Pages

Thursday, December 18, 2008

CASAL DARK

MADONNA FOI A SENSAÇÃO. MAS EU QUERO VER MESMO MISS KITTIN COM THE HACKER, PELA PRIMA VOLTA AQUI JUNTOS! ELA JA VEIO TRES VZS (VI DUAS, UMA NO CAIS DO PORTO, AS SEIS DA MANHÃ, FOI A MELHOR), E ELE, DUAS (VI AS DUAS, UMA, NA BUNKER, MICHEL TOMOU VOLTA DA CASA NO CACHÊ :-(0 PQ O SOM DELES É O MEU TIPO DE MÚSICA: UMA MISTURA QUE PEGA O SOM GOTICO E POS-PUNK DOS ANOS 80, COBRE COM UM TOQUE DE ELECTRO ATUAL E ARREMATA COM A VOZ BACANINHA DA CAROLINE. NÃO É SÓ BOMBAÇÃO TECHNO, FIRULA TRANCE OU BROCHADA MINIMAL, É UM SOM QUENTE, ENVOLVENTE. NA ULTIMA VEZ DO HACKER, NO EL TURF, O CARA JOGOU ATE "EL NINOS DEL PARQUE", DO LIAISONS DANGEREUSES, UM DOS HITS DO MADAME SATÃ! (FECHOU O SET COM UM REMIX PARA BANQUET, DO BLOC PARTY) FIZ UMA ENTREVISTA DUPLA COM O CASAL BLACK PRO RIO FANZINE DESSA SEXTA. O BIZARRO É QUE ELES VÃO TOCAR, SÁBADO, NA FESTA DO BRANCO (!) NA MARINA DA GLÓRIA. LOGO ELES, QUE SÓ USAM PRETO!

19 comments:

tom said...

off|: fui numa pastelaria perto do grobo e me deu vontade de perguntar ao china como se diz pastel em chines. primeiro, ele nao entendeu. depois, disse: china nao ter pastel. pastel só brasil. china nao ter. entao, pq diabos os chineses dominam o ramo da pastelaria aqui? quem inventou isso? um chines? quando? alias, pastelaria em buenos aires, como na frança e em portugal, é lugar de doces (patisserie), ate nisso os chinas erraram, trocaram o doce pelo salgado. e colou!

fabio fernandes said...

dois minutos de silêncio para majel roddenberry e mark felt ...

tom said...

majel barrett, esposa do grande passaro da galaxia, a enfermeira mais gostosa de star trek, a serie classica. r.i.p.

mas ninguem ai curte kittin & hacker? j´adore. pvd na barra vai ser muvucado. mas bacana ter

alias, o q acham da proibição do reveillon eletronico em ipanema? eu nao gostei daquele nokia trends com black eyed peas, pq era uma coisa muito grande pra la, que é uma praia apertada, mas o som dos djs era bacana, embora, realmente, ipanema ficasse totalmente mulambada na epoca, muito camelo e kombi velha parada nas ruas e muito lixo, mas...

PEDRO BAMBAATAA said...

é tom, com relação ao PVD na barra, meu único temor é a muvucada... como meu cafofo é no posto 6, vou preparar meu isoporzinho com uma boa quantidade de XINGU(a GUINESS tupiniquim!)e colocar minhas havainas e calmmente rumarei para a praça do O... hoje em dia nem curto muito trance, mas como no show da mauá, eu estava pregado do sono e saí na metade do show, vou ver se consigo conferir o cara na barra, uma praia, ao meu ver maior que ipamema e que pode dar um conforto a mais...

um grande abraço!!

Pedro said...

radiohead+kraftwerk
se fosse no circo voador, iria entrar pra historia...

tom said...

se kraft com radio fosse no circo voador nao ia entrar pra historia, pq nao ia caber todo mundo lá (rs)

hj dei uma pedalada e ja vi uns cartazes gigantes do pvd na barra, vai ser na altura do pepe e vai ter abertura de uma orquestra sinfonica.

nunca tomei a xingu, parece a guiness mesmo? vou experimentar

:: Fräulein :: said...

Li a entrevista da Kittin & the Hacker no RF hoje, a foto ta muito manera, ela é linda!!
Queria muito ir vê-los tocar, mas nunca tenho $ pra show.
Quanto as pastelarias acho q rola mais coreano do que chinês na cidade, não? "coixinha de flango?" rsrsrs

PEDRO BAMBAATAA said...

porra essa do KRAFT foi foda...

fiquei tentado a ir ver o show do RADIOHEAD... vamos ver...

Será aonde mesmo? na APOTEOSE?
Aí nem KRAFT me faz encarar a
vagabundagem da redondeza...

PVD no Pepê? Agora vou ter de pegar um buzum ou ir de bike, longe para carayo...

Olha tom depois que experimentei a tal XINGÚ, me tornei viciadinho na
cerva tupiniquim...
Não é tão amarga quanto a irish beer, mas me lembra muito... é bem suave e um pouco cremosa... experimente, eu rrrreecomendoooo...

ABRAÇOS!!

fabio fernandes said...

finalmente um bom motivo para ir ao show do radiohead: kraftwerk :)

Otaner said...

radiohead+kraftwerk vai entrar pra minha história pelo menos. viva!

tom said...

alais, fora a fraulein, ninguem ai ficou a fim de ver o show do casalzinho dark frances? os djs que tocam antes e depois nao tem a ver com o som, mas da para encarar. eu ja vi os dois duas vzs cada,mas nunca dessa forma, juntos.

kraftwerk na apoteose? pode ser que perca um pouco do clima, que nao fique tao envolvente. mas periga ser melhor que a atracao principal,,,

PEDRO BAMBAATAA said...

tom, não comentei nada sobre o show, pois não curto eletro...

acho que me remete muito aos sinth popo dos anos 80.]

há um dois anos atras meu cunhado me mostrou um cd da miss, mas achei
muito tosco, muito minimal me remetia aos trabalhos iniciais do FRONT 242...

Um artista desta praia que ouvi e gostei é o FELIX DA HOUSECAT...
mas o resto não consigo ouvir muito... por isso não me interesso, nem por isso tiro o mérito da MISS, me parece que na
praia deles, eles estão entre os melhores...

um abraço!!

Carlos said...

Assisti de novo o RadioHead desta vez em Toronto. É um show diferente, viajante, sem hits. Tocou por duas horas In Rainbows 1 e 2 e daí só lados B. A galera, só de fãs, contou todas e saiu radiante num show em que ingressos se esgotaram em 15 minutos! Não acho que esta fórmula vai funcionar no Brasil. Vai ter que rolar Creep e Paranoid Android senão não sei se a galera vai entrar no clima. O Kraftwerk me presenteou com um dos melhores e mais surpreendentes shows da minha vida mas acho que não combina nem com o lugar nem com o show principal.

Videos que fiz do show:

http://www.youtube.com/watch?v=pEsJIUu6DPQ

http://www.youtube.com/watch?v=IzqOxEV0qOI

fabio fernandes said...

é, kraftwerk na apoteose é realmente arriscado, pqe nas duas apresentações que a banda já fez no rio, ambas foram em locais fechados (armazém e free jazz/mam). não penso que a apoteose seja o lugar adequado para o tipo de show do kraftwerk, mas para aturar o radiohead, vale qualquer sacríficio.


qto a miss kittin & hacker, eu quero muito ir. mas depois de tantos shows/eventos legais neste segundo semestre, eu tô com o bolso completamente furado :)
só me resta mesmo a parada iluminada que é free ...

tom said...

tipo, o show atual do kraftwerk se resume aos quatro com laptops e projeçoes. ali, na imensidao da apoteose, isso vai se perder, pode ate soar monotono pra quem n gosta. mas, de resto, nao muito menos monotono do q deve ser o show do radiohead (nao q isso seja ruim), pq nao é uma banda de festival, de multidao, a n ser q vc seja fa. daria no mesmo se fosse o portishead abrindo,,,

Otaner said...

Kraftwerk no Coachella em 2008: http://br.youtube.com/watch?v=XHOjqKvyza8

tom said...

hacker estava de preto, com uma camisa social branca por baixo, e kittin estava toda de prateado (ate as meias), como uma mulher de filme sci fi dos anos 50/60. a dupla fez um show inteiramente ao vivo, com uso de teclados, efeitos e ate de um baixo, e tocou varias faixas do first album e tbm covers para suspicious minds (elvis) e i feel love (giorgio e donna summer). o som estava excelente e o visual num telao de oled acompanhava as musicas. agora, aquele publico que tava la era triste: playba, pitboys, gente gorssa, sem educação, sem saber quem tava tocando, perrengue pra entrar, focos de brigas a toda hora, na boa, nao volto mais em festa de eletroniocana marina, n sabia q a parada era tao bizarra. cheguei na hora aga do show e vazei logo em seguida. assustador...

PEDRO BAMBAATAA said...

a miss virou banda de playba?
Quem diria hein tom? rs...


Tom, neste finde estive conferindo com amigos a barra sobre o shows e vi vários cartazes... pelo que vi terão outros DJs... um amigo falou que o palco deve ser montado no quebra mar... como o lugar que fico na barra é no posto 5, estou na dúvida pois são quase 3 km a pé...
É ainda vou decidir se vou ou não, pois se na Miss, que foi pago teve muvuca, imagina no 0800 do Paul V.D. ... rs...
um abraço!!

tom said...

hj passei pela barra e vi q tbm vao ter eddie halliwell e tim healey no reveillon da barra, suponho q sejam em palcos diferentes ao longo da praia. provavelmente pvd vai ser o que vai muvucar mais. miss kittin e the hcker teria sido perfeito no circo com o mauricio lopes no after, os playbas nem sabiam quem tava no palco, uma tristeza

NA CIDADE

JUNEBUG: Shows - Junho / 2017 Circo Voador 24 - Lamb of God (EUA) / Carcass (ING) / Heaven Shall Burn (ALE)

Teatro Rival 22 – Picassos Falsos 23 – Vinicius Cantuária

Vivo Rio 24 - Beto Guedes & 14 Bis - Participação: Sérgio Hinds 30 – Celebrare

Audio Rebel 22 - Manu Maltez - Participação: Juçara Marçal  25 - Vital & Os Bacharéis / Homobono 29 - Anganga: Juçara Marçal & Emygdio Costa & Cadu Tenório

Sérgio Porto (Humaitá) 22 - Sarah Abdala / Raquel Dimantas / Ana Frango Elétrico 29 - CEP 20.000

Sala Baden Powell (Copacabana) 24 - Cordão do Boitatá: De Gonzagão a Dominguinhos - Participação: Pedro Miranda 25 - Mulheres de Chico 28 - Marcelo Nogueira

Theatro Net Rio (Copacabana) 26 - Sarau da Leda Nagle: Amelinha & Ednardo 27 - Vanessa Jackson: Uma Saudação a Whitney Houston 28 – Dudu Nobre

Teatro Café Pequeno (Leblon) 22 - Verônica Sabino 29 - Jullie

Jeunesse Arena (Barra da Tijuca) 29 – Ariana Grande / Sabrina Carpenter

Subúrbio Alternativo (Brás de Pina) 24 - Toxic Fest:  Korja / Old Kitchen / Genomades / Nove Zero Nove

Imperator 22 – Marcos Valle 25 – Moonspell (POR) 28 - Tunai & Wagner Tiso: Saudade da Elis 29 – Samba do Imperator: Grupo Arruda, Bom Gosto, Lucas de Moraes

Centro de Referência da Música Carioca (Tijuca) 23 - Moacyr Luz 24 - Danilo Caymmi 28 - Duda Brack & Daíra Sabóia 29 - Quarteto Leandro Braga 30 - Cláudio Jorge Teatro Ziembinski (Tijuca) 2xNelson: a falecida/a serpente 23 - Lica Tito

Shell Open Air (abaixo, apenas a programação de shows) Marina da Glória 23 - Sexteto Sobrenatural / Dream Team do Passinho Canta e Dança Jackson 5 24 - 3 Na Bossa

FM Hall 22 - Ludmilla 28 – Anavitória (grátis)

MIXX: 21 - Laura Finocchiaro – Bottle´s Bar / Copacabana 22 - Dream Team do Passinho Canta e Dança Jackson 5 – Theatro Bangu 23 - Montezuma / Santos / Geração Perdida (Vitor Brauer & Jonathan Tadeu) – Motim / Centro 24 - Arraial do Monobloco: Rodrigo Lampreia - Participação: Bianca Chami – Jockey Club 25 - Tay Galega – Saloon 79 / Botafogo

Festival Varilux de Cinema Francês 2017 De 7 a 21 de junho em mais de 55 cidades brasileira: Águas Claras (DF), Aracaju (SE), Barretos (SP), Barueri (SP), Belém (PA), Belo Horizonte (MG),Blumenau (SC), Buzios (RJ), Brasilia (DF), Campinas (SP), Caxambu (MG), Campo Grande (MS), Caxias do Sul (RS),Caxambu(MG), Cotia (SP), Cuiabá (MT), Curitiba (PR), Florianópolis (SC), Fortaleza (CE),Foz do Iguaçu (PR), Goiânia (GO), João Pessoa (PB), Juiz de Fora (MG), Jundiaí (SP), Londrina (PR), Macaé (RJ), Maceió (AL), Manaus (AM), Maringá (PR), Mossoró (RN), Natal (RN), Niterói (RJ), Nova Friburgo (RJ), Pelotas (RS), Petrópolis (RJ), Porto Alegre (RS), Recife (PE), Ribeirão Preto (SP), Rio de Janeiro (RJ), Rio Verde (GO),Salvador (BA), Santa Maria (RS), Santos (SP), São Carlos (SP), São José dos Campos (SP), São José do Rio Preto (SP), São Luiz (MA), São Paulo (SP), Theresina (PI), Vitória (ES), Volta Redonda (RJ)

Dia da Música 24/06 – grátis 10h: Força & Garra Jazzman Company Colégio Stephania de Carvalho (São Gonçalo) 10h: Original Black Sound System / Projeto do Nada Espaço Cultural Viaduto de Realengo 12h: Rock na Biblioteca: Átila La TrupEvoé / Corcel Mágico / LaVille / Traqitana / Caos Banal / Taturana de Aço / Senhor Kalota  Biblioteca Leonel Brizola (Duque de Caxias) 13h: Grupo Chorando de Rir / Bico Doce & Samba da Siriguela Cultural Bar (Nova Iguaçu) 13h: Mon-Ra / Nomades Rap Arena Dicró (Penha) 14h: Hugo Ardilha / Menezes / Kali (SP) / Pedro Gama Espaço Multifoco (Lapa) 14h: Molho Negro / Ana Muller / Chicas / Esdras Nogueira / Do Amor / Som Peba e Bobby DJoy + Jeza da Pedra / Linn da Quebrada Praça Luís de Camões (Glória) 15h30: Dub Club Band / Saudades de Cumbia / Melodica Vibezz / Ratel Largo das Neves (Santa Teresa) 16h: Rodrigo Miguez / Luciane Dom Praça Sandro Moreira (Flamengo) 16h: Yassine Lagraf / TMRP MM (Praia de Boa Viagem / Niterói) 17h: Hollywood Mantra / João Azevedo / Banda Gente / Gente Estranha no Jardim / DJ Feminoise / DJ Gisa Morena Palco Coelhão - Praça de Coelho da Rocha (São João de Meriti) 17h: Aura / Monstro Amigo / Anjo Gabriel (PE) Teatro Odisseia (Lapa) 17h: Edson Júnior / O Velho Se Foi La Carmelita (Lapa) 17h: McGee & The Lost Hope / Blind Horse / Hammerhead Blues La Esquina (Lapa) 17h: Monica Avila / Amalá Maracatu Brasil (Laranjeiras) 17h: Mon-Ra / Lado A / Aika Cortez / Selvagens da Noite HF (Alameda São Boa Ventura / Niterói) 17h: Senhor Kalota / Roterdan Centro Cultural Joaquim Lavoura (São Gonçalo) 18h: Jota / Rataria Nuclear Praça das Juras (Bangu) 18h: Floppy Flipper / Alambradas Motim (Centro) 18h: Coronel Soares / McGee & The Lost Hope / MOS / Giallos (SP) Escritório (Centro) 19h: The Zacatto / Hero-Beat Jack Praça Jorge Pinheiro (Parque Veneza / Belford Roxo) 19h: Karla da Silva / Pietá Praça Guilherme da Silveira (Bangu) 19h: Zé Bigode / João Azevedo / Samba de Dois Casa Aberta (Rocha) 19h: Dulcineia Enferrujada / Eddu Grau Largo do Boi Tolo (Praça XV) 19h: Caroline Alves / Hugo Ardilha / Menezes / Raul de Barros Jr. Il Piccolo Caffè Biergarten (Lapa) 19h: Zanzibar / Luciane Dom Sobrado Boemia (Praça São Salvador / Laranjeiras) 19h: Luiza Sales / Malundu Galpão Ladeira das Artes (Cosme Velho) 19h: Labibe / Hollywood Mantra / Projeto do Nada / Gente Estranha no Jardim Bar do Nanam (Praça Tiradentes) 20h: Dois Infinitos / Bruno Perez Pub Panq´s (Tijuca) 20h: Mihay / Marcelo Vig / Raquel Coutinho Bar Semente (Lapa) 20h: Thiago Nassif / Avec Silenzi Audio Rebel (Botafogo) 20h: Caroline Alves / Labibe Quintal do Miguelito (Recreio dos Bandeirantes) 21h: Qu4rto Teto / Reduto Sunday Rock (Cosmorama / Mesquita) 21h: Canto Cego Praça Jackson do Pandeiro (Santa Cruz) 22h: TopVox / Fuzzcas Saloon 79 (Botafogo) 23h: Dub Ataque / Aika Cortez Praça Marechal Âncora (Centro) 23h: Blind Horse / Pantanum (PR) / The Mountain Season / Son Of A Witch (RN) Coletivo Machina (Lapa

ULTRA BRASIL ANUNCIA A PHASE 1 DE SEU LINEUP PARA A EDIÇÃO 2017: ADAM BEYER, ALESSO, ARMIN VAN BUUREN, DAVID GUETTA, JAMIE JONES, JOSEPH CAPRIATI, SASHA & JOHN DIGWEED e THE MARTINEZ BROTHERS SERÃO HEADLINERS FESTIVAL ACONTECE NOS DIAS 12, 13 E 14 DE OUTUBRO NO SAMBÓDROMO DO RIO

_______________________________________________________ Caixa Cultural 19h - R$ 20 29 - Encontro das Gerações do Folk e Rock Rural: Tuia, Tavito, Guarabyra, Ricardo Vignin

Zé Bigode apresenta Fluxo ao vivo em show gratuito no Parque das Ruínas (1/7) a partir de 17h

Circuito Estação NET de Cinema e Cinemateca do MAM apresentam: Exposição CINEMA EM CASA: Equipamentos do acervo da Cinemateca do MAM. A partir de 23 de fevereiro, no Estação NET Botafogo de 23 de fevereiro a 23 de agosto 2017 Horário de visitação: 14h às 22h Entrada franca

MOSTRA DE CINEMA COLOMBIANO TRAZ A CALIWOOD DE LUIS OSPINA PARA A CAIXA CULTURAL RIO DE JANEIRO A programação reúne 34 filmes, sendo 29 realizados pelo cineasta, que participa da mostra em uma masterclass no dia 1º de julho Caliwood de Luis Ospina: Cinema colombiano de vanguarda, em cartaz na CAIXA Cultural Rio de Janeiro de 27 de junho a 9 de julho de 2017. Com curadoria de Lúcia Ramos Monteiro, a mostra traz uma retrospectiva completa do realizador colombiano fundador do Grupo de Cali e expoente do cinema independente da Colômbia.

SHELL OPEN AIR: O Shell Open Air, maior cinema ao ar livre do mundo, volta ao Rio de Janeiro de 7 a 25 de Junho na Marina da Glória. Com uma tela de cinema gigante de 325m², o público poderá assistir clássicos, blockbusters, além de assistir a shows.    a programação de cinema contará com filmes como Velozes e Furiosos 8, La La Land, Deadpool, Fragmentado, Animais Fantásticos e Onde Habitam,  A Bela e a Fera, Moana,Sing – Quem canta seus males espanta, Rush – No Limite da Emoção, Rogue One – Uma história Star Wars; Os clássicos Moulin Rouge, Footloose, O Iluminado, Alien – O Oitavo Passageiro, Dias de Trovão e Elis e Minha Mãe é uma peça 2.

HANSON CHEGA AO BRASIL COM A MIDDLE OF EVERYWHERE 25th ANNIVERSARY WORLD TOUR   24 de Agosto no Km de Vantagens Hall RJ (antigo Metropolitan), no Rio de Janeiro; 25 de Agosto no Km de Vantagens Hall BH (antigo BH Hall), em Belo Horizonte; e 26 de Agosto no Citibank Hall, em São Paulo


1ª Mostra de Cinema Egípcio Contemporâneo Especial Mohamed Khan Homenagem a um dos mais aclamados cineastas do país Exibição de 13 longas-metragens e realização de um debate com a presença de Wessam Soliman, viúva de Mohamed Khan e roteirista de A menina da fábrica, Meninas do Centro e No apartamento de Heliópolis CCBB Rio de Janeiro – 14 a 26 de junho



(colaborou @DonnieDarko73);

Blog Archive

Buscar

About Me

tom leão
Vanuatu
amigo dos amigos, amante de música, cinema, boa comida, de pedaladas e caminhadas
View my complete profile
Powered by Blogger.

Popular Posts

Translate

Followers