NA COVA DO LEÃO

Monday, September 08, 2008

blue velvet


Os posts aqui surgem do nada, out of the blue, como em hiperlinks da internet. e nessa de relembrar coisas aleatoriamente, apareceu num dos sites de torrents que frequento um filme chamado "little girls blue". que foi o meu primeiro porno. e, como diz a frase daquele anuncio, a gente nunca esquece do primeiro. principalmente em se tratando disso, numa epoca em que tudo poraqui era proibido. entao, no começo dos 80´s, quando o país ainda era uma ditadura, tive contato com esse filme. Sabadão, fui na casa de um bro no jardim botanico fazer chill in pra noitada. o cara tinha um telao em casa e um aparelho de vhs gigantesco com retroprojeçao (soube mais tarde q o pai dele era diretor da grobo, dai os equipamentos, que, entao, eram de ponta total, o vcr caseiro ainda nao era uma realidade). la, ele tinha uma meia duzia de fitas, todas piratas, claro, entre as quais um show (sei la, acho q era woodstock), clipes da mtv, o famoso caligula e o little girls blue. como esse era mais curto, enfiamos no slot e demos play. a primeira cena deixou todos sem ar, sem folego, sem jeito, sem voz: uma boca chegava na ponta de um carajo e mandava um head de responsa. era o sonho de uma garota de colegio interno. ai, começava o filme, repleto desses sonhos das meninas com seus professores e tudo que tivesse pau (o mais constrangedor é q meu amigo tinha uma irma bem gostosa que passava pela sala como se nada estivesse acontecendo, para nosso desespero :-)). eram tempos em que se faziam blue movies em pelicula, com enredo, cenografia (as partes de sonhos sao super bem feitas, com objetos de cena em escala, tipo terra de gigantes), meio como faz o diretor idealista de boogie nights. era sacanagem, mas era filme, pretendia-se arte alternativa. hj soa ate inocente, se comparado com as producoes de fast sex cheias de acrobacias, mulheres de peitos turbinados e caras movidos a viagra. as meninas de little girls blues sao bem comuns, nada de super gatas, transam com gosto, tem pêlos e só fazem o básico. do elenco, ninguem deu (?!) em nada, a nao ser o entao jovem paul thomas, que hj é um dos sócios da vivid, produtora xxx que fatura tanto ou mais qnto qualquer grande estudio de hollywood...

16 comments:

tom said...

pesquisando no google sobre esse filme descobri que nenhuma das quatro garotas principais fez mais nada depois deste e que ele foi dirigido por uma mulher, joanna williams, dai a abordagem mais sensual e quase romantica. o filme é de 1978 (30 anos!). como fez um certo sucesso na epoca (esses filmes passavam em cinemas entao), ganhou duas continuacoes, formando uma trilogia (nunca vi nenhum)

brunobbl said...

OFF : CARACA TOM !!!!! TO VENDO AQUI AGORA A NOVA TEMPORADA DO TERMINATOR E A SHIRLEY MANSON FAZ O PAPEL DE NOVO ROBÔ ASSASSINO DA SÉRIE !!!!! Q NEM AQUELE ROBÔ DO TERMINATOR 2.

ABS

tom said...

tinha dado nota disso no rf online, bruno. nao sabia que ja tinha na rede, to baixando agora no eztv. acabei de ver o pre-air do dexter sesson 03. manteve o nivel. tbm to com dois novos californication na fila e o piloto da nova serie do alan ball (six feet under), true blood. ja tinha visto um pre-air dele, mas agora parece que essa nova versao é diferentee mais completa. e tbm a volta de entourage se05...

brunobbl said...

É Q EU ESTOU AQUI NO EUA

POR ISSO EU VI O EPISÓDIO DE ESTRÉIA DA SEGUNDA TEMPORADA DO TERMINATOR.

ABS

atlantic said...

Eu sou da turma que curtiu o pornô dos anos 90. Da queda do comunismo e da descoberta da República Tcheca como uma fábrica de beldades. Até ali a rainha era a Cicciolina. Depois ela perdeu para atrizes muito mais bonitas, mais novas e mais desinibidas.

***

Ainda estou na primeira temporada de Dexter. Até aqui, bem legal. O Michael Hall é um ator sensacional.

tom said...

cheguei uma decada antes de vc, atlantic, junto com o advento do vcr caseiro. vc ia no video clube (?) e pegava um filme de aventura e outro x-rated. dos primeiros que aluguei foram repo man, the thing (po, a sensação de ter um filme na mao e total controle sobre ele era muito boa), e minhas musas da epoca foram traci lords, ginger lynn e christy canyon. nos anos 90 reinaram as europeias da private, maioria tchecas e hungaras, sendo sylvia saint a rainha absoluta. hj qq filme, qq serie e qq xrated é tao facil de pegar q perdeu a graça do ritual. por outro lado, é assombroso e magico poder achar, virtualmente, qq coisa na rede. to baixando uma versao widescreen de eraserhead, do qual so tenho uma versão horrivel em vhs copiado...

Lord Vader said...

Quando era moleque passava em frente aos cines poeira e ficava imaginando o que seriam aqueles filmes de cartazes sugestivos , mas só debutei mesmo na pornografia na era do vhs (Vanessa del Rio , uma cubana de grelo gigante ,horrorosa - mas a quem prestei muitas homenagens). Boogie nights é um dos filmes mais legais ever , acho que por causa dele rolou esse revival de filme de pelicula (ate o sexy hot andou passando uns com o Ron Jeremy ainda magro). Hoje em dia acho a porn americana muito artificial , e prefiro os produtos franceses e suecos (Private) , com as belezas do leste europeu , sem falar nos videos da brasileirinhas (muuuito cultuado na europa). Porra Tom também tenho um eraserhead gravado em EP , sem legenda , emprestado (roubado acidentalmente) de um colega de sampa . Vai pra minha lista de download também. Abs .

tom said...

se nao me engano, a ditadura acabou em 1984 (ano emblematico) e a censura se foi por volta de 86. foi ai q todos os filmes entao censurados no brasil nos ultimos anos entraram em cartaz e ir ao cinema naquela epoca virou quase um ato politico (foi ai que vi laranja mecanica sem bolinhas). e o mesmo se aplicou aos filmes de sexo, que passavam em cinemas de bairros tradicionais como tijuca e copacabana, nao so nos guetos do centro. foi assim q vi caligula (um bom filme historico, no fim das contas, comprei o dvd por 12 contos nas americanas), deep throat, devil in miss jones (esse vi no odeon!), classicos dos anos 70 nos eua que chegaram aqui com atraso nos ventos da liberdade. salas sempre lotadas. foram o ultimo suspiro dos cinemoes da cinelandia (só o metro nao exibiu xrated).e tbm da liberdade por aqui, ja q hj tudo é meio que censurado de novo, so que usam artificios para mascarar isso

fabio fernandes said...

eu tbém debutei nos x-rated na década de 80 e até hj cultuo a pornografia.
comecei no vhs, vi alguns no cinema, passei pelo dvd e cheguei até a internet, que é o paraíso neste sentido.
sempre procuro baixar os clássicos , deep throat (tive o prazer de revê-lo no festival do rio 2006), new wave hookers, miss jones, atrás da porta verde etc.
é engraçado, pois se os norte-americanos dominavam este mercado, na década de 80, depois disso, os europeus inovaram muito mais, foram mais ousados.
e sempre procurei os que mais fogem do lugar comum, como os irmãos dark ou o stagliano (no começo, pqe depois ele entrou em decadência). tbém acompanhei o crescimento da produção nacional que era terrível mas melhorou bastante (afinal, o produto brasileiro é imbatível ... rsrs). inclusive, prá quem não conhece, indico a produtora xplastic, é bem legal.


ah, dica: eraserhead saiu aqui em dvd, este ano, se não me engano.

tom said...

curioso que um pais puritano como os eua sejam os campeoes dos filmes pornos. ainda que os europeus hj sejam os melhores, é de san fernando valley que sai mais da metade dos filmes que ciculam pelo mundo, eles devem fazer por semana mais do que hollywood faz por mes. ainda no assunto, ate o final do seculo 19 a pornografia era uma arte erotica como outra qualquer. foi a rainha vitoria que baniu dos olhos publicos e tornou a parada proibida, so para homens ver em salas secretas, dai virou essa coisa outsider. mas acho que ta voltando ao mainstrem, pois hj ate as pornstars sao celebridades, e com a internet abriu geral...

Felipe Passarelli said...

engraçado nunca tive essa voracidade e culto a pornografia como você(s).

foi legal na descoberta, eu peguei a fase buttman, que filmavam em várias regões do planeta, muitos no brasil mesmo, adorava ver.

mas foi um tempo de descobertas de adolescente, aquele desejo de transgredir a lei e saber como se fazia mesmo, isso com 11, 12 13 anos, aquele medo de alugar, o frio na barriga.

depois com 13 tive minha primeira namorada, deixei de ser virgem e me afastei um pouco dessa prática de alugar um filme pornô.

não sabia que existiam filmes temáticos bons com o sexo explícito, pra falar a verdade eu só penso neles pra masturbação rápida. rsrs

hoje você pode pegar tudo na internet e tem o pornotube e o redtube que você vê e tem clipes inteiros de sacanagem, ve e se acaba, bem rápido... hehehe

off:

O Tim Festival está péssimo esse ano, acho que é o pior de todas as edições, tirando o Kanye West e o Paul Weller, ninguém tão urgente assim pra ver, nenhum nome de peso, pra um festival que já teve na mesma esdição strokes, wilco, arcade fire e m.i.a esse tá péssimo.

Precisam mudar a curadoria desse evento urgente, a reclamação não é só minha, está vindo de geral.

REM X Planeta Terra ou dúvida cruel, no mesmo dia, que sacanagem!!

Madonna consegui comprar ingresso pra pista indo pra fila, perdi a paciência com a internet, nós simples mortais não temos nenhum respeiro dessa tickets 4 fun, totalmente desorganizada, na argentina foi super traquilo.

neguinho não aprende e não se prepara pra vender pra massa e da nesse caos todo.

estava sonhando em comprar meu VIP mais vi que foi utopia, estão todos entre os globais e cambistas.

vc vai tom?? teve que enfrentar esse problema ou garantiu o seu ticket pra madge?

abraços :)

atlantic said...

Pois é, Tom. Essa questão da liberdade nos anos 80 levou a pornografia para a televisão, muitas vezes disfarçada de jornalismo. Vocês lembram do Documento Especial, da TV Manchete? Sempre rolavam altas sacanagens nesse programa e a locução séria, em off, era impagável.

Eu lembro do locutor dizendo um título de um filme da Buttman com entonação séria e voz grave: "Fica de quatro, benzinho"... até hoje meu primo tem crise de riso quando lembra disso.

tom said...

felipe, so vou na madge se for a trabalho, to sem saco pra ver uma formiguinha na multidão, que nem foi da outra vez. esse ano so quero ver justice e bloc party no gargarejo e, se der, dar um pulo no creamfields, em beagá, pra ver o gorillaz soundsystem e calvin harris, alem do garnier de novo. ja contei aqui que a voz e o apresentador do documento especial era pai de um amigo meu? um dia fui na casa dele pegar um cd emprestado e quem me abre a porta? quase caí na gargalhada...

PEDRO BAMBAATAA said...

carayo, tom, tb sou dos anos 80...
e debutei no porno assitindo as porno chanchadas e caligula nos cinemões da praças sans pena....

me lembro do primeiro filme da grechten pelada o "aluga-se moças"
um "crássico!", fui no primeiro dia, na primeira sessão... tinha cara até matando o trabalho... bons tempos...


o film porno que mais me marcou desta época foi "flesh dance" uma alusão ao famoso "flash dance"...
um amigo de minha turma ganhou um video cassete, e era a maior novidade... aí todo sabados ia a galera pro casa do cara... e esse filme foi muito legal, era o que eu chamava de "porno romântico" com história e tudo... A maior atriz porno? sem duvida TRACY LORDS...

hoje em dia é tudo muito aeróbico e siliconado... concordo contigo...

abraços

tom said...

um dos filmes dessa epoca, cafe flesh, era tao artistico que passava todo sabado a meia-noite num cinema do village (nyc). era totalmente new wave. num cabare do futuro, o cafe flesh, o unico casal hetero que restou no mundo, que ainda gozam e tem ereção, fazem shows para uma plateia de humanos esterilizados pela guerra nuclear. como era cabeça, nem tinha em qq locadora. tive de convencer uma amiga minha (nem era namorada, conhecia de trabalho) a alugar pra mim no video clube dela, pq so assim pude ver!!! esse tinha ate mensagem politica (rs) e os atores nao eram do ramo, fora os que faziam as cenas. a atriz principal, com nome falso de pia snow, fez carreira em hollywood depois (como pia zadora!!!)

Jenner said...

hehehe... A primeira vez q vi Little Girls Blue foi em casa mesmo... encontrei onde o meu pai escondia os vhs dele hehehehe... acho q eu tinha uns 9 anos.. ehhehehe.. tenho a fita até hoje mas baixei ripado pelo emule tbm... a loirinha que se perde na conta de raiz quadrada fez mais uns filmes, até tenho aqui.. eu pagaria uma boa fortuna por mais umas cenas da Buffy... aquela q recebe uma correção de nota do professor nas costas... filmaço.. aliás meu caro tom... a coleção de 1967 a 1985-87 aqui é quase completa... hehehehe.. acredite estou falando de muitas centenas de filmes americanos e europeus... pós essa data - eu sinceramente acho tudo uma bosta... absurdamente fake... e sem graça... daí prefiro os AMATEURS.. ehehehhehe... tudo culpa do New Wave Hookers ! Redefiniram o genero mas.. perderam a classe.

NA CIDADE

JANEIRO TEM DUAS FACES:

CASAS & SHOWS: Circo Voador 19 - Samba Rap Festival: Elza Soares / Karol Conka 20 - Samba Rap Festival: Emicida / Jongo da Serrinha / Bateria da Império Serrano 25 - Phoenix (FRA) 26 - Vanessa da Mata / Fióti / DJ Incidental 27 - Barão Vermelho

Fundição Progresso 19 - BaianaSystem 20 - Tim Music no Samba: Xande de Pilares & Mumuzinho - Participação: Bateria do Salgueiro 26 – Johnny Hooker / Letrux 27 - Nando Reis

Teatro Odisseia 21 - Radnor With Lee (EUA) 28 - Demon Hunter (EUA) / Pantokrator (SUE)

Teatro Riachuelo 16 - Leila Pinheiro: Voz & Piano 23 - Ed Motta: Baile do Flashback 30 - Laila Garin & A Roda

Teatro Rival 20 - João Bosco: Voz & Violão 25 - Angela Ro Ro 26 - Bloco Sargento Pimenta 27 - Geraldo Azevedo: Voz & Violão

Audio Rebel 16 - Adaury Mothé Trio 17 - Rafael Rocha Quinteto 28 - N.D.R. / Triunfe / Dissonância 29 - Ana Baird & Camila Costa: Perigosas

Espaço Sérgio Porto 18 - Sinara 25 - Karine Carvalho: Galega Hits

Sala Baden Powell 19 - Sempre Livre / Sylvinho Blau Blau / Dr. Silvana & Cia. 20 – Nelson Sargento 21 – Banda do Síndico 24 - João Donato - Participação: Carlos Lyra & Roberto Menescal & Marcos Valle 25 - Mario Adnet: Jobim Jazz 26 – Marcos Ariel 27 – Cris Delanno 28 - Azymuth

Beco das Garrafas 17 - André Gonçalves 18 - Lu Oliveira 19 - Georgiana de Moraes & Fernanda Cunha & Camilla Dias: Homenagem a Vinicius de Moraes (20h) 19 - Joyce Cândido: Homenagem a Elis Regina (22h30) 20 - Hélio Delmiro (21h) 20 - Maíra Freitas & Taís Feijão (22h30) 21 - Dóris Monteiro 24 - Rosana Sabença 25 - Conexão Rio: Homenagem a Tom Jobim 26 - Amanda Bravo: Homenagem a Durval Ferreira - Participação: Paulinho Trompete, Mauricio Einhorn, Rosana Sabença, Billy Blanco Jr., Thaís Fraga 27 - Hector Costita & Joseval Paes 31 - Maria Luiza

Casa de Cultura Laura Alvim 16 - Dani Black 21 – Pedro Mann 23 - Davi Moraes 28 – Qinho Canta Marina Lima 30 - Matheus VK

Teatro Café Pequeno 18 – Verônica Sabino 25 – Elisa Queirós

Blue Note Rio 16 - Big Gilson 17 - Roberto Menescal 18 - Gabriel Moura 19 - Daniel Jobim & Daniel Boaventura: Homenagem a Tom Jobim & Frank Sinatra 20 - MPB-4 23 - Escalandrum (ARG) 24 - Mayer Hawthorne (EUA) 25 - Wanda Sá & Gilson Peranzzetta & Mauro Senise: Homenagem a Tom Jobim & Vinicius de Moraes

KM de Vantagens Hall 19 – Molejo & É O Tchan – Participação: Ludmilla 20 - Ney Matogrosso: Atento aos Sinais

Imperator 23 - Jazz Pras Sete: Chico Costa & Quarteto Artilheiro 24 - Quartas Brasileiras: Cordão da Bola Preta 27 - Forró Lánalaje: Marcelo Mimoso Trio / DJ Edna Carvalho 28 - Bloco Pipoca & Guaraná 31 - Toquinho: Voz & Violão - Participação: Camilla Faustino

Centro de Referência da Música (Tijuca) 17 - Ellen de Lima & Reginaldo Bessa: Homenagem a Lamartine Babo 18 - Rosa Marya Colin - Participação: Jefferson Gonçalves 19 - André Gabeh 17 - Eduardo Dussek 24 - Quinteto em Tom Maior 25 - Rosane Corrêa: Homenagem a Ella Fitzgerald 26 - Daíra: Homenagem a Belchior 31 - Ana Egito

Baile do Digitaldubs - HUB (Santo Cristo) 21 - Cedric "The Congos" Myton (JAM) 28 - Mad Professor & Aisha

Música no Deck - Barraca do Pepê (Barra da Tijuca) 20 – Filipe Ret 21 – Kell Smith 27 – Um 44k 28 – Luiza Possi Barra Blues Festival 26 - Sergio Diab Stratoman / Projeto Soul Jazz / Ana Egito / Alamo Leal Blues Groover’s / Corcel Mágico 27 - RJ Café / UniJazz Brasil / The Blue Fever / Sergio Rocha / Serra Blues Trio 28 - André Barroso / WestSide Blues / State of Blues / Victor Biglione Festival Downtown Sunset - Shopping Downtown (Barra da Tijuca) 20 – Gabriel O Pensador 27 – Biquini Cavadão

Rio Rock & Blues - Rock Experience (Lapa) 19 - Titanossauros / Conexão Japeri 20 - Love & The Lovers / The Loreleis 26 - The Smiths Cover 27 - Pedro Santana Trio / Elemento Surpresa / A Bolha Revisited

Circuito SESI 24 - Centro: Fhernanda Fernandes - Participação: Nana Kozak, Sandra Duailibe, Clarisse Grova, Ninah Joh, Andréa França

MIXXX: 17 – Matheus VK – Teto Solar / Botafogo 19 - Maratona Black - Baile Charme – Gafieira Elite / Centro 19 - O Rappa: Tour de Despedida – Quadra da Mocidade / Padre Miguel 20 - Festival Rock in Brisa 4: 90 Contos / Cosmobox – Espaço Tequila´s / Guaratiba 20 - Playmobille / Tem Amor – La Esquina / Lapa 20 - Indivíduo K / Cândido / Banheiro Azul – O Pecado Mora ao Lado / Praça da Bandeira 21 - Aniversário de 57 Anos do Cacique de Ramos 21 - Festival Lona Rock Sunday: Memora / The Outs / Corcel Mágico – Lona Terra / Guadalupe 21 - Lu Oliveira – Praia de Conceição de Jacareí / Mangaratiba 26 - Laurent Garnier (FRA) 26 - Bloco do S Convida KL Jay – Fosfobox / Copacabana 27 - Slide / Sollarium / Fresno / Glória / Strike - Clube Tamoio / São Gonçalo 27 – Matanza – Arena Fernando Torres / Parque de Madureira 27 - Visibilidade Transvestigenere - Beco Encantado: Mulher Pepita & MC Xuxu – Beco do Rato / Lapa 28 - Festa Divina Circus: IZA – Clube 4 Linhas / Bento Ribeiro 28 - Bloco Eficiente: Inclusão Se Faz Com Várias Mãos – Praça Paris / Glória 28 - Facing Fear / Stuff / Cidade Nua – Rock´N Beer Pub / São Gonçalo

exposição de fotografias de Raymond Depardon, “Un moment si doux”. Depois de passar por Paris e Buenos Aires, o CCBB Rio recebe as 170 fotografias de diferentes cores e formatos tiradas na Europa, África e América Latina, incluindo o Brasil. Ate 22 de janeiro. qua-seg 9am-21pm. Grátis.

FESTIVAL DE CULTURA DIGITAL: De 18 a 20 de janeiro, quinta a sábado, acontece no CCBB RJ DIGI – Festival de cultura digital, uma mega programação que inclui imersão, reflexão e diversão. Tem até shows geek. quinta, 19 de janeiro, às 21h, apresentação da orquestra Ritornello de Jedi, com repertório de trilhas musicais de videogames, séries e desenhos, com cordas e vozes, e arranjos exclusivos. O objetivo é dar acesso à formação clássica com temas musicais do cotidiano. sexta, 20 janeiro, às 21h, é a vez de The Screeners, banda que faz releituras rock ’n’ roll de trilhas sonoras clássicas do cinema, de videogames, séries de TV, desenhos animados. É tudo grátis, das 9 às 21h.

MOSTRA NA CAIXA CULTURAL RIO DE JANEIRO EXIBE O CINEMA DE HAL HARTLEY Programação reúne todos os 14 longas do diretor americano, além de debate, sessões comentadas e um curso de roteiro cinematográfico de 23 de janeiro a 4 de fevereiro de 2018 (terça a domingo)

O Ministério da Cultura, o Centro Cultural Banco do Brasil e a Associação de Críticos de Cinema do Rio de Janeiro apresentam a 14ª Mostra Melhores Filmes do Ano Além das exibições dos filmes, a mostra traz homenagens e catálogo especial com textos sobre os filmes e as iniciativas cinematográficas que fizeram a diferença em 2017 De 24 de janeiro a 1 de fevereiro
PROG IN BRASIL: Carl Palmer, Premiata Forneria Marconi, estarão no Brasil em 2018, se apresentando nas cidades de Belo Horizonte, Porto Alegre, Rio de Janeiro e São Paulo, como parte da Top Cat Concert Series 2018. Os italianos do Premiata Forneria Marconi CHEGAM EM ABRIL. O grupo de rock progressivo, formado em 1971, vem lançar seu novo álbum 'Emotional tattoos', e também vai tocar seus clássicos. Maio vai trazer o baterista do Emerson, Lake & Palmer e também do Asia, Carl Palmer, com seu tributo ao ELP.Show promete surpresas com algumas participações especiais de peso.

No dia 24/jan, começa no CCBB SP a mostra Sonora: Ennio Morricone, que homanageia o maestro no ano que completa 90 anos. Ao todo, serão exibidos 22 filmes que têm a marca musical do maestro.

Nico Rezende fará show em homenagem a Chet Baker dia 26/01 no Blue Note. Aliás, esse ano completa 30 anos da morte do Chet!!! 2018 marca o trigésimo aniversário da morte de Chet Baker. Nico Rezende presta homenagem ao trompetista no palco do Blue Note Rio, no dia 26 de janeiro (sexta), para apresentar alguns clássicos imortalizados por Baker. Estão no programa canções como ‘Time after time’, My funny valentine’ e ‘There will never be another you’.

RU PAUL´S DRAG RACE TOUR: Em 2018, as drag queens de RuPaul's Drag Race vão levar a turnê oficial do reality-show, WERQ THE WORLD TOUR, para a terra do “Come to Brazil”! Michelle Visage vai comandar a apresentação no Brasil e todos os shows contarão com performances ao vivo de algumas das drag queens mais inesquecíveis de RuPaul's Drag Race, entre elas, as recém-divulgadas participantes da terceira temporada de All Stars, Shangela e Kennedy Davenport. Outras fan favorites devem marcar presença, como Detox, Kim Chi, Violet Chachki, Valentina e Peppermint. Ainda haverá um pré-show com DJ set e performance de Lady Bunny, a drag queen que é uma lenda da cena noturna de Nova York. 23/FEV TEATRO BRADESCO/RJ

(colaborou @DonnieDarko73);

Blog Archive

Buscar

About Me

tom leão
Vanuatu
amigo dos amigos, amante de música, cinema, boa comida, de pedaladas e caminhadas
View my complete profile
Powered by Blogger.

Popular Posts

Translate

Followers