NA COVA DO LEÃO

Sunday, November 23, 2008

FILHOS DE BARBARELLA


QNDO O DURAN DURAN TEVE AQUI A PRIMA VEZ, NUM HOLLY ROCK, HA 20 ANOS, MAL VI O SHOW PQ TAVA TRABALHANDO NUMA PARADA PRA TV JUNTO COM ASTRID E O BIAL (ESPECIAL DO FESTIVAL PRA GROBO TV) E FAZENDO FRILA DA NOITE PRO GROBO. POR ISSO, MAL ME LEMBRO DE UMA CAMA NO PALCO NA HORA DA MUSICA THE CHAUFFEUR. ACHO Q NESSE ANO TBM TEVE EURYTHMICS (Q JA TINHA VISTO NA GERMANIA) E SIMPLE MINDS. POR ISSO, FUI AO VIVO RIO PARA REALMENTE VER UM SHOW DO DD PRA VALER. E VALEU. ALEM DO SOM DA CASA, GERALMENTE RUIM, ESTAR MUITO BEM EQUALIZADO (VOZ, TECLADOS, GUITARRAS, BATERIA, TUDO NITIDO E SEPARADO), A BANDA (QUE SO TEM TRES INTEGRANTES ORIGINAIS) MOSTROU QUE AINDA TOCA COM TESÃO. E SIMON LEBON AINDA TA COM A VOZ SUPER EM CIMA. DIFERENTEMENTE DO REM, QUE FEZ UM SHOW ATUAL, O DD É UM SHOW DE HITS. SÓ TOCARAM UMAS TRES DO CD NOVO, RED CARPET MASSACRE. O CENÁRIO CITAVA METROPOLIS E A MUSICA INTRO É A ABERTURA DE LARANJA MECANICA. AINDA QUEU NAO GOSTE DE TUDO DA BANDA, SOU MAIS FA DO PRIMEIRO ÁLBUM E TOLERO ALGUMAS DO SEGUNDO, COMO SHOW MANDARAM BEM. PARECIDO COM O CULT NO CIRCO (O DD É MAIS VELHO QUE O CULT), SO HITS E PLATEIA GANHA. E CASA QUASE LOTADA, NÃO SÓ DE FAS OLD SKOOL, MAS TBM DE GALERINHA ATUAL DA NÁITE, PQ MUITO DO SOM DO DD AINDA ECOA NO ELECTRO E NO ROCK CONTEMPORANEO, 4SURE...

13 comments:

Felipe Passarelli said...

Valeu a pena mesmo, showzaço, encontrei vcs de novo la no comecinho! rs

Você achou realmente o som bem melhor assim?? O som do circo é realmente mil vezes melhor.

Achei melhor na hora que o simon ia falar alguma coisa, dava pra ouvir, mais ainda achei o som abafado, pelo menos lá na frente, e não fui só eu não, uma galera tava reclamando do meu lado, mas não foi tão sofrível assim.

O show foi realmente parecido com o REM no formato, mais de 20 musicas direto e depois o bis com 2 músicas, acho que foi o mesmo set da turnê latina. Mas REM foi histórico, eles são diferentes.

Foi legal mas poderia ser melhor, acho que eles trouxeram a versão reduzida dessa turnê pra cá, faltou mais "glamour" na hora, não teve muita palhaçada, foi um show do que a gente já esperava, hits e uma banda bem competente cumprindo seu papel.

Foi longo o show, nem deu pra gravar tudo, foram mais de duas horas, mas o importante foi ver a banda, que mesmo retrô é importante na história da música.

Só não valeu o preço, achei carooo demais, mas fazer o que a gente não advinha quais shows serão fodas ou não.

Agora tem Madonna no Maraca, essa sim deve ter bastante palhaçada, e eu adoro essas grandiosidades vindas de quem merece, e Madonna, apesar de sua vida conturbada e maluca, sabe como ninguém agitar um estádio inteiro sozinha.

Fiquei com muita saudades do show do Pet Shop Boys em 1994, foi um dos melhores shows do genero que já tivemos aqui, tem ele todo no youtube, foi lançado só em Laserdisc e VHS.

Show nota 7,0, acho que depois do Bloc Party vai demorar vir um show com tanta intensidade, energia e entegra, mesmo com a grande diferença de idade entre as bandas.

abs :)

tom said...

nao to comparando com o som do circo, mas do proprio vivo rio. foi o melhor som de show que vi la ate hj. nao o maximo, mas bom. pq o new order foi pessimo, o muse foi alto e forte, mas embolado, e por ai. a acustica do lugar nao é boa, mas o tecnico de som do dd conseguiu um pequeno milagre. agora, pra fechar o ano, só queen e madonna, os quais so irei se for a trabalho...

Sergio Luiz Valle said...

Estou subindo as fotos do show
aos poucos Tom
nem consegui tirar direito tamanho era o pique dos caras

http://www.flickr.com/selusava

foi o primeiro por aqui após a passagem pelo Hollywood Rock em janeiro de 1988. Esse foi mil vêzes melhor! Foi tudibom o álbum mais recente do Duran Duran é Red Carpet Massacre, que foi lançado em 2007

Capítulo que não pode faltar nos livros sobre bandas, mandando melhor que muita banda do momento o DD tem ligação com as novas safras do pop.

Ao nome de Ronson é somado o de outra sensação inglesa: o Arctic Monkeys, formado por integrantes com 20 e poucos anos. O hit I Bet You Look Good on the Dancefloor faz citação a Rio. E Teddy Picker pega emprestado trecho da letra de Save a Prayer.

Esse pessoal vai ter que comer muito feijaocarroz para chegar aí!

tom said...

pensei nisso durante o show, sergio: os caras ali, tudo ja cinquentao, pulando e agitando sem parar, enquanto que tem show por ai de muita banda com caras na casa dos 20 anos que tocam 50 minutos, de ma vontade, e ta bom. o dd tocou mais de duas horas! recentemente o mark ronson tocou com eles em paris fazendo os remixes ao vivo no palco, qndo entrevistei o simon ele disse que um dia vao lançar isso em dvd!

tom said...

alias, sergio, posso usar uma foto sua do show neste post?

Sergio Luiz Valle said...

Pode! Claro Tom, coloca o link!
Pra dar uma divuulgada!
Ainda estou mandando mais!
Abração

Felipe Passarelli said...

pode usar meus videos tb tom, alias sempre fique a vontade pra divulgar meus videos, no o globo tb, adoro ganhar mais visitas, faço upload com esse objetivo mesmo, espalhar na net, e claro, rever onde eu quiser...

eu li na NME outro dia sobre a relação Arctic Monkeys e Duran Duran, em I bet you look good on the dancefloor tem a parte "Your name isn't Rio, but I don't care for sand" e em Teddy Picker "Us with your bollocks, I don't want your prayer, Save it for the morning after"

Queen to na duvida ainda, acho que não vai rolar grana, nem muita vontade, as criticas desses shows estão péssimas por onde passou, se for vou de ultima hora...

Falando em shows, vocês viram o bafo que rolou com o show da Kelis aqui no Brasil e no Rio???

O show ia rolar em Madureira, comemorando o dia da consciência negra.

Já estava tudo certo, cachê de 20 mil dólares pago, e a mulher não que não quis ir ao show, alegando que não queria colocar a vida em risco!!

Nossa ainda bem que eu não fui, ia ficar muito puto!!!

Ela brigou com deus e o mundo e foi embora hoje de manhã pros estados unidos sem dar explicações nenhuma, e não tem lei que obrigasse ela a ficar no Brasil, então no fim das contas ela veio, ficou com a grana e foi embora.

Que falta de respeito heim, esse americanos chegam aqui e pensam que tudo é oba oba, pra que veio então?Absurdo!!

Tenho orgulho do duran duran depois disso tudo!

Tem mais no site do rraurl sobre o caso.

http://rraurl.uol.com.br/cena/5834/Kelis__no-show_e_confusao_no_Rio

e meus videos ficam no mesmo batcanal pra quem ainda não conhece:

http://br.youtube.com/user/cybertechno

Abraços, mas novidades venho aqui :)

tom said...

blz, felipe, se tiver link embeded q nem no youtube eu jogo um clip aqui neste post depois. e nao precisa ler no nme (anos depois) sobre as citações dos monkeys no dd, eu mesmo disse isso aqui ha quase dois anos, qndo fiz aquele post sobre a letra de bet you look good (rs). qndo entrevistei o simon falei isso pra ele e ele sequer citou os monkeys como as bandas novas q ele escuta, citou kaiser chiefs e bloc party...

tom said...

quem tiver ai uma boa foto do simão lebão com a camisa do framengo, avisaqui, pq a galera la do globonline quer dar no meu post sobre o show que já tá no ar...

tom said...

po, bafão feio esse da kelis, hein? falei com uma das produtoras do show que me confirmou a parada toda e fiz um post pro blog do rio fanzine. outra: e o dd ia ser no hsbc arena, ainda bem que alguem disse aos paulistas da mondo q seria um suicidio. se fosse la, eu memso nao teria ido. eles nao sacam nada da cidade e ficam programando shows a esmo,,,

PEDRO BAMBAATAA said...

é tom, desisti do DURAN DURAN semana passada quando soube do preço da entrada, 240 paus!!

e agora vejo que foi bem legal o show, fazer o quê né? rs...

MADDONA então nem pensar...

para mim do que vi neste ano, o do REM foi o melhor...

Caraio, que chuva é essa?
Tá parecendo que estamos ainda no inverno...

um abraço!!

tom said...

um link para links:

http://linked-o-rama.blogspot.com/

wander said...

nunca fui muito fã do duran duran, mas quando leio entrevista dos caras parece que estao envelhecendo com dignidade, rs nao sao uns babacas fashions,

o circo voador saiu numa enciclopédia sobre a história do brasil!!! é sério! Livro para estudantes que saiu no jornal estadão.

nunca fui no circo voador, mas é minha maior lenda de todos os tempos, mais até que o cgbd ou alguma sigla assim, rs

NA CIDADE

JANEIRO TEM DUAS FACES:

CASAS & SHOWS: Circo Voador 19 - Samba Rap Festival: Elza Soares / Karol Conka 20 - Samba Rap Festival: Emicida / Jongo da Serrinha / Bateria da Império Serrano 25 - Phoenix (FRA) 26 - Vanessa da Mata / Fióti / DJ Incidental 27 - Barão Vermelho

Fundição Progresso 19 - BaianaSystem 20 - Tim Music no Samba: Xande de Pilares & Mumuzinho - Participação: Bateria do Salgueiro 26 – Johnny Hooker / Letrux 27 - Nando Reis

Teatro Odisseia 21 - Radnor With Lee (EUA) 28 - Demon Hunter (EUA) / Pantokrator (SUE)

Teatro Riachuelo 16 - Leila Pinheiro: Voz & Piano 23 - Ed Motta: Baile do Flashback 30 - Laila Garin & A Roda

Teatro Rival 20 - João Bosco: Voz & Violão 25 - Angela Ro Ro 26 - Bloco Sargento Pimenta 27 - Geraldo Azevedo: Voz & Violão

Audio Rebel 16 - Adaury Mothé Trio 17 - Rafael Rocha Quinteto 28 - N.D.R. / Triunfe / Dissonância 29 - Ana Baird & Camila Costa: Perigosas

Espaço Sérgio Porto 18 - Sinara 25 - Karine Carvalho: Galega Hits

Sala Baden Powell 19 - Sempre Livre / Sylvinho Blau Blau / Dr. Silvana & Cia. 20 – Nelson Sargento 21 – Banda do Síndico 24 - João Donato - Participação: Carlos Lyra & Roberto Menescal & Marcos Valle 25 - Mario Adnet: Jobim Jazz 26 – Marcos Ariel 27 – Cris Delanno 28 - Azymuth

Beco das Garrafas 17 - André Gonçalves 18 - Lu Oliveira 19 - Georgiana de Moraes & Fernanda Cunha & Camilla Dias: Homenagem a Vinicius de Moraes (20h) 19 - Joyce Cândido: Homenagem a Elis Regina (22h30) 20 - Hélio Delmiro (21h) 20 - Maíra Freitas & Taís Feijão (22h30) 21 - Dóris Monteiro 24 - Rosana Sabença 25 - Conexão Rio: Homenagem a Tom Jobim 26 - Amanda Bravo: Homenagem a Durval Ferreira - Participação: Paulinho Trompete, Mauricio Einhorn, Rosana Sabença, Billy Blanco Jr., Thaís Fraga 27 - Hector Costita & Joseval Paes 31 - Maria Luiza

Casa de Cultura Laura Alvim 16 - Dani Black 21 – Pedro Mann 23 - Davi Moraes 28 – Qinho Canta Marina Lima 30 - Matheus VK

Teatro Café Pequeno 18 – Verônica Sabino 25 – Elisa Queirós

Blue Note Rio 16 - Big Gilson 17 - Roberto Menescal 18 - Gabriel Moura 19 - Daniel Jobim & Daniel Boaventura: Homenagem a Tom Jobim & Frank Sinatra 20 - MPB-4 23 - Escalandrum (ARG) 24 - Mayer Hawthorne (EUA) 25 - Wanda Sá & Gilson Peranzzetta & Mauro Senise: Homenagem a Tom Jobim & Vinicius de Moraes

KM de Vantagens Hall 19 – Molejo & É O Tchan – Participação: Ludmilla 20 - Ney Matogrosso: Atento aos Sinais

Imperator 23 - Jazz Pras Sete: Chico Costa & Quarteto Artilheiro 24 - Quartas Brasileiras: Cordão da Bola Preta 27 - Forró Lánalaje: Marcelo Mimoso Trio / DJ Edna Carvalho 28 - Bloco Pipoca & Guaraná 31 - Toquinho: Voz & Violão - Participação: Camilla Faustino

Centro de Referência da Música (Tijuca) 17 - Ellen de Lima & Reginaldo Bessa: Homenagem a Lamartine Babo 18 - Rosa Marya Colin - Participação: Jefferson Gonçalves 19 - André Gabeh 17 - Eduardo Dussek 24 - Quinteto em Tom Maior 25 - Rosane Corrêa: Homenagem a Ella Fitzgerald 26 - Daíra: Homenagem a Belchior 31 - Ana Egito

Baile do Digitaldubs - HUB (Santo Cristo) 21 - Cedric "The Congos" Myton (JAM) 28 - Mad Professor & Aisha

Música no Deck - Barraca do Pepê (Barra da Tijuca) 20 – Filipe Ret 21 – Kell Smith 27 – Um 44k 28 – Luiza Possi Barra Blues Festival 26 - Sergio Diab Stratoman / Projeto Soul Jazz / Ana Egito / Alamo Leal Blues Groover’s / Corcel Mágico 27 - RJ Café / UniJazz Brasil / The Blue Fever / Sergio Rocha / Serra Blues Trio 28 - André Barroso / WestSide Blues / State of Blues / Victor Biglione Festival Downtown Sunset - Shopping Downtown (Barra da Tijuca) 20 – Gabriel O Pensador 27 – Biquini Cavadão

Rio Rock & Blues - Rock Experience (Lapa) 19 - Titanossauros / Conexão Japeri 20 - Love & The Lovers / The Loreleis 26 - The Smiths Cover 27 - Pedro Santana Trio / Elemento Surpresa / A Bolha Revisited

Circuito SESI 24 - Centro: Fhernanda Fernandes - Participação: Nana Kozak, Sandra Duailibe, Clarisse Grova, Ninah Joh, Andréa França

MIXXX: 17 – Matheus VK – Teto Solar / Botafogo 19 - Maratona Black - Baile Charme – Gafieira Elite / Centro 19 - O Rappa: Tour de Despedida – Quadra da Mocidade / Padre Miguel 20 - Festival Rock in Brisa 4: 90 Contos / Cosmobox – Espaço Tequila´s / Guaratiba 20 - Playmobille / Tem Amor – La Esquina / Lapa 20 - Indivíduo K / Cândido / Banheiro Azul – O Pecado Mora ao Lado / Praça da Bandeira 21 - Aniversário de 57 Anos do Cacique de Ramos 21 - Festival Lona Rock Sunday: Memora / The Outs / Corcel Mágico – Lona Terra / Guadalupe 21 - Lu Oliveira – Praia de Conceição de Jacareí / Mangaratiba 26 - Laurent Garnier (FRA) 26 - Bloco do S Convida KL Jay – Fosfobox / Copacabana 27 - Slide / Sollarium / Fresno / Glória / Strike - Clube Tamoio / São Gonçalo 27 – Matanza – Arena Fernando Torres / Parque de Madureira 27 - Visibilidade Transvestigenere - Beco Encantado: Mulher Pepita & MC Xuxu – Beco do Rato / Lapa 28 - Festa Divina Circus: IZA – Clube 4 Linhas / Bento Ribeiro 28 - Bloco Eficiente: Inclusão Se Faz Com Várias Mãos – Praça Paris / Glória 28 - Facing Fear / Stuff / Cidade Nua – Rock´N Beer Pub / São Gonçalo

exposição de fotografias de Raymond Depardon, “Un moment si doux”. Depois de passar por Paris e Buenos Aires, o CCBB Rio recebe as 170 fotografias de diferentes cores e formatos tiradas na Europa, África e América Latina, incluindo o Brasil. Ate 22 de janeiro. qua-seg 9am-21pm. Grátis.

FESTIVAL DE CULTURA DIGITAL: De 18 a 20 de janeiro, quinta a sábado, acontece no CCBB RJ DIGI – Festival de cultura digital, uma mega programação que inclui imersão, reflexão e diversão. Tem até shows geek. quinta, 19 de janeiro, às 21h, apresentação da orquestra Ritornello de Jedi, com repertório de trilhas musicais de videogames, séries e desenhos, com cordas e vozes, e arranjos exclusivos. O objetivo é dar acesso à formação clássica com temas musicais do cotidiano. sexta, 20 janeiro, às 21h, é a vez de The Screeners, banda que faz releituras rock ’n’ roll de trilhas sonoras clássicas do cinema, de videogames, séries de TV, desenhos animados. É tudo grátis, das 9 às 21h.

MOSTRA NA CAIXA CULTURAL RIO DE JANEIRO EXIBE O CINEMA DE HAL HARTLEY Programação reúne todos os 14 longas do diretor americano, além de debate, sessões comentadas e um curso de roteiro cinematográfico de 23 de janeiro a 4 de fevereiro de 2018 (terça a domingo)

O Ministério da Cultura, o Centro Cultural Banco do Brasil e a Associação de Críticos de Cinema do Rio de Janeiro apresentam a 14ª Mostra Melhores Filmes do Ano Além das exibições dos filmes, a mostra traz homenagens e catálogo especial com textos sobre os filmes e as iniciativas cinematográficas que fizeram a diferença em 2017 De 24 de janeiro a 1 de fevereiro
PROG IN BRASIL: Carl Palmer, Premiata Forneria Marconi, estarão no Brasil em 2018, se apresentando nas cidades de Belo Horizonte, Porto Alegre, Rio de Janeiro e São Paulo, como parte da Top Cat Concert Series 2018. Os italianos do Premiata Forneria Marconi CHEGAM EM ABRIL. O grupo de rock progressivo, formado em 1971, vem lançar seu novo álbum 'Emotional tattoos', e também vai tocar seus clássicos. Maio vai trazer o baterista do Emerson, Lake & Palmer e também do Asia, Carl Palmer, com seu tributo ao ELP.Show promete surpresas com algumas participações especiais de peso.

No dia 24/jan, começa no CCBB SP a mostra Sonora: Ennio Morricone, que homanageia o maestro no ano que completa 90 anos. Ao todo, serão exibidos 22 filmes que têm a marca musical do maestro.

Nico Rezende fará show em homenagem a Chet Baker dia 26/01 no Blue Note. Aliás, esse ano completa 30 anos da morte do Chet!!! 2018 marca o trigésimo aniversário da morte de Chet Baker. Nico Rezende presta homenagem ao trompetista no palco do Blue Note Rio, no dia 26 de janeiro (sexta), para apresentar alguns clássicos imortalizados por Baker. Estão no programa canções como ‘Time after time’, My funny valentine’ e ‘There will never be another you’.

RU PAUL´S DRAG RACE TOUR: Em 2018, as drag queens de RuPaul's Drag Race vão levar a turnê oficial do reality-show, WERQ THE WORLD TOUR, para a terra do “Come to Brazil”! Michelle Visage vai comandar a apresentação no Brasil e todos os shows contarão com performances ao vivo de algumas das drag queens mais inesquecíveis de RuPaul's Drag Race, entre elas, as recém-divulgadas participantes da terceira temporada de All Stars, Shangela e Kennedy Davenport. Outras fan favorites devem marcar presença, como Detox, Kim Chi, Violet Chachki, Valentina e Peppermint. Ainda haverá um pré-show com DJ set e performance de Lady Bunny, a drag queen que é uma lenda da cena noturna de Nova York. 23/FEV TEATRO BRADESCO/RJ

(colaborou @DonnieDarko73);

Blog Archive

Buscar

About Me

tom leão
Vanuatu
amigo dos amigos, amante de música, cinema, boa comida, de pedaladas e caminhadas
View my complete profile
Powered by Blogger.

Popular Posts

Translate

Followers