Pages

Monday, December 28, 2009

LE BLOND

ANTES DO RENASCIMENTO DA LAPA E DO SURGIMENTO DO BAIXO GÁVEA, O LEBLON ERA O BAIRRO BOEMIO DO RIO. LUGAR TRANQUILO, FIM DE LINHA, NADA AFETADO. NAO SE IA LÁ A TOA. COM O ROCK BRASIL DOS 80S, GERAL IA PRA LA DEPOIS DOS SHOWS COMER NO RA (REAL ASTORIA, EXTINTO), NO DIAGONAL, NA PIZZARIA GUANABARA E NO GORDON, PQ, FORA OS BARES DA PRADO JUNIOR (COPA), SÓ ESTES FICAVAM ABERTOS ATE O AMANHECER. E FOI LÁ QUE CAZUZA VIU O DIA NASCER FELIZ INUMERAS VZS, LOBAO TOCAVA PIANO NO BAR DO RA, PAULO CESAR PEREIO, FILAVA BEBIDA NA MESA DOS OUTROS, E POR AÍ AFORA. DEPOIS, UMA GALERA ADOTOU O BG PRA CONCORRER, SER MAIS ALTERNATIVO. E, HJ, TEMOS A LAPA (PRA QUEM GOSTA DE CHEIRO DE MIJO). E O LEBLON AINDA É PONTO DE PARADA NA MADRUGA PRA UMA PIZZA OU SANDUBA, MAS NAO TEM MAIS AQUELE CLIMA. AGORA, O BAIRRO (POR CULPA DAS NOVELAS DA GROBO) PARECE UM MISTO DE BARRA COM ALGUM PEDAÇO DOS JARDINS PAULISTANOS, SÓ QUE ARTIFICIAL. FICA CHEIO DE GENTE WANNABE SE ACHANDO, LOTADO DE PAPARAZZI. SÓ O GALETO E A LETRAS & EXPRESSOES AINDA GUARDAM UM JEITO DO BAIRRO DE ANTES. AINDA É UMA BOA OPÇÃO PARA A LARICA DA MADRUGA (TEM O FOCACCIA, O KEB, O ANDYS) MAS É TRISTE VER UM BAIRRO VIRAR PARQUE TEMÁTICO E SE DESCARACTERIZAR TANTO COMO TÁ ROLANDO LÁ...

14 comments:

Vulgo Dudu said...

Logo no começo do texto eu ia dizer isto mesmo que você escreveu lá pela metade: as novelas fizeram o favor de tornar o Leblon um Projac ao ar livre. Uma vez, uma amiga da minha esposa que veio do interior queria de qualquer maneira conhecer o Leblon para esbarrar em celebridades e tirar fotos. E conseguiu!

Abs!

Tiago Velasco said...

Pô, Tom... Não sou da época do baixo Leblon, tenho 29, então era muito pequeno...
Morei algum tempo no bairro, minha mãe mora lá até hoje, e continuo achando o melhor bairro do Rio.
Diferentemente de Ipanema, que parece exalar uma sofisticação peruesca e vazia, o leblon conserva um ar de bairro família, onde as pessoas se conhecem etc.
É bem verdade que hoje há esse clima novela-da-Globo que é bem chato, mas, na minha opinião, ainda não avacalhou com o bairro.
Sem falar que há regiões e regiões... Na área da minha mãe, próxima aos cinemas, acho que ainda consegue se manter afastada do Manoel Carlos way of life.
Mas pode ser apenas a minha memória afetiva que não me deixa enxergar o que vc fala.

tom said...

tbm ja morei la, tiago, qndo a letras era a banca da minha esquina (os donos eram os atendentes) e tudo era mais calmo. mas, realmente, esse lado manoel carlos rola mais da praça ate o baixo, sobretudo na dias ferreira, que, ha nao muito, era uma rua quase deserta. eu gosto das melhorias, mas nao gosto da afetação. mas, ate hj, corto o cabelo no salao do sto agostinho (corto com seu joao ha uns 25 anos!) e la ainda parece um bairro do interior. mas, ate qndo?

Tiago Velasco said...

Ah, o meu irmão tb ainda corta lá no Sto. Agostinho. Eu tb ia lá quando era mais novo. Essas coisas ainda fazem do bairro algo interioresco.
Mas acho que o seu questionamento procede: até qdo?

tom said...

sem contar que isso encareceu o bairro. qndo sai da area, os serviços e o condominio foram para a estratosfera (tipo, certa vez o cara que foi instalar um ar no meu quarto cobrou 80% do valor do aparelho so pq era o leblon!) eu mandei ele ir pra puta que o pariu e instalei com o porteiro (rs) e o condo no meu antigo predio ja ta batendo na casa dos $ 3 mil, o que é impraticavel num predio antigo (e mais caro por ser pequeno) hj vivo bem melhor em outra area, mas ainda tenho coisas que faço por lá e adoro o cinemao leblon, o ultimo de rua que restou no rio...

tom said...

Outro bairro muito legal da cidade que se modificou de outra forma foi a tijuca. uma copacabana sem praia, maior em extensao, que abrigava o maior numero de salas de cinema da cidade (batia ate a cinelandia), foi tomado pelas favelas nas encostas (que sao o outro lado do que vemos na gavea e jd botanico) e perdeu seu clima de bairro familiar, repleto de ruas com vilas e casa maneiras. se fosse um bairro da zs nao deixariam isso ter acontecido

Mais said...

Excelente!!!

Lismar Santos said...

Como passei a sair sozinho na metade dos anos 90, estou mais familiarizado com a Lapa. Mas tb apareço no Leblon às vezes, com alguns amigos de lá de perto. Bato um papo, bebo meu guaraná (lei seca, só vou de carro pq é longe) e abstraio das carinhas blasé (owh!).
Mas a Lapa tem de tudo (fora o ranço de urina) e o bus passa perto (bebe-se sem preocupação). Bateu 5 da matina já fica fácil de pegar o caminho da roça.

PEDRO BAMBAATAA said...

é tom, moro na tijuca desde 1977, quando voltei de brasília...

hoje, quando vou a praça sans pena, volto deprimido...

me lembro de ir aos sabados nos grandes cinemas...
me lembro da estréia do filme do AC/DC à meia noite no América... demais!!

hoje a sans pena foi sucateada...
só lojas populares... o comercio melhor foi todo para dentro do shopping tijuca...

do lebron, me lembro daquele galeto que tinha perto do la mole...

bem legal, eu e meus amigos, saímos a noite e parávemos lá decidindo para onde íamnos..

gente parava lá para ficar em pé mesmo, vendo as meninas bonitas passando e bebendo vários chopps gelados...

bons tempos!!

Lord Vader said...

Pô , eu que saí fora do Rio há alguns anos noto cada vez mais o sucateamento da cidade. Quando eu vivia no Rio eu não me dava tanta conta da decadência porque vc meio que se acostuma , mas quando vc fica um tempo sem ir dá um choque rever certos lugares.
Mesmo indo toda semana pro Rio eu não vou a todos os bairros , então quando rola de ir a certos lugares específicos é mto foda , dá uma mistura de tristeza com vergonha , e infelizmente até um alívio por não estar mais na cidade .
Esse glamour do Leblon é até engraçado , mas como é um bairro gostoso que não está totalmente sitiado ainda , a tendência é que preços e taxas subam ainda mais . Mas se por acaso tivesse que voltar pro Rio acharia ótimo viver lá , mas realmente os preços são sem noção.
E a tijuca ? Brincadeira .. acho que é o bairro simbolo da decadência do Rio , uma pena . Nos anos 90 pegava o metrô direto pra fuçar cds nas lojas da galeria e a coisa já tava bem estranha , imagino agora ..

piranhacamuflada said...

eu msm sendo da zona norte anos atrás frequentava o baixo gávea com a galera do "rock" e dava uns rolés pelo Leblon, era bacana e tb seguro diferente de outros lugares no RJ na época. da última vez q fui mostrando o bairro pro meu boy paulistano encontrei com o Manoel Carlos na letras...hahahaha...e eu dizendo q o bairro não era só cenario de novela, Fail total!

Bem said...

Bah, a ZN e a ZO estao ferradas ha anos e ninguém fala nada

Guto Jimenez said...

Mi corazón mora lá, e ela diz q adoraria morar no "Leblon do Manoel Carlos"... Tb vejo a bio diversidade de "sissis" e "hypadas" direto, uma realidade triste pra um lugar q já foi obrigatório nos finais de noite. Po, nem o spaghetti aos frutos do mar da Guanabara é o mesmo! O bairro poderia ser dividido em 2: o bom Leblon iria do Jardim de Alá até a praça; dali em diante, podia-se chamar Globoville ou qquer coisa q do gênero...

Aluisio said...

Que Lebron q nada, o melhor bairro do Rio é Laranjeiras! General Glicério e arredores é como o Leblon dos anos 70, só q sem praia rsrs.

Saudações tricolores!

NA CIDADE

MAIO-NESE:

CASAS E SHOWS: Circo Voador 18 - Sonata Arctica (FIN) 19 – Ira! Folk 20 – Mano Brown  26 - Amon Amarth (SUE) / Abbath (NOR) 27 – Lô Borges: Disco do Tênis (1972) / Dônica

Fundição Progresso 20 - Mic Master Brasil: Marcelo D2 / Haikaiss / Classe A / Casa Onze DJs

Teatro Rival 17 – Rival Rebolado 18 – Dream Team do Passinho Canta e Dança Jackson 5 20 – Festa Los Britânicos 25 – Jay Vaquer  26 – Mulheres de Chico 27 – Festa Baby Boom 31 – Martha Moreno

Teatro Odisseia 21 - Garage Fuzz (SP) / Diabo Verde / Plastic Fire / Reckoning Hours / Cannon of Hate / NDR

Vivo Rio 19 – Mariza (POR) 20 – Diogo Nogueira 26 – Renaissance: Songs For All Times 27 – Roberta Miranda

Theatro Net Rio 17 – Chiara Civello 24 – Gottsha – Participação: Marya Bravo 31 – Edson Cordeiro

Beco das Garrafas 17 – Bottle´s Bar: Laura Finocchiaro

Audio Rebel (Botafogo) 18 - Quintavant: Ricardo Pereira  19 – Anjos de Vidro / Chico Brown 20 - Boobarellas / Korja / Os Carburadores / Gambrinus 74  25 - Quintavant: Chelpa Ferro 28 - Phone Trio / Coffeemakers / The Last Whale

Espaço Sérgio Porto (Humaitá) 18 – Posada / Mantuano Trio 19 – Ventre / Mahmed 25 – CEP 20.000 26 – Sinara 

Rio Arena 25 - Ed Sheeran (ING) Teatro Bradesco 25 – João Bosco

Metropolitan 20 – Capital Inicial Acústico 24 – Jose Carreras 27 – Maiara & Maraísa

Imperator 17 – Quartas Brasileiras – Homenagem a Dick Farney: Zé Luiz Mazziotti & Itamar Assiere – Participação: Áurea Martins 18 – Scalene / Alarmes 24 – Goldherança: Golden Boys / Trio Esperança / Evinha Planet Music (Cascadura) 27 – Esteban Tavares / Amplifica / Plano B

Lona Jacob do Bandolim (Jacarepaguá) 19 - Danilo Caymmi 20 – Menores Atos / La Ville / Na Panela / Roterdan Lona Carlos Zéfiro (Vista Alegre) 27 – Banheiro Azul Lona Gilberto Gil (Realengo) 19 - Eliana Printes

Casa Levi´s (Botafogo) grátis 19 – 19h: Concurso de Bandas 20 – 20h30: Erasmo Carlos

Pub Panqs (Tijuca) 20 - Márvio Ciribelli - Participação: Mylena Ciribelli (21h - R$ 20) Ruínas (Praça Tiradentes) Quintall Rock (22h20 – grátis até 23:30, 10 após) 18 - Facção Caipira 25 - Os Vulcânicos

Teatro Eva Herz / Livraria Cultura 27 - Carol Naine (19h - R$ 30) Casa do Choro (Centro) 17 e 18 - João Cavalcanti & Marcelo Caldi (19h - R$ 40) 24 - Aurélie & Verioca (19h - R$ 40) Museu de Arte do Rio 18h – R$ 6 26 - MAR de Música: Boogarins (GO) / Festa Manie Dansante

Caixa Cultural 25 a 27 – Tom Zé (19h – R$ 20) Circuito SESI 26 - Duque de Caxias: Clarice Falcão (20h - R$ 34) 26 - Jacarepaguá: Mulheres em Pixinguinha (21h - R$ 12) 27 - Jacarepaguá: Clarice Falcão (20h - R$ 34) 27 - Duque de Caxias: Mulheres em Pixinguinha (20h - R$ 12)

MIXX: 20 - Qinho Canta Marina Lima – Soma Hub / Duque de Caxias (18h – R$ ) 20 - Baile Charme de Madureira: 27 Anos – Viaduto de Madureira (22h – R$ 10 1º lote, 15 2º lote) 20 - Paranoia Musique: Cubüs / Poëtika – Espaço Multifoco / Lapa (23h – R$ 20) 20 - Cacife Clandestino – Boiler Rio / Centro (23h – R$ 40 1º lote, 50 2º lote) 20 - 20 Anos do Heavy Duty: Unnature / Evil Inside / Último Sopro / Ambstract – Praça da Bandeira (23h – R$ 10) 21 - Canto Cego – Centro Cultural Laurinda Santos / Santa Teresa (13h – R$ 20) 21 - Contando Bicicletas / Chico de Barro / Relva – Santê Hostel / Santa Teresa (13h – R$ 15) 21 - Lithos Rock Fest: Pumpkinhead / Mavericks / Purano – Calabouço / Vila Isabel (19h – R$ 10) 21 - Hip Hop Lapa – Rua Joaquim Silva (16h – grátis) 21 - Qinho Canta Marina Lima – Mormaço / Nova Iguaçu (18h – grátis) 21 - Rock Fest: Golpe Certo / Old Kitchen / The Queen And The Jacks – Espaço Bel Maciel / Maria da Graça (18h – R$ 10) 24 - Luciana Mello – FM Hall / Centro (19h – grátis) 24 - Renaissance: Songs For All Times – Teatro Municipal de Niterói (20h – R$ ) 27 - Esteban Tavares / Amplifica / Plano B – Planet Music / Cascadura (17h – R$ 25 1° lote, 35 2° lote, 45 na hora) 27 - Festa Demons Over Gotham – Porto Pirata / Praça da Bandeira (22h – grátis) 

 VEM AI: Festival Varilux de Cinema Francês 2017 De 7 a 21 de junho em mais de 55 cidades brasileiras (informações sujeitas a alteração): Águas Claras (DF), Aracaju (SE), Barretos (SP), Barueri (SP), Belém (PA), Belo Horizonte (MG),Blumenau (SC), Buzios (RJ), Brasilia (DF), Campinas (SP), Caxambu (MG), Campo Grande (MS), Caxias do Sul (RS),Caxambu(MG), Cotia (SP), Cuiabá (MT), Curitiba (PR), Florianópolis (SC), Fortaleza (CE),Foz do Iguaçu (PR), Goiânia (GO), João Pessoa (PB), Juiz de Fora (MG), Jundiaí (SP), Londrina (PR), Macaé (RJ), Maceió (AL), Manaus (AM), Maringá (PR), Mossoró (RN), Natal (RN), Niterói (RJ), Nova Friburgo (RJ), Pelotas (RS), Petrópolis (RJ), Porto Alegre (RS), Recife (PE), Ribeirão Preto (SP), Rio de Janeiro (RJ), Rio Verde (GO),Salvador (BA), Santa Maria (RS), Santos (SP), São Carlos (SP), São José dos Campos (SP), São José do Rio Preto (SP), São Luiz (MA), São Paulo (SP), Theresina (PI), Vitória (ES), Volta Redonda (RJ)

RENAISSANCE VEM AO BRASIL EM 2017   Com quase 50 anos de estrada, o grupo que foi pioneiro do rock progressivo britânico vem ao Brasil em maio de 2017. Curitiba (Teatro Guaíra), dia 24, São Paulo (Espaço das Américas) no dia 25, Rio de Janeiro (Vivo Rio) no dia 26, Porto Alegre (Auditório Araújo Vianna), dia 27, e Belo Horizonte (Palácio das Artes), dia 28

ULTRA BRASIL ANUNCIA A PHASE 1 DE SEU LINEUP PARA A EDIÇÃO 2017 ADAM BEYER, ALESSO, ARMIN VAN BUUREN, DAVID GUETTA, JAMIE JONES, JOSEPH CAPRIATI, SASHA & JOHN DIGWEED e THE MARTINEZ BROTHERS SERÃO HEADLINERS FESTIVAL ACONTECE NOS DIAS 12, 13 E 14 DE OUTUBRO NO SAMBÓDROMO DO RIO

_______________________________________________________ O Cine Joia Copacabana, em parceria com o Instituto Goethe/rj, começa a exibir a partir do dia 18 de maio, indo até o dia 31 de maio, sete filmes alemães inéditos em mais uma edição da Mostra Joias do Cinema Alemão. Nessa 4a edição, novamente com curadoria da equipe de Programação do Cine Joia, o projeto volta a trazer filmes alemães inéditos no circuito carioca e que nunca chegaram ao circuito exibidor brasileiro.



Circuito Estação NET de Cinema e Cinemateca do MAM apresentam: Exposição CINEMA EM CASA: Equipamentos do acervo da Cinemateca do MAM. A partir de 23 de fevereiro, no Estação NET Botafogo de 23 de fevereiro a 23 de agosto 2017 Horário de visitação: 14h às 22h Entrada franca

UMMAGUMA THE BRAZILIAN PINK FLOYD VOLTA AO PALCO DO METROPOLITAN   Considerada pela crítica como o melhor cover do Pink Floyd no Brasil, a banda faz show no dia 19 de maio com a turnê You Gotta Be Crazy.

Mostra 'As marionetes de Jirí Trnka': Caixa Cultural RJ exibe filmes do "Walt Disney do Leste Europeu", inéditos no Brasil, a partir de 16 de maio



Aventura Antonioni   Retrospectiva completa do cineasta italiano Michelangelo Antonioni com  curtas e longas-metragens, documentários e ficções, além de aula magna e debate                     CCBB Rio de Janeiro – 26 de abril a 22 de maio                    CCBB São Paulo – 26 de abril a 22 de maio | CineSesc (SP) – 11 a 17 de maio                   CCBB Brasília – 3 a 29 de maio  
(colaborou @DonnieDarko73);

Blog Archive

Buscar

About Me

tom leão
Vanuatu
amigo dos amigos, amante de música, cinema, boa comida, de pedaladas e caminhadas
View my complete profile
Powered by Blogger.

Popular Posts

Translate

Followers