NA COVA DO LEÃO

Sunday, January 13, 2008

WORD...

= LOURA NÃO É LOIRA, SENÃO DOURADO SERIA DOIRADO, DIG IT? LOURO VEM DE OURO (NÃO DE "OIRO"), ATÉ NO CASO DOS LOUROS DA GLORIA DOS ROMANOS...

= O QUE TOCA NAS FMS E FESTAS DE PLAYSSONS É R&B, NÃO HIP-HOP, COMO SE CHAMA GENERICAMENTE. SERÁ QUE TEM NWA OU PUBLIC ENEMY NESSAS PARADAS? DUVIDO...

= VOU PRA FESTA, PRO AGITO, PRA NÁITE, PRO BALACO, MENOS PRA BALADA. ISSO É COISA QUE SE TOCA AO PIANO, QUE NEM ELTON JOHN FAZIA LINDAMENTE NOS ANOS 70...

= QUE MANÉ ENTÃO. ENTÃO O QUÊ? PQ TODO MUNDO AGORA ANTES DE FALAR QUALQUER COISA SOLTA UM "ENTÃAOOOO"? QUE PORRA SIGNIFICA ISSO? ENTÃO, ESTAMOS COMBINADOS...

18 comments:

marcelo said...

eu entendo o sentido genérico da sua reclamação. e concordo.

mas 'loiro' e 'doirado' existem sim, é só consultar um dicionário.
e balada vem de 'ballada', canção pra dançar.
se você vai sair pra dançar, tá certo também.

tom said...

blz, marcelo. mas eu acho bizarro chamar loura de loira, acho feio (po, uma loura gelada cai bem melhor, nao?). ate pq, me ensinaram do outro modo. mas esse lance da ballada realmente desconhecia, achei que era uma corruptela de balaco, giria usada nos 80s que quase pegou e passou. acho que sao os efeitos da publicidade e das novelas na população. agora, me diga uma coisa: então o que? (rsrsrsrs)

André Imbuzeiro said...

LOIREIRO E LOIRO são mesmo sinônimos de LOUREIRO E LOURO, resp. Mas eu detesto quando alguém fala loira. Isso soa paulistano e carregado demais.
Assim como o ENTÃO, isso vem de SP.
Os donos da minha empresa são paulistas e não conseguem iniciar um diálogo sem começar com o maldito advérbio.

Então: adv. Nesse ou naquele tempo. Nesse caso.

tom said...

imaginei que doirado fosse portugues arcaico dos tempos dos colonizadores. ate deve ser, por isso ainda esta nos dicionarios. mas soa mal pacas. em ingles ha algo parecido com o então, que é o so. mas soa melhor (rsrs). acho que me irritei tbm pq a maioria das "celebridades" energumenas de hj em dia, na sua lista de seis ou sete palavras, usam todas estas. estamos desaprendendo a falar e em breve acho que voltaremos a grunhir apenas...

Vida Fuleira said...

Eu li em um blog (sustenido.wordpress.com)
que os ingressos para o Interpol já estão a venda...

tom said...

pelo que sei de interpol, uma amiga minha ja comprou o ingresso dela em dezembro, pela internet. off: alguem ai vai ver air supply ou hillary duff no vivo rio (felipe)? por favor, contem aqui! (rsrs). to mais na expectativa de editors e klaxons la pro meio do ano no circo, realmente curto o som destas bandas, ja vi interpol e achei o show tbm muito bom...

PEDRO BAMBAATAA said...

porra nota dez tom seu tópico...
odeio essa porra de ir para
"balada"...
gíria de paulista escrota...
que se fale em são paulo, mas
aqui no rio?

na minha época, era ir para "night" ou "qual é a boa hoje?"

acho isso tudo fruto dessa globalização... essa "geração
BBB"...

aliás que desserviço a sociedade,
de um modo geral, essa porra de
BBB faz hein?

PS: alguem vai ver o FAT?
estive conversando com um conhecido que trabalha na skol
e talvez me descole um ingressos...
porém o cara falou que no show
do carl cox no VIVO, rolou porrada... foi verdade?

abraços!!

wander said...

veja bem: então, a loira com a maior galera na balada, tipo assim, dando a maior banda, tá ligado? as mina maior role, tá entendendo?

acho q isso é meio paulistano mesmo, alguns vc ouve no metro e busao nao dá pra entender (galera da perifa) e mesmo no trabalho, superior completo, o maldito veja bem e o final com "voce esta me entendéééééndo?" irrita, vou fazer uma tese sobre isso, rs

Vida Fuleira said...

E o Radiohead? Os boatos dao conta de uma turne por sudamerica... O chato vai ser o preco...

tom said...

atenção, nao vamos fazer do post uma briguinha rio-sp, pq tbm tem girias de ca que irritam os de lá (e wander, que é paulistano, pegou o espirito). mas o fato é que, como hj a grana da publicidade ta em sp, os anuncios sao feitos em maioria na terra da garoa e assim esse tipo de frase acaba escoando pelo pais. mas aqui ainda tem muita giria de morro que ganha o brasil, como bonde, cachorras etc. simplesmente nao gosto de ouvir/falar loira, balada e então, assim como tbm nao uso girias hippies, tipo meu, bicho e podicre, acho isso caidaço. mas me amarro em sinistro e errado. entao, quais seriam as girias da hora que valem a pena usarmos? tem uma giria paulista que odeio, mas, felizmente, nao pegou aqui: na faixa (gratis). 0800 é melhor. ja xaveco é engraçado, é a versão sp para a carioca azaração, p ex...

tom said...

caray, wander, uma vez me peguei começando uma frase com veja bem, pq viajei a trabalho com um mano paulistano que falava isso direto. po, geral pegou no meu pé (rs), vc ta enteindeindo? alias, os manos da periferia de sp sao os equivalentes a galera das comunidades cariocas, é dai que saem as girias que os playbas estarao usando no proximo verao e que chegarao as novelas da grobo logo depois. desencana, mermão (rs)

Marcelo said...

o motivo é esse mesmo, tom: a publicidade, os dubladores, o ibope que vale mesmo, etc estão lá na terra da garoa.
eu me incomodo um pouco, mas entendo que é a vez deles.
durante trocentos anos o rio comandou a cultura do país, desde a rádio nacional, passando pela globo, pelo samba, pela bossa.
é só ver a quantidade de torcedores de flamengo e vasco que têm no norte e nordeste.

e é um fenômeno mundial.
gregos, italianos, franceses, ingleses, americanos, todos esses já dominaram a cultura durante bastante tempo.
e agora eu acho que os japas com seus mangás, animes e games são os que mais influenciam.

pacheco said...

Vc prere "night" que "balada"?
Eu fico com festa...

Felipe Passarelli said...

interessante esse tópico....
geralmente uso loira e fico na duvida no loura, mais loira cai melhor...
balada eu não costumo falar, falo mais "vai sair pra onde?" "qual é a boa hoje?" mesmo e de vez em qnd night. falo muito então hehe pode crê, maneiro, incrível, irado, ta vendo, sabe.... maneiro já falo desde pirralho, parece uma coisa da minha geração mesmo.
posso ser farofa mas não a ponto de ver air supply ou hillary duff, cruzes! hehehe
vou no iron maiden em são paulo, já tá comprado, interpol, justin timberlake e ozzy e korn na arena multiuso.
parece que é caô a vinda do editors e klaxons pra cá, nenhuma das bandas tem shows marcados pra data, e foram outras duas produtoras que procuraram eles não a maria jucá, acho que babou mesmo.
não vi nenhuma porrada no carl cox, foi uma das minhas melhores noites caretas, um som absurdo de bom e um publico bem bacana. como vai ser lá de novo vou no fatboy slim, mesmo tendo cidadão instigado e tom zé no circo.
falando em circo, o móveis fez um show absurdo sexta passada, circo lotado, todo mundo cantando todas as músicas, rodas ciganas, levanta, abaixa nossa o show deles é um orgasmo, vão lançar cd novo esse ano, cantaram duas novas lá. vai "bombar" esse ano sem duvidas, e o vocalista é um amor de pessoa, nasceu pra cantar, incrível. a banda que abriu, brassov, tb é bem legal, faz o estilo instrumental meio tango com ska e samba, bacana. é por essas e outras que eu amo o circo. 15 reais e preços justos de consumo. vai no fatboy sim tom, nem se bola, a porrada sai sempre pra quem procura...estamos livres!

Alessandro said...

Sempre fiquei na dúvida do loura ou loira... apesar de tb preferir a primeira forma da escrita...
Sobre esta gírias sou uma mescla de quase tudo isto. Falo "bicho", "mano", "maneiro", "qualé", "qual a boa", "então", enfim de tudo um pouco...
Das que me recuso a pronunciar esta "balada", acho feio/escroto pra kct!!!
Em mim, dá uma sensação de estar vestido como Elvis em Las Vegas!!!! hahahahahahaha

tom said...

na verdade, girias sao fascinantes, é a linguagem de rua que realmente caracteriza um povo, carioca, gaucho, paulista, nordestino etc. nem da pra criar um dicionario delas, pq estao sempre em transformação. algumas ate voltam do passado e caem bem no presente, como bacana, p ex, que é dos anos 60, acho. certa vez passei a usar pitéu no rio fanzine, pq acho que define bem uma pessoa gostosa. essa era dos anos 40 ou 50!!! li numa revista ou livro antigo e achei o maximo. algumas sao perenes, como as dos anos 60, 70, pos-hippie, que ainda sao usadas pela galerinha de hj em dia, tipo bicho e podicre

:: Fräulein :: said...

Pior do que "balada, então, loira..." é o tal do aleatório.
Já viu essa??
pessoas alearórias, foto aleatória, festa aleatória.
nos orkut e fotolog é moda.

É sempre bom alguém chamar atenção do abuso de algumas expressões sem sentido, eu mesma andei usando muito o "então" sem perceber, vicia essas porcarias, rsrsrs.

Lord Vader said...

No meu trabalho convivo com paulistas , mineiros , baianos , capixabas , Goianos , galera do sul , de todo canto , e não tem como tem hora que vc acaba pegando uma ou outra expressão dos caras , até porque umas vem pra enriquecer.
Só não dá pra pegar aquelas que acho escroto de cara , aí não dá.
Mas todos eles são fascinados pelo jeito carioca de falar , tipo , falou como carioca é automaticamente gente fina , malandro , a mulherada paga pau .. bom né ?

NA CIDADE

JANEIRO TEM DUAS FACES:

CASAS & SHOWS: Circo Voador 19 - Samba Rap Festival: Elza Soares / Karol Conka 20 - Samba Rap Festival: Emicida / Jongo da Serrinha / Bateria da Império Serrano 25 - Phoenix (FRA) 26 - Vanessa da Mata / Fióti / DJ Incidental 27 - Barão Vermelho

Fundição Progresso 19 - BaianaSystem 20 - Tim Music no Samba: Xande de Pilares & Mumuzinho - Participação: Bateria do Salgueiro 26 – Johnny Hooker / Letrux 27 - Nando Reis

Teatro Odisseia 21 - Radnor With Lee (EUA) 28 - Demon Hunter (EUA) / Pantokrator (SUE)

Teatro Riachuelo 16 - Leila Pinheiro: Voz & Piano 23 - Ed Motta: Baile do Flashback 30 - Laila Garin & A Roda

Teatro Rival 20 - João Bosco: Voz & Violão 25 - Angela Ro Ro 26 - Bloco Sargento Pimenta 27 - Geraldo Azevedo: Voz & Violão

Audio Rebel 16 - Adaury Mothé Trio 17 - Rafael Rocha Quinteto 28 - N.D.R. / Triunfe / Dissonância 29 - Ana Baird & Camila Costa: Perigosas

Espaço Sérgio Porto 18 - Sinara 25 - Karine Carvalho: Galega Hits

Sala Baden Powell 19 - Sempre Livre / Sylvinho Blau Blau / Dr. Silvana & Cia. 20 – Nelson Sargento 21 – Banda do Síndico 24 - João Donato - Participação: Carlos Lyra & Roberto Menescal & Marcos Valle 25 - Mario Adnet: Jobim Jazz 26 – Marcos Ariel 27 – Cris Delanno 28 - Azymuth

Beco das Garrafas 17 - André Gonçalves 18 - Lu Oliveira 19 - Georgiana de Moraes & Fernanda Cunha & Camilla Dias: Homenagem a Vinicius de Moraes (20h) 19 - Joyce Cândido: Homenagem a Elis Regina (22h30) 20 - Hélio Delmiro (21h) 20 - Maíra Freitas & Taís Feijão (22h30) 21 - Dóris Monteiro 24 - Rosana Sabença 25 - Conexão Rio: Homenagem a Tom Jobim 26 - Amanda Bravo: Homenagem a Durval Ferreira - Participação: Paulinho Trompete, Mauricio Einhorn, Rosana Sabença, Billy Blanco Jr., Thaís Fraga 27 - Hector Costita & Joseval Paes 31 - Maria Luiza

Casa de Cultura Laura Alvim 16 - Dani Black 21 – Pedro Mann 23 - Davi Moraes 28 – Qinho Canta Marina Lima 30 - Matheus VK

Teatro Café Pequeno 18 – Verônica Sabino 25 – Elisa Queirós

Blue Note Rio 16 - Big Gilson 17 - Roberto Menescal 18 - Gabriel Moura 19 - Daniel Jobim & Daniel Boaventura: Homenagem a Tom Jobim & Frank Sinatra 20 - MPB-4 23 - Escalandrum (ARG) 24 - Mayer Hawthorne (EUA) 25 - Wanda Sá & Gilson Peranzzetta & Mauro Senise: Homenagem a Tom Jobim & Vinicius de Moraes

KM de Vantagens Hall 19 – Molejo & É O Tchan – Participação: Ludmilla 20 - Ney Matogrosso: Atento aos Sinais

Imperator 23 - Jazz Pras Sete: Chico Costa & Quarteto Artilheiro 24 - Quartas Brasileiras: Cordão da Bola Preta 27 - Forró Lánalaje: Marcelo Mimoso Trio / DJ Edna Carvalho 28 - Bloco Pipoca & Guaraná 31 - Toquinho: Voz & Violão - Participação: Camilla Faustino

Centro de Referência da Música (Tijuca) 17 - Ellen de Lima & Reginaldo Bessa: Homenagem a Lamartine Babo 18 - Rosa Marya Colin - Participação: Jefferson Gonçalves 19 - André Gabeh 17 - Eduardo Dussek 24 - Quinteto em Tom Maior 25 - Rosane Corrêa: Homenagem a Ella Fitzgerald 26 - Daíra: Homenagem a Belchior 31 - Ana Egito

Baile do Digitaldubs - HUB (Santo Cristo) 21 - Cedric "The Congos" Myton (JAM) 28 - Mad Professor & Aisha

Música no Deck - Barraca do Pepê (Barra da Tijuca) 20 – Filipe Ret 21 – Kell Smith 27 – Um 44k 28 – Luiza Possi Barra Blues Festival 26 - Sergio Diab Stratoman / Projeto Soul Jazz / Ana Egito / Alamo Leal Blues Groover’s / Corcel Mágico 27 - RJ Café / UniJazz Brasil / The Blue Fever / Sergio Rocha / Serra Blues Trio 28 - André Barroso / WestSide Blues / State of Blues / Victor Biglione Festival Downtown Sunset - Shopping Downtown (Barra da Tijuca) 20 – Gabriel O Pensador 27 – Biquini Cavadão

Rio Rock & Blues - Rock Experience (Lapa) 19 - Titanossauros / Conexão Japeri 20 - Love & The Lovers / The Loreleis 26 - The Smiths Cover 27 - Pedro Santana Trio / Elemento Surpresa / A Bolha Revisited

Circuito SESI 24 - Centro: Fhernanda Fernandes - Participação: Nana Kozak, Sandra Duailibe, Clarisse Grova, Ninah Joh, Andréa França

MIXXX: 17 – Matheus VK – Teto Solar / Botafogo 19 - Maratona Black - Baile Charme – Gafieira Elite / Centro 19 - O Rappa: Tour de Despedida – Quadra da Mocidade / Padre Miguel 20 - Festival Rock in Brisa 4: 90 Contos / Cosmobox – Espaço Tequila´s / Guaratiba 20 - Playmobille / Tem Amor – La Esquina / Lapa 20 - Indivíduo K / Cândido / Banheiro Azul – O Pecado Mora ao Lado / Praça da Bandeira 21 - Aniversário de 57 Anos do Cacique de Ramos 21 - Festival Lona Rock Sunday: Memora / The Outs / Corcel Mágico – Lona Terra / Guadalupe 21 - Lu Oliveira – Praia de Conceição de Jacareí / Mangaratiba 26 - Laurent Garnier (FRA) 26 - Bloco do S Convida KL Jay – Fosfobox / Copacabana 27 - Slide / Sollarium / Fresno / Glória / Strike - Clube Tamoio / São Gonçalo 27 – Matanza – Arena Fernando Torres / Parque de Madureira 27 - Visibilidade Transvestigenere - Beco Encantado: Mulher Pepita & MC Xuxu – Beco do Rato / Lapa 28 - Festa Divina Circus: IZA – Clube 4 Linhas / Bento Ribeiro 28 - Bloco Eficiente: Inclusão Se Faz Com Várias Mãos – Praça Paris / Glória 28 - Facing Fear / Stuff / Cidade Nua – Rock´N Beer Pub / São Gonçalo

exposição de fotografias de Raymond Depardon, “Un moment si doux”. Depois de passar por Paris e Buenos Aires, o CCBB Rio recebe as 170 fotografias de diferentes cores e formatos tiradas na Europa, África e América Latina, incluindo o Brasil. Ate 22 de janeiro. qua-seg 9am-21pm. Grátis.

FESTIVAL DE CULTURA DIGITAL: De 18 a 20 de janeiro, quinta a sábado, acontece no CCBB RJ DIGI – Festival de cultura digital, uma mega programação que inclui imersão, reflexão e diversão. Tem até shows geek. quinta, 19 de janeiro, às 21h, apresentação da orquestra Ritornello de Jedi, com repertório de trilhas musicais de videogames, séries e desenhos, com cordas e vozes, e arranjos exclusivos. O objetivo é dar acesso à formação clássica com temas musicais do cotidiano. sexta, 20 janeiro, às 21h, é a vez de The Screeners, banda que faz releituras rock ’n’ roll de trilhas sonoras clássicas do cinema, de videogames, séries de TV, desenhos animados. É tudo grátis, das 9 às 21h.

MOSTRA NA CAIXA CULTURAL RIO DE JANEIRO EXIBE O CINEMA DE HAL HARTLEY Programação reúne todos os 14 longas do diretor americano, além de debate, sessões comentadas e um curso de roteiro cinematográfico de 23 de janeiro a 4 de fevereiro de 2018 (terça a domingo)

O Ministério da Cultura, o Centro Cultural Banco do Brasil e a Associação de Críticos de Cinema do Rio de Janeiro apresentam a 14ª Mostra Melhores Filmes do Ano Além das exibições dos filmes, a mostra traz homenagens e catálogo especial com textos sobre os filmes e as iniciativas cinematográficas que fizeram a diferença em 2017 De 24 de janeiro a 1 de fevereiro
PROG IN BRASIL: Carl Palmer, Premiata Forneria Marconi, estarão no Brasil em 2018, se apresentando nas cidades de Belo Horizonte, Porto Alegre, Rio de Janeiro e São Paulo, como parte da Top Cat Concert Series 2018. Os italianos do Premiata Forneria Marconi CHEGAM EM ABRIL. O grupo de rock progressivo, formado em 1971, vem lançar seu novo álbum 'Emotional tattoos', e também vai tocar seus clássicos. Maio vai trazer o baterista do Emerson, Lake & Palmer e também do Asia, Carl Palmer, com seu tributo ao ELP.Show promete surpresas com algumas participações especiais de peso.

No dia 24/jan, começa no CCBB SP a mostra Sonora: Ennio Morricone, que homanageia o maestro no ano que completa 90 anos. Ao todo, serão exibidos 22 filmes que têm a marca musical do maestro.

Nico Rezende fará show em homenagem a Chet Baker dia 26/01 no Blue Note. Aliás, esse ano completa 30 anos da morte do Chet!!! 2018 marca o trigésimo aniversário da morte de Chet Baker. Nico Rezende presta homenagem ao trompetista no palco do Blue Note Rio, no dia 26 de janeiro (sexta), para apresentar alguns clássicos imortalizados por Baker. Estão no programa canções como ‘Time after time’, My funny valentine’ e ‘There will never be another you’.

RU PAUL´S DRAG RACE TOUR: Em 2018, as drag queens de RuPaul's Drag Race vão levar a turnê oficial do reality-show, WERQ THE WORLD TOUR, para a terra do “Come to Brazil”! Michelle Visage vai comandar a apresentação no Brasil e todos os shows contarão com performances ao vivo de algumas das drag queens mais inesquecíveis de RuPaul's Drag Race, entre elas, as recém-divulgadas participantes da terceira temporada de All Stars, Shangela e Kennedy Davenport. Outras fan favorites devem marcar presença, como Detox, Kim Chi, Violet Chachki, Valentina e Peppermint. Ainda haverá um pré-show com DJ set e performance de Lady Bunny, a drag queen que é uma lenda da cena noturna de Nova York. 23/FEV TEATRO BRADESCO/RJ

(colaborou @DonnieDarko73);

Blog Archive

Buscar

About Me

tom leão
Vanuatu
amigo dos amigos, amante de música, cinema, boa comida, de pedaladas e caminhadas
View my complete profile
Powered by Blogger.

Popular Posts

Translate

Followers