Pages

Sunday, October 07, 2007

Glasto não tá gasto


Essa semana as TVs por assinatura andaram exibindo programas sobre festivais musicais que rolam anualmente no verão inglês. A TNT passou trechos do V Festival deste ano (que rolou ha uns dois meses). Este botei pra gravar e verei depois. O problema é que na TNT os programas passam com som mono e com intervalos. É a TV aberta do cabo. Mas ontem, depois de chegar do prantão do grobo (onde estou agora enqnto digito), assiti na HBO a "Glastonbury". Primeiro, achei se tratar de mais uma coletânea do famoso festival. Mas, na verdade, era um fabuloso documentário dirigido por Julien Temple (que já fez clipes do Cure e assinou o filme-manifesto "The great rock´n´roll swinddle", dos Pistols). Ele não só traça os 30 anos do festival, como o faz de uma forma absolutamente diferente do formal. Temple começa falando do lugar onde rola o festival, no Vale de Avalon, ao lado de Stonehenge, onde, supostamente, estaria enterrado o rei Arthur da lenda de Excalibur. Daí em diante trata do tema de forma mágica e poética, com trechos de músicas entrando de acordo com a época enfocada e com o tema do segmento (com raros filmes caseiros dos anos 70 pra cá). Ele tbm dá espaço pro dono do festival, o fazendeiro Mike Eavis, se expressar, sem chapa branca. Pode-se dizer que Glastonbury (ou Glasto, como os brits o chamam) é o festival quitenssencial do planeta, não é para amadores, e o único ainda onde se encontra hippies e malucos de verdade, embora ele hj já esteja um tanto sanitizado. É como Brigadoon, a mística cidade que só aparece uns dias a cada tanto tempo. Provavelmente, este é o melhor doc sobre um festival musical já feito, muito mais revelador do que "Woodstock", p ex; que, aliás, anda sendo exibido em versão restaurada e completa num dos canais Cinemax.
*alguem ai ja foi no glasto ou em algum grande festival europeu?

7 comments:

Felipe Passarelli said...

fala tom!

acompanhei virtualmente quase todos os festivais do mundo, acompanhando o CSS e vendo pela internet ao vivo. Um passo enorme deram esse ano.

Realmente pelo que vi e li, o Glastonbury, além de ser um dos maiores festivais do mundo, é a versão inglesa do Woodstock americano.

De experiência própria, me remete na hora as raves que viajei pelo brasil, a experiencia do camping, lama, chuva, imundices a parte, isso tudo em proporções bem maiores nos festivais de rock, imagino.

Acho q deve ser legalize lá também, portanto é o dia inteiro doce, XTC, K, beck e outras que se descobre lá hehe (liga-se o foda-se)

Tem os problemas mais comuns como roubo da barraca de camping, desidratação e queimaduras graves, das que eu fui pelo menos. Sempre usei cadeado e fiquei em volta da galera que estava na escursão, por experiência, é você a natureza e o som 24 horas bombando com DJs do mundo inteiro.

Fiquei 8 dias no máximo, mas tudo é tão rápido e intenso que da dó quando se chega em casa. O espírito é praticamente o mesmo.

Mas eu quero ir mesmo é no Coachella, ano que vem vai ter My Bloody Valentine, eles vão se reunir lá. Quem sabe?

Você já acampou Tom? Falaí das suas experiencias, pode ser rave, show, montanha ta trankilo??? :)

Abraços

wallacebarros said...

OFF

Tom, o filme "Nação fast food - Uma rede de corrupção", é estilo Super Size Me?

tom said...

ate 2002 o glasto era limpeza total, a policia nem entrava la. so nao se podia traficar. depois, o festival se profissionalizou e agora nao e mais tao free assim. nunca fui no glasto, mas ja estive num fest na irlanda (homelands, lama pura e muito porre de cerveja, essencial ir de doc martens e calça grossa com muitos bolsos) e outro na alemanha (nem sei o nome, sei q vi bowie e eurythmics) claro q ja acampei, seja como simples viajante, seja em festa. mas ate isso ja foi mais facil. era so pegar a mochila, encher de enlatados e sair fora. hj, periga vc ser assaltado. teve uma fase q eu fazia trekking direto no alto da boa vista. hj a gente so ouve falar q mataram e roubaram nas trilhas por onde eu passava e so encontrava bicho

tom said...

apesar de soar parecido, fast food nation nao é que nem a dieta do palhaço (super size me), pq ele nao fala so do tema fast food, ela vai mais fundo pegando tbm a parte q trata dos dos empregados ilegais da fronteira mexicana e da galera q vive de mcjob. mas, claro, no fim do filme, rolam umas cenas sinistras de vaca morrendo e vc vai pensar melhor antes de emburacar o proximo hamburger

Lorena said...

fui no lolapalooza em 96.

ramones, metallica, devo, soundgarden (grande decepção, o cris cornell ao vivo é praticamente mudo). mas o melhor foi melvins no placo alternativo a cinco passos do palquinho.

renato biao said...

fui na glasto em 98...é bem isso mesmo que vcs falaram!
lama ,liberdade,camisas da seleção brasileira(estilo 1970)pra todo lado,chuvas torrenciais no fim da tarde e música ,muita música...inclusive entre o próprio público.polícia?só na entrada.
vc conhece muita gente qdo vai lá-o estado mental das pessoas ajuda muito.não tive um só objeto meu roubado e a chapação entre o público rolava free,na divisão e sem caretices...
shows inesquecíveis:primal scream,tricky,pulp,sonic youth(naquela lama toda fez muito mais sentido...)e underworld.

tom said...

OFF: A LOCADORA LAGUNA VIDEO DA FONTE DA SAUDADE (ENTRE CARVALHO DE AZEVEDO E SACOPA) ESTA LIQUIDANDO OS DVDS DE ACERVO AREA 1. QUALQUER FILME SAI POR APENAS $ 2,90!!! PASSEI LA HJ A NOITE E CATEI UNS DOZE (UM CARA ANTES JA TINHA PASSADO O RODO EM 30!!!). LA AINDA TEM MUITA COISA BOA. ACHEI HEDWIG, BROWN BUNNY, FEMME FATALE, GALAXY QUEST, AEON FLUX, MUITA COISA MENOS POP QUE GERAL NAO ALUGA NEM COMPRA. + BARATO Q NO CAMELODROMO!

NA CIDADE

OCTOBERFESTIVAS:

Abertura da exposição de fotografias de Raymond Depardon, “Un moment si doux”, no dia 1º de novembro. Depois de passar por Paris e Buenos Aires, o CCBB Rio recebe as 170 fotografias de diferentes cores e formatos tiradas na Europa, África e América Latina, incluindo o Brasil. Ate 22 de janeiro. qua-seg 9am-21pm. Grátis.

UCI INAUGURA A PRIMEIRA SALA DE CINEMA XPLUS LASER DO BRASIL, NO RIO DE JANEIRO: No ano em que comemora duas décadas no Brasil, a rede UCI reforça sua missão de oferecer ao público a melhor experiência em cinema e o que há de mais moderno no mundo, no mercado audiovisual. No Rio, inova mais uma vez com a primeira sala XPLUS Laser do país. A novidade será no maior complexo de cinemas brasileiro, o UCI New York City Center, que este ano também recebeu a primeira 4DX da cidade, com cadeiras que se movimentam e efeitos especiais. A aquisição do novo projetor a laser torna ainda mais imersiva a tecnologia da XPLUS, que tem projeção 3D de última geração, tela gigante com definição 4K e som Dolby Atmos™, com mais de 54 caixas acústicas e 128 streams de áudio que criam a ilusão de um campo infinito ao redor de cada espectador.

PROGRAMAÇÃO DO BLUE NOTE JAZZ CLUB RIO (ONDE ERA A MIRANDA, NO COMPLEXO LAGOON, NA LAGOA, LADO LEBLON):      Novembro 02/11 Quinta-feira 20:00 Spyro Gyra 22:30 Spyro Gyra   03/11 Sexta-feira 21:00 Spyro Gyra 23:30 Spyro Gyra   04/11 Sábado 21:00 Spyro Gyra 23:30 Spyro Gyra   15/11 Quarta-feira 20:00 Laura Perrudin   16/11 Quinta-feira 20:00 Didier Lockwood Trio 22:30 Didier Lockwood Trio

Tropicália ganha exposição tech com livre reinterpretação conceitual Nos 50 anos do movimento, na Galeria BNDES   Os artistas Barbara Castro e Luiz Ludwig, do estúdio Ambos&&, apresentam uma livre reinterpretação dos conceitos do movimento tropicalista à luz da arte e da tecnologia. Com a exposição Vamos Comer, estimulam o público a “devorar” experiências sensoriais e orgânicas, incluindo quatro instalações de arte computacional. Ela está aberta a visitações na Galeria BNDES, no Rio, entre os dias 18 de outubro e 1º de dezembro, de segunda a sexta, das 10h às 19h

Megadeth se apresenta no Rio e em São Paulo   A BANDA Megadeth toca em São Paulo e no Rio de Janeiro no final de outubro e começo de novembro. Liderada pelo seu fundador Dave Mustaine, e contando com o brasileiro Kiko Loureiro (ex-Angra), também na guitarra, o grupo norte-americano se apresenta dia 31 de outubro no Espaço das Américas/SP, e dia 01 de novembro, véspera de feriado, no Vivo Rio. A BANDA VIMIC, FAZ A ABERTURA  

AGENDA CUTURAL BARATOS DA RIBEIRO: Quinta-feira, 26 de outubro, a partir das 19h: LEVADAS DA BECA, com as DJs Ana Paula Moniz (Beca Brechó), Bia Andrade & Ana Galli + uma convidada surpresa! Sábado, 11 de novembro, a partir das 17h: VESPEIRO com a banda Os Alquimistas (MS) e Mauk + Pedro White & banda fazendo tributo duplo: ao Bruce Springsteen e ao Tom Petty! RUA PAULINO FERNANDES 15, BOTAFOGO/RJ grátis

MOSTRA DE CINEMA ARGENTINO CONTEMPORÂNEO VOLTA À CAIXA CULTURAL RIO DE JANEIRO EM SUA SEGUNDA EDIÇÃO   Histórias extraordinárias apresenta uma seleção com os melhores filmes recentes do país vizinho. Debates com cineastas e especialistas completam a programação Local: CAIXA Cultural Rio de Janeiro – Cinema 2 Endereço: Av. Almirante Barroso, 25 – Centro  (Metrô e VLT: Estação Carioca) Telefone: (21) 3980-3815 Data: de 07 a 19 de novembro de 2017 (terça-feira a domingo)

Sábado, 28/10 circo voador: Hermeto Pascoal e Big Band - Lançamento do álbum 'Natureza Universal' mais: DJ Marcello MBGroove

Angela Ro Ro leva o show "Amor & Humor" para a Zona Norte A cantora - que pela primeira vez pisa no palco do Centro Cultural João Nogueira -  faz  apresentação única no Méier, dia 29 de outubro, às 19h, no Imperator

estreia: 5º FEIRA/ 19 OUT - ABERTURA DA MOSTRA JÓIAS DO CINEMA DINAMARQUÊS: CINE JOIA DO RIO DE JANEIRO (copacabana) EXIBE SEIS LONGAS INÉDITOS DO PAÍS NÓRDICO; E O PRIMEIRO DOC LONGA-METRAGEM FILMADO NA GROENLÂNDIA.



(colaborou @DonnieDarko73);

Blog Archive

Buscar

About Me

tom leão
Vanuatu
amigo dos amigos, amante de música, cinema, boa comida, de pedaladas e caminhadas
View my complete profile
Powered by Blogger.

Popular Posts

Translate

Followers