Pages

Tuesday, February 12, 2008

Shamrock


Aí eu tava na festa de um amigo que ia pra India, na Lagoa, quando a cabeça do Cristo pousou bem no meio da pista de veiculos e varias explosoes pros lados de Copacabana foram ouvidas. Ai a gente saiu fora do predio pq destroços vinham do morro atras da gente e corremos desesperados. Ainda bem que um amigo tava com uma camera filmado a festinha e acabou pegando uma panoramica assustadora da situação quando chegamos ao topo da Sacopã e vimos Copacabana semi destruída e em chamas, pensamos: fudeu! Que porra era aquela? Ao longe, na divisa do Arpoador, entre Copa e Ipanema, vimos a cauda do que seria uma especie de monstro marinho gigante, provavelmente veio de alguma fenda aberta no oceano atlantico a nossa frente, ele se encaminhou pra roda gigante ali no posto seis e fez um estrago geral. A essa altura a gente ja tinha rapado fora de bike, pq estava intransitavel pelas ruas, de carro, e chegamos a Ipanema a tempo de ver a criatura atravessando o dois irmãos (por cima, claro) e se mandando la pros lados da Barra, deixando atras de si um rastro de destruição e morte. Ainda bem que nao moramos numa ilha, assim foi mais facil de se espalhar. Sobrevivemos...
*assistam a Cloverfield para entender o que se passaqui.

23 comments:

André Imbuzeiro said...

Eu conferi o filme na primeira oportunidade que tive de conhecer o Kinoplex (Severiano Ribeiro) novo do shopping Tijuca.
O filme é maneiríssímo, mas quase no final do filme, a tela ficou sem imagem de demorou em torno de 1 minuto pra voltar.
O cara da cabine devia estar dando uma aliviada no banheiro e esqueceu que tinha que "virar o lado do disco". Vacilo!

Ao sair da sala, fui ao banheiro e... a luz apagou e entrou a de emergência devido à tempestade que estava caindo no final da tarde do último sábado. As escadas-rolante ficaram molhadas porque o teto de vidro do Kinoplex estava vazando a água da chuva.

PEDRO BAMBAATAA said...

gostei do roteiro tom...
eu acrecentaria o fator bandidagem.
já pensou como a marginália
se comportaria nessa situação?

seria uma loucura esses caras
se aproveitando da invasão de
um monstro a nossa cidade maravilhosa... iam pilhar tudo...
rs...

devo ir ver sim...
mas cara, o que foi o ultimo
comentário do post anterior?
nosso amigo lembro do AFRODITE
SE QUISER!!. cara essa foi
do fundo do baú... nem me lembrava mais dessas muié...
sensacional!!

sobre o filme devo ir ver hoje,
tirei 15 dias de férias e vou
ver a indicações da cova
abraços!!

tom said...

ao sair da sessao, ontem a tardinha no belo cine palacio (um de nossos ultimos e mais bacanas cinemoes do rio, ao lado do leblon, so que o palacio ta mais bem tratado, som e imagem dez, e só $ 10 a inteira), me vi numa cena de cloverfield: muito lixo nas ruas, desordem, mulambos, fezes humanas ao longo da grade lateral do passeio publico, restos de obras, enfim quase o rastro da passagem de um monstro pelo centro da cidade. sinistro!

André Imbuzeiro said...

Esse monstro tem nome, Tom, é Falta de Educação do Povo Brasileiro.

tom said...

e tem outro monstro nos atacando, andre, a industriautomobilistica. saiu esses dias nos jornais que a industria festeja o aumento da venda de automoveis em janeiro. bom, se a gente ja nao tem quase espaço nas ruas e calçadas e se o ar ja nao fosse tao poluido e as cidades tao engarrafadas (em sao paulo, p ex, entram em circulação tipos uns mil carros por dia!), seria algo a se festejar. mas, pra mim, definitivamente, nao é...

Alessandro said...

Por isto que nem carro eu tenho!
Decidi me deswfazer deste monstro!
Muitos me chamam de maluco, mas vivo ótimamente bem com o buzão e taxi. Sai até mais barato!!!!

Alguém optou por isto tb?

tom said...

cara, fiz minhavo vender o carro velho dela ha dois anos. nao so por conta da idade dela, mas que ainda manda bem, mas pq, provei a ela que é mais barato ela pegar taxi do que pagar ipva, gasosa, estacionamento, multas e tudo. se ela pegar taxi, mesmo que todo dia, ainda gasta menos, polui menos, se estrsssa menos e, por isso, vai viver bem mais. elaté quis me dar o auto, mas eu nao quis, fiz auto-escola, mas nao tirei carteira e nao sinto a menor falta desse troço, ando a pe, de bike, de bus e, quando viajo, vou de plane ou buzum tbm, carro praq? tem gente q usa ate pra ir na padaria da esquina, troca todo ano por simbolo de status, ridiculo. quem precisa, ok. eh triste ver no engarrafamento milhares de carros so com o motorista, sequer rola o transporte comunitario. carro é util, mas o rio ja ta saturado...

RENATO BIAO said...

fala grande tom!
vou ver se consigo assistir o filme por estes dias, já q estou de férias...
sou totalmente a favor do transporte alternativo de verdade -bicicleta por exemplo...
acho q por conta dos interesses políticos e comerciais q estão contidos na expansão da industria automotiva nós nunca vamos ter uma malha de ciclovias decente, como se vê em cidades da europa.
tbm não faço a menor questão de ter carro,por opção mesmo, leva uma grana da gente ,e me viro bem com os trens , buzão e taxi-pra sair a noite, bem melhor que ir para festas , beber e sair por aí matando inocentes...

Conheça o Cartão Mega Bônus said...

Coloquei no papel que o gasto com um carro pequeno seria de mais de R$1400(financimento + combustivel + manutenção + impostos) por mês eu desisti!

Vivo feliz assim:
Buzão para a correria, Barcas para travessia(moro em Niteroi), taxi para os horários mais darks ou lugares afastados e metro para andar do Centro até o fim da linha subterrânea...

Como seria linda uma cidade com metrô/trem para tudo que fosse lado!!! Principalmente com serviço de qualidade...

Ficar estressado no rush?
Estou fora desde sempre!!!!

Outra Dica:
Se fizer as contas é MUITOOOOOO mais barato andar sem carro e alugar um "bicho de 4 rodas" para viagens ocasionais ou saídas estratégicas nos fins de semana...
Meu sogro faz isto desde o fim da década de 70!!!!

pacheco said...

Só ando de carro desde que o 485 em que eu estava virou (tombou)no fundão.

PEDRO BAMBAATAA said...

caraio!! fui ontem o UCI ver
CLOVERFIELD...

o ambiente estava adequado...
eu, minha mamorada é mais
5 mamelucos na sala... silencio
total...

o filminho é de tirar o folego...
grande sacada do diretor fazer
o filme através da filmadora...

a sequencia que se segue depois
do desabamento do empire state,
é foda...

o único pobrema, é que o papai
aqui, não consegue jogar games
em 1ªpessoa, fico com muita
asia... sei lá o que é... mas
me sinto mal... e voltando ao
filme ele é como um jogo em 1ª
pessoa... e aí, saí da sala
meio enjoado...

mas puta que pariu em matéria de
filmes com monstro, acho que este
superou todos anteriores...

ha sobre essa do taxi, um amigo
que é taxista, já me provou que
é mais jogo eu vender meu carro...
porém sou meio suburbano, adoro
lavar o carro, dar um trato, e
dar uma voltinha pela lagoa...

abraços!!

tom said...

mas ninguem aqui é contra carro, mas por um modo mais organizado de viver com eles. la em casa tem um, mas so pros fins de semana, serra, barra, coisa e tal. no dia a dia vou a pe, de buzum e bike mesmo (e de metro, caso ele me servisse). e no rio ha onibus demais na zs e de menos na zona oeste, dai as vans. nos eua carro é vital, ate pq eles andam sozinhos e as pistas sao macias como tapeters felpudos. aqui, carro é sinal de caos. cada cidade tem que se adaptar a isso, como os holandeses, que usam as bikes pq la é apertadinho. aqui dava pra gente usar mais bikes e onibus mais coordenados com integracoes (o povo daqui gasta mais com passagens do que o povo de nova york, p ex) e menos linhas indo para o mesmo lugar. mas existe uma mafia contra isso, ja que o jaime lerner, ainda nos tempos do brizola, propos pra ca um plano perfeito, que nunca foi usado. tem jeito pra tudo, mas aqui sempre rola um por baixo que a gente nao consegue anular...

André Imbuzeiro said...

Minha carteira venceu há 5 anos e nunca renovei. De uns anos pra cá eu tenho percebido como é chato ter carro, fora os custos, os absurdos, a cervejinha do guarda, é lugar pra estacionar, preocupação com o carro na rua, no sinal. É tanta coisa que já praticamente desisti. E aí a consciência pesa por conta da poluição.
Meu primo sai de casa para dar aula na academia onde trabalha há 3 quarteirões de distância, de carro! É fazer questão de parecer playboyzinho tijucano (e eu sou tijucano desde sempre mas detesto esse comportamento).
Eu trabalho no centro, vou de ônibus todo santo dia e quando chove muito pego um táxi na volta. Quando vou pra night é metrô e taxi.
Minha mãe mora na Barra e lá é um bairro chato pra andar sem carro, tudo longe, mas o condomínio dela, assim como outros, tem ônibus privativo que leva pra vários cantos. E ir à praia de bike é muito bom.

Otaner said...

O dia que alguém (imprensa/governo/povo) começar a lutar de verdade contra a máfia do transporte publico no Rio acho que volto a ter esperança na cidade.

É incrível o silêncio que rola por aí do tipo "ah é assim mesmo".

Rainha Popota said...

Viu como total dá pra se identificar? E, do jeito que anda a Lagoa, eu acho que não demora para criaturas mutantes surgirem fazendo algum estrago por aqui. Tipo um ser criado a partir de detritos, resíduos químicos e canudinhos.

E, como eu já disse no blog, acho que grande parte do fracasso de cinema que está sendo Cloverfield vem por causa do título MONGOL que jogaram nele, sério mesmo. Sem contar pouca divulgação, né? Só o povo mais informado dos feitos de Abrams que acabou sendo levado aos cinemas.

Ah, phodda-se a massa, eles não sabem o que estão perdendo! Que se divirtam vendo o filme da *argh* Jessica Alba nas férias.

;*

P.S: contagem pro show do MCR! Algo me diz que vai ser ótimo, apesar da minha fase fã obcecada ter passado e eu nem estar por dentro de grande parte do Black Parade!

tom said...

aliás, "cloverfield" é, na verdade, uma bonita historia de amor. o filme que interessa é o que estava por baixo da fita que está sendo apagada por causa da festa e da chegada do monstro. daí ser cloverfield, campo de flores clover, que sao conhecidas na irlanda como a flor da paixão (e também como shamrock, daí o meu titulo). cova tbm é cultura...

André Imbuzeiro said...

É por isso que eu passo aqui todo dia. Não sabia o significado do nome.

Voltando ao assunto do transporte no rio, lembrei hoje de um detalhe nos ônibus: os assentos especiais, aqueles logo na entrada com o ferro pintado de vermelho, são de exclusividade para idosos, gestantes e deficientes. E ninguém respeita. Mas acho até que essa falta de respeito é mais ignorância mesmo, mas pessoas não sabem disso. Eu sempre evito sentar nesses assentos, fico em pé se for o caso.

tom said...

ainda sobre carros, o que me irrita mesmo, acima de tudo, são esses babacas de pau pequeno que compram imensos carros 4x4 pra andar nas estreitas ruas do rio! e esses carros/trucks mal cabem nas garagens, estacionam mal nas ruas e ameaçam os outros (sao sempre os que mais avançam sinal e tal). sem contar os que compram carros que dao 300km pra andar em ruas cuja velocidade maxima é 60/80. praq?

tom said...

neste link existem mais respostas e duvidas sobre clovefield. mas, atenção: se vc ainda nao viu o filme, é melhor ficar longe:

http://www.imdb.com/title/tt1060277/faq#.2.1.35%20Spoiler

*anyway, eles citam a flor, mas nao fazem a relaçao amorosa

tom said...

o mar maluco nessa historia toda é que, na ultima vez que estive em manhattan, em setemnbro passado, passei em praticamente TODOS os locais onde se passa o filme. o predio onde ta a garota, escorado no outro, é o time-warner em columbus circle, cinco quadras de onde fiquei, bem como aquela ponte do central park. ate na estação de spring st eu desci! e tbm passei na frente do woolworth bld, que é o primeiro a cair. so a travessia da ponte do brooklyn fiz em 2005. sei la, adoro essa cidade e o filme me deixou com pena dela. nunca fiquei triste com cidades destruidas em filmes, mas dessa vez foi tao real e recente (rs)

tom said...

CLOVERFIELD COM INTEIRA A r$ 4 (MEIA POR APENAS r$ 2!!!) ATÉ O DIA 21 DE FEVEREIRO, SOMENTE NA SESSÃO DAS 15H DO CINEMARK DOWNTOWN (BARRA).

tom said...

off: um dinossauro do meio musical empresarial me contou noite dessas que as vindas de shakira e justin timberlake este ano não passam de miragem. shakira ja encerrou a sua turne e justin nao se garante no maraca, uma apotesoe talvez, mas isso nao pagaria os custos. ele tem uma grande empresa de produção e empresaria shows gringos aqui, ta trazendo o dylan, entao...

tom said...

cloverfield trivia:

http://www.imdb.com/title/tt1060277/trivia

NA CIDADE

JULIANAS:

casas & shows: Circo Voador 18 – Metá Metá / Rakta 19 – Roberta Sá  20 – Testament (EUA) 25 – Johnny Hooker 26 – O Baú do Raul – 25 Anos: Marcelo Nova / Mauricio Baia / B.Negão / Chico Chico / Karina Buhr / Rick Ferreira / Vivi Seixas

Fundição Progresso 18 e 19 – Novos Baianos 25 - Mitchell Brunnings (HOL) / Orquestra Brasileira de Música Jamaicana 26 – Festival RapRJ 7: Cone Crew Diretoria / Luccas Carlos / Froid / 1Kilo / ADL – Participação: Ducon / Modestiaparte – Participação: Liink & Buddy Poke

Teatro Rival 18 – Festa La Cumbia 19 - Afrojazz - Participação: Larissa Luz & Jesuton 23 - Michael Sweet (Stryper) & John Schlitt (Petra) 24 - Júlia Bosco & Emerson Leal & Gustavo Macacko – Participação: Mart´nália & Simone Mazzer 25 – Alma Thomas 26 – Jay Vaquer 50 meia Setor A, 40 meia Setor B, 30 meia Lounge 30 – Cabaré Diferentão

Teatro Riachuelo 29 – Paulo Ricardo Teatro Odisseia 18 – Ordinária - Baile do Lindote: Molejo 24 - The World is a Beautiful Place & I am No Longer Afraid to Die / gorduratrans / E A Terra Nunca Me Pareceu Tão Distante  26 - Esteban Tavares / Sheffield 

Vivo Rio 18 - Postmodern Jukebox (EUA)  19 – Barão Vermelho 20 – Roy Hargrove & Roberta Gambarini 25 - Jacob Collier (ING) 

Baratos da Ribeiro (Botafogo) 19 – Vespeiro: Marcelo Perdido / Real Sociedade / O Branco e o Índio 26 - Vespeiro: Tacy de Campos / Jonnata Doll & Os Garotos Solventes

Estúdio Hanói (Botafogo) 18 - Nativity in Black Fest: Justabeli (SP) / Dark Tower / Profane Art  19 - Festival Nativity in Black: Justabeli (SP) / Dark Tower / Profane Art  27 - Back To Hanoi Metal Fest: Forkill / Unmasked Brains / Evil Inside / Savant  30 - Rectal Smegma (HOL) / Uzômi / Baga  Audio Rebel 16 – Quintavant: Thiago França: Sambanzo 17 – Quintavant: Thiago França: Space Charanga Quarteto 18 - Jair Naves & Britt Harris / Kasparhauser 19 – Quintavant: Ava Rocha 20 - Homenagem a John Coltrane (Widor Santiago, Sergio Barrozo, Adaury Mothé, Didac Thiago, Roberto Rutigliano) 23 – Quintavant: Hans Koch (SUI) - Participação: Bella, Thomas Rohrer, Cadu Tenório, Antonio Panda Gianfratti 24 – Quintavant: Hans Koch (SUI) - Participação: Thomas Rohrer, Antonio Panda Gianfratti 30 – Quintavant: AJJA (Pedro Calmon & Alex Frias)

Espaço Sérgio Porto 18 - Marcio Lugó / Capela  24 - Mulheres de Buço 25 - Whipallas 31 - CEP 20.000

Sala Baden Powell 16 - Donatinho: Homenagem a João Donato - Participação: Ithamara Koorax, Wanda Sá, Cris Delanno, Amanda Bravo, Ricardo Silveira 19 - Quarteto do Rio 23 - Lúcia Menezes 26 - Marcel Powell - Homenagem a Baden Powell - Participação: Thais Motta, Ithamara Koorax, Gabriel Aquino, Amanda Bravo, Dilma Oliveira 27 - Dorina Canta Aldir Blanc 30 - Eliana Pittman

Theatro Net Rio 16 – Laila Garin & A Roda 22 – Paulo Miklos 12/09 Simone Mazzer

Beco das Garrafas Casa de Cultura Laura Alvim 09 e 10 – Festival Levada: Luísa Maita 15 – Katerina Polemi 16 e 17 – Festival Levada: Apanhador Só 23 e 24 – Festival Levada: Bruna Mendez 30 e 31 – Festival Levada: Tamy

Teatro Ipanema 15 - A.Nota: Sambas do Absurdo (Juçara Marçal & Rodrigo Campos & Gui Amabis) 16 - Aíla (PA) – Participação: Posada 17 - Ana Frango Elétrico / Thiago Nassif 18 - Amora Pêra 22 - A.Nota: Marcelo Vig & Marcos Suzano

Teatro Café Pequeno 17 - Lu Dantas & Natália Boere 24 - Marcos Oliveira 31 - Filtra

Metropolitan 24 – Hanson (EUA) 26 - Lindsey Stirling (EUA) Teatro Bradesco 18 – Leo Jaime 24 – Almir Sater

Teatro Municipal de Niterói 18 e 19 – Roberta Campos 22 – Clube do Choro Homenageia Noel Rosa 24 – Quarteto do Rio

Planet Music (Cascadura) 18 - Torture Squad / Hatefulmurder / Reckoning Hour / Warcursed  19 - Black Days (SP) / Sheffield / Amsterdan / LaVille  26 - Festival Invasão Underground 2: Inversa (SP) / Maieuttica / Adrift / Tormentta / The Last Whale 

Imperator 16 - Quartas Brasileiras: Tia Surica - Tributo a Clara Nunes - Participação: Nilze Carvalho, Ana Quintas, Mariene de Castro 22 – Jazz Pras Sete: Folakemi Duo 23 – Maurício Mattar – Participação: Alexandre Pires 24 - Homenagem a Dalva de Oliveira: Amelinha, Zezé Motta, Dóris Monteiro, Leny Andrade, Rita Beneditto, Áurea Martins, Agnaldo Timóteo, Simone Mazzer, Zé Renato, Eliana Pittman, Rosa Maria Colyn, Luciene Franco, Ellen de Lima, Ataulfo Alves Jr, Gottsha 30 – Agnaldo Timóteo 31 – Samba do Imperator: Grupo Arruda, Marquinhos de Oswaldo Cruz, Arlindinho

Centro de Referência da Música Carioca Artur da Távola (Tijuca) 16 – Coletivo Samba na Rua 17 – Quinta Instrumental: Jimmy Santa Cruz 18 – Victor Mus 19 – Danilo Caymmi 23 – Fábrica Nômade Sonora 24 – Quinta Instrumental: Carlos Café 25 – Laura Zennet 26 – Quarteto do Rio 30 – Projeto Vitrola

FM Hall 23 – Manu Gavassi (grátis) 29 – Illy (grátis)

La Esquina (Lapa) 17 - Red Mess / Blind Horse / Stoned Jesus 24 – Mobile Drink

Smokey Rio (Lapa) 19 – Festa Rio Vinil Clube 26 – Bel Almeida Ganjah (Lapa) 18 – Duda Brack & Thiago Ramil 23 – Festa HempFyah: Rafyah Dread & Hempfield DubLab / Lion Dornellas / André Pfefer / Tagu Selectah Vibration 25 - Azul Casu & 3 du Mar

Casa de Baco (Lapa) 17 – Gafieira Pé de Louro 19 – Relógio de Dalí 24 – Joyce Cândido

CCBB 18 - Festival CCBB - Quanto Mais Tropicália, Melhor: Pato Fu / Céu – Praça do Centro Cultural dos Correios (22h – R$ 20) 19 - Festival CCBB - Quanto Mais Tropicália, Melhor: Pedro Luís & A Parede / Tom Zé – Praça do Centro Cultural dos Correios (22h – R$ 10)

Quintas no BNDES 17 - Byafra: 35 Anos de Sucesso 24 - Luiza Borges 31 - Tarita de Souza

Circuito SESC 16 – Copacabana: Philippe Baden Powell & Quarteto Ludere: Baden Powell 80 Anos 18 – Niterói: Clara Gurjão 26 – Engenho de Dentro: Clara Gurjão Circuito SESI 26 – Duque de Caxias: Tiê 25 – Jacarepaguá: Tiê _____________________________________________________________

mixx: 18 - Carmen Blues – Bar Kunin / Vila Isabel 18 – Sara & Nina – Olho da Rua / Vila Isabel 18 - Ronaldo Diamante – TribOz / Glória 18 - Wake the Dead Festival: Surra (SP) / Rats / Der Baum (SP) / Nove Zero Nove – Clube Mageense / Magé 18 – RaggaBrass – Boulevard Olímpico / Praça Mauá 18 - O Rappa - Tour de Despedida – Quadra da Grande Rio / Duque de Caxias 19 - Insurgente Rock Festival: Maieuttica / Ágona / Born2Bleed / Melyra / Forkill / Negah – Caixa de Surpresa / Bangu 19 - Breaking Bad - A Festa: Cervical / Controle / Mau Presságio – Buffallos Bar / Méier 19 - Festa RapSoul 5 Anos: Rael – Armazém / Praça Mauá 19 - Akira Presidente – Espaço BF / Mesquita

20 - Caxias Hell Festival: Velho / Justabeli (SP) / Dark Tower / Gutted Souls / Unnature / Vicious – Lira de Ouro / Duque de Caxias 25 - Bloco Fanfarra D´Águas – Praça das Nações / Bonsucesso 25 - Rogério Caetano - Participação: Hamilton de Holanda – Eco Som / Botafogo 25 - Arraiá do Bloco Vem Cá, Minha Flor – Feira de São Cristóvão

LEO JAIME LEO "GUANABARA" JAIME Com mais de 30 anos de carreira, Leo Jaime experimenta momentos de grande intensidade em sua vida profissional. Além da obra consagrada, como cantor e compositor, o artista está sempre atuando em novos projetos. Humor, interpretações arrebatadoras, inteligência e versatilidade são as marcas deste artista que apresenta ao publico carioca, no dia 18 de agosto, no Teatro Bradesco Rio, o espetáculo “Leo “Guanabara” Jaime”. No show ele relembra seus grandes sucessos musicais e as histórias por trás das canções e dos bastidores do Rock Brasil

PROGRAMAÇÃO BLUE NOTE JAZZ CLUB RIO (ONDE ERA A MIRANDA, NO COMPLEXO LAGOON, NA LAGOA, LADO LEBLON):   07/09 - Quinta-feira 20:00 Maceo Parker 22:30 Maceo Parker   08/09 – Sexta-feira 21:00 Maceo Parker 23:30 Maceo Parker   09/09 – Sábado 21:00 Sergio Mendes 23:30 Sergio Mendes   10/09 – Domingo 20:00 Sergio Mendes 22:30 Sergio Mendes   13/09 - Quarta-feira 20:00 Jaques Morelenbaum convida   16/09 – Sábado 21:00 Baby do Brasil 23:30 Baby do Brasil   17/09 – Domingo 20:00 Baby do Brasil 22:30 Baby do Brasil   20/09 - Quarta-feira   20:00 Jaques Morelenbaum convida   27/09 - Quarta-feira 20:00 Anne Paceo 28/09 Quinta-feira   20:00 Orquestra Atlântica 22:30 Orquestra Atlântica    Outubro   04/10 - Quarta-feira 20:00 Ala.Ni 05/10 – Quinta-feira 20:00 Chris Botti 22:30 Chris Botti  06/10 – Sexta-feira 21:00 Chris Botti 23:30 Chris Botti    07/10 – Sábado 21:00 Chris Botti 23:30 Chris Botti    08/10 – Domingo  20:00 Chris Botti 22:30 Chris Botti  11/10 - Quarta-feira 20:00 Teresa Salgueiro 22:30 Teresa Salgueiro    12/10 – Quinta-feira 20:00 Teresa Salgueiro 22:30 Teresa Salgueiro    20/10 – Sexta-feira 21:00 Chick Corea & Steve Gadd Band 23:30 Chick Corea & Steve Gadd Band   Novembro 02/11 Quinta-feira 20:00 Spyro Gyra 22:30 Spyro Gyra   03/11 Sexta-feira 21:00 Spyro Gyra 23:30 Spyro Gyra   04/11 Sábado 21:00 Spyro Gyra 23:30 Spyro Gyra   15/11 Quarta-feira 20:00 Laura Perrudin   16/11 Quinta-feira 20:00 Didier Lockwood Trio 22:30 Didier Lockwood Trio

ULTRA BRASIL ANUNCIA A PHASE 1 DE SEU LINEUP PARA A EDIÇÃO 2017: ADAM BEYER, ALESSO, ARMIN VAN BUUREN, DAVID GUETTA, JAMIE JONES, JOSEPH CAPRIATI, SASHA & JOHN DIGWEED e THE MARTINEZ BROTHERS SERÃO HEADLINERS FESTIVAL ACONTECE NOS DIAS 12, 13 E 14 DE OUTUBRO NO SAMBÓDROMO DO RIO

_______________________________________________________ CURSOS DE AGOSTO no Estação NET Botafogo    - História do Cinema Independente Brasileiro, com Cavi Borges    - Ancine e o fomento ao audiovisual brasileiro, com Julio Augusto Zucca    - Cinema Afrodisíaco? O sexo na tela, com Dodô Azevedo

Circuito Estação NET de Cinema e Cinemateca do MAM apresentam: Exposição CINEMA EM CASA: Equipamentos do acervo da Cinemateca do MAM. A partir de 23 de fevereiro, no Estação NET Botafogo de 23 de fevereiro a 23 de agosto 2017 Horário de visitação: 14h às 22h Entrada franca

DISTOPIAS BRASILEIRAS NO CINEMA A CAIXA Cultural Rio de Janeiro apresenta, de 15 a 27 de agosto de 2017, a mostra cinematográfica Brasil Distópico, que traça um panorama da produção nacional sobre as distopias. Para a programação, os curadores Luís Fernando Moura e Rodrigo Almeida selecionaram 37 curtas e longas-metragens que imaginam diferentes futuros sombrios para o país, entre clássicos da ficção-científica brasileira e obras menos conhecidas.  Na programação, filmes como O quinto poder (1962), de Alberto Pieralisi, e Brasil ano 2000 (1969), de Walter Lima Júnior. Outras incorporam as convenções da ficção científica, encenando a ameaça nuclear e o colapso do planeta, como Parada 88: o limite de alerta (1978), de José de Anchieta; e Oceano Atlantis (1993), de Francisco de Paula. Há, ainda, aqueles que instalam o cinema de gênero em imaginários locais do Brasil, como é o caso de Abrigo nuclear (1981), de Roberto Pires; e Areias Escaldantes (1985). ESTE ULTIMO, TRAZ NO ELENCO, VARIOS NOMES E BANDAS DO ROCK BRASIL DOS ANOS 80, COMO LOBÃO, TITÃS, E TEMA-TITULO DE LULU SANTOS.

DEIXA NA RÉGUA: O filme estreia no dia 10 de Agosto no INSTITUTO MOREIRA SALLES com sessões às 16h e 20h e no CINE SANTA com sessão às 17h10. Deixa Na Régua. Direção: Emílio Domingos. Produção: Osmose Filmes. Documentário. Brasil. 73 minutos.

COM SESSÕES LOTADAS EM ALGUMAS CIDADES, UCI ABRE MAIS SALAS PARA “DAVID GILMOUR: LIVE IN POMPEII” E AGORA APRESENTA A EXIBIÇÃO EM XPLUS  Ingressos já estão à venda e o público poderá conferir o show também com o poderoso som Dolby Atmos em 360º



BLITZ AO VIVO: No embalo do lançamento do álbum 'Aventuras 2', Evandro Mesquita e sua Blitz finalizam seu quarto DVD, gravado no Circo Voador em abril, para lançamento em outubro. A banda está a todo vapor, com presença confirmada no próximo Rock In Rio e tem turnê pelos Estados Unidos confirmada em fevereiro de 2018

FESTIVAL DE CINEMA DA NOVA ZELANDIA

(colaborou @DonnieDarko73);

Blog Archive

Buscar

About Me

tom leão
Vanuatu
amigo dos amigos, amante de música, cinema, boa comida, de pedaladas e caminhadas
View my complete profile
Powered by Blogger.

Popular Posts

Translate

Followers