Pages

Friday, May 04, 2007

a tribo certa?

aloha, coveiros. estive longe daqui por trabalho e por uma crise renal bem no meio de tudo. já tive uma pior, a primeira vez, ha uns dez anos, e depois de passar a beber muita água e liquidos em geral, reduziu. foi so uma pedrinha de nada agora. mas a dor é insuportavel. o lance é que, ate uma certa epoca de nossas vidas, a gente nao bebe agua ou nada saudável, só refri e cerva (rs). daí... bom, entao, numa dia desses de ida ao médico, caiu-me nas maos uma revista que falava de uma tribo que foi encontrada no alto amazonas (me escapa o nome deles) que não tem noção de numeros, nao possui uma linha de pensamento que engloba passado, futuro e presente (nem palavras para demonstrar isso) e tampouco estao atrelados a algum deus ou devotam tempo a uma mitologia que seja. isso deixou os cientistas muito confusos. nao existe nada assim em nosso planeta. que beleza! sem deuses ou algo do tipo, nao ha culpas ou sacrificios rituais. sem noção de tempo, eles so vivem o momento. e sem numeros, nao ha qq coisa ligada a dinheiro. e tudo de ruim que essas coisas acarretam. a sociedade perfeita? parece. pq, em geral, ainda somos muito primitivos, apesar da tecnologia, ligados a conceitos inuteis, que atravancam o nosso progresso mental e cultural...

34 comments:

fabio fernandes said...

saiu uma matéria sobre esta tribo na veja, acho que umas três semanas atrás, e na hora tbém bateu um estalo, imaginei logo que eles talvez fossem muito mais evoluídos do que nós, muito mais felizes. como já disseram, a ignorância é uma benção ...

Otaner said...

Continuando o assunto dos comentários do post anterior...

Fabio, quais são as bandas e músicas dessa cult cover demo??? Vc tem como "digitalizar" essas fitinhas aí que vc tem?

Eu tenho várias fitinhas que eu gravava do ronca ronca (comunidade nin jitsu acústico e paralamas tocando cream) e outros programas de rádios comunitarias/alternativas. Eu tenho uma gravação do midsummer madness que teve programa de rádio um tempo, com o funk fucker fazendo um acústico! Infelzimente não sei como digitalizar essas fitas, senão disponibilizava...

tom said...

renato, para digitalizar as tapes é o mesmo processo que para vinil: vc tem q ter instalado no pc um programa especifico (acho q o sound forge faz isso) e ter uma placa de som com entrada/saidas que aceite um cabo de audio, q vc vai ligar no toca-fitas. vc pode passar as fitas, depois limpa-las e finalmente transformar em mp3 ou gravar em cd no fim do lance

Alexandre Bobeda said...

Mas, infelizmente, não vivemos no meio do nada, no Amazonas... eu tb sinto muito, mas não é por isto que eu me deixo levar pelo que "leva" a sociedade e as pessoas, em geral. Pelo menos se cada um tentar fazer o melhor pra evoluir, o mundo talvez fique menos ruim...

fabio fernandes said...

otaner:
eu vou digitar o setlist por aqui, ok ? é que esta não está na minha casa, mas pegarei amanhã e aí coloco no blog.

remexendo ainda mais nas minhas coisas, descobri as demos de beach lizzards, dash, concreteness, party up, drivellers, juliette (a primeira banda do b. negão!) ...

eu, infelizmente, não tenho como digitalizar as fitas, mas se alguém aqui do rio tiver, empresto na boa, é só entrar em contato.

Vida Fuleira said...

Mas não tem um monte de gente que vive assim pelas grandes cidades? Sem passado, raízes, sem perspectiva, sem futuro, só no hedonismo?

wander said...

É tom, da outra vez q vc demorou a postar ate fiquei um pouco grilado nesse lance de doença, enfim, melhoras mesmo, de coração, axé, ops, rock,rs

Qdo comecei a ler de cara lembrei do Montaigne em duas coisas: 1) ele tinha pedra nos rins e como viveu lá pelos 1500 padeceu pra caramba pq não tinha medicamentos ou recursos, era barra pesadíssima e 2) ele também comentou sobre os índios brasileiros que tinham sido recém descobertos e alguns foram levados pra corte francesa conhecer. Segundo ele, o chefe da tribo perguntou duas coisas ao rei: uma era como ele baixinho e mais fraco conseguia com q os outros não o matassem e a segunda coisa eu esqueci, rs, mas me parece q era sobre a desigualdade e como os pobres não invadiam o castelo. Agora ao mesmo tempo há relatos de alta crueldade mesmo entre tribos mais primitivas, e se puder lembrar o nome dessa tribo eu gostaria de pesquisar mais info. Parece bem interessante, principalmente esse lance sem deus, grana

a bjork, nesse disco novo tipo: bjork goes to the jungle, está com um "conceito" bem próximo desse lance tipo fodam-se as religioes, raças, nacionalidades,somos uma tribo só,etc, eu ainda não sei se gostei ou não, pq com ela tem q dar tempo pras melodias pegarem, mas achei mais legal q os dois últimos (nem é preciso muito esforço)

outras coisas q estou ouvindo e curtindo:
rufus wainwright- release the stars, disco bonitaço de um cara meio chato, o video de going to a town é lindo, e mais um tiro na america católica

the twang- hum, cheiro de boa banda vindo por aí, apesar de terem só 5 musicas, parecem alguém q nao lembro, happy mondays com oasis?

travis - gostei de cara, mas agora ja to achando meio enjoativo

rufus:
"Tell me
Do you really think you go to hell for having loved
I really need to know
After soaking the body of Jesus Christ in blood
I'm so tired of America"

Rocha07 said...

Deus me livre...antes viver com doses de sofrimento do que viver sem consciência plena do que é a vida em si. Essa tribo não difere muito de animais, eles não sabem o que é Deus, não sabem o que é vida, talvez nem saibam o que é desejo. Sofrimento faz parte, angústia faz parte. É melhor aceitar esses sentimentos e aprender a lidar com eles do que se arrepender por tê-los.

Pedro said...

concordo com o rocha.esses indios na amazonia estao mais proximos dos animais do que a gente.Sofrimento, angustia, alegria, risadas, arrependimento,medo de morrer, vontade de ser pai, isso tudo faz parte da vida e isso que faz ela maravilhosa, pelo menos pra mim :)

tom said...

entendo os lados de rocha e pedro, tbm nao quero viver como animal, mas acho q o ser humano seria mais desenvolvido se nao perdesse tempo com deuses, religioes, essas coisas que atravancam o mundo e causam guerras (o pensamento cientifico, tipo em star trek, tinha q ser a regra, eles vivem so para o aperfeiçoamento do ser, sem coisas como dinheiro ou deuses), e se a contagem do tempo nao fosse tao imperativa (vivemos ligados a datas, horas, idades etc). muita gente ia poupar milhoes com a conta do analista, for sure (rs)

nobru28 said...

acho q a religião atrapalha e muito a nossa população.

naum vai ser deus q vai dar emprego, moradia, diminuir a diferença de classes, etc...é por isso q cai naquela coisa q vc citou antes tom na qual o brasileiro naum se coça para mudar a situação do pais. a violência naum vai acabar se naum atacar a corrupção desde os níveis mais altos da nossa sociedade. naum adianta pegar o peixe pequeno se os tubarões grandes ainda abocanham o dinheiro nosso de cada dia.

off topic : naum gostei muito de ha3. naum entendi uma coisa : se o peter parker/homem-aranha tem aquele sentido de aranha, pra q ele precisa de rádio da polícia para ir atrás do homem areia tom ?

abraços

iga_rio said...

Fala Pessoal,

Po Fabio eu tinha essa demo do Juliette... tambêm tinha a do Party Up ! bons tempos... nessa época tambem tinha Poindexter, Sex Noise, Funk Fuckers.. me amarrava em todas...


Abraços,

Rocha07 said...

Entendo o que vc quis dizer Tom...mas acho que, sem querer soar brega ou abusar de cliches, a vida é um aprendizado. Pra sempre. O ser humano tá longe de ser perfeito, e é aí que está a graça e a desgraça. Nós brasileiros sempre sacaneamos certos povos por serem muito certinhos e achamos que eles não sabem se divertir. A Dinamarca, por exemplo. Não tem os problemas que nós temos, mas sabe-se se eles são mais ou menos felizes por isso.
Quanto à religião, bom, muitas das coisas que usufruimos hoje em dia foram desenvolvidas justamente por causa do poder que as igrejas gozavam no passado. Não que eu concorde, só constatei um fato.
Eu me considero mais espiritual...não acho que preciso ir pra igreja e me ajoelhar pra falar com Deus. Posso falar com ele até no banheiro se eu quiser. Acho que ele ouve, ou não ouve, do mesmo jeito.
Mas primitivismo nunca. Respeito a cultura de povos antigos, mas ainda acho que estamos à frente de todos eles.

nobru28 said...

OFF TOPIC :TO BAIXANDO ICKY TCHUMB DOS STRIPES E A MÚSICA TÍTULO É MUITO BOA. JEITÃO MESMO DOS STRIPES COM UNS BARULHINHOS A LA BEATLES. UHU.ABS TOM.

Rocha07 said...

Mudando de assunto...ô nobru...eu não vi o filme ainda (mas tenho quase certeza que vou gostar) mas o sentido de aranha do Peter só funciona quando tem um perigo iminente, muito perto dele. Não é um radar.

Felipe said...

Primeiro de tudo melhoras pra você Tom, pior que sou que nem você, quase não bebo agua, só refrigerante e café o dia todo! E suco nas refeições, e já tive altas dores tb.

Tom o que houve com minha conta aqui?

Tipo não consigo entrar mais com meu password e aparece esse "felipe" que não é o "felipe passarelli", muito estranho, tem como você ve isso??

Do nada aconteceu isso.

Poisé, já nascemos pra seguir certas regras diferentes de outras tribos, pq mesmo sendo uns nada, eles devem ter regras também, até pra própria sobrevivência na terra e entre eles mesmos.

O CD da Bjork achei mezzo, tem seus altos, Innocence, Earth Intruders, The Dull Flame of Desire e Declare Independence.

Adoro a voz do Antony, lembra muito o Nick Drake, mas achei um disco irregular, musicas muito longas e conexões perdidas, vou ouvir mais, minha nota é 7,0.

Eu adorei o novo do Rufus Wainwright, o show dele no coachella foi incrível, bem mais rock and roll (Vi o Coachella pela net pra lembrar)

The Twang - Parece com Muse não? Prog, é legal.

Travis achei maravilhoso, bem cathy pop, emocional que te toca, sem ser emo, som muito bom. Dou 9,0.

Maniac Street Preachers - Cd regular, nada comparado aos que eles já fizeram, nota 6,0.

Vazou o bonde do role, ta bem legal e bem produzidido aqui o link:

http://lix.in/a17dc8

fui

tom said...

passarelli, achei q esse outro felipe era vc, com outra conta. nao sei o que acontece, nao posso gerenciar emails ou logins de quem acessa o blog. tbm tive problemas com meu email no gmail, pq descobri q alguem tinha login identico no myspace. acabei indo pra pagina do camarada, um rapper de nova york, seguindo um link. avisei pra ele, q trocou o login. mas acho q o google tem dado uns moles nesse sentido. caso de reclamar direto com eles...

Tiago Velasco said...

Eu não curto religião, não acredito em Deus. Mas temos que lembrar que a idéia de Deus - e depois a religião - surgiu porque o homem precisava acreditar em algo maior, até para aplacar angústias, medos e dar esperan~ças etc. Agora, será que se a idéia de Deus/religião não existisse, daria para viver na sociedade em relativa tranqüilidade? Sei não. Fora isso, as justificativas religiosas para as guerras são para mascarar a razão: econômica, étnica...

fabio fernandes said...

off topic:
estas são as músicas da demo de covers que eu comentei anteriormente ...


cult cover demo (produzida pelo programa cult 22 / rádio cultura fm – brasília)
1) me perco – mercenárias (animais dos espelhos)
2) rock´n´roll all night – kiss (b.s.b.h)
3) boys don´t cry – the cure (d.f.c.)
4) stock car´s theme (little quail & the mad birds)
5) baby, can i hold you – tracy chapman (low dream)
6) sunday morning – lou reed (mata hari)
7) walk like and egyptian – the bangles (oz)
8) eu me rendo – sérgio sá (pravda)
9) desculpe, mas eu vou chorar – vcs sabem quem ... (raimundos)
10) day tripper – the beatles (restless)
11) unbelievable - emf (sunburst)
12) digital – joy division (the succulent fly)

tom said...

o bom do meu repouso involuntario foi que passei o sabadao jogando guitar hero II e god of war II. ja to com os dedos todos esfolados (rs). o ruim foi que tava fim de ir ver o ennio morricone no municipal. mas nao tinha 300 paus pra dar na entrada e o balcão a $ 50 ja tava esgotado ha tempos. tbm nao ia no skol beats pq esse ano ta muito fraco. lar doce lar...

Rocha07 said...

Porra, nem fala Tom. Eu tb queria ter visto o Morricone mas a grana tá curta. Uma pena, pq não acho que eu vá ter outra oportunidade (o cara já tá velho né?).
Muita inveja de vc de ter jogado God of War II. Eu me apaixonei pelo primeiro mas não comprei o segundo ainda.
Todo mundo fala do Guitar Hero mas, fala sério, não rola uma sensação de ridículo usando aquela guitarrinha de brinquedo não?

iga_rio said...

Fala Tom,

Grande coincidência... tirei o sabado para ficar no PS2... rsrsrs !!!
Terminei o Guitar Hero 2, to mais ou menos na metade de God Of War II ( o jogo consegue ser melhor que o primeiro), e não consigo terminar Bully... foi uma manhã/tarde de Ps2, de vez em quando é bom fazer isso..rsrsrs

Abraços,

Felipe said...

Esse ano tava péssimo mesmo, nem pensei em ir os que salvavam eram o MSKRFT, Simian Mobile Disco, Nathan Fake e David Guetta, to numa fase minimal agora, techno que se ouve em casa.

MSKRFT e aquele Donnachella cancelaram em cima da hora, que merda heim!

De resto já vi quase todos ou não me fazia ir a são paulo. Virou balada, não festival, 2 dias tem que dormir lá, mais gasto.

Tom, o que é esse "blip minimal" que a galera que toca, faz nos sets e tanto falam nele? É uma técnica nova, firula?? Não tinha ouvido falar talvez vc possa saber.

Vi Mr Bean essa semana, é legalzinho, mas eu daria boneco sentado rsrs

Abraços e Melhoras (toma água kkk)

tom said...

off: nessa noite de domingo ta passando um especial do air sobre o disco novo no eurochannel e um show ao vivo dos arctic monkeys em barcelona na mtv (que nao via ha zilhoes de anos). claro que os dois estao rolando no mesmo horario. mas o do air repete amanha as 13h e vou botar pra gravar. o dos monkeys to vendo na hora. eles vem ai pro tim!!!

Rocha07 said...

Sério Tom?? Os Monkeys??? Porra nem brinca...

Lord said...

Off topic.
Alguem ai já reparou como o VH1 tá dando uma melhorada ?
Rola um school of rock com Gene Simmons (Um reality tipo o filme do Jack Black ) , e tem a vida surreal temporada nova , com o anãozinho freak do Austin powers beijando a bunda da mulherada , beeeem bizarro .

fabio fernandes said...

a apresentação do enio morricone deve ter sido histórica.
e boatos dizem que o convidado do ano que vem será john williams !!!

tom said...

tim festival 2007 so far:

arctic monkeys e klaxons confirmados (ate prova em contrario) e air a confirmar.

rola no final de outubro

Rocha07 said...

Sempre achei o Air muiiito chato....mas so os Monkeys e os Klaxons ja valem a pena. Tomara que um seja seguido do outro no mesmo palco.

tom said...

A rádio inglesa BBC1 baniu de sua programação o single "Style, attract, play", do grupo Shocka, depois que se descobriu que ele não passa de um comercial disfarçado da linha de produtos para cabelos Shockwaves. A música, que já havia tocado nos programas dos DJs Judge Jules e Annie Nightigale, acabou entrando na programação normal da rádio, mas foi banida tão logo descobriu-se que o gruo, na verdade, é uma criação da agência de publicidade Saatchi & Saatchi. O nome da música, aliás, é o mesmo do slogan da campanha atual da Shockwaves. Ninguém da agência se pronunciou.

Felipe said...

hahahahaha li na NME essa parada do comercial na musica, mas eles tavam realmente fazendo propaganda da parada.

hummm que beleza, Arctic Monkey, Klaxons já sabia la pelo luciuo ribeiro, Cat Power também está confirmada, agora o Air fica no ar, você diz que vem e outros que não, já não sei, eu adoro Air, só esse album que é caído, mas realmente é o que falta no brasil de eletronico vanguarda.

O show do klaxons é incrível, vi pela internet no coachella, foi o unico da tenda (que tb teve CSS antes, a Lovefoxxx namora o guitarrista Simon), que explodiu8 geral, teve mosh, muita gente pulando, stage-diving foi uma loucura.

Arctic Monkeys tbm vi ao vivo é porrada atrás de porrada, mas o povo do coachella tava beeeeem parado, e o Alex Tuner é tímido a beça, mas aqui vai ser loucura, eles tem um repertório lindo, vai ser o show.

Outro show bombástico é o do kaiser chiefs, o cara não para um segundo e faz a galera animar mesmo, banda n ótima ao vivo.

E ai TOM não sabe o que é blip, bleep minimal?? é um efeito??

T+

wander said...

felipe, de cara foram essas musicas da bjork q gostei e bastante, vamos ver se bate as lentas e bom saber q mais gente curte antony e rufus, pq sao dois caras muito bons, só o twang q ta mais pra madchester q pra muse, acho (vou dar uma chance ao bonde do role, rs)

o lucius falou q nao vem o air e vem a cat power, q pra mim seria ótima troca, o air nao ta numa fase boa

putz, ia fazer o maior elogio a virada cultural q teve em sampa mas aconteceu esse ep com o racionais e essa galera violenta do hiphop, (bota gentinha ordinária), mas o evento tava bacanérrimo, uma mistura de várias tribos, idades e classes sociais, gente aos montes (3,5 milhoes!) curtindo shows, cinemas, teatro e dança e tava um clima muito legal mas a imprensa so deu destaque a violencia dessa cambada, odeio essa cultura da violencia do rap, nao se ve isso no rock ou eletronico

alarme falso ou vazou mesmo o white stripes?

PEDRO BAMBAATAA said...

off topic

acabei de ouvir o novo do artic...
muito bom...
me atrevo a dizer que a musica
"505" é uma das melhores deste
ano...

abraços!!

tom said...

to por fora do q seja bleep minimal, felipe. nao sou muito fa do genero, tirando um plastikman aqui e uma ellen allien acolá. gostava muito do air no inicio, mas, ai, eles foram decaindo progressivamente. mas ao vivo seria legal de conferir. o cd dos monkeys ta batendo aos poucos, q nem o novo do arcade, pra mim ja o melhor do ano, uma maravilha

NA CIDADE

JULIANAS:

casas & shows: Circo Voador 18 – Metá Metá / Rakta 19 – Roberta Sá  20 – Testament (EUA) 25 – Johnny Hooker 26 – O Baú do Raul – 25 Anos: Marcelo Nova / Mauricio Baia / B.Negão / Chico Chico / Karina Buhr / Rick Ferreira / Vivi Seixas

Fundição Progresso 18 e 19 – Novos Baianos 25 - Mitchell Brunnings (HOL) / Orquestra Brasileira de Música Jamaicana 26 – Festival RapRJ 7: Cone Crew Diretoria / Luccas Carlos / Froid / 1Kilo / ADL – Participação: Ducon / Modestiaparte – Participação: Liink & Buddy Poke

Teatro Rival 18 – Festa La Cumbia 19 - Afrojazz - Participação: Larissa Luz & Jesuton 23 - Michael Sweet (Stryper) & John Schlitt (Petra) 24 - Júlia Bosco & Emerson Leal & Gustavo Macacko – Participação: Mart´nália & Simone Mazzer 25 – Alma Thomas 26 – Jay Vaquer 50 meia Setor A, 40 meia Setor B, 30 meia Lounge 30 – Cabaré Diferentão

Teatro Riachuelo 29 – Paulo Ricardo Teatro Odisseia 18 – Ordinária - Baile do Lindote: Molejo 24 - The World is a Beautiful Place & I am No Longer Afraid to Die / gorduratrans / E A Terra Nunca Me Pareceu Tão Distante  26 - Esteban Tavares / Sheffield 

Vivo Rio 18 - Postmodern Jukebox (EUA)  19 – Barão Vermelho 20 – Roy Hargrove & Roberta Gambarini 25 - Jacob Collier (ING) 

Baratos da Ribeiro (Botafogo) 19 – Vespeiro: Marcelo Perdido / Real Sociedade / O Branco e o Índio 26 - Vespeiro: Tacy de Campos / Jonnata Doll & Os Garotos Solventes

Estúdio Hanói (Botafogo) 18 - Nativity in Black Fest: Justabeli (SP) / Dark Tower / Profane Art  19 - Festival Nativity in Black: Justabeli (SP) / Dark Tower / Profane Art  27 - Back To Hanoi Metal Fest: Forkill / Unmasked Brains / Evil Inside / Savant  30 - Rectal Smegma (HOL) / Uzômi / Baga  Audio Rebel 16 – Quintavant: Thiago França: Sambanzo 17 – Quintavant: Thiago França: Space Charanga Quarteto 18 - Jair Naves & Britt Harris / Kasparhauser 19 – Quintavant: Ava Rocha 20 - Homenagem a John Coltrane (Widor Santiago, Sergio Barrozo, Adaury Mothé, Didac Thiago, Roberto Rutigliano) 23 – Quintavant: Hans Koch (SUI) - Participação: Bella, Thomas Rohrer, Cadu Tenório, Antonio Panda Gianfratti 24 – Quintavant: Hans Koch (SUI) - Participação: Thomas Rohrer, Antonio Panda Gianfratti 30 – Quintavant: AJJA (Pedro Calmon & Alex Frias)

Espaço Sérgio Porto 18 - Marcio Lugó / Capela  24 - Mulheres de Buço 25 - Whipallas 31 - CEP 20.000

Sala Baden Powell 16 - Donatinho: Homenagem a João Donato - Participação: Ithamara Koorax, Wanda Sá, Cris Delanno, Amanda Bravo, Ricardo Silveira 19 - Quarteto do Rio 23 - Lúcia Menezes 26 - Marcel Powell - Homenagem a Baden Powell - Participação: Thais Motta, Ithamara Koorax, Gabriel Aquino, Amanda Bravo, Dilma Oliveira 27 - Dorina Canta Aldir Blanc 30 - Eliana Pittman

Theatro Net Rio 16 – Laila Garin & A Roda 22 – Paulo Miklos 12/09 Simone Mazzer

Beco das Garrafas Casa de Cultura Laura Alvim 09 e 10 – Festival Levada: Luísa Maita 15 – Katerina Polemi 16 e 17 – Festival Levada: Apanhador Só 23 e 24 – Festival Levada: Bruna Mendez 30 e 31 – Festival Levada: Tamy

Teatro Ipanema 15 - A.Nota: Sambas do Absurdo (Juçara Marçal & Rodrigo Campos & Gui Amabis) 16 - Aíla (PA) – Participação: Posada 17 - Ana Frango Elétrico / Thiago Nassif 18 - Amora Pêra 22 - A.Nota: Marcelo Vig & Marcos Suzano

Teatro Café Pequeno 17 - Lu Dantas & Natália Boere 24 - Marcos Oliveira 31 - Filtra

Metropolitan 24 – Hanson (EUA) 26 - Lindsey Stirling (EUA) Teatro Bradesco 18 – Leo Jaime 24 – Almir Sater

Teatro Municipal de Niterói 18 e 19 – Roberta Campos 22 – Clube do Choro Homenageia Noel Rosa 24 – Quarteto do Rio

Planet Music (Cascadura) 18 - Torture Squad / Hatefulmurder / Reckoning Hour / Warcursed  19 - Black Days (SP) / Sheffield / Amsterdan / LaVille  26 - Festival Invasão Underground 2: Inversa (SP) / Maieuttica / Adrift / Tormentta / The Last Whale 

Imperator 16 - Quartas Brasileiras: Tia Surica - Tributo a Clara Nunes - Participação: Nilze Carvalho, Ana Quintas, Mariene de Castro 22 – Jazz Pras Sete: Folakemi Duo 23 – Maurício Mattar – Participação: Alexandre Pires 24 - Homenagem a Dalva de Oliveira: Amelinha, Zezé Motta, Dóris Monteiro, Leny Andrade, Rita Beneditto, Áurea Martins, Agnaldo Timóteo, Simone Mazzer, Zé Renato, Eliana Pittman, Rosa Maria Colyn, Luciene Franco, Ellen de Lima, Ataulfo Alves Jr, Gottsha 30 – Agnaldo Timóteo 31 – Samba do Imperator: Grupo Arruda, Marquinhos de Oswaldo Cruz, Arlindinho

Centro de Referência da Música Carioca Artur da Távola (Tijuca) 16 – Coletivo Samba na Rua 17 – Quinta Instrumental: Jimmy Santa Cruz 18 – Victor Mus 19 – Danilo Caymmi 23 – Fábrica Nômade Sonora 24 – Quinta Instrumental: Carlos Café 25 – Laura Zennet 26 – Quarteto do Rio 30 – Projeto Vitrola

FM Hall 23 – Manu Gavassi (grátis) 29 – Illy (grátis)

La Esquina (Lapa) 17 - Red Mess / Blind Horse / Stoned Jesus 24 – Mobile Drink

Smokey Rio (Lapa) 19 – Festa Rio Vinil Clube 26 – Bel Almeida Ganjah (Lapa) 18 – Duda Brack & Thiago Ramil 23 – Festa HempFyah: Rafyah Dread & Hempfield DubLab / Lion Dornellas / André Pfefer / Tagu Selectah Vibration 25 - Azul Casu & 3 du Mar

Casa de Baco (Lapa) 17 – Gafieira Pé de Louro 19 – Relógio de Dalí 24 – Joyce Cândido

CCBB 18 - Festival CCBB - Quanto Mais Tropicália, Melhor: Pato Fu / Céu – Praça do Centro Cultural dos Correios (22h – R$ 20) 19 - Festival CCBB - Quanto Mais Tropicália, Melhor: Pedro Luís & A Parede / Tom Zé – Praça do Centro Cultural dos Correios (22h – R$ 10)

Quintas no BNDES 17 - Byafra: 35 Anos de Sucesso 24 - Luiza Borges 31 - Tarita de Souza

Circuito SESC 16 – Copacabana: Philippe Baden Powell & Quarteto Ludere: Baden Powell 80 Anos 18 – Niterói: Clara Gurjão 26 – Engenho de Dentro: Clara Gurjão Circuito SESI 26 – Duque de Caxias: Tiê 25 – Jacarepaguá: Tiê _____________________________________________________________

mixx: 18 - Carmen Blues – Bar Kunin / Vila Isabel 18 – Sara & Nina – Olho da Rua / Vila Isabel 18 - Ronaldo Diamante – TribOz / Glória 18 - Wake the Dead Festival: Surra (SP) / Rats / Der Baum (SP) / Nove Zero Nove – Clube Mageense / Magé 18 – RaggaBrass – Boulevard Olímpico / Praça Mauá 18 - O Rappa - Tour de Despedida – Quadra da Grande Rio / Duque de Caxias 19 - Insurgente Rock Festival: Maieuttica / Ágona / Born2Bleed / Melyra / Forkill / Negah – Caixa de Surpresa / Bangu 19 - Breaking Bad - A Festa: Cervical / Controle / Mau Presságio – Buffallos Bar / Méier 19 - Festa RapSoul 5 Anos: Rael – Armazém / Praça Mauá 19 - Akira Presidente – Espaço BF / Mesquita

20 - Caxias Hell Festival: Velho / Justabeli (SP) / Dark Tower / Gutted Souls / Unnature / Vicious – Lira de Ouro / Duque de Caxias 25 - Bloco Fanfarra D´Águas – Praça das Nações / Bonsucesso 25 - Rogério Caetano - Participação: Hamilton de Holanda – Eco Som / Botafogo 25 - Arraiá do Bloco Vem Cá, Minha Flor – Feira de São Cristóvão

LEO JAIME LEO "GUANABARA" JAIME Com mais de 30 anos de carreira, Leo Jaime experimenta momentos de grande intensidade em sua vida profissional. Além da obra consagrada, como cantor e compositor, o artista está sempre atuando em novos projetos. Humor, interpretações arrebatadoras, inteligência e versatilidade são as marcas deste artista que apresenta ao publico carioca, no dia 18 de agosto, no Teatro Bradesco Rio, o espetáculo “Leo “Guanabara” Jaime”. No show ele relembra seus grandes sucessos musicais e as histórias por trás das canções e dos bastidores do Rock Brasil

PROGRAMAÇÃO BLUE NOTE JAZZ CLUB RIO (ONDE ERA A MIRANDA, NO COMPLEXO LAGOON, NA LAGOA, LADO LEBLON):   07/09 - Quinta-feira 20:00 Maceo Parker 22:30 Maceo Parker   08/09 – Sexta-feira 21:00 Maceo Parker 23:30 Maceo Parker   09/09 – Sábado 21:00 Sergio Mendes 23:30 Sergio Mendes   10/09 – Domingo 20:00 Sergio Mendes 22:30 Sergio Mendes   13/09 - Quarta-feira 20:00 Jaques Morelenbaum convida   16/09 – Sábado 21:00 Baby do Brasil 23:30 Baby do Brasil   17/09 – Domingo 20:00 Baby do Brasil 22:30 Baby do Brasil   20/09 - Quarta-feira   20:00 Jaques Morelenbaum convida   27/09 - Quarta-feira 20:00 Anne Paceo 28/09 Quinta-feira   20:00 Orquestra Atlântica 22:30 Orquestra Atlântica    Outubro   04/10 - Quarta-feira 20:00 Ala.Ni 05/10 – Quinta-feira 20:00 Chris Botti 22:30 Chris Botti  06/10 – Sexta-feira 21:00 Chris Botti 23:30 Chris Botti    07/10 – Sábado 21:00 Chris Botti 23:30 Chris Botti    08/10 – Domingo  20:00 Chris Botti 22:30 Chris Botti  11/10 - Quarta-feira 20:00 Teresa Salgueiro 22:30 Teresa Salgueiro    12/10 – Quinta-feira 20:00 Teresa Salgueiro 22:30 Teresa Salgueiro    20/10 – Sexta-feira 21:00 Chick Corea & Steve Gadd Band 23:30 Chick Corea & Steve Gadd Band   Novembro 02/11 Quinta-feira 20:00 Spyro Gyra 22:30 Spyro Gyra   03/11 Sexta-feira 21:00 Spyro Gyra 23:30 Spyro Gyra   04/11 Sábado 21:00 Spyro Gyra 23:30 Spyro Gyra   15/11 Quarta-feira 20:00 Laura Perrudin   16/11 Quinta-feira 20:00 Didier Lockwood Trio 22:30 Didier Lockwood Trio

ULTRA BRASIL ANUNCIA A PHASE 1 DE SEU LINEUP PARA A EDIÇÃO 2017: ADAM BEYER, ALESSO, ARMIN VAN BUUREN, DAVID GUETTA, JAMIE JONES, JOSEPH CAPRIATI, SASHA & JOHN DIGWEED e THE MARTINEZ BROTHERS SERÃO HEADLINERS FESTIVAL ACONTECE NOS DIAS 12, 13 E 14 DE OUTUBRO NO SAMBÓDROMO DO RIO

_______________________________________________________ CURSOS DE AGOSTO no Estação NET Botafogo    - História do Cinema Independente Brasileiro, com Cavi Borges    - Ancine e o fomento ao audiovisual brasileiro, com Julio Augusto Zucca    - Cinema Afrodisíaco? O sexo na tela, com Dodô Azevedo

Circuito Estação NET de Cinema e Cinemateca do MAM apresentam: Exposição CINEMA EM CASA: Equipamentos do acervo da Cinemateca do MAM. A partir de 23 de fevereiro, no Estação NET Botafogo de 23 de fevereiro a 23 de agosto 2017 Horário de visitação: 14h às 22h Entrada franca

DISTOPIAS BRASILEIRAS NO CINEMA A CAIXA Cultural Rio de Janeiro apresenta, de 15 a 27 de agosto de 2017, a mostra cinematográfica Brasil Distópico, que traça um panorama da produção nacional sobre as distopias. Para a programação, os curadores Luís Fernando Moura e Rodrigo Almeida selecionaram 37 curtas e longas-metragens que imaginam diferentes futuros sombrios para o país, entre clássicos da ficção-científica brasileira e obras menos conhecidas.  Na programação, filmes como O quinto poder (1962), de Alberto Pieralisi, e Brasil ano 2000 (1969), de Walter Lima Júnior. Outras incorporam as convenções da ficção científica, encenando a ameaça nuclear e o colapso do planeta, como Parada 88: o limite de alerta (1978), de José de Anchieta; e Oceano Atlantis (1993), de Francisco de Paula. Há, ainda, aqueles que instalam o cinema de gênero em imaginários locais do Brasil, como é o caso de Abrigo nuclear (1981), de Roberto Pires; e Areias Escaldantes (1985). ESTE ULTIMO, TRAZ NO ELENCO, VARIOS NOMES E BANDAS DO ROCK BRASIL DOS ANOS 80, COMO LOBÃO, TITÃS, E TEMA-TITULO DE LULU SANTOS.

DEIXA NA RÉGUA: O filme estreia no dia 10 de Agosto no INSTITUTO MOREIRA SALLES com sessões às 16h e 20h e no CINE SANTA com sessão às 17h10. Deixa Na Régua. Direção: Emílio Domingos. Produção: Osmose Filmes. Documentário. Brasil. 73 minutos.

COM SESSÕES LOTADAS EM ALGUMAS CIDADES, UCI ABRE MAIS SALAS PARA “DAVID GILMOUR: LIVE IN POMPEII” E AGORA APRESENTA A EXIBIÇÃO EM XPLUS  Ingressos já estão à venda e o público poderá conferir o show também com o poderoso som Dolby Atmos em 360º



BLITZ AO VIVO: No embalo do lançamento do álbum 'Aventuras 2', Evandro Mesquita e sua Blitz finalizam seu quarto DVD, gravado no Circo Voador em abril, para lançamento em outubro. A banda está a todo vapor, com presença confirmada no próximo Rock In Rio e tem turnê pelos Estados Unidos confirmada em fevereiro de 2018

FESTIVAL DE CINEMA DA NOVA ZELANDIA

(colaborou @DonnieDarko73);

Blog Archive

Buscar

About Me

tom leão
Vanuatu
amigo dos amigos, amante de música, cinema, boa comida, de pedaladas e caminhadas
View my complete profile
Powered by Blogger.

Popular Posts

Translate

Followers