Pages

Wednesday, June 20, 2007

LAX-MIA-GIG


Pois então, fui a l.a. fazer uns lances de cinema e fiquei cinco dias em sta. monica, cuja temperatura ta igual a daqui, solzinho, nuvens, cerca de 22 a 25 graus. foi minha quarta vez em los angeles e confesso que ja gostei mais da cidade. hj em dia me incomoda a breguice, o artificialismo e o fato de nao se poder fazer nada a pé, só de carro. a vida inteira das pessoas é sentada, dirigindo. ainda q os carros e as freeways sejam uma maravilha, nao conseguiria viver assim. consegui fazer alguma coisa a pé pq tava perto do promenade, uma area de hoteis, turistica, com ruas de pedestres e a borda da praia pra se andar ou pedalar. mesmo assim, saindo dessa area, os carro-passantes me viam como ameaça, já que vc só vê andando a pé mendigos, malucos e tipos sinistros (ou então, chicanos esperando os onibus). pedestre em l.a. é alien. tive que pegar taxi uns dias e foi um sufoco. alem de caros, pq qq distancia é muito longe (tipo, um bairro qualquer é maior que toda a zona sul carioca), os motoristas sao energumenos despreperados (tudo borat, armenios, russos etc), que nao conhecem a cidade, nao sabem usar o gps, nem ler mapas (sequer sabem usar a maquineta do cartao de credito!). eu tive que praticamente guiar um destes imbecis ate onde eu queria ir e quase perdi um compromisso de trabalho. é um perrengue que custa caro, mas nao tive opção (metro lá vai do nada ao lugar algum). ainda bem que tenho um amigo morando lá e passei um dia off com ele e pude ir a lugares como a amoeba records, pelo menos. alias, na sexta teve showcase dos noisettes na amoeba (tava trabalhando e perdi) e nessa segunda os white stripes transformaram a extinta tower records da sunset em icky thump records e fizeram um show de graça a meia-noite. mas, nessa hora, eu ja tava voando de volta. contudo, trouxe o nme com um single em vinil deles. resumindo: já gostei mais dessa cidade. hj, nao tanto. nos eua hj em dia só presta nova york, onde as pessoas sao um pouco mais inteligentes e menos roboticas. e onde se anda a pé, de onibus, taxi e metro numa boa. e, praia por praia, as daqui dão de mil nas da california. e as garotas, também. crime? bom, teve dois drive-by shootings em tres dias. o pior daqui é ver criança no sinal, o que prova que somos terceiro mundo enquanto nao resolvermos isso...

*na foto, as colinas de Hollywood vistas da sacada de um hotel em Beverly Hills (se fosse no Rio, seria o Cristo visto de Copacabana :-))

10 comments:

fabio fernandes said...

finalmente, tom, bem vindo de volta, não aguentava mais encontrar a cova desatualizada e sem novidades :)

pacheco said...

A única vez que vi alguém sendo roubado (ou assaltado) foi em L.A., um cara saiu correndo com uma bolça.

Sorte a minha, né?

iga_rio said...

Fala Tom,

Tenho a maior curiosidade de conhecer L.A. ... se tem uma parte dos EUA que quero conhecer é a California... sempre tive a impressão que L.A. seria mais a cara do Rio e NY mas parecido com SP !!! o engraçado é que em todas as vezes que viajei para fora.. os EUA sempre ficaram em segundo plano.

Abraços,

Felipe Passarelli said...

Fala Tom, bem vindo!

Po, maneira a viagem, L.A é legal, quando se tem carro ou estiver de excursão, claro. rs

Fui na Copa de 94 com meu pai, e vou dizer que foi uma das melhores viagens da minha vida.

Onde eu fiquei, era Sheraton acho, fizemos a maior algazarra. Guerra de gelo no quarto do hotel, pegação, invadimos a coxinha onde era tudo barato e depois ainda viramos aquele aparelho de pedir chocolate. hahahaha Tava com cerveja e um policial viu, quase fui preso! Punk mesmo!!

Fui em Hollywood, Santa Monica, Malibu, Disney, Six Flags e a final do Brasil com a Italia.

Realmente estar numa copa do mundo é a uma das coisas mais divertidas e emocionante que existe, pessoas de todo mundo, todas as cores, roupas, jeitos, maquiagens, nossa nunca chorei tanto, o Brasil era tetra! E toda a galera da excursão juntas, foi lindo mesmo.

Tim Festival:

Até agora já confirmados:

Arctic Monkeys, The Killers, Antony And The Johnsons (adoro a voz dele), Bjork, Cat Power, Julliete end The Licks, Hot Chip, Klaxons, Air e Kaiser Chiefs

Uma amiga que trabalha na produção disse isso, mas pelo menos AM e Killers anunciaram essa semana.

Vai ser o melhor Tim Festival de todos os tempos, to babando....

Abraços

tom said...

l.a. é o seguinte: qndo fui a prima vez amei, pq era garoto rocker e tava na fase do primeiro album do guns e do disco preto do metallica (do qual vi show lá em newport beach, o.c.). entao, ir na sunset strip, na area dos clubes de rock, era o maximo. encontrei ate com paulo ricardo do rpm na melrose (com a vendramini). na segunda vez, pensei ate em morar lá. ja tava ate meio encaminhado, mas ai, meu filho chegou e embolou tudo. foi ate bom, pq logo depois teve um puta terremoto (94). na third, fui pra san francisco, mas passei em la, claro, onde tenho amigos. na media, é o segundo lugar ok dos eua (sanfra é legal, mas tudo la acaba as oito e tem muuuuita ladeira!). mas ny é imbativel, big city, gotham, metropolis, nunca dorme, caos...

tom said...

os crimes da semana em la:

dois drive-bys em tres dias (na mesma freeway, mesmo calibre, entao era a mesma arma/pessoa), um maluco matou um cara, do nada, no meio da rua, com taco de beisebol (devia tá cracado) e teve um assalto a banco feito por uma mulher sozinha. mas nada se compara a nossos tiroteios nas linhas coloridas e nos morros. mas voltava pro hotel toda noite, sozinho, tarde, andando, com maquina e tudo, na moral. os homeless so te pedem moedas. mas, claro, tudo pode acontecer. alias, a primeira vez que fui roubado na vida foi fora do pais, em paris, cidade bem mais sinistra qndo vc nao ta nos pontos turisticos

Felipe Passarelli said...

Acho que estando numa excursão em LA as coisas ficam bem mais fáceis no sentido locomoção.

Não sofri tanto pois tinha pacote pra tudo. Me lembro que o park Six Flags eram 2 horas do Hotel, realmente.

Nada em volta do Hotel, somente um Burger King em frente, nada passava, nada acontecia.

Fui na moleza mesmo, tudo na mão, sem se preocupar com nada, tinha os guias.

Nessa época já curtia música e comprei trocentos CDS, nossa fiquei deslumbrado com as megastores, era época do Siamese Dream do Smashing Pumpkins.

Essa foi uma viagem legal que através dos jogos conheci várias cidades, Dallas, LA, Detroit depois NY, Orlando, Miami... Ficamos um mês lá.

Também prefiro NY é bem parecido com Copacabana, a primeira impressão que tive quando fui lá no inverno, primeira e ultima vez que vi neve, lindo.

Também adoro andar pelas ruas, avenidas, central Park, é um outro estilo de vida, mas lembrando que a maioria não mora em Manhattan, e sim em cidades vizinhas como New Jersey.

Ainda vou morar numa cidade dessas.

Off:

Viu o Alpha-Dog Tom? O que achou?

Vi semana passada Knocked Up, do diretor do virgem de 40 anos. Achei legal, mas a crítica esta hypando muito esse filme, nada que me fez dar gargalhadas.

Vi também Old Joy, um filme bem relex, simples e natureba.

Teatro Mágico no Circo Sábado? T+

tom said...

felipe, vi o alpha dog no cinema antes de viajar. gostei. parece um filme do larry clark bem feito (rs), mas eles deschavaram o final. nao tive tempo de ver knocked up, o tempo era curto e levava-se uma hora para se deslocar de um ponto ao outro. alias, apesar de agengte aqui estra com bons cinemas como o arteplex de botafogo e o kinoplex do leblon, nos tres cinemas que fui la eram bem melhores em termos de imagem, som e conforto da cadeiras. acho que o problema aqui é a copia, as fitas sao mal copiadas e isso estraga o resultado final. vi hairspary, som soberbo. license to wed, projeção perfeita. silver surfer, espetacular (o filme ate ganha pontos por conta disso)

fabio fernandes said...

sério, esta refilmagem de hairspray é boa ? tô curioso, pois achei que seria uma bomba ! afinal, john waters não é nada "re-filmável" (acho que inventei isso rsrsrs).

tom said...

na verdade esse novo hairspray é mais baseado no musical da broadway, inclusive nao tem nenhuma musica do filme original, embora siga o roteiro original quase todo. ele é mais pop e menos subversivo, nao tem aquele toque dark do john waters. é uma incognita se vaimfazer algum sucesso. achei legal, ok, mas nao suplanta o original, q é dez

NA CIDADE

OCTOBERFESTIVAS:

FESTIVAL DO RIO  ÚLTIMA CHANCE   de 16 a 18 de outubro   Estação NET Botafogo 1 + Estação NET Rio 4 e 5    

ESTAÇÃO NET BOTAFOGO 1: 16/10/2017         Estação NET Botafogo 1  15:00     Ocidental Dir. Neïl Beloufa 16/10/2017         Estação NET Botafogo 1  17:00     Matar Jesus Dir. Laura Mora 16/10/2017         Estação NET Botafogo 1  19:00     Memórias do subdesenvolvimento Dir. Tomás Gutiérrez Alea 16/10/2017         Estação NET Botafogo 1  21:00     As misândricas Dir. Bruce LaBruce

  17/10/2017         Estação NET Botafogo 1  15:00     Ensiriados Dir. Philippe Van Leeuw 17/10/2017         Estação NET Botafogo 1  17:00     Antipornô             Sion Dir. Sono 17/10/2017         Estação NET Botafogo 1  19:00     Patti Cake$ Dir. Geremy Jasper 17/10/2017         Estação NET Botafogo 1  21:00     Meu colégio inteiro afundando no mar Dir. Dash Shaw  

18/10/2017         Estação NET Botafogo 1  15:00     Últimos homens em Aleppo Dir. Firas Fayyad 18/10/2017         Estação NET Botafogo 1  17:00     Cadáveres bronzeados Dir. Hélène Cattet, Bruno Forzani 18/10/2017         Estação NET Botafogo 1  17:00     Sal Dir. Diego Freitas 18/10/2017         Estação NET Botafogo 1  19:00     Alanis Dir. Anahí Berneri 18/10/2017         Estação NET Botafogo 1  21:00     How to Talk to Girls at Parties Dir. John Cameron Mitchell  

ESTAÇÃO NET RIO: 16/10/2017         Estação NET Rio 5             14:15     Kim Dotcom: Agarrado na web Dir. Annie Goldson 16/10/2017         Estação NET Rio 5             16:15     God's Own Country Dir. Francis Lee 16/10/2017         Estação NET Rio 4             18:00     A liberdade do diabo Dir. Everardo González 16/10/2017         Estação NET Rio 5             18:45     Golden Exits Dir. Alex Ross Perry 16/10/2017         Estação NET Rio 4             19:45     As entrevistas de Putin Dir. Oliver Stone 16/10/2017         Estação NET Rio 5             21:00     A vendedora de fósforos Dir. Alejo Moguillansky  

17/10/2017         Estação NET Rio 5             14:15     Encriptado Dir. Nick de Pencier 17/10/2017         Estação NET Rio 5             16:15     Eduardo II Dir. Derek Jarman 17/10/2017         Estação NET Rio 4             17:30     Top of the Lake: China Girl Dir. Jane Campion, Ariel Kleiman 17/10/2017         Estação NET Rio 5             18:45     Titicut Follies Dir. Frederick Wiseman 17/10/2017         Estação NET Rio 5             21:00     Invisível Dir. Pablo Giorgelli

  18/10/2017         Estação NET Rio 5             14:15     Senhora Fang Dir. Wang Bing 18/10/2017         Estação NET Rio 5             16:00     Minha adorável lavanderia Dir. Stephen Frears 18/10/2017         Estação NET Rio 4             17:20     Tangerine Dream: a revolução do som Dir. Margarete Kreuzer 18/10/2017         Estação NET Rio 5             17:50     Cicciolina - Madrinha do escândalo  Dir. Alessandro Melazzini 18/10/2017         Estação NET Rio 5             19:00     O diabo e o Padre Amorth Dir. William Friedkin 18/10/2017         Estação NET Rio 4             19:10     Long Strange Trip: A viagem do Grateful Dead Dir. Amir Bar-Lev 18/10/2017         Estação NET Rio 5             20:30     Ex Libris: Biblioteca pública de Nova York Dir. Frederick Wiseman  

INGRESSOS: R$22,00 / meia: R$11,00 Meia entrada para quem comprou Passaporte

UCI INAUGURA A PRIMEIRA SALA DE CINEMA XPLUS LASER DO BRASIL, NO RIO DE JANEIRO: No ano em que comemora duas décadas no Brasil, a rede UCI reforça sua missão de oferecer ao público a melhor experiência em cinema e o que há de mais moderno no mundo, no mercado audiovisual. No Rio, inova mais uma vez com a primeira sala XPLUS Laser do país. A novidade será no maior complexo de cinemas brasileiro, o UCI New York City Center, que este ano também recebeu a primeira 4DX da cidade, com cadeiras que se movimentam e efeitos especiais. A aquisição do novo projetor a laser torna ainda mais imersiva a tecnologia da XPLUS, que tem projeção 3D de última geração, tela gigante com definição 4K e som Dolby Atmos™, com mais de 54 caixas acústicas e 128 streams de áudio que criam a ilusão de um campo infinito ao redor de cada espectador.

PROGRAMAÇÃO DO BLUE NOTE JAZZ CLUB RIO (ONDE ERA A MIRANDA, NO COMPLEXO LAGOON, NA LAGOA, LADO LEBLON):     Outubro   20/10 – Sexta-feira 21:00 Chick Corea & Steve Gadd Band 23:30 Chick Corea & Steve Gadd Band   Novembro 02/11 Quinta-feira 20:00 Spyro Gyra 22:30 Spyro Gyra   03/11 Sexta-feira 21:00 Spyro Gyra 23:30 Spyro Gyra   04/11 Sábado 21:00 Spyro Gyra 23:30 Spyro Gyra   15/11 Quarta-feira 20:00 Laura Perrudin   16/11 Quinta-feira 20:00 Didier Lockwood Trio 22:30 Didier Lockwood Trio

Tropicália ganha exposição tech com livre reinterpretação conceitual Nos 50 anos do movimento, na Galeria BNDES   Os artistas Barbara Castro e Luiz Ludwig, do estúdio Ambos&&, apresentam uma livre reinterpretação dos conceitos do movimento tropicalista à luz da arte e da tecnologia. Com a exposição Vamos Comer, estimulam o público a “devorar” experiências sensoriais e orgânicas, incluindo quatro instalações de arte computacional. Ela está aberta a visitações na Galeria BNDES, no Rio, entre os dias 18 de outubro e 1º de dezembro, de segunda a sexta, das 10h às 19h

Zucchero (o 'roberto carlos da itália') vem fazer shows no Brasil em outubro: Rio de Janeiro, no dia 26 de outubro, no Teatro Bradesco Rio São Paulo, no dia 27 de outubro, no Teatro Bradesco Porto Alegre, no dia 28 de outubro, no Teatro do Bourbon Country  

AGENDA CUTURAL BARATOS DA RIBEIRO: Sábado, 21 de outubro, a partir das 17h: VESPEIRO com as bandas Estranhos Românticos e Imperfeitos Quinta-feira, 26 de outubro, a partir das 19h: LEVADAS DA BECA, com as DJs Ana Paula Moniz (Beca Brechó), Bia Andrade & Ana Galli + uma convidada surpresa! Sábado, 11 de novembro, a partir das 17h: VESPEIRO com a banda Os Alquimistas (MS) e Mauk + Pedro White & banda fazendo tributo duplo: ao Bruce Springsteen e ao Tom Petty! RUA PAULINO FERNANDES 15, BOTAFOGO/RJ

MOSTRA DE CINEMA ARGENTINO CONTEMPORÂNEO VOLTA À CAIXA CULTURAL RIO DE JANEIRO EM SUA SEGUNDA EDIÇÃO   Histórias extraordinárias apresenta uma seleção com os melhores filmes recentes do país vizinho. Debates com cineastas e especialistas completam a programação Local: CAIXA Cultural Rio de Janeiro – Cinema 2 Endereço: Av. Almirante Barroso, 25 – Centro  (Metrô e VLT: Estação Carioca) Telefone: (21) 3980-3815 Data: de 07 a 19 de novembro de 2017 (terça-feira a domingo)

II FESTIVAL IMPERIAL DE CINEMA DE PETRÓPOLIS COMEÇA NESTA QUARTA, DIA 18: Festival é gratuito e conta com filmes inéditos na programação  A abertura será no Theatro D. Pedro com exibição do filme “João, O Maestro”, de Mauro Lima.

Angela Ro Ro leva o show "Amor & Humor" para a Zona Norte A cantora - que pela primeira vez pisa no palco do Centro Cultural João Nogueira -  faz  apresentação única no Méier, dia 29 de outubro, às 19h, no Imperator

estreia: 5º FEIRA/ 19 OUT - ABERTURA DA MOSTRA JÓIAS DO CINEMA DINAMARQUÊS: CINE JOIA DO RIO DE JANEIRO (copacabana) EXIBE SEIS LONGAS INÉDITOS DO PAÍS NÓRDICO; E O PRIMEIRO DOC LONGA-METRAGEM FILMADO NA GROENLÂNDIA.

Depois de regravar sucessos do Pop, Rock e Samba, a Orquestra Petrobras Sinfônica prepara uma homenagem ao reggae. O quarto EP da série “O Clássico é...” trará versões inéditas de “Andei só” (Natiruts), “Minha felicidade” (Roberta Campos), “Um anjo do céu” (Maskavo), “Aonde você mora” (Cidade Negra) e “Segue o baile” (Braza). A primeira apresentação do novo projeto será no Teatro Rival Petrobras, com entrada gratuita, às 20h do dia 18 de outubro (quarta-feira).

(colaborou @DonnieDarko73);

Blog Archive

Buscar

About Me

tom leão
Vanuatu
amigo dos amigos, amante de música, cinema, boa comida, de pedaladas e caminhadas
View my complete profile
Powered by Blogger.

Popular Posts

Translate

Followers