Pages

Saturday, August 11, 2007

a festa terminou


Subiu pro andar de cima (como dizem alguns) nesta sexta o formidável empresário, produtor e homem de visão Tony Wilson. Quem viu aquele filme bacana "24 houir party people/A festa nunca termina" sabe de queme stou falando. Ele era aquele jornalista que ficou atento às novas tendências do som inglês no final dos anos 70 e descobriu e ajudou a lançar o Joy Division e sua continuação, o New Order, fundou a Factory Records, foi sócio do clube Haçienda (onde a rave generation se fundamentou), lançou os Happy Mondays e so on...

Wilson descobriu que estava com um tipo raro de câncer nos rins no final do ano passado e logo começou a se tratar. Contudo, como os remédios eram muito caros (mais de 3 mil libars por mês em custos), o hospital em Manchester não quis bancar e ele teve que prdir ajuda aos amigos, fãs e músicos. Infelizmente, a grana que ele supostamente ganhou com a Factory e tudo o mais foi pro espaço (vide o filme), por conta de má administração, pelos gastos com o Haçienad e com drogas (sem contar o rombo que o Happy Mondays deu com as gravações do segundo disco nas Bahamas). Wilson não era um homem de negócios, mas um amante da música. Como somos eu, vocês, todos nós aqui.

Num dos recentes programas do Jools Holland mostrado na HBO Plus, Wilson e Pete Saville (o cara responsável pela arte de todos os discos da Factory, geniais, diga-se) foram lá divulgar um livro sobre a gravadora e a arte das capas. Ele não aparentava estar doente e continuava com o mesmo humor ferino de sempre. Pena que tudo acabou assim, sem festa. E com o New Order brigando pelo nome da banda (Peter Hook vs Bernie Sumner). R.I.P. Anthony Howard Wilson (nascido em 20 de fevereiro de 1950, um pisciano, portanto). E rave on!!!

26 comments:

fabio fernandes said...

pois é, algum tempo atrás eu li que os "grandes" amigos tinham virado as costas pro tony, que se todos a quem ele deu uma mão realmente se reunissem e ajudassem, o tratamento teria continuidade.
como não ouvia nada sobre ele ultimamente, até achei que estava se recuperando e tal.
é uma pena, o cara era um visionário e fará falta ...

será que neste filme do joy division que nunca estreia tem algo sobre ele ?

nobru28 said...

FALA TOM

PO EU LI NO LUCIO RIBEIRO Q OS STRIPES E O CHEMICAL TOCAM FORA DO RIO. SÃO PAULO, MANAUS, ETC.

ABS

fabio fernandes said...

chem bros: 07/11, credicard hall, sp !!!

pena que a amy winehouse, que estava cotada para o tim, não deve tocar aqui tão cedo ...

audim daniel said...

Pelo que li, o Tony morreu de um ataque no coração. o tratamento contra o cancer até ia bem...mas afetou a saúde.

e ele tinha voltado a fazer o programa de tv em granada..que ele fazia antes de ser famoso.
rip mate

Pedro said...

estava lendo uns sites ingleses e realmente fiquei espantado com a popularidade do cara.
ele nem era musico e dezenas de fans escreveram, agradecendo os servicos prestados a musica.
quem ja curtiu alguma banda de manchester de madrugada, sozinho ou em boates, que faca 1 min de silencio..

Carlos said...

Engraçado que semana passada mesmo eu tava discutindo com um amigo filme e o idealismo deste cara. Só uma correção 20 de fevereiro é Peixe. Meu Pai é da mesma data.

Lord Vader said...

Engraçado esse post porque esta semana tive um surto de escutar New Order sem parar , e na semana anterior escutei o Screamadelica na integra como não fazia há uns anos .
Mas Tom , acho que 20 de Fev é pisciano as me , e não mais aquariano , vou até pesquisar isso.

tom said...

rarara, nao entendo nada de horoscopo (nem acredito) mesmo,achei que fevereiro fosse aquarius geral. bom, a causa mortis foi ataque cardiaco, mas foi provocado pela debilidade fisica do corpo, pelo intenso tratamento que ele tava fazendo pra combater o cancer. bem, vai ser impossivel fazer um filme do joy division e sequer citar o tony wilson, ja que ele esteve por tras de muita coisa que a banda fez...

Rainha Popota said...

Caralho, que triste. Bad... A gente fica tão acostumado a acreditar que o povo envolvido com bandas famosas é podre de rico que nem acredita nessas coisas. Tipo o Mc Hammer. Tá, comparação idiota, mas deu pra entender o sentido o.O

Quanto ao post anterior, você não gostou de "vacancy"? Eu gostei! Bem, talvez porque eu seja muito fã de filmes de terror de qualidade duvidosa, como "Turistas" e adjacências, mas eu achei bem interessante! Ele me deixou muito aflita e eu adoro uma história bizarrona tipo tráfico de órgãos e assassinos por esporte! É necessária uma mente bem doentia para formular essas hipóteses absurdas. Tá que a escolha dos atores foi meio/completamente imbecil, mas depois do Nicholas Cage como motoqueiro fantasma, a gente acredita em qualquer coisa... Sem contar que a Jessica Alba ainda tá aí, né?! Mas anyway...

Ah, btw, comecei a ouvir o CD da Feist e gostei, até! Mas ainda acho que algumas cantoras do gênero deixam ela no chinelo, tipo a Rachel Yamagata. A voz da Feist é linda, mas meio comatosa...

Felipe Passarelli said...

O culto e a repercussão da morte do Tony foi bastante citada, anunciada, lamentada etc.

Lembro vagamente do 24 hours party people, e acho que me situei quem é o carinha lá.

Como disseram aí em cima, se todos ajudassem com tributos e shows extras antes do acontecido, talvez o cara estivesse vivo, principalmente as bandas que estão muito mais ricas que ele.

Engraçado que no novo filme do Michael Moore "Sicko" (até me esqueci de citar como um dos melhores filmes do ano), falava tão bem dos planos de saude e da saúde em geral em UK, que nesse caso se contradiz com o filme, que diz que todos os remédios tem preço único.

Vai saber, na verdade eu soube de tudo sobre ele depois da morte, mas sabia quem era, mas não sabia o nome exatamente, R.I.P. pro cara!

Poisé, a Amy Winehouse ta na fase "live fast, die young", e muitos até estão listando pessoas que morreram com 23 anos, como o Ian Curtis. A idade comum é 27, já ta rolando até bolão que horror!

Primeiro sobe no palco e começa a rodar e bater com a cabeça no microfone, não da um oi sequer nos shows, fobia total de publico, cancelamento de varios shows, e por fim, overdose de ecstasy, special k, coke, whiskey etc.

Outro artista que não está querendo largar a vida de anonimato pra se sucumbir a vida de pop star. Lembra Kurt Cobain, ela é autodestrutiva, dependente quimica e alcolatra, com a idade dela ainda não deve ter caído a ficha, pelo menos ate essa ultima overdose.

Foi até bom ela não vir, talvez não viesse!

Quem vem aí pro segundo semestre tb:

Nouvelle Vague
Maximo Park
Love is All
Cibelle
Smashing Pumpkins (27 de novembro em POA)
White Stripes
Black Eyed Peas
Joanna Newsom
Datarock
Devo
Digitalism
Lily Allen
LCD Soundsystem (só em BH)
The Police (6/12 Maracanã)

Espero que expandem essas datas, pq tipo Smashing Pumpkins eu vou até se for no Acre! rs

E vc Tom, deixa de guardar segredo sobre o Tim Festival, sei q tu é amigo da Monique e sabe muito mais que o Lúcio, pode deixar que eu não falo nada pra ninguém! juro! :X

Seria até uma coisa exclusiva aqui da cova, pq o que tem aqui, tem em todos os blogs, só acrecentamos.

E a terceira vez que tu faz uma matéria no Rio Fanzine sem falar aqui antes, como por exemplo no caso da Feist, duvido que você conheceu ela do dia pra noite e fez 2 páginas só pra ela, sem ter algum motivo aparente.

Pelo menos nunca se falou nela aqui, nem sobre o novo album antes da matéria.

Vamos compartilhar as paradas Mr Tom, ser humilde, sabe que eu amoessas paradas tb pow!! hehehee

Abraços e R.I.P. e Rehab

tom said...

felipe, o camarada é simplesmente a figura principal do filme e aparece em todas as cenas. se vc so lembra dele vagamente, deve rever o filme. e sua investigação tim veio pelo lado errado. na real, conheci a feist pelo youtube e gostei na hora. a pessoa que conheço é quem seleciona e aceita dicas de amigos. ou seja, nós é q a influenciamos, de certa forma. nao posso dar nomes antes pq se pode perder o emprego por isso. nao sigo nenhum tipo de formula pra gostar ou conheer coisas novas, elas simplesmente aparecem na minha vida. triste de quem so gosta de grupos pq saem no nme ou na mixmag. get a life

tom said...

popota, vacancy até dá uma certa afliçãozinha mais pro final e confesso q achei o desfecho diferente, mas o que pega mesmo são os protagonistas. o luke wilson nao convence e a kate beckinsale ta pau a pau com a jessica alba em qualidade dramatica. e como ja vi trocentos filmes de maniacos americanos, esse já me soa um tanto deja vu. entao, acho q vc deve gostar de disturbia, que chega aqui semana que vem...

fabio fernandes said...

control, o filme sobre joy division, estreará lá fora no dia 09/09.
vamos rezar por uma sessão no festival do rio.

Felipe Passarelli said...

Coé Lion,

Falei essa parada pq como vc sabe sou bastante observador e guardo detalhes que você pode até se assustar, tipo se encontrar vc numa noite vou te reconhecer na outra.

É que já tinha Rolado seguidamente matérias parecidas:

Primeiro foi a Peaches, depois ela veio, depois foi a M.I.A., ela veio tb e agora a Feist que tb virá.

Isso tudo pode ser uma coincidência absurda, mas que é engraçado é! hehehe

Mas eu sei que vc sabe mais do Tim do que o Lucio por exemplo, não sei de onde nem de quem, nem quero saber, só sei que vc sai na frente mas é bem mais contido no que vai falar (não vejo mal nisso, é melhor do que errar e frustar).

Falando em M.I.A. que album maravilhoso é esse Tom? Caraio não consigo parar de ouvir, está incrível, melhor que o Arular, Menos politico e mais pessoal, nossa to apaixonado, talvez o melhor album do ano.

Pena que ao vivo ela seje fraquíssima, ainda continua com a mesma falha do Tim Festival, ela não consegue segurar a onda como frontwoman e nem se posicionar como.

O show no Lollapaloosa foi péssimo, ela tem que chamar dançarinos, se vestir melhor, pensar no show ao vivo, pq ela sozinha e aquela escurinha não dão conta do recado não.

Abraços (vou rever 24 hs)

tom said...

as materias sao parecidas pq nossos universos (rio fanzine, esse blog) são parecidos. uma coisa alimenta a outra. alias, muita gente le essa josta aqui e tira ideias, inclusive os tais formadores de opiniao. ou seja, é mais facil os coveiros influenciarem a escalação do tim do que o tim influenciar o rf. mas, é claro que passo dicas pro meu contato, e a pessoa viaja para os principais festivais do mundo a cata de atracoes. é uma coisa simbiotica. a pessoa em questao tbm le isso aqui e tem gosto parecido com o nosso. mas, sim, algumas coisas vieram por conta da força dada no rf, sem duvida

Rainha Popota said...

Po, realmente, a Kate é fraquinha nesse quesito, mais um rostinho bonito. Em Van Helsing, por exemplo, ela tem a habilidade dramática de um ouriço. E o Luke é bom ator, mas não para o gênero! Como eu até disse, achei justamente a escolha dos atores muito fraca!

Eu acho que o desfecho tirou a sensação de "deja vu" que rola mesmo com a maioria dos filmes do tipo. Eu também achei que ele produziu uma sensação claustrofóbica bem legal, e isso é uma coisa que falta muito nos filmes de terror. Acho que esquecem que é justamente essa angústia que produz os "melhores" efeitos nos espectadores! A exemplo de "Abismo do Medo", que é basicamente um dos melhores filmes de "terror" (se é que a gente pode chamar disso agora) que eu já vi.

Ah, e eu estou MORTA de curiosidade pra ver "Disturbia", pelo que eu ouvi falar é bem meu tipo de filme, mesmo! Você já viu, aliás?!

Carlos said...

"Suture up your future" é a melhor música que eu já escutei nos últimos tempos. Vcs concordam?

Marcio said...

Tenho a (ótima) trilha sonora de "24 hour party people", que achei por uma merreca num balaio das lojas americanas, mas nunca vi o filme. Saiu em DVD aqui no Brasil?

tom said...

popota, vc vai gostar mais de vacancy (ja tem em dvd area 1). é uma especie de versao teen de janela indiscreta do hitchcock, so que sem metade do charme e qualidade, claro. mas o carinha que faz o garoto bisbilhoteiro é bom, seu sidekick é um japa engraçado, a mocinha é uma gata bacana e o vilão, óbvio (pela escolha do ator) tbm da medo. o que pega é o final de sempre de filme americano, que vacancy evitou

fabio fernandes said...

tbém tive a sorte de encontrar a trilha de 24 hour party people em promoção (tipo r$ 9,90) na americanas, na época do filme em cartaz !

Carlos said...

Comprei o DVD numa trip nos USA há muito tempo, logo depois que passou a primeira vez no Brasil. Engraçado é que apesar de área 1 ou 2 (nõ me lembro) ele tem opção de legenda em Português.

Carlos said...

As possíveis atrações do BDO 2008 incluem CSS e Bonde do Rolê. em http://www.fasterlouder.com.au/news/local/9947/Big-Day-Out-2008-lets-get-this-rumour-started-right.htm vcs podem ver que eles estão na lista junto com Chems, QOSA, Foo etc...

nelson said...

Acho esse lance de querer saber quem vai pro Tim antes de todo mundo uma tremenda bobagem...

Lembra aqueles geeks white trash 3 dias na fila pra comprar o I-Phone, ou brigando pra ver primeiro um determinado filme...

A data de abertura da bilheteria vai ser a mesma pra todo mundo...

fabio fernandes said...

é isso mesmo, nelson.
desde o mês passado que avisaram que no dia 21/08 sairá a escalação, palcos, preços etc.
todos já sabem os nomes principais do evento (björk, feist, a.monkeys, killers etc.) então penso que ficar "sem dormir" por causa disso é uma grande bobagem ...
deixa rolar e curta as surpresas.

fabio fernandes said...

e prá que curte o escurinho do cinema, uma má notícia:
vacancy e aquele filme interessante, que até o rf fez uma matéria, black snake moan (entre o céu e o inferno) vão direto para dvd.
acho que alguém até já comentou em um post anterior, já repararam como as locadoras estão cheias de filmes legais que não passam mais nos cinemas ? tá tudo saindo em dvd. e se vc for conferir a programação dos filmes, várias porcarias estão em cartaz.

tom said...

a trilha do filme control, baseado na biografia de ian curtis do joy division, trara, alem de joy e new order, obvio, ainda kraftwerk, david bowie, roxy music, sex pistols e, a unica banda atual, the killers, tocando "shadowplay". o filme, que estreia na europa em outubro, foi dirigido por anton corbjin, fotografo que ficou famoso clicando e dirigindo clipes pro u2 e depeche mode.

NA CIDADE

JULIANAS:

casas & shows: Circo Voador 18 – Metá Metá / Rakta 19 – Roberta Sá  20 – Testament (EUA) 25 – Johnny Hooker 26 – O Baú do Raul – 25 Anos: Marcelo Nova / Mauricio Baia / B.Negão / Chico Chico / Karina Buhr / Rick Ferreira / Vivi Seixas

Fundição Progresso 18 e 19 – Novos Baianos 25 - Mitchell Brunnings (HOL) / Orquestra Brasileira de Música Jamaicana 26 – Festival RapRJ 7: Cone Crew Diretoria / Luccas Carlos / Froid / 1Kilo / ADL – Participação: Ducon / Modestiaparte – Participação: Liink & Buddy Poke

Teatro Rival 18 – Festa La Cumbia 19 - Afrojazz - Participação: Larissa Luz & Jesuton 23 - Michael Sweet (Stryper) & John Schlitt (Petra) 24 - Júlia Bosco & Emerson Leal & Gustavo Macacko – Participação: Mart´nália & Simone Mazzer 25 – Alma Thomas 26 – Jay Vaquer 50 meia Setor A, 40 meia Setor B, 30 meia Lounge 30 – Cabaré Diferentão

Teatro Riachuelo 29 – Paulo Ricardo Teatro Odisseia 18 – Ordinária - Baile do Lindote: Molejo 24 - The World is a Beautiful Place & I am No Longer Afraid to Die / gorduratrans / E A Terra Nunca Me Pareceu Tão Distante  26 - Esteban Tavares / Sheffield 

Vivo Rio 18 - Postmodern Jukebox (EUA)  19 – Barão Vermelho 20 – Roy Hargrove & Roberta Gambarini 25 - Jacob Collier (ING) 

Baratos da Ribeiro (Botafogo) 19 – Vespeiro: Marcelo Perdido / Real Sociedade / O Branco e o Índio 26 - Vespeiro: Tacy de Campos / Jonnata Doll & Os Garotos Solventes

Estúdio Hanói (Botafogo) 18 - Nativity in Black Fest: Justabeli (SP) / Dark Tower / Profane Art  19 - Festival Nativity in Black: Justabeli (SP) / Dark Tower / Profane Art  27 - Back To Hanoi Metal Fest: Forkill / Unmasked Brains / Evil Inside / Savant  30 - Rectal Smegma (HOL) / Uzômi / Baga  Audio Rebel 16 – Quintavant: Thiago França: Sambanzo 17 – Quintavant: Thiago França: Space Charanga Quarteto 18 - Jair Naves & Britt Harris / Kasparhauser 19 – Quintavant: Ava Rocha 20 - Homenagem a John Coltrane (Widor Santiago, Sergio Barrozo, Adaury Mothé, Didac Thiago, Roberto Rutigliano) 23 – Quintavant: Hans Koch (SUI) - Participação: Bella, Thomas Rohrer, Cadu Tenório, Antonio Panda Gianfratti 24 – Quintavant: Hans Koch (SUI) - Participação: Thomas Rohrer, Antonio Panda Gianfratti 30 – Quintavant: AJJA (Pedro Calmon & Alex Frias)

Espaço Sérgio Porto 18 - Marcio Lugó / Capela  24 - Mulheres de Buço 25 - Whipallas 31 - CEP 20.000

Sala Baden Powell 16 - Donatinho: Homenagem a João Donato - Participação: Ithamara Koorax, Wanda Sá, Cris Delanno, Amanda Bravo, Ricardo Silveira 19 - Quarteto do Rio 23 - Lúcia Menezes 26 - Marcel Powell - Homenagem a Baden Powell - Participação: Thais Motta, Ithamara Koorax, Gabriel Aquino, Amanda Bravo, Dilma Oliveira 27 - Dorina Canta Aldir Blanc 30 - Eliana Pittman

Theatro Net Rio 16 – Laila Garin & A Roda 22 – Paulo Miklos 12/09 Simone Mazzer

Beco das Garrafas Casa de Cultura Laura Alvim 09 e 10 – Festival Levada: Luísa Maita 15 – Katerina Polemi 16 e 17 – Festival Levada: Apanhador Só 23 e 24 – Festival Levada: Bruna Mendez 30 e 31 – Festival Levada: Tamy

Teatro Ipanema 15 - A.Nota: Sambas do Absurdo (Juçara Marçal & Rodrigo Campos & Gui Amabis) 16 - Aíla (PA) – Participação: Posada 17 - Ana Frango Elétrico / Thiago Nassif 18 - Amora Pêra 22 - A.Nota: Marcelo Vig & Marcos Suzano

Teatro Café Pequeno 17 - Lu Dantas & Natália Boere 24 - Marcos Oliveira 31 - Filtra

Metropolitan 24 – Hanson (EUA) 26 - Lindsey Stirling (EUA) Teatro Bradesco 18 – Leo Jaime 24 – Almir Sater

Teatro Municipal de Niterói 18 e 19 – Roberta Campos 22 – Clube do Choro Homenageia Noel Rosa 24 – Quarteto do Rio

Planet Music (Cascadura) 18 - Torture Squad / Hatefulmurder / Reckoning Hour / Warcursed  19 - Black Days (SP) / Sheffield / Amsterdan / LaVille  26 - Festival Invasão Underground 2: Inversa (SP) / Maieuttica / Adrift / Tormentta / The Last Whale 

Imperator 16 - Quartas Brasileiras: Tia Surica - Tributo a Clara Nunes - Participação: Nilze Carvalho, Ana Quintas, Mariene de Castro 22 – Jazz Pras Sete: Folakemi Duo 23 – Maurício Mattar – Participação: Alexandre Pires 24 - Homenagem a Dalva de Oliveira: Amelinha, Zezé Motta, Dóris Monteiro, Leny Andrade, Rita Beneditto, Áurea Martins, Agnaldo Timóteo, Simone Mazzer, Zé Renato, Eliana Pittman, Rosa Maria Colyn, Luciene Franco, Ellen de Lima, Ataulfo Alves Jr, Gottsha 30 – Agnaldo Timóteo 31 – Samba do Imperator: Grupo Arruda, Marquinhos de Oswaldo Cruz, Arlindinho

Centro de Referência da Música Carioca Artur da Távola (Tijuca) 16 – Coletivo Samba na Rua 17 – Quinta Instrumental: Jimmy Santa Cruz 18 – Victor Mus 19 – Danilo Caymmi 23 – Fábrica Nômade Sonora 24 – Quinta Instrumental: Carlos Café 25 – Laura Zennet 26 – Quarteto do Rio 30 – Projeto Vitrola

FM Hall 23 – Manu Gavassi (grátis) 29 – Illy (grátis)

La Esquina (Lapa) 17 - Red Mess / Blind Horse / Stoned Jesus 24 – Mobile Drink

Smokey Rio (Lapa) 19 – Festa Rio Vinil Clube 26 – Bel Almeida Ganjah (Lapa) 18 – Duda Brack & Thiago Ramil 23 – Festa HempFyah: Rafyah Dread & Hempfield DubLab / Lion Dornellas / André Pfefer / Tagu Selectah Vibration 25 - Azul Casu & 3 du Mar

Casa de Baco (Lapa) 17 – Gafieira Pé de Louro 19 – Relógio de Dalí 24 – Joyce Cândido

CCBB 18 - Festival CCBB - Quanto Mais Tropicália, Melhor: Pato Fu / Céu – Praça do Centro Cultural dos Correios (22h – R$ 20) 19 - Festival CCBB - Quanto Mais Tropicália, Melhor: Pedro Luís & A Parede / Tom Zé – Praça do Centro Cultural dos Correios (22h – R$ 10)

Quintas no BNDES 17 - Byafra: 35 Anos de Sucesso 24 - Luiza Borges 31 - Tarita de Souza

Circuito SESC 16 – Copacabana: Philippe Baden Powell & Quarteto Ludere: Baden Powell 80 Anos 18 – Niterói: Clara Gurjão 26 – Engenho de Dentro: Clara Gurjão Circuito SESI 26 – Duque de Caxias: Tiê 25 – Jacarepaguá: Tiê _____________________________________________________________

mixx: 18 - Carmen Blues – Bar Kunin / Vila Isabel 18 – Sara & Nina – Olho da Rua / Vila Isabel 18 - Ronaldo Diamante – TribOz / Glória 18 - Wake the Dead Festival: Surra (SP) / Rats / Der Baum (SP) / Nove Zero Nove – Clube Mageense / Magé 18 – RaggaBrass – Boulevard Olímpico / Praça Mauá 18 - O Rappa - Tour de Despedida – Quadra da Grande Rio / Duque de Caxias 19 - Insurgente Rock Festival: Maieuttica / Ágona / Born2Bleed / Melyra / Forkill / Negah – Caixa de Surpresa / Bangu 19 - Breaking Bad - A Festa: Cervical / Controle / Mau Presságio – Buffallos Bar / Méier 19 - Festa RapSoul 5 Anos: Rael – Armazém / Praça Mauá 19 - Akira Presidente – Espaço BF / Mesquita

20 - Caxias Hell Festival: Velho / Justabeli (SP) / Dark Tower / Gutted Souls / Unnature / Vicious – Lira de Ouro / Duque de Caxias 25 - Bloco Fanfarra D´Águas – Praça das Nações / Bonsucesso 25 - Rogério Caetano - Participação: Hamilton de Holanda – Eco Som / Botafogo 25 - Arraiá do Bloco Vem Cá, Minha Flor – Feira de São Cristóvão

LEO JAIME LEO "GUANABARA" JAIME Com mais de 30 anos de carreira, Leo Jaime experimenta momentos de grande intensidade em sua vida profissional. Além da obra consagrada, como cantor e compositor, o artista está sempre atuando em novos projetos. Humor, interpretações arrebatadoras, inteligência e versatilidade são as marcas deste artista que apresenta ao publico carioca, no dia 18 de agosto, no Teatro Bradesco Rio, o espetáculo “Leo “Guanabara” Jaime”. No show ele relembra seus grandes sucessos musicais e as histórias por trás das canções e dos bastidores do Rock Brasil

PROGRAMAÇÃO BLUE NOTE JAZZ CLUB RIO (ONDE ERA A MIRANDA, NO COMPLEXO LAGOON, NA LAGOA, LADO LEBLON):   07/09 - Quinta-feira 20:00 Maceo Parker 22:30 Maceo Parker   08/09 – Sexta-feira 21:00 Maceo Parker 23:30 Maceo Parker   09/09 – Sábado 21:00 Sergio Mendes 23:30 Sergio Mendes   10/09 – Domingo 20:00 Sergio Mendes 22:30 Sergio Mendes   13/09 - Quarta-feira 20:00 Jaques Morelenbaum convida   16/09 – Sábado 21:00 Baby do Brasil 23:30 Baby do Brasil   17/09 – Domingo 20:00 Baby do Brasil 22:30 Baby do Brasil   20/09 - Quarta-feira   20:00 Jaques Morelenbaum convida   27/09 - Quarta-feira 20:00 Anne Paceo 28/09 Quinta-feira   20:00 Orquestra Atlântica 22:30 Orquestra Atlântica    Outubro   04/10 - Quarta-feira 20:00 Ala.Ni 05/10 – Quinta-feira 20:00 Chris Botti 22:30 Chris Botti  06/10 – Sexta-feira 21:00 Chris Botti 23:30 Chris Botti    07/10 – Sábado 21:00 Chris Botti 23:30 Chris Botti    08/10 – Domingo  20:00 Chris Botti 22:30 Chris Botti  11/10 - Quarta-feira 20:00 Teresa Salgueiro 22:30 Teresa Salgueiro    12/10 – Quinta-feira 20:00 Teresa Salgueiro 22:30 Teresa Salgueiro    20/10 – Sexta-feira 21:00 Chick Corea & Steve Gadd Band 23:30 Chick Corea & Steve Gadd Band   Novembro 02/11 Quinta-feira 20:00 Spyro Gyra 22:30 Spyro Gyra   03/11 Sexta-feira 21:00 Spyro Gyra 23:30 Spyro Gyra   04/11 Sábado 21:00 Spyro Gyra 23:30 Spyro Gyra   15/11 Quarta-feira 20:00 Laura Perrudin   16/11 Quinta-feira 20:00 Didier Lockwood Trio 22:30 Didier Lockwood Trio

ULTRA BRASIL ANUNCIA A PHASE 1 DE SEU LINEUP PARA A EDIÇÃO 2017: ADAM BEYER, ALESSO, ARMIN VAN BUUREN, DAVID GUETTA, JAMIE JONES, JOSEPH CAPRIATI, SASHA & JOHN DIGWEED e THE MARTINEZ BROTHERS SERÃO HEADLINERS FESTIVAL ACONTECE NOS DIAS 12, 13 E 14 DE OUTUBRO NO SAMBÓDROMO DO RIO

_______________________________________________________ CURSOS DE AGOSTO no Estação NET Botafogo    - História do Cinema Independente Brasileiro, com Cavi Borges    - Ancine e o fomento ao audiovisual brasileiro, com Julio Augusto Zucca    - Cinema Afrodisíaco? O sexo na tela, com Dodô Azevedo

Circuito Estação NET de Cinema e Cinemateca do MAM apresentam: Exposição CINEMA EM CASA: Equipamentos do acervo da Cinemateca do MAM. A partir de 23 de fevereiro, no Estação NET Botafogo de 23 de fevereiro a 23 de agosto 2017 Horário de visitação: 14h às 22h Entrada franca

DISTOPIAS BRASILEIRAS NO CINEMA A CAIXA Cultural Rio de Janeiro apresenta, de 15 a 27 de agosto de 2017, a mostra cinematográfica Brasil Distópico, que traça um panorama da produção nacional sobre as distopias. Para a programação, os curadores Luís Fernando Moura e Rodrigo Almeida selecionaram 37 curtas e longas-metragens que imaginam diferentes futuros sombrios para o país, entre clássicos da ficção-científica brasileira e obras menos conhecidas.  Na programação, filmes como O quinto poder (1962), de Alberto Pieralisi, e Brasil ano 2000 (1969), de Walter Lima Júnior. Outras incorporam as convenções da ficção científica, encenando a ameaça nuclear e o colapso do planeta, como Parada 88: o limite de alerta (1978), de José de Anchieta; e Oceano Atlantis (1993), de Francisco de Paula. Há, ainda, aqueles que instalam o cinema de gênero em imaginários locais do Brasil, como é o caso de Abrigo nuclear (1981), de Roberto Pires; e Areias Escaldantes (1985). ESTE ULTIMO, TRAZ NO ELENCO, VARIOS NOMES E BANDAS DO ROCK BRASIL DOS ANOS 80, COMO LOBÃO, TITÃS, E TEMA-TITULO DE LULU SANTOS.

DEIXA NA RÉGUA: O filme estreia no dia 10 de Agosto no INSTITUTO MOREIRA SALLES com sessões às 16h e 20h e no CINE SANTA com sessão às 17h10. Deixa Na Régua. Direção: Emílio Domingos. Produção: Osmose Filmes. Documentário. Brasil. 73 minutos.

COM SESSÕES LOTADAS EM ALGUMAS CIDADES, UCI ABRE MAIS SALAS PARA “DAVID GILMOUR: LIVE IN POMPEII” E AGORA APRESENTA A EXIBIÇÃO EM XPLUS  Ingressos já estão à venda e o público poderá conferir o show também com o poderoso som Dolby Atmos em 360º



BLITZ AO VIVO: No embalo do lançamento do álbum 'Aventuras 2', Evandro Mesquita e sua Blitz finalizam seu quarto DVD, gravado no Circo Voador em abril, para lançamento em outubro. A banda está a todo vapor, com presença confirmada no próximo Rock In Rio e tem turnê pelos Estados Unidos confirmada em fevereiro de 2018

FESTIVAL DE CINEMA DA NOVA ZELANDIA

(colaborou @DonnieDarko73);

Blog Archive

Buscar

About Me

tom leão
Vanuatu
amigo dos amigos, amante de música, cinema, boa comida, de pedaladas e caminhadas
View my complete profile
Powered by Blogger.

Popular Posts

Translate

Followers