Pages

Friday, May 08, 2009

BAJOFONDO TEM A FORÇA*


UMA DAS MAIORES DECEPÇÕES DE MEU LADO NERD FOI ASSISTIR A PRE-ESTREIA DO EPISODIO 1 DE STAR WARS, AQUELE FILME PALHA, A AMEAÇA FANTASMA. TODOS NÓS, FAS DA SAGA, ESPERÁVAMOS UM FILMAÇO, BASEADO NA PRIMEIRA TRILOGIA (QUE, NA VERDADE, ERA A SEGUNDA), MAS FOI UM FRACASSO. AINDA BEM QUE NAO PUS EM PRATICA UM PLANO QUE INCLUIA IR COM OUTROS JEDIS MALUCOS (ENTRE ELES, O DJ MEME) A NOVA YORK PARA A PRE-ESTREIA. IMAGINE A DECEPÇÃO E A GRANA JOGADA FORA? É SEIS MESES ANTES DISSO QUE SE PASSA A TRAMA DE "FANBOYS", FILME QUE MOSTRA 4 AMIGOS FAS DA SAGA DE GEORGE LUCAS QUE ESPERAM ANSIOSAMENTE PELA ESTREIA DO PRIMEIRO NOVO FILME DA NOVA TRILOGIA. MAS, COMO UM DELES VAI MORRER ANTES DA ESTREIA, PQ ESTA COM CANCER, ELES PLANEJAM INVADIR O RANCHO SKYWALKER PRA ROUBAR O COPIÃO. EMBORA O FILME SEJA MÉDIO, O PROPRIO LUCAS PERMITIU QUE AS FILMAGENS FOSSEM REALMENTE EM SEU RANCHO E EM SEU ESCRITORIO. É LÁ QUE ROLA A MELHOR PARTE DO FILME, QUE CONTA COM APARIÇÕES ESPECIAIS DE CARRIE FISCHER (PRINCESA LEIA) E BILLY DEE WILLIAMS (LANDO CALRISSIAN) E TBM DE SETH ROGEN (EM TRES PAPEIS) E ATE DE WILLIAM SHATNER. PENA QUE NAO FUNCIONA COMO PODERIA. MAS DIVERTE FAS E NAO FAS DA SAGA ESPACIAL.
*para saber porque, leia os comments inside

18 comments:

tom said...

OFF: NA SEXTA A NOITE FUI NO CLUBE 69 VER A DJ KIMM ANN, QUE É UMA DAS VOCAIS DO HERCULES & LOVE AFFAIR. E, NAO É POR ELA SER GRINGA, MAS O SOM MELHOROU MUITO NA HORA EM Q ELA ENTROU. PQ? PQ A GAROTA USA VINIL E MIXA NA HORA, DE VERDADE, O Q OS DJS DAQUI ESTAO DESAPRENDENDO POR USAR SERATOS E QUETAIS. O LAPTOP FAZ TUDO, O DJ SO LISTA AS MUSICAS, AS PASSADAS SAO ESTRANHAS, O RITMO NAO MUDA, PARECE QA GENTE TA OUVINDO STREAMING DE RADIO ONLINE. QUE DIFERENÇA DE RITMO, QUALIDADE E CALOR QNDO ANN ENTROU, DESPEJANDO UM SET OLD SKOOL COM ACID HOUSE E TECHNO RAVE, AI SIM, A PISTA GANHOU VIDA E BOMBOU

Wander said...

fala tom, tenho trabalhado tanto que só to lendo aqui no fim de semana entao vou comentar com um post de atraso, rs

uma curiosidade tom, a galera punk era violenta? eu ouvi sex pistols com 20 anos, então já como história, mas mesmo assim bateu, mas se tem um artista que envelheceu foi john lydon,pena


vou clicar nos ads sim, agora voce deveria receber também por cartão fidelidade, tem gente circulando por aqui já uns 5 anos, time flies...

sobre cigarros: fumei uma vez bêbado numa boate e simplesmente senti o mundo apagar, seguida de uma noite de vômito e olhar pro vaso jurando que vc nunca mais vai repetir aquilo, bom, pra esse caso funcionou, rs nunca mais fumei cigarro na vida,

mas felipe tem total razão sobre a questão do vicio e desse prazer fácil, escolhas de ônus e bônus,

não sou fumante mas sou contra essa perseguição aos fumantes, acho uma chatice: uma qualidade de ar péssima, um sol que torra e os fumantes passivos ainda enchem o saco?, rs

a medida é sempre respeitar o outro, mas proibir em todo e qualquer lugar fechado? então não vá na loka se a fumaça te incomoda, sao paulo tá radicalizando na proibição, tenho medo de todos os lugares virarem aquela coisa chata e asséptica que vi no skol sensation com aquela gente de cabelo loirinho, limpinho, xeirozinho, tratado a kerastase, argh, deus salve o rocknroll,

cat power está vindo? realmente ela ficou devendo no último show aqui, ainda mais que o Anthony Hegarty arrasou logo em seguida,

mas concordo que depois do radiohead foi uma sacanagem com o Oasis, assisti o início no multishow (que não conta como show ao vivo nem 10%) mas mesmo assim tive a mesma imprensão sobre a voz do primeiro vocalista e do segundo, tive a impressão que a pose peru macho cantando esticando o pescoço afetou as cordas vocais do irmão 1, enfim, do Oasis eu não gosto nem de wander-fall, rára

fase catar milho: 3 musicas do brakes, 2 do rakes, 2 peaches, 1 sonic youth, -1 do caetano, e assim vai... embora o disco tenha virado pó, ainda tenho a nostalgia do álbum, essa coisa do pacotinho de pelo menos 10 músicas boas,

se alguém vir um tiozinho cantando aleluia não pensem que é mais um evangélico convertido- sou eu cantando leonard cohen live in london,rs vale a pena prestar atenção nos comentários, principalmente no final de tower of song onde ele finalmente vai revelar o segredo do universo, o grande mistério da vida, e como ele é um praticante do zen budismo, faz todo o sentido

fui,

abs,

tom said...

OFF: CHEGUEI NUM PONTO QUE NAO CONSIGO MAIS PARAR DE OUVIR O NOVO DO YYYS. TA FODA, PRINCIPALMENTE AS CINCO PRIMEIRAS. VERIA UM SHOW AGORA, CORRENDO :-)

tom said...

wander, a galera punk com quem eu andava nao era violenta, nao (a do rio, em geral, nao era), a gente era mais bagunceiro. as historias de violencia vinham todas de sp, punks contra metaleiros, carecas do abc contra punks, so depois meio que 'importaram" algo disso pra ca, mais pra baixada.

eu nao tenho mais saco pro oasis, hj to mais a fim de ver o yyys, maximo park, metric, the kills, por ai,,,

Lord Vader said...

Po , eu gostei do episódio I ...

pacheco said...

"então não vá na loka se a fumaça te incomoda"

- vc falou isso logo depois de "a medida é sempre respeitar o outro". Meio contraditório, non?

tom said...

AI, NO SÁBADO, FUI VER O BAJOFONDO NO VIVO RIO. O SHOW FOI MARAVILHOSO. O AFTER FOI MELHOR AINDA. UNS AMIGOS ME REBOCARAM PRO BACKSTAGE, E, DE LA, ROLOU O ANIVERSARIO DO PROMOTER QUE TROUXE A BANDA. BONDE PARTIU PRO BARDOT, NO LEBLON, ONDE JAMAIS TINHA PISADO, VISTO QUE É REDUTO PAT/PIT. MAS OS ARGENGUAIOS TOCARAM A ZONA NO POINT, AGITARAM GERAL, ROLOU MUITA DANÇA E GRITARIA, COM DIREITO AQUELAS DISPUTAS DE CADA UM ENTRA NA RODA E FAZER UM PASSO. FOI HILARIO VER O GUSTAVO SANTAOLALLA, GANHADOR DO OSCAR PELO TEMA DE BROKEBACK MOUNTAIN, MANDAR MUITO BEM COM GROOVE IS IN THE HEART DO DEE-LITE. E FOI O MINIMO. A BANDA TODA É MUUUITO ANIMADA. NEM PARECEM QUE LOGO MAIS IAM PEGAR UM VOO PRA POA, ONDE TOCAM NESTE DOMINGO!

iga_rio said...

Fala Tom,

Eu tenho em dvd aquele documentario "Botinada - A origem do Punk no Brasil" e ali eles falam bem da cena.. principalmente em SP... mas quase não tem nada da cena do rio.
acredito que não exista tanto material da cena caioca.

Abraços,

tom said...

O BOTINADA QUASE NAO TEM NADA DO RIO PQ O CARA QUE FEZ, O GASTAO, EX-MTV, NAO SE DEU AO TRABALHO DE PROCURAR GENTE AQUI PRA FALAR, CONVERSOU SO COM UNS DOIS AGTO-PINGADOS DE POUCA EXPRESSAO. EU DISSE ISSO A ELE QNDO FUI ESCREVER SOBRE O DVD. SE ELE TIVESSE FALADO COMIGO, COM OS SKATISTAS GUTO JIMENEZ, O CESINHA CHAVES OU ALGUM EX-INTEGRANTE DO COQUETEL MOLOTOV, NAO TERIA SIDO TAO FRACO. ATE O MAURICIO VALLADARES TEM MUITAS FOTOS DA PARADA. MAS, SACUME, A GALERA DE SP SEMPRE ACHA Q N ROLA NADAQUI, NEM TENTAM SABER, VIDE Q NA ROLLING STONE NOVA TEM UM CADERNINHO SOBRE MUSICA ELETRONICA E NA PARTE DE DICAS SEQUER SAIU UM CLUBE DO RIO

tom said...

E VOLTANDO AO BAJOFONDO: NO SHOW ELES TOCARAM UMA MUSICA DA LEGIAO, INDIOS, COM DIREITO A DADO E BONFÁ NO PALCO. O MOTIVO? METADE DO BAJOFONDO É DO URUGUAI E LA ROLA UM TREMENDO CULTO A LEGIAO, AS BANDAS ALTERNATIVAS DE LA TODASA PAGAM PAU PRA LEGIO E NO FINAL DO ANO PASSADO A DUPLA FOI A MONTEVIDEO TOCAR NUM SHOW SO COM BANDA INDIE FAZEBDO TRIBUTO A LEGIAO! ELES FICARAM IMPRESSIONADOS

Sergio Luiz Valle said...

O primeiro filme do STAR WARS me lembra o fiasco dos filmes do Arquivo X... Fotos do show do Oasis e Bajofondo mais uns videos mehores que o Multishow sem om da plateia do Oasis no Rio confere aqui:
http://flickr.com/selusava

Sergio Luiz Valle said...

Legião Urbana Dado Villa-Lobos Marcelo Bonfá & Bajofondo Mar Dulce Show Vivo Rio de Janeiro vídeo
Fotos e video do show vou mandando aos poucos
http://flickr.com/selusava
Só uma palhinha

Felipe Passarelli said...

Fantastico o show do Bajofondo e surpreendente tb, não esperava nem a metade do que vi.

Pensei que iria ser apenas mais um show firma, mas a firma se rebelou e quis dar uma de girl talk, sensacional.

o q falta nos shows do Rio é mais gente, mas as pessoas que comparecem dão um show, o nosso púbico é show, mas tem sempre paulista recalcado querendo cortar nossa onda chamando a gente de macaquinhos, inveja pura.

o show de ontem foi daqueles q eu não esperava muita coisa e revolucionou total, coisa parecida tinha sentido no bloc party, acho muito legal essa troca de energia entre banda e publico, por isso não gostei tanto do Oasis, muito pedestal.

Que doideira essa parada da Legião, eu não entendi nada na hora, mas fiquei emocionado, ainda bem q vc explicou aqui Tom rsrs

Bajofondo 10 x 0 no Oasis!

Abraços, Happy Mother's day pra cova

off: vcs tem conta no twitter gente, usam, o que acham? Já sigo os Los Bife lá, e acho hoje a ferramenta mais poderosa da internet, muito bom ficar acompanhando suas bandas, artistas, furos, noticias, é o meu vicio desde 2007, mas acho q deve rolar uma do Rio Fanzine, o globo todo tem, merece!

PEDRO BAMBAATAA said...

pô tom, tu foste na bardot?

frequentei muito em 05 e 04, minha rapaziada, pois eles falavam e não tinha garotada e era um pessoal mais velho...

eu achava o lugarzinho bem legal, e realmente era um pessoal mais velho, mas o som era totalmente mainstream...

há uns 2 anos estive lá e estava entregue as moscas... pensei até que estivesse fechado...

um abraço

Gêiser Nobio said...

Olá, Tom!

Há muito tempo não ouvia música eletrônica dançante tão boa para chacoalhar o esqueleto. O Bajofondo Tango Club é, indiscutivelmente, um dos melhores grupos do pop atual. Gosto também do Gotan Project, que é F-O-D-A.

Sobre a imprensa de SP, percebo um certo receio dela em falar das bandas e artistas do Rio (capital e estado). Publicações especializadas em música martelam o tempo todo coisas do tipo: "a nova sensação da internet 'mais fofa do últimos tempos'" ou "o fenômeno pop/hype brasileiro que conquistou europeus e americanos". Nada contra tais destaques, mas será que só em São Paulo as ondas sonoras reverberam de verdade? E as outras regiões do Brasil?

Para cair nas graças dos críticos de Sampa muitos músicos chegam a se estabelecer na cidade para ganhar atenção da mídia paulistana. Tudo bem, não há o menor problema nisso, mas não precisava ser assim, né?!

A música, pura e simples, é mais importante do que tendenciosas linhas digitadas em páginas de revistas de grande circulação. TENHO CERTEZA (e ainda bem que a internet não faz distinção de ninguém, qualquer um pode ter o seu espaço na rede)!

Boas vibrações e SUPRA Vida para sempre...

Abraço!

G.N.
> www.supravidasecular.com

Felipe Proença said...

"pat-pit" é ótimo.
: )))
aliás, o calbuque merece o crédito por ter criado a expressão "pit-boy", que usada à vera por aí, e que merece virar até "verbete" de dicionário.

Felipe Proença said...

eu sou totalmente purista em relação a isso, apesar de amar a música eletrônica alternativa, principalmente o Trance, minha vertente favorita. Eu, particularmente, achei que ficou meio indigesta essa mistura de música eletrônica (drum n' bass, House, etc...) que muitos artistas/grupos brazucas/latinos fizeram com alguns tipos de música tradicional como a Bossa-Nova, Samba e Tango. Muito mau comparando, alguns deles me pareceram como aquele trabalho solo Charme mix Pagode daquele vocalista de lingua presa daquele grupo de pagode Raça Negra. Lógico, com raríssimas exceções, como é o caso do maravilhoso "Two Pages", album sublime do grupo 4hero, único que consegue com perfeição, arte e beleza misturar o Jazz, o Spiritual, Hip Hop e a Black Music Motown com o Drum n Bass. e fazer um trabalho maravilhoso.

TT Garcia said...

sou fã de StarWars.. então imagine que na quarta eu assisti FANBOYS, e na quinta, fui ver STAR TREK... Em pleno cinema, numa das cenas em q Kirk se dá mal, alguém grita no cinema "isso não aconteceria com Hans Solo!!!".. cara, parecia que não só eu, mas o cinema inteiro tinha assistido FANBOYS também.. (Ps: quem gritou foi meu marido, claro!). Adorei teu texto e adorei o filme (e o episódio 1 é uma bosta, coitado do personagem que tatuou JaJa Binks nas costas.ahaah!)

NA CIDADE

JULIANAS:

casas & shows: Circo Voador 18 – Metá Metá / Rakta 19 – Roberta Sá  20 – Testament (EUA) 25 – Johnny Hooker 26 – O Baú do Raul – 25 Anos: Marcelo Nova / Mauricio Baia / B.Negão / Chico Chico / Karina Buhr / Rick Ferreira / Vivi Seixas

Fundição Progresso 18 e 19 – Novos Baianos 25 - Mitchell Brunnings (HOL) / Orquestra Brasileira de Música Jamaicana 26 – Festival RapRJ 7: Cone Crew Diretoria / Luccas Carlos / Froid / 1Kilo / ADL – Participação: Ducon / Modestiaparte – Participação: Liink & Buddy Poke

Teatro Rival 18 – Festa La Cumbia 19 - Afrojazz - Participação: Larissa Luz & Jesuton 23 - Michael Sweet (Stryper) & John Schlitt (Petra) 24 - Júlia Bosco & Emerson Leal & Gustavo Macacko – Participação: Mart´nália & Simone Mazzer 25 – Alma Thomas 26 – Jay Vaquer 50 meia Setor A, 40 meia Setor B, 30 meia Lounge 30 – Cabaré Diferentão

Teatro Riachuelo 29 – Paulo Ricardo Teatro Odisseia 18 – Ordinária - Baile do Lindote: Molejo 24 - The World is a Beautiful Place & I am No Longer Afraid to Die / gorduratrans / E A Terra Nunca Me Pareceu Tão Distante  26 - Esteban Tavares / Sheffield 

Vivo Rio 18 - Postmodern Jukebox (EUA)  19 – Barão Vermelho 20 – Roy Hargrove & Roberta Gambarini 25 - Jacob Collier (ING) 

Baratos da Ribeiro (Botafogo) 19 – Vespeiro: Marcelo Perdido / Real Sociedade / O Branco e o Índio 26 - Vespeiro: Tacy de Campos / Jonnata Doll & Os Garotos Solventes

Estúdio Hanói (Botafogo) 18 - Nativity in Black Fest: Justabeli (SP) / Dark Tower / Profane Art  19 - Festival Nativity in Black: Justabeli (SP) / Dark Tower / Profane Art  27 - Back To Hanoi Metal Fest: Forkill / Unmasked Brains / Evil Inside / Savant  30 - Rectal Smegma (HOL) / Uzômi / Baga  Audio Rebel 16 – Quintavant: Thiago França: Sambanzo 17 – Quintavant: Thiago França: Space Charanga Quarteto 18 - Jair Naves & Britt Harris / Kasparhauser 19 – Quintavant: Ava Rocha 20 - Homenagem a John Coltrane (Widor Santiago, Sergio Barrozo, Adaury Mothé, Didac Thiago, Roberto Rutigliano) 23 – Quintavant: Hans Koch (SUI) - Participação: Bella, Thomas Rohrer, Cadu Tenório, Antonio Panda Gianfratti 24 – Quintavant: Hans Koch (SUI) - Participação: Thomas Rohrer, Antonio Panda Gianfratti 30 – Quintavant: AJJA (Pedro Calmon & Alex Frias)

Espaço Sérgio Porto 18 - Marcio Lugó / Capela  24 - Mulheres de Buço 25 - Whipallas 31 - CEP 20.000

Sala Baden Powell 16 - Donatinho: Homenagem a João Donato - Participação: Ithamara Koorax, Wanda Sá, Cris Delanno, Amanda Bravo, Ricardo Silveira 19 - Quarteto do Rio 23 - Lúcia Menezes 26 - Marcel Powell - Homenagem a Baden Powell - Participação: Thais Motta, Ithamara Koorax, Gabriel Aquino, Amanda Bravo, Dilma Oliveira 27 - Dorina Canta Aldir Blanc 30 - Eliana Pittman

Theatro Net Rio 16 – Laila Garin & A Roda 22 – Paulo Miklos 12/09 Simone Mazzer

Beco das Garrafas Casa de Cultura Laura Alvim 09 e 10 – Festival Levada: Luísa Maita 15 – Katerina Polemi 16 e 17 – Festival Levada: Apanhador Só 23 e 24 – Festival Levada: Bruna Mendez 30 e 31 – Festival Levada: Tamy

Teatro Ipanema 15 - A.Nota: Sambas do Absurdo (Juçara Marçal & Rodrigo Campos & Gui Amabis) 16 - Aíla (PA) – Participação: Posada 17 - Ana Frango Elétrico / Thiago Nassif 18 - Amora Pêra 22 - A.Nota: Marcelo Vig & Marcos Suzano

Teatro Café Pequeno 17 - Lu Dantas & Natália Boere 24 - Marcos Oliveira 31 - Filtra

Metropolitan 24 – Hanson (EUA) 26 - Lindsey Stirling (EUA) Teatro Bradesco 18 – Leo Jaime 24 – Almir Sater

Teatro Municipal de Niterói 18 e 19 – Roberta Campos 22 – Clube do Choro Homenageia Noel Rosa 24 – Quarteto do Rio

Planet Music (Cascadura) 18 - Torture Squad / Hatefulmurder / Reckoning Hour / Warcursed  19 - Black Days (SP) / Sheffield / Amsterdan / LaVille  26 - Festival Invasão Underground 2: Inversa (SP) / Maieuttica / Adrift / Tormentta / The Last Whale 

Imperator 16 - Quartas Brasileiras: Tia Surica - Tributo a Clara Nunes - Participação: Nilze Carvalho, Ana Quintas, Mariene de Castro 22 – Jazz Pras Sete: Folakemi Duo 23 – Maurício Mattar – Participação: Alexandre Pires 24 - Homenagem a Dalva de Oliveira: Amelinha, Zezé Motta, Dóris Monteiro, Leny Andrade, Rita Beneditto, Áurea Martins, Agnaldo Timóteo, Simone Mazzer, Zé Renato, Eliana Pittman, Rosa Maria Colyn, Luciene Franco, Ellen de Lima, Ataulfo Alves Jr, Gottsha 30 – Agnaldo Timóteo 31 – Samba do Imperator: Grupo Arruda, Marquinhos de Oswaldo Cruz, Arlindinho

Centro de Referência da Música Carioca Artur da Távola (Tijuca) 16 – Coletivo Samba na Rua 17 – Quinta Instrumental: Jimmy Santa Cruz 18 – Victor Mus 19 – Danilo Caymmi 23 – Fábrica Nômade Sonora 24 – Quinta Instrumental: Carlos Café 25 – Laura Zennet 26 – Quarteto do Rio 30 – Projeto Vitrola

FM Hall 23 – Manu Gavassi (grátis) 29 – Illy (grátis)

La Esquina (Lapa) 17 - Red Mess / Blind Horse / Stoned Jesus 24 – Mobile Drink

Smokey Rio (Lapa) 19 – Festa Rio Vinil Clube 26 – Bel Almeida Ganjah (Lapa) 18 – Duda Brack & Thiago Ramil 23 – Festa HempFyah: Rafyah Dread & Hempfield DubLab / Lion Dornellas / André Pfefer / Tagu Selectah Vibration 25 - Azul Casu & 3 du Mar

Casa de Baco (Lapa) 17 – Gafieira Pé de Louro 19 – Relógio de Dalí 24 – Joyce Cândido

CCBB 18 - Festival CCBB - Quanto Mais Tropicália, Melhor: Pato Fu / Céu – Praça do Centro Cultural dos Correios (22h – R$ 20) 19 - Festival CCBB - Quanto Mais Tropicália, Melhor: Pedro Luís & A Parede / Tom Zé – Praça do Centro Cultural dos Correios (22h – R$ 10)

Quintas no BNDES 17 - Byafra: 35 Anos de Sucesso 24 - Luiza Borges 31 - Tarita de Souza

Circuito SESC 16 – Copacabana: Philippe Baden Powell & Quarteto Ludere: Baden Powell 80 Anos 18 – Niterói: Clara Gurjão 26 – Engenho de Dentro: Clara Gurjão Circuito SESI 26 – Duque de Caxias: Tiê 25 – Jacarepaguá: Tiê _____________________________________________________________

mixx: 18 - Carmen Blues – Bar Kunin / Vila Isabel 18 – Sara & Nina – Olho da Rua / Vila Isabel 18 - Ronaldo Diamante – TribOz / Glória 18 - Wake the Dead Festival: Surra (SP) / Rats / Der Baum (SP) / Nove Zero Nove – Clube Mageense / Magé 18 – RaggaBrass – Boulevard Olímpico / Praça Mauá 18 - O Rappa - Tour de Despedida – Quadra da Grande Rio / Duque de Caxias 19 - Insurgente Rock Festival: Maieuttica / Ágona / Born2Bleed / Melyra / Forkill / Negah – Caixa de Surpresa / Bangu 19 - Breaking Bad - A Festa: Cervical / Controle / Mau Presságio – Buffallos Bar / Méier 19 - Festa RapSoul 5 Anos: Rael – Armazém / Praça Mauá 19 - Akira Presidente – Espaço BF / Mesquita

20 - Caxias Hell Festival: Velho / Justabeli (SP) / Dark Tower / Gutted Souls / Unnature / Vicious – Lira de Ouro / Duque de Caxias 25 - Bloco Fanfarra D´Águas – Praça das Nações / Bonsucesso 25 - Rogério Caetano - Participação: Hamilton de Holanda – Eco Som / Botafogo 25 - Arraiá do Bloco Vem Cá, Minha Flor – Feira de São Cristóvão

LEO JAIME LEO "GUANABARA" JAIME Com mais de 30 anos de carreira, Leo Jaime experimenta momentos de grande intensidade em sua vida profissional. Além da obra consagrada, como cantor e compositor, o artista está sempre atuando em novos projetos. Humor, interpretações arrebatadoras, inteligência e versatilidade são as marcas deste artista que apresenta ao publico carioca, no dia 18 de agosto, no Teatro Bradesco Rio, o espetáculo “Leo “Guanabara” Jaime”. No show ele relembra seus grandes sucessos musicais e as histórias por trás das canções e dos bastidores do Rock Brasil

PROGRAMAÇÃO BLUE NOTE JAZZ CLUB RIO (ONDE ERA A MIRANDA, NO COMPLEXO LAGOON, NA LAGOA, LADO LEBLON):   07/09 - Quinta-feira 20:00 Maceo Parker 22:30 Maceo Parker   08/09 – Sexta-feira 21:00 Maceo Parker 23:30 Maceo Parker   09/09 – Sábado 21:00 Sergio Mendes 23:30 Sergio Mendes   10/09 – Domingo 20:00 Sergio Mendes 22:30 Sergio Mendes   13/09 - Quarta-feira 20:00 Jaques Morelenbaum convida   16/09 – Sábado 21:00 Baby do Brasil 23:30 Baby do Brasil   17/09 – Domingo 20:00 Baby do Brasil 22:30 Baby do Brasil   20/09 - Quarta-feira   20:00 Jaques Morelenbaum convida   27/09 - Quarta-feira 20:00 Anne Paceo 28/09 Quinta-feira   20:00 Orquestra Atlântica 22:30 Orquestra Atlântica    Outubro   04/10 - Quarta-feira 20:00 Ala.Ni 05/10 – Quinta-feira 20:00 Chris Botti 22:30 Chris Botti  06/10 – Sexta-feira 21:00 Chris Botti 23:30 Chris Botti    07/10 – Sábado 21:00 Chris Botti 23:30 Chris Botti    08/10 – Domingo  20:00 Chris Botti 22:30 Chris Botti  11/10 - Quarta-feira 20:00 Teresa Salgueiro 22:30 Teresa Salgueiro    12/10 – Quinta-feira 20:00 Teresa Salgueiro 22:30 Teresa Salgueiro    20/10 – Sexta-feira 21:00 Chick Corea & Steve Gadd Band 23:30 Chick Corea & Steve Gadd Band   Novembro 02/11 Quinta-feira 20:00 Spyro Gyra 22:30 Spyro Gyra   03/11 Sexta-feira 21:00 Spyro Gyra 23:30 Spyro Gyra   04/11 Sábado 21:00 Spyro Gyra 23:30 Spyro Gyra   15/11 Quarta-feira 20:00 Laura Perrudin   16/11 Quinta-feira 20:00 Didier Lockwood Trio 22:30 Didier Lockwood Trio

ULTRA BRASIL ANUNCIA A PHASE 1 DE SEU LINEUP PARA A EDIÇÃO 2017: ADAM BEYER, ALESSO, ARMIN VAN BUUREN, DAVID GUETTA, JAMIE JONES, JOSEPH CAPRIATI, SASHA & JOHN DIGWEED e THE MARTINEZ BROTHERS SERÃO HEADLINERS FESTIVAL ACONTECE NOS DIAS 12, 13 E 14 DE OUTUBRO NO SAMBÓDROMO DO RIO

_______________________________________________________ CURSOS DE AGOSTO no Estação NET Botafogo    - História do Cinema Independente Brasileiro, com Cavi Borges    - Ancine e o fomento ao audiovisual brasileiro, com Julio Augusto Zucca    - Cinema Afrodisíaco? O sexo na tela, com Dodô Azevedo

Circuito Estação NET de Cinema e Cinemateca do MAM apresentam: Exposição CINEMA EM CASA: Equipamentos do acervo da Cinemateca do MAM. A partir de 23 de fevereiro, no Estação NET Botafogo de 23 de fevereiro a 23 de agosto 2017 Horário de visitação: 14h às 22h Entrada franca

DISTOPIAS BRASILEIRAS NO CINEMA A CAIXA Cultural Rio de Janeiro apresenta, de 15 a 27 de agosto de 2017, a mostra cinematográfica Brasil Distópico, que traça um panorama da produção nacional sobre as distopias. Para a programação, os curadores Luís Fernando Moura e Rodrigo Almeida selecionaram 37 curtas e longas-metragens que imaginam diferentes futuros sombrios para o país, entre clássicos da ficção-científica brasileira e obras menos conhecidas.  Na programação, filmes como O quinto poder (1962), de Alberto Pieralisi, e Brasil ano 2000 (1969), de Walter Lima Júnior. Outras incorporam as convenções da ficção científica, encenando a ameaça nuclear e o colapso do planeta, como Parada 88: o limite de alerta (1978), de José de Anchieta; e Oceano Atlantis (1993), de Francisco de Paula. Há, ainda, aqueles que instalam o cinema de gênero em imaginários locais do Brasil, como é o caso de Abrigo nuclear (1981), de Roberto Pires; e Areias Escaldantes (1985). ESTE ULTIMO, TRAZ NO ELENCO, VARIOS NOMES E BANDAS DO ROCK BRASIL DOS ANOS 80, COMO LOBÃO, TITÃS, E TEMA-TITULO DE LULU SANTOS.

DEIXA NA RÉGUA: O filme estreia no dia 10 de Agosto no INSTITUTO MOREIRA SALLES com sessões às 16h e 20h e no CINE SANTA com sessão às 17h10. Deixa Na Régua. Direção: Emílio Domingos. Produção: Osmose Filmes. Documentário. Brasil. 73 minutos.

COM SESSÕES LOTADAS EM ALGUMAS CIDADES, UCI ABRE MAIS SALAS PARA “DAVID GILMOUR: LIVE IN POMPEII” E AGORA APRESENTA A EXIBIÇÃO EM XPLUS  Ingressos já estão à venda e o público poderá conferir o show também com o poderoso som Dolby Atmos em 360º



BLITZ AO VIVO: No embalo do lançamento do álbum 'Aventuras 2', Evandro Mesquita e sua Blitz finalizam seu quarto DVD, gravado no Circo Voador em abril, para lançamento em outubro. A banda está a todo vapor, com presença confirmada no próximo Rock In Rio e tem turnê pelos Estados Unidos confirmada em fevereiro de 2018

FESTIVAL DE CINEMA DA NOVA ZELANDIA

(colaborou @DonnieDarko73);

Blog Archive

Buscar

About Me

tom leão
Vanuatu
amigo dos amigos, amante de música, cinema, boa comida, de pedaladas e caminhadas
View my complete profile
Powered by Blogger.

Popular Posts

Translate

Followers