Pages

Sunday, October 12, 2008

B-B-B-B-BIRD IS THE WORD


TAVA VENDO HJ BAIXADO O SEGUNDO EPISODIO DA NOVA TEMPORADA DE FAMILY GUY, "I DREAM OF JESUS". OS PRIMEIROS DEZ MINUTOS SÃO COMPLETAMENTE INSANOS E ME FIZERAM RIR DE CHEGAR ÀS LÁGRIMAS. PETE VAI NUM RESTAURANTE TEMÁTICO ANOS 50 E PÕE PRA TOCAR "SURFIN´BIRD" DOS TRASHMEN NA JUKEBOX E ENLOUQUECE GERAL. AÍ, O GERENTE RETIRA O DISCO PRA FAZER ELE PARAR DE DANÇAR E NOTA QUE AQUELA NÃO É UMA MÚSICA DOS 50S (DE FATO, É DE 1963). ENTÃO, PETE SUBORNA O CARA E LEVA O DISQUINHO PRA CASA E FICA TOCANDO E INTERPRETANDO A MÚSICA O DIA INTEIRO ATÉ CHEGAR ÀS RAIAS DA LOUCURA E LEVAR A FAMÍLIA JUNTO. E O QUE JESUS TEM A VER COM ISSO? ASSISTAM E DESCUBRAM. VALE LEMBRAR QUE A MELHOR VERSÃO DE SURFIN´BIRD, FORA A ORIGINAL, FOI A FEITA PELOS CRAMPS, MAS A GALERINHA CONHECE MAIS UMA VERSÃO DOS RAMONES. ANYWAY, A MÚSICA É TOTALMENTE NONSENSE E EMPOLGANTE. COMO FAMILY GUY, QUE ESTÁ CADA VEZ MELHOR E DESENFREADO NO HUMOR!!!
*todos os clipes da cena foram bloqueados no youtube!

16 comments:

PEDRO BAMBAATAA said...

conheci os trashmen, vendo os filme "full metal jacket" do Kubric, desde então pesquisei e fiquei intrigado como aquele som, que mais parecia um punk rock, foi feito na verdade nos 60s...
acho que, com todo respeito as outras bandas, nenhuma chegou perto da original...

abraços!!

:: Fräulein :: said...

"SURFIN´BIRD" do Cramps é foda!

Felipe Passarelli said...

acabei de ver no youtube esse episódio, muito engraçado mesmo... rs

muito maneiro o mudhoney ontem, só que tava bem vazio, mais até que o moptop.

o show começou tenso, os carinhas querendo fazer sky e o mark sempre empurrando os mulekes.

teve uma hora que ele começou a pisar nos dedos da galera que tentava subir...

logo começaram a tacar coisas no mark e uma hora um carinha driblou o segurança, subiu no palco e abaixou as calças mostrando a bunda pro mark hehe

mark viu a cena e caiu na gargalhada e disse que não via uma bunda tão sexy há muito tempo.

depois disso o mark se desculpou com o pessoal da frente e rolou tudo em paz, 20 musicas, 2 covers (black flag e pere ubu)num set impecável

o show já esta disponível (rs):

http://www.youtube.com/profile_videos?user=cybertechno

abraços

André Imbuzeiro said...

Family Guy é ótimo, e foi bem lembrado, adorava ver o desenho no cabo mas não tenho mais cabo, não tá mais valendo a pena, muito caro e a gente acaba vendo tudo antes na rede mesmo. Vou baixar esse episódio, o problema é que ainda tem o HEROES, a última temp de That 70's que eu não vi, voltei a ver 24h, fora os filmes.
Como vou arrumar tempo pra isso tudo?

atlantic said...

Felipe, que coisa mais curiosa. Você vai aos shows e grava tudo com uma câmera digital... mas você acha tempo para curtir o show?

(não é uma crítica. é só curiosidade mesmo.)

fabio fernandes said...

engraçado, esse lance de filmar ... eu sempre critiquei quem vai a shows somente para filmar/fotografar. mesmo antes da câmera digital, eu já gostava de fotografar shows.
sempre achei que era brochante ... o cara tá ali filmando tudo e não curte o momento, não pode aplaudir, não dá prá cantar pqe ao invés de aproveitar, fica preocupado com a qualidade da gravação, fica doido prá ir prá casa prá ver no pc ou jogar no youtube ...
e de repente, tbém entrei nesta paranóia de gravar todos os shows que vou, "never say never" ... rsrs ... resumindo: mais de cem vídeos no youtube.

tom said...

E a ultima do Ian Astbury: ele tem um problema no quadril e so pode pisar no macio. Dai ele pediu pra cobrir toda a extensao do palco com uma especie de tapete fofo. Eu vou sugerir ao rolinha que ele use uma pantufa durante o show...

tom said...

eses negocio de filmar é chato, mas alguem tem que fazer. quando eu viajava com ma babe e meu petiz, ficava puto de ter de filmar os lugares, pq acabava nao vendo direito (e o visor das cams entao eram pb). dai, desisti. meu petiz passou a faze-lo e nossos filmes de ferias sao todos curtas experimentais mucho locos, treme e roda tudo (rsrsr). hj, minha cam pega poeira nalgum armario dark. prefiro ver shows do que filmar e fotografar, mas é legal ir na rede e ver filmetes, pq alguem, tipo o felipe, fez pra gente...

Felipe Passarelli said...

Aff só ia nesse show do The Cult se fosse de graça, realmente eu não curti muito o que eu ouvi, não é da minha época, parece uma versão inglesa do guns and roses, bom show pra cova...

Voltando ao Mudhoney, como se pareceu um show do Nirvana, fiquei até assustado com a semelhança.

O Mark tá com aquele cabelo comprido loiro de novo, tá em forma, e pude notar varias coisas que não tinha capacidade ne notar antes.

Ele se parece MUITO com o Iggy Pop na performance, influência bem clara do punk dos stooges, hardcore do black flag, misturada com Heavy metal do Iron Maiden com pitadas do Axl do Guns and Roses na perfomance e voz.

certamente era A banda pra ser considerada o fenômeno grunge mundial, mas aí vemos como o Nirvana chupou Mudhoney (também) no visual, no som, na atitude e transformou o mundo...

o diferencial entre os dois está principalmente nas melodias e nas letras, Kurt fez disso uma coisa mais pop e acessível e contaminou o mundo, sem pretençao.

As letras do Mudhoney são ótimas, mas a maioria é de protesto e reclamações, enquanto Nirvana fazia uma estrutura mais pop e sentimental, influencia clara do The Vaselines e Beat Happening, bandas de chamber pop, Twee Pop, o Belle e Sebastian de hoje com as misturas acima.

dou muito valor ao mudhoney, pq eles não se venderam nunca, nem tiveram fama de junkies hard e estão aí desde 1988, com um ótimo trabalho, 20 anos depois.

Em The Lucky Ones ele largou a guitarra e aprofuindou mais nas letras e fez um ótimo CD.

Tem Viva le Fete sabado né? É noix!!

E Tom por favor apura isso pra mim pelo amor de Deus:

A Cyndi Lauper está marcada de Fazer show aqui no Rio dia 15 de Novembro, iria ser inicialmente no Citbank Hall, mas só que no Citbank Hall vai ter Ivete Sangalo na mesma data, e o Citbank não sabe desse show!!

Tipo, já tem até no Site Oficial da Cyndi e ninguém sabe se mudou o local, se não vai ter etc....

Também estou perdido e querendo comprar o ingresso logo, sei que não sou o the biggest fan da Cyndi, mas a galera do Orkut tá desesperada e achei que seria legal pergunatr a você. Where is Cyndi???

Rola de apurar isso tom??

Abração :)

Lorena said...

RICARDO

o show do mudhoney foi foda. mas, felipe, não lembro de nada do que você contou aqui. esse é o mal de ficar na rodinha, trombando com marmanjos - e algumas ladies - e chutando o vento. mas essa é a minha maneira preferida de ver(ou não) shows e enquanto tiver fôlego e o show for bom, vou continuar fazendo.

mais ou menos uma hora antes do show começar, quando tinha umas trinta pessoas no circo, aconteceu uma coisa engraçada e estranha. o mark e o steve saíram do camarim para tirar fotos e dar autógrafos. os dois embasbacados, sem entender aquele assédio beatlemaníaco. mas o que mais me impressionou foi que a galera era muito teen. vestindo camisas de flanela, jeans rasgado e camisas do kurt cobain. nunca imaginei que o grunge - a cultura, não o som - fosse sobreviver por tanto tempo. ou então o revival dos 90s já começou.

fabio fernandes said...

é, qdo comecei a gravar td tbém pensei por esse lado, da democratização, vc disponibilizar e todo mundo ter acesso. pode parecer meio idiota, mas é o mais legal de tudo, é o que compensa.

Lord Vader said...

Confesso q nas primeiras temporadas tinha uma birra escrota com Family guy , q pra mim nao passava , a primeira vista , de um plagiador dos simpsons , mas de fato a parada veio evoluindo desde então e a insanidade e o tom nada PC são um fino ! Fiquei viciado ..

- Po acho filmar festa , viagem , aniversario , etc um saco ! Alem de perder o momento , acho um pouco embaraçoso me ver depois , ate meio deprimente , se for anos depois . Acho que a foto é mais discreta , funciona como um esconderijo do tempo e a memoria se torna aquilo q vc imagina mesmo , sei lá , filme caseiro é real demais .. Filmar show entao , fala sério ! A magica do show é o momento .

tom said...

lorena, isso q vc comentou senti no show do justice. eu tava la na roda, me descabelando e pulando (coisa que nao fiz no suicidal pq tava com o pe bichado) e achei tudo sensacional, mas uns conhecidos meus que foram ver la de cima, sentados, gostaram, mas nao tanto, justamente pq faltou essa vibe.

felipe, vou dar uma checada sobre isso que vc falou da cyndi. mas, na boa, um show do the cult é melhor, viu? (rs)

tom said...

esqueci de dizer, felipe, ha uma contradição na sua comparação do cult, com a cyndi lauper, quando diz nao ser do meu tempo. ué, a cyndi é até mais velha do que o the cult nos anos 80, veio primeiro, tipo 82, 84, o cult nessa configuração É mais de 86, 88...

tbm acho mais legal ter fotos captando um momento do que filmes. sao mal feitos, ruins e nunca mais a gente os assiste. to cheio de fitinha vhs-c mofando, nunca passei pra dvd...

Lorena said...

RICARDO

felipe, também acho o mudhoney uma bandaça pouco reconhecida. o nirvana é genial, mudou a vida de muita gente e tal, mas sempre preferi o estilo largadão e sacana do mudhoney. sem contar que os riffs são mais matadores - com exceção de algumas músicas do bleach.

além do carisma involuntário do cobain, acho que a popularidade das duas bandas é diferente porque, depois do bleach, o nirvana chamou beatles e neil young pra festa, enquanto o mudhoney continou no boteco bebendo com black flag e stooges.

também me amarrei no mark cantando sem guitarra. o cara tem presença sem ser espalhafatoso e a berração ficou mais intensa, mais in your face.

tava a fim de ir no the cult, mas não rola me despencar de novo pra lapa, ainda mais numa segunda. curto bastante algumas músicas dos caras, mas sempre que escuto me dá uma vontade danada de ouvir danzig (rs).

Felipe Passarelli said...

po nem quis comparar quem é melhor, até pq isso é pessoal com uma certa lógica claro.

o cult deve ter sua importância no rock e tals, mas nunca fui apreciador de sua obra, por isso falei que de graça eu iria, mas não vou pagar 60 contos num show em que não conheço nada e de um estilo (hard rock) que pra mim já soa datado.

A Cindy é avant garde, desde o começo dos anos 80 se destacava pela voz e atitude, pelo que eu li na época Madonna e Cyndi eram pau a pau.

Enquanto a gravação acho uma dádiva terem inventado, além de curtir o show eu levo pra casa de recordação, quem grava não reclama pq gosta de gravar e como falei aqui ver e rever quando quiser.

São as novas tecnologias, eu tb não tinha camera e não gravava, o que estraga um pouco é a dor no braço levantado, fora isso eu pulo junto, canto...

minha época de rodas já passou, só se for uma coisa muito incrível, já tive meus 15 anos, e tb achei certo o mark não ter deixado subir no palco, mês passado empurraram o noel do oasis que se quebrou todo e mataram o guitarrista do pantera.

até a pitty empurra mesmo, não tá nem aí, ta cértissima, existem pessoas muito loucas nesse mundo, não sabemos quem é quem...

NA CIDADE

JUNEBUG: Shows - Junho / 2017 Circo Voador 24 - Lamb of God (EUA) / Carcass (ING) / Heaven Shall Burn (ALE)

Teatro Rival 22 – Picassos Falsos 23 – Vinicius Cantuária

Vivo Rio 24 - Beto Guedes & 14 Bis - Participação: Sérgio Hinds 30 – Celebrare

Audio Rebel 22 - Manu Maltez - Participação: Juçara Marçal  25 - Vital & Os Bacharéis / Homobono 29 - Anganga: Juçara Marçal & Emygdio Costa & Cadu Tenório

Sérgio Porto (Humaitá) 22 - Sarah Abdala / Raquel Dimantas / Ana Frango Elétrico 29 - CEP 20.000

Sala Baden Powell (Copacabana) 24 - Cordão do Boitatá: De Gonzagão a Dominguinhos - Participação: Pedro Miranda 25 - Mulheres de Chico 28 - Marcelo Nogueira

Theatro Net Rio (Copacabana) 26 - Sarau da Leda Nagle: Amelinha & Ednardo 27 - Vanessa Jackson: Uma Saudação a Whitney Houston 28 – Dudu Nobre

Teatro Café Pequeno (Leblon) 22 - Verônica Sabino 29 - Jullie

Jeunesse Arena (Barra da Tijuca) 29 – Ariana Grande / Sabrina Carpenter

Subúrbio Alternativo (Brás de Pina) 24 - Toxic Fest:  Korja / Old Kitchen / Genomades / Nove Zero Nove

Imperator 22 – Marcos Valle 25 – Moonspell (POR) 28 - Tunai & Wagner Tiso: Saudade da Elis 29 – Samba do Imperator: Grupo Arruda, Bom Gosto, Lucas de Moraes

Centro de Referência da Música Carioca (Tijuca) 23 - Moacyr Luz 24 - Danilo Caymmi 28 - Duda Brack & Daíra Sabóia 29 - Quarteto Leandro Braga 30 - Cláudio Jorge Teatro Ziembinski (Tijuca) 2xNelson: a falecida/a serpente 23 - Lica Tito

Shell Open Air (abaixo, apenas a programação de shows) Marina da Glória 23 - Sexteto Sobrenatural / Dream Team do Passinho Canta e Dança Jackson 5 24 - 3 Na Bossa

FM Hall 22 - Ludmilla 28 – Anavitória (grátis)

MIXX: 21 - Laura Finocchiaro – Bottle´s Bar / Copacabana 22 - Dream Team do Passinho Canta e Dança Jackson 5 – Theatro Bangu 23 - Montezuma / Santos / Geração Perdida (Vitor Brauer & Jonathan Tadeu) – Motim / Centro 24 - Arraial do Monobloco: Rodrigo Lampreia - Participação: Bianca Chami – Jockey Club 25 - Tay Galega – Saloon 79 / Botafogo

Festival Varilux de Cinema Francês 2017 De 7 a 21 de junho em mais de 55 cidades brasileira: Águas Claras (DF), Aracaju (SE), Barretos (SP), Barueri (SP), Belém (PA), Belo Horizonte (MG),Blumenau (SC), Buzios (RJ), Brasilia (DF), Campinas (SP), Caxambu (MG), Campo Grande (MS), Caxias do Sul (RS),Caxambu(MG), Cotia (SP), Cuiabá (MT), Curitiba (PR), Florianópolis (SC), Fortaleza (CE),Foz do Iguaçu (PR), Goiânia (GO), João Pessoa (PB), Juiz de Fora (MG), Jundiaí (SP), Londrina (PR), Macaé (RJ), Maceió (AL), Manaus (AM), Maringá (PR), Mossoró (RN), Natal (RN), Niterói (RJ), Nova Friburgo (RJ), Pelotas (RS), Petrópolis (RJ), Porto Alegre (RS), Recife (PE), Ribeirão Preto (SP), Rio de Janeiro (RJ), Rio Verde (GO),Salvador (BA), Santa Maria (RS), Santos (SP), São Carlos (SP), São José dos Campos (SP), São José do Rio Preto (SP), São Luiz (MA), São Paulo (SP), Theresina (PI), Vitória (ES), Volta Redonda (RJ)

Dia da Música 24/06 – grátis 10h: Força & Garra Jazzman Company Colégio Stephania de Carvalho (São Gonçalo) 10h: Original Black Sound System / Projeto do Nada Espaço Cultural Viaduto de Realengo 12h: Rock na Biblioteca: Átila La TrupEvoé / Corcel Mágico / LaVille / Traqitana / Caos Banal / Taturana de Aço / Senhor Kalota  Biblioteca Leonel Brizola (Duque de Caxias) 13h: Grupo Chorando de Rir / Bico Doce & Samba da Siriguela Cultural Bar (Nova Iguaçu) 13h: Mon-Ra / Nomades Rap Arena Dicró (Penha) 14h: Hugo Ardilha / Menezes / Kali (SP) / Pedro Gama Espaço Multifoco (Lapa) 14h: Molho Negro / Ana Muller / Chicas / Esdras Nogueira / Do Amor / Som Peba e Bobby DJoy + Jeza da Pedra / Linn da Quebrada Praça Luís de Camões (Glória) 15h30: Dub Club Band / Saudades de Cumbia / Melodica Vibezz / Ratel Largo das Neves (Santa Teresa) 16h: Rodrigo Miguez / Luciane Dom Praça Sandro Moreira (Flamengo) 16h: Yassine Lagraf / TMRP MM (Praia de Boa Viagem / Niterói) 17h: Hollywood Mantra / João Azevedo / Banda Gente / Gente Estranha no Jardim / DJ Feminoise / DJ Gisa Morena Palco Coelhão - Praça de Coelho da Rocha (São João de Meriti) 17h: Aura / Monstro Amigo / Anjo Gabriel (PE) Teatro Odisseia (Lapa) 17h: Edson Júnior / O Velho Se Foi La Carmelita (Lapa) 17h: McGee & The Lost Hope / Blind Horse / Hammerhead Blues La Esquina (Lapa) 17h: Monica Avila / Amalá Maracatu Brasil (Laranjeiras) 17h: Mon-Ra / Lado A / Aika Cortez / Selvagens da Noite HF (Alameda São Boa Ventura / Niterói) 17h: Senhor Kalota / Roterdan Centro Cultural Joaquim Lavoura (São Gonçalo) 18h: Jota / Rataria Nuclear Praça das Juras (Bangu) 18h: Floppy Flipper / Alambradas Motim (Centro) 18h: Coronel Soares / McGee & The Lost Hope / MOS / Giallos (SP) Escritório (Centro) 19h: The Zacatto / Hero-Beat Jack Praça Jorge Pinheiro (Parque Veneza / Belford Roxo) 19h: Karla da Silva / Pietá Praça Guilherme da Silveira (Bangu) 19h: Zé Bigode / João Azevedo / Samba de Dois Casa Aberta (Rocha) 19h: Dulcineia Enferrujada / Eddu Grau Largo do Boi Tolo (Praça XV) 19h: Caroline Alves / Hugo Ardilha / Menezes / Raul de Barros Jr. Il Piccolo Caffè Biergarten (Lapa) 19h: Zanzibar / Luciane Dom Sobrado Boemia (Praça São Salvador / Laranjeiras) 19h: Luiza Sales / Malundu Galpão Ladeira das Artes (Cosme Velho) 19h: Labibe / Hollywood Mantra / Projeto do Nada / Gente Estranha no Jardim Bar do Nanam (Praça Tiradentes) 20h: Dois Infinitos / Bruno Perez Pub Panq´s (Tijuca) 20h: Mihay / Marcelo Vig / Raquel Coutinho Bar Semente (Lapa) 20h: Thiago Nassif / Avec Silenzi Audio Rebel (Botafogo) 20h: Caroline Alves / Labibe Quintal do Miguelito (Recreio dos Bandeirantes) 21h: Qu4rto Teto / Reduto Sunday Rock (Cosmorama / Mesquita) 21h: Canto Cego Praça Jackson do Pandeiro (Santa Cruz) 22h: TopVox / Fuzzcas Saloon 79 (Botafogo) 23h: Dub Ataque / Aika Cortez Praça Marechal Âncora (Centro) 23h: Blind Horse / Pantanum (PR) / The Mountain Season / Son Of A Witch (RN) Coletivo Machina (Lapa

ULTRA BRASIL ANUNCIA A PHASE 1 DE SEU LINEUP PARA A EDIÇÃO 2017: ADAM BEYER, ALESSO, ARMIN VAN BUUREN, DAVID GUETTA, JAMIE JONES, JOSEPH CAPRIATI, SASHA & JOHN DIGWEED e THE MARTINEZ BROTHERS SERÃO HEADLINERS FESTIVAL ACONTECE NOS DIAS 12, 13 E 14 DE OUTUBRO NO SAMBÓDROMO DO RIO

_______________________________________________________ Caixa Cultural 19h - R$ 20 29 - Encontro das Gerações do Folk e Rock Rural: Tuia, Tavito, Guarabyra, Ricardo Vignin

Zé Bigode apresenta Fluxo ao vivo em show gratuito no Parque das Ruínas (1/7) a partir de 17h

Circuito Estação NET de Cinema e Cinemateca do MAM apresentam: Exposição CINEMA EM CASA: Equipamentos do acervo da Cinemateca do MAM. A partir de 23 de fevereiro, no Estação NET Botafogo de 23 de fevereiro a 23 de agosto 2017 Horário de visitação: 14h às 22h Entrada franca

MOSTRA DE CINEMA COLOMBIANO TRAZ A CALIWOOD DE LUIS OSPINA PARA A CAIXA CULTURAL RIO DE JANEIRO A programação reúne 34 filmes, sendo 29 realizados pelo cineasta, que participa da mostra em uma masterclass no dia 1º de julho Caliwood de Luis Ospina: Cinema colombiano de vanguarda, em cartaz na CAIXA Cultural Rio de Janeiro de 27 de junho a 9 de julho de 2017. Com curadoria de Lúcia Ramos Monteiro, a mostra traz uma retrospectiva completa do realizador colombiano fundador do Grupo de Cali e expoente do cinema independente da Colômbia.

SHELL OPEN AIR: O Shell Open Air, maior cinema ao ar livre do mundo, volta ao Rio de Janeiro de 7 a 25 de Junho na Marina da Glória. Com uma tela de cinema gigante de 325m², o público poderá assistir clássicos, blockbusters, além de assistir a shows.    a programação de cinema contará com filmes como Velozes e Furiosos 8, La La Land, Deadpool, Fragmentado, Animais Fantásticos e Onde Habitam,  A Bela e a Fera, Moana,Sing – Quem canta seus males espanta, Rush – No Limite da Emoção, Rogue One – Uma história Star Wars; Os clássicos Moulin Rouge, Footloose, O Iluminado, Alien – O Oitavo Passageiro, Dias de Trovão e Elis e Minha Mãe é uma peça 2.

HANSON CHEGA AO BRASIL COM A MIDDLE OF EVERYWHERE 25th ANNIVERSARY WORLD TOUR   24 de Agosto no Km de Vantagens Hall RJ (antigo Metropolitan), no Rio de Janeiro; 25 de Agosto no Km de Vantagens Hall BH (antigo BH Hall), em Belo Horizonte; e 26 de Agosto no Citibank Hall, em São Paulo


1ª Mostra de Cinema Egípcio Contemporâneo Especial Mohamed Khan Homenagem a um dos mais aclamados cineastas do país Exibição de 13 longas-metragens e realização de um debate com a presença de Wessam Soliman, viúva de Mohamed Khan e roteirista de A menina da fábrica, Meninas do Centro e No apartamento de Heliópolis CCBB Rio de Janeiro – 14 a 26 de junho



(colaborou @DonnieDarko73);

Blog Archive

Buscar

About Me

tom leão
Vanuatu
amigo dos amigos, amante de música, cinema, boa comida, de pedaladas e caminhadas
View my complete profile
Powered by Blogger.

Popular Posts

Translate

Followers