Pular para o conteúdo principal

O QUE ACHEI LEGAL ESTE ANO...


TUDO, POR ORDEM DE LEMBRANÇA:


FILMES:



PHOENIX (MELHOR FILME ESTRANGEIRO. A CENA FINAL É UM SOCO NO ESTÔMAGO); SICÁRIO (OUTRO QUE ME DEIXOU MAL NO FINAL; MELHORES ATUAÇÕES DE EMILY BLUNT E BENICIO DEL TORO); VICIO INERENTE (MELHOR STONER MOVIE EM SÉCULOS); EX-MACHINA (UM SCI-FI BRILHANTE, QUE ME APRESENTOU A ALICIA VIKANDER); A PELE DE VENUS (QUEM DISSE QUE NÃO SE PODE FILMAR TEATRO?);  THE MARTIAN (DIVERTIDO); ANOMALISA (ANIMAÇÃO PARA ADULTOS, É POSSÍVEL); THE WALK (FASCINANTE); KINGSMAN (O BOND QUE BOND NÃO FOI); MAPAS PARA AS ESTRELAS (AQUELE FILME INCOMODO DE SEMPRE DO CRONEMBERG); MAD MAX FURY ROAD  (PRA ISSO QUE INVENTARAM O CINEMA); MONTAGE OF HECK (DOC SEM CHAPA BRANCA);  MISTRESS AMERICA (COMO NÃO AMAR GRETA?), A GIRL WALKS HOME ALONE AT NIGHT (FILME DE VAMPIRO COM UM LEVE TOQUE IRANIANO).; 'SLOW WEST' (WESTERN RODADO NA NOVA ZELANDIA DIRIGIDO PELO CARINHA DA BETA BAND); 'STAR WARS EPISODE VII: THE FORCE AWAKENS' (QUE BOM QUE DEU CERTO)


SHOWS:



CHEMICAL BROTHERS (UM VERDADEIRO ATAQUE AOS SENTIDOS, COMO NENHUM OUTRO SHOW; DESTE, OU DO ANO PASSADO); MUSE (VEIO COM METADE DO VISUAL, MAS COM TODO O SOM, ÚNICA BANDA DE ARENA POSSÍVEL PÓS-90S); ROCK IN SOFA: SYSTEM OF A DOWN (FIZ RODINHA NA SALA DE CASA!)


TV/STREAMING:



 BLINDSPOT (BOA PREMISSA, BOM ELENCO, CATIVANTE); THE AMERICANS (QUASE NINGUÉM VÊ, MAS É SENSACIONAL); MR. ROBOT (HIPNOTIZANTE E 'BOLANTE'); HOMELAND (CADA VEZ MAIS ATUAL); MASTERS OF SEX (PULOU NO TEMPO, MAS NÃO PERDEU O RITMO);  SILICON VALLEY/VEEP (MELHOR DOBRADINHA DE HUMOR DA HBO); GOT (SHAME! BLING!);  LIMITLESS (DIVERTIDA-MENTE)


MUSICA/DISCOS:



'DIVERS', JOANNA NEWSON (ORA, DIREIS, OUVIR HARPA?); 'VULNICURA', BJORK (MUSICA SENSORIAL, QUE PUDE EXPERIMENTAR, AO VIVO, NA EXPO DO MOMA); 'BORN IN THE ECHOES', CHEMICAL BROTHERS (OS MANOS AINDA SÃO RELEVANTES); 'IN COLOUR', JAMIE XX (UMA ÓTIMA SURPRESA); TRILHA SONORA DE 'SICARIO', POR JÓHANN JÓHANSSEN (AJUDA BASTANTE NO CLIMA DO FILME); TRILHA SONORA DE 'A GIRLS WALKS HOME ALONE AT NIGHT' (ÓTIMAS BANDAS 'DAS ARÁBIAS' QUE NINGUÉM CONHECE POR AQUI)



LEITURAS: AS CAPRICHADAS EDIÇÕES DA DARKSIDE (REPRINTARAM O LIVRO QUE TARZ OS TRES PRIMEIROS STAR WARS ROMANCEADOS), A GRATA SURPRESA DA EDIÇÕES IDEAL, QUE, DE SBC/SP, TRAZ BIOS E LIVROS SOBRE MUSICAS MUITO BACANAS (DEAD KENNEDYS, IAN CURTIS, JERRY LEE LEWIS, CURE ETC) E, O MELHOR DE TODOS (PRA MIM): 'PUBLIKATION, A BIOGRAFIA DO KRAFTWERK.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

OS SHOWS QUE VEM POR AI!

A agenda de shows internacionais no Brasil, neste primeiro semestre, está bem movimentada. Teremos desde grandes atrações inéditas (Phil Collins), até velhos conhecidos (Foo Fighters) e despedidas (Ozzy). Infelizmente, algumas das atrações, como Gorillaz e Depeche Mode, apenas em SP





DEPECHE MODE - SÃO FRANCISCO


PHIL COLLINS

PRIMEIRA VEZ NO BRASIL, SOLO - JÁ VEIO COM O GENESIS, NOS ANOS 70,
COM ABERTURA DO PRETENDERS

 22 FEVEREIRO: MARACANÃ/RJ
 24 FEVEREIRO: ALLIANZ PARQUE/SP
 27 FEVEREIRO: BEIRA RIO/POA




FOO FIGHTERS

COM ABERTURA DO QUEENS OF THE STONE AGE 

25 FEVEREIRO: MARACANÃ /RJ
27 FEVEREIRO : ALLIANZ PARQUE /SP
2 MARÇO: PEDREIRA PAULO LEMINSKI/CURITIBA
4 MARÇO: BEIRA RIO/POA


KATY PERRY

REI PANTERA

Vão dizer pra você que 'Pantera Negra', é o primeiro filme de super herói Marvel negro. Não é (Blade, veio bem antes). Ou, que é o primeiro filme com cast quase totalmente negro. Outra inverdade, basta uma rápida pesquisa. O fato é que, independentemente desses detalhes, 'Black Panther' é um filmaço, dos melhores do MCU (o Marvel Cinematic Universe). Não diria o melhor, pq 'Capitão América: guerra civil' (onde o Pantera Negra foi formalmente introduzido), detém esse titulo, desde os primeiros do Homem de Ferro e Vingadores. E, está acima do ultimo Marvel, o 'Thor: Ragnarok'. Muita gente gostou deste, pelo seu tom brincalhão. Achei um tanto demais da conta.


Por outro lado, os mais jovens irão achar 'Pantera negra' um bocado sério. É um filme que (quase) não deixa espaço pra piadinha barata. A história de T´Challa (Chadwick Boseman, que se revelou na cinebio de James Brown), o herdeiro do trono de Wakanda (um fictício e super avançado país africano…

ENVENENADO PELO ESTILO

Paul Thomas Anderson é um prodígio. Aos 26, realizou 'Boogie nights', seu longa de estreia, que aumentava um curta que ele tinha feito dez anos antes, sobre um fictício ator pornô chamado Dirk Diggler. Seu trabalho seguinte, foi o ambicioso 'Magnolia', espécie de homenagem a Robert Altman: um filme longo e cheio de personagens, cujas historias se entrecruzam aleatoriamente. Daí em diante, cada novo filme seu era esperado com altas expectativas, pelos fãs e pela crítica. Ele fez até um com Adam Sandler (!?), 'embriagado de amor'. Mas, sua obra-prima, veio em 2007: 'There will be blood' (sangue negro), um daqueles raros filmes que, quando acaba, dá vontade de aplaudir de pé na sala, e gritar 'bravo!' Um dos grandes trunfos do filme, é Daniel Day-Lewis, que, não a toa, ganhou Oscar de melhor ator no ano seguinte. É um dos cinco melhores filmes deste novo século.


Agora, no momento em que Day-Lewis anuncia sua aposentadoria do cinema, se juntou no…