Pages

Tuesday, November 14, 2006

Nú órda...


Uma amiga minha que tá em Londres viu o show do New Order lá. Então, aqui vai o relato, pra quem vai ver no Rio ou já viu em SP (Vander?):

>Se o show do Rio for como o penúltimo de Londres, que rolou no Wembley Arena no último dia 27, o público pode esperar por dois shows, um do Joy Division e outro do New Order. Os primeiros 30 minutos foram uma homenagem à época em que Stephen Morris, Peter Hook e Bernard Sumner dividiam o palco com Ian Curtis. Provavelmente esse foi um dos maiores sets contínuos de Joy Division já tocados pelo New Order. A música que abriu o show foi "She's lost control". Daí por diante, o público ouviu "Shadowplay", "These days", "Transmission", "Love will tear us apart" e "Atmosphere". Somente então, Bernard Sumner quebrou o transe coletivo para falar: "agora vamos tocar um pouquinho de New Order".

> E assim, o grupo "entrou" no palco para tocar músicas da banda. Mas para quem tinha achado o set do Joy Division curto, ainda rolou "Ceremony". Seguiu-se uma sequencia com músicas da coletânea "Substance", com hits dos anos 80, como "Bizarre love triangle", "Temptation", "Perfect kiss". Sete minutos e meio de "Blue Monday" fecharam o show, fazendo com que as teorias de que que ela seja uma referência ao suicídio de Ian Curtis fizessem ainda mais sentido. Seria a maneira perfeita de finalizar um show que começou com um set inteiro de Joy Division. Em suma, foi um show memorável. Mas, claro, o New Order não foi embora sem antes fazer um rápido bis. Atendendo aos apelos histéricos da platéia, eles voltaram para tocar mais duas: "Love vigilantes" e "True faith", cuja letra encaixou perfeitamente com o momento.
(Ana Wambier, de Londres) *foto de zrmahr no show do rio...

*Eis o set list do show do N.O. ontem em sampa:
1 - "Crystal"2 - "Turn"3 - "Regret"4 - "Ceremony" 5 - "Who's Joe"6 - "Transmission"7 - "Krafty"8 - "Waiting for the Sirens Call"9 - "KW1" ("Your Silent Face")10 - "True Faith"11 - "Bizarre Love Triangle"12 - "Temptation"13 - "Perfect Kiss"14 - "Blue Monday"15 - "She's Lost Control"16 - "Love Will Tear us Apart Again"...

11 comments:

Calvin said...

Pagar 100 contos (ou 200, sem carteirinha!) não rola, nem que eu tivesse o dinheiro. Será que nesse Vivo Rio vão ser sempre esses preços proibitivos?

E será que vai ter cambista lá fora vendendo a 30 contos ou vai lotar?

Não vi nada do Tim esse ano, perdi o Gang of Four, Nofx... Não queria perder o Nokia Trends. Algum coveiro vai?

PEDRO BAMBAATAA said...

legal o post tom, para falar a verdade, não gosto do nú orda, tocando, joy division... acho
que a marca da banda era o vocal do ian curtis, e sem eles a canções perdem muito o clima
mas vá lá...

não ia no show, mas um amigo arrumou uns 4 convites, com o
pessoal do patrocinador e estarei
na aba...

espero que o som não seja com o que rolou em brasilia e belô, que,
segundo criticas que li, prejudicou
o show da banda, e que tb com esse
preço só vá quem curte a banda mesmo...

e vem cá? o que aconteceu com a Gillian Gilbert?

espero que mudem o set list e toquem 1963 e vanishing point...

no mais espero que o show não seja que nem foi o do maracanazinho...

cheio de playboys e som péssimo...

abraço!

Felipe Passarelli said...

Well,

Tava lendo as criticas de São Paulo e a maioria das especializadas falaram que não foi tão bom assim, e só foi animar la do meio pro final.

Acho que eles deveriam fazer uma turnê "Joy Division Tour", pq pra mim, o Joy representa muito mais do que eles próprios, com certeza deve rolar uma broxada quando a banda acaba de tocar musicas seguidas do Joy Division e depois falam que vão tocar do New Order. Estranho né??

A sombra do Ian vai está atrás deles a vida inteira, mas a banda tem um histórico e tal, mas sei la, pra mim sempre foi uma continuação do Joy, não o New order em si, apesar das musicas boas, vamos ver aqui no Rio...

Off: Tom se lembra que eu falava que não gostava de Bloc Party antigamente?? Então, esse ano dei atenção e fiquei apaixonado pelo "Silent Alarm" de ouvir e ficar impressionado, amei mesmo.

Mas o novo album ta duro de engolir sério, quando as musicas parecem que vão decolar elas param, ficam lentas, olha que já ouvi umas dez vezes, mas parece coito interrompido.

Tem 3 musicas boas, Hunting for Witches, Waiting for 7.18 e The Prayer, o resto parece "Luno Cover", putz é foda essa espectativa do segundo album.

Li uma parada la na pitchfork que fala das fases das bandas, que acho que se trata de 90% de todas, achei muito engraçado e real, vou colocar aqui:

Band Progression:

Album #1: hotshot debut
Album #2: disappointing sophomore slump
Album #3: blatant radio pandering
Album #4: slightly more experimental blatant radio-pandering
Album #5: departure project
Album #6: rock opera

hahahaha mas não é??

Te dou até uma sugestão de tópico Tom: Bandas que conseguiram fazer mais de 3 discos seguidos bons, ou toda uma carreira boa.
Não é que tem sentido??? Vou ouvir mais, em comparação ao The Killers eles foram melhores pelo menos heheheh

AHH claro que vou para o Nokia Trends. 2 Many Djs, Soulwax, Mau Mau, The Bravery, Ladytron, Hot Hot Heat, We Are Scientists... Imperdível!!

Abraços!!!

fabio fernandes said...

tocando joy division ou não, prá mim, o new order sempre será eterno (tanto qto ian curtis). só por eles tocarem love will tear us apart (um hino da minha geração) acho que já valeria o ingresso.

bem, será que os cambistas estarão vendendo ingressos baratinhos como tem sido uma constante ? como não esgotou mesmo.
às vezes dá vontade de arriscar ...

Felipe Passarelli said...

Fala Tom!

Aí, outro show na cidade, The Dandy Warhols no Circo Voador dia 7 de Dezembro.

Pode ver se isso é verdade?? Pq não tem nada no site nem no my space deles....

Abraços :)

iga_rio said...

Tom,

Off topic: acho que muitos já devem ter visto, mas de qualquer mabeira segue o link com o video da famosa briga do João Gordo com o Dado Dolabela, se bem que a porrada mesmo não chegou a rolar...

http://www.youtube.com/watch?v=F41SpjJlj5g

Abraços,

Onaicram said...

Tom, uma parada off. Vc poderia me passar o mail da Valquíria, pois estou precisando do contato de uma amiga comum q mora em DF? Valeu.

tom said...

valeu, felipe. mas eu ja baixei o bloc. so falta ouvir. engraçado esse lance da band progression. vou checar a parada dos dandys.s era q eles tem publico no rio? sei q vai rolar um festival so de bandas suecas em dezmbro, rio e sp, incluindo o high on wheels. e so vou checar o new order pra ter um gostinho de ouvir alguma musica do joy division ao vivo...

tom said...

o show no rio: casa cheia, apesar do preço. som meia bomba. setlist maior que o de sampa (aqui tocaram love vigilantes, la nao). musicas do joy misturadas no set, em vez de modulo separado como rolou em londres. show melhorzinho de som e empolgação do que o que fizeram aqui no maracanazinho ages ago (ate pq os etlist atual é bem bom). o som do baixo do hook nao tem igual. bernie tava animado. plateia bacana e bem misturada. e depois fui comer uma pizza na guanabara do extinto baixo leblon como se estivesse em 86 (rs), o maximo q me permito de nostalgia.

Rocha06 said...

Realmente o som tava ruim. Mas de qualquer maneira foi melhor do que teria sido na Fundição.
Essa parada de som, não sei se é sempre um problema da casa ou da banda. Tim Festival, por exemplo. O som do show da Patti Smith tava do caralho, a voz dela saía perfeita. Mas o dos YYYs, em seguida, não foi tão limpo, provavelmente porque eles aumentaram demais o volume. É equalização mal feita.
Gostei do show, a introdução de Blue Monday foi perfeita. Mas não deu pra deixar de sentir um "que" de show burocrático, mais-trabalho-do-que-show. Me lembrou o do Placebo no Claro Hall.

tom said...

o show de ontem foi ok, gostei mais do repertorio do que da performance. mas os caras nunca foram bons nisso, basta ver os videos de shows antigos, sempre tiveram essa postura burocratica largada, como se estivesesm tocando com ma vontade (cool?). mas o bernie e o hook se mostraram empolgados algumas vzs. para quem ta com 50 e cheirou muito, ok

NA CIDADE

OCTOBERFESTIVAS:

FESTIVAL DO RIO  ÚLTIMA CHANCE   de 16 a 18 de outubro   Estação NET Botafogo 1 + Estação NET Rio 4 e 5    

ESTAÇÃO NET BOTAFOGO 1: 16/10/2017         Estação NET Botafogo 1  15:00     Ocidental Dir. Neïl Beloufa 16/10/2017         Estação NET Botafogo 1  17:00     Matar Jesus Dir. Laura Mora 16/10/2017         Estação NET Botafogo 1  19:00     Memórias do subdesenvolvimento Dir. Tomás Gutiérrez Alea 16/10/2017         Estação NET Botafogo 1  21:00     As misândricas Dir. Bruce LaBruce

  17/10/2017         Estação NET Botafogo 1  15:00     Ensiriados Dir. Philippe Van Leeuw 17/10/2017         Estação NET Botafogo 1  17:00     Antipornô             Sion Dir. Sono 17/10/2017         Estação NET Botafogo 1  19:00     Patti Cake$ Dir. Geremy Jasper 17/10/2017         Estação NET Botafogo 1  21:00     Meu colégio inteiro afundando no mar Dir. Dash Shaw  

18/10/2017         Estação NET Botafogo 1  15:00     Últimos homens em Aleppo Dir. Firas Fayyad 18/10/2017         Estação NET Botafogo 1  17:00     Cadáveres bronzeados Dir. Hélène Cattet, Bruno Forzani 18/10/2017         Estação NET Botafogo 1  17:00     Sal Dir. Diego Freitas 18/10/2017         Estação NET Botafogo 1  19:00     Alanis Dir. Anahí Berneri 18/10/2017         Estação NET Botafogo 1  21:00     How to Talk to Girls at Parties Dir. John Cameron Mitchell  

ESTAÇÃO NET RIO: 16/10/2017         Estação NET Rio 5             14:15     Kim Dotcom: Agarrado na web Dir. Annie Goldson 16/10/2017         Estação NET Rio 5             16:15     God's Own Country Dir. Francis Lee 16/10/2017         Estação NET Rio 4             18:00     A liberdade do diabo Dir. Everardo González 16/10/2017         Estação NET Rio 5             18:45     Golden Exits Dir. Alex Ross Perry 16/10/2017         Estação NET Rio 4             19:45     As entrevistas de Putin Dir. Oliver Stone 16/10/2017         Estação NET Rio 5             21:00     A vendedora de fósforos Dir. Alejo Moguillansky  

17/10/2017         Estação NET Rio 5             14:15     Encriptado Dir. Nick de Pencier 17/10/2017         Estação NET Rio 5             16:15     Eduardo II Dir. Derek Jarman 17/10/2017         Estação NET Rio 4             17:30     Top of the Lake: China Girl Dir. Jane Campion, Ariel Kleiman 17/10/2017         Estação NET Rio 5             18:45     Titicut Follies Dir. Frederick Wiseman 17/10/2017         Estação NET Rio 5             21:00     Invisível Dir. Pablo Giorgelli

  18/10/2017         Estação NET Rio 5             14:15     Senhora Fang Dir. Wang Bing 18/10/2017         Estação NET Rio 5             16:00     Minha adorável lavanderia Dir. Stephen Frears 18/10/2017         Estação NET Rio 4             17:20     Tangerine Dream: a revolução do som Dir. Margarete Kreuzer 18/10/2017         Estação NET Rio 5             17:50     Cicciolina - Madrinha do escândalo  Dir. Alessandro Melazzini 18/10/2017         Estação NET Rio 5             19:00     O diabo e o Padre Amorth Dir. William Friedkin 18/10/2017         Estação NET Rio 4             19:10     Long Strange Trip: A viagem do Grateful Dead Dir. Amir Bar-Lev 18/10/2017         Estação NET Rio 5             20:30     Ex Libris: Biblioteca pública de Nova York Dir. Frederick Wiseman  

INGRESSOS: R$22,00 / meia: R$11,00 Meia entrada para quem comprou Passaporte

UCI INAUGURA A PRIMEIRA SALA DE CINEMA XPLUS LASER DO BRASIL, NO RIO DE JANEIRO: No ano em que comemora duas décadas no Brasil, a rede UCI reforça sua missão de oferecer ao público a melhor experiência em cinema e o que há de mais moderno no mundo, no mercado audiovisual. No Rio, inova mais uma vez com a primeira sala XPLUS Laser do país. A novidade será no maior complexo de cinemas brasileiro, o UCI New York City Center, que este ano também recebeu a primeira 4DX da cidade, com cadeiras que se movimentam e efeitos especiais. A aquisição do novo projetor a laser torna ainda mais imersiva a tecnologia da XPLUS, que tem projeção 3D de última geração, tela gigante com definição 4K e som Dolby Atmos™, com mais de 54 caixas acústicas e 128 streams de áudio que criam a ilusão de um campo infinito ao redor de cada espectador.

PROGRAMAÇÃO DO BLUE NOTE JAZZ CLUB RIO (ONDE ERA A MIRANDA, NO COMPLEXO LAGOON, NA LAGOA, LADO LEBLON):     Outubro   20/10 – Sexta-feira 21:00 Chick Corea & Steve Gadd Band 23:30 Chick Corea & Steve Gadd Band   Novembro 02/11 Quinta-feira 20:00 Spyro Gyra 22:30 Spyro Gyra   03/11 Sexta-feira 21:00 Spyro Gyra 23:30 Spyro Gyra   04/11 Sábado 21:00 Spyro Gyra 23:30 Spyro Gyra   15/11 Quarta-feira 20:00 Laura Perrudin   16/11 Quinta-feira 20:00 Didier Lockwood Trio 22:30 Didier Lockwood Trio

Tropicália ganha exposição tech com livre reinterpretação conceitual Nos 50 anos do movimento, na Galeria BNDES   Os artistas Barbara Castro e Luiz Ludwig, do estúdio Ambos&&, apresentam uma livre reinterpretação dos conceitos do movimento tropicalista à luz da arte e da tecnologia. Com a exposição Vamos Comer, estimulam o público a “devorar” experiências sensoriais e orgânicas, incluindo quatro instalações de arte computacional. Ela está aberta a visitações na Galeria BNDES, no Rio, entre os dias 18 de outubro e 1º de dezembro, de segunda a sexta, das 10h às 19h

Zucchero (o 'roberto carlos da itália') vem fazer shows no Brasil em outubro: Rio de Janeiro, no dia 26 de outubro, no Teatro Bradesco Rio São Paulo, no dia 27 de outubro, no Teatro Bradesco Porto Alegre, no dia 28 de outubro, no Teatro do Bourbon Country  

AGENDA CUTURAL BARATOS DA RIBEIRO: Sábado, 21 de outubro, a partir das 17h: VESPEIRO com as bandas Estranhos Românticos e Imperfeitos Quinta-feira, 26 de outubro, a partir das 19h: LEVADAS DA BECA, com as DJs Ana Paula Moniz (Beca Brechó), Bia Andrade & Ana Galli + uma convidada surpresa! Sábado, 11 de novembro, a partir das 17h: VESPEIRO com a banda Os Alquimistas (MS) e Mauk + Pedro White & banda fazendo tributo duplo: ao Bruce Springsteen e ao Tom Petty! RUA PAULINO FERNANDES 15, BOTAFOGO/RJ

MOSTRA DE CINEMA ARGENTINO CONTEMPORÂNEO VOLTA À CAIXA CULTURAL RIO DE JANEIRO EM SUA SEGUNDA EDIÇÃO   Histórias extraordinárias apresenta uma seleção com os melhores filmes recentes do país vizinho. Debates com cineastas e especialistas completam a programação Local: CAIXA Cultural Rio de Janeiro – Cinema 2 Endereço: Av. Almirante Barroso, 25 – Centro  (Metrô e VLT: Estação Carioca) Telefone: (21) 3980-3815 Data: de 07 a 19 de novembro de 2017 (terça-feira a domingo)

PROJETO QUARTAS BRASILEIRAS RECEBE, PELA SEGUNDA VEZ,  MOACYR FRANCO, DIA 18, ÀS 16H, NO CENTRO CULTURAL JOÃO NOGUEIRA, O IMPERATOR

Angela Ro Ro leva o show "Amor & Humor" para a Zona Norte A cantora - que pela primeira vez pisa no palco do Centro Cultural João Nogueira -  faz  apresentação única no Méier, dia 29 de outubro, às 19h, no Imperator

estreia: 5º FEIRA/ 19 OUT - ABERTURA DA MOSTRA JÓIAS DO CINEMA DINAMARQUÊS: CINE JOIA DO RIO DE JANEIRO (copacabana) EXIBE SEIS LONGAS INÉDITOS DO PAÍS NÓRDICO; E O PRIMEIRO DOC LONGA-METRAGEM FILMADO NA GROENLÂNDIA.

Depois de regravar sucessos do Pop, Rock e Samba, a Orquestra Petrobras Sinfônica prepara uma homenagem ao reggae. O quarto EP da série “O Clássico é...” trará versões inéditas de “Andei só” (Natiruts), “Minha felicidade” (Roberta Campos), “Um anjo do céu” (Maskavo), “Aonde você mora” (Cidade Negra) e “Segue o baile” (Braza). A primeira apresentação do novo projeto será no Teatro Rival Petrobras, com entrada gratuita, às 20h do dia 18 de outubro (quarta-feira).

(colaborou @DonnieDarko73);

Blog Archive

Buscar

About Me

tom leão
Vanuatu
amigo dos amigos, amante de música, cinema, boa comida, de pedaladas e caminhadas
View my complete profile
Powered by Blogger.

Popular Posts

Translate

Followers