Pular para o conteúdo principal

VIOLENTAMENTE ENGRAÇADO


AGORA QUE JA PASSOU O FINDE, E MUITOS DE VCS JA ASSISTIRAM, COMENTAREI AQUI O FILME ARGENTINO 'RELATOS SALVAJES', PRA MIM, UM DOS MELHORES DO ANO. EM CARTAZ HA DOIS MESES NA ARGENTINA, ELE JÁ É O CAMPEÃO DE BILHETERIA DO ANO LÁ, E SERÁ O FILME PORTENHO INDICADO PARA CONCORRER AO OSCAR DE PELÍCULA ESTRANGEIRA. TEM GRANDES CHANCES DE GANHAR.



   COMO TODO BOM FILME ARGENTINO, ESTE TAMBÉM TEM O INFALÍVEL RICARDO DARÍN. MAS O FILME -- DIVIDIDO EM SEIS EPISÓDIOS -- É TÃO BOM, QUE MESMO O CAPITULO COM DARIN SENDO UM DOS MELHORES, ELE FICA EM PÉ DE IGUALDADE COM OS DEMAIS. SOBRETUDO COM O CAPITULO FINAL, COM UMA NOIVA IRADA FEITA COM SANGUE, SUOR E LAGRIMAS POR ERICA RIVAS, DA QUAL JA VIREI FÃ. EM TODOS OS CONTOS MOSTRADOS, EM COMUM O FATOR 'PERDA DE CONTROLE' E 'VINGANÇA' ESTÁ PRESENTE, EM EPISÓDIOS PELOS QUAIS TODOS NÓS JÁ PASSAMOS, DE UM MODO OU DE OUTRO. O ESPECTADOR LEVA SUCESSIVOS SOCOS NA BOCA DO ESTOMAGO, MAS NUNCA DEIXA DE RIR NERVOSO, PQ O HUMOR NEGRO É FORTE.



  ROTEIRIZADO E DIRIGIDO POR DAMIÁN SZIFRÓN, 'RELATOS SELVAGENS', COMO CINEMA, É PRIMOROSO. DA FOTOGRAFIA ADEQUADA PARA CADA EPISODIO, AO ROTEIRO AMARRADINHO, PASSANDO PELA ESPETACULAR CAPTAÇÃO DE SOM (E COM TRILHA DO OSCARIZADO GUSTAVO SANTAOLALLA, DO BAJOFONDO) E ÓTIMAS PERFORMANCES DE TODOS OS ATORES ENVOLVIDOS. É UM FILME DE QUALIDADE INTERNACIONAL, NAO APENAS PARA O MERCADO LATINO, COM PRODUÇÃO DA EL DESEO, DOS IRMAOS AUGUSTIN E PEDRO ALMODOVAR. ALIAS, O HILÁRIO EPISODIO DE ABERTURA/PROLOGO DO FILME, PARECE UMA EXTENSÃO DO ULTIMO FILME DO PEDRITO, 'AMANTES PASSAGEIROS'. SÓ QUE MELHOR.



   NOS SEIS EPISÓDIOS ACOMPANHAMOS CONTOS SOBRE VINGANÇA (PESSOAL OU CONTRA O 'SISTEMA'), REVOLTA SOCIAL, ACERTOS DE CONTAS, CORRUPÇÃO, SELVAGERIA COTIDIANA, QUE VARIAM DO HUMOR AO DRAMA, BEIRANDO AS VZS AO QUASE TERROR, QUE PODEM NAUSEAR ALGUNS, MAS PROVOCA EMOÇÕES GENUÍNAS NA PLATEIA, QUE NUNCA FICA ENTEDIADA. É UM TRABALHO SÓLIDO, QUE MOSTRA QUE OS ARGENTINOS (QUE JÁ GANHARAM DOIS OSCAR) SABEM QUE CINEMA É CINEMA, TV É TV. FICA A DICA PARA A MAIORIA DOS DIRETORES DE CINEMA  BRASILEIROS, QUE, PARECE, AINDA NÃO SE TOCARAM DISSO.



*VOU TIRAR O ATRASO E CORRER ATRAS DOS TRES FILMES ANTERIORES DO DIRETOR. SE FOREM TAO BONS QUANTO ESTE...

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

OS SHOWS QUE VEM POR AI!

A agenda de shows internacionais no Brasil, neste primeiro semestre, está bem movimentada. Teremos desde grandes atrações inéditas (Phil Collins), até velhos conhecidos (Foo Fighters) e despedidas (Ozzy). Infelizmente, algumas das atrações, como Gorillaz e Depeche Mode, apenas em SP





DEPECHE MODE - SÃO FRANCISCO


PHIL COLLINS

PRIMEIRA VEZ NO BRASIL, SOLO - JÁ VEIO COM O GENESIS, NOS ANOS 70,
COM ABERTURA DO PRETENDERS

 22 FEVEREIRO: MARACANÃ/RJ
 24 FEVEREIRO: ALLIANZ PARQUE/SP
 27 FEVEREIRO: BEIRA RIO/POA




FOO FIGHTERS

COM ABERTURA DO QUEENS OF THE STONE AGE 

25 FEVEREIRO: MARACANÃ /RJ
27 FEVEREIRO : ALLIANZ PARQUE /SP
2 MARÇO: PEDREIRA PAULO LEMINSKI/CURITIBA
4 MARÇO: BEIRA RIO/POA


KATY PERRY

REI PANTERA

Vão dizer pra você que 'Pantera Negra', é o primeiro filme de super herói Marvel negro. Não é (Blade, veio bem antes). Ou, que é o primeiro filme com cast quase totalmente negro. Outra inverdade, basta uma rápida pesquisa. O fato é que, independentemente desses detalhes, 'Black Panther' é um filmaço, dos melhores do MCU (o Marvel Cinematic Universe). Não diria o melhor, pq 'Capitão América: guerra civil' (onde o Pantera Negra foi formalmente introduzido), detém esse titulo, desde os primeiros do Homem de Ferro e Vingadores. E, está acima do ultimo Marvel, o 'Thor: Ragnarok'. Muita gente gostou deste, pelo seu tom brincalhão. Achei um tanto demais da conta.


Por outro lado, os mais jovens irão achar 'Pantera negra' um bocado sério. É um filme que (quase) não deixa espaço pra piadinha barata. A história de T´Challa (Chadwick Boseman, que se revelou na cinebio de James Brown), o herdeiro do trono de Wakanda (um fictício e super avançado país africano…

ENVENENADO PELO ESTILO

Paul Thomas Anderson é um prodígio. Aos 26, realizou 'Boogie nights', seu longa de estreia, que aumentava um curta que ele tinha feito dez anos antes, sobre um fictício ator pornô chamado Dirk Diggler. Seu trabalho seguinte, foi o ambicioso 'Magnolia', espécie de homenagem a Robert Altman: um filme longo e cheio de personagens, cujas historias se entrecruzam aleatoriamente. Daí em diante, cada novo filme seu era esperado com altas expectativas, pelos fãs e pela crítica. Ele fez até um com Adam Sandler (!?), 'embriagado de amor'. Mas, sua obra-prima, veio em 2007: 'There will be blood' (sangue negro), um daqueles raros filmes que, quando acaba, dá vontade de aplaudir de pé na sala, e gritar 'bravo!' Um dos grandes trunfos do filme, é Daniel Day-Lewis, que, não a toa, ganhou Oscar de melhor ator no ano seguinte. É um dos cinco melhores filmes deste novo século.


Agora, no momento em que Day-Lewis anuncia sua aposentadoria do cinema, se juntou no…