Pages

Sunday, January 13, 2008

WORD...

= LOURA NÃO É LOIRA, SENÃO DOURADO SERIA DOIRADO, DIG IT? LOURO VEM DE OURO (NÃO DE "OIRO"), ATÉ NO CASO DOS LOUROS DA GLORIA DOS ROMANOS...

= O QUE TOCA NAS FMS E FESTAS DE PLAYSSONS É R&B, NÃO HIP-HOP, COMO SE CHAMA GENERICAMENTE. SERÁ QUE TEM NWA OU PUBLIC ENEMY NESSAS PARADAS? DUVIDO...

= VOU PRA FESTA, PRO AGITO, PRA NÁITE, PRO BALACO, MENOS PRA BALADA. ISSO É COISA QUE SE TOCA AO PIANO, QUE NEM ELTON JOHN FAZIA LINDAMENTE NOS ANOS 70...

= QUE MANÉ ENTÃO. ENTÃO O QUÊ? PQ TODO MUNDO AGORA ANTES DE FALAR QUALQUER COISA SOLTA UM "ENTÃAOOOO"? QUE PORRA SIGNIFICA ISSO? ENTÃO, ESTAMOS COMBINADOS...

18 comments:

marcelo said...

eu entendo o sentido genérico da sua reclamação. e concordo.

mas 'loiro' e 'doirado' existem sim, é só consultar um dicionário.
e balada vem de 'ballada', canção pra dançar.
se você vai sair pra dançar, tá certo também.

tom said...

blz, marcelo. mas eu acho bizarro chamar loura de loira, acho feio (po, uma loura gelada cai bem melhor, nao?). ate pq, me ensinaram do outro modo. mas esse lance da ballada realmente desconhecia, achei que era uma corruptela de balaco, giria usada nos 80s que quase pegou e passou. acho que sao os efeitos da publicidade e das novelas na população. agora, me diga uma coisa: então o que? (rsrsrsrs)

André Imbuzeiro said...

LOIREIRO E LOIRO são mesmo sinônimos de LOUREIRO E LOURO, resp. Mas eu detesto quando alguém fala loira. Isso soa paulistano e carregado demais.
Assim como o ENTÃO, isso vem de SP.
Os donos da minha empresa são paulistas e não conseguem iniciar um diálogo sem começar com o maldito advérbio.

Então: adv. Nesse ou naquele tempo. Nesse caso.

tom said...

imaginei que doirado fosse portugues arcaico dos tempos dos colonizadores. ate deve ser, por isso ainda esta nos dicionarios. mas soa mal pacas. em ingles ha algo parecido com o então, que é o so. mas soa melhor (rsrs). acho que me irritei tbm pq a maioria das "celebridades" energumenas de hj em dia, na sua lista de seis ou sete palavras, usam todas estas. estamos desaprendendo a falar e em breve acho que voltaremos a grunhir apenas...

Vida Fuleira said...

Eu li em um blog (sustenido.wordpress.com)
que os ingressos para o Interpol já estão a venda...

tom said...

pelo que sei de interpol, uma amiga minha ja comprou o ingresso dela em dezembro, pela internet. off: alguem ai vai ver air supply ou hillary duff no vivo rio (felipe)? por favor, contem aqui! (rsrs). to mais na expectativa de editors e klaxons la pro meio do ano no circo, realmente curto o som destas bandas, ja vi interpol e achei o show tbm muito bom...

PEDRO BAMBAATAA said...

porra nota dez tom seu tópico...
odeio essa porra de ir para
"balada"...
gíria de paulista escrota...
que se fale em são paulo, mas
aqui no rio?

na minha época, era ir para "night" ou "qual é a boa hoje?"

acho isso tudo fruto dessa globalização... essa "geração
BBB"...

aliás que desserviço a sociedade,
de um modo geral, essa porra de
BBB faz hein?

PS: alguem vai ver o FAT?
estive conversando com um conhecido que trabalha na skol
e talvez me descole um ingressos...
porém o cara falou que no show
do carl cox no VIVO, rolou porrada... foi verdade?

abraços!!

wander said...

veja bem: então, a loira com a maior galera na balada, tipo assim, dando a maior banda, tá ligado? as mina maior role, tá entendendo?

acho q isso é meio paulistano mesmo, alguns vc ouve no metro e busao nao dá pra entender (galera da perifa) e mesmo no trabalho, superior completo, o maldito veja bem e o final com "voce esta me entendéééééndo?" irrita, vou fazer uma tese sobre isso, rs

Vida Fuleira said...

E o Radiohead? Os boatos dao conta de uma turne por sudamerica... O chato vai ser o preco...

tom said...

atenção, nao vamos fazer do post uma briguinha rio-sp, pq tbm tem girias de ca que irritam os de lá (e wander, que é paulistano, pegou o espirito). mas o fato é que, como hj a grana da publicidade ta em sp, os anuncios sao feitos em maioria na terra da garoa e assim esse tipo de frase acaba escoando pelo pais. mas aqui ainda tem muita giria de morro que ganha o brasil, como bonde, cachorras etc. simplesmente nao gosto de ouvir/falar loira, balada e então, assim como tbm nao uso girias hippies, tipo meu, bicho e podicre, acho isso caidaço. mas me amarro em sinistro e errado. entao, quais seriam as girias da hora que valem a pena usarmos? tem uma giria paulista que odeio, mas, felizmente, nao pegou aqui: na faixa (gratis). 0800 é melhor. ja xaveco é engraçado, é a versão sp para a carioca azaração, p ex...

tom said...

caray, wander, uma vez me peguei começando uma frase com veja bem, pq viajei a trabalho com um mano paulistano que falava isso direto. po, geral pegou no meu pé (rs), vc ta enteindeindo? alias, os manos da periferia de sp sao os equivalentes a galera das comunidades cariocas, é dai que saem as girias que os playbas estarao usando no proximo verao e que chegarao as novelas da grobo logo depois. desencana, mermão (rs)

Marcelo said...

o motivo é esse mesmo, tom: a publicidade, os dubladores, o ibope que vale mesmo, etc estão lá na terra da garoa.
eu me incomodo um pouco, mas entendo que é a vez deles.
durante trocentos anos o rio comandou a cultura do país, desde a rádio nacional, passando pela globo, pelo samba, pela bossa.
é só ver a quantidade de torcedores de flamengo e vasco que têm no norte e nordeste.

e é um fenômeno mundial.
gregos, italianos, franceses, ingleses, americanos, todos esses já dominaram a cultura durante bastante tempo.
e agora eu acho que os japas com seus mangás, animes e games são os que mais influenciam.

pacheco said...

Vc prere "night" que "balada"?
Eu fico com festa...

Felipe Passarelli said...

interessante esse tópico....
geralmente uso loira e fico na duvida no loura, mais loira cai melhor...
balada eu não costumo falar, falo mais "vai sair pra onde?" "qual é a boa hoje?" mesmo e de vez em qnd night. falo muito então hehe pode crê, maneiro, incrível, irado, ta vendo, sabe.... maneiro já falo desde pirralho, parece uma coisa da minha geração mesmo.
posso ser farofa mas não a ponto de ver air supply ou hillary duff, cruzes! hehehe
vou no iron maiden em são paulo, já tá comprado, interpol, justin timberlake e ozzy e korn na arena multiuso.
parece que é caô a vinda do editors e klaxons pra cá, nenhuma das bandas tem shows marcados pra data, e foram outras duas produtoras que procuraram eles não a maria jucá, acho que babou mesmo.
não vi nenhuma porrada no carl cox, foi uma das minhas melhores noites caretas, um som absurdo de bom e um publico bem bacana. como vai ser lá de novo vou no fatboy slim, mesmo tendo cidadão instigado e tom zé no circo.
falando em circo, o móveis fez um show absurdo sexta passada, circo lotado, todo mundo cantando todas as músicas, rodas ciganas, levanta, abaixa nossa o show deles é um orgasmo, vão lançar cd novo esse ano, cantaram duas novas lá. vai "bombar" esse ano sem duvidas, e o vocalista é um amor de pessoa, nasceu pra cantar, incrível. a banda que abriu, brassov, tb é bem legal, faz o estilo instrumental meio tango com ska e samba, bacana. é por essas e outras que eu amo o circo. 15 reais e preços justos de consumo. vai no fatboy sim tom, nem se bola, a porrada sai sempre pra quem procura...estamos livres!

Alessandro said...

Sempre fiquei na dúvida do loura ou loira... apesar de tb preferir a primeira forma da escrita...
Sobre esta gírias sou uma mescla de quase tudo isto. Falo "bicho", "mano", "maneiro", "qualé", "qual a boa", "então", enfim de tudo um pouco...
Das que me recuso a pronunciar esta "balada", acho feio/escroto pra kct!!!
Em mim, dá uma sensação de estar vestido como Elvis em Las Vegas!!!! hahahahahahaha

tom said...

na verdade, girias sao fascinantes, é a linguagem de rua que realmente caracteriza um povo, carioca, gaucho, paulista, nordestino etc. nem da pra criar um dicionario delas, pq estao sempre em transformação. algumas ate voltam do passado e caem bem no presente, como bacana, p ex, que é dos anos 60, acho. certa vez passei a usar pitéu no rio fanzine, pq acho que define bem uma pessoa gostosa. essa era dos anos 40 ou 50!!! li numa revista ou livro antigo e achei o maximo. algumas sao perenes, como as dos anos 60, 70, pos-hippie, que ainda sao usadas pela galerinha de hj em dia, tipo bicho e podicre

:: Fräulein :: said...

Pior do que "balada, então, loira..." é o tal do aleatório.
Já viu essa??
pessoas alearórias, foto aleatória, festa aleatória.
nos orkut e fotolog é moda.

É sempre bom alguém chamar atenção do abuso de algumas expressões sem sentido, eu mesma andei usando muito o "então" sem perceber, vicia essas porcarias, rsrsrs.

Lord Vader said...

No meu trabalho convivo com paulistas , mineiros , baianos , capixabas , Goianos , galera do sul , de todo canto , e não tem como tem hora que vc acaba pegando uma ou outra expressão dos caras , até porque umas vem pra enriquecer.
Só não dá pra pegar aquelas que acho escroto de cara , aí não dá.
Mas todos eles são fascinados pelo jeito carioca de falar , tipo , falou como carioca é automaticamente gente fina , malandro , a mulherada paga pau .. bom né ?

NA CIDADE

OCTOBERFESTIVAS:

Abertura da exposição de fotografias de Raymond Depardon, “Un moment si doux”, no dia 1º de novembro. Depois de passar por Paris e Buenos Aires, o CCBB Rio recebe as 170 fotografias de diferentes cores e formatos tiradas na Europa, África e América Latina, incluindo o Brasil. Ate 22 de janeiro. qua-seg 9am-21pm. Grátis.

UCI INAUGURA A PRIMEIRA SALA DE CINEMA XPLUS LASER DO BRASIL, NO RIO DE JANEIRO: No ano em que comemora duas décadas no Brasil, a rede UCI reforça sua missão de oferecer ao público a melhor experiência em cinema e o que há de mais moderno no mundo, no mercado audiovisual. No Rio, inova mais uma vez com a primeira sala XPLUS Laser do país. A novidade será no maior complexo de cinemas brasileiro, o UCI New York City Center, que este ano também recebeu a primeira 4DX da cidade, com cadeiras que se movimentam e efeitos especiais. A aquisição do novo projetor a laser torna ainda mais imersiva a tecnologia da XPLUS, que tem projeção 3D de última geração, tela gigante com definição 4K e som Dolby Atmos™, com mais de 54 caixas acústicas e 128 streams de áudio que criam a ilusão de um campo infinito ao redor de cada espectador.

PROGRAMAÇÃO DO BLUE NOTE JAZZ CLUB RIO (ONDE ERA A MIRANDA, NO COMPLEXO LAGOON, NA LAGOA, LADO LEBLON):      Novembro 02/11 Quinta-feira 20:00 Spyro Gyra 22:30 Spyro Gyra   03/11 Sexta-feira 21:00 Spyro Gyra 23:30 Spyro Gyra   04/11 Sábado 21:00 Spyro Gyra 23:30 Spyro Gyra   15/11 Quarta-feira 20:00 Laura Perrudin   16/11 Quinta-feira 20:00 Didier Lockwood Trio 22:30 Didier Lockwood Trio

Tropicália ganha exposição tech com livre reinterpretação conceitual Nos 50 anos do movimento, na Galeria BNDES   Os artistas Barbara Castro e Luiz Ludwig, do estúdio Ambos&&, apresentam uma livre reinterpretação dos conceitos do movimento tropicalista à luz da arte e da tecnologia. Com a exposição Vamos Comer, estimulam o público a “devorar” experiências sensoriais e orgânicas, incluindo quatro instalações de arte computacional. Ela está aberta a visitações na Galeria BNDES, no Rio, entre os dias 18 de outubro e 1º de dezembro, de segunda a sexta, das 10h às 19h

Megadeth se apresenta no Rio e em São Paulo   A BANDA Megadeth toca em São Paulo e no Rio de Janeiro no final de outubro e começo de novembro. Liderada pelo seu fundador Dave Mustaine, e contando com o brasileiro Kiko Loureiro (ex-Angra), também na guitarra, o grupo norte-americano se apresenta dia 31 de outubro no Espaço das Américas/SP, e dia 01 de novembro, véspera de feriado, no Vivo Rio. A BANDA VIMIC, FAZ A ABERTURA  

AGENDA CUTURAL BARATOS DA RIBEIRO: Quinta-feira, 26 de outubro, a partir das 19h: LEVADAS DA BECA, com as DJs Ana Paula Moniz (Beca Brechó), Bia Andrade & Ana Galli + uma convidada surpresa! Sábado, 11 de novembro, a partir das 17h: VESPEIRO com a banda Os Alquimistas (MS) e Mauk + Pedro White & banda fazendo tributo duplo: ao Bruce Springsteen e ao Tom Petty! RUA PAULINO FERNANDES 15, BOTAFOGO/RJ grátis

MOSTRA DE CINEMA ARGENTINO CONTEMPORÂNEO VOLTA À CAIXA CULTURAL RIO DE JANEIRO EM SUA SEGUNDA EDIÇÃO   Histórias extraordinárias apresenta uma seleção com os melhores filmes recentes do país vizinho. Debates com cineastas e especialistas completam a programação Local: CAIXA Cultural Rio de Janeiro – Cinema 2 Endereço: Av. Almirante Barroso, 25 – Centro  (Metrô e VLT: Estação Carioca) Telefone: (21) 3980-3815 Data: de 07 a 19 de novembro de 2017 (terça-feira a domingo)

Sábado, 28/10 circo voador: Hermeto Pascoal e Big Band - Lançamento do álbum 'Natureza Universal' mais: DJ Marcello MBGroove

Angela Ro Ro leva o show "Amor & Humor" para a Zona Norte A cantora - que pela primeira vez pisa no palco do Centro Cultural João Nogueira -  faz  apresentação única no Méier, dia 29 de outubro, às 19h, no Imperator

estreia: 5º FEIRA/ 19 OUT - ABERTURA DA MOSTRA JÓIAS DO CINEMA DINAMARQUÊS: CINE JOIA DO RIO DE JANEIRO (copacabana) EXIBE SEIS LONGAS INÉDITOS DO PAÍS NÓRDICO; E O PRIMEIRO DOC LONGA-METRAGEM FILMADO NA GROENLÂNDIA.



(colaborou @DonnieDarko73);

Blog Archive

Buscar

About Me

tom leão
Vanuatu
amigo dos amigos, amante de música, cinema, boa comida, de pedaladas e caminhadas
View my complete profile
Powered by Blogger.

Popular Posts

Translate

Followers