundo de Quintal, Moacyr Luz, Arlindo Netto, Inácio Rios, Marcelle Motta, Mingo Silva, Mosquito, Nego Álvaro, Renato Milagres – Teatro Popular / Niterói 14 - Forkill / Metalmorphose – Calabouço Bar / Vila Isabel 17 – Matheus VK – Teto Solar / Botafogo 19 - Maratona Black - Baile Charme – Gafieira Elite / Centro 19 - O Rappa: Tour de Despedida – Quadra da Mocidade / Padre Miguel 20 - Festival Rock in Brisa 4: 90 Contos / Cosmobox – Espaço Tequila´s / Guaratiba 20 - Playmobille / Tem Amor – La Esquina / Lapa 20 - Indivíduo K / Cândido / Banheiro Azul – O Pecado Mora ao Lado / Praça da Bandeira 21 - Aniversário de 57 Anos do Cacique de Ramos 21 - Festival Lona Rock Sunday: Memora / The Outs / Corcel Mágico – Lona Terra / Guadalupe 21 - Lu Oliveira – Praia de Conceição de Jacareí / Mangaratiba 26 - Laurent Garnier (FRA) 26 - Bloco do S Convida KL Jay – Fosfobox / Copacabana 27 - Slide / Sollarium / Fresno / Glória / Strike - Clube Tamoio / São Gonçalo 27 – Matanza – Arena Fernando Torres / Parque de Madureira 27 - Visibilidade Transvestigenere - Beco Encantado: Mulher Pepita & MC Xuxu – Beco do Rato / Lapa 28 - Festa Divina Circus: IZA – Clube 4 Linhas / Bento Ribeiro 28 - Bloco Eficiente: Inclusão Se Faz Com Várias Mãos – Praça Paris / Glória 28 - Facing Fear / Stuff / Cidade Nua – Rock´N Beer Pub / São Gonçalo

exposição de fotografias de Raymond Depardon, “Un moment si doux”. Depois de passar por Paris e Buenos Aires, o CCBB Rio recebe as 170 fotografias de diferentes cores e formatos tiradas na Europa, África e América Latina, incluindo o Brasil. Ate 22 de janeiro. qua-seg 9am-21pm. Grátis.

CIRQUE DU SOLEIL CHEGA AO RIO DE JANEIRO COM ESPETÁCULO INÉDITO, NO PARQUE OLIMPICO Após temporada de sucesso em São Paulo, AMALUNA estreia no Rio de Janeiro dia 28 de dezembro

MOSTRA NA CAIXA CULTURAL RIO DE JANEIRO EXIBE O CINEMA DE HAL HARTLEY Programação reúne todos os 14 longas do diretor americano, além de debate, sessões comentadas e um curso de roteiro cinematográfico de 23 de janeiro a 4 de fevereiro de 2018 (terça a domingo)

O Ministério da Cultura, o Centro Cultural Banco do Brasil e a Associação de Críticos de Cinema do Rio de Janeiro apresentam a 14ª Mostra Melhores Filmes do Ano Além das exibições dos filmes, a mostra traz homenagens e catálogo especial com textos sobre os filmes e as iniciativas cinematográficas que fizeram a diferença em 2017 De 24 de janeiro a 1 de fevereiro
PROG IN BRASIL: Carl Palmer, Premiata Forneria Marconi, estarão no Brasil em 2018, se apresentando nas cidades de Belo Horizonte, Porto Alegre, Rio de Janeiro e São Paulo, como parte da Top Cat Concert Series 2018. Os italianos do Premiata Forneria Marconi CHEGAM EM ABRIL. O grupo de rock progressivo, formado em 1971, vem lançar seu novo álbum 'Emotional tattoos', e também vai tocar seus clássicos. Maio vai trazer o baterista do Emerson, Lake & Palmer e também do Asia, Carl Palmer, com seu tributo ao ELP.Show promete surpresas com algumas participações especiais de peso.

FERNANDA ABREU TRAZ ‘AMOR GERAL’ PRO CIRCO VOADOR Noite conta com convidados como Dream Team do Passinho, Fausto Fawcet, Não Recomendados e muito mais DIA 03 DE FEVEREIRO

A PRIMEIRA NOITE DE UM HOMEM': 50 ANOS O FILME QUE LANÇOU DUSTIN HOFFMAN, COMO UM FORMANDO, QUE É SEDUZIDO PELA MÃE DE SUA NAMORADA, A FAMOSA SENHORA ROBINSON, DAQUELA MUSICA DE SUCESSO DA DUPLA SIMON & GARFUNKEL (FEITA PELA FALECIDA ANN BANCROFT), ESTÁ DE VOLTA. O RELANÇAMENTO, EM COPIA DIGITAL REMASTERIZADA, COMEMORA OS 50 ANOS DO FILME. QUE CONTINUA MUITO BOM. E AINDA TEM 'THE SOUND OF SILENCE', COMO MUSICA DE ABERTURA.

RU PAUL´S DRAG RACE TOUR: Em 2018, as drag queens de RuPaul's Drag Race vão levar a turnê oficial do reality-show, WERQ THE WORLD TOUR, para a terra do “Come to Brazil”! Michelle Visage vai comandar a apresentação no Brasil e todos os shows contarão com performances ao vivo de algumas das drag queens mais inesquecíveis de RuPaul's Drag Race, entre elas, as recém-divulgadas participantes da terceira temporada de All Stars, Shangela e Kennedy Davenport. Outras fan favorites devem marcar presença, como Detox, Kim Chi, Violet Chachki, Valentina e Peppermint. Ainda haverá um pré-show com DJ set e performance de Lady Bunny, a drag queen que é uma lenda da cena noturna de Nova York. 23/FEV TEATRO BRADESCO/RJ

(colaborou @DonnieDarko73);

Blog Archive

Buscar

About Me

tom leão
Vanuatu
amigo dos amigos, amante de música, cinema, boa comida, de pedaladas e caminhadas
View my complete profile
Powered by Blogger.

Popular Posts

Translate

Followers