NA COVA DO LEÃO

Wednesday, January 09, 2008

ENQUANTO CHAPAVA NA CAMA...


... LI DOIS LIVROS (A BIO DO TIM MAIA ORGANIZADA PELO NELSON MOTTA, E QUE DEVE VIRAR FILME COM O SERJÃO LOROZA, E A BIO MUSICAL DO DJ ZÉ PEDRO, BRODER DOS TEMPOS DE CUBATÃO...)

... VI A VERSÃO DEFINITIVA, FINAL, ULTIMATE DE "BLADE RUNNER" (PROVAVELMENTE O FILME QUE MAIS VI NA VIDA) QUE TEM TRES HORAS SO DE EXTRAS Q VALEM A PENA, ALEM DE TODAS AS VERSOES JA LANÇADAS DO FILME (QUATRO, NO TOTAL, SABIAM?)

... DESCOBRI NA TV O PROGRAMA MATINAL DA ANA HICKMAN E ACHEI A MODELO O MÁXIMO COMO APRESENTADORA: SEGURA, SIMPATICA, SINCERA, GENTE FINA, SEM ESTRELISMO... REALMENTE ME CATIVOU.

... REVI, AGORA EM DVD, AS VERSOES EXTENDED DA TRILOGIA DO SENHOR DOS ANEIS, SOMANDO QUASE DOZE HORAS DE FILMES, SEM CONTAR OS EXTRAS. ESSES FICAM PARA A PRÓXIMA SESSÃO NA CAMA, QUE ESPERO NÃO VENHA TÃO CEDO (RSRSRSRS)

20 comments:

chicodub said...

tom, vale muito a pena ler o livro (caçador de andróides) tb. é bom pacas. tá rolando uma edição novinha da rocco, acho. devorei esse livro e o homem do castelo alto, ambos do mestre philip k. dick nesses últimos dias.

abs,

chicodub

tom said...

CHICO, LI VARIOS LIVROS DO PHILIP K DICK NOS ANOS 80, TODOS EM EDIÇÕES EM PORTUGUES DE PORTUGAL, PQ POR AQUI NAO TINHA NENHUM NA EPOCA. LI O DO ANDROIDS ASSIM, MAS NUNCA VI A VERSAO BRAZUCA. VOU PROCURAR. NA EPOCA LI TBM VAZIO INFINITO (QUE ACHO Q FOI O Q INSPIROU TOTAL RECALL, LI ANTES DO FILME SER FEITO) E O HOMEM DO CASTELO ALTO, ENTRE OUTROS, COM TITULOS QUE NAO SEI SE FORAM OS USADOS AQUI. O CURIOSO É QUE TODO LIVRO DO CARA TEM A VER COM PARADAS MENTAIS, TIPO É UMA VIAGEM INTERIOR OU DE DROGAS, QUE POE EM DUVIDA SE VC É REALMENTE QUEM DIZ QUE É, BLADE RUNNER É O MENOS ASSIM, MAS O LIVRO TEM UM FINAL DEPRE QUE O FILME NAO TEM

PEDRO BAMBAATAA said...

po tom tô lendo a bio do tim, to achando bem legal, até pq é a unica coisa de mpb que tenho entre meus cds... sempre gostei da postura rocker do cara, apesar
de fazer um som mais para o black sound... porém li na coluna do
leitor do grobo, o email de uma
leitora, que detonava o cara e toda essa onda em cima dele depois do lançamento desse livro...
diz que o cara era o maior picareta na parte do business...
dava cano das pessoas, não pagava,
chingava os profissionais que
trabalhavam com ele e outra coisas mais...
enfim quem
sentiu na pele tem seus motivos...
mas eu adoro o som do cara
tenho dois vinis que comprei no
sebo do cara o resto em cds...

abraços!!

tom said...

alias, o dvd (triplo) traz quatro versoes do filme, o que fara com que alguns amigos meus acreditem numa coisa que eu dizia, mas poucos acreditavam: alem da versao que vimos aqui (international) tbm havia uma que so passou nos cinemas dos eua. eu tinha isso numa copia vhs gringa pirata, que sumiu na poeira, e nao tinha como provar que ela tinha existido. agora ela ta no dvd, que traz tbm a director´s cut de 91 e a versao definitiva, que vem remasterizada digitalmente, da dez dez no meu dvd da copia antiga, que foi simplesmente telecinado. mas ha uma versao, que o ridley scott so exibiu pros alunas da ucla, que é um copiao do fime, que chega perto das quatro horas. mas esse nao tem ritmo, é só pra fa e estudante. o filme foi feito com tao pouca grana que, efetivamnete, so uma cena ficou de fora (e ta nos extras), a do policial da primeira cena apos levar aquiele tiro, ja no hiospital, visitado por deckard. o resto sao cenas alongadas ou encurtadas, basicamente (e sem aquele final hediondo da primeira versao, que quase estragava tudo)

Marcio said...

Curto muito Philip K. Dick também. Ninguém na ficção científica explorou tão bem as viagens realidade X fantasia quanto ele. Já li que muita gente acha "O Homem do Castelo Alto" o melhor livro do cara, mas pra mim esse título fica fácil com "Identidade Perdida". Quem publicou alguma coisa de PKD no Brasil nos anos 80 foi a finada editora Brasiliense, que soltou muita coisa boa na época.
"Blade Runner" eu vi umas 4 vezes no cinema, inclusive uma versão I-MAX do director's cut em 1993. Me amarro na trilha sonora. Nessa caixa lançada há pouco há algum extra específico sobre a trilha?

chicodub said...

tom, é exatamente isso que vc falou. todos os livros dele tratam dessa questão de identidade. ele dizia que era mais um filósofo que escritor, que os livros de ficção eram uma maneira dele expor suas idéias.

no meio do ano passado eu li o homem duplo/ a scanner darkly, bem superior a (boa) versão do linklater.

sei que nas livrarias tb tão vendendo o valis, primeira parte da trilogia de mesmo nome.

Lord Vader said...

Poxa , O Livro do Tim foi um dos que li mais rapido na vida ! Simplesmente comecei e li até terminar num pau só , e quando terminou ainda ficou um gosto de quero mais.
Me interessei pelo som do cara há alguns anos por causa da celeuma em torno do Racional , e quando finalmente ouvi os discos chapei na hora ! Depois pesquisando , descobri que toda discografia do cara até 79 é realmente muito boa , e fui alem da imagem esteriotipada que tinha dele (achava que ele era apenas um bufao divertido que cantava musicas de corno).
Po velho , a Ana Hickman é uma deusa , um anjo caminhando no meio de nós reles mortais. Ela é tudo isso que vc falou e me parece ser uma pessoa simples nem um pouco deslumbrada com holofotes , e bota muita vedete Grobal na faxina. Casava com ela agora .
Ainda em relação a livros indico pra galera o almanaque do Ziraldo , edição luxo , com uma mjini bio do cara e farta documentação da obra do cara que pra mim é genio..

PEDRO BAMBAATAA said...

tom, por acaso este dvd triplo tá a venda aqui?

digo isso pq ano passado comprei
nas lojas americanas, o primeiro
que saiu em dvd, que a caixa é
de plático vermelho...

e neste ultimo sábado, estava
nas lojas americanas e vi uma
edição com a caixa azul, dife
rente da minha...

quando li o blog hoje, e vi
seu topico, pensei: será que essa
caixa que o tom tá falando, é a
que eu vi sábado?

se for certamente comprarei...
me lembro que anos atras, entrou
uma versão estendida nos cinemas
que até teve uma matéria no grobo... porém não consegui assistir...

abraços

Pedro said...

SANDMAN
agora tenho q ler o livro do tim
po, minha amiga é assistente do Nelson Motta.
se sobrar uma grana, vou comprar um exemplar e pedir pra ele autografar :)
ela mesmo me confirmou q o livro esta fazendo um mega sucesso :)

Pedro said...

ja ia esquecendo...
A Ana realmente, desde da sua estreia na Tv, mostrou que tem mega talento pra ser apresentadora
.
pena q o programa é meio vazio.
E tem um detalhe tb né, ela é uma gata !!!!!!!!!!

tom said...

poize, a scanner darkly é uma das melhores traducoes para esse clima kdickiano, que se passa na mente das pessoas e envolve drogas sensoriais. pedro, esse dvd com a capa azul (horrivel, diga-se) é a nova versão. nao sei como lberaram essa capa, parece filme oriental vagabundo. acho q o q li como vazio infinito é esse identidade perdida. o q mais me chamou a atencao na ana hickman é q ela podia ser A diva gostosa, metida a besta e marrenta, mas é apenas uma mulher pé no chão e profi pra caramba. lava a alma das louras e mostra que isso é so o começo, ela ainda vai mais longe. tomara q a globo n pegue, pq ai eles estragam e moldam a pessoa

tom said...

o progama da ana, ate pelo nome, hoje em dia, é uma copia do americano today show. nao é nada demais, so um passatempo pra quem fica em casa pela manha. so nao gostei pq ele repete a mesma ordem dos quadros todo dia, podia ser mais variado nesse aspecto. o tim maia, era, literalmente, maior que a vida. o cara nao era mole, nao. quando ed motta nao era famoso, chamou uma galera pra uma festa na casa do tim, la no recreio. eu tava nessa muvuca. chegando la, casa estranha, uns caes soltos na area, tudo escuro. tive um visulumbre do tim na penumbra do quarto e me lembrou do coronel kurtz no final de apocalypse. si-nis-tro! ai, nao teve festa, claro, geral vazou...

fabio fernandes said...

um dos meus maiores pecados não foi ler nada do pkd, vi todas as adaptações cinematográficas até já li sobre a vida do cara (inclusive, vão fazer uma cinebiografia), mas nunca li nenhum livro. e blade runner tbém é um dos meus favoritos, desde a primeira vez que o vi (acho que já até comentei isto com os coveiros), em um grindhouse lá de marechal hermes, junto com um x-rated !
depois, qdo tive um vídeo cassete, era semana sim, semana não. e cheguei a ver, no palácio, aquela versão do diretor, que passou em 91.

agora, qto ao tim, achei uma grande sacada colocarem o serjão no lugar do cara. eu acompanho a carreira dele há muito tempo, desde qdo entrou no monobloco, e acho que se este filme rolar, será um grande trampolim na vida dele.

e ana hickman é perfeição demais para uma mulher: linda, loura, inteligente, simples etc. a beleza dela é hipnotizante, às vezes nem presto atenção no que ela fala ... rsrs
parece uma deusa grega !

Felipe said...

grande tom leão, colega de pensamentos virtuais, tava com saudade da cova. feliz ano novo!
tb a gripe me pegou essa semana, deve ter sido pelas loucurinhas que rolou no reveillon, debilitou, mas já estou pronto pra ver o móveis no circo amanhã.
meu reveillon foi meio familia e ao mesmo tempo com a galera, passei em saquarema. não sei se vc já conhece saquá, a cidade está linda, reformaram a praça principal e colocaram uma iluminação irada na igrejinha.
o legal de lá é que vc se sente a vontade, sem essa de modelitos ou mostrar a barriguinha na praia, sensação de liberdade total, jogação o dia inteiro e segurança.
depois da virada rolou até uma ravezinha básica na praia com um psy respeitável, full on dos bons que existem, tava todo mundo curtindo na moral, sem essa playboyzada daqui. e ainda de quebra uma visita a nova casa do serguei que está enorme, 2 andares tudo pago pela prefeitura, templo do rock, dizem que qnd ele morrer vai virar museu mesmo. ele tem muita coisa na casa dele, foto com todos os artistas, discos de ouro, figuras, etc. uma figura!
enquanto ao blade runner preciso rever, faz mais de 10 anos que vi e nunca mais re-vi, boa dica pras férias.
e parece que o justin timberlake vai tocar na praça da apoteose dia 25 de maio, depois confirma ae tom!
boas entradas rompendo o ano! rs

PEDRO BAMBAATAA said...

alguem vai ver alien x predador 2?

achei bem legal a idéia do primeiro, e certamente irei ver
esse, que só agora vendo o portal
de cinema do uol soube que havia
sido lançado no eua em dez passado

os caras que dirijiram, foram os responsáveis pelos efeitos de "300' e 'quarteto fantastico 2"...

abraços!!

tom said...

e nem contei de meus momentos wagner montes. ver o cara fazendo ao vivo a dança do perneta, sacudindo a perna mecanica dele loucamente, foi algo bizarro e priceless. ja viram? agora to com os docs de joe strummer (do julien temple, the future is unwritten) e do cobain (about a son) na fila pra ver, como tbm o fake doc do bob dylan, que perdi na mostra, i´m not there. esse vai passar aqui comercialmente este ano...

fabio fernandes said...

tom, vc já conferiu meu nome não é johnny ?
eu gostei, é um dos melhores filmes nacionais que já vi, bem produzido, o selton mello é phoda, trilha sonora (a instrumental principalmente) tbém é legal.
o que me irritou profundamente (um problema que tbém ocorreu em podecrer!) é o uso de expressões e gírias que ninguém utilizava na década de 80 e até mesmo em meados da década de 90, período coberto pelo filme. o tempo todo falam expressões que parecem situar o filme nos dias de hoje, o que é uma falha muito grave.

pacheco said...

Acabo de perceber que Think Thank é meu cd do Blur favorito...

tom said...

alias, por conta dessa parada fiquei 8 dias sem por os pes na rua. muito estranho.parecia queu tinha viajado ou tava em outra cidade. tirando quem tem toc ou sindrome de panico, é bem bizarro ficar tantos dias em casa (dai que nao vi johnny nem filme algum, visto que nao fui no cinema). acabei vendo, em casa, filmes como american gangster (ok), eastern promisses (o novo cronemberg, bom), the ten (fraco), the deaths of ian stone (interessante), the girl next door (perturbador, nao é aquele da atriz porno, é bem mais hard), the ungodly (sobre um cara que filma o momento da morte, marromenos) e o trash bikini bloodbath. to na fila com o doc do strummer, coisa fina

tom said...

descobri que la nos eua saiu uma caixa de blade runner chamada "the ultimate collector´s edition", que alem de ter uma capa metalizada preta, traz cinco dvds: um so com a parte de efeitos especiais e mais extras, e um essencial para os fas, com a primeira work print do filme, o copiao, que jamais foi exibida pra ninguem em lugar algum, so nos testes de estudio!

NA CIDADE

JANEIRO TEM DUAS FACES:

CASAS & SHOWS: Circo Voador 19 - Samba Rap Festival: Elza Soares / Karol Conka 20 - Samba Rap Festival: Emicida / Jongo da Serrinha / Bateria da Império Serrano 25 - Phoenix (FRA) 26 - Vanessa da Mata / Fióti / DJ Incidental 27 - Barão Vermelho

Fundição Progresso 19 - BaianaSystem 20 - Tim Music no Samba: Xande de Pilares & Mumuzinho - Participação: Bateria do Salgueiro 26 – Johnny Hooker / Letrux 27 - Nando Reis

Teatro Odisseia 21 - Radnor With Lee (EUA) 28 - Demon Hunter (EUA) / Pantokrator (SUE)

Teatro Riachuelo 16 - Leila Pinheiro: Voz & Piano 23 - Ed Motta: Baile do Flashback 30 - Laila Garin & A Roda

Teatro Rival 20 - João Bosco: Voz & Violão 25 - Angela Ro Ro 26 - Bloco Sargento Pimenta 27 - Geraldo Azevedo: Voz & Violão

Audio Rebel 16 - Adaury Mothé Trio 17 - Rafael Rocha Quinteto 28 - N.D.R. / Triunfe / Dissonância 29 - Ana Baird & Camila Costa: Perigosas

Espaço Sérgio Porto 18 - Sinara 25 - Karine Carvalho: Galega Hits

Sala Baden Powell 19 - Sempre Livre / Sylvinho Blau Blau / Dr. Silvana & Cia. 20 – Nelson Sargento 21 – Banda do Síndico 24 - João Donato - Participação: Carlos Lyra & Roberto Menescal & Marcos Valle 25 - Mario Adnet: Jobim Jazz 26 – Marcos Ariel 27 – Cris Delanno 28 - Azymuth

Beco das Garrafas 17 - André Gonçalves 18 - Lu Oliveira 19 - Georgiana de Moraes & Fernanda Cunha & Camilla Dias: Homenagem a Vinicius de Moraes (20h) 19 - Joyce Cândido: Homenagem a Elis Regina (22h30) 20 - Hélio Delmiro (21h) 20 - Maíra Freitas & Taís Feijão (22h30) 21 - Dóris Monteiro 24 - Rosana Sabença 25 - Conexão Rio: Homenagem a Tom Jobim 26 - Amanda Bravo: Homenagem a Durval Ferreira - Participação: Paulinho Trompete, Mauricio Einhorn, Rosana Sabença, Billy Blanco Jr., Thaís Fraga 27 - Hector Costita & Joseval Paes 31 - Maria Luiza

Casa de Cultura Laura Alvim 16 - Dani Black 21 – Pedro Mann 23 - Davi Moraes 28 – Qinho Canta Marina Lima 30 - Matheus VK

Teatro Café Pequeno 18 – Verônica Sabino 25 – Elisa Queirós

Blue Note Rio 16 - Big Gilson 17 - Roberto Menescal 18 - Gabriel Moura 19 - Daniel Jobim & Daniel Boaventura: Homenagem a Tom Jobim & Frank Sinatra 20 - MPB-4 23 - Escalandrum (ARG) 24 - Mayer Hawthorne (EUA) 25 - Wanda Sá & Gilson Peranzzetta & Mauro Senise: Homenagem a Tom Jobim & Vinicius de Moraes

KM de Vantagens Hall 19 – Molejo & É O Tchan – Participação: Ludmilla 20 - Ney Matogrosso: Atento aos Sinais

Imperator 23 - Jazz Pras Sete: Chico Costa & Quarteto Artilheiro 24 - Quartas Brasileiras: Cordão da Bola Preta 27 - Forró Lánalaje: Marcelo Mimoso Trio / DJ Edna Carvalho 28 - Bloco Pipoca & Guaraná 31 - Toquinho: Voz & Violão - Participação: Camilla Faustino

Centro de Referência da Música (Tijuca) 17 - Ellen de Lima & Reginaldo Bessa: Homenagem a Lamartine Babo 18 - Rosa Marya Colin - Participação: Jefferson Gonçalves 19 - André Gabeh 17 - Eduardo Dussek 24 - Quinteto em Tom Maior 25 - Rosane Corrêa: Homenagem a Ella Fitzgerald 26 - Daíra: Homenagem a Belchior 31 - Ana Egito

Baile do Digitaldubs - HUB (Santo Cristo) 21 - Cedric "The Congos" Myton (JAM) 28 - Mad Professor & Aisha

Música no Deck - Barraca do Pepê (Barra da Tijuca) 20 – Filipe Ret 21 – Kell Smith 27 – Um 44k 28 – Luiza Possi Barra Blues Festival 26 - Sergio Diab Stratoman / Projeto Soul Jazz / Ana Egito / Alamo Leal Blues Groover’s / Corcel Mágico 27 - RJ Café / UniJazz Brasil / The Blue Fever / Sergio Rocha / Serra Blues Trio 28 - André Barroso / WestSide Blues / State of Blues / Victor Biglione Festival Downtown Sunset - Shopping Downtown (Barra da Tijuca) 20 – Gabriel O Pensador 27 – Biquini Cavadão

Rio Rock & Blues - Rock Experience (Lapa) 19 - Titanossauros / Conexão Japeri 20 - Love & The Lovers / The Loreleis 26 - The Smiths Cover 27 - Pedro Santana Trio / Elemento Surpresa / A Bolha Revisited

Circuito SESI 24 - Centro: Fhernanda Fernandes - Participação: Nana Kozak, Sandra Duailibe, Clarisse Grova, Ninah Joh, Andréa França

MIXXX: 17 – Matheus VK – Teto Solar / Botafogo 19 - Maratona Black - Baile Charme – Gafieira Elite / Centro 19 - O Rappa: Tour de Despedida – Quadra da Mocidade / Padre Miguel 20 - Festival Rock in Brisa 4: 90 Contos / Cosmobox – Espaço Tequila´s / Guaratiba 20 - Playmobille / Tem Amor – La Esquina / Lapa 20 - Indivíduo K / Cândido / Banheiro Azul – O Pecado Mora ao Lado / Praça da Bandeira 21 - Aniversário de 57 Anos do Cacique de Ramos 21 - Festival Lona Rock Sunday: Memora / The Outs / Corcel Mágico – Lona Terra / Guadalupe 21 - Lu Oliveira – Praia de Conceição de Jacareí / Mangaratiba 26 - Laurent Garnier (FRA) 26 - Bloco do S Convida KL Jay – Fosfobox / Copacabana 27 - Slide / Sollarium / Fresno / Glória / Strike - Clube Tamoio / São Gonçalo 27 – Matanza – Arena Fernando Torres / Parque de Madureira 27 - Visibilidade Transvestigenere - Beco Encantado: Mulher Pepita & MC Xuxu – Beco do Rato / Lapa 28 - Festa Divina Circus: IZA – Clube 4 Linhas / Bento Ribeiro 28 - Bloco Eficiente: Inclusão Se Faz Com Várias Mãos – Praça Paris / Glória 28 - Facing Fear / Stuff / Cidade Nua – Rock´N Beer Pub / São Gonçalo

exposição de fotografias de Raymond Depardon, “Un moment si doux”. Depois de passar por Paris e Buenos Aires, o CCBB Rio recebe as 170 fotografias de diferentes cores e formatos tiradas na Europa, África e América Latina, incluindo o Brasil. Ate 22 de janeiro. qua-seg 9am-21pm. Grátis.

FESTIVAL DE CULTURA DIGITAL: De 18 a 20 de janeiro, quinta a sábado, acontece no CCBB RJ DIGI – Festival de cultura digital, uma mega programação que inclui imersão, reflexão e diversão. Tem até shows geek. quinta, 19 de janeiro, às 21h, apresentação da orquestra Ritornello de Jedi, com repertório de trilhas musicais de videogames, séries e desenhos, com cordas e vozes, e arranjos exclusivos. O objetivo é dar acesso à formação clássica com temas musicais do cotidiano. sexta, 20 janeiro, às 21h, é a vez de The Screeners, banda que faz releituras rock ’n’ roll de trilhas sonoras clássicas do cinema, de videogames, séries de TV, desenhos animados. É tudo grátis, das 9 às 21h.

MOSTRA NA CAIXA CULTURAL RIO DE JANEIRO EXIBE O CINEMA DE HAL HARTLEY Programação reúne todos os 14 longas do diretor americano, além de debate, sessões comentadas e um curso de roteiro cinematográfico de 23 de janeiro a 4 de fevereiro de 2018 (terça a domingo)

O Ministério da Cultura, o Centro Cultural Banco do Brasil e a Associação de Críticos de Cinema do Rio de Janeiro apresentam a 14ª Mostra Melhores Filmes do Ano Além das exibições dos filmes, a mostra traz homenagens e catálogo especial com textos sobre os filmes e as iniciativas cinematográficas que fizeram a diferença em 2017 De 24 de janeiro a 1 de fevereiro
PROG IN BRASIL: Carl Palmer, Premiata Forneria Marconi, estarão no Brasil em 2018, se apresentando nas cidades de Belo Horizonte, Porto Alegre, Rio de Janeiro e São Paulo, como parte da Top Cat Concert Series 2018. Os italianos do Premiata Forneria Marconi CHEGAM EM ABRIL. O grupo de rock progressivo, formado em 1971, vem lançar seu novo álbum 'Emotional tattoos', e também vai tocar seus clássicos. Maio vai trazer o baterista do Emerson, Lake & Palmer e também do Asia, Carl Palmer, com seu tributo ao ELP.Show promete surpresas com algumas participações especiais de peso.

No dia 24/jan, começa no CCBB SP a mostra Sonora: Ennio Morricone, que homanageia o maestro no ano que completa 90 anos. Ao todo, serão exibidos 22 filmes que têm a marca musical do maestro.

Nico Rezende fará show em homenagem a Chet Baker dia 26/01 no Blue Note. Aliás, esse ano completa 30 anos da morte do Chet!!! 2018 marca o trigésimo aniversário da morte de Chet Baker. Nico Rezende presta homenagem ao trompetista no palco do Blue Note Rio, no dia 26 de janeiro (sexta), para apresentar alguns clássicos imortalizados por Baker. Estão no programa canções como ‘Time after time’, My funny valentine’ e ‘There will never be another you’.

RU PAUL´S DRAG RACE TOUR: Em 2018, as drag queens de RuPaul's Drag Race vão levar a turnê oficial do reality-show, WERQ THE WORLD TOUR, para a terra do “Come to Brazil”! Michelle Visage vai comandar a apresentação no Brasil e todos os shows contarão com performances ao vivo de algumas das drag queens mais inesquecíveis de RuPaul's Drag Race, entre elas, as recém-divulgadas participantes da terceira temporada de All Stars, Shangela e Kennedy Davenport. Outras fan favorites devem marcar presença, como Detox, Kim Chi, Violet Chachki, Valentina e Peppermint. Ainda haverá um pré-show com DJ set e performance de Lady Bunny, a drag queen que é uma lenda da cena noturna de Nova York. 23/FEV TEATRO BRADESCO/RJ

(colaborou @DonnieDarko73);

Blog Archive

Buscar

About Me

tom leão
Vanuatu
amigo dos amigos, amante de música, cinema, boa comida, de pedaladas e caminhadas
View my complete profile
Powered by Blogger.

Popular Posts

Translate

Followers