Pular para o conteúdo principal

LAX-MIA-GIG


Pois então, fui a l.a. fazer uns lances de cinema e fiquei cinco dias em sta. monica, cuja temperatura ta igual a daqui, solzinho, nuvens, cerca de 22 a 25 graus. foi minha quarta vez em los angeles e confesso que ja gostei mais da cidade. hj em dia me incomoda a breguice, o artificialismo e o fato de nao se poder fazer nada a pé, só de carro. a vida inteira das pessoas é sentada, dirigindo. ainda q os carros e as freeways sejam uma maravilha, nao conseguiria viver assim. consegui fazer alguma coisa a pé pq tava perto do promenade, uma area de hoteis, turistica, com ruas de pedestres e a borda da praia pra se andar ou pedalar. mesmo assim, saindo dessa area, os carro-passantes me viam como ameaça, já que vc só vê andando a pé mendigos, malucos e tipos sinistros (ou então, chicanos esperando os onibus). pedestre em l.a. é alien. tive que pegar taxi uns dias e foi um sufoco. alem de caros, pq qq distancia é muito longe (tipo, um bairro qualquer é maior que toda a zona sul carioca), os motoristas sao energumenos despreperados (tudo borat, armenios, russos etc), que nao conhecem a cidade, nao sabem usar o gps, nem ler mapas (sequer sabem usar a maquineta do cartao de credito!). eu tive que praticamente guiar um destes imbecis ate onde eu queria ir e quase perdi um compromisso de trabalho. é um perrengue que custa caro, mas nao tive opção (metro lá vai do nada ao lugar algum). ainda bem que tenho um amigo morando lá e passei um dia off com ele e pude ir a lugares como a amoeba records, pelo menos. alias, na sexta teve showcase dos noisettes na amoeba (tava trabalhando e perdi) e nessa segunda os white stripes transformaram a extinta tower records da sunset em icky thump records e fizeram um show de graça a meia-noite. mas, nessa hora, eu ja tava voando de volta. contudo, trouxe o nme com um single em vinil deles. resumindo: já gostei mais dessa cidade. hj, nao tanto. nos eua hj em dia só presta nova york, onde as pessoas sao um pouco mais inteligentes e menos roboticas. e onde se anda a pé, de onibus, taxi e metro numa boa. e, praia por praia, as daqui dão de mil nas da california. e as garotas, também. crime? bom, teve dois drive-by shootings em tres dias. o pior daqui é ver criança no sinal, o que prova que somos terceiro mundo enquanto nao resolvermos isso...

*na foto, as colinas de Hollywood vistas da sacada de um hotel em Beverly Hills (se fosse no Rio, seria o Cristo visto de Copacabana :-))

Comentários

  1. finalmente, tom, bem vindo de volta, não aguentava mais encontrar a cova desatualizada e sem novidades :)

    ResponderExcluir
  2. A única vez que vi alguém sendo roubado (ou assaltado) foi em L.A., um cara saiu correndo com uma bolça.

    Sorte a minha, né?

    ResponderExcluir
  3. Fala Tom,

    Tenho a maior curiosidade de conhecer L.A. ... se tem uma parte dos EUA que quero conhecer é a California... sempre tive a impressão que L.A. seria mais a cara do Rio e NY mas parecido com SP !!! o engraçado é que em todas as vezes que viajei para fora.. os EUA sempre ficaram em segundo plano.

    Abraços,

    ResponderExcluir
  4. Fala Tom, bem vindo!

    Po, maneira a viagem, L.A é legal, quando se tem carro ou estiver de excursão, claro. rs

    Fui na Copa de 94 com meu pai, e vou dizer que foi uma das melhores viagens da minha vida.

    Onde eu fiquei, era Sheraton acho, fizemos a maior algazarra. Guerra de gelo no quarto do hotel, pegação, invadimos a coxinha onde era tudo barato e depois ainda viramos aquele aparelho de pedir chocolate. hahahaha Tava com cerveja e um policial viu, quase fui preso! Punk mesmo!!

    Fui em Hollywood, Santa Monica, Malibu, Disney, Six Flags e a final do Brasil com a Italia.

    Realmente estar numa copa do mundo é a uma das coisas mais divertidas e emocionante que existe, pessoas de todo mundo, todas as cores, roupas, jeitos, maquiagens, nossa nunca chorei tanto, o Brasil era tetra! E toda a galera da excursão juntas, foi lindo mesmo.

    Tim Festival:

    Até agora já confirmados:

    Arctic Monkeys, The Killers, Antony And The Johnsons (adoro a voz dele), Bjork, Cat Power, Julliete end The Licks, Hot Chip, Klaxons, Air e Kaiser Chiefs

    Uma amiga que trabalha na produção disse isso, mas pelo menos AM e Killers anunciaram essa semana.

    Vai ser o melhor Tim Festival de todos os tempos, to babando....

    Abraços

    ResponderExcluir
  5. l.a. é o seguinte: qndo fui a prima vez amei, pq era garoto rocker e tava na fase do primeiro album do guns e do disco preto do metallica (do qual vi show lá em newport beach, o.c.). entao, ir na sunset strip, na area dos clubes de rock, era o maximo. encontrei ate com paulo ricardo do rpm na melrose (com a vendramini). na segunda vez, pensei ate em morar lá. ja tava ate meio encaminhado, mas ai, meu filho chegou e embolou tudo. foi ate bom, pq logo depois teve um puta terremoto (94). na third, fui pra san francisco, mas passei em la, claro, onde tenho amigos. na media, é o segundo lugar ok dos eua (sanfra é legal, mas tudo la acaba as oito e tem muuuuita ladeira!). mas ny é imbativel, big city, gotham, metropolis, nunca dorme, caos...

    ResponderExcluir
  6. os crimes da semana em la:

    dois drive-bys em tres dias (na mesma freeway, mesmo calibre, entao era a mesma arma/pessoa), um maluco matou um cara, do nada, no meio da rua, com taco de beisebol (devia tá cracado) e teve um assalto a banco feito por uma mulher sozinha. mas nada se compara a nossos tiroteios nas linhas coloridas e nos morros. mas voltava pro hotel toda noite, sozinho, tarde, andando, com maquina e tudo, na moral. os homeless so te pedem moedas. mas, claro, tudo pode acontecer. alias, a primeira vez que fui roubado na vida foi fora do pais, em paris, cidade bem mais sinistra qndo vc nao ta nos pontos turisticos

    ResponderExcluir
  7. Acho que estando numa excursão em LA as coisas ficam bem mais fáceis no sentido locomoção.

    Não sofri tanto pois tinha pacote pra tudo. Me lembro que o park Six Flags eram 2 horas do Hotel, realmente.

    Nada em volta do Hotel, somente um Burger King em frente, nada passava, nada acontecia.

    Fui na moleza mesmo, tudo na mão, sem se preocupar com nada, tinha os guias.

    Nessa época já curtia música e comprei trocentos CDS, nossa fiquei deslumbrado com as megastores, era época do Siamese Dream do Smashing Pumpkins.

    Essa foi uma viagem legal que através dos jogos conheci várias cidades, Dallas, LA, Detroit depois NY, Orlando, Miami... Ficamos um mês lá.

    Também prefiro NY é bem parecido com Copacabana, a primeira impressão que tive quando fui lá no inverno, primeira e ultima vez que vi neve, lindo.

    Também adoro andar pelas ruas, avenidas, central Park, é um outro estilo de vida, mas lembrando que a maioria não mora em Manhattan, e sim em cidades vizinhas como New Jersey.

    Ainda vou morar numa cidade dessas.

    Off:

    Viu o Alpha-Dog Tom? O que achou?

    Vi semana passada Knocked Up, do diretor do virgem de 40 anos. Achei legal, mas a crítica esta hypando muito esse filme, nada que me fez dar gargalhadas.

    Vi também Old Joy, um filme bem relex, simples e natureba.

    Teatro Mágico no Circo Sábado? T+

    ResponderExcluir
  8. felipe, vi o alpha dog no cinema antes de viajar. gostei. parece um filme do larry clark bem feito (rs), mas eles deschavaram o final. nao tive tempo de ver knocked up, o tempo era curto e levava-se uma hora para se deslocar de um ponto ao outro. alias, apesar de agengte aqui estra com bons cinemas como o arteplex de botafogo e o kinoplex do leblon, nos tres cinemas que fui la eram bem melhores em termos de imagem, som e conforto da cadeiras. acho que o problema aqui é a copia, as fitas sao mal copiadas e isso estraga o resultado final. vi hairspary, som soberbo. license to wed, projeção perfeita. silver surfer, espetacular (o filme ate ganha pontos por conta disso)

    ResponderExcluir
  9. sério, esta refilmagem de hairspray é boa ? tô curioso, pois achei que seria uma bomba ! afinal, john waters não é nada "re-filmável" (acho que inventei isso rsrsrs).

    ResponderExcluir
  10. na verdade esse novo hairspray é mais baseado no musical da broadway, inclusive nao tem nenhuma musica do filme original, embora siga o roteiro original quase todo. ele é mais pop e menos subversivo, nao tem aquele toque dark do john waters. é uma incognita se vaimfazer algum sucesso. achei legal, ok, mas nao suplanta o original, q é dez

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Winner winner, chicken dinner!

É o lema de quem ganha na mesa de blackjack (21) em Las Vegas. A frase, que diz a lenda, é de autoria de um oriental, que quebrou a banca num dos cassinos da cidade nos anos 50, é dita várias vezes no filme "21" (aqui, "Quebrando a banca"), que estréia semana q vem e vi hj cedo numa cabine. Ela significa algo como, quem ganha paga o jantar. O filme é interessante. Apesar de envolver galera e ter uma trilha sonora atual (com direito a faixa inédita do LCD, não tem aquela edição frenética MTV. Até porque, a história de um grupo de geniozinhos do MIT (Massachusetts Institute of Technology) que têm a capacidade de contar decks de cartas de baralho (sem precisar ser autistas, como o rain man) e vão faturar algum na maciota em Las Vegas, aconteceu mesmo na vida real. Isso é o ponto de maior interesse no filme, sacar os bastidores desse fato verídico. Os atores, a maioria novatos (tem o carinha de "Across the universe", mas tbm tem Kevin Spacey e a gatinha Kate …

KELVIN?

UNZAMIGOS MEU FORO RANGAR EM COPA DEPOIS DO SHOW DO JUSTICE E ACABARO ALI NA REGIAO DA PRADO JUNIOR TRAÇANDO UM GALETO COM AS PUTAS E TRAVECO. DADO MOMENTO, UM DELES VE UM ANUNCIO COLADO NUM ORELHÃO DO LADO DO BAR QUE DIZIA: "LOURINHA GOSTOSA. FAÇO KELVIN ATÉ O FINAL!", AI, GERAL BOLOU. O QUÊ OU QUEM DIABOS É KELVIN? NEGUIM JÁ DESCOLADO EM PUTARIA NÃO SABIA O QUE ERA AQUILO. KELVIN? WHATTAFUCK? A SOLUÇÃO? LIGAR PRA PUTA, É CLARO. AÍ, ELA EXPLICOU A PARADA: KELVIN É FAZER GARGANTA PROFUNDA ATÉ O FINAL SEM USAR CAMISINHA (20 CONTOS). MATADA METADE DA CHARADA. MAS POR QUE KELVIN? FIZ UMA BUSCA NO GOOGLE E SÓ APARECERAM DOIS LINKS SOBRE A PARADA!!! (O RESTO TODO ERA LIGADO A PESSOAS CHAMADAS KELVIN OU AO GRAU KELVIN). UM ERA UM FÓRUM NO QUAL A MESMA RESPOSTA E PERGUNTA QUE FAÇO AQUI ERA REQUERIDA, OUTRO ERA UM ANUNCIO DE JORNAL DE UMA VAGABA QUE FAZ KELVIN. ENTÃO, O MISTÉRIO CONTINUA: POR QUÊ KELVIN? ALGUÉM AÍ SABE?

OS SHOWS QUE VEM POR AI!

A agenda de shows internacionais no Brasil, neste primeiro semestre, está bem movimentada. Teremos desde grandes atrações inéditas (Phil Collins), até velhos conhecidos (Foo Fighters) e despedidas (Ozzy). Infelizmente, algumas das atrações, como Gorillaz e Depeche Mode, apenas em SP





DEPECHE MODE - SÃO FRANCISCO


PHIL COLLINS

PRIMEIRA VEZ NO BRASIL, SOLO - JÁ VEIO COM O GENESIS, NOS ANOS 70,
COM ABERTURA DO PRETENDERS

 22 FEVEREIRO: MARACANÃ/RJ
 24 FEVEREIRO: ALLIANZ PARQUE/SP
 27 FEVEREIRO: BEIRA RIO/POA




FOO FIGHTERS

COM ABERTURA DO QUEENS OF THE STONE AGE 

25 FEVEREIRO: MARACANÃ /RJ
27 FEVEREIRO : ALLIANZ PARQUE /SP
2 MARÇO: PEDREIRA PAULO LEMINSKI/CURITIBA
4 MARÇO: BEIRA RIO/POA


KATY PERRY