Pages

Thursday, November 16, 2006

LAGER LAGER LAGER!!!



tem alguns momentos de minha vida que considero marcos, levando em conta que ela é quase toda norteada por música. tipo, a primeira vez que ouvi o primeiro disco do clash e minha vida mudou. a primeira vez que ouvi o primeiro pixies e tudo fez sentido de novo. o show do nirvana no rio, especie de fim de um ciclo (punk is dead?). e o show do underworld, num festival/rave na irlanda, em 98. outro fim de ciclo. a geração rave morria ali pra mim (que tinha ido a minha primeira rave quase dez anos antes, em londres), ao mesmo tempo em que ganhava o mainstream mundial. ouvir ´born slippy' no meio de um monte de irlandeses seriamente bebados, gritando em coro "lager, lager, lager!!!" e rolando na lama, foi equivalente a minha mae ouvir o mick jagger cantando "satisfaction" nos anos 60, qndo aquilo fazia sentido. e, assim como nao fui ver o show sell out dos pixies em curitiba (e só vi os pistols na apoteose ha alguns anos por obrigação de trabalho), tbm nao vou ver o underworld sábado numa fazenda perto de petrópolis. nao gosto de estragar meus momentos mágicos. como tbm jamais iria ver um revival do nirvana, caso kurt estivesse vivo e maluco o bastante pra pensar em tal coisa. new order? só pelo joy division...

*foto de dani bever, no show do underworld, ontem em sp.

28 comments:

PEDRO BAMBAATAA said...

concordo com vc tom, há momentos mágicos, mas se o underworld fosse na Cidade do Rock, eu iria, pois sou fã da banda que conheci atraves do rio fanzine e tenho o dvd everything, everything que acho demais... pois isso iria...
Agora ir até petrópolis numa fazendo é um esquema muito alternativo para mim....
não sei se a banda ainda está meia bomba, pois se não me engano, pela foto do flyer, só tem dois membros agora...
mas hoje mesmo estava ouvindo o cd "a hundred days off"(foi o último trabalho?) e gosto muito,como os trabalhos anteriores, por isso iria...
momento marcante para mim?
show do Iguana no canecão em 88, achei sensacional quando o mancebo
deu um stage dive no meio da galera e apareceu um cara louro com roupa sadô e quepe meio nazista e ou levou de volta para o palco junto com a galera...

ps: vou pela canções do new orde...
ouvi-las é algo marcante para mim...

um abraço!!

tom said...

no caso do underworld, ate se fosse por aqui daria pra arriscar, pq tbm, tem sasha abrindo. mas o publico vai ser aquela palyboizada psy, nadave. qnto ao new order ja os vi 2vzs. gosto pra caramba da banda e eles nao estao na fase turne retro, ate pq continuam lançando discos novos. ja o cult, por exemplo, vai ser mais uma onda nostalgica, tipo silvio caldas

Felipe Passarelli said...

hahahahahahaha

Tive quer rir do Silvio Caldas ou pode ser também o Luís Caldas do Tiêta?? (Falando nessa musica, o bonde do rolê fez uma versão incrível pra ela)

Po gostei do Show do New Order, foi além das minhas expectativas, foi nota 8,0.

Não foi 10,0 porque foi curto, o show não teve efeitos alguns, e o repertório pequeno, e o dinheiro não valeu o show, mas foi ótima a vibe do local, re-encontrei muitos amigos queridos que não via há anos.

E esse papo de momentos Tom, depende de como, onde, que proporções, qualidade e notoriedade foi, não é pq vc é mais vivido e conheceu coisas antes, que outras pessoas não possam curtir igualmente depois. Assim você esta enterrando a musica de vez.

Nem todo mundo teve oportunidade de viajar em 80 e tomar bala em Londres, penso nacional, brasil, acho que as coisas acontecem na hora que devem acontecer, e isso é bem particular.

Me acho In por ter pegado a OOPS na Gheto com 17 anos e ter descoberto isso tudo depois, mesmo atrasado, mas foi quando o underground se estabeleceu aqui, e foi uuma fase ótima.

Momentos históricos recentes como o show do Franz no Circo, coisa que lá fora, só se ve em Reading Festival etc.

E a musica se renova a cada dia, em dezembro mesmo, vamos ter Jens Lekman aqui no Rio, tipo, coisa impossível de se imaginar no Brasil, pq lá fora, ele é considerado o novo Elliot Smith, amado por todos os indies americanos, o sueco faz um twee-pop maravilhoso, e ta no "hype" vamos dizer assim.

Outro exemplo, Sonic Youth volta ano que vem com a turnee do ultimo album, que é considerado por mim, pela critica e pelos fãs um dos melhores albuns da banda, nunca se sabe como a grande coisa vai acabar, até pq nos tempos de hoje, todo o hype em cima, acaba bem mais cedo.

Cade o Bla Bla Bla todo em cima do Arctic Monkeys? Os caras já não estão tão tops assim, e a midia agora esta em cima do Klaxons, que é uma banda incrível, que revive toda essa onda rave do passado com cara nova, nada se cria tudo se copia como já dizia esta famosa frase.

Enquanto em londres rolava raves, antes já tinha o Neu!, o Kraftwerk, o Can, Faust, todos inspiradores de bandas atuais assim como eles próprios foram influenciados por outras pessoas.

Não acredito em 100 % novo, mas sim num mundo de influencias, assim como o muddy watters influenciou o rolling stones.

Enfim, penso eu, que tudo é uma bola de neve, que vai passando de mão em mão, se aprimorando e renovando certo estilo/época.

Aí Tom, já viu o video classico da briga do dollabela e do gordo que resolveram soltar essa semana? o que achou daquilo?

Vc que viveu mais e conhece mais o punk, o que acha do joão gordo, do RDP? Acha ele um cara legal, conhece ele, respeita?

Falows!

Sandman said...

eu ate ia nessa rave e tal.tem anos q nao vou (e olha q so tenho 24 anos !!).mas sei lah, as raves nao fazem tanto sentido pra mim hj em dia.a ideia original c perdeu.eu so iria pra ver born slippy ao vivo.deve ser magico.

mas eh aquilo neh...com certeza metade do publico q vai lah nem tem ideia do q representa essa musica.
-----
tanto q vou trocar essa rave por uma tarde no cinema do downtown :)
------
eu nunca fui e-head e tal, mas eu fecho mais com o pessoal da ddk, por exemplo.Os caras vao lah, curtem o ebm deles, darkelectro..numa boa, sem drogas sem nada,dancam com os amigos..namoram e de manha comem um cachorro quente na frente do cine iris e vao embora pra casa..felizes.

esse papo q essa galera "psy" sempre me manda, d q temos q aproveitar a vida(ou seja, tomar balinha e ficar numa festa durante 15 horas :S ja me encheu o saco.

------
nao sei pq, mas toda vez q vou na ddk com os meu amigos(a ultima foi maravilhosa) eu tenho a sensacao de estar fazendo parte de um momento magico.tipo, algo q daqui a 20 anos vao falar.."vcs lembram da ddk?" :)
mas eu fecho com vc tom.quando fizerem uma festa revival da ddk..eu nao vou nao hehehe

tom said...

os momentos magicos podem acontecer a qq momento com qq um de qq idade. sandman ilustrou bem. ddk é o cubatao da nova geração. mas reviver isso daqui ha 20 anos vai ser mico. nao vou em coisas do tipo reuniao de classe, no way (fui numa festa remember cubatao avisando q aquela seria a unica a quem me convidou pra tocar). o momento é agora. eu mesmo tive um belo momento magico no show do daft punk, trouxe a gueto para minha mente. o show do new order foi bacana. nao excelente, mas melhor do que o que eles fizeram aqui antes (caray tocaram she´s lost control e radio!). mas o som do lugar tava mezzo ruim. ja contei aqui q fui febril nesse show do iggy e o cara caiu do stage dive bem na minha frente, gave me five e se foi. fiquei bom na hora (rs). por isso, vou deixar o underworld quietinho la na minha mente (po, eu fui as lagrimas na outra vez, todo mundo abraçado gritando lager lager foi foda) e agora nem tem darren emerson

fabio fernandes said...

pois é, underworld sem o darren e um pouco longe de casa são dois fatores que tbém não me animam ... assim como este show do cult, eu já achei aquele anterior um pouco decepcionante. pelo menos, agora a banda tá vindo com a formação original.
saudades ? sim, do crepúsculo, da basement, da dr. smith, da gueto, da bunker no início, da loud ainda em botafogo ... mas, em certos casos, é melhor manter as (boas) memórias intactas, sem querer revivê-las, nunca dá certo. igual a ex-namoradas ...

Felipe Passarelli said...

poisé até acabei não falando so Underworld.

Achei uma puta sacanagem esse evento ser onde o judas bateu as botas, na pqp mesmo e colocarem além da linhagem fina prog, outra tenda com supers DJs Psytrance, o que cortou totalmene minha vontade de ir.

Isso que da deixar na mão de tranceiros fazer essas festas, pq não na Fundição, no Armazém, na Marina da Glória???

Além do mais, se for, ia gastar uma fortuna, passagem ida e volta, ingresso...

Fora que é impossivel ficar "clean" nessas festas, mais dinheiro em aditivos....

Sei lá, acho que é a idade, não tenho mais esse espírito aventureiro e largado de raves como antes, gosto muito de ar condicionado, pegar taxi e voltar pra casa, é o que eu tenho feito ultimamente.

Se colocar na balança, da no mesmo ir pra São Paulo e ir no Nokia, pelo menos no Rock você se segura mais.....

Não sei se irei, mas tudo indica que não, mas vamos ver até amanhã....

Enquanto a DDK, pelo amor de deus, aff, só se for lembranças de terror, fui uma vez pra nunca mais, que povo mais estranho, musicas péssimas e pessoas naaada a ver comigo, nem elas com elas mesma.

Não estamos em Berlin né, pelo amor de deus, wake up!

Sou 1000x uma festa de psy com um line up bom do que uma DDK.

Mas tem gosto pra tudo..... Aquilo tudo muito fake, as pessoas são aquilo aquele dia, é tipo festa halloween, ninguem sabe o que é EBM, vai pela festa e pra pegar as vampiras no quarto escuro que colocaram lá....

Xo Satanás! hehehe :)

PEDRO BAMBAATAA said...

porra só agora consegui mandar este post sobre o show do new order...
achei um dos melhores do ano, achei o lugar legal como espaço,
o som não foi dez mas comparado com o maracanazinho foi bem legal...
A rapaziada do Rio como sempre, e pelo que li sobre os shows anteriores, deu um show de animação...
pela reação da banda acho que eles se amarraram..

ainda deram um segundo biz com "love vigilantes"...
Porra, sai com a camisa suada, foi muito legal...

abraço!

PEDRO BAMBAATAA said...

momentos mágicos para mim:

van halen(Maracanzinho /83)
iron maiden (rock in rio 1 /85)
Legião Urbana (Festa 3 anos Flu /85)
sioux (Monte Libano /86)
Echo (Caneco /87)
Legião Urbana (Maracanzinho /88)
Iggy (Caneco /88)
Nick Cave (Scala /88)
Prince (os 2 shows) (Rock in Rio 2/91)
George Michael(uma supresa)(Rock in Rio 2/91)
Living Color (Hollywood Rock)
Nirvana e Alice in Chains (Hollywodd Rock)
Cocteau Twins (Imperator)
Brand New Heavies (Free Jazz)
Brian Ferry (Metropolitan) /95
White Zombie e Smashing Pumpkins (Hollywood Rock)
David Bowie (Metropolitan) /97
Goldie (Free Jazz) /97
Kraftwerk (Free Jazz)/98
Orbital (Free Jazz) /99
Sonic Youth (Free Jazz)
REM (Rock in Rio 3)
Daft Punk (Tim Festival)/06

Abraços

ps: algumas data posso ter errado.

fabio fernandes said...

finalmente consegui ver a peça sobre renato russo, no centro cultural correios, e todo o perrengue para comprar ingressos valeu a pena. já tava curioso qto aos comentários e as matérias (todas críticas positivas) que tinha lido sobre a peça e realmente valeu a pena. o bruce gomlevsky tá incorporando renato, mas não de uma forma caricatural, e sim de uma forma carinhosa. o texto é o mesmo do livro do dapieve, acho que 95% da peça se baseia nele.
e qdo a peça acaba, todo mundo tá chorando (inclusive minha namorada), é um tal de ouvir narizes fungando, gente suspirando ... mas não tem como se emocionar, ainda mais prá quem viveu aquilo tudo.
e tem o telão (o mesmo utilizado em avenida dropsie) e os vídeos do apavoramento prá completar.

fabio fernandes said...

como donnie darko é assunto recorrente aqui na cova, uma dica: r$ 9,90 na lojas americanas.
junto com outros bons filmes (terra de ninguém, pollock etc.) e outros meio trash (alone in the dark e por aí vai).
por r$12,90 ainda tem ladrão de casaca !
sorry pela propraganda, tom ...

tom said...

fabio, em qual americanas tem isso?em qq uma? o maximo q achei ate hj foi uma versao dupla de scarface por vinte contos. so vejo lixo.

ainda nao vi essa peça do renato rusos. como a temporada foi prorrogada, vou tentar ver...

fabio fernandes said...

tenho feito uma peregrinação quase que diária nas americanas do centro (uruguaiana e passeio) pqe descobri que eles tem colocado coisas diferentes todos os dias, acho que é a proximidade do natal, sei lá.

fabio fernandes said...

além destes filmes que citei, esta semana comprei farenheit 9/11 (edição especial) por r$ 12,90 e o casal osterman, filme que adoro, (duplo) por r$ 9,90 !!!

Sandman said...

eu tb to afim de ver a peca do Renato.Meu amigo foi e disse q eh mto boa mesmo :)

tom said...

apesar da insistencia de dois amigos djs, com carona e tudo, passei o underworld. se fosse num lugar mais proximo e sem psy em volta ate pensava no caso. alguem ai foi? no new order foi mais tranks pq eles nao estavam na minha lista de momentos magicos, os shows no maracanazinho e ibirapuera foram caoticos. agora foi bem melhor, setlist dez.

fabio fernandes said...

o único porém da peça sobre renato russo é a questão do ingresso. comprei quase há um mês atrás pqe todas as sessões estão esgotadas. além de que a bilheteria do teatro só abre às 16hs, mas às 14hs já tem gente na fila ...

fabio fernandes said...

já viram a segunda edição da rolling stone com o iguana na capa ? ainda bem, pois seria o tom zé ...

ah, uma amiga minha foi ao creamfield e elogiou bastante a infra do lugar, adorou. herman e o sasha arrebentaram e o underworld deixou todos em êxtase, segundo ela. e não tinha tanto playboy que curte "reive" não ...
parece que a segunda edição será em fevereiro com fatboy slim. se for verdade, desta vez eu vou ...

Felipe Passarelli said...

Fala Tom,

E aí, já vai rolar nossa bolada dos melhores albuns do ano em algum outro tópico a fazer?? Tipo já tem uma galera fazendo já em outras revistas/blogs, seria a boa compartilharmos o que gostamos, e chegarmos a uma média (já que nem somos tantos).

Não fui no Underworld, preguiça imperou e fiquei pensando em outro sonho a ser visto: Ladytron semana que vem, gosto muito deles :)

Boa vou listar meus momentos mágicos aqui, alguns ate podem parecer farofa, mais foi de coração e me enreguei legal, subiu aquela enegia e as vezes, hipnotizado por motivos inexplicáveis.

- Oingo Boingo - Estádio do Flamengo (1990)(Meu Primeiro show, com meu pai esse)

- Paul McCartney - Maracanã - De novo com minha família, primeiro mega espetaculo, não tem como esquecer

- Informacion Society - Rock In Rio II - A empolgação foi tão grande que a arquibancada quase caiu, foi incrível.

- Madonna - Macaranã - Sonho

- Guns N' Roses - Jacarepaguá, marcante por ser o primeiro show do Guns na Turne do Use Your Ilusion, já que não tinha ido ao Rock In Rio II

- INXS e Soul Asylum - Flamengo - Tipo, foi mágico ver o INXS que ja era sonho, e tb amava Soul Asylum na época, foi uma dopradinha incrivel.

- Beastie Boys e Planet Hemp - Imperator - Primeira vez das duas bandas, conheci o Planet Hemp aí e foi lindo ver Beastie Boys no Brasil e no Meier na turne do I'll Comunication.

- Jamiroquai - Free Jazz - JK ainda tinha folego, ainda tinha o Digeridoo, e foi a primeira vez, foi fantástico a energia deles.

- Bjork - Close Up - Sem comentários

- Chemical Brothers - Metropolitan Fantástico, vieram na época de bombação deles, e foi lindo, muita descobertas.

- Prodigy - Metropolitan - Inesquecível e incendiario, com metropólitan esgotado, ainda teve covers.

- David Bowie - Metrpolitan - Fase industrial, e primeira vez q vi o cara, muito bom

- Roxette - Apoteose - Nossa amava roxette na época, foi tipo explosão de felicidade.

- Kiss e Rammstein - SP - Um dos melhores shows da minha vida

- Pato Fu/Supergrass/White Zombie/Smashing Pumpking/The Cure - Hollywood Rock - Melhor Line Up de um dia

- Pearl Jam - Apoteose - Fiquei hipnotizado e levitando, really magic...

REM - Rock In Rio III - Sonho realizado

Kraftwerk - Free Jazz - Apoteótico

- Arcade Fire - Me entreguei de Corpo e alma

- FF/ Circo - UP

- U2 os dois de 98 e 2006 - Valeu a sanguinaria aquisição pelos ingressos

- Sonic Youth - Tim Festival

- Peaches em BH

- O melhor de 2006 foi Beastie Boys no Tim

- Daft Punk - Animação estática

- Flaming Lips e NIN - CQER

- Wilco - Tim Festival - Paixão a primeira vista, não conhecia nada e virei fã

entre uma porrada mais, depois vou colocando hehehehe

Abraços ae Tom!

Calvin said...

Vi outro dia na Americanas da Tijuca o Buena Vista Social Club por 9,90! Ainda não comprei pq tinha tipo uns 100 DVDs do filme lá, deixei pra depois... E agora sabendo que tem isso nas do Centro, vou correr atrás desses.

PEDRO BAMBAATAA said...

hoje estava na fenac do barra shopping e vi o novo dvd do depeche...
vi impressionado... a produção do show é dez...
mas achei a banda muito diferente...
tem baterista com bateria estilo
heavy metal e o david gahan bem acabado... acho que foi a mardita "heroin"...
tava por 44reais e alguns trocados...
como já tenho o 101 pirata e o devotional tour, declinei...
mas a produção do show vale uma conferida, como estava passando, fiquei parando vendo...
abraços!

ha... na americanas do barrashopping tinha CRY BABY e CONTA COMIGO(para mim um clássico)...

abraços!!

fabio fernandes said...

parece que não é boato, o fatboy toca na segunda edição do creamfields aqui no rio, 10/02 ! tudo bem que é a quarta vez que ele se apresenta no brasil, mas tá valendo.

Rocha06 said...

Po Bambaataa, considerando a vida que o cara levou não acho que o Gahan tá tão acabado não. A voz dele continua ótima e ele continua pulando pra lá e pra cá pelo palco como fazia há 20 anos. Aliás, eu li que o Depeche levou o prêmio de Melhor Banda no MTV Europe Awards...nada mal pra uma banda "das antigas" que nunca mais emplacou um hit...
E eu continuo esperando a chance de vê-los ao vivo um dia...

Calvin said...

Aproveitando um pouco o assunto shows por um outro foco. Na sexta eu vi shows do Nelson e Os Gonçalves e Cordão do Bola Preta na cinelândia e ainda ganhei um real por ter assitido ao festval dA Organização que tava rolando no Odeon. No sábado vi Matanza e Ratos de Porão no Circo, bela carnificina sonora por 10 reais. No domingo fui pra praia, passei pelo Rio Maracatu e parei no Binário. Na segunda vi um ensaio de um bloco de maracatu em Sta. Teresa e depois fui pros Arcos da Lapa e vi show da Beth Carvalho e Orquestra Imperial.

Custo total dessa salada musical: 9 reais!!! (10 do Ratos e o um real que ganhei dA Organização)

Por mais que o Rio me decepcione muito com violência e falta de civilidade, não consigo imaginar lugar no mundo que algo assim fosse possível por um custo tão baixo.

E hoje tem tributo ao inédito no odisséia, amanhã tem Lafayete e os tremendões na lapa e moptop em copa, quinta tem o m.o.l.a. no circo, sexta tem Bravery, sábado tem Djangos em botafogo... Bom, assim eu tô parecendo o Na Cidade do RF, hehe. Mas vcs tb não acham que as opções musicais na cidade a um preço e lugar acessíveis estão aumentando?

Rocha06 said...

Fatboy virou farofa.

Lord Vader said...

Off Topic :
RIP Robert Altman ...

tom said...

acho q alguns de vcs confundiram momentos magicos com melhores momentos ou melhores shows. ha uma leve diferença. um momento magico marca ou muda a sua vida e pode acontecer provocado ate por uma situação ruim. ja viram a historinha que o angeli publicou na edição 2 da revista piaui? aquilo ali é um momento magico total, que, no caso dele, ja dura pela vida inteira, o cara é loki

fabio fernandes said...

tbém achei que rolou uma confusão, mas deixa prá lá.

rocha,
sim, concordo que o fatboy virou farofa mas uma farofa de qualidade :), e não uma farofa indigesta tipo bob sinclair.

e qto ao angeli, o cara é rei !
por falar nisso, ano que vem, o ota tá lançando uma revista, a eca !!!

NA CIDADE

JULIANAS:

casas & shows: Circo Voador 18 – Metá Metá / Rakta 19 – Roberta Sá  20 – Testament (EUA) 25 – Johnny Hooker 26 – O Baú do Raul – 25 Anos: Marcelo Nova / Mauricio Baia / B.Negão / Chico Chico / Karina Buhr / Rick Ferreira / Vivi Seixas

Fundição Progresso 18 e 19 – Novos Baianos 25 - Mitchell Brunnings (HOL) / Orquestra Brasileira de Música Jamaicana 26 – Festival RapRJ 7: Cone Crew Diretoria / Luccas Carlos / Froid / 1Kilo / ADL – Participação: Ducon / Modestiaparte – Participação: Liink & Buddy Poke

Teatro Rival 18 – Festa La Cumbia 19 - Afrojazz - Participação: Larissa Luz & Jesuton 23 - Michael Sweet (Stryper) & John Schlitt (Petra) 24 - Júlia Bosco & Emerson Leal & Gustavo Macacko – Participação: Mart´nália & Simone Mazzer 25 – Alma Thomas 26 – Jay Vaquer 50 meia Setor A, 40 meia Setor B, 30 meia Lounge 30 – Cabaré Diferentão

Teatro Riachuelo 29 – Paulo Ricardo Teatro Odisseia 18 – Ordinária - Baile do Lindote: Molejo 24 - The World is a Beautiful Place & I am No Longer Afraid to Die / gorduratrans / E A Terra Nunca Me Pareceu Tão Distante  26 - Esteban Tavares / Sheffield 

Vivo Rio 18 - Postmodern Jukebox (EUA)  19 – Barão Vermelho 20 – Roy Hargrove & Roberta Gambarini 25 - Jacob Collier (ING) 

Baratos da Ribeiro (Botafogo) 19 – Vespeiro: Marcelo Perdido / Real Sociedade / O Branco e o Índio 26 - Vespeiro: Tacy de Campos / Jonnata Doll & Os Garotos Solventes

Estúdio Hanói (Botafogo) 18 - Nativity in Black Fest: Justabeli (SP) / Dark Tower / Profane Art  19 - Festival Nativity in Black: Justabeli (SP) / Dark Tower / Profane Art  27 - Back To Hanoi Metal Fest: Forkill / Unmasked Brains / Evil Inside / Savant  30 - Rectal Smegma (HOL) / Uzômi / Baga  Audio Rebel 16 – Quintavant: Thiago França: Sambanzo 17 – Quintavant: Thiago França: Space Charanga Quarteto 18 - Jair Naves & Britt Harris / Kasparhauser 19 – Quintavant: Ava Rocha 20 - Homenagem a John Coltrane (Widor Santiago, Sergio Barrozo, Adaury Mothé, Didac Thiago, Roberto Rutigliano) 23 – Quintavant: Hans Koch (SUI) - Participação: Bella, Thomas Rohrer, Cadu Tenório, Antonio Panda Gianfratti 24 – Quintavant: Hans Koch (SUI) - Participação: Thomas Rohrer, Antonio Panda Gianfratti 30 – Quintavant: AJJA (Pedro Calmon & Alex Frias)

Espaço Sérgio Porto 18 - Marcio Lugó / Capela  24 - Mulheres de Buço 25 - Whipallas 31 - CEP 20.000

Sala Baden Powell 16 - Donatinho: Homenagem a João Donato - Participação: Ithamara Koorax, Wanda Sá, Cris Delanno, Amanda Bravo, Ricardo Silveira 19 - Quarteto do Rio 23 - Lúcia Menezes 26 - Marcel Powell - Homenagem a Baden Powell - Participação: Thais Motta, Ithamara Koorax, Gabriel Aquino, Amanda Bravo, Dilma Oliveira 27 - Dorina Canta Aldir Blanc 30 - Eliana Pittman

Theatro Net Rio 16 – Laila Garin & A Roda 22 – Paulo Miklos 12/09 Simone Mazzer

Beco das Garrafas Casa de Cultura Laura Alvim 09 e 10 – Festival Levada: Luísa Maita 15 – Katerina Polemi 16 e 17 – Festival Levada: Apanhador Só 23 e 24 – Festival Levada: Bruna Mendez 30 e 31 – Festival Levada: Tamy

Teatro Ipanema 15 - A.Nota: Sambas do Absurdo (Juçara Marçal & Rodrigo Campos & Gui Amabis) 16 - Aíla (PA) – Participação: Posada 17 - Ana Frango Elétrico / Thiago Nassif 18 - Amora Pêra 22 - A.Nota: Marcelo Vig & Marcos Suzano

Teatro Café Pequeno 17 - Lu Dantas & Natália Boere 24 - Marcos Oliveira 31 - Filtra

Metropolitan 24 – Hanson (EUA) 26 - Lindsey Stirling (EUA) Teatro Bradesco 18 – Leo Jaime 24 – Almir Sater

Teatro Municipal de Niterói 18 e 19 – Roberta Campos 22 – Clube do Choro Homenageia Noel Rosa 24 – Quarteto do Rio

Planet Music (Cascadura) 18 - Torture Squad / Hatefulmurder / Reckoning Hour / Warcursed  19 - Black Days (SP) / Sheffield / Amsterdan / LaVille  26 - Festival Invasão Underground 2: Inversa (SP) / Maieuttica / Adrift / Tormentta / The Last Whale 

Imperator 16 - Quartas Brasileiras: Tia Surica - Tributo a Clara Nunes - Participação: Nilze Carvalho, Ana Quintas, Mariene de Castro 22 – Jazz Pras Sete: Folakemi Duo 23 – Maurício Mattar – Participação: Alexandre Pires 24 - Homenagem a Dalva de Oliveira: Amelinha, Zezé Motta, Dóris Monteiro, Leny Andrade, Rita Beneditto, Áurea Martins, Agnaldo Timóteo, Simone Mazzer, Zé Renato, Eliana Pittman, Rosa Maria Colyn, Luciene Franco, Ellen de Lima, Ataulfo Alves Jr, Gottsha 30 – Agnaldo Timóteo 31 – Samba do Imperator: Grupo Arruda, Marquinhos de Oswaldo Cruz, Arlindinho

Centro de Referência da Música Carioca Artur da Távola (Tijuca) 16 – Coletivo Samba na Rua 17 – Quinta Instrumental: Jimmy Santa Cruz 18 – Victor Mus 19 – Danilo Caymmi 23 – Fábrica Nômade Sonora 24 – Quinta Instrumental: Carlos Café 25 – Laura Zennet 26 – Quarteto do Rio 30 – Projeto Vitrola

FM Hall 23 – Manu Gavassi (grátis) 29 – Illy (grátis)

La Esquina (Lapa) 17 - Red Mess / Blind Horse / Stoned Jesus 24 – Mobile Drink

Smokey Rio (Lapa) 19 – Festa Rio Vinil Clube 26 – Bel Almeida Ganjah (Lapa) 18 – Duda Brack & Thiago Ramil 23 – Festa HempFyah: Rafyah Dread & Hempfield DubLab / Lion Dornellas / André Pfefer / Tagu Selectah Vibration 25 - Azul Casu & 3 du Mar

Casa de Baco (Lapa) 17 – Gafieira Pé de Louro 19 – Relógio de Dalí 24 – Joyce Cândido

CCBB 18 - Festival CCBB - Quanto Mais Tropicália, Melhor: Pato Fu / Céu – Praça do Centro Cultural dos Correios (22h – R$ 20) 19 - Festival CCBB - Quanto Mais Tropicália, Melhor: Pedro Luís & A Parede / Tom Zé – Praça do Centro Cultural dos Correios (22h – R$ 10)

Quintas no BNDES 17 - Byafra: 35 Anos de Sucesso 24 - Luiza Borges 31 - Tarita de Souza

Circuito SESC 16 – Copacabana: Philippe Baden Powell & Quarteto Ludere: Baden Powell 80 Anos 18 – Niterói: Clara Gurjão 26 – Engenho de Dentro: Clara Gurjão Circuito SESI 26 – Duque de Caxias: Tiê 25 – Jacarepaguá: Tiê _____________________________________________________________

mixx: 18 - Carmen Blues – Bar Kunin / Vila Isabel 18 – Sara & Nina – Olho da Rua / Vila Isabel 18 - Ronaldo Diamante – TribOz / Glória 18 - Wake the Dead Festival: Surra (SP) / Rats / Der Baum (SP) / Nove Zero Nove – Clube Mageense / Magé 18 – RaggaBrass – Boulevard Olímpico / Praça Mauá 18 - O Rappa - Tour de Despedida – Quadra da Grande Rio / Duque de Caxias 19 - Insurgente Rock Festival: Maieuttica / Ágona / Born2Bleed / Melyra / Forkill / Negah – Caixa de Surpresa / Bangu 19 - Breaking Bad - A Festa: Cervical / Controle / Mau Presságio – Buffallos Bar / Méier 19 - Festa RapSoul 5 Anos: Rael – Armazém / Praça Mauá 19 - Akira Presidente – Espaço BF / Mesquita

20 - Caxias Hell Festival: Velho / Justabeli (SP) / Dark Tower / Gutted Souls / Unnature / Vicious – Lira de Ouro / Duque de Caxias 25 - Bloco Fanfarra D´Águas – Praça das Nações / Bonsucesso 25 - Rogério Caetano - Participação: Hamilton de Holanda – Eco Som / Botafogo 25 - Arraiá do Bloco Vem Cá, Minha Flor – Feira de São Cristóvão

LEO JAIME LEO "GUANABARA" JAIME Com mais de 30 anos de carreira, Leo Jaime experimenta momentos de grande intensidade em sua vida profissional. Além da obra consagrada, como cantor e compositor, o artista está sempre atuando em novos projetos. Humor, interpretações arrebatadoras, inteligência e versatilidade são as marcas deste artista que apresenta ao publico carioca, no dia 18 de agosto, no Teatro Bradesco Rio, o espetáculo “Leo “Guanabara” Jaime”. No show ele relembra seus grandes sucessos musicais e as histórias por trás das canções e dos bastidores do Rock Brasil

PROGRAMAÇÃO BLUE NOTE JAZZ CLUB RIO (ONDE ERA A MIRANDA, NO COMPLEXO LAGOON, NA LAGOA, LADO LEBLON):   07/09 - Quinta-feira 20:00 Maceo Parker 22:30 Maceo Parker   08/09 – Sexta-feira 21:00 Maceo Parker 23:30 Maceo Parker   09/09 – Sábado 21:00 Sergio Mendes 23:30 Sergio Mendes   10/09 – Domingo 20:00 Sergio Mendes 22:30 Sergio Mendes   13/09 - Quarta-feira 20:00 Jaques Morelenbaum convida   16/09 – Sábado 21:00 Baby do Brasil 23:30 Baby do Brasil   17/09 – Domingo 20:00 Baby do Brasil 22:30 Baby do Brasil   20/09 - Quarta-feira   20:00 Jaques Morelenbaum convida   27/09 - Quarta-feira 20:00 Anne Paceo 28/09 Quinta-feira   20:00 Orquestra Atlântica 22:30 Orquestra Atlântica    Outubro   04/10 - Quarta-feira 20:00 Ala.Ni 05/10 – Quinta-feira 20:00 Chris Botti 22:30 Chris Botti  06/10 – Sexta-feira 21:00 Chris Botti 23:30 Chris Botti    07/10 – Sábado 21:00 Chris Botti 23:30 Chris Botti    08/10 – Domingo  20:00 Chris Botti 22:30 Chris Botti  11/10 - Quarta-feira 20:00 Teresa Salgueiro 22:30 Teresa Salgueiro    12/10 – Quinta-feira 20:00 Teresa Salgueiro 22:30 Teresa Salgueiro    20/10 – Sexta-feira 21:00 Chick Corea & Steve Gadd Band 23:30 Chick Corea & Steve Gadd Band   Novembro 02/11 Quinta-feira 20:00 Spyro Gyra 22:30 Spyro Gyra   03/11 Sexta-feira 21:00 Spyro Gyra 23:30 Spyro Gyra   04/11 Sábado 21:00 Spyro Gyra 23:30 Spyro Gyra   15/11 Quarta-feira 20:00 Laura Perrudin   16/11 Quinta-feira 20:00 Didier Lockwood Trio 22:30 Didier Lockwood Trio

ULTRA BRASIL ANUNCIA A PHASE 1 DE SEU LINEUP PARA A EDIÇÃO 2017: ADAM BEYER, ALESSO, ARMIN VAN BUUREN, DAVID GUETTA, JAMIE JONES, JOSEPH CAPRIATI, SASHA & JOHN DIGWEED e THE MARTINEZ BROTHERS SERÃO HEADLINERS FESTIVAL ACONTECE NOS DIAS 12, 13 E 14 DE OUTUBRO NO SAMBÓDROMO DO RIO

_______________________________________________________ CURSOS DE AGOSTO no Estação NET Botafogo    - História do Cinema Independente Brasileiro, com Cavi Borges    - Ancine e o fomento ao audiovisual brasileiro, com Julio Augusto Zucca    - Cinema Afrodisíaco? O sexo na tela, com Dodô Azevedo

Circuito Estação NET de Cinema e Cinemateca do MAM apresentam: Exposição CINEMA EM CASA: Equipamentos do acervo da Cinemateca do MAM. A partir de 23 de fevereiro, no Estação NET Botafogo de 23 de fevereiro a 23 de agosto 2017 Horário de visitação: 14h às 22h Entrada franca

DISTOPIAS BRASILEIRAS NO CINEMA A CAIXA Cultural Rio de Janeiro apresenta, de 15 a 27 de agosto de 2017, a mostra cinematográfica Brasil Distópico, que traça um panorama da produção nacional sobre as distopias. Para a programação, os curadores Luís Fernando Moura e Rodrigo Almeida selecionaram 37 curtas e longas-metragens que imaginam diferentes futuros sombrios para o país, entre clássicos da ficção-científica brasileira e obras menos conhecidas.  Na programação, filmes como O quinto poder (1962), de Alberto Pieralisi, e Brasil ano 2000 (1969), de Walter Lima Júnior. Outras incorporam as convenções da ficção científica, encenando a ameaça nuclear e o colapso do planeta, como Parada 88: o limite de alerta (1978), de José de Anchieta; e Oceano Atlantis (1993), de Francisco de Paula. Há, ainda, aqueles que instalam o cinema de gênero em imaginários locais do Brasil, como é o caso de Abrigo nuclear (1981), de Roberto Pires; e Areias Escaldantes (1985). ESTE ULTIMO, TRAZ NO ELENCO, VARIOS NOMES E BANDAS DO ROCK BRASIL DOS ANOS 80, COMO LOBÃO, TITÃS, E TEMA-TITULO DE LULU SANTOS.

DEIXA NA RÉGUA: O filme estreia no dia 10 de Agosto no INSTITUTO MOREIRA SALLES com sessões às 16h e 20h e no CINE SANTA com sessão às 17h10. Deixa Na Régua. Direção: Emílio Domingos. Produção: Osmose Filmes. Documentário. Brasil. 73 minutos.

COM SESSÕES LOTADAS EM ALGUMAS CIDADES, UCI ABRE MAIS SALAS PARA “DAVID GILMOUR: LIVE IN POMPEII” E AGORA APRESENTA A EXIBIÇÃO EM XPLUS  Ingressos já estão à venda e o público poderá conferir o show também com o poderoso som Dolby Atmos em 360º



BLITZ AO VIVO: No embalo do lançamento do álbum 'Aventuras 2', Evandro Mesquita e sua Blitz finalizam seu quarto DVD, gravado no Circo Voador em abril, para lançamento em outubro. A banda está a todo vapor, com presença confirmada no próximo Rock In Rio e tem turnê pelos Estados Unidos confirmada em fevereiro de 2018

FESTIVAL DE CINEMA DA NOVA ZELANDIA

(colaborou @DonnieDarko73);

Blog Archive

Buscar

About Me

tom leão
Vanuatu
amigo dos amigos, amante de música, cinema, boa comida, de pedaladas e caminhadas
View my complete profile
Powered by Blogger.

Popular Posts

Translate

Followers