Pular para o conteúdo principal

PREVIOUSLY ON LOST


Previamente em “Lost”, vimos a história de um grupo de passageiros de um vôo comercial entre Sidney e Los Angeles que cai numa ilha remota do Pacífico. A princípio, seria mais uma aventura mostrando as desventuras dos náufragos em tentar sobreviver e sair da ilha, já que ficaram sem nenhuma comunicação com o mundo exterior. Mas, a medida em que os capítulos foram avançando, descobrimos que a ilha tinha certas peculiaridades, além de habitantes, que ficaram conhecidos como “os outros”. Estes outros, aparentemente, não eram boas pessoas, mas a medida em que a gente os ia conhecendo, víamos que havia algo mais por tras deles, outros além de outros, e que, na verdade, eles eram os remanescentes de um grupo que fez parte de uma eXperiência científica, nos anos 1970, o Dharma Project. Enquanto nosso cérebro ia processando estas informações, a cada semana íamos conhecendo melhor cada um dos principais sobreviventes da queda do Oceanic 815. E notávamos que, de certa forma, eles estavam todos interligados. Havia Jack, o médico com tendência para líder; Sawyer, o anti-herói por excelência (um dos produtores da série disse que ele foi inspirado no Han Solo do “Guerra nas estrelas” original), Kate, uma fugitiva da justiça; Hurley, o cara mais sortudo/azarado do mundo; Locke, um paralítico que volta a andar; um casal de coreanos; um ex-agente da milícia iraquiana; irmãos, casais; e alguns outros que foram ficando pelo caminho. Mas, de repente, numa das reviravoltas da série, descobrimos que a ilha tem uma força estranha, um magnetismo, e que permite fenômenos como viagens no tempo e realidades alternativas. Então, abriu-se uma narrativa paralela, com o mundo de “Lost” e o provável mundo em que a ilha não teria existido e o avião jamais teria caído nela. Nessa parte, tomamos conhecimento de que certas pessoas que viviam por lá estavam lá há muito mais tempo do que imaginaríamos, e sem envelhecer um só dia! E agora chegou a hora das respostas. Nem todas serão dadas, é claro. Muitas terão que ser respondidas nas cabeças de cada espectador. Mas o certo é que nunca houve uma série de TV como “Lost”, que desafiou nossa imaginação e destilou mitos, com alguma filosofia barata.
*E AI, O Q VCS ACHARAM DO FINAL DE LOST?

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Winner winner, chicken dinner!

É o lema de quem ganha na mesa de blackjack (21) em Las Vegas. A frase, que diz a lenda, é de autoria de um oriental, que quebrou a banca num dos cassinos da cidade nos anos 50, é dita várias vezes no filme "21" (aqui, "Quebrando a banca"), que estréia semana q vem e vi hj cedo numa cabine. Ela significa algo como, quem ganha paga o jantar. O filme é interessante. Apesar de envolver galera e ter uma trilha sonora atual (com direito a faixa inédita do LCD, não tem aquela edição frenética MTV. Até porque, a história de um grupo de geniozinhos do MIT (Massachusetts Institute of Technology) que têm a capacidade de contar decks de cartas de baralho (sem precisar ser autistas, como o rain man) e vão faturar algum na maciota em Las Vegas, aconteceu mesmo na vida real. Isso é o ponto de maior interesse no filme, sacar os bastidores desse fato verídico. Os atores, a maioria novatos (tem o carinha de "Across the universe", mas tbm tem Kevin Spacey e a gatinha Kate …

KELVIN?

UNZAMIGOS MEU FORO RANGAR EM COPA DEPOIS DO SHOW DO JUSTICE E ACABARO ALI NA REGIAO DA PRADO JUNIOR TRAÇANDO UM GALETO COM AS PUTAS E TRAVECO. DADO MOMENTO, UM DELES VE UM ANUNCIO COLADO NUM ORELHÃO DO LADO DO BAR QUE DIZIA: "LOURINHA GOSTOSA. FAÇO KELVIN ATÉ O FINAL!", AI, GERAL BOLOU. O QUÊ OU QUEM DIABOS É KELVIN? NEGUIM JÁ DESCOLADO EM PUTARIA NÃO SABIA O QUE ERA AQUILO. KELVIN? WHATTAFUCK? A SOLUÇÃO? LIGAR PRA PUTA, É CLARO. AÍ, ELA EXPLICOU A PARADA: KELVIN É FAZER GARGANTA PROFUNDA ATÉ O FINAL SEM USAR CAMISINHA (20 CONTOS). MATADA METADE DA CHARADA. MAS POR QUE KELVIN? FIZ UMA BUSCA NO GOOGLE E SÓ APARECERAM DOIS LINKS SOBRE A PARADA!!! (O RESTO TODO ERA LIGADO A PESSOAS CHAMADAS KELVIN OU AO GRAU KELVIN). UM ERA UM FÓRUM NO QUAL A MESMA RESPOSTA E PERGUNTA QUE FAÇO AQUI ERA REQUERIDA, OUTRO ERA UM ANUNCIO DE JORNAL DE UMA VAGABA QUE FAZ KELVIN. ENTÃO, O MISTÉRIO CONTINUA: POR QUÊ KELVIN? ALGUÉM AÍ SABE?

OS SHOWS QUE VEM POR AI!

A agenda de shows internacionais no Brasil, neste primeiro semestre, está bem movimentada. Teremos desde grandes atrações inéditas (Phil Collins), até velhos conhecidos (Foo Fighters) e despedidas (Ozzy). Infelizmente, algumas das atrações, como Gorillaz e Depeche Mode, apenas em SP





DEPECHE MODE - SÃO FRANCISCO


PHIL COLLINS

PRIMEIRA VEZ NO BRASIL, SOLO - JÁ VEIO COM O GENESIS, NOS ANOS 70,
COM ABERTURA DO PRETENDERS

 22 FEVEREIRO: MARACANÃ/RJ
 24 FEVEREIRO: ALLIANZ PARQUE/SP
 27 FEVEREIRO: BEIRA RIO/POA




FOO FIGHTERS

COM ABERTURA DO QUEENS OF THE STONE AGE 

25 FEVEREIRO: MARACANÃ /RJ
27 FEVEREIRO : ALLIANZ PARQUE /SP
2 MARÇO: PEDREIRA PAULO LEMINSKI/CURITIBA
4 MARÇO: BEIRA RIO/POA


KATY PERRY