Pages

Friday, December 05, 2008

Descascando a laranja

DE UNS TEMPOS PRA CÁ, O FILME LARANJA MECâNICA, DO KUBRICK (BASEADO EM LIVRO DO BURGESS) FOI REDESCOBERTO PELA NOVA GERAÇÃO. TENHO PRA MIM QUE FOI POR CONTA DO NOVO CARTAZ, FEITO PARA A CAPA DO LIVRO, QUE EMULA UM QUÊ DE EMO, POR CAUSA DO LARANJA DO FUNDO E DO OLHO PINTADO DO ALEX EM DESTAQUE. É UM DE MEUS FILMES FAVORITOS E DOS QUE MAIS VI. ATÉ PQ, A CADA NOVA REVISÃO, ELE ME SOA DIFERENTE: JÁ ACHEI VIOLENTO, CÍNICO, ALEGÓRICO, CRUEL E ATÉ MESMO ENGRAÇADO. UMA COISA É CERTA, NÃO SE FICA INDIFERENTE A ELE. O FILME FICOU BANIDO POR MAIS DE 20 ANOS NO UK A PEDIDOS DO PRÓPRIO KUBRICK, PQ, NA ÉPOCA (COMEÇO DOS 70S) PROVOCOU UMA ONDA DE VIOLENCIA PELA CRIAÇÃO DE GANGUES QUE COPIAVAM O QUE ALEX E SEUS DRUGIES FAZEM NA TELA, E A FAMILIA DO PROPRIO KUBRICK FOI AMEAÇADA DE MORTE. AQUI, TBM FOI CEBSURADO E SÓ LIBERADO NOS ANOS 80. HJ, PASSA TODA HORA NA TV PAGA. E NA TERÇA QUE VEM ROLA UMA EXIBIÇÃO, SEGUIDA DE DEBATE, NO AUDITÓRIO DO GROBO, NAQUELE ESQUEMA ENTRADA FRANCA.

23 comments:

:: Fräulein :: said...

Tava lembrando desse filme ontem, vendo o Batman, aquela insanidade toda do Coringa me fez pensar em outros personagens insanos, e logo veio o Alex, rs.
Esperei ficar maior pra ver o Laranja, porque falavam tanto que fiquei bolada de ver muito nova. E realmente não dá pra ficar indiferente, me senti esquisita logo depois que vi. Mas me amarro no filme. Se der vou pegar essa oportunidade de ver again.

A capa da trilha sonora em vinil é o máximo! Mas sempre deixo pra comprar depois, se duvidar não encontrarei mais.

Gustavo Ramos said...

Engraçado vc fala desse filme. Pq nessa semana, eu vi várias pessoas na rua usando camisa desse filme ou com o alex.
Que grande coincidência!

iga_rio said...

Fala Tom,

Po CLÁSSICO ABSOLUTO !! Vi o filme pela primeira vez em 96 na faculdade teve um mini festival de filmes.. e entre esses filmes tinha Laranja Mecanica...

E pensar que consegui o DVD por R$ 14,90 nas Americanas há uns 4 anos atrás...

Abraços,

brunobbl said...

KUBRICK É MEU DIRETOR FAVORITO DO CINEMA, NÃO CONSEGUE PARA MIM O COPPOLA E O SCORCESE SEREM MELHORES QUE ELE.

OUTRO FILME SEN-SA-CIO-NAL É DR STRANGELOVE (NÃO ME LEMBRO COMO ELE SE CHAMA EM PORTUGÛS).

TWO THOUSAND THUMBS UP !!!!!

fabio fernandes said...

eu tenho duas blusas do filme, rs.
eu tenho a versão em dvd, mas simples, sem extras :(
lembro de qdo ele foi exibido por aqui, com aquelas rídiculas bolinhas pretas !

vale destacar que o autor do livro detesta a versão que o kubrick dirigiu.

tom said...

KUBRICK, PRA MIM, É O MELHOR DIRETOR EVER, SEGUIDO DE PERTO PELO BILLY WILDER. ATE POR TER DIRIGIDO POUCOS FILMES, PQ ELE SO FAZIA O QUE REALMENTE ACREDITAVA. DR STRANGELOVE É A UNICA COMEDIA QUE TE DEIXA COM VONTADE DE CAGAR NAS CALÇAS QNDO ACABA (PQ AQUELA PORRA AINDA PODE ACONTECER), 2001, BARRY LYNDON, LARANJA, ILUMINADO, CADA FILME NUM ESTILO E DEFINITIVOS. ATE OS DITOS MAIS FRACOS, TIPO EYES WIDE SHUT, SAO MUITO BONS...

tom said...

HJ EM DIA TEM CAMISETA DO LARANJA MECANICA ATE NO CAMELODROMO, COMPREI UMA LA POR 10 CONTOS (RS), EU SEMPRE QUIS TER O CARTAZ ORIGINAL PRA BOTAR EM CASA. A TRILHA TBM É FODA, A PRIMEIRA TODA FEITA DE MUSICA CLASSICA TOCADA POR SINTETIZADORES (MONTADDOS, NAO COMPRADOSEM LOJA, QUE NEM OS DO KRAFTWERK) A CARGO DO MALUCO MAESTRO WALTER CARLOS, QUE, HJ EM DIA, OPERADO, ATENDE POR WENDY CARLOS E É UMA FREAK TOTAL!

:: Fräulein :: said...

DR STRANGELOVE eu vi pela dica q vc deu aqui na cova, nossa, achei o máximo, o final é foda, o Dr. Strangelove é muito escroto, hahaha,
falando com os dentes trincados e tal, o melhor!
Mas acho que o meu favorito do Kubrick é "O iluminado".

nelson said...

E o Malcolm McDowell, quem diria, foi parar no Heroes...rs

fabio fernandes said...

é, uma blusa eu comprei lá mesmo no camelódromo tbém por r$ 10. a outra, mais transada, na q-vizo por quase sete vezes mais ... rsrs


e qto ao malcolm, eu acho que ele meio que ficou estigmatizado por este papel. o cara só fez freaks depois disso, seja no cinema ou na tv. não lembro de um drama ou comédia ou mesmo um romance com o cara. até nos desenhos ele sempre dubla os vilões !

tom said...

NAO É SURPRESA O MALCOLM ESTAR EM HEROES PQ, COMO BEM LEMBROU O FABIO, ALEX MARCOU A VIDA DELE E, DALI POR DIANTE, ELE PASSOU A FAZER, BASICAMENTE, PAPEIS DE VILOES E FREAKS, EM TANK GIRL, STAR TREK, YOU NAME IT. EXATAMENTE HA DEZ ANOS ENCONTREI COM O CARA NUM CAFE NO SOHO LONDRINO. ERA EPOCA QUE NAO HAVIA CELULAR, NEM CAMERA DIGITAL. MAS EU AMARELEI NA HORA DE CHEGAR JUNTO E PEDIR UM AUTOGRAFO. AFINAL, ERA O ALEX! (RSRSRS)

pacheco said...

Eu vi uma comédia (mais ou menos) com ele!

"Time after time", de 1979, ele ta muito bem nesse filme.

Abraço!

pacheco said...

ta, não é comédia, é "sci-fi", mas ele não é um freak

Lord Vader said...

Porra Tom , eu simplesmente idolatro Kubrick , acho que é um dos poucos sujeitos que pode-se chamar de gênio de fato. Nao acho justo dizer que ele tenha uma obra melhor que outra ( mas sempre havia aquela atmosfera sombria , demente , dark ), mas acho que clockwork fala mesmo mais ao coração daqueles envolvidos com cultura pop como nós daqui do brogui. Tb tenho a minha camiseta , comprei num camelo em candem e guardo com maior carinho porque nao quero que termine pois me remete a um momento mto bom tb. Esse ano assisti Baixio de bestas do claudio assis (nao acho que esse cara tenha a atenção/reconhecimento que merecia ter) , e há uma cena do estupro no cinema que é uma puta homenagem a Laranja mecânica , emocionou ..
Quanto ao Strangelove ,
pessoalmente nao acho que exista alguem bolando a arma total , se bem que em alguma caverna no oriente médio... sabe lá ..

tom said...

esse time after time é um dos poucos filmes em que mcdowell nao faz o vilão freak. ele volta no tempo pra tentar pegar jack, o estripador. é bacana. ele tbm se saiu bem em o heróico covarde, na mesma época, fazendo um, ahn, freak. mas o melhor papel dele, fora clockwork, é em if, comédia negra inglesa sobre uma rebelião estudantil, que foi ate proibida aqui na epoca pq mostra alunos atirando nos professores. foi por causa desse filme, que é do final dos 60s, que kubrick o escolheu para fazer o alex de laranja

tom said...

OUTRA COISA QUE ACHO FODA NO KUBRICK SAO AS TRILHAS DOS FILMES. ELE SÓ USA MUSICA CLASSICA NAO OBVIA, VANGUARDISTA. FOI POR CONTA DISSO QUE PASSEI A ME INTERESSAR POR UM CERTO TIPO DE MUSICA CLASSICA, QUE ELE MANDA NOS FILMES, NADA DAS PEÇAS OBVIAS DE SEMPRE, QUE SAO O POP DO GENERO, MAS UNS NOMES TIPO LIGETTI, JEAN BAPTISTE LULLY, CLASSICOS TOCADOS EM SINTETIZADORES, TIPO SO PRA QUEM REALMENTE CONHECE DO ASSUNTO

atlantic said...

Eu adorei Laranja Mecânica e O Iluminado. O dvd de "O Iluminado", então, é show. Traz bastidores de gravação e, como era de se esperar, o Kubrick é um sujeito difícil (e grosso) pra caramba. A Shelley Duvall sofreu na mão do cara, coitada.

fabio fernandes said...

eu lembro de "time after time", era um clássico do corujão na globo, na década de 80. muito bom, vou procurar para baixar.

pacheco said...

o Liggeti é vanguardista mesmo, mas o Lully é barroco, época do Bach, só fica vanguardista com essas versões de sintetizadores que vc citou!

pacheco said...

É verdade! Dá muita pena saber que aquela cara de desesperada não é ficcção! =/

fabio fernandes said...

aproveitando ...
o malcolm ficou marcado pelo alex. fato que eventualmente acontece com atores/atrizes. rapidamente lembro de linda blair.
aqui no brasil, acho que acontecerá isso com wagner moura e o seu capitão nascimento. o cara pode fazer novela, série, vários outros filmes, shakespeare ... mas será eternamente lembrado pelo povão como o personagem do bope.

tom said...

sao 18h15m e nao tem quase ninguem para ver laranja mecanica, em telao, de graça, numa sala com ar, no auditorio do grobo. parece que a praia que deu hoje (e com a galerinha de ferias) falou mais forte. e o filme, atualmente, ja anda muito manjado, ne? (tem sido exibido nas madrugas do cinemax)

fabio fernandes said...

eu queria muito ter ido, mas o horário não dava mesmo :(

NA CIDADE

NOVEMBERINAS:

Teatro Odisseia 17 – Siriun / Gutted Souls / Obituary (EUA)  21 – Delain (HOL) 26 - Vanguart / Ariella

Teatro Rival 16 – Tempero Carioca 17 - Eddie 22 – Rival Rebolado 23 – Nelson Sargento 25 – Festa Batmakumba: Abayomy 30 - Festival Norueguês: Sondre Lerche / Greni

Teatro Riachuelo 22 – Golden Boys

Casa Julieta de Serpa (Praia do Flamengo) 19 - Paris Jazz & Blues: Marcio Lott & Charles Marot Trio  26 - Paris Jazz & Blues: Carol Fazu

Coordenadas Bar (Botafogo) 05, 12, 19 e 26 – Pedro Baby & Convidados 21 - Sérgio Rocha Blues Band: Homenagem a Celso Blues Boy Estúdio Fórum (Botafogo) 24 - Sexta Infame: PxExNxE (COL) / Blaspherion / Lástima / Baga

Solar de Botafogo 16 – Paulo Malaguti 22 - Andrea Dutra & Cacala Carvalho & Elisa Queirós: Salto Triplo 24 - Kosmus / Aura / Psilocibina 29 – Gabriel Calisman Audio Rebel 17 - Ostra Brains / ‎Whatever Happened to Baby Jane (ES) 18 - Os Chás / Ente 19 - Altair Martins & Widor Santiago & Marcelo Magalhães Pinto & Didac Tiago & Roberto Rutigliano: Homenagem a Miles Davis & John Coltrane

Theatro Net Rio 27 -  Alessandra Verney  29 – Silva Canta Marisa Monte 

Blue Note 16 - Didier Lockwood Trio (FRA)  17 - Antônio Carlos & Jocafi Convidam Ithamara Koorax (20h)  17 e 18 - Amaro Freitas (22h30) 22 - Banda Zil (20h) 22 - Lina Nyberg (SUE) – Participação: Ilessi (22h30) 23 – Quarteto do Rio & Roberto Menescal – Participação: Joyce & Wanda Sá & Pedro Miranda (20h) 23 – Insula (22h30) 24 e 25 - Kenny Garret Quartet  29 e 30 - Ed Motta: Baile do Flashback

Ganjah Lapa 16 - Samba Que Elas Querem 17 - Anjos de Vidro / Mara Rúbia 22 - Conterrâneos 28 – Theozin

Sala Baden Powell 18 – Boca Livre 19 - Fhernanda Fernandes - Participação: Andréa França, Clarisse Grova, Nana Kozak, Ninah Jo, Sandra Duailib 22 – Doralyce & Maracutaia 25 - Augusto Martins & Paulo Malaguti 26 - João Carlos Assis Brasil & Carlos Navas

KM de Vantagens Hall 17 e 18 – Marisa Monte & Paulinho da Viola

Praça da Apoteose 18 e 19 - DNCE / Bruno Mars

Teatro da UFF (Niterói) 24 a 26 – MPB – a Era dos Festivais: Soraya Ravenle & Edu Krieger & Marcelo Caldi & Fabiano Salek & PC Castilho

Planet Music (Cascadura) 18 - Fugindo da Realidade / De Outono / Fall Back / Visceral Fear / We Are The Revenge  25 - For Annie / Ollie / Colorado / Visceral Fear

Imperator 19 - Folakemi / Jesuton / DJ Marcello MBGroove 20 – Mariene de Castro 21 – Terraço do Imperator: Jazz Pras Sete: Pimenta Jazz Trio 22 – Marcio Gomes 23 – Humberto Gessinger: “A Revolta dos Dândis – 30 Anos” 24 – Cidade Negra Canta Gilberto Gil 25 – Terraço do Imperator: Forró Lánalaje: Trio Ventura / DJ Edna Carvalho 25 – Paulinho Moska 26 - Fafá de Belém (com Manoel & Felipe Cordeiro): Guitarradas do Pará 28 – Coral Imperator

Centro de Referência da Música (Tijuca) 16 – Magali 17 – Carlos Uzêda 18 – Ana Costa & Carrapicho Rangel 21 - Dagô 23 – Felipe Adetokunbo 24 – Nina Rosa & Thiago Kobe 25 – Rodrigo Maranhão & Pretinho da Serrinha 29 – Joyce Cândido Canta Elis Regina  30 – Michel Taski O Pecado Mora Ao Lado (Praça da Bandeira) 15 - Acidez (MEX) / Pós-Sismo / Juventude Maldita (SP) / Dissgrama  18 - Sétimo Andar / Circus / Roterdan / Pilfer

Aparelho (Centro) 18 - Second Come 24 - Felipe Zenicola / Marcos Campello / Lucas Pires  Motim (Centro) 24 - Gragoatá / Vitor Milagres / Daniel Villares

Quintas no BNDES 19h - grátis 16 - Karla da Silva 23 - CDR Style 30 - Sergio Santos

Teatro Glauce Rocha (Centro) 16 - Fábrica Orquestra  23 - Alice Passos & Maurício Carrilho  30 - Olivia & Francis Hime CCBB 18 - Madrugada no Centro: Larissa Luz - Participação: MV Bill & Caio Prado / Festas Soul de Santa, Trap'in, QXO  Museu de Arte do Rio 24 - Sarau do Alemão / Rincon Sapiência

Som no Deck T.T. Burger - Leblon 19h - grátis 16 - Os Camelos 23 - Pimenta Jazz Trio 30 - Qinho

BRASIL EM TRANSE: Com curadoria de Ismail Xavier e coordenação da Sociedade Amigos da Cinemateca, em parceria com a Cinemateca Brasileira e o Cinusp, esta Mostra reúne mesas de debate e exibição de filmes que acontece de 16 de novembro a 1º de dezembro, em São Paulo. CINEMATECA BRASILEIRA

Circuito SESC 17 - São Gonçalo: Cassiano & Trio Beija Flor (16h - grátis) 18 - Copacabana: Guilherme Pimenta Trio (16h - grátis) 19 - São Gonçalo: Monarco (16h - R$ 20) 20 - São João de Meriti: Ed Motta SOLO (16h - R$ 20) 24 - Niterói: De Leve (19h - R$ 20) 25 - Madureira: De Leve (17h - R$ 20) 25 - Ramos: Cassiano & Trio Beija Flor (17h - grátis) 25 - São Gonçalo: Bebeto (17h - R$ 20) 26 - Madureira: Dorina (17h - grátis) 26 - São Gonçalo: De Leve (19h - R$ 20) 29 - Tijuca: Marcelo D2 & SambaDrive (19h30 - R$ 20) 30 - Tijuca: De Leve (20h - R$ 20) ______________________________

MIXX: 17 – Santos – Praça XV 17 - Victor Bertrami Quarteto - Participação: Azymuth, Arthur Maia, Robertinho Silva, Kiko Continentino – Casa com a Música / Lapa 17 - Aether / Tempus Fugit – Lona Elza Osborne / Campo Grande 18 - Festival Rock no Parque: Bala N'Agulha / Dona Penha – Arena Dicró / Penha 18 - Wake The Dead Festival: Surra (SP) / Rats / Der Baum (SP) / Nove Zero Nove – Magé Futebol Clube 19 - Surra (SP) / Plastic Fire / Halé / Triunfe – La Esquina / Lapa

25 – Qinho - Ahlma.CC / Leblon 25 - AcaraJazZ: Bondesom / Juliana Linhares / Doralyce – Rio City Lab / Santo Cristo 26 - Alaska (SP) / Hover / Whipallas – La Esquina / Lapa 26 - Cervical / Mari & The GoodFellas / Facing Fear – Calabouço / Vila Isabel 29 - Baculeju da Sandra de Sá – Teatro Glaucio Gill / Copacabana

o MIMO, que chega a Olinda nesse fim de semana (17 a 19 de novembro).   É a última etapa de 2017 do festival – depois de passar por Portugal, Tirandentes, Ouro Preto, Paraty e Rio de Janeiro –, com 44 atrações gratuitas de música, cinema e educação.

Abertura da exposição de fotografias de Raymond Depardon, “Un moment si doux”, no dia 1º de novembro. Depois de passar por Paris e Buenos Aires, o CCBB Rio recebe as 170 fotografias de diferentes cores e formatos tiradas na Europa, África e América Latina, incluindo o Brasil. Ate 22 de janeiro. qua-seg 9am-21pm. Grátis.

SHOW SOBREGAL - MARCELA MANGABEIRA Dia: 16 de novembro (quinta-feira) Horário: 20h Local: Teatro Municipal Café Pequeno Endereço: Av. Ataulfo de Paiva, 269, Leblon - Rio de Janeiro, RJ Tel.: 2294-4480

50 ANOS DE CARREIRA: Antônio Carlos e Jocáfi convidam Ithamara Koorax Dia 17 de novembro (sexta) Blue Note Rio – Av. Borges de Medeiro, 1424 - Lagoa   SESSÃO: Sessão: 20 horas

Tropicália ganha exposição tech com livre reinterpretação conceitual Nos 50 anos do movimento, na Galeria BNDES   Os artistas Barbara Castro e Luiz Ludwig, do estúdio Ambos&&, apresentam uma livre reinterpretação dos conceitos do movimento tropicalista à luz da arte e da tecnologia. Com a exposição Vamos Comer, estimulam o público a “devorar” experiências sensoriais e orgânicas, incluindo quatro instalações de arte computacional. Ela está aberta a visitações na Galeria BNDES, no Rio, entre os dias 18 de outubro e 1º de dezembro, de segunda a sexta, das 10h às 19h

Parque Villa-Lobos/SP recebe SlowKids em 18 de novembro     Evento gratuito busca desacelerar as crianças do universo tecnológico com um dia inteiro de brincadeiras tradicionais, teatro, literatura e música; “Kombi dos sonhos” será uma das novidades desta nona edição

MOSTRA DE CINEMA ARGENTINO CONTEMPORÂNEO VOLTA À CAIXA CULTURAL RIO DE JANEIRO EM SUA SEGUNDA EDIÇÃO   Histórias extraordinárias apresenta uma seleção com os melhores filmes recentes do país vizinho. Debates com cineastas e especialistas completam a programação Local: CAIXA Cultural Rio de Janeiro – Cinema 2 Endereço: Av. Almirante Barroso, 25 – Centro  (Metrô e VLT: Estação Carioca) Telefone: (21) 3980-3815 Data: de 07 a 19 de novembro de 2017 (terça-feira a domingo)

'Cria', novo espetáculo de Alice Ripoll no grupo Suave, traz 'dancinha', dança contemporânea e funk ao Sergio Porto/HUMAITÁ e ao Centro Coreográfico. o trabalho estreia dia 17 com 10 dançarinos em uma mistura inovadora que também traz a dança afro, o afrofunk, o passinho, contato- improvisação e linguagem teatral de 17 a 20 de novembro de 2017 Horários: Sexta-feira - 21h                 Sábado - 21h                 Domingo - 20h                 Segunda-feira - 21h

O espetáculo “Kid Morengueira – Olha o breque!” homenageia Moreira da Silva (1902 – 2000), o cantor que popularizou o samba de breque, tornando-se um ícone da música brasileira. O samba permitiu a ele criticar, sempre com muito bom humor, os poderosos com seus desmandos, os malandros que conheceu na noite, e os compositores que ajudou a tornar conhecidos. A peça estreia para uma curta temporada no Teatro I do Sesc Tijuca - de 03 de novembro a 03 de dezembro, de sexta a domingo, sempre às 20:00.

Após o sucesso da temporada nos meses de abril e maio desse ano, que passou por sete cidades brasileiras e esgotou em todas as praças, o espetáculo “STOMDUP” de Tom Cavalcante volta para novas apresentações no Rio de Janeiro (dia 01 de novembro, no Teatro Bradesco Rio); Natal (dia 30 de novembro, no Teatro Riachuelo); Fortaleza (dia 01 de dezembro, no Teatro RioMar Fortaleza).

SOLID ROCK: a participação da banda Lynyrd Skynyrd no Solid Rock (Curitiba, Pedreira Paulo Leminski, dia 12/12; São Paulo, Allianz Parque, dia 13/13; e Rio de Janeiro, Jeunesse Arena, dia 15/12) acaba de ser CANCELADA por motivos pessoais da banda. No lugar, Cheap Trick será a banda que fará parte do lineup, junto do Deep Purple e Tesla. Mais informações sobre devolução de ingressos serão divulgadas em breve.

(colaborou @DonnieDarko73);

Blog Archive

Buscar

About Me

tom leão
Vanuatu
amigo dos amigos, amante de música, cinema, boa comida, de pedaladas e caminhadas
View my complete profile
Powered by Blogger.

Popular Posts

Translate

Followers